Você está na página 1de 10

PIRâMIDES

Bruno Reginaldo Geraldi


Fernando Ribeiro Borges
Guilherme Rebello Cozer
Luís Carlos (Sobrenome?)
Mirko Alexandre Correa Júnior
Matheus Bernhardt Ozelame
Conceito
 Consideremos um polígono contido em um
plano (por exemplo, o plano horizontal) e um
ponto V localizado fora desse plano. Uma
Pirâmide é a reunião de todos os segmentos
que têm uma extremidade em P e a outra
num ponto qualquer do polígono
O ponto V recebe o nome de
da pirâmide.
Elementos
 Base: A base da pirâmide é a região plana poligonal sobre a qual se
apóia a pirâmide.

 Vértice: O vértice da pirâmide é o ponto isolado P mais distante


da base da pirâmide.

 Eixo: Quando a base possui um ponto central, isto é, quando a


região poligonal é simétrica ou regular, o eixo da pirâmide é a reta
que passa pelo vértice e pelo centro da base.

 Altura: Distância do vértice da pirâmide ao plano da base.

 Faces laterais: São regiões planas triangulares que passam pelo


vértice da pirâmide e por dois vértices consecutivos da base.

 Arestas Laterais: São segmentos que têm um extremo no vértice


da pirâmide e outro extremo num vértice do polígono situado no plano
da base.

 Apótema: É a altura de cada face lateral.

 Superfície Lateral: É a superfície poliédrica formada por todas as


faces laterais.

 Aresta da base: É qualquer um dos lados do polígono da base.


Classificação
 Triangular  Pentagonal

Base: Base:
Triângulo Pentágono

 Hexagonal
 Quadrangular

Base:
Base:
Hexágono
Quadrado
Áreas e Planificações
Volume
 O volume de uma pirâmide pode ser obtido como um
terço do produto da área da base pela altura da
pirâmide, isto é:

 Volume = (1/3) A(base) h

Exemplo: Juliana tem um perfume contido em um frasco com a forma de uma pirâmide regular
com base quadrada. A curiosa Juliana quer saber o volume de perfume que o frasco contém. Para
isso ela usou uma régua e tirou duas informações: a medida da aresta da base de 4cm e a medida
da aresta lateral de 6cm.
Como V(pirâmide)=A(base).h/3, devemos calcular a área da base e a medida da altura. Como a
base tem forma quadrada de lado a=4cm, temos que A(base)=a²=4cm.4cm=16 cm².

A altura h da pirâmide pode ser obtida como a medida de um cateto de um triângulo retângulo
cuja hipotenusa é dada pela altura L=6cm da aresta lateral e o outro cateto Q=2×R[2] que é a
metade da medida da diagonal do quadrado. Dessa forma h²=L²-Q², se onde segue que h²=36-
8=28 e assim temos que h=2R[7] e o volume será dado por V=(1/3).16.2R[7]=(32/3)R[7].
Tipos de Troncos
Volume do Tronco de
 Consideramos uma pirâmides de vértice V e altura h1 (pirâmide 1). Imaginemos
que um plano b, paralelo ao plano a da base, corte a pirâmide à distância h2 do Cone
vértice, sendo h2 < h1. A intersecção do plano b com a pirâmide é um polígono
semelhante ao polígono da base e tem o nome de seção transversal. Note que
o plano b separa a pirâmide em dois sólidos, um dos quais também é uma Para calcular o volume
pirâmide de vértice V e altura h2 (pirâmide 2). O outro é um sólido chamado do tronco de cone,
tronco de pirâmide.
 As bases das duas pirâmides são as bases do tronco e a diferença H = h1 - h2, basta subtrairdo volume
quer representa a distância entre as duas bases, é a altura do tronco. As faces do cone 1 o volume do
laterais do tronco são traopézios.
cone 2:

 Volume do Tronco de Pirâmide


VT = V1 - V2

Então:
 Para calcular o volume do tronco de pirâmide, basta subtrair do volume da
pirâmide 1, o volume da pirâmide 2: VT = 1/3 pr12 h1 - 1/3
 VT = V1 - V2 pr22 h2

ß
 Indicando por B1 e B2 as áreas das bases dos troncos e por H a sua altura,
podemo provar que:
 VT = H/3 [B1 + ÖB1ÖB2 + B2] VT = 1/3 p [r12 h1 - r22
h2]

 Tronco de Cone
 Consideramos um cone circular de vértice V e altura h1, cuja base é um círculo
de controO1, e raio r1 (cone1). Imaginemos que um plano b, paralelo ao plano a
da base, corte o cone à distância h2 do vértice, sendo h2 < h1. A intersecção do
plano b com o cone, ou seja, a secção transversal assim obtida, é um círculo de
centro O2 e raio r2. Note que o plano b separa o cone em dois sólidos, um dos
Aplicações
 As pirâmides do Egito,
eram utilizadas para
sepultar faraós, bem como
as pirâmides no México e
nos Andes, que serviam a
finalidades de adoração
aos seus deuses.
 As formas piramidais eram
usadas por tribos
indígenas e mais
recentemente por
escoteiros para construir
barracas.
Curiosidades
 A Pirâmide de Tepanapa, também conhecida como a
Grande Pirâmide de Cholula, o maior monumento e
simultâneamente a maior pirâmide em termos de
volume do mundo segundo o Livro Guinness dos
Recordes , situa-se no município de Cholula, estado
de Puebla, México, distando sete quilômetros da
cidade de Puebla. O seu volume total estima-se em
4.45 milhões de m3, cerca de 30 por cento maior que
o da pirâmide de Quéops, no Egito
Referências
 http://www.canalkids.com.br/viagem
/mundo/piramides.htm
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Pirâmide
_de_Tepanapa
 http://br.answers.yahoo.com/questio
n/index?qid=20070928053706AAva
xfF
 http://www.fernandodannemann.rec
antodasletras.com.br/visualizar.php?
idt=675155
 http://misteriosantigos.com/artigos/
modules/soapbox/article.php?articleI