Você está na página 1de 37

Ciências da Natureza e suas

Tecnologias - Ciências
Ensino Fundamental, 7º Ano
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade
deles para a vida do homem, diferenciando
angiosperma e gimnosperma
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Características Gerais das Gimnospermas:

• eucariontes;
• clorofilas e autótrofas;
• dotadas de tecidos;
• com vasos condutores;
• podem ter porte muito elevado;
• com sementes mas sem frutos, o que caracteriza o nome do grupo
(gimno = nua; sperma = semente).1
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Grupo das Gimnospermas

As gimnospermas incluem os pinheiros (pinheiro-do-paraná, araucária),


os ciprestes, as sequoias e as cicas.1
São de grande interesse econômico como na:
- extração da madeira;
- fabricação de papel;
- resinas;
- gomas, entre outras; e
- as sementes das araucárias, chamadas de pinhões, são muito utilizadas na
região sul como alimentos. 2
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exemplo: pinheiro-do-paraná
Espécie: Araucaria angustifolia (Bertol.)
Kuntze 1898]

Imagem: Ricardo Frantz/ Creative Commons Attribution 3.0


Unported
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Pinheiro-do-paraná: Araucárias
Características

A planta é o esporófito, que tem raiz, caule e folhas. As folhas são


denominadas acículas, são bem adaptadas a ambientes frios.
A araucária tem estruturas reprodutoras masculinas e femininas em plantas
diferentes. As estruturas reprodutoras são bastante complexas, sendo
denominadas pinhas, cones ou estróbilos. Os estróbilos têm um eixo central
de onde saem espessas placas escuras. Os estróbilos masculinos são menores
que os femininos.
• Estróbilos masculinos: microstróbilos;
• Estróbilos femininos: megastróbilos.3
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Pinhas e pinhões do
pinheiro-do-paraná ou
pinheiro-brasileiro
(Araucaria angustifolia).

Imagem: Autor desconhecido/ disponobilizado por Drlammel/ Free Art License


Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exemplo: cipreste
Espécie: Cupressus sempervirens

Imagem: Autor desconhecido/ Disponibilizado por Nicke L/


Public Domain
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exemplo: sequoias
Espécie: Sequoia sempervirens

Obs.: As sequoias estão entre as


árvores mais altas do mundo.

Imagem:Bernt Rostad/ Creative Commons Attribution 2.0


Generic
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exemplo: cicas
Espécie:Cycas revoluta

Imagem: Stan Shebs/ GNU Free Documentation License


Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

A importância das gimnospermas para atividade humana

As gimnospermas são usadas como:


•plantas ornamentais;
•decorando jardins de casas, empresas e praças;
•são utilizadas na fabricação de papéis e móveis de madeira;
•na produção de alguns alimentos como o sagu e de outras substâncias como
perfumes, tinas e vernizes;
•algumas sementes como o pinhão são comestíveis;
•fornecem uma substância usada na composição de ferramentas laboratoriais.2
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Reprodução das Gimnospermas

Gimnospermas se formam por meio de dois tipos de esporos, caracterizando


o processo de heterosporia. Os esporos menores são micrósporos e os
maiores, megásporos. Micrósporos são formados em microstróbilos e
originam gametófitos masculinos; megásporos são produzidos em
megastróbilos e formam gametófitos femininos.4
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Fecundação nas gimnospermas

Os grãos de pólen são transportados pelo vento até o óvulo. Cada grão de
pólen cresce e forma o tubo polínico, que se dirige a uma estrutura chamada
de oosfera. No interior do tubo polínico, encontram-se os gametas masculinos:
os núcleos gaméticos ou espermáticos. A fecundação não depende de água,
sendo do tipo sifonogamia.
Na fecundação, forma-se o zigoto (2n) que se desenvolve num embrião.
Assim, o óvulo fecundado origina uma semente. Cada semente possui:

1- uma casca, denominada tegumento (2n);


2- uma reserva nutritiva, conhecida como endosperma (n), que corresponde
ao próprio corpo do gametófito feminino;
3- um embrião (2n).
A semente é conhecida como pinhão, que cai no solo e pode germinar,
formando um novo pinheiro.4
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Grupo das Angiospermas

