Você está na página 1de 33

Vitamina B12

Curso de Pós Graduação em Ciências dos Alimentos da FCF-USP Profa. Silvia M. Franciscato Cozzolino

Adriana Lima

Histórico
1920: Anemia mortal denominada perniciosa 1929: Castle assinala que o ³fator intrínseco´ do estômago e o ³fator extrínseco´, formam o princípio antianêmico. 1948: Rickes e Folkers isolam a B12 a partir do Streptomyces griseus 1948: Smith e Parker extraem a B12 do fígado de boi. 1955: Todd determina a estrutura da B12 pôr raios X 1964: Hodhkin determina a estrutura da B12

Vitamina B12
Cobalaminas: Substância cristalina vermelha que contém cobalto e um nucleotídeo (ribose e fosfato) Classificação 
Cianocobalamina  Hidroxicobalamina B12 a  Hidrocobalamina B12 b  Nitritocobalamina B12 c

Fontes Alimentares
Fígado, rins, seguidos de leite crú, ovos, peixe, músculo e queijo

A metionina sintetase requer a metilcobalamina para a transferência de grupos metila de metiltetraidrofolato para a homocisteína transformando-a em metionina .Funções da Vitamina B12 (1) Coenzima A enzima L metilmalonil-CoA mutase requer adenosilcobalamina para converter a metilmalonil-CoA em succinil CoA.

Formação da bainha de mielina nos nervos Maturação das células epiteliais do trato gastrointestinal  Participação no metabolismo do ácido fólico .Funções da Vitamina B12     (2) Síntese de ácidos nucléicos e DNA. Maturação dos glóbulos vermelhos.

Retenção de metilfolato pela B12 Metionina THFA Metionina sintetase Metilcobalamina 5. 10 metil THFA desoxiuridilato DHFA Homocistina 5-metil THFA Figura1: THFA:tetraidrofolato Timetilado Síntese de DNA .

Absorção da Vitamina B12  Passiva: 1%  Ativa: Vitamina B12 contida nos alimentos protéicos gastrina Estômago HCL e enzimas Complexo proteínas R.8) + Ca ++ (pH > 6.B12 (pH 2.0) = Íleo Absorção .3) Duodeno Tripsina Íleo Complexo FI-B12 (pH 6.

Transporte e Armazenamento da B12 Transporte 3 a 4 horas após a absorção Transcobalaminas I. II. TCII (10 a 20%) Armazenamento Fígado armazena 1µg/g de tecido. medula óssea e cérebro. . TCII e TCIII TCI (80%). III ± TCI . Pool corpóreo de de 2 a 3 mg Rins.

Medidas de absorção Quantidade corpórea total de B12 marcada com isótopos e o conteúdo de B12 radiomarcada nas fezes Absorção total é > quando a ingestão também é > Não há estudos para saber se a absorção de B12 varia com o seus estado 50% da B12 dietética é absorvida em indivíduos saudáveis .

al.5 a 2. al. al. al.Tabela 1.1981 Carneiro Fígado Ovos Frango Truta do íleo * Um indivíduo absorveu 7 µg de B12 (18%) ** Os alimentos contém de 1.5 µg de B12 os quais saturam os receptores . al.1978 Doscherholmen et. 1966 Doscherholmen et. Porcentagem de absorção da B12 de alimentos em adultos saudáveis Referência Alimento Absorção (%) 65 11* 24-36 60 25-17 Heyssel et.1975 Doscherholmen et. 1966 Heyssel et.

7 µg/dia É necessário FI para a absorção da B12 dietética e biliar A B12 biliar é melhor absorvida do que a cianocobalamina Deficiência de B 12 : > em indivíduos com q FI ou má absorção do que aqueles que tem dieta vegetariana . então a excreção pelas fezes é de 0.Circulação enterohepática da B12 Em pacientes colecistectomizados (n=8) a média de secreção da B12 pela bile era de 1.4 µg/dia 50% da B12 é reabsorvida.

altas doses (u 500 Qg) com água c Cristalina.Tabela 2. Heyssel et al. . Absorção de Vitamina B12 em diferentes condições Forma da B12 Função Gástrica Normal (%) 50 60 1 0.5 Anemia Perniciosa a (%) 0 0 1 0. (1968). baixas doses (< 5 Qg) b Cristalina.. altas doses com alimento c a Uma b doença na qual a deficiência do fator intrínseco severamente limita a absorção de B12. c Berlim et al.5 Ocorrida naturalmente b Cristalina. (1966).

