Você está na página 1de 3

Histria & Lendas

FORAIS E HISTRIA |Parte III

Jos Manuel Pasadas Pimenta Aluno da UCP

Continuamos a srie de estudos sobre o foral de Mora. No anterior artigo, apresentei a histria dos Forais em sentido geral ou a tambm denominada carta de Foral. No presente artigo, vamos abordar, especificamente, o Foral da Vila de Mora e seus termos.

Imagem 1 - D. Manuel I, 14. Rei de Portugal, cognominado O Venturoso.

A Vila de Mora, como j tinha referido num anterior artigo, apenas obteve carta foral no reinado de D. Manuel, dado em vora a 23 de Novembro de 1519. Este documento foi o primeiro foral de Mora pois,

quela data se afirma que na dita vila e termo no houvesse ora memria de foral por onde os direitos dela se levassem (1).

Imagem 2 Exemplo duma carta de Foral de D. Manuel I.

Do foral podemos concluir que, anteriormente, j o concelho (constitudo, somente por Mora e seu termo) possua um principio de organizao municipal uma vez que tinha at o seu tabelio (2): E o tabelio por haver pouco tempo que o e no pagara ainda a pensa a que obrigado. Declaramos dever de pagar aquela pensa que verdadeiramente for achado que deve pagar segundo os seus antecessores (3). Ao tempo era usual o municpio formar-se e o rei vir posteriormente consumar o facto, outorgando-lhe o foral. que as instituies municipais no derivam exclusivamente da carta de foral, porque tambm havia terras

que deviam a origem da sua organizao administrativa prtica de usos e costumes mantidos a de longa data (4). o caso de Mora. O Foral de Mora e seus termos comea da seguinte maneira: Dom Manuel pela graa de Deus, Rei de Portugal e dos Algarves daqum e alm mar em frica, Senhor da Guin e da Conquista, Navegao e Comrcio da Etipia, Arbia, Prsia e da ndia. A quantos esta nossa Carta de Foral dado Vila de Mora virem fazemos saber que por bem das diligncias e exames que em nossos Reinos e Senhorios mandamos geralmente fazer para justificao e declarao dos Forais deles (5). Este importante documento d fora de lei a alguns usos e costumes existentes e resolve outros. No prximo artigo apresentarei alguns desses assuntos como tambm algumas disposies de carcter fiscal e penal. NOTAS (1) Carta foral de Mora. (2) Tabelio era um profissional do Direito, ao qual competia, por delegao do Poder Pblico intervir nos actos jurdicos. (3) Carta foral de Mora. (4) Gama Barros, Histria da Administrao Pblica em Portugal, 2. ed., vol. IX, pg. 13. (5) Carta foral de Mora.