Hidrologia

Aula 03-08/2009

Como numerosas aplicações dos conhecimentos em hidrologia temos no campo das engenharias hidráulica. esta disciplina faz parte dos cursos de engenharia civil. abrangendo grande parte do conhecimento humano. . sanitária. engenharia sanitária. É uma disciplina considerada ampla.Introdução Hidrologia se refere à ciência da água. engenharia hidráulica. ela tem muitas aplicações práticas. geografia. engenharia Ambiental. de recursos hídricos e de outros ramos da engenharia. agrícola. o termo "engenharia hidrológica" tem sido também empregado. Geralmente. A hidrologia não é uma ciência inteiramente pura.

incluindo sua relação com as formas vivas (U. citado por Chow. 1959).S. suas propriedades físicas e químicas.Introdução Hidrologia é a ciência que trata da água na terra. Algumas áreas da hidrologia: ‡ Hidrometeorologia ‡ Limnologia ‡ Potamologia ou Fluviologia ‡ Glaciologia ou Criologia ‡ Hidrogeologia . e sua reação com o meio ambiente. sua ocorrência. circulação e distribuição. Federal Council for Science and Tecnology.

. para abastecimento de água potável. em alvenaria de pedra. Foi a primeira teoria de infiltração que rompeu os tabus dos conceitos antigos consolidados na época. à Mesopotâmia. Marcus Vitruvius Pollio. formando os rios. infiltrava-se e ressurgia no sopé das elevações.Histórico As primeiras notícias sobre os fenômenos hidrológicos remontam ao Antigo Egito.. os egípcios construíram no rio Nilo.C.C. a barragem de Sadd-el-Kafara. Aproximadamente 3000 a. engenheiro e arquiteto romano a 100 a. admitiu que a chuva que caía nas altas montanhas. à Índia e à China.

Histórico A partir do século 15. . evaporação e capilaridade da bacia do rio Sena e comparou estas grandezas com medições de vazão realizadas por Edmé Mariotte. ou seja a precipitação. Pierre Perrault no século 17 (1608-1680). constatando que a vazão era apenas cerca de 16% da precipitação. analisou os componentes de relação precipitação ± vazão. com Leonardo da Vinci e Bernard Palissy o ciclo hidrológico passou a ser melhor compreendido.

Histórico Exploração dos recursos hídricos através de projetos de irrigação (Egito e Mesopotâmia) Aquedutos para abastecimento de água (romanos) Irrigação e controle de inundação pelos chineses. .

Hidrologia Científica É uma ciência que se consolidou na segunda parte do século 20. Com a necessidade crescente utilização e preservação da bacia hidrográfica. foram criadas subáreas mais especializadas: Hidrometeorologia Geomorfologia Escoamento superficial Intercepção vegetal Infiltração e escoamento em meio não .saturado Escoamento em meio saturado Escoamento em rios e canais Evaporação e evapotranspiração Fluxo dinâmico em reservatórios. lagos e estuários Produção e transporte de sedimentos Qualidade da água e meio ambiente . através do desenvolvimento de programas de observação e quantificação sistemática dos diferentes processos que ocorrem no ciclo hidrológico.

Ocupação da Bacia ‡Impacto do meio sobre a população através das enchentes.Hidrologia Aplicada Está voltada para os diferentes problemas que envolvem a utilização dos: Recursos Hídricos disponibilidade hídrica. irrigação e regularização para a navegação). operação e gerenciamento dos recursos hídricos. (aproveitamento hidrelétrico. regularização e controle de qualidade de água. ‡Impacto homem sobre a bacia . impacto das obras hidráulicas sobre o meio aquático e terrestre. regularização de vazão. abastecimento d¶água. Preservação de meio ambiente modificação do uso do solo. planejamento.

Hidrologia Aplicada No Brasil algumas das principais áreas do desenvolvimento da hidrologia aplicada encontram-se nos seguintes aspectos: ‡ Planejamento e gerenciamento da bacia hidrográfica ‡ Drenagem urbana ‡ Energia ‡ O solo do solo rural ‡ Qualidade de água ‡ Abastecimento de água ‡ Irrigação ‡ Navegação .

Embora o movimento cíclico da água não tenha princípio nem fim. graças ao ciclo hidrológico.(internet) É o fenômeno global de circulação fechada da água entre a superfície terrestre e a atmosfera. costuma-se iniciar seu estudo descritivo pela evaporação da água dos oceanos.Ciclo Hidrológico A água diferencia-se dos demais recursos naturais pela notável propriedade de renovar-se continuamente. retorna ao local de partida. impulsionado fundamentalmente pela energia solar associada à gravidade e à rotação terrestre. (Tucci. 1993) . seguida de sua precipitação sobre a superfície que. coletada pelos cursos d¶ água.

O vapor resultante é transportado em massa de ar que. que usa sectores circulares.Ciclo Hidrológico Há vários processos de visualizar o ciclo hidrológico: . sob certas condições de pressão e temperatura. O mais simples é o apresentado por Colman. feita por Setton.representação quantitativa.Ciclo Hidrológico 1. condensa formando nuvens que dão origem às chuvas.representação qualitativa. . que leva em conta o conceito de unidades relativas. O ciclo tem início com a evaporação da água dos oceanos.1 . feita por Horton. .

d) uma parte pode transformar-se em gelo que posteriormente irá derreter. e) uma parte fica retida em depressões e nas copas das árvores e nos troncos. c) uma parte escoa dando origem aos rios e córregos. . retida pelas plantas.Ciclo Hidrológico A água das chuvas tem vários destinos: a) uma parte evapora-se antes de atingir o chão. b) uma parte infiltra-se dando origem aos lençóis freáticos. é novamente devolvida à atmosfera por evapotranspiração. também uma parte. Entretanto quantidades grandes de água superficial retornam à atmosfera por evaporação.

escoamento superficial G .(R + G + E + T) ) = Ds sendo: P .transpiração das plantas Ds .precipitação que atinge o solo R .evaporação T .escoamento subterrâneo E .Ciclo Hidrológico Para uma dada região pode sintetizar-se o ciclo hidrológico total assim: P .variação no armazenamento nas várias formas de retenção .

Ciclo Hidrológico .

onde o elemento fundamental de análise é a bacia hidrográfica (Tucci. Processos hidrológicos: ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ ‡ Precipitação Intercepção Evaporação e Evapotranspiração Água subterrânea Infiltração Escoamento .Ciclo Hidrológico O ciclo hidrológico é normalmente estudado com maior interesse na fase terrestre. 1993).