Você está na página 1de 32

DICA PARA SER UM BOM

PROFISSIONAL...
LABORATÓRIO
Análises
Laboratoria
is

Enfermeira: Patrícia Montenegro


Qual a importância em
ter um laboratório
dentro da clínica?
Equipamentos de Proteção no
ambiente laboratorial

• Luvas
• Gorro
• Máscara
• Óculos
• Jaleco
Equipamentos Laboratoriais
Analisador Hematológico
Centrífuga
• Hemograma
• Separação de Amostras líquidas

Refratômetro
Microscópio Óptico • Indicação de fluidos vitais
• Microscopia ( densidade de urina e total de proteína sérica )
Exames Laboratoriais

Hemograma – Direcionamento
Exames Laboratoriais
Método de Coleta de Sangue

1. Imobilizar o animal de forma que se possa tranquilamente colher o material de


forma rápida e segura
2. Ideal que seja feito tricotomia nos pelos, principalmente animais de pelos longos
3. Assepsia com álcool 70
4. Efetuar a coleta
5. Imediatamente após a coleta de sangue, o profissional retira a agulha da seringa e
transfere o sangue lentamente pela parede do tubo que já esta com anticoagulante
6. Tampar o tubo e homogeneizar o tubo lentamente
7. Identificar as amostras com nome do paciente de forma legível
Hemólise
Ruptura das células do sangue, e isso pode interferir no resultado do exame.

Boas práticas de coleta para a prevenção da Hemólise.

• Andes de iniciar a punção, deixar o álcool 70 usado na assepsia secar


• Evitar usar agulhas de menor calibre
• Evitar colher sangue de área com hematoma ou equimose
• Não puxar o êmbolo da seringa com muita força
• Transferir o sangue coletado para o tubo deslizando devagar pela parede do tubo
• Não transferir a amostra de sangue coletada através da agulha para o tubo
• Homogeneizar a amostra de forma suave e sem movimentos bruscos
• Evitar tubos com amostra insuficiente ou com excesso de sangue
Hematócrito
O hematócrito é um exame de sangue que serve para avaliar a percentagem das células vermelhas do
sangue,
conhecidas por glóbulos vermelhos ou hemácias, no volume total de sangue, ajudando a identificar e
diagnosticar
alguns problemas como a anemia. O hematócrito baixo pode indicar a presença de anemia ou
sangramento, já o hematócrito alto pode indicar a presença de desidratação
SORO x PLASMA
Esfregaço Sanguíneo
O que é?
Um esfregaço de sangue ou lâmina de extensão sanguínea é uma camada fina de sangue disposta
sobre uma lâmina de microscopia e que é colorida de forma a permitir que as diferentes células do
sangue sejam examinadas ao microscópio. Os esfregaços de sangue são geralmente usados na
investigação e análise de problemas hematológicos e, ocasionalmente, para detectar a presença de
 parasitas.
Células Sanguíneas
Hemograma: Contagem de elementos do Sangue ( Glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas )

Leucócitos: Células de defesa do nosso organismo contra os agentes estranhos. Aumento de leucócitos podem indicar
liberação de adrenalina

Hemácias: Glóbulos Vermelhos e nelas estão contidas as hemoglobinas que são proteínas responsáveis pelo transp.
de Oxigênio no sangue .

Volume Globular: Hematócrito - Servem para avaliar as Hemácias presentes no sangue. A diminuição dos valores de
Volume Globular podem indicar anemia.

VGM: Volume Globular Médio - Trata-se do valor que permite medir o volume médio dos glóbulos vermelhos em um
exame de sangue.

CHGM: Concentração da Hemoglobina Corpuscular Média. No hemograma, os valores de CHCM servem para verificar a
quantidade de hemoglobina presente nas hemácias, também conhecidas como eritrócitos ou glóbulos vermelhos.

Proteína Plasmática: São aquelas contidas na parte líquida do sangue. Atuam na defesa do organismo.
Células Sanguíneas
Segmentados: Número alto de segmentados podem indicar infecções bacterianas.

Eosinófilos: Números elevados de eosinófilos podem indicar processos alérgicos e/ou parasitários

Plaquetas: Podem ser chamadas de trombócitos. A baixa de plaquetas trombocitopenia pode indicar doenças como
hemoparasitas ( Erliquia e Babesia ), mais conhecidas como doença do carrapato.

