Você está na página 1de 19

A IMPO RTÂ NCI A DA INTER VEN ÇÃ O D E

EN FER MA GEM NA GR AVI DEZ PR EC OC E


EM ADO LESC EN TES
Introdução
 Problema

O crescimento da fecundidade na
adolescência, é um problema que
precisa ser discutido pelos
profissionais de saúde e pela
sociedade visando os cuidados
humanizados prestados a essas
adolescentes
Introdução
 Justificativa

O início da vida sexual em idade


precoce sem prevenção e a falta do
conhecimento de seu próprio corpo
podem ocasionar uma gravidez
indesejada, trazendo assim desafios
para os profissionais de saúde,
educadores, governo e sociedade em
geral.
Introdução
 Objetivo Geral
Abordar a importância da enfermagem
frente á gravidez na adolescência
relacionando os principais problemas
sociais, fisiológico e psicológico da
adolescente grávida.
Introdução
 Objetivo Específico
• Demonstrar os fatores predisponentes á
gravidez precoce;
• Abordar as mudanças fisiológicas e
psicológicas em suas necessidades humanas
básicas;
• Mostrar as conseqüências de uma gravidez
inesperada;
• Relatar os programas existentes na
prevenção da gravidez precoce com
intervenção da enfermagem.
Revisão de Literatura
 Segundo YAZLLE (2006) a adolescência corresponde
ao período da vida entre os 10 e 19 anos, no qual
ocorrem profundas mudanças.
 Uma criança ou adolescente procura encontrar na
família, acolhimento e segurança. (MICHENER,
2005).
 De acordo com SILVA (2007) a adolescente precisa
de apoio, conforto e respeito dos familiares, parceiros,
amigos e equipe de saúde.
Revisão de Literatura
 Fatores predisponentes
• A falta de uma orientação sexual tanto na
escola, como na família (NETO, 2007).
• Baixa auto-estima, dificuldade escolar, abuso
de álcool e drogas, comunicação familiar
escassa, conflitos familiares, pai ausente,
violência física, psicológica e sexual, rejeição
familiar pela atividade sexual. (YAZLLE,
2006).
• A televisão em seus diversos horários,
inclusive os de grande audiência, transmite
cenas de erotismo e sensualidade (NETO,
2004).
Revisão de Literatura
 Mudanças fisiológicas e psicológicas
• Os riscos advindos da gravidez são grandes
devido às estruturas ósseas e musculares ainda
não estarem adequadas para o parto
(CORRÊA,2007).
• A desestruturação familiar (CORRÊA, 2007).
• Uma adolescente grávida solteira é vulnerável á
transtornos emocionais. (SILVA, 2007).
• Em momentos de crises, a adolescente pode sair
desta fortalecida ou caminhar para depressão,
tentativa de aborto ou suicídio. (ZAGURY, 1997) .
Revisão de Literatura
 Conseqüências de uma Gravidez
Inesperada
• Limitação de oportunidades vocacionais, estudo
interrompido, persistência na pobreza, separação
dos pais do bebê e repetição da gravidez.
(GUIMARÃES, 2001)
• Esse grupo também está sujeito à eclampsia,
anemia, trabalho de parto prematuro,
complicações obstétricas e recém-nascidos de
baixo peso. (SANTOS e SILVA, 2000)
• As reações da família tendem a ser contraditórias,
sendo comum o sentimento de revolta, abandono
e aceitação do "inevitável". (LIMA, 2004).
Revisão de Literatura
 Conseqüências de uma Gravidez
Inesperada
• Após a ocorrência da gravidez, a evasão
escolar é fato comprovado por parte da
adolescente (CORRÊA, 2007).
• Todos os anos, um milhão de brasileiras
muito jovens, a imensa maioria delas
pobres, tornam-se mães ainda mais
vulneráveis para continuar os estudos e
educar os filhos. (DIMENSTEIN, 2005)
Revisão de Literatura
 Programasexistentes na
prevenção da gravidez na
adolescência
• Programa Saúde da Família (PSF),
criado em 1994 (Otsuka, 2005)
• Planejamento Familiar (Bahia, 2006)
• Programa de Assistência Integral à
Saúde da Mulher e da Criança
(PAISMC), criado em 1983 (Secretaria
de Estado de Saúde – DF)
Metodologia
 Estudo de origem secundário
elaborado a partir de pesquisa
bibliográfica;
 Foram utilizados artigos e
revistas direcionados ao tema.
Resultados
O número de adolescentes
grávidas vem aumentando.
Conforme o Gráfico do IBGE de
2007
Resultados
Intervenções de Enfermagem
 Realizar atividades educativas que
contemplem:
• O fortalecimento de fatores de proteção como
a auto estima
• O desenvolvimento de habilidades como
tomada de decisão, comunicação, etc.
Intervenções de Enfermagem
 Oferecer pré-natal realizado por
equipe multiprofissional sensibilizada;
 Incentivar a participação do parceiro e
da família nas atividades;
Intervenções de Enfermagem
 Oferecer temáticas importantes para a
promoção da saúde e do
desenvolvimento como sexualidade,
direitos, família, projeto de vida, família,
trabalho, entre outros;
 Realizar de atividades educativas;
Intervenções de Enfermagem
Conclusão