Você está na página 1de 210

SolidWorks

®
2008
PROJ ETE MELHORES PRODUTOS
Novidades
©1995-2007, Dassault Systemes
SolidWorks Corporation é uma empresa da Dassault
Systemes S.A. (Nasdaq:DASTY).
300 Baker Avenue
Concord, Massachusetts 01742 EUA
Todos os direitos reservados
Patentes nos Estados Unidos 5.815.154; 6.219.049;
6.219.055; 6.603.486; 6.611.725; 6.844.877; 6.898.560,
6.906.712; 7.184.044; e outras patentes estrangeiras
(p.ex., EP 1.116.190 e J P 3.517.643). Patentes
pendentes nos EUA e no exterior.
As informações e o software discutidos neste
documento estão sujeitos a alterações sem aviso e não
constituem compromissos da SolidWorks.
Nenhum material pode ser reproduzido ou transmitido
sob qualquer forma ou por qualquer meio, eletrônico
ou mecânico, para qualquer finalidade, sem a expressa
permissão por escrito da SolidWorks.
O software discutido neste documento é fornecido sob
licença e pode ser utilizado ou copiado somente de
acordo com os termos dessa licença. Todas as garantias
fornecidas pela SolidWorks referentes a software e
documentação estão estabelecidas no Contrato de
Licença e Serviço de Assinatura da SolidWorks
Corporation, e nada que estiver declarado ou implícito
neste documento ou seu conteúdo deve ser considerado
ou julgado como modificações ou alterações dessas
garantias.
SolidWorks, PDMWorks, 3D PartStream.NET, 3D
ContentCentral, DWGeditor, eDrawings e o logotipo
eDrawings são marcas registradas, e FeatureManager é
uma marca registrada de co-propriedade da SolidWorks.
SolidWorks 2008 é um nome de produto da SolidWorks
Corporation.
COSMOSXpress, DWGgateway, Feature Palette,
PhotoWorks, TolAnalyst e XchangeWorks são marcas
registradas da SolidWorks.
COSMOS e COSMOSWorks são marcas registradas,
e COSMOSMotion, COSMOSDesignStar e
COSMOSFloWorks são marcas registradas da
Structural Research & Analysis Corp.
FeatureWorks é uma marca registrada da Geometric
Software Solutions Co. Ltd.
Outras marcas ou nomes de produtos são marcas
comerciais ou marcas registradas de seus respectivos
proprietários.
SOFTWARE PARA COMPUTADOR COMERCIAL -
PROPRIETÁRIO
Direitos restritos do Governo dos Estados Unidos. O uso,
a duplicação ou a divulgação pelo Governo estão sujeitos
às restrições estabelecidas em FAR 52.227-19 (Software
para computador comercial - Direitos restritos), DFARS
227.7202 (Software para computador comercial e
documentação de Software para computador comercial)
e no contrato de licença, como aplicável.
Contratante/fabricante:
SolidWorks Corporation, 300 Baker Avenue, Concord,
Massachusetts 01742 EUA
Partes deste software ©1990-2007 D-Cubed Ltd.,
©1998-2007 Geometric Software Solutions Co. Ltd.,
©1986-2007 mental images GmbH & Co. KG, ©1996-
2007 Microsoft Corporation, ©1997-2007, Structural
Research & Analysis Corp., ©2000-2007 Tech Soft 3D e
©1998-2007 3Dconnexion, IntelliCAD Technology
Consortium, Independent J PEG Group. Todos os direitos
reservados.
Partes deste software são do PhysX™ da AGEIA, 2006-
2007.
Partes deste software são protegidas por copyright e
são propriedade da UGS Corp. ©2007.
Copyright 1984-2007 Adobe Systems Inc. e seus
licenciados. Todos os direitos reservados.
Protegido pelas patentes nos EUA 5.929.866;
5.943.063; 6.289.364; 6.563.502; 6.639.593; 6.754.382;
patentes pendentes.
