Você está na página 1de 74
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
INTRODUÇÃO À
ECONOMIA
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Objetivos de um curso de Introdução à Ciência Econômca: • Estimular o
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Objetivos de um curso de Introdução à
Ciência Econômca:
• Estimular o estudante à percepção e ao
interesse pelos problemas econômcos
• Familiarizá-lo com as teorias que se
propõem a analisar os mesmos problemas
• Mostrar o que se pode aprender com esta
ciência social.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Problemas econômicos – presentes a todo o instante de nossas vidas: •
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Problemas econômicos – presentes a todo o instante de nossas
vidas:
• Por que o nordestino possui uma renda per capita muito
inferior à do paulista?
• Porque a expansão da moeda e do crédito pode gerar
inflação?
• Como pode uma desvalorização cambial conduzir a uma
melhora na balança comercial?
• Até onde juros altos reduzem o consumo e estimulam a
poupança?
• Porque a alta do preço do cafezinho reduz a demanda de
açucar?
• Quais as jutificativas técnicas para a existência de tantas
empresas estatais na economia brasileira?
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.1 Teoria e métodos de investigação científica a) Definição -Teoria – conjunto
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.1 Teoria e métodos de investigação
científica
a) Definição -Teoria – conjunto de
idéias sobre a realidade – analisadas
de forma interdependente
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.1 Teoria e métodos de investigação científica b) Componentes das teorias –
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.1 Teoria e métodos de investigação
científica
b) Componentes das teorias
definições (dizem respeito ao significado
dos termos)
argumentos (referem-se às condições
sobre as quais a teoria se sustenta)
hipóteses (são conjecturas relativas à
maneira como as coisas na realidade se
comportam)
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.1 Teoria e métodos de investigação científica c) Modelos - representação das
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.1 Teoria e métodos de investigação
científica
c) Modelos - representação das
principais características dos
componentes de uma teoria –
Ex. A poupança depende da renda e
o investimento da taxa de juros,
porém é do equilibrio de ambos que
a própria renda se equilibra.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.1 Teoria e métodos de investigação científica d) Métodos de análise –
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.1 Teoria e métodos de investigação científica
d) Métodos de análise – raciocínio lógico:
- Indutivo – parte dos fatos específicos para
chegar a conclusões gerais
– Ex. O aumento dos tributos reduz a renda
disponível e logo a demanda, o que por sua vez
ajuda a frear a inflação.
- Dedutivo – parte de conclusões gerais para
explicar o particular
– Ex. Empresa capitalista maximiza o lucro, e
como a Ford é uma empresa capitalista,
maximiza lucro. Tal conclusão pode ser válida,
mas não necessariamente verdadeira.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.2 Natureza da investigação na Ciência Econômica. Diferente da Química, Biologia,
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.2 Natureza da investigação na Ciência
Econômica.
Diferente da Química, Biologia, Física, que
podem reproduzir os fenômenos através
de experimentação controlada em
laboratório, a Economia assim como a
Astronomia necessita esperar pelo tempo
para desenvolver observações, a fim de
serem utilizadas como evidências no teste
das hipóteses sobre o comportamento dos
fenômenos.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.2 Natureza da investigação na Ciência Econômica. A investigação cientifica no campo
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.2 Natureza da investigação na Ciência
Econômica.
A investigação cientifica no campo da
Economia procura testar pela
evidência a estabilidade do
comportamento humano, segundo
uma hipótese formulada
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.2 Natureza da investigação na Ciência Econômica. Uma vez comprovados pela evidência
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.2 Natureza da investigação na Ciência
Econômica.
Uma vez comprovados pela evidência
as leis que explicam o
comportamento humano , elas
passam a fazer parte do conjunto de
conhecimentos que formam a Teoria
Econômica.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.2 Natureza da investigação na Ciência Econômica. Baseados nos postulados da Teoria
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.2 Natureza da investigação na Ciência
Econômica.
Baseados nos postulados da Teoria
existente formulam-se hipóteses a
respeito de como qualquer realidade
se comporta.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.2 Natureza da investigação na Ciência Econômica. Confrontam-se as hipóteses com a
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.2 Natureza da investigação na Ciência
Econômica.
Confrontam-se as hipóteses com a
evidência dos dados de observação
coletados da realidade.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 3.2 Natureza da investigação na Ciência Econômica. Desse confronto tiram-se conclusões:
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
3.2 Natureza da investigação na Ciência
Econômica.
