Você está na página 1de 8

A Renovao da Histria Antiga

Pedro Paulo Funari Pg. 95 a 107

Histria Antiga manteve-se por muito tempo como especialidade pouco difundida.
No havia espao de reflexes Sociopolticas

O Estudo da Antiguidade No Brasil e a Formao do Professor


Em duas dcadas houve grande expanso da pesquisa sobre o mundo Antigo. Professores pesquisadores em Antiguidade acompanharo os avanos da Historiografia.

Formao de Pesquisadores

Novas Abordagens

Atravs de Novos conhecimentos os pesquisadores vo confrontar a Histria sobre um prisma mais arrojado.

consequncias

A possibilidade de uma melhor anlise de Fontes Histricas leva o Historiador a formular suas prprias interpretaes H multiplicao de Abordagens contextuais.

Pesquisas cientficas

Literatura Historiogrfica Internacional traduzida

Produo Nacional prxima das preocupaes de nossos professore e alunos.

NOVA HISTORIOGRAFIA

Consequncias da profissionalizao do estudo da Antiguidade nos livros Didticos: Novas abordagens contextuais onde a viso eurocntrica esteriotipada j no a nica encontrada.

Destaca-se a interao da Histria Antiga com o estudo da Histria de outros perodos e pocas.

Antiguidade construda pela Historiografia

Relacionamento entre a Antiguidade e o mundo contemporneo

Ativao da capacidade de reflexo do aluno diante da capacidade de reflexo do aluno e do aguamento de sua curiosidade intelectual.

Novas Possibilidades Analticas

Exemplo:

A Perseguio dos Cristos pelos Romanos elaborando um referencial dos Romanos como sdicos mas omitindo os diversos atos de violncia dos cristos contra os pagos durante os sc. IV e V.

Interrogar o passado a partir de questes que nos inquietam no presente a chave para cumprir a tarefa de levar os alunos a entenderem o mundo em que vivem.

Segundo Pedro Paulo Funari preciso levar os alunos a compreenderem o processo de Construo Histrica com o entendimento das fontes e do prprio conhecimento Histrico. necessrio portanto a criao de melhores estmulos para a crtica, a reflexo e a leitura em sala de aula.