Você está na página 1de 12

POLUIçãO

HíDRICA
Temas:
•O que é a poluição Hídrica
•Doenças provocadas pela poluição hídrica;
•Consequências dos produtos petrolíferos;
•Descargas agro-pecuárias;
•Descargas Industrias;
•Descargas Urbanas;
•Marés negras;
•Imagens;
O que é a poluição
Hídrica?

Quando se fala de poluição hídrica fala-se do


lançamento de poluentes em recursos hídricos,
como rios, mares ou lagos. A solução para este
problema passa pelo tratamentos dos esgotos antes
de estes serem lançados na água de maneira a
diminuir a quantidade de substâncias que poderão
ser prejudiciais.
Consequências dos produtos
petrolíferos.
Os produtos petrolíferos têm um efeito trágico
sobre toda a vida marinha e litoral onde
actuam. As correntes marinhas facilitam a
formação de marés negras, que se abatem
sobre as praias e outras zonas costeiras. Os
hidrocarbonetos espalhados nos mares e
oceanos provêm sobretudo dos petroleiros que
limpam os seus depósitos no alto mar.
Marés negras
As marés negras dizem respeito à poluição dos
mares e zonas litorais por grandes manchas de
hidrocarbonetos (petróleo e derivados). Todos os
anos são derramadas cerca de 3 000 000 de
toneladas de petróleo nos oceanos.
As principais causas de marés negras são a rotura
de oleodutos, o transporte de hidrocarbonetos em
alto-mar, pelos petroleiros, e as actividades de
exploração petrolífera.
Embora alguns derrames de petróleo ocorram em
sequência de acidentes (naufrágios, colisões,
explosões, etc.), uma parte muito significativa
ocorre devido a insuficiências técnicas.
Descargas industriais

• A indústria é o sector de actividade mais poluidor


da água. A maioria das indústrias utiliza água em
grandes quantidades e em diferentes processos de
fabricação.
• Com elevadas quantidades de substâncias
químicas e tóxicas e, por isso, excessivamente
venenosa, essa água é lançada, directa ou
indirectamente, nos rios, ribeiras, lagos e
albufeiras, onde provoca graves alterações nos
ecossistemas, com a morte de muitas espécies
animais e vegetais.
Descargas Urbanas

• As actividades domésticas constituem também


importantes fontes de poluição das águas, em
especial nas áreas muito povoadas. Carregadas
com grandes quantidades de matéria orgânica e
microrganismos, as águas residuais e dos esgotos
são frequentemente lançadas, sem tratamento
prévio, nos rios, lagos e albufeiras, o que constitui
uma grave ameaça para a saúde das populações.
Descargas agro-pecuárias

• A elevada utilização de fertilizantes e pesticidas


na agricultura moderna tem como consequência,
para além da poluição dos solos, a degradação
dos recursos hídricos, quer superficiais, quer
subterrâneos. As águas das chuvas e de irrigação
conduzem parte desses produtos para os rios,
lagos e albufeiras, onde provocam graves
perturbações ou mesmo a morte dos seres vivos.
Por outro lado, estes produtos infiltram-se no solo
e podem atingir as águas subterrâneas,
degradando-as.
Doenças provocadas pela poluição
hídrica
• A água constitui, com efeito, um condutor de
doenças variadas, algumas das quais de grande
gravidade, alastrando sobretudo em países em
vias de desenvolvimento de çfrica, da çsia e da
América Latina. Nessas zonas, a qualidade dos
meios hídricos é, muitas vezes deficiente,
contribuindo para a persistência de epidemias
particularmente graves. Morrem, em cada ano, no
mundo, mais de 3 milhões de crianças, devido a
diarreias e doenças semelhantes, transmitidas e
espalhadas pela água que consomem.
Conclusão

Fomos pesquisar na internet matéria


para realizar o nosso trabalho. Com
este trabalho entendemos o quando
é importante poupar e não poluir a
agua dos nossos rios e mares.