Você está na página 1de 17

Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI

Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Economia Monetária

• Moeda

• Conceito de Moeda: Moeda é um instrumento ou objeto


que é aceito pela população para intermediar as transações
econômicas, para pagamentos dos bens, serviços e fatores
de produção.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

• Funções da Moeda:

iii. Meio de troca

iv. Reserva de valor

v. Unidade de conta ou denominador comum.


Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

• Meio de troca

• Na ausência de moeda, todas as trocas deveriam ser


diretas, ou seja, escambo (mercadorias trocadas por
mercadorias).

• Além da coincidência de desejos, há o problema das


indivisibilidades (ex: fabricante de carroças que fosse
comprar pão)
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

i. Meio de troca

• A moeda superas estas dificuldades e permite que as


trocas sejam indiretas, e que cada um especialize-se
naquilo que for melhor.

• Através da moeda ganha-se tempo e agilidade nas


transações.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

i. Reserva de valor

• Para que a moeda seja aceita em troca de mercadorias é


preciso que ela possa ser aceita na compra de outros
bens e serviços. Assim, podemos entender a moeda
como um direito que seu detentor possui sobre algumas
mercadorias.

• Quem recebe moeda, não precisa gastar imediatamente,


podendo guardá-la para uso posterior. Isso demonstra
que a moeda possui reserva de valor.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

i. Unidade de conta

• A função de unidade de conta refere-se ao fato de que a


moeda serve para comparar o valor de mercadorias
diversas (comparar o valor de um trator com o de uma
caneta).

• A moeda pode ser usada para fins contábeis, mesmo que


não haja transação física.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Tipos de Moeda

1 - Moedas metálicas: emitidas pelo Banco Central,


constituem pequena parcela de oferta monetária e visam
facilitar as operações de pequeno valor e/ou com unidade
monetária fracionada.

2 - Papel-moeda: Também emitidas pelo Banco Central,


representam parcela significativa da quantidade de dinheiro
em poder do publico.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Juntos, o papel-moeda e as moedas metálicas são


denominadas de moeda manual.

3 - Moeda Escritural: É representada pelos depósitos à


vista (depósitos em conta corrente) nos bancos comerciais.

OBS: Cheques não são moeda, os depósitos é que são.


Cheques são apenas ordem de transferência de depósito.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

• Quase-moedas: são substitutos próximos da moeda: cartões


de crédito, títulos do governo de curto prazo...

• Para ser moeda, é preciso cumprir as três funções básicas:


meio de troca, reserva de valor e unidade de conta.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Banco Central
• O Banco Central é o órgão responsável pela política
monetária que tem por objetivo regular o montante de
moeda, de crédito e as taxas de juros da economia.
Funções:
• Banco dos bancos: presta socorro aos bancos comerciais
que apresentam insuficiência ou excesso de caixa.
• Fiscalização das instituições financeiras e das operações
em moeda estrangeira.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Banco Central
• O Banco Central controla o volume de moeda manual da
economia, cabendo a ela decidir sobre a necessidade de
novas emissões e respectivos volumes.

• Também controla o volume de empréstimos bancários


através do depósito compulsório, que é uma parte dos
recursos próprios dos bancos comerciais que devem ser
depositados no Banco Central.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Bancos Comerciais
• São capazes de aumentar os meios de pagamento por meio
da multiplicação de depósitos.

• Quanto alguém deposita dinheiro em um banco, este irá


guardar em seus cofres apenas uma parte deste dinheiro
para cobrir saques eventuais, compensação de cheques,
reservas técnicas e compulsórias. Com o restante do
dinheiro, o Banco realiza empréstimos e outras operações.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Bancos Comerciais
• Importante observar que apenas os bancos comerciais
podem fazer isso. As financeiras, bancos de investimento...
não podem. Apenas são capazes de criar ativos não
monetários.

• Os únicos intermediários financeiros capazes de criar


ativos monetários e não monetários são os bancos
comerciais.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Demanda por Moeda


• Demanda de moeda para transações: Pessoas e empresas
precisam de moeda para suas transações do dia-a-dia, para
alimentação, transporte,....
• Demanda de moeda por precaução: Reserva monetária para
fazer face a pagamentos imprevistos ou atrasos em
recebimentos esperados
• Demanda de moeda por especulação: apesar de não ter
rendimento, a moeda possui liquidez. Assim, as pessoas,
dentro de seu portfólio de investimentos, pode desejar
possuir uma parcela de moeda.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Taxa de Juros
• A taxa de juros possui um papel determinante na
economia. Quanto maiores as taxas de juros, menores serão
os níveis de investimento.
• Ao mesmo tempo, os consumidores também estarão pior
numa situação de taxas elevadas, pois as condições de
crédito tendem a piorar.
• Em relação à demanda de moeda, quanto maior as taxas de
juros, menos as pessoas deverão guardar moeda para fins
especulativos.
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Taxa de Juros
• Finalmente, as taxas de juros são determinantes nos
movimentos de capitais internacionais. Quanto maiores as
taxas praticadas num país, mais capitais este país deverá
atrair, pois maior será a remuneração nos investimentos.
• É preciso observar, entretanto, que taxas de juros altas
refletem, muitas vezes, situações econômicas desfavoráveis
dos países.
• Há uma diferença entre taxa de juros nominal e real:taxa de
juros real = taxa juros nominal descontada a inflação
Universidade Estácio de Sá – Gestão Empresarial e TI
Apostila 6
FUNDAMENTOS DE ECONOMIA – 1o. período

Inflação
• Aumento contínuo e generalizado do nível geral de preços.
• Indexação: mecanismo de proteção dos valores monetários,
das perdas da inflação
• Correção monetária: correção nominal dos valores por um
índice de preços para compensar as perdas geradas pela
inflação.
• Metas de Inflação: Regime Monetário onde o Banco
Central se compromete a atuar de forma a garantir que a
inflação realizada esteja em linha com uma meta pré-
estabelecida.