Você está na página 1de 28

Projeto de Pavimentação

Projeto de Edificações

Douglas Ap. S. Alves 1568439-3


Erica Cirilo da Silva 1568626-4
Samily C. Michelan. 1566982-3
Vitor da Silva Barboza 1561567-7
Pavimentação

Pavimentar uma via de circulação de veículos é obra civil que


enseja, antes de tudo, a melhoria operacional para o tráfego, na
medida em que é criada uma superfície mais regular (garantia de
melhor conforto no deslocamento do veiculo), uma superfície
mais aderente (garantia de mais segurança em condições de pista
úmida de molhada), uma superfície menos ruidosa diante da ação
dinâmica dos pneumáticos (garantia de melhor conforto ambiental
em vias urbanas rurais), seja qual for a medida física adotada
(BALBO, 2007)
Histórico
• A palavra asfalto, acredita-se, tem origem no
antigo idioma acádico, que usava “asphaltic”
com o significado de “firme ou estável”, entre os
gregos, nos tempos de Homero. Até o início do
século 20, o asfalto era proveniente apenas de
camadas geológicas, conhecido como “asfalto
natural”. Fonte: Google
• Entre os anos 625 e 604 a.C., na Babilônia foi
documentada a primeira rodovia asfaltada, com
material retirado de lagos pastosos de piche.

Fonte: Google
Histórico
• Os romanos construíram, onde hoje é a
Inglaterra, um sistema de estradas entre os anos
100 e 400, que ainda é considerado um modelo a
ser seguido.
• Em 1498, em expedição comandada por Sir
Walter Raleigh, foi descoberto o maior lado
natural de asfalto do mundo, o famoso lago de
Fonte: Google
piche da Ilha Trindade, era a primeira fonte
conhecida, até a descoberta do Lago Bermudez,
na Venezuela.

Fonte: Betuseal
Definição
Tipos de pavimentos e seus conceitos.

 A principal diferença entre os tipos de pavimentos é basicamente como eles irão


distribuir a carga recebida pelo volume do trafego para o subleito daquela
estrutura.

Pavimento flexível: Pode ser definido como uma estrutura em camadas composta por uma
fina camada de revestimento asfáltico, que, em função do tráfego e do terreno natural,
denominado de subleito, pode ainda conter as camadas de base, sub-base e reforço do subleito

Segundo o Manual de Pavimentação do DNIT, pavimento flexível é aquele em que todas as camadas sofrem
deformação elástica significativa sob o carregamento aplicado e, portanto, a carga se distribui em parcelas
aproximadamente equivalentes entre as camadas.
Definição
Tipos de pavimentos e seus conceitos.
Definição
Tipos de pavimentos e seus conceitos.

Pavimento Constituído por um revestimento asfáltico com base ou sub-base em material tratado com
Semirrígido: cimento de elevada rigidez, excluídos quaisquer tipos de concreto.

Este tipo de pavimento tem uma


deformabilidade maior que o rígido e
menor que o flexível.
Definição
Tipos de pavimentos e seus conceitos.

Pavimento Rígido:

Revestimento a base de cimento Portland de alta


resistência, podendo assim apresentar ou não
uma camada de sub-base entre o revestimento e o
subleito, vai depender da qualidade do material
do subleito.

De acordo com Balbo (2007), é o pavimento no qual uma


camada, absorve grande parcela de esforços horizontais
solicitantes, e acaba assim gerando pressões verticais mais fracas
e bem distribuídas sobre as camadas inferiores.
Definição
Tipos de pavimentos e seus conceitos.

engeprest.eng.br
Materiais

Os materiais utilizados na pavimentação podem variar conforme o tipo de pavimento ou tipo
de camadas necessárias em cada obra.

