Você está na página 1de 25

•UNIVERSIDADE

ABERTA SANTOS
DUMONT
Segurança, Saúde e
Meio Ambiente
40 % envenenamento com material de
limpeza, inseticidas e remédios .

30% quedas de escadas,


berços, varandas.

20% choque em tomadas e em


materiais elétricos.

10% ferimentos penetrantes.


objetos pontiagudos, tesouras.
90% dos acidentes infantis
não deveriam acontecer,
na maioria dos casos é
a convicção fatalista dos pais
de que não é possível
deixar de haver acidentes.
• No interior dos domicílios 3,5 milhões de
pessoas acidentam-se anualmente, sendo
que 82% são crianças de 0 a 10 anos (EUA).

• Em um único mês em
dois hospitais de São
Paulo, foram atendidas
1200 pessoas, vítimas de
acidentes domiciliares.
• Verifique a água do banho com seu
cotovelo ou punho;
• Não beba líquidos quentes com seu
filho no colo;
• Antes de amamentar verifique a
temperatura;
• Não deixe a criança brincar com
fios elétricos e ainda próximo a
tomadas elétricas;
• Use móveis, para isolar as
tomadas elétricas;
• Não de grampos, pregos ou
outros metais.
• Portas, caminhos para escadas, depósitos, ruas ou
outras áreas perigosas devem ser rigorosamente
trancados ou bloqueados;
• Use tapetes anti-derrapantes na banheira;
• Instale grades em todas as janelas acima do
primeiro andar;
• Mantenha a altura da grade do berço, sempre
próximo a face da criança.
• Sacos plásticos, fios de telefone longos,
travesseiros fofos podem asfixiar ou
estrangular.
• Situe o berçinho e o cercadinho distantes de
cordas de veneziana.
• Não permita que a criança mastigue ou chupe
balão de encher.
• Não ponha gravata ou cordões de chupetas
em torno do pescoço da criança.
• Mantenha qualquer medicamento fora da visão e
alcance da criança;
• Tome cuidados extras quando alguém da família
estiver em tratamento, usando vários remédios;
• Nunca diga que remédio é doce;
• Compre medicamento em embalagem resistente à
criança e guarde-os em lugar seguro;
• Procure ajuda médica, se seu filho deglutir uma
substância não alimentar;
• Cozinha - Toda atenção é
extremamente necessária.
• Estão presentes quase todo
momento, líquidos e alimentos
quentes, fio elétricos, torradeiras,
bules, garrafas térmicas.
• Ensine os perigos do
fogo...
• Mantenha fósforo,
isqueiro, acendedor, vela
e produtos inflamável fora
do alcance de criança;
• Proporcione supervisão por adultos
e ensine a nadar e a boiar.
• O uso somente de bóias ou coletes,
não são garantia de total segurança.
• Não deixe a criança, sozinha, brincar
com balde de água.
• Verifique as atividades das crianças
frequentemente,
• As áreas de brincadeiras devem ser
examinadas em relação aos perigos;
• Atenção para locais “ATRAENTES”:
ferros-velhos, escavações, alagados e
mangues, construções, montes de lixo,
carros abandonados, prédios
abandonados.
• Disciplina e orientação são essenciais: seu filho
está longe de casa, por vezes durante horas. A
escola e grupos comunitários partilham da
responsabilidade por sua segurança. Seus filhos
estão participando de equipes esportivas,
fazem parte de um “grupo” e tentarão algo
mais. Podem idolatrar e imitar heróis infantis
ou uma pessoa mais velha que viva
perigosamente. Crianças nessa idade devem
assumir alguma responsabilidade por sua
própria segurança.
• Ensine a criança a NÃO aceitar
balas, chocolates, refrigerantes
e ainda NÃO aceitar
brinquedos.
• As bicicletas devem ser sempre de tamanho
apropriado.
• Deve-se ensinar o uso de sapatos quando andando
de bicicleta, não permitir o transporte de
passageiros.
• Os pais devem dar exemplos de como dirigir
cuidadosamente, observando as leis de trafego e
usando cintos de segurança.
• Não permita que a criança ande de bicicleta na rua,
principalmente em horário de grande fluxo.
• Durante a noite, somente em praças, área de lazer.
• Não transporte o seu filho em seu
colo no assento dianteiro.
• Use uma caminha de viagem segura,
presa no assento traseiro.
• Cinto de segurança não devem ser
usadas se a criança tem menos de
1,35 m de altura.
• Anote os seguintes números de telefones:
• DO SEU PEDIATRA
• DO SEU HOSPITAL
• DO CENTRO DE CONTROLE DE ENVENENAMENTO
• Peça orientações a seu médico sobre primeiros
socorros, envenenamento ou intoxicações;
• Mantenha todo e qualquer produto em seus recipientes
originais
• Nunca ponha produtos não comestíveis em embalagens
de alimentos ou bebidas;
A
CRIANÇA
É
INOCENTE,
VULNERÁVEL
E
DEPENDENTE.
TAMBÉM É CURIOSA,
ATIVA
E
CHEIA
DE
ESPERANÇA.
SEU
UNIVERSO
DEVE SER
DE
ALEGRIA,
PAZ
E
SEGURANÇA

Interesses relacionados