I Seminário Nacional sobre Manipueira

Uso prático dos biodigestores para produção de gás a partir da Manipueira

Profº Vicente Rodolfo Santos Cezar

Vitória da Conquista – Bahia 2008

Tratamento da Manipueira
Aspecto ambiental; Demanda de Energia; Número de Fornos; Número de Motores; Uso do biodigestores no tratamento da manipueira; Biogás e sua utilização; Alternativa para o uso do biogás na casa de farinha; Armazenamento, condução e purificação do biogás; Válvula reguladora de pressão e manômetro; Equipamentos movidos a biogás; Adaptações dos equipamentos movido a GLP.

Aspecto Ambiental

Fonte: Cezar 2008

Consumo de Energia
• Fornos, motores e mão de obra

Fonte: Cezar 2008

ENERGIA

Fonte: Cezar 2008

Matéria prima e produção de biogás
Espécie Animal Disponibilidade diária m3 de Biogás (kg1 ) m3 de Biogás (animal/dia)

Bovino Suíno Ave Homem

10 quilos 2,25 quilos 0,18 quilos 0,40 quilos

0,0371 0,0636 0,0050 0,707

0,3679 0,1782 0,0113 0,0283

Fonte: EMBRATER 1983

ENERGIA: Sistema de Tratamento

FONTE: Cezar 2008

ENERGIA: Sistema de Tratamento

Fonte: SANSUY

Fonte: FEIDEN 2001

Sistema de Armazenamento de Biogás

FONTE: UNESP FONTE: ETAR de Pontes das Mestras

Sistema de Armazenamento de Biogás

Fonte: Cotto et al. 2007

Utilização do Biogás

FONTE: Cezar 2008

Utilização do Biogás
Biogás Queima direta Fornos, motores estacionários Conjunto moto-bomba e fogões Queima em Co-geração Grupo motor gerador Micro-turbinas Turbinas

BIOGÁS
Poder calorífico varia entre 5.000 e 7.000 kcal/m3 de gás. Metano de 60 a 80% da composição total. Gás altamente combustível.

FONTE: ETAR de Pontes das Mestras – Leiria/Portugal

Equivalência energética
1,5 m3 de gás de cidade 0,8 litros de gasolina 1,3 litros de álcool 0,7 litros de diesel 1 m3 de biogás equivale a: 7 Kw/h de eletricidade 2,7 Kg de madeira 1,4 Kg de carvão de madeira 0,2 m3 de butano
FONTE: Crestana & Santiago 1981

Exemplos de equipamentos a biogás
Uso Cozimento (por pessoa) Cozimento (fervura de água a 100ºC) Iluminação Refrigerador Incubador Motor Aquecedor de água por acumulação – 75l de água a 65ºC Geração de eletricidade Características Queimador Queimador Lampião Queimador Queimador Combustão Interna Queimador chama piloto Por Kw/h Razão de Consumo Pressão: 15 CCA 0,33 a 0,42 m3/dia 0,074 m3/litro 0,07 a 0,08 m3/hora 0,008/litro de espaço interno.dia 0,49 a 0,71 m3/m3 do espaço incubador.hora 0,45 m3/h 0,9 m3/hora 0,62 m3

FONTE: Deptº de Eng. Rural – FCAV – Jaboticabal/UNESP

Válvula reguladora de pressão

FONTE: FAO 1978

FONTE: Cezar 2008

Válvula de pressão

FONTE: Cezar 2008

Fonte: EMATER 1983

Lampião a biogás

FONTE: Cezar 2008

FONTE: FAO 1978

Queimadores a Biogás

FONTE: Cezar 2008

Queimadores a biogás

FONTE: Deptº de Eng. Rural – FCAV – Jaboticabal/UNESP

Queimadores de cerâmica movido a Biogás

Fonte: FAO 1978

Adaptação em motores estacionários

Coletor

Entrada do biogás

Filtro de Ar Carburador

Borboleta de controle do Ar

FONTE: OLIVER 2008

Motor

Consumo de Biogás

FONTE: Deptº de Eng. Rural – FCAV – Jaboticabal/UNESP

Aterro Sanitário

FONTE: BRÓIO 2008

Eng. Leonardo Mauro Junior

APOIO

Obrigado vrscezar@yahoo.com.br vicente@cefet-al.br

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful