Você está na página 1de 46

Alfabetização Matemática

Prof. Fábio Rocha


Alfabetização Matemática: uma prioridade!

 Alfabetizado refere-se à pessoa que


aprendeu a ler e a escrever.

 Letrado: refere-se à pessoa que passa a


fazer uso da leitura e da escrita, a envolver-
se nas práticas sociais de leitura e escrita.

 Alguém pode ser alfabetizado mas não


letrado, pois apesar de decodificar o texto
não compreende o que lê
Nosso desafio:

Alfabetizar os alunos em um contexto de


letramento e essa tarefa não é só
responsabilidade do componente
curricular de Língua Portuguesa, a
Matemática de forma sistemática e
intencional, estará a serviço da
construção das capacidades de leitura e
escrita.
Faz-se necessário inserir além dos
números e símbolos matemáticos, textos
para serem lidos e escritos em situações
de comunicação oral nas quais os alunos
podem explicitar seus conhecimentos e
ouvir o dos colegas.
É preciso alfabetizar numericamente pois desde
pequenas as crianças estão inseridas no mundo dos
números, muitas vezes sem compreendê-lo.
A aprendizagem matemática é um elemento
importante na construção da cidadania, uma vez
que cabe à escola alfabetizar numericamente as
crianças.
Mas no que consiste essa alfabetização?

Inseridos num mundo cercado de


números, o que o professor pode fazer
pela criança, para que esta possa agir
conscientemente sobre ele?
Ser alfabetizado em Matemática é
compreender o que se lê e escreve a
respeito das noções de números e
operações, espaço e forma, grandezas e
medidas e tratamento da informação.
A vivência de jogos, músicas, brincadeiras envolvendo o
corpo, poemas, contação de histórias da literatura
infantil, situações que surgem em classe, tendo como
foco de observação a enumeração, as relações
estabelecidas entre os números, à relação entre
quantidades e símbolos e as idéias das operações são
atividades que favorecem a aprendizagem significativa
da Matemática.
É importante que a criança perceba que
existe uma relação entre aquilo que ela
faz – ao brincar, ao
jogar, ao fazer compras num mercado,
ao assistir televisão – e a Matemática
que o professor apresenta em sala
de aula.
Principais objetivos das propostas em que se
relacionam Alfabetização, Letramento e
Matemática.
Ampliar a competência leitora e escritora dos
alunos;
Possibilitar o contato com diferentes
gêneros textuais; e
Representar, por meio da escrita, diferentes
formas de resolução de um problema.
O trabalho com a metodologia da Resolução de Problemas.

Desenvolver o espírito crítico, a criatividade, a


capacidade de análise,a interpretação, a formulação de
hipóteses e a elaboração de estratégias para a
resolução de problemas, utilizando, quando possível,
analogias estabelecidas com outros problemas já
resolvidos.
Propor situações-problema que promovam
interações da matemática com o
cotidiano, de forma que o aluno não tenha
de se limitar ao conhecimento formal das
definições, dos resultados e das técnicas,
mas seja capaz de utilizá-lo em questões
que se propõe resolver.
Destaque sempre que possível:

 A formulação de hipóteses;
 A validação de estratégias e resultados;
 A comparação de resultados com os
colegas;
 A elaboração de procedimentos diversos
de resolução,a partir da confrontação das
estratégias usadas
pela classe.
O que é uma situação-problema em
Matemática?
É aquela que exige uma maneira Matemática
de pensar, isto é, uma situação em que são
aplicados os conhecimentos matemáticos,
como as operações de adição, subtração,
multiplicação e divisão, para encontrar a
solução.
Uma das finalidades de estudar
matemática é aprender como se
resolvem problemas, indo além da
simples busca de uma resposta. É
uma atividade motivadora, criativa e
desafiadora.
Quando uma tarefa pode ser uma
situação –problema para o aluno?

Quando ele sentir necessidade de encontrar a solução


ou quando não souber, de imediato, que estratégia
adotar, mas se empenha em investigá-la.
O trabalho com a resolução de problemas
é um processo lento, porque requer uma
análise do problema, a sua interpretação,
a decisão quanto aos caminhos a serem
seguidos, a discussão quando do
aparecimento de diferentes soluções.
O professor propõe ao aluno a construção de conceitos
matemáticos por meio de situações que estimulem sua
curiosidade.

Exemplo:

Dispor os números de 1 a 6 na pilha triangular a seguir, de modo


que a soma dos números em cada lado do triângulo seja 9.
Outras soluções:

Observe que os números 1, 2 e 3 ocupam os


vértices do triângulo.
Essa é a única solução?
Como ela foi encontrada?
O que vocês observam nessa solução?
Estratégias de resolução de
problemas matemáticos em
sala de aula.
Leitura de uma
imagem
Completando o
enunciado.
Com diferentes perguntas e a conta.

Exemplo: Hugo tem 10 anos. Seu irmão


tem o dobro da sua idade.
______________________________?
Quantos anos tem o irmão de Hugo?
Qual a diferença de idade entre eles?
Quantos anos têm os dois juntos?
Com diferentes perguntas sem a conta.