2% do pool de B12 A perda fecal e urinária é proporcional ao estoque . bile. descamação de células.1 a 0. secreções gástricas e intestinais.Excreção da Vitamina B12 Fezes: perda dos alimentos. síntese de B12 pôr bactérias do cólon Urina: excesso da capacidade de ligação após uma dose parenteral de B12 Outras perdas: pele e reações metabólicas A perda pôr dia é de 0.

indisposição. flatulência. pode ter trombocitopenia e neutropenia Todas estas complicações são reversíveis . q Apetite. o média do volume celular.Efeitos da Ingestão Inadequada de B12 Efeitos Clínicos Palidez. palpitações Efeitos Gastrintestinais Glossite. constipação Efeitos Hematológicos Macrocitose. fadiga. fraqueza.

distúrbios motores. perturbações intestinais e incontinência urinária 75 a 90% dos indivíduos com deficiência de B12 apresentam complicações neurológicas e em 25% dos casos é a única manifestação clínica.Efeitos da Ingestão Inadequada de B12 Efeitos Neurológicos Formigamento. distúrbios visuais. impotência. insônia. q percepção de posição e vibração. Todas as complicações se tratadas a tempo são reversíveis . entorpecimento e dormência dos MI.

Ht. q MCV  MCV é de uso limitado  O tempo resposta é lento diante das mudanças dietéticas e da meia vida de 120 dias dos eritrócitos. com picos de 5 a 8 dias .  A medida dos reticulócitos é útil devido ao o de 48 h após a administração de B12. eritrócitos e reticulócitos.Indicadores para instituir a EAR de B12  Indicadores da Resposta Hematológica  o de Hb.

Indicadores para instituir a EAR de B12  Vitamina B12 plasmática ou sérica  Reflete a ingestão e o estoque  Os valores séricos de B12 são mantidos até o gasto do estoque  q da B12 sérica indica anormalidades a longo prazo ou ingestão reduzida prolongada  Homocisteína  o em idosos com estado normal de folato  o na deficiência de B6 e de folato: q especificidade para a EAR .

Indicadores para instituir a EAR de B12  Ácido Metilmalônico  o MMA: q a ingestão de B12. Envelhecimento. o da flora intestinal  É o indicador preferido para a deficiência de B12 . q do Volume Intravascular. Insuficiência Renal. mas não para estabelecer a EAR devido a insuficiência de dados  Holotranscobalamina II  Por formar o complexo TCII-B12 (holoTCII) a TCII é um bom indicador. q da absorção. porém não fidedigno e muito robusto para a prática clínica .

urina e fezes.  Consomem muito tempo e devido a isto tem sido substituídos pelos Radioensaios .Indicadores para instituir a EAR de B12 Ácido formimiglutâmico. Propionato e metilcitrato  o FIGLU: q folato e na q de B12  o Propionato ( precursor do metilmalonato): q de B12  o Metilcitrato: (o propionato é o seu precursor): q de B12  Estes indicadores não levam vantagens em relação ao MMA Ensaios Microbiológicos  Euglena gracilis e Lactobacillus leichmannii: utilizados para determinar o conteúdo de B12 no soro.

Doenças ou Ressecção do Íleo Terminal. Insuficiência Pancreática. Gastrite Atrófica. respectivamente são dispendiosas .Deficiência de B12 Causas: Dieta deficiente. Proliferação Bacteriana. Gastrectomias. 1990)  5 indivíduos com desordens neurológicas responsivos a B12 tinham MMA e homocisteína o e B12 maior do que 150 pmol/L  A cromatografia capilar gasosa e a espectrometria de massa para MMA e homocisteína. Anemia Perniciosa. Infestação com Diphyllobothrium latum  Os metabólitos são mais sensíveis do que a B12 sérica  95% dos pacientes com Anemia Perniciosa ou história de Gastrectomia tinham MMA e homocisteína o e 69% tinham B12 q (Lindenbaum e col.