Adobe, o logotipo Adobe, Acrobat, o logotipo Adobe
PDF, Distiller e Reader são marcas registradas ou
marcas comerciais da Adobe Systems Inc. nos EUA e
em outros países. Para obter mais informações sobre
direitos autorais, consulte o menu Sobre da Ajuda.
Outras partes do SolidWorks 2008 são concedidas
por licenciados da SolidWorks.
Todos os direitos reservados.
O software PDMWorks Enterprise é ©1998-2007
SolidWorks Nordic AB. Todos os direitos reservados.
Outside In®Viewer Technology ©1992-2007 Stellent
Chicago, Inc.
Novidades do SolidWorks 2008 iii
Introdução
Sobre este livro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . xii
Como utilizar este livro. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . xiii
Conversão de arquivos antigos do SolidWorks para o SolidWorks 2008 . . xiv
Capítulo 1 Interface do usuário
Barra de menus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Barra de ferramentas da barra de menus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Menus da barra de menus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Pesquisa e Ajuda do SolidWorks . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
CommandManager . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Personalizar o CommandManager . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Ativar os suplementos do SolidWorks Office. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Árvore de projeto do FeatureManager. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Exibir/Ocultar itens do FeatureManager . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Filtro da árvore de projeto do FeatureManager. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-5
Rótulos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-6
Barra transparente Exibir . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-7
Barras de ferramentas de contexto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-7
Barras de ferramentas de atalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-8
Abrir e exibir documentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-9
Procurar documentos recentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-9
Procurar documentos abertos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-10
Dicas de ferramentas de visualização de documentos . . . . . . . . . . . . . 1-10
Painel de tarefas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-10
Botões de ferramentas flyout. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-10
Controle de exibição de mensagem. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-11
Sumár i o
Novidades do SolidWorks 2008 iv
Modificar propriedades do documento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-11
Design Clipart. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-12
Capítulo 2 RealView
Fluxo de trabalho do RealView . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Modelos legados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Aparências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
PropertyManager de Aparências. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-3
Cenas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Cenas básicas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Cenas de apresentação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-9
Cenas de estúdio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-10
PropertyManager de Editar cena. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11
Realce dinâmico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-14
Capítulo 3 Esboços
Simetria de esboço 3D. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2
Blocos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
Criar blocos 2D em esboços 3D . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
Área hachurada/preenchida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
PropertyManagers consolidados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-4
Ferramentas de rastreamento automático. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-5
Exibir/ocultar esboço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-6
Criação de esboços no Instant3D . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-6
SketchXpert . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-7
Aprimoramentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-7
Splines . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-8
Continuidade nas alças de manipulação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-8
Restrições de curvatura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-9
Manipuladores de spline disponíveis quando não se está editando um
esboço. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-10
Spline na superfície. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-10
Capítulo 4 Recursos
Superfícies limitantes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2
Opção linear . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2
Influência tangente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2
Novidades do SolidWorks 2008 v
Filetes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Cantos filetados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Seleção de filetes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Série de furos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4
Aprimoramentos:. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4
Assistente de Perfuração. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5
Aprimoramentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5
Instant3D . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6
Padrões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Padrões circulares: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Representações de padrão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Linhas de divisão e peças divididas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9
Linhas de divisão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9
Peças divididas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-9
Varreduras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10
Capítulo 5 Peças
Posicionamentos em sistemas de coordenadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Inserir e espelhar peças. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Inserir esboços ao inserir peças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Quebrar o vínculo com uma peça. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Propriedades personalizadas de peças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
Posição automática de peças usando referências de posicionamento. . 5-3
Isolar corpos no modo de Peça . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4
Capítulo 6 Montagens
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Estatísticas de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Referências . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Análise de empilhamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Estados de exibição no eDrawings®. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
AssemblyXpert. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Componentes derivados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3
Propriedades personalizadas de componentes espelhados. . . . . . . . . . 6-3
Padrões de componentes derivados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3
Alinhamento de furos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-6
Novidades do SolidWorks 2008 vi
Projeto de montagem com base em layout . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
Componentes virtuais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
Esboços de layout. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8
Posicionamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-9
Ícones de posicionamentos na árvore de projeto do FeatureManager. . 6-9
Posicionamento em relação a origens e sistemas de coordenadas . . . . 6-9
PropertyManager de Posicionamento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-10
Copiar com posicionamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-12
