Você está na página 1de 18

Gramática

ARTIGOS

ARTIGOS
ARTIGOS

Palavra que se antepõe ao substantivo a fim de indicar que aludimos a um ser determinado (artigo

definido) ou indeterminado (artigo indefinido). Os artigos podem ser definidos ou indefinidos.

  • 1. Características dos artigos

a)

A

anteposição

do

qualquer palavra.

artigo

pode

substantivar

Como resposta recebeu um não. (não = advérbio substantivado)

O jantar será servido em dez minutos. (jantar verbo substantivado).

b) O artigo evidencia substantivo.

o gênero

e

o

número

do

c) O artigo pode aparecer unido com preposições.

Ele estava no (em + o) sítio dos amigos. Ele precisa do (de + o) apoio dos amigos. Deixou o livro numa (em + uma) mala. Não pôde comparecer à (a + a) festa.

d) O artigo indefinido anteposto a um numeral

revela quantidade aproximada.

Faltaram uns dez alunos. Repeti a explicação umas vinte vezes.

2. Empregos dos Artigos

a)

É

obrigatório o emprego do

artigo definido

entre o numeral ambos e o substantivo a que se

refere.

 

O juiz solicitou a presença de ambos os conjugues.

b) Nunca deve ser usado artigo depois do pronome relativo cujo (e flexões).

Este é o autor cuja obra conheço.

c) não se deve usar artigo antes das palavras casa (no sentido de lar, moradia) e terra (no sentido de chão firme), a menos que venham especificadas.

Eles estavam em casa. Eles estavam na casa dos amigos. Os marinheiros permaneceram em terra. Os marinheiros permaneceram na terra dos anões.

d) Não se emprega artigo diante da maioria dos nomes de lugar.

Passaram o carnaval em Salvador. Florianópolis é a capital de Santa Catarina. Nevou muito em Roma. Brasília é a capital da República.

OBSERVAÇÃO

* Se o nome de lugar vier qualificado, o uso do artigo será obrigatório.

A bela Florianópolis é capital de Santa Catarina. Estavam na Roma Antiga.

A moderna Brasília é considerada um monumento arquitetônico.

* Alguns nomes de lugar vêm antecipados de

artigo (em especial).

O Rio de Janeiro A Bahia Os Açores As Américas

e) É facultativo o emprego do artigo definido diante dos pronomes possessivos.

Deixaram meu livro na sala. = Deixaram o meu livro na sala.

Não conheço sua namorada. = Não conheço a sua namorada.

f) Com nomes de pessoas, geralmente não se usa artigo

Lígia não compareceu à cerimônia. Capitu é personagem de um romance de Machado de Assis. Napoleão mudou os rumos da Revolução Francesa.

OBSERVAÇÃO

Em linguagem familiar, usa-se o artigo antes de nomes próprios.

O João não chegou.

g) Não se emprega artigo antes dos pronomes de tratamento, com exceção de senhor(a), senhorita e dona.

Vossa Excelência resolverá os problemas de Sua Senhoria. Conheci Vossa Alteza no ano passado. O que o senhor deseja? A senhorita não vai à festa? Não vi a senhora ontem.

h) Emprega-se o artigo definido com o superlativo.

Não consegui resolver as questões mais difíceis. Resolvi as mais difíceis questões.

Considera-se errada, neste caso, a repetição do artigo.

Não consegui resolver as questões as mais difíceis.

I) Depois do pronome indefinido todo, emprega-se artigo quando se quer dar idéia de inteiro, totalidade.

Quando se quer dar idéia de qualquer, omite-se o artigo.

Ele teu todo o livro. (o livro inteiro) Todo homem é mortal. (qualquer homem) Todo o país comemorou a conquista. (o país inteiro)

No plural, todos, todas sempre virão seguidos de artigo, exceto se houver palavra que o exclua, ou numeral não seguido de substantivo.

Toda as alunas compareceram. Todas estas alunas compareceram. Todos cinco compareceram. Todos os cinco alunos compareceram.

j)

Não

se

une com

preposição o artigo que faz

parte do nome de revistas, jornais, obras literárias.

Li a notícia em O Estado de S. Paulo. A notícia foi publicada em O Globo.