Anemia Perniciosa Doença autoimune caracterizada pôr anticorpos que atacam as células parietais do estômago  Os anticorpos bloqueiam os sítios de ligação da B12 com o FI  > Risco de carcinoma gástrico (1 a 3 %)  Incidência: 2% dos indivíduos idosos (Carmel.9% de anticorpos para o FI > em negros do que em brancos . 1996) 2.

> prevalência de Gastrite Atrófica com ou sem Proliferação bacteriana e má absorção.Fatores que afetam as necessidades de B12 Envelhecimento  o MMA q B12. Cirurgias gástricas e anormalidades psicológicas. neurológicas ou cerebrais (60%) . Gastrite Atrófica. além da perda do estoque hepático  A absorção de cianocobalamina e cobalamina não parece diminuir com a idade  Prevalência da Gastrite Atrófica nos idosos é de 10 a 30% Má absorção  Causas: disfunção gástrica (q HCL). que pode ser devido a < acidificação gástrica.

porém não há evidências suficientes para diferenciarmos as necessidades entre os sexos Folato  Não há evidências de que o folato altere a necessidade de B12 Defeitos Genéticos  Defeitos na MMA ± CoA mutase.Fatores que afetam as necessidades de B12 Cigarro  o a excreção urinária de B12 porém o efeito do cigarro parece ser negligenciável Sexo  O conteúdo de B12 é > em mulheres do que em homens. transcobalamina II e outras enzimas .

então a AI é de 0. idades entre 0 e 12 meses. cujas mães eram vegetarianas e que recebiam leite humano (concentração de 0. Médio de leite humano é de 0.4 Qg/dia de vitamina B12 } 0.05 Qg/kg 7-12 meses 0. 0-6 meses 0.42 Qg/L  Crianças.42Qg/L.05 Qg/kg .31 Qg/L) tinham o MMA  Se o Vol.33 Qg/L Resumo da AI para B12. a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Crianças com Idade de 0 a 12 meses  AI: média de B12 ingerida pôr crianças alimentadas com leite humano de mães com estado adequado de B12  9 mães brasileiras com bom estado de B12 tinham uma concentração de B12 no leite humano de 0.Métodos para estabelecer a AI.78 L/dia e a concentração de B12 no leite humano de mães com estado de adequado é de 0.5 Qg/dia de vitamina B12 } 0.

somente 1 estudo com crianças de 11 a 22 meses de mães vegetarianas que recebiam 0.3 Qg/dia de B12 e tinham o MMA  A EAR foi obtida pôr um método que extrapola os valores mais baixos dos adultos  RDA = EAR + 2X o CV de 10% para cobrir 97 a 98% do grupo.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Crianças e Adolescentes com Idades de 1 a 18 anos  Não existem dados suficientes. então a RDA é de 120% da EAR .

idades entre 1 e 18 anos Idade anos Crianças Meninos Meninas 1-3 4-8 9-13 14-18 9-13 14-18 EAR Qg/dia de B12 0.8 2.0 1.4 .7 1.0 1.5 2.0 RDA Qg/dia de B12 0.9 1.4 1.5 2.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Crianças com Idade de 1 a 18 anos Resumo da EAR e da RDA.8 2.2 1.

RDA = EAR + 2X o CV de 10% para cobrir 97 a 98% do grupo. Na base da evidência hematológica e dos valores séricos de B12 a EAR para esta vitamina é estimada por ser 2 Qg/dia para homens e mulheres. sendo corrigida a biodisponibilidade.    . e.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Adultos de 19 > 70 anos  O método envolve a estimativa da quantidade das necessidades diárias de B12 para manter o estado hematológico e sérico da vitamina em de indivíduos com anemia perniciosa em remissão. subtraindo a quantia endógena de B12 perdida por meio da bile mais aquela perdida por um indivíduo saudável. o valor será usado para indivíduos com capacidade normal de absorção dos alimentos para B12. então a RDA é de 120% da EAR O EAR e a RDA para B12 em adultos com idades de 51 anos e mais velhos são as mesmas para adultos mais jovens mas com a recomendação que os alimentos fortificados com B12 (tal como os cereais fortificados lidos ao comer) ou a B12 contida nos suplementos possam ser usados.