Desse confronto tiram-se conclusões: ou
a teoria explica satisfatoriamente o
comportamento da realidade
econômcia ou deve formular uma
teoria alternativa e mais adequada.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA São Paulo é a primeira cidade na produção industrial brasileira. Este é
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
São Paulo é a primeira cidade na produção
industrial brasileira. Este é um argumento positivo
porque pode ser confrontado com os dados da
realidade. O que não acontece com o seguinte
argumento – São Paulo deveria ser a segunda
cidade porque em primeiro deveria estar Salvador
ou Porto Alegre.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA O salário real deveria ser mais alto para a felicidade geral do
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
O salário real deveria ser mais alto para a
felicidade geral do povo, bem como as
exportações deveriam ser menores para se
poder aumentar o consumo interno, obviamente
tudo isso com uma taxa menor de inflação.
O Governo de Santa Catarina deveria abrir mão
do
imposto sobre os automóveis, assim o preço
ao
consumidor seria menor.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Concepções e definições sobre Ciência Econômica Teoria Econômica – séculos XVIII e
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
Teoria Econômica – séculos XVIII e XIX,
a partir de concepções mecanicistas,
organicistas e posteriormente
humanas. Através das quais os
economistas procuraram interpretar
os principais fenômenos da atividade
econômica.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Concepções e definições sobre Ciência Econômica Organicista – pretendiam que o
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
Organicista – pretendiam que o organismo
econômico se comportasse como um
órgão vivo. Os problemas da natureza
econômica eram expostos numa
terminologia retirada da Biologia – órgãos,
funções, circulação, fluxos, fisiologiaK
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Concepções e definições sobre Ciência Econômica Mecanicista – pretendiam que as leis
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
Mecanicista – pretendiam que as leis da
Economia se comportassem como
determinadas leis da Física e a
terminologia usada era: estática,
dinâmica, aceleração, rotação,
velocidade, fluidez, forçasK
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Concepções e definições sobre Ciência Econômica Concepção humana da Economia – a
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
Concepção humana da Economia – a
Economia repousa sobre os atos
humanos e é por excelência uma
ciência social.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA “Economia é uma ciência social que estuda a administração dos recursos escassos
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
“Economia é uma ciência social que estuda
a administração dos recursos escassos
entre usos alternativos e fins
competitivos” Paul Samuelson
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 4.1 Autonomia e inter-relação com as demais
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
4.1 Autonomia e inter-relação com as
demais
INTRODUÇÃO À ECONOMIA a) Economia e Politica Interdependência secular Política = Arte de Governar =
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
a) Economia e Politica
Interdependência secular
Política = Arte de Governar = Exercício do Poder----
Esse poder tenta exercer domínio sobre a coisa
econômica
Instituições, O Estado, Grupos de Dominação
procuram interferir numa distribuição de renda
que lhes seja conveniente.
Ex. Industriais que querem apropiar-se de crédito
subsidiado ou tarifas aduaneiras que lhes
protejam o mercado interno.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA b) Economia e História Sistemas economicos estão condicionados à evolução histórica da
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
b) Economia e História
Sistemas economicos estão condicionados à
evolução histórica da civilização.
Idéias que constroem as teorias são formadas num
contexto histórico.
A
História do ambiente enriquece os resultados
analiticos.
O
Conhecimento do quadro histórico, político e social
ajuda a entender a evolução dos fatos
econômicos.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA b) Economia e História Os produtores de café conseguiam manter o seu
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
b) Economia e História
Os produtores de café conseguiam manter o seu nível de
renda, num momento de crise, quando
representavam o poder político, nos idos anos do
primeiro quarto do século XX, o que não acontece no
momento atual.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA c) Economia e Geografia Interdependência da atividade econômica Acidentes geográficos
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
c) Economia e Geografia
Interdependência da atividade econômica
Acidentes geográficos
Divisões regionais
Localização de recursos naturais e de industrias
Custos de logistica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA d) Economia e Sociologia Quando a política econômica visa atingir os indivíduos
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
d) Economia e Sociologia
Quando a política econômica visa atingir os indivíduos de
certas classes sociais interfere diretamente no objeto
da sociologia
(dinâmica da mobilidade social entre as diversas classes de renda)
(políticas salariais ou de gastos sociais – educação, saúde, transportes)(
INTRODUÇÃO À ECONOMIA e) Economia, Matemática e Estatística A Economia faz uso da lógica matemática
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
e) Economia, Matemática e Estatística
A Economia faz uso da lógica matemática e das probabilidades
estatísticas.
Muitas relações de comportamento econômico podem ser expressas
por funções matemáticas.
Entretanto a Economia não é uma ciência exata em que se pode
programar os resultados sem erros. Assim estima as relações
econômicas, matemáticamente formuladas, a partir da
minimização dos desvios estatíticos aleatórios (Econometria)
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez Como produzir o
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
Como produzir o máximo de bens e serviços a partir dos recursos
escassos disponíveis a cada sociedade.
Bens Livres – ar, águaK
Bens Econômicos - A escassez dos recursos disponíveis acaba por
gerar a escassez dos bens
Um bem é procurado porque é útil, isto é, tem a capacidade de
satisfazer uma necessidade ou desejo humano.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez Bem – é
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
Bem – é tudo aquilo capaz de atender uma necessidade humana.
