Você está na página 1de 20

EMBRIOLOGIA

EMBRIOLOGIA

EMBRIOLOGIA

Embriologia é a ciência que estuda o desenvolvimento do embrião.

O embrião se desenvolve a partir de uma única célula chamada OVO ( célula ovo ou zigoto) e podemos classificar os ovos de acordo com a quantidade de vitelo

(material nutritivo) em 4 tipos:

Ovo oligolécito ou isolécito Ovo telolécito incompleto ou mesolécito Ovo telolécito completo

Ovo centrolécito

Ovo oligolécito ou isolécito

É esférico e com pequena quantidade de vitelo distribuído de forma homogênea pelo citoplasma da célula-ovo. Esse tipo é encontrado na espécie humana.

Ovo telolécito incompleto ou mesolécito

É esférico e com quantidade média de vitelo. Há pouco vitelo no pólo animal e uma quantidade maior no pólo vegetativo. Ex.: platelmintos, anelídeos, anfíbios.

Ovo telolécito completo

É também esférico e possui grande quantidade de vitelo, que se concentra no pólo vegetativo do ovo não restando vitelo no pólo animal. Ex.: polvos peixes, répteis, aves e ornitorrincos.

Ovo centrolécito

Tem forma elíptica e boa quantidade de vitelo. Esse

alimento forma um anel dentro da célula-ovo delimitando duas faixas isentas de vitelo: uma central e outra

periférica. Ex.: artrópodes.

Biologia 2

Unidade 9

Capítulo 3

Exercícios CLASSE pág. 117

1- Ovo oligolécito : poríferos, celenterados, mamíferos Ovo telolécito incompleto: platelmintos, anelídeos. Ovo telolécito completo: peixes, répteis, aves.

Ovo centrolécito: artrópodes

2- A quantidade e distribuição do vitelo.

Biologia 2

Unidade 10

Capítulo 3

Exercícios CLASSE pág. 118

1- O nome é vitelo. Sua função é nutrir o embrião durante seu desenvolvimento.

2- c) mediolécitos, encontrados nos anfíbios.

3- O ovo telolécito completo é esférico, dividido em duas regiões. Uma, no pólo animal, onde se encontra o núcleo celular, e outra, no pólo vegetativo, onde está uma grande quantidade de vitelo armazenada.

Clivagem ou Segmentação

A célula-ovo começa a sofrer mitoses para formar o embrião e a esse processo damos o nome de clivagem

ou segmentação.

Esta segmentação pode ser de dois tipos:

Segmentação holoblástica:

ocorre em ovos oligolécitos e telolécitos incompletos. Neste tipo de segmentação a célula-ovo e suas sucessoras se dividem totalmente.

* Igual: forma novas células (blastômeros) de

tamanhos aproximadamente iguais.

* Desigual: forma novas células de tamanhos desiguais

(micrômeros e macrômeros).

Segmentação Holoblástica Igual

Segmentação Holoblástica Igual Segmentação Holoblástica Desigual

Segmentação Holoblástica Desigual

Segmentação Holoblástica Igual Segmentação Holoblástica Desigual

Segmentação meroblástica:

ocorre em ovos telolécitos completos e centrolécitos. Neste tipo de segmentação a célula-ovo só se divide na região protoplasmática (sem vitelo).

* Discoidal: forma células apenas no disco germinativo.

* Superficial: os núcleos resultantes das mitoses migram para a periferia da célula-ovo mantendo o vitelo na região central da mesma.

Segmentação Meroblástica Discoidal

Segmentação Meroblástica Discoidal
Segmentação Meroblástica Discoidal

Biologia 2

Unidade 11

Exercícios CLASSE

Capítulo 3

pág. 119

1- a) oligolécito: segmentação holoblástica igual

  • b) telolécito incompleto: segmentação holoblástica

desigual

  • c) telolécito completo: segmentação meroblástica

discoidal

  • d) centrolécito: segmentação meroblástica superficial

2- a) Ovo telolécito incompleto

  • b) Segmentação holoblástica desigual

O animal cuja embriogênese foi mais estudada é o

ANFIOXO (um cordado primitivo).

O processo do desenvolvimento embrionário do anfioxo, pode ser dividido em três fases: a segmentação, a gastrulação e a neurulação.

Desde a formação da célula-ovo, até a formação completa de uma nêurula, podemos observar os seguintes estágios embrionários:

CÉLULA-OVO MÓRULA BLÁSTULA GÁSTRULA NÊURULA

Biologia 2

Exercícios

Unidade 12

CLASSE

Capítulo 3

pág. 120

3- A= Tubo neural

B= Notocorda C= tubo digestivo D= celoma

4-

E

Classificação embrionária dos animais

São três os critérios para se fazer essa classificação:

a) Número de folhetos embrionários:

animais diblásticos: possuem dois folhetos embrionários.

animais triblásticos: possuem três folhetos

embrionários.

  • b) Presença do celoma:

Animais acelomados: não possuem celoma.

Animais celomados: possuem celoma.

Animais pseudocelomados: possuem uma cavidade não revestida pela mesoderme.

  • c) Destino do blastóporo:

Animais protostômios: o blastóporo originará a boca do indivíduo.

Animais deuterostômios: o blastóporo originará o ânus do indivíduo.

Anexos embrionários

São estruturas que participam do desenvolvimento do embrião desempenhando funções diversas. Tais anexos são:

Anexos

Funções

Saco

Armazena nutrientes (vitelo) que o

vitelínico

embrião utilizará durante o seu desenvolvimento.

Âmnion

Membrana que contém líquido (bolsa

amniótica) para proteger o embrião

de impactos mecânicos e contra

ressecamentos.

Córion:

Membrana que envolve externamente

o embrião protegendo-o.

Alantóide

É responsável pelo armazenamento de

excreções do embrião, além de realizar trocas gasosas com o meio externo

Placenta

Anexo exclusivo dos mamíferos através

do qual a mãe passa nutrientes e

oxigênio para o filhote e este passa para a mãe seus excretas.

Biologia 2

Unidade 15

Exercícios CLASSE

Capítulo 3

pág. 123

1- Córion, âmnion, alantóide, saco vitelínico e placenta.

2- Saco vitelínico

  • 3- 3 / 5 / 4 / 2 / 1

4- a) a= saco vitelínico b= córion

c= âmnion

d= embrião e= alantóide

b) a= reserva nutritiva c= proteção

e= excreção e respiração