Você está na página 1de 9

CURSO:

Psicologia 3 Perodo

DISCIPLINA: Fundamentos da Abordagem


Existencial

PROFESSORA: Patrcia Westphal

Clique para editar o estilo do subttulo mestre

Texto: Camon, Valdemar Augusto A. A Culpa. In: Psicoterapia Existencial.


Alunos: Dener, Janderson, Jess, Fbio

3/21/12

A CULPA

Tema que, juntamente com a solido e angstia, discutido pelos existencialistas com sendo ontolgico (pertence ao ser);

3/21/12

Tambm presente quando o homem questiona a realizao de suas possibilidades existenciais , na renuncia sua liberdade;

3/21/12

A CULPA
Medard Boss questiona: a culpa pode ser superada? O que ela deve?[...] em todos estes milenares sentimentos de culpa [...] da criana aos pais e professores, nos adultos em seu relacionamento com o prximo, com o Estado, com Deus, com o destino, com a vida? E quem o credor especfico destas culpabilidades? 3/21/12

A CULPA

Segundo Boss, o ser humano se mostra com sendo aquele ser do qual o nosso mundo precisa, como mbito de claridade necessrio para poder aparecer, para poder ser.

Deixar-se-necessitar;
Todos os sentimentos de culpa baseiam-se neste ficar-a-dever, ou seja:

3/21/12

A CULPA
[...] J que sua condio de inacabamento originrio impe-se como tarefa de ter que se realizar, sentimentos de culpa aparecem. Em alemo, a palavra Schuld significa tanto culpa quanto dbito. Schuld (Culpa) deriva da palavra do antigo alto-alemo Sculd
3/21/12

Mas, arcaicamente, Sculd apenas significava aquilo que carece e falta; e realmente, algo sempre e perpetuamente falta na vida do ser humano (BOSS, 1977).

3/21/12

A culpa proveniente do deixar-se necessitar pelo mundo. A dvida que o ser humano tem e sempre ter at sua morte com o mundo de deixar sua essncia se realizar.

3/21/12

Isso s acontece aps ele ter realizado suas possibilidades de explorao provenientes do futuro e de ter deixado as coisas do mundo se manifestarem sob a luz de sua existncia. Bibliografia: Evangelista, Paulo. A recepo do 3/21/12 inconsciente freudiano pela