Assistência de Enfermagem em Pacientes Portadores de Doenças Crônicas.

Enfermeiranda: Diana Liberal

Doenças Crônicas
Condições clinicas ou problemas de saúde com sintomas associados ou incapacidades que exigem tratamento por longo prazo - 3 meses ou mais.
(SMELTZER; BARE, 2008)

Doenças Crônicas
• Transmissíveis: AIDS, Hepatites, Herpes Zoster; • Não transmissíveis: Diabetes, Hipertensão, Neoplasias. Obesidade.

Doenças Crônicas
• Crescente nos países desenvolvidos e em desenvolvimento:

Doenças Crônicas
OMS: maior número de incapacidade e morte no mundo Brasil: Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) - 70% das causas de morte.

“Promover o desenvolvimento e a implementação de políticas públicas efetivas, integradas, sustentáveis e baseadas em evidências para a prevenção e o controle das DCNT e seus fatores de risco e fortalecer os serviços de saúde voltados para a atenção aos portadores de doenças crônicas”. (BRASIL, 2011)

Controle das Condições Crônicas
• Aprender a conviver com os sintomas,
incapacidade e limitações;

• Conhecer as fases e evolução da doença períodos agudo, estáveis, instáveis

exacerbações e remissões;

Controle das Condições Crônicas
• Alterar estilo de vida;
• Adesão ao tratamento.

A falta de adesão aos regimes terapêuticos
aumenta os riscos de desenvolver

complicações e de acelerar o processo
patológico.
(SMELTZER; BARE, 2008)

Assistência de Enfermagem
• Direta ou Suporte

Assistência de Enfermagem
• A assistência de Suporte favorece a criação de vinculo entre enfermeiro paciente; • Permite o profissional acompanhar detectar precocemente complicações eminentes. • Crucial pra manutenção da qualidade de vida do paciente e para o alcance dos resultados esperados.

Assistência de Enfermagem
• Cuidado holístico e humanizado; • Utilizar a Sistematização da Assistência de Enfermagem; • Abranger família e comunidade; • Estimular o autocuidado.

Assistência de Enfermagem
• As ações educativas são consideradas como componentes essenciais dos cuidados de enfermagem;

• O enfermeiro tem papel decisivo, através de ações educativas; • Motivar o paciente a promover ações que favoreçam a saúde.

Referências
• BRASIL. Ministério da Saúde. Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil, 2011-2022; Brasília; 2011. • FRANZEN, E.; et Adultos e idosos com doenças crônicas: implicações para o cuidado de enfermagem; Revista Hospital da clínicas de Porto Alegre v.27, n.2, p.28-31, 2007.

• SMELTZER, S.C.; BARE, B.G.; Brunner & Suddarth– Tratado de Enfermagem Médico-Cirúgica. Editora Guanabara Koogan, 11ª Edição, 2008.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful