Você está na página 1de 56

Redes de

Computadores

Aula 1
Instrutores:

Cristiane Kiffer
Jefferson Cavalcanti
Allynson

2
Tópicos
AULA 1 AULA 2
•Redes de •Redes ponto a ponto;
Computadores;
•Compartilhando
•Equipamentos; arquivos;
•Protocolos; •Compartilhar
impressora;
•Transmissão de
dados; •Redes Cliente x
Servidor;
•Administrando uma
rede. •Fazendo “logon” na
rede; 3
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Redes de Computadores
• Definição:
Formada por um conjunto de máquinas
capazes de trocar informações e compartilhar
recursos.
Recursos:

Dados, mensagem e gráficos;

Impressoras, fax modem;

Drivers de disco e unidades de fita...

4
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Vantagens
Redução de custos através do
compartilhamento de dados e periféricos;
Padronização dos aplicativos;
Aquisição de dados em tempo hábil;
Comunicação mais eficaz.

5
Tipos de Redes
LAN – Local Area Network;
Distâncias entre os módulos processadores de
poucos metros a alguns quilômetros;
Conexão de equipamentos de comunicação de
dados numa pequena região;
Computadores e periféricos podem estar ligados
por cabo em uma área limitada --> departamento
de uma empresa.

6
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Tipos de Redes
MAN – Metropolitan Area Network;

A distância entre os módulos processadores atinge


distâncias metropolitanas;
Abrangem áreas superior às LANs;
Operam geralmente em velocidades superiores.

7
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Tipos de Redes
WAN – Wide Area Network.

Compartilhar recursos especializados por uma


maior comunidade de usuários geograficamente
dispersos;
Custo de comunicação bastante elevado;
Em geral, utiliza circuitos para satélites e enlace de
microondas.

8
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Redes de Computadores
• Ambientes típicos de redes LAN:
- As Soho;
- As redes simples;
- As redes de médio porte.
• Softwares (Sistemas Operacionais) que
gerenciam as redes:
- Linux(Conectiva, RedHart, TecLinux, etc);
- Windows(NT, 2000 Pro, Xp Pro, etc)

9
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Equipamentos
•Repetidores;
•Roteadores;
• Hub;
•Switch;
•Placas de rede;
• Modem;
• Servidor;
•Cabeamento
10
Equipamentos
• Repetidores;

REPETIDOR

11
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Equipamentos
• Placas de rede
Funções da placa de rede:
- Preparação dos dados;
- Endereçamento dos dados;
- Controle do fluxo de dados;
- Conexão com outros computadores.
• Equipamentos ativos
hubs, switchs, modems, servidores, etc.

12
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Equipamentos
• Hub
Possui basicamente a função de retransmitir
as informações recebidas de uma estação para as
demais.

13
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Equipamentos
•Switch
Possui a função de segmentar a rede para
melhorar seu desempenho, fornecendo a cada
uma das suas portas uma taxa de transmissão na
rede igual à do seu enlace de entrada e saída.

14
HUB X SWITCH

15
Equipamentos
• Roteador
É um dispositivo que não somente sabe o
endereço de cada segmento, mas também pode
determinar o melhor caminho para enviar dados .
Possui a vantagem de segmentar grandes redes
em redes pequenas.

16
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Interligando Redes
Coorporativas

17
Interligando Internet

18
Equipamentos
•Modem
Modem

Modulador e Demodulador de sinal.

19
Equipamentos
• Servidor
É o computador central que gerencia a rede.

Clientes

Servidor

Clientes

20
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Equipamentos
• Meios Físicos
- Cabos metálicos, microondas, rádio
frequência, infra-vermelho, etc.
• Cabos Metálicos
Meios físicos capaz de transportar informações
eletromagnéticas através da rede.
- Cabo coaxial;
- UTP;
- Fibra Ótica...
21
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Equipamentos

22
Topologia

• Topologia da rede – Determina o


modo de como estar organizada a
rede levando em conta o servidor, o
meio físico e os clientes.