Angiospermas constituem o grupo de plantas com maior número de


espécies; são vegetais com frutos e sementes.
Como exemplos temos as mangueiras, limoeiros, mamoeiros, milho, entre
outras.
As angiosperma apresentam como:
• estruturas vegetativas, compreendendo raiz, caule e folhas;
• estruturas reprodutivas, responsáveis pela reprodução sexuada,
envolvendo flor, fruto e semente.
Com a germinação da semente, forma-se uma nova planta; quando adulta,
essa planta produz flores que formam frutos e sementes em seu interior.5
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Partes de uma Angiosperma

Folha

Fruto
Flor

Caule

Semente
Raiz
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Importância econômica das angiospermas

A maioria das espécies de plantas superiores são do grupo das angiospermas,


que engloba uma imensa diversidade de formas vegetais, desde árvores de
grande porte, como os baobás e eucaliptos, até as ervas mais comuns nos
campos e no solo das matas. Algumas espécies como as orquídeas ostentam
flores belíssimas; enquanto outras, como os cereais, as hortaliças, os
tubérculos e as árvores frutíferas são básicas para a alimentação humana.
Várias drogas são produzidas a partir de plantas e são utilizadas na área da
saúde (medicina e farmácia) ou utilizados como pesticidas naturais.
O uso da biotecnologia nas atividades agrícolas tem como objetivo aumentar a
produtividade nas lavouras de produtos agrícolas, trazendo, assim, benefícios
para o ser humano. 6
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exemplo: baobá, da Praça da


República Recife, PE, Brasil.

Imagem: Paulo Camelo/ GNU Free Documentation License


Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exemplo: mangueira
Espécie: Mangifera indica

Imagem: Autor desconhecido/ GNU Free Documentation License


Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Fruto e Flores

As angiospermas são identificadas pela presença de fruto envolvendo a


semente. Pode-se atribuir ao fruto uma parcela do sucesso evolutivo do grupo
e seu elevadíssimo número de espécies.5
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Partes de uma flor

Uma flor completa apresenta as seguintes partes:


• pedúnculo: corresponde ao cabo da flor;
• receptáculo: é a parte terminal e dilatada do pedúnculo, onde se
prendem as peças da flor;
• verticilos florais: são as folhas modificadas da flor.

OBS.: principais verticilos florais são: cálice, corola, androceu e gineceu.7


Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Fruto

Estrutura exclusiva do grupo das angiospermas e se origina do


desenvolvimento do ovário.
Função: a função principal do fruto é a proteção e nutrição da semente em
desenvolvimento.8

Estrutura de um fruto relacionando com uma flor


conceptáculo se torna a
parte carnuda

endocarpo de um carpelo
O fruto real é constituído por
cinco carpelos contendo
sementes.

feixes de condutores

grãos em um carpelo
Imagem: F. Saly/ Creative Commons Attribution-
Share Alike 2.5 Generic
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Estrutura – masculina e feminina da flor

Imagem: Mariana Ruiz/ Public Domain


Ciências, 7º a Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Partes de uma flor

O cálice - é constituído por folhas verdes de função protetora,


denominada sépalas.
A corola - é formada por pétalas, geralmente coloridas, que, além de
proteção, são responsáveis pela atração de agentes polinizadores tais
como pássaros e insetos.
O perianto - é formado pelo cálice e a corola.
O androceu - é constituído por estames, cuja função é produzir e
dispersar grãos de pólen. Cada estame tem um chamado filete e na sua
extremidade fica a antera, produtora de pólen.7
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Partes de uma flor

O gineceu- é formado por um ou mais pistilos, também chamados de carpelos.

As partes do pistilo:
Estigma - é a extremidade que recebe os grãos de pólen, podendo apresentar
um material viscoso que facilita sua aderência.
Estilete: corresponde ao cilindro que fica abaixo do estigma.
Ovário: parte da base , dilatada, que contém óvulos, elementos femininos de
reprodução.9
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Polinização

O que é a Polinização ?
É o transporte de pólen da antera para o estigma da flor. Pode ocorrer
envolvendo elementos reprodutivos da mesma planta, sendo denominada
autopolinização. No caso de envolver o transporte de pólen de uma planta
para outra, recebe o nome de polinização cruzada, que propicia maior
intercâmbio genético e, portanto, maior variabilidade genética.10
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Tipos de polinização cruzada

Entre as diversas espécies de angiospermas, podem-se encontrar vários


tipos de agentes polinizadores, incluindo-se o vento, animais e, mais
raramente, a água.
Polinização pelo(s):
• vento: anemofilia;
• insetos: entomofilia;
• pássaros: ornitofilia; e
• morcegos: quiropterofilia10
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Semente

As gimnospermas e as angiospermas são as únicas plantas atuais que possuem


sementes.
A semente é formada a partir de um óvulo fecundado e desenvolvido.

