Você está na página 1de 8

O PODER NA EMPRESA

DINSMORE, Paul Campbell. Poder e Influência


Gerencial, Além da Autoridade Formal: COP,
1989.
O PODER E A EFICÁCIA GERENCIAL

• Par o executivo ser eficaz em


suas funções, ele precisa ter e
saber utilizar o poder.
• Sem poder dificilmente se
consegue atingir metas.
• É o poder que dá a força para
tomar iniciativas, deslanchar
planos e cobrar resultados.
• Do ponto de vista da empresa, a
atração das pessoas pelo poder
deve ser vista como saudável,
pois, quando bem direcionado,
este ajuda impulsionar a empresa
para frente.
ENTENDENDO O PODER
O poder, ou o direito, de fato, de determinar
estratégias, critérios e ações, é proveniente de várias
fontes. É o somatório destes fatores que forma o poder
real. Através do entendimento e da boa aplicação do
mesmo é que o executivo consegue melhorar seu
desempenho. Eis alguns tipos de poder:

O conjunto destes tipos representa o poder real do


profissional na empresa. O poder proveniente de fontes
formais, informais, de propriedade, de tradição, de
informação e de competência dá ao profissional o
direito de fixar estratégias e critérios e determinar
ações.
E o seu poder, como anda na sua organização?
Formal: Este poder baseia-se na autoridade
conforme registrada por escrito. Os exemplos
são as circulares de nomeação, os manuais
administrativos e as descrições de cargos
contendo atribuições e detalhamento de
autoridade e responsabilidade do executivo.

Informal: O poder informal caracteriza-se


pela facilidade de acesso. Tal acesso
poderá ser proveniente de relações
familiares (o Supervisor Geral é
cunhado), laços históricos, amizades
informais, ou por força da própria
personalidade (facilidade em relacionar-
se com as pessoas).

Propriedade: O proprietário inerentemente


possui poder. Possuir parte do controle
acionário da empresa naturalmente atribui
ao executivo uma dose adicional de
autoridade.
Tradição: Há ainda o poder baseado na
situação; “sempre foi assim”. Não há
registro de que o executivo possui tal
autoridade, mas, tradicionalmente, quem
ocupa a posição em questão possui um
direito adquirido que constitui o poder.
Informação/conhecimento: O domínio da
informação sobre determinado assunto ou
área de atuação pode aumentar o poder do
executivo. Decisões sobre este assunto
tenderão a girar em torno do executivo
que possui as informações mais completas
a respeito.

Competência: O executivo que engloba


habilidades estratégicas, técnicas e
interpessoais possui toda possibilidade
de atingir a competência gerencial.
Quanto maior for este conjunto de
habilidades, maior será o seu poder.
COMO AUMENTAR SEU NÍVEL DE PODER
Sugestões para aumentar seu poder, visando melhorar
seu desempenho na organização.
• Entender bem sua organização: Analise a empresa e
sua estrutura organizacional. A hierarquia, a
cultura, seus valores e costumes. Qual a
personalidade da sua empresa?
• Verificar suas habilidades interpessoais: Como
andam suas habilidades de comunicação (de transmitir,
ouvir, dialogar)? E as de negociar e de administrar
os conflitos? A boa base de poder exige habilidades
no campo interpessoal. Procure desenvolver estas
habilidades.
• Procurar aliados: Não se chega no poder sozinho. É
preciso ter aliados. Procure descobrir quem tem
afinidades profissionais e pessoais com você. Quem
são as pessoas que podem abrir caminho e colaborar
com seus propósitos? Mantenha-se em contato com as
pessoas influentes na sua organização, para criar uma
base política a médio e longo prazo.
• Saber seu valor: Quanto você vale para a sua
organização? E quanto você vale fora dela? Saiba o
quanto você vale no mercado através de classificados,
agências.
CUIDADO COM A BUSCA DO PODER
Lembre-se que a ambição só é boa quando compatível com
os objetivos da empresa. A busca do poder por si só é
prejudicial e condenável.
“O desejo de conquista é coisa realmente natural e
comum, e os homens que podem satisfazê-lo serão
louvados sempre, e nunca recriminados. Mas, não o
podendo, e querendo fazê-lo de qualquer modo, aí estão
em erro, e merecem censura.” Maquiavel
Além da busca irrestrita do poder ser condenável
moralmente, o estrago feito ao longo do caminho tende a
ser enorme, tanto para a organização e as equipes
diretamente afetadas quanto para o próprio ambicioso,
que inevitavelmente acaba provocando sua própria
derrota.
PASSOS PRÁTICOS PARA OBTER O PODER
Como então aumentar o poder para melhor contribuir
aos propósitos de sua empresa?
• Identificar onde você tem maior potencial a
curto prazo: Para dar partida ao processo,
concentra-se naquilo que poderá trazer resultados
no futuro próximo e onde há grande potencial.
• Desenvolver um plano de metas com cronograma:
Para obter resultados expressivos a médio e longo
prazo, é preciso partir de um plano de metas que
deverá incluir atividades e eventos bem definidos,
bem como o cronograma que define a data limite
para cada atividade. O plano deverá ser detalhado
e fixar atividades que ajudarão você a atingir
suas metas.
• Seguir o plano e fazer avaliações e ajustes
conforme a necessidade: A persistência é
primordial na busca do poder. Para alcançar o
poder e mantê-lo, é preciso muita determinação.
Reveja seu plano de metas, fazendo os ajustes
necessários para cumprir o programado.