23
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Topologia
•Barrament
o:

Computadores conectados em uma fila ao longo de um único


cabo;
Consiste de um backbone ou tronco que conecta todos os
computadores;
Os dados sob a forma de sinal eletrônico são enviados para
todos os computadores da rede;

24
Topologia
•Anel:

❚Consiste em estações conectadas através de um


caminho fechado;
❚Cada computador atua como repetidor para
amplificar e enviar o sinal para o seguinte;

25
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Topologia
- Estrela:

❚Computadores conectados por segmentos de cabo a


um nó central;
❚Todas as mensagens passam através do nó central;
❚Oferece recursos e gerenciamento centralizados;
26
Protocolos
É o conjunto de regras para a troca de
informações entre os equipamentos ligados em
rede.
• Os tipos mais utilizados:
- Netbeui
Network Basic End User Interface.
- TCP/IP
Transfer Control Protocol / Internet Protocol
- IPX/SPX
Internet Packet Exchange / Sequence Packet
27
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Protocolos
• Configurando o TCP/IP:
Saber o endereço IP;
Configurar a
mascara;
Configurar o
Gateway...

28
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Transmissão de dados
• Definindo Pacotes:
O que é transmitido pelo meio físico e é
gerado automaticamente pelo equipamento, de
acordo com o tipo de protocolo em que o mesmo
foi configurado.
• O processamento dos dados na rede pode ser:
- Centralizado;
- Distribuido;
- Cooperativo.

29
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Administrando uma rede
A principal tarefa do administrador de
rede é fazer com que a rede funcione
perfeitamente e continue dessa forma.
O mais importante a respeito de uma
rede é que os integrantes de um grupo
passam a ser mais eficientes e
produtivos do que eram sem ela

30
Administrando uma rede
Quanto maior for o tempo que os usuários
passarem para entender como funciona a
rede, menos tempo terão para executar seu
verdadeiro trabalho.
Portanto tem-se como objetivo comum:
 Configurar a rede de forma que os usuários não
precisem saber da existência dela para aproveitar
seus recursos.
 Configurar de forma que os administradores não
precisem se preocupar com ela.

31
Administrando uma rede
Mas o que especificamente faz um
administrador de rede? Podemos citar, entre
as tantas existentes, as tarefas abaixo:
 Fazer manutenção do hardware (substituição de
cabos partidos; inclusão de novas impressoras e
estações de trabalho; acréscimo de memória nos
computadores; verificação e substituição de
placas de rede defeituosas, etc).

32
Administrando uma rede
Mas quais são especificamente as tarefas de
um administrador de rede?
 Fazer manutenção do software (instalação de um
novo aplicativo de processamento de textos na
rede; exclusão de arquivos antigos que estão
apenas ocupando espaço, atualização do
software gráfico, etc).
 Incluir e excluir usuários da rede à medida que as
pessoas entram e saem do grupo;

33
Administrando uma rede
Mas quais são especificamente as tarefas de
um administrador de rede?
 Garantir a segurança da rede (evitando que os
usuários leiam os registros de folha de
pagamento, protegendo a rede contra vírus,
impedindo que os usuários criem cópias piratas
de seus aplicativos, etc.);
 Fazer o backup dos arquivos regularmente
(mantendo cópias de backup, você poderá
recuperar um arquivo excluído acidentalmente, ou
uma cópia mais antiga de um arquivo de destruído
por uma queda de tensão na rede);

34
Administrando uma rede
Mas quais são especificamente as tarefas de
um administrador de rede?
 Manter um registro de itens importantes (guardar
a documentação do software e do hardware para
fins de garantia; cadastrar números de série para
inventário físico; documentar informações sobre
cada estação de trabalho; justificar novas
aquisições de software e hardware perante a
empresa, etc);
 Diagnosticar problemas (responder a perguntas
de usuários e solucionar problemas).

35
Administrando uma rede
De todas as responsabilidades, a mais difícil é a
última: diagnosticar problemas. A única maneira de
reduzir o período de tempo que você irá passar
diagnosticando problemas na sua rede é tentar
manter sob controle todos os outros aspectos do seu
trabalho como supervisor de rede.
Quanto mais você entender a operação da rede e for
organizado em relação à rotina de manutenção e ao
registro de itens importantes, melhor será o seu
trabalho e o dos seus usuários.