As sementes apresenta basicamente três estruturas:


•casca;
•reserva nutritiva;
•embrião (que fica, dessa forma, protegido).
Quando as condições ambientais são favoráveis , o embrião inicia seu
desenvolvimento, dispondo de alimento para fornecimento de energia e
matéria-prima para crescer. Após algum tempo, a planta produz seu próprio
alimento orgânico através da fotossíntese.11
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Importância do cotilédone para a semente

Cotilédones têm a função principal de transferir as reservas da semente para o


embrião.

De acordo com o número de cotilédones, existem dois grupos de


angiospermas:

1- Subgrupo das monocotiledôneas - possuem apenas um cotilédone,


como é o caso do milho e do arroz.12
O grão de milho é, na realidade, um fruto cujo interior é ocupado por uma grande
semente. A semente do milho possui dois tegumentos, um embrião e uma
reserva nutritiva, chamada endosperma, um tecido triploide.
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Subgrupo das monocotiledôneas

Exemplo: estão incluídas as gramíneas, como arroz, milho, capim, trigo,


cevada, etc.

São plantas com muitas raízes saindo diretamente do caule e se ramificando


bastante, não existindo nenhum eixo central, sendo chamadas de raízes em
cabeleira ou raízes fasciculadas. Suas folhas são dotadas de nervuras que se
dispõem paralelamente ao longo do seu maior comprimento, sendo chamadas
folhas paralelinérveas.

As flores em geral, apresentam os verticilos constituídos em número de três


ou múltiplo de três, sendo então chamadas de flores trímeras.13
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

2-Subgrupo das dicotiledôneas - possuem dois cotilédones como


por exemplo, a mamona. 12

O fruto do feijão é a vagem e os grãos correspondem às sementes. Cada


semente tem dois tegumentos e um embrião dotado de dois cotilédones
hipertrofiados, onde se concentram as reservas, não havendo endosperma
nesse tipo de semente.
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Subgrupo das dicotiledôneas

Exemplo: família das leguminosas, cujos principais são: feijão, soja,


ervilha, amendoim, pau-brasil, ipê, jatobá ,etc.

São plantas com uma raiz principal, de onde saem várias raízes
secundárias, sendo chamada de raiz axial ou pivotante. Suas folhas
apresentam uma nervura principal de onde saem várias nervuras que se
ramificam bastante; essas folhas são chamadas reticulinérveas.

As flores de dicotiledôneas, geralmente, apresentam os verticilos


constituídos em número de cinco ou múltiplo de cinco; essas flores são
denominadas pentâmeras. São mais raras as dicotiledôneas com flores
tetrâmeras.13
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Tabela diferenciando as monocotiledôneas e dicotiledôneas


Monocotiledônea
Imagens: (a) MesserWoland / GNU Free
Documentation License (b, d) Carl Axel
Magnus Lindman taken from his book(s)
Bilder ur Nordens Flora / Public Domain
(c) Tangopaso / The use of this image is
free for any purpose (e) LadyofHats / The
use of this image is free for any purpose
(f) Ks.mini / Creative Commons
Attribution-Share Alike 3.0 Unported (g)
Chippolito / Creative Commons
Attribution-Share Alike 3.0 Unported (h) J
Brew / Disponibilizado por Epibase /
Creative Commons Attribution-Share Alike
2.0 Generic.

Dicotiledônea
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Exercício

1-A presença de sementes é uma adaptação importante de certos grupos


vegetais ao ambiente terrestre. Caracterizam-se por apresentar sementes:
a) pinheiros e leguminosas.
b) gramíneas e avencas.
c) samambaias e pinheiros.
d) musgos e samambaias.
e) gramíneas e musgos.
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

2- Pinheiros, ciprestes, cedros e sequoias são gimnospermas que produzem


todas as estruturas a seguir, EXCETO:
a) raiz.
b) caule.
c) flores.
d) frutos.
e) semente.
3- O pinheiro-do-paraná é uma gimnosperma que produz todas as estruturas
a seguir, EXCETO:
a) raiz.
b) caule.
c) flores.
d) frutos.
e) semente.

