Iugoslávia

Grupo: Grupo: Ana Luisa, Douglas, Fernanda e Paulo Série: Série: 9º ano C Professora: Professora: Soraia Matéria: Matéria: História

Contexto histórico
A História da Iugoslávia começa com o colapso do Império Austro-Húngaro e do Império Turco-Otomano (que durante séculos dominaram a região dos Bálcãs), após o fim da Primeira Guerra Mundial, o que levou à criação deste país, formado graças ao Tratado de Versalhes. O antigo Reino da Iugoslávia foi proclamado em 1918, e era chamado de Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos.

Nos anos seguintes, a região foi invadida e dividida, organizandose politicamente num só país em 1945, com o término da Segunda Guerra Mundial. O território foi reordenado, dando origem a seis repúblicas que, juntas, formavam a então Iugoslávia: Eslovênia, Croácia, Sérvia, BósniaHerzegovina, Montenegro e Macedônia. A mais importante delas era a Sérvia, que incluía as províncias de Kosovo e Voivodina. Na Sérvia também se localizava a capital iugoslava, Belgrado.

Contexto político
A reorganização da Iugoslávia veio acompanhada pela instituição de um regime socialista. Entre 1945 e 1980, o país foi governado por Josip Broz Tito. A Iugoslávia passou a ser dividida em seis repúblicas e duas províncias autônomas. Tito também procurou adotar uma política de descentralização administrativa em relação às repúblicas e às províncias.

Edifício do Parlamento na cidade de Belgrado, capital da República Federal da Iugoslávia.

Dados Geográficos
- A desintegração da Iugoslávia Em 1991, Croácia, Eslovênia e Macedônia declararam sua independência, sendo que apenas esta última de maneira pacífica. A separação da Croácia e da Eslovênia foi acompanhada por intensos conflitos militares liderados pelo então presidente sérvio Slobodan Milosevic. Em 1992, a Bósnia declarou sua independência, passando a enfrentar militarmente a Croácia, em disputa por territórios, e sobretudo a Sérvia, contrária ao movimento separatista de mais uma região iugoslava.

- Guerra da Bósnia Conflito que durou entre 1992 e 1995, com violentos combates, que tinham por objetivo realizar o que os sérvios apelidaram de limpeza étnica. A ofensiva consistia em expulsar os não-sérvios, massacrar os civis muçulmanos, prender os representantes de outras etnias e implantar campos de concentração. A Guerra da Bósnia fez ao todo aproximadamente 250 mil mortos, em atrocidades cometidas por sérvios, cristãos, ortodoxos e muçulmanos.

- A separação de Kosovo Em 1998, foi a vez de Kosovo, província ao sul da sérvia, lutar por sua independência. O problema na região era mais delicado pelo fato de o território de Kosovo ser considerado berço cultural e religioso para os sérvios. Nos três meses de conflito, que cessaram após a intervenção de tropas da OTAN, houve intensa perseguição aos albaneses, promovida por Milosevic. A independência de Kosovo só fora reconhecida em 2008.

Slobodan Milosevic

- Sérvia e Montenegro Após a separação, restaram unidas apenas Sérvia e Montenegro, e o país foi nomeado República Federal da Sérvia e Montenegro. Em 2006, por meio de um referendo popular, os montenegrinos decidiram pela independência da região.

República Socialista Federativa da Iugoslávia República Federal da Iugoslávia; Sérvia e Montenegro; Sérvia Croácia Eslovênia República da Macedônia Bósnia e Herzegovina Montenegro Kosovo

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful