Você está na página 1de 1

MONALISA AMARAL PEREIRA

PRTICA DE ENSINO I CLCIO

R.A.: 0963014
LETRAS 1 SEMESTRE

Texto: A Questo Gramatical e o Ensino do Portugus

Levantar cinco pontos importantes do texto e comentar.

1-) A antigidade do estudo da gramtica. (p. 132)


2-) O prestgio da norma culta/comum/standard e a desvalorizao, ridicularizao e censura
das outras variedades lingsticas. (p. 136)
3-) O desenvolvimento das novas lnguas vernculas, herdeira das diferentes variedades do
latim popular falado. (p. 142)
4-) Com a consolidao do modelo medieval de ensino entre ns brasileiros, comum
dizerem que o brasileiro fala errado. (p. 150/151)
5-) A escola continua a ensinar, no incio do sc. XXI, uma linguagem que no existe mais
h, pelo menos, 700 anos. Desconsiderando a histria da lngua, sem conseguir dar conta dos
fatos da lngua real. (p. 151)

muito antigo interesse pelo estudo da gramtica. Mas foi no perodo GrecoRomano que os estudos foram aperfeioados, dando origem gramtica que conhecemos
hoje.
O prestgio da norma culta acaba desvalorizando as outras formas de linguagem, que
so vistas como inferiores e so as dominadas pelo povo. Quem dominava a lngua culta,
dominava tambm o poder e, conseqentemente, o povo.
O nascimento de novas lnguas, derivadas do latim popular falado (juno do latim
com outras lnguas), s ocorreu por volta de IX a. C. e comeou a ser utilizada em produes
literrias da poca, a idia era popularizar a acessibilidade aos textos para um maior nmero
de pessoas.
No Brasil de hoje, comum se dizer que o brasileiro fala errado, porm, isso
conseqncia de uma forma de ensino desatualizada e de uma considerao equivocada de
certo e errado, uma vez que cada pessoa usa a linguagem de acordo com o seu meio social e
sua histria de vida, o que lhe confere uma linguagem praticamente nica.