Gabarito: 1-A 2-D 3-D


Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Sites sugeridos:

http://www.portaisgoverno.pe.gov.br/web/parque-dois-irmaos/;
WWW.biologo.com.br;
WWW.zoologico.sp.gov.br;
HTTP://commtechlab.msu.edu/sites/dtc-mec/zoo;
http://www2.uol.com.br/sciam;
WWW.wwf.org.br;
WWW.sobiologia.com.br;
WWW.meioambiente.org.br/.
Ciências, 7º Ano do Ensino Fundamental
Características dos vegetais relacionando-as à utilidade deles
para a vida do homem, diferenciando angiosperma e gimnosperma.

Bibliografia
• SONIA, L.; SERGIO, R. Biologia Volume único. São Paulo: Saraiva, 7 tiragem, 2008.

•AMABIS, J. M.; MARTHO, G. R. Biologia – Biologia das células. v-1,v-2, v-3. 3 ed. São Paulo:
Moderna, 2010.  
•LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia hoje - Os seres vivos. v-1,v-2,v-3. 1 ed. São
Paulo: Ática, 2011.  
•BIZZO,N. Novas bases – Biologia - Das moléculas às populações. v-1, 1 ed. São Paulo: Ática,
2011.
•BIZZO,N. Novas bases – Biologia - Seres vivos e comunidades. v-2, 1 ed. São Paulo: Ática,
2011.
•BIZZO,N. Novas bases – Biologia - O ser humano e o futuro. v-3, 1 ed. São Paulo: Ática, 2011.
•SOARES, J.L. Dicionário etimológico e circunstanciado de biologia. 1 ed. São Paulo: Scipione,
2004.
•SANTANA, O e ET AL. Ciências Naturais. 3 ed. São Paulo: Saraiva, 2009.
•TRIVELLATO, J e ET AL. Ciências, natureza e cotidiano. São Paulo: FDT, 2009.
Tabela de Imagens
n° do direito da imagem como está ao lado da link do site onde se consegiu a informação Data do
slide foto Acesso
       
4 Ricardo Frantz/ Creative Commons http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
Attribution 3.0 Unported File:Araucaria-caxias-do-sul.jpg
6 Autor desconhecido/ disponobilizado por http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
Drlammel/ Free Art License File:Pinhas.jpg
7 Autor desconhecido/ Disponibilizado por http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
Nicke L/ Public Domain File:Cupressus_sempervirens_Stricta.jpg
8 Bernt Rostad/ Creative Commons http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
Attribution 2.0 Generic File:Sequoia_sempervirens_Armstrong1.jpg
9 Stan Shebs/ GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
License File:Cycas_inflorescence.jpg
16 Paulo Camelo/ GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
License File:Baoba_recife.jpg
17 Autor desconhecido/ GNU Free http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
Documentation License File:MANGOTREE247.JPG
20 F. Saly/ Creative Commons Attribution- http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
Share Alike 2.5 Generic File:Coupe_pomme_legende_transversale_octobre
.jpg
21 Mariana Ruiz/ Public Domain http://commons.wikimedia.org/wiki/ 31/08/2012
File:Mature_flower_diagram-es.svg
Tabela de Imagens
n° do direito da imagem como está ao lado da link do site onde se consegiu a informação Data do
slide foto Acesso
       
31a MesserWoland / GNU Free Documentation http://commons.wikimedia.org/w/index.php? 23/10/2012
License. title=File:Jednoli%C5%9Bcienne-
budowa_nasienia.svg&page=1
31b Carl Axel Magnus Lindman taken from his http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
book(s) Bilder ur Nordens Flora / Public File:442_Festuca_pratensis.jpg
Domain.
31c Tangopaso / The use of this image is free for http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
any purpose. File:Cut_palm-tree.jpg
31d Carl Axel Magnus Lindman taken from his http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
book(s) Bilder ur Nordens Flora / Public File:398_Iris_pseudacorus.jpg
Domain.
31e LadyofHats / The use of this image is free http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
for any purpose. File:Dycotyledon_seed_diagram-en.svg
31f Ks.mini / Creative Commons Attribution- http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
Share Alike 3.0 Unported. File:Leaves_5.JPG
31g Chippolito / Creative Commons Attribution- http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
Share Alike 3.0 Unported. File:Dicot_stem.jpg
31h J Brew / Disponibilizado por Epibase / http://commons.wikimedia.org/wiki/ 23/10/2012
Creative Commons Attribution-Share Alike File:Malva_assurgentiflora.jpg
2.0 Generic.

Você também pode gostar