Os materiais utilizados para a base, sub-base e reforço do subleito são classificados segundo
sua natureza e comportamento. Existem muitos tipos de materiais utilizados nesse
tipo de obra, a seguir serão apresentados os mais comuns:
Materiais
É um material bem graduado com diâmetro nominal
máximo de 38mm, porém é mais usual com diâmetros
nominais menores, mais possui poucos finos passantes na
peneira #200.
Macadame Hidráulico
É composto por agregado graúdo, agregado miúdo e água.
Primeiramente o agregado graúdo é distribuído na pista, devendo ser compactado. Após a realização
dessa etapa, deverá ser adicionado o agregado miúdo que irá se localizar nos vazios existentes entre
os agregados graúdos. Por fim, para preencher qualquer outro vazio são adicionados os agregados finos e
a água que irão se alojar nos vazios e formar uma estrutura firme da camada.
Macadame Seco
É similar ao macadame hidráulico, porém a diferença é que nesse caso não
há presença de água para realizar o preenchimento dos vazios na camada.
Solo Agregado
Composto por agregados, solo e água. Esses materiais
podem ser misturados em usina se são aplicados
diretamente no solo e compactados posteriormente
por rolo liso ou pé de carneiro.
Rachão
É um material mais bruto e utilizado em camadas onde há a
necessidade de aumentar a resistência, basicamente são
pedregulhos de grandes dimensões que são aplicados no solo sem
que sejam compactados. Normalmente utilizado para reforço do
subleito ou sub-base.
Normas Regulamentadoras
Ensaios de caracterização
Etapas de projeto
Pavimentação.

1. Estudo Preliminar
O projeto de pavimento deve ser elaborado em três etapas, são elas: 2. Projeto Básico
3. Projeto Executivo

Manutenção do
pavimento

Estudo Reconstrução do
Preliminar pavimento

Construção do
pavimento
Etapas de projeto
Pavimentação.

*O índice de suporte Califórnia


Projeto Básico determina qual a expansão e
resistência do solo, o que é muito
importante para a analise e
definição de espessura de camada
e qualquer tratamento que se faça
• Estudo do Local – Levantamento do Terreno necessário para evitar desgaste
• Estudo do pavimento existente precoce do pavimento.
• Tráfego (Contagem Eletrônica e Contagem Manual)
• Ensaio de caracterização do Solo
• Ensaio de índice de suporte Califórnia *
• Caracterização do material do subleito – Sondagem do Subleito
• Classificação HRB
• Ensaio de compactação do Solo
Etapas de projeto
Pavimentação.
• Elaboração de projeto
• Conteúdo técnico: (Desenho; Memorial descritivo;
Orçamento – Planilha de custos e Serviços)
a) Serviços
Projeto Executivo b) Fresagem
c) Pavimentação
d) Transporte
e) Limpeza
f) Composição de Custo Unitário

No quesito orçamento temos alguns itens a serem considerados:


a) Serviços Preliminares
São os serviços que deverão ser realizados antes do inicio da
obra. Consiste em montagem de um canteiro de obra onde
deverá constar a estrutura necessária e sua manutenção para
atender aos colaboradores que irão trabalhar no local.

Fonte: Google
Etapas de projeto
Pavimentação.

b) Fresagem
Caso haja uma estrutura de pavimento no local, mas
existir a necessidade de um novo recapeamento,
deverá ser realizada a fresagem em toda a via para
regularização da sua superfície.

Fonte: Sindileq

c) Pavimentação
Engloba todos os materiais e mão de obra da
pavimentação.

Fonte: AECweb
Etapas de projeto
Pavimentação.

d) Transporte
Em questão de orçamento nessa parte será
considerado todo o tipo de transporte necessário para
execução do projeto, tanto internamente no transporte
de material pela obra como externamente no
transporte de materiais, entulho para locais
determinados
Fonte: Google

e) Limpeza
Após o fim da obra será necessária uma limpeza no
local, que também deverá ser considerada nos
custos da mesma.

Fonte: iStock
Etapas de projeto
Pavimentação.

OBS: Além desses itens do orçamento, toda obra tem


que considerar o índice BDI que consiste nos custos
indiretos da obra, como administração da empresa,
seguro, custo financeiro do contrato, garantia e
tributos

f) Composição de Custo Unitário de Serviço


A composição do serviço de pavimentação irá englobar todas as etapas da obra.
Primeiro a instalação do canteiro de obra, que poderá ser no próprio local ou
em algum outro ponto especifico com as instalações necessárias para suprir a
necessidade dos funcionários e da obra como um todo para o seu
funcionamento. Muito importante orçar o custo da fresagem do pavimento
existente, além do custo da sondagem do local para análise da resistência do
solo. O custo do projeto também será considerado. Todo o custo com a
pavimentação como os materiais utilizados e transporte interno e externo.
Fonte: Google
DÚVIDAS

Você também pode gostar