Você está na página 1de 22

História do Brasil

Brasil Imperial (1822-1889)

Crise Política. Pedro I. . Constituição de 1824 – Características absolutistas (Poder Moderador e catolicismo como religião oficial). Autoritarismo de D. Crise Econômica.Primeiro Reinado (1822-1931) • • • • • Manutenção da Escravidão. • Confederação do Equador.

• Noite das Garrafadas.Primeiro Reinado (1822-1931) • Perda da província da Cisplatina – Independência do Uruguai. • Morte de Dom João VI. . • Abdicação de Dom Pedro I.

Constituição de 1824 .

.Período Regencial (1831-1840) • Tendências políticas: • 01) Exaltados: defesa do federalismo. • 03) Restauradores: Manter o Brasil ligado a Portugal – Queriam o retorno de D. • 02) Moderados: Manutenção da estrutura política e social. Pedro I.

• Reforma na constituição de 1824. garantindo autonomia para as Assembléias Legislativas Provinciais. . • Fim das revoltas liberais.Regência Trina Permanente • Criação da Guarda Nacional. • Descentralização política.

Regência de Feijó • Revoltas eclodem pelo país. • Oposição dos políticos que defendiam maior centralização política. • Abdicação de Feijó .

• Anulação do ato adicional que dava autonomia às assembléias provinciais. • Vitória política unitarista. Pedro II jovem .Regência de Araújo Lima • Combates as revoltas. Pedro II assume antes dos 18 anos. • Maiores disputas entre os defensores de políticas unitaristas (regressista) e federalistas (progressista). • Golpe da Maioridade – D. • Dom Pedro II como símbolo de unidade política D.

Bahia . Farroupilha – Rio Grande do Sul Revolta dos Malês .Revoltas Regenciais • • • • • Cabanagem – Pará Balaiada – Maranhão Sabinada – Bahia.

.

• DESFECHO – cerca de 30 mil mortos pelas forças governamentais. • “racha” político na elite paraense.Cabanagem (1835-1840) • Desejo de autonomia para a assembléia provincial. • Forte participação popular. .

• Devido aos interesses divergentes dos líderes do movimento.Balaiada (1838-1841) • Crise econômica local associada a redução das exportações de algodão. foi facilmente pacificada pelas tropas governamentais. .

que obteve apoio dos senhores de engenho locais. • RESULTADO: Sufocada pelas forças governamentais. • Participação popular de negros. que receberiam sua liberdade caso lutassem pela revolução. .Sabinada (1837-1838) • Busca de uma autonomia para a província.

• Resultado: sufocada pelas forças locais com a morte dos participantes e a expulsão dos sobreviventes do Brasil para colônias na África. que professavam a fé islâmica. .Revolta dos Malês (1835) • Organizada pelos escravos Malês.

• Desejo de autonomia provincial. . com anistia aos envolvidos e resolução do impasse acerca do imposto do charque.Guerra dos Farrapos (1835-1845) • Revolta contra o governo central por causa da tributação do charque gaúcho. • Tomou caráter separatista. • Proclamação da República Juliana. • RESULTADO: Paz entre os farroupilhas e o governo imperial.

.Golpe da Maioridade • A partir de uma alteração feita no texto da constituição. • Sua ascensão ao trono foi uma forma de voltar a centralidade política. pois ele representaria um símbolo de poder a ser respeitado. Começava o segundo reinado. o Imperador poderia assumir com 14 anos de idade.

Segundo Reinado (1840-1889) Principais aspectos .

Imigrações européias. “Ensaio” de industrialização – Barão de Mauá. Lei do Ventre Livre. . Lei de Terras. Estabilidade política. Lei do sexagenário. Economia agrário exportadora.Segundo Reinado (1840-1889) • • • • • • • • • Revolução Praieira em Pernambuco (1848) Estabilidade Econômica (ascensão do Café). Alternância entre conservadores e liberais.

• Intervenções brasileiras na Região Platina (Argentina e Uruguai).Segundo Reinado (1840-1889) • Consolidação do domínio oligárquico. • Guerra do Paraguai (1864-1870) .

• 04 – Interesses federalistas e unitaristas que se desenvolviam nos países envolvidos no conflito.Guerra do Paraguai . . • 02 – A Inglaterra queria impedir a industrialização paraguaia e teria influenciado as outras nações a se voltarem contra o Paraguai. • 03 – Expansionismo de Solano Lopez.Versões • 01 – O Paraguai queria navegar livremente pelos rios da região e a influência do Brasil no Uruguai impedia.