(1966). (1963). (1991). Devido a B12 não ser absorvida pela bile.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos QUADRO 1 Hipóteses feitas para estimar a quantidade de B12 necessária para a Manutenção do Estado Hematológico e a manutenção dos seus valores séricos  Manutenção do estado hematológico que requer uma estabilidade relativa dos valores de hemoglobina na administração de B12 e uma média normal do volume celular. e Reizenstrin (1959). al.5 Qg/dia) baseado em dados de Bozian et.    . A absorção fracional comum de B12 dos alimentos para indivíduos saudáveis é de aproximadamente 50 %.4 nmol/dia (0. a perda extra estimada de B12 por uma pessoa com anemia perniciosa em remissão é de 0. Valor sérico normal para B12 que é u 150 pmol/L (200pg/mL). El Kholty et al. Heyssel et al.

0.5 Qg/dia _________ 1.5 Qg/dia .0 Qg/dia Resultado EAR do indivíduo normal para B12 2.5 1.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos QUADRO 2 Passos Usados para Estimar os Requerimentos de Vitamina B12 com o Uso de Dados Obtidos dos Indivíduos com Anemia Perniciosa Passo 1 Estimar o requerimento intramuscular para manutenção das pessoas com anemia perniciosa Passo 2 Subtrair a estimativa das perdas através pela falta de reabsorção da B12 biliar Subtotal Estimar os requerimentos da B12 absorvida de pessoa normal para absorvido B12 Passo 3 Correção para biodisponibilidade (50 %) z0.0 Qg/dia .

4 2.4 2.0 2.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Idade de 19 >70 anos Resumo da EAR e da RDA.0 2. idades entre 19 >70 anos Idade anos Homens Mulheres 14>50 19>70 14>50 19>70 EAR Qg/dia de B12 2.0 2.4 .4 2.0 RDA Qg/dia de B12 2.

2 Qg/dia durante a gestação.33 Qg/dia de vitamina B12 foi adicionada na EAR de 2 Qg/dia em garotas adolescentes e mulheres adultas.1 a 0.2 Qg/dia ao longo da gestação e nas evidências que a absorção da vitamina da mãe durante a gestação é mais eficiente. o resultado é a junção de ambos os valores. então a RDA é de 120% da EAR .  RDA = EAR + 2X o CV de 10% para cobrir 97 a 98% do grupo. a EAR é aumentada para 0. 0. Nenhuma diferença é feita para a idade da mãe  Para estimar a EAR na lactação.Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Gestantes e Lactação  Gestação: A EAR foi estabelecida com base no depósito fetal de 0.

Métodos para estabelecer a EAR e a RDA de B12 em diferentes grupos Gestantes e Lactação Resumo da EAR e da RDA. idades entre 19 >50 anos Idade anos Gestamtes Lactante 19>50 19>50 EAR Qg/dia de B12 2.4 RDA Qg/dia de B12 2.8 .6 2.2 2.

algas e alimentos fortificados.  Pesquisas são importantes para estabelecer a forma e a quantidade de B12 que possa normalizar ou manter os estoques da vitamina em idosos com malabsorção  Para vegetarianos.Conclusões  Os métodos quanto a detecção de malabsorção e deficiência de B12 precisam ser melhorados antes da ocorrência de mudanças neurológicas e hematológicas. os benefícios e os efeitos adversos de fortificação de cereais e dos grãos com B12. considerando a estabilidade.  A viabilidade. e a biodisponibilidade para indivíduos normais e aqueles com má absorção de B12 ligada a proteínas. . a identidade de qualquer produto de degradação. informações são necessárias sobre a absorção de B12 provinda de produtos lácteos.