Materiais – peso, forma, dimensão. Ex. – automóvel, relógio
Imateriais – hospedagem, aula ministrada, vigilância noturna
Necessidade – qualquer manifestação de desejo que envolva a
escolha de um bem econômico capaz de contribuir para a
sobrevivência ou para a realização social do indivíduo.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos O QUE E QUANTO produzir? – quais os
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
O QUE E QUANTO produzir? – quais os produtos que
deverão ser produzidos e em que quantidades
COMO produzir? – por quem serão os bens e
serviços produzidos, com que recursos e de que
maneira ou processo tecnológico
PARA QUEM produzir? – para quem se destinará a
produção
O problema é – as necessidades são ilimitadas e os
recursos são escassos.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Curva das possibilidades de produção ou curva de transformação 6. Problemas econômicos
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Curva das possibilidades de produção ou curva de transformação
6.
Problemas econômicos básicos
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos Custo de oportunidade – corresponde exatamente ao
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
Custo de oportunidade – corresponde exatamente ao sacrifício do
que se deixou de produzir, ou, em outras palavras o custo ou a perda
do que não foi escolhido e não o ganho do que foi escolhido.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos Todo aluno tem seu custo de oportunidade, que
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
Todo aluno tem seu custo de oportunidade, que é o sacrifício de
estar estudando em vez de estar trabalhando e recebendo salário.
As condições básicas para a existência do custo de oportunidade são:
- recursos limitados
- pleno emprego dos recursos
O que acontecerá se houver desemprego geral dos fatores: homens
desocupados, terras inativas, fábricas ociosas?
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos A produção em P significa 100 mil carros
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
A produção em P significa 100 mil
carros e 15 milhões de camisas.
Poder-se-ia mover para o ponto C
apenas pondo os recursos
ociosos a trabalhar, aumentando
a produção de carros e camisetas
a um só tempo.
O custo de oportunidade para o ponto P é nulo, porque não há sacrifício algum
para se produzir mais ambos os bens.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos Variações nos fatores considerados constantes
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
Variações nos fatores considerados
constantes determinarão um deslocamento da
curva para a direita.
1º. Quanto maiores forem as disponibilidades
de recursos produtivos da economia, mais
afastada da origem a curva estará.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos Variações nos fatores considerados constantes
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
Variações nos fatores considerados
constantes determinarão um deslocamento
da curva para a direita.
2º. Variações tecnológicas iguais para os
processos de produção dos dois bens
deslocarão a curva para a direita
paralelamente.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos Variações nos fatores considerados constantes
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
Variações nos fatores considerados
constantes determinarão um deslocamento
da curva para a direita.
Se a variação tecnológica for maior para o
processo de produção do bem Y, maior será
o deslocamento em relação a esse eixo.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 6. Problemas econômicos básicos Custos crescentes (ou rendimentos decrescentes) – Na
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
6. Problemas econômicos básicos
Custos crescentes (ou rendimentos decrescentes)
– Na medida em que se está consumindo (produzindo) pouco de um bem, o
sacrifício de se consumir (produzir) menos ainda é muito grande.
- Este fenômeno dos custos crescentes surge na medida em que se transfere
recursos adequados e eficientes de uma atividade para outra, onde eles se
apresentam ineficientes e inadequados - Assim, ao insistir somente na
produção de camisetas, tem-se que recorrer aos soldadores de chapas de aço
para costurarem mangas.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica Organizar a economia de forma eficiente
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
Organizar a economia de forma eficiente para com o
mínimo de desperdício possível e dadas a limitações
de recursos resolver o problema de o que, quanto,
como e para quem produzir
Descentralizada – economia de
mercado - ocidental
Centralizada – ou planificação central
– Cuba - China
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1 Os sistemas de preços numa
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1 Os sistemas de preços numa economia de mercado
- Sem a intervenção do Estado
-O Estado é apenas regulador
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.1 O sistema privado de preços.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.1 O sistema privado de preços. Livre
Iniciativa
Nenhum agente econômico se preocupa
em desempenhar o papel de gerenciar o
bom funcionamento do sistema de preços.
Cada qual procura sobreviver na
concorrência imposta pelos mercados, tanto
na venda como na compra.
Todos agindo de forma egoísta, no conjunto
resolvem inconscientemente os problemas
básicos da coletividade.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.1 O sistema privado de preços.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.1 O sistema privado de preços. Livre Iniciativa
O desejo dos indivíduos determinará a magnitude da demanda, e a produção das empresas
determinará a magnitude da oferta.
O
equilíbrio entre a demanda e a oferta será sempre atingido pela flutuação do preço.
