Você está na página 1de 17

Comeou a governar com 14 anos. Decidiu retomar as conquista s no Norte de frica.

Pretendentes ao trono em 1580

Pretendentes ao trono em 1580 D. Antnio, Prior do Crato, tinha o apoio do povo. Filipe II de Espanha recebeu o apoio da nobreza, da burguesia e do alto clero. D. Catarina, duquesa de Bragana

D.Antnio, apoiado pelo povo, foi aclamado rei.

Um poderoso exrcito entrou em Portugal e derrotou D. Antnio.

Filipe II foi aclamado rei de Portugal com o nome de Filipe I.

Promessas feitas: manter a portugueses; moeda, lngua e costumes

em Portugal, entregar a portugueses todos os cargos de governo e administrao ; o comrcio ultramarino continuava a ser feito por portugueses.

Filipe II e Filipe III no cumpriram as promessas. As nossas terras estavam mal defendidas e eram atacadas pelos inimigos de

Os soldados portugueses foram obrigados a combater nos exrcitos espanhis.

Lanaram novos e pesados impostos.

DA UNIO IBRICA RESTAURAO


FILIPE II vai deixando de cumprir as promessas
- Foi abandonando os interesses de Portugal - Aumentou os impostos

COMEARAM A SURGIR SINAIS DE DESCONTENTAMENTO ENTRE A POPULAO PORTUGUESA

O povo foi o primeiro a manifestar o descontentam ento .

DA UNIO IBRICA RESTAURAO A revolta do 1 de Dezembro e a consolidao da independncia


AS CAUSAS -Os BURGUESES estavam desiludidos e empobrecidos com os ataques aos territrios portugueses. -Os NOBRES viam os seus cargos ocupados pelos espanhis. -Portugal, na prtica, era como se fosse uma provncia espanhola. DA REVOLTA -Um grupo de nobres comea a organizar uma conspirao. - D. JOO, neto de D. Catarina de Bragana, escolhido para candidato ao trono de Portugal. - No dia 1 de Dezembro, deu-se a revolta que restabeleceu a independncia de Portugal.

A 1 de Dezembro de 1640, um grupo de nobres atacou o Palcio Real e proclamou a Restaurao da Independncia de Portugal.

1 Montijo (1644) 2 Elvas (1659) 3 Ameixial (1663) 4 Castelo Rodrigo (1664) 5 Montes Claros (1665)

Em 1668, foi assinado o tratado de paz.