. • Perda do apoio do exército e das elites provinciais (que viam na República uma possibilidade de implantar o federalismo.Fim do Império Brasileiro • Crescimento do republicanismo após a guerra do Paraguai (partido republicano paulista e mineiro). • Perda do apoio da Igreja (a questão da maçonaria). • Perda do apoio das elites escravocratas após o 13 de maio de 1888. • Desenvolvimento do modelo de produção do café no oeste paulista.

f f°f– ¯% % W  ¾ © f°¯f ½ff f f¾¾ ¯ xf ½°nf W #fnf# ½n °f  ½ff °¾ W  ½fn½fsj ½½f W .

 n nf  ¯ ¯¾ ½ f¾ €sf¾ – °f¯ °f¾ .

fff f% % W .

¾  n°´¯nfnff¾¾nf ff sj f¾ ½fsµ ¾ f– j W   f¾°  ¾¾ ¾  – ° ¾ ¾  ¾ ¯¯ ° €€fn¯ ° ½fn€nf f½ f¾ ½f¾– °f¯ °f¾ .

f °f f% % W ¾nf ¯ff°¯f½fff½°nf W 9fn½fsj ½½f ° –¾   n f¯ ¾f   f nf¾ f¾¾ ¯ ½ f  sj W D@ €nf f ½ f¾ €sf¾ – °f¯ °f¾     f½ ¾ ¾ ° ¾ °– ° nf¾ .

 f ¾.fy¾  ½€ ¾¾ff¯ f €x ¾i¯nf W  ¾f  ¾€nf f ½ f¾ €sf¾ nf¾ n¯ f ¯ ¾ ½fn½f° ¾ f ½¾j ¾ ¾   ° ¾  f¾ ½ff n´°f¾ °f €nf .fy¾%% W –f°f f ½ ¾ ¾nf¾ .

 f ¾ff½¾% % W  f n°f  – ° n °f ½ nf¾f f  fsj  nf –fn W  ¾ © f°¯f ½°nf W @¯ nfh  ¾ ½ff¾f W 9nf¯fsj f  ½ nf f°f W D@ 9f ° ¾ €f½f¾  – ° ¯½ f n¯ f°¾f f¾ ° ¾  ¾sj  ¯½f¾¾ fn nf  ¯½¾  nf .

f f W  ½f ¯f f fsj € f °   f n°¾sj  ¯½ f  ½ f f¾¾¯ n¯  f°¾  f W f f¾n °¾j f ° € ¯f €¯f f f n °f f ½nf ½¾   ½ ¾ °ff ¯ ¾¯  ½  f ¾   ¾½ f  .½  f.

¯ sff  ¾ –°   °f  .

 –°  °f % % 9°n½f¾f¾½ n¾ .

 –°  °f % % W W W W W W W W W  sj9f f ¯9 °f¯ n%% ¾f  f n°´¯nf%f¾n °¾j .

f€x% ¾f  f ½nf  °i°nf ° n°¾ f  ¾  f¾ #°¾f# ° ¾ffsj fj .fh   I °    ¾ f– °h   @ f¾ n°¯ff–h ½f f ¯–fsµ ¾ ½xf¾ .

 –°  °f % % W .

°¾ fsj  ¯°–hn W °  °sµ ¾ f¾ f¾ °f –j9f°f %– °°f D–f% W  f 9ff–f % % .

 f 9ff–f I ¾µ ¾ W  9ff–f f °f –f ¯ ° ½ ¾¾ f –j f°€y°nf  f¾°D–f¯½ f W  °–f f f ¯½ f° ¾ffsj ½ff–ff  f°€ °nf  f¾f¾°fsµ ¾f¾ f ¯ n°f9ff–f W  ½f°¾°¾¯ f° ½  W  °  ¾¾ ¾€ f¾f¾  °f¾f¾ ¾  ¾ °f¯°¾½f¾ ¾ ° ¾°n°€ .

¯ ¯½x f¾  W .

 ¾n¯ °   ½ nf°¾¯ f½¾ f – f  9ff–f %½f   ½ nf° ½f¾f ¯° % W 9  f  f½ f – ©f %f  ¾j f ¯fs°ff% W  ¾ °¯ °  ¯  ½ sj  nf€x °  ¾ ½f¾f W 9  f  f½  xn f¾  ¾ ½°nf¾ % f¯ °f  ½ nf ¯f ½¾¾  f ¯½f°f  € f¾¯ W 9  f  f½ f¾  ¾ ¾nfnff¾ f½¾   ¯f  .