A Intervenção do Homem nos Subsistemas Terrestres

Subsistemas Terrestres
Atmosfera Biosfera

Geosfera

Hidrosfera

A água doce
• O crescimento populacional, melhores condições de vida, são os desequilíbrios; • A origem pode ser superficial, de albufeiras ou subterrânea, de aquíferos. • Se o consumo da água exceder a capacidade de reposição da água, ocorrerá falta de água potável; • As águas superficiais estão ameaçadas pela poluição; • As águas subterrâneas têm presença de teores elevados de metais pesados e de fosfatos e nitratos usados na agricultura, bem como de pesticidas. • As águas residuais e os esgotos domésticos e industriais são tratados nas ETAR; • A criação da Carta Europeia da Água e de outros mecanismos reguladores e de utilização da água foram medidas de remediação.

Os Oceanos
• Os oceanos também estão sujeitos à poluição; • Acidentes com os petroleiros, derramam crude no mar; • Lavagem ilegal dos tanques; • Origem às marés negras; • As zonas afectadas pelas marés negras sofrem uma grande perda em termos de vida selvagem; • A poluição dos oceanos também tem origem nos rios já poluídos.

Poluição

Exploração dos recursos naturais

Combustíveis fosseis
• • • • • • • • O carvão, o petróleo e o gás natural são combustíveis fósseis; A utilização destes recursos energéticos deu origem à revolução industrial, no séc. XIX; O carvão foi o recurso energético não renovável mais utilizado até se substituído pelo petróleo; A extracção do carvão origina graves problemas; Problemas que são os acidentes, as doenças pulmonares, as escombreiras, os transportes, e a poluição ambiental provocada pela sua combustão. Com o início do séc. XX, o petróleo e o gás natural passaram a ser usados como combustíveis fundamentais; A exploração já atinge santuários naturais, como o Alasca ou o Mar do Norte; A combustão, lança gases e partículas poluentes para a atmosfera, que dão origem às chuvas ácidas, o efeito estufa, à poluição existente nas cidades.

Exploração mineira
• A exploração mineira explora os recursos minerais do solo ou subsolo; • Quatro tipos de exploração: A subterrânea, a céu aberto, a partir de perfurações ou a hidráulica. • Esgota a riqueza mineral; • Consequências negativas: destruição de habitats, derrube de árvores, alterações das condições hidrogeológicas e da qualidade da água, a deposição de escombreiras contaminadas com metais pesados, o ruído das explosões e o impacto visual; • A protecção ambiental é necessária para preservar o meio ambiente.

O solo
• • • • • • • • • Acção do homem: destruição e desflorestação de florestas, extracção de madeira, incêndios; Contaminação dos solos: utilização excessiva de produtos agroquimicos na agricultura; Aumento da produtividade, tem levado à aplicação de fertilizantes e pesticidas que estão a contaminar os solos; Os pesticidas usados têm efeitos poderosos, e o seu uso é cada vez maior; Os efluentes industriais não tratados; Provocam profundas perturbações nos ecossistemas em que é introduzido; Consequência: Desertificação; A sua toxicidade acaba por se estender a todas as espécies animais e vegetais e mesmo ao Homem; Alternativa: a agricultura biológica e a protecção integrada que recorrem a fertilizantes orgânicos, à alternância de culturas e à utilização de organismos para o controlo de pragas;

Riscos geológicos
• • • • • • • • Devido ao aumento demográfico e ao êxodo rural, a pressão do Homem sobre a natureza tem vindo a aumentar; Os riscos geológicos de origem interna são os sismos, terramotos e maremotos Os grandes sismos causam milhares de mortos e muitos danos, assim como os tsunamis, consequência dos maremotos; Os vulcões também representam um perigo; Nos riscos geológicos de origem externa incluem-se as inundações, cheias, deslizamentos de terra e erosão costeira; As causas das cheias são as construções de habitações e os resíduos depositados nos canais, rios e ribeiras; Os deslizamentos de terra acontecem porque se retira todo o coberto vegetal ao solo. A erosão costeira verifica-se ao longo de toda a costa portuguesa;

A atmosfera
• A poluição tem origem nos procedimentos industriais e nas combustões, tanto domésticas como industriais; • A combustão dos combustíveis fósseis, o tráfego automóvel provoca nas cidades elevada poluição atmosférica. • O vento pode dispersar a poluição emitida numa região e transportá-la para uma zona distante. • As inversões térmicas são importantes para a poluição nas cidades, em que o ar quente das camadas superiores impede que o ar mais frio, próximo do solo, se eleve e disperse os poluentes.

Energia renovável
• • • • • • Energias renováveis: energia solar, energia eólica, energia geotérmica, energia da biomassa e a energia do mar; A energia solar é limpa, bom rendimento nos países com muitas horas de sol. Portugal tem a maior central fotovoltaica do Mundo; A energia eólica apresenta um pequeno impacto ambiental: ruído e perigo para as aves; A energia geotérmica provem do vapor de água que é extraído, sob pressão, do interior da terra, como acontece nos Açores; A energia da biomassa é produzida a partir da queima de resíduos florestais, de dejectos animais ou aterros sanitários; O governo Português criou incentivos para ajudar na instalação de energias renováveis nas habitações, a micro-geração.

Energia Hídrica
• A energia hídrica é uma fonte de energia renovável; • provoca sempre um impacto ambiental; • A construção de barragens destrói habitats; • O seu rendimento depende da quantidade de água disponível na albufeira; • A pluviosidade é importante, se não houver precipitação suficiente não há produção de energia.

ENERGIA NUCLEAR
• É barata, potente e limpa; • Principais problemas são devidos à radioactividade que obriga a armazenamento dos resíduos; • O risco de acidentes leva a que as populações não queiram estas centrais por perto; • Estes acidentes provocam graves danos para o meio ambiente e para os seres humanos, e perduram por muitos anos; • Um exemplo: Chernobyl.

Reciclagem
• • • • • • • A politica dos três R: reduzir, reciclar e reutilizar; Reduzir consiste na redução ou diminuição do consumo; Reciclar consiste em transformar um resíduo num novo material; reutilizar consiste em darmos duas utilizações diferentes a um mesmo material. Quase todos os materiais podem ser reciclados, e para isso existem os pontos de recolha selectiva, os ecopontos; A reciclagem traz imensas vantagens, consome-se muito menos energia e evita-se o consumo de matéria-prima; As ETAR, as estações de tratamento de resíduos sólidos urbanos, os aterros sanitários e a incineração são processos de tratamento de resíduos a adoptar.

Soluções Ambientais
Energias Renováveis Reciclagem

Biocombustiveis

ETAR