Juca tem em sua coleção 30 selos e Dedé tem 45.


_______________________________?
Qual a diferença entre a quantidade e selos dos
meninos?
Quantos selos Juca tem a menos que Dedé?
Quantos selos Dedé tem a mais que Juca?
Quantos selos Juca precisa para ficar com a
mesma quantidade de Dedé?
Sem as perguntas

Tenho 125 revistas para guardá-los em


uma estante com 4 prateleiras.
________________________________?
Completando o enunciado a partir de...

Diferentes situações e a conta.

___________. Quantos doces sobraram?

Em uma doçaria havia 15 quindins e 33 brigadeiros. Foi


vendida metade dessa quantidade.

D. Maria fez 50 beijinhos e 30 brigadeiros.

Em uma caixa de doces havia 24 unidades.Nica comeu


4 doces e Carol, 3 doces.
Diferentes situações sem a conta.

_____________________Quanto custou
a televisão?

Seu José comprou uma TV e pagou R$


750,00 à vista.

Seu José comprou uma TV e deu R$


80,00 de entrada mais 6 prestações de
R$ 44,00.
Sem as situações.

_________________________. Quantos
quilômetros faltam para completar a
viagem?
Completando o enunciado a partir da
resposta.

Exemplos:

Tenho 55 figurinhas.
Recebi de troco R$ 2,53
Ganhei 15 pontos no final do jogo.
Sobraram 3/5 do bolo.
O terreno tem 25 m² de área.
Enunciados sem
números.
Uma doceira fez para uma encomenda ___
brigadeiros e um bolo. Se ela cobra ___pelo cento
dos doces quanto ela recebeu pelo trabalho?
Construir o enunciado a partir de uma
operação.

Exemplos:

Formule um problema para cada


operação:

30: 6 = 5
12 x 10 = 120
125,8 + 12,34 = 138,14
Enunciados a partir de classificados e
propagandas.
tirinhas
O quadro
Excelente para ser feita em grupos.

Os alunos recebem uma folha de atividade


com o quadro a ser preenchido para colar no
caderno e esse mesmo quadro é desenhado
na lousa.
Os alunos ditam sugestões para completar o
quadro, que o professor preenche na lousa, e
eles copiam na folha de atividade.
Depois do preenchimento, cada grupo, a
partir dos dados do quadro, formula um
problema.

O primeiro grupo que terminar de


formular o problema avisa a classe e
dita o problema para os colegas
copiarem e resolverem.
O primeiro que terminar de resolver o
problema avisa a classe e vai à lousa
mostrar a solução.
O grupo que formular o problema
comenta a resolução apresentada e diz
se está satisfeito com a resposta. Caso
contrário explica como deve ser a
resolução.
Problemas com insuficiência de
dados.

Seu Manuel fez duas centenas de pães. Vendeu


metade do que produziu. Quanto ele faturou?
Problemas com excesso de dados.

Joana foi ao supermercado e comprou 2


quilos de arroz, 3 quilos de açúcar e 3
pacotes de bolacha. Cada pacote custou
R$ 1,50. Quanto ela pagou pelas
bolachas?
Problemas com pergunta de negação.

Tenho 26 balas para distribuir igualmente


entre 4 crianças. Quantas balas não serão
distribuídas?
Problemas com raciocínio
combinatório

Para vestir a sua boneca, Nica tem duas


blusas, uma amarela e outra branca e três
saias, uma preta, uma azul e outra rosa.
De que maneiras Nica pode vestir a sua
boneca sem repetir as roupinhas?
Problemas de lógica.
As avós Antonieta, Altair, Jandira e Sônia gostam muito
de seus netinhos. Mas são avós com idades muito
diferentes. Elas têm 96, 48, 68 e 51 anos. Descubra as
idades das avós de Ricardo, Bruno, Gustavo e Wilson.

A avó de Gustavo é 17 anos mais velha que a avó Sônia.


A avó de Wilson é a mais velha de todas.
Avó Antonieta tem o dobro da idade da avó do
Bruno.
Gustavo não é neto da avó Altair.
                         
Problemas envolvendo estatística
Uma locadora de filmes em DVD registrou o número de locações
no 1º semestre do ano de 2008. Os dados foram expressos em
um gráfico de segmentos.
                                                  
Gráfico de Barras horizontal e vertical

Objetivo: representar os dados através de retângulos, com o


intuito de analisar as projeções no período determinado.

O exemplo abaixo mostra o consumo de energia elétrica no


decorrer do ano de 2005 de uma família.

                                      
Gráfico de setores

Objetivos: expressar as informações em uma circunferência fracionada.


É um gráfico muito usado na demonstração de dados percentuais.
                      
O gráfico a seguir mostrará a preferência dos clientes de uma locadora
quanto ao gênero dos filmes locados durante a semana.
Referência.
 CARVALHO, Mercedes. Problemas? Mas
que problemas?!: estratégias de
resolução de problemas matemáticos
em sala de aula. Petrópolis. RJ: Vozes,
2007.

Você também pode gostar