36
Aula 2

37
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Redes ponto-a-ponto
Usada em redes pequenas;
Baixo custo;
Fácil implementação;
Baixa segurança;
Sistema simples de cabeamento;

38
Redes ponto-a-ponto
Normalmente os micros estão num
mesmo ambiente de trabalho
(escritório);
Não existe administrador de rede;
Não existem “servidores“;
A rede terá problemas ao crescer de
tamanho;

39
Redes ponto a ponto
• Presença de apenas dois pontos de
comunicação, um em cada extremidade do
enlace.

40
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Redes ponto-a-ponto
Como iniciar a utilização de uma rede
ponto a ponto?
 Instalar um hub ou um switch;
 Configurar as estações de trabalho;
 Configurar o protocolo;
 Configurar os clientes;
 Configurar as identificações das estações;
 Configurar os compartilhamentos.

41
Configurando a Estação
de Trabalho
Abra o Painel de Controle:
Menu Iniciar  Configurações  Painel de Controle
No Painel de Controle escolha o ícone Rede.
Nessa janela devem ser configurados os
seguintes componentes
 Adaptadores;
 Clientes;

 Protocolos;

 Serviços.

42
Abrindo o Painel de
Controle
Ilustração do caminho de abertura do Painel de controle.

43
Configurações de Rede
Ilustração da
Janela de
Configuração da
Rede.

44
Configurando a
Identificação
Escolha a guia
Identificação
onde devem
ser informados
o nome do
computador e
o grupo de
trabalho.

45
Compartilhando arquivos
Para que os micros
instalados em rede
possam acessar
dados salvos nos
discos rígidos dos
demais, deve-se
permitir o acesso a
esses arquivos:
 Clique no Botão
Compartilhamento
de arquivos e
impressoras...

46
Compartilhando arquivos
Após permitir o acesso, deve-se escolher o diretório que
será compartilhado:
Clique com o botão
direito no diretório.
exemplo:
No menu, selecionar
a opção compartilhamento.
Na janela selecione
a opção compartilhado
como, informe o nome
do compartilhamento,
o tipo de acesso, clique
em aplicar e em seguida
em OK.
47
Compartilhando arquivos
A utilização de um arquivo armazenado em
uma outra estação pode ser por dois modos:
 Acesso direto
 Selecionar o diretório do computador que está listado
em Ambiente de rede;
 Acesso mapeado
 Selecionar, dentro de Ambiente de rede, o computador
que contém os discos ou diretórios que se deseja
mapear, clicar com o botão direito do mouse sobre o
diretório e selecionar a opção Mapear unidade de rede,
escolher a unidade e clicar OK.

48
Compartilhando Impressoras
Antes de tudo, devemos
permitir que a impressora
seja compartilhada:
Clique no menu Iniciar 
Configurações  Painel de
Controle. Escolha o ícone Rede:
Clique no botão
Compartilhamento de arquivos
e impressoras...

49
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Compartilhando Impressoras

50
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Compartilhando Impressoras

51
Redes Cliente X Servidor
❚Usada normalmente em redes com mais de 10
micros ou redes pequenas que necessitem alto grau
de segurança;
❚Custo maior que o de redes ponto-a-ponto;
❚Melhor desempenho que redes ponto-a-ponto;
❚Maior segurança;
❚A manutenção é centralizadaAdministrador
❚Existência de servidores  micros capazes de
oferecer recursos aos demais micros da rede como
impressão, armazenamento de arquivos, etc.
52
 Sistemas de Informação (CEFET-PE) 2004
Fazendo o Logon na rede

O que é Logon?
Quais os procedimentos necessários
para realizar o logon?

53
Segurança e Problemas
mais comuns
Como evitar acidentes ou quebra de
sigilo das informações nas empresas?
Onde o servidor deve ser instalado?
Como evitar ataques de vírus?
O que fazer quando não aparece a tela
de logon na estação de trabalho?

54
Segurança e Problemas
mais comuns
O que fazer quando o usuário não
consegue realizar o logon?
O que fazer quando as estações, de
repente não estão encontrando o
servidor?

55
Bibliografia
Redes de Computadores – Curso Completo
Gabriel Torres
Redes de Computadores: Das LANs, WANs às Redes ATM
Luiz Fernando Gomes Soares, Guido Lemos e Sérgio Colcher
2 ed. Ver ampl Rio de Janeiro: Campus 1995
Redes de Computadores
Andrew S. Tanembaun
6 ed Rio de Janeiro: Campus 1997
TCP/IP Internet, Protocolos e Tecnologias
Fernando Albuquerque

56