O
mecanismo de preços é um vasto sistema de tentativas e erros, de aproximações
sucessivas, para alcançar o equilíbrio entre a oferta e a demanda.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA Preço e quantidade de equilibrio
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Preço e quantidade de equilibrio
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.2 Economia mista de mercado. A
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.2 Economia mista de mercado. A presença do Estado.
O sistema anteriormente descrito apresenta inúmeras imperfeições – é uma
simplificação da vida real
As falhas a impedem de atingir seus objetivos que são:
- Eficiente alocação de recursos
- Distribuição justa da renda
- Estabilidade dos preços (baixíssima inflação)
- Crescimento econômico
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.2 Economia mista de mercado. A
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.2 Economia mista de mercado. A presença do Estado.
As falhas são basicamente 2:
1. Imperfeições na concorrência dos mercados (monopólios, sindicatos,
oligopólios)
2. Efeitos externos que o mercado é incapaz de internalizar no cômputo de seus
benefícios ou custos. Ex. A poluição das fábricas – ninguem paga. Já as
estradas todos pagam e quem tem produção caminhões é que tira proveito.
O Estado pode corrigir essas imperfeições de concorrência
- regulamentando a ação dos oligopólios
- investindo em áreas sociais para reduzir os focos de pobreza
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.3 Elementos de uma economia capitalista
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.3 Elementos de uma economia
capitalista
Capital – “é o conjunto (estoque) de bens
econômicos heterogêneos, tais como,
máquinas, instrumentos, fábricas, terras,
matérias-primas etc., capaz de reproduzir
bens e serviços.”
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.3 Elementos de uma economia capitalista
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.3 Elementos de uma economia
capitalista
Propriedade Privada – é através da
propriedade que o capitalismo se
apropria de parte da renda gerada nas
atividades econômicas. No sistema
capitalista, são os indivíduos que
recebem os juros, os dividendos, os
lucros, os aluguéis e os direitos de
exploração (royalties) dos bens de
capital e das patentes.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.3 Elementos de uma economia capitalista
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.3 Elementos de uma economia capitalista
Divisão do trabalho – divisão de operações complexas em várias partes
simplificadas que permitem a cada individuo exercer o máximo de seu
potencial.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.1.3 Elementos de uma economia capitalista
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.1.3
Elementos de uma economia
capitalista
Moeda
– meio de troca
– reserva de valor
– unidade de contas
– padrão para pagamentos diferidos
no tempo.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica 7.2 Fundamentos de uma economia centralizada
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
7.2 Fundamentos de uma economia
centralizada
Órgãos de planejamento central
determinam o que e quanto, como e
para quem os bens serão produzidos.
1. Faz-se um inventário das necessidades
humanas
2. Faz-se um inventário dos recursos e
das técnicas disponíveis para a
produção.
3. Com base nessas disponibilidades, faz-
se uma seleção das necessidades
prioritárias e fixam-se as quantidades a
serem produzidas de cada bem – são
chamadas metas de produção-
consumo.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 7. O problema da organização econômica O sistema de preços nas economias
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
7. O problema da organização econômica
O sistema de preços nas economias de mercado leva a uma maior eficiência
no uso dos recursos escassos e consequentemente na organização da
produção.
Os controle seletivo das economias centralizadas produzem maior justiça
social na distribuição da produção.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 1. Uma observação inicial 2. Alguns problemas econômicos 3. Métodos de investigação
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
1. Uma observação inicial
2. Alguns problemas econômicos
3. Métodos de investigação da Ciência Econômica
4. Concepções e definições sobre Ciência
Econômica
5. Objeto da Ciência Econômica. A Lei da escassez
6. Problemas econômicos básicos
7. O problema da organização econômica
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência
Econômica
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica Microeconomia (Teoria dos
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica
Microeconomia (Teoria dos Preços)
Estuda a formação dos preços nos
diversos mercados, a partir da ação
conjunta da demanda e da oferta.
Os preços constituem os sinais para o
uso eficiente dos recursos escassos
da sociedade e funciona com um
elemento de exclusão.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica Macroeconomia (Equilíbrio de
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica
Macroeconomia (Equilíbrio de Renda
Nacional)
Estuda as condições de equilíbrio
estável entre a renda e o dispêndio
nacional.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica Desenvolvimento Econômico Estuda
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica
Desenvolvimento Econômico
Estuda o processo de
acumulação dos recursos
escassos e da geração de
tecnologia capazes de
aumentar a produção de bens e
serviços para a sociedade.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA 8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica Economia Internacional Estuda
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
8. Uma divisão didática do estudo da Ciência Econômica
Economia Internacional
Estuda as condições de
equilíbrio do comércio externo
(importações e exportações),
além dos fluxos de capital.
INTRODUÇÃO À ECONOMIA
INTRODUÇÃO À ECONOMIA