Você está na página 1de 2

Qualidades dos Orixás

O que vem a ser qualidade?
Na realidade se levarmos em conta o real significado da palavra “qualidade” não
usariamos o termo correto no sentido do dicionário, porém são várias as conotações e
denotações na Língua Portuguesa.
Quando os negros chegaram ao Brasil, oriundos de várias cidades e regiões Africanas,
levaram com eles várias formas de se assentar os Orixás. Temos como exemplo os que
vieram da região do Daomé, a actual República do Benin, onde só faziam os Orixás
Nanã, Omulú, e Oxumaré.
Os que vinham da de outras regiões, só faziam os orixás dessa região de onde
originavam, como por exemplo, em Oyo só se faziam os vários Xangôs, os provenientes
de Ketu, só faziam os Odés e assim por diante.
Ao chegar ao Brasil, esses conhecimentos, que antes faziam parte da sabedoria de uma
região específica, de uma cidade ou de uma tribo, passou a ser, todo esse conhecimento,
parte de uma só casa. Dessa forma, os Baba ou Iyà, que só sabiam fazer Xangô, por
exemplo, começaram a ter acesso aos fundamentos para fazer um Oxóssi, uma Oxum,
um Ogum etc.
Se continuarmos a análise veremos também que dentro de uma determinada região que
detinha o conhecimento para fazer um Oxóssi, poderia, ainda dentro dessa mesma
região, ter diferentes formas e fundamentos no modo de fazer e assentar um mesmo
Orixá; foi isso o que veio no Brasil e também em Portugal, a ser reconhecido como o
que chamamos QUALIDADE.

Sei que muitos poderão não concordar com a utilização deste termo – QUALIDADE – e também não tenho a pretensão de discordar ou concordar. e como eram cultuados nas várias tribos. porém. cidades e regiões Africanas. ou mesmo de passar orôs.Silêncio! Ele está entre nós! . o que importa aqui passar são as várias formas de se conhecer como eram vistos os diversos Orixás.Atoto! (yorubá) Atoto (Silêncio) . Omulu/Obaluaie . caso se prove de fato estar errado. discutindo se o termo QUALIDADE estará certo ou errado.