Linfócitos: Glóbulos Brancos, atuam no sistema imune (defesa). Número de linfócitos diminuídos podem indicar infecções
virais
COAGULAÇÃO SANGUÍNEA
 COAGULAÇÃO SANGUÍNEA:
É uma parte importante da
hemostasia (o cessamento da
perda de sangue de um vaso
danificado), na qual a parede de vaso
sanguíneo danificado é
coberta por um coágulo de fibrina
para parar o sangramento e ajudar
a reparar o tecido danificado.
Hemácias, Fibrina e Plaquetas
Esfregaço Sanguíneo
É uma técnica que permite a separação de células em meio líquido. Consiste em espalhar
um fragmento de tecido ou de uma colônia sobre uma lâmina de vidro, o que provoca a
dissociação de alguns elementos celulares e a sua aderência ao vidro.
Panótico Rápido
Conjunto para coloração rápida em hematologia.

Hematologia: Especialidade médica que se dedica ao estudo


da fisiologia e patologia do sangue, da medula e dos gânglios
linfáticos.
Tubos para coleta
Tubos
 Anticoagulante: Não possui. Gel Separador e ativador para aceleração de retratação no
coágulo

 Exames: Dosagens Bioquímicas, Hormonais, Sorologias

 Coletar de 3 a 5ml, manter refrigerado até 24 horas , congelar somente o Soro se necessário

 Anticoagulante: SEM anticoagulante

 Exames: Dosagens Bioquímicas, Hormonais, Sorologias , Urina tipo I e líquidos cavitários.

 Coletar de 3 a 5ml, manter refrigerado até 24 horas , congelar somente o Soro se necessário
Tubos
 Anticoagulante: EDTA (ÁCIDO ETILENO DIAMINO TETRACÉTICO)

 Exames: Hemograma completo, Pesquisa de Hematozoários, pesquisa de Microfilarias, Pesquisa de


Recitulócitos , contagem de plaquetas

 Coletar de 3 a 5ml, manter refrigerado até 24 horas , congelar somente o Soro se necessário

 Anticoagulante: Fluoreto de Sódio (pó ou líquido)

 Exames: Glicose e Lactato

 Coletar de 1 a 3ml, Jejum de 12 horas, Homogeneizar lentamente, manter refrigeração até


24 horas
Tubos
 Anticoagulante: Citrato de Sódio ( pó ou liquido )

 Exames: Fatores de Coagulação

 Coletar de 1 a 3ml, Separar e congelar o plasma até 30 minutos após a coleta

 Anticoagulante: Heparina de Litio

 Exames: Exames Bioquímicos, Testes Toxicológicos, Hemograma para aves e Répteis

 Coletar de 1 a 5ml, Homogeneizar lentamente, manter refrigeração até 24 horas


Tubos
 Stwart ( gel azul ou claro )

 Exames: Cultura de Bactérias aeróbicas, ( até 2 horas após a coleta )

 Coletar amostra com Swab estéril Deixar o Swab no gel. Manter o tubo em temperatura
ambiente após a coleta

 Tubo Cônico ou Coletor Universal

 Exames: Urina, Fezes ( coletor Universal ) , Pelos, Líquidos Cavitários

 Coletar 5 a 10ml de Urina ou Líquidos, coletar amostra de fezes ou pelos, manter


refrigeração até 24 horas.
Exames Laboratoriais
Fitas para Urinálise

• Amostra de urina recente não centrifugada


• Amostra com temperatura ambiente
• Quantidade adequada de amostra
(no mínimo 5 ml)

AUMENTA A EFICIÊNCIA E RAPIDEZ NOS DIAGNÓSTICOS


Exames Laboratoriais
Parasitológico de Fezes

• Amostra de fezes recente


• Amostra com temperatura ambiente
• Quantidade adequada de amostra

AUMENTA A EFICIÊNCIA E RAPIDEZ NOS DIAGNÓSTICOS


Exames Laboratoriais
Teste Rápido – ELISA
• Amostra de sangue ou secreções
• Esperar o tempo correto de intepretação
• Teste armazenado em temperatura ambiente
• Realizar o teste imediatamente após a abertura do envelope
• NÃO reutilizar o teste
• NÃO usar depois da data de validade
Obrigada!

Você também pode gostar