Seleção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
Selecionar submontagens na área de gráficos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
Ferramentas de seleção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
Seleção avançada de componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
Filtrar a árvore de projeto do FeatureManager . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
Exibir componentes ocultos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-16
Representações simplificadas de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-17
Visão geral. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-17
Estados de exibição . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-18
Carregamento seletivo de componentes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-18
Comportamento legado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-20
Componentes de fixação inteligentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-21
Capítulo 7 Configurações
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Recurso Tabela de projeto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Furos do Assistente de Perfuração. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Caixa de diálogo Modificar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Criar um PropertyManager para configurar componentes. . . . . . . . . . . . . . 7-2
Criar e modificar configurações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Peças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-4
Montagens. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Capítulo 8 Estudos de movimento
Interface dos estudos de movimento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2
Níveis de funcionalidade. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2
Aprimoramentos do MotionManager . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Painel dobrável . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Filtros. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Pontos-chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Velocidade de reprodução. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-3
Salvar animação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Novidades do SolidWorks 2008 vii
Movimento de montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Adicionar motores a animações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Simulação física. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Contatos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Molas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
COSMOSMotion . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Propriedades analíticas de posicionamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Amortecedores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Peças fixas e flutuantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Estudos legados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Plotagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Manipulação de restrições redundantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Balões em notas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Texto do balão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Caixa de diálogo removida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Alinhamento de dimensões. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Propriedades de dimensão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Linhas de chamada. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Folhas de desenho. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-3
Novos desenhos em Abrir documentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-3
Copiar folhas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-3
Inserir imagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-3
Vistas de desenho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-3
Vistas quebradas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-3
Vistas de seção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-4
Vistas de anotação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-4
Alinhamento de entidades de esboço. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-4
Lista de materiais. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-5
Conteúdo das colunas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-5
Modificações de propriedade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-5
Componentes virtuais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-5
Utilização de materiais em soldagens. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-6
Novidades do SolidWorks 2008 viii
Tabelas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-6
Editar células. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-6
Editar células externamente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-6
Editar tabelas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-6
Equações em células . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-7
Ajustar texto em uma célula ou nota. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-7
Cabeçalho e status de balões. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-8
Posição do cabeçalho. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-8
Ocultar e exibir linhas e colunas em tabelas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-8
Alterar fontes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-8
Modificar colunas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-8
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-2
DimXpert para peças . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-3
Recursos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-3
Uso do DimXpert. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-4
TolAnalyst. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-11
Capítulo 11 COSMOSWorks
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-2
Consultor de análise . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-2
Material hiperelástico Mooney-Rivlin e Ogden (A) . . . . . . . . . . . . . . . . 11-3
Cascas exibidas de acordo com a espessura ou o material . . . . . . . . . 11-3
Novos tipos de estudo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-3
Estudo de vaso de pressão (P). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-3
Estudo dinâmico linear (A) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-3
Estudo dinâmico não linear (A) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-8
Exemplo de estudo dinâmico linear (A). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-9
Estudos de análise. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-12
Vigas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-13
Cenários de projeto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-14
Suporte para grandes deslocamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-15
Rastreador de tendência (P) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-15
Cargas e restrições . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-15
Conectores de parafuso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-16
Conectores de pino. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-17
Malha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-17
Contato e união . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-18
Reforços . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-19
Novidades do SolidWorks 2008 ix
Visualização de resultados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-20
Plotagens de percepção do projeto. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-21
Linearização de tensão (P) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-22
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Instalação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-2
API (Interface de Programação de Aplicativo). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-2
DFMXpress . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-7
Verificações de regra. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-7
Configuração de regras. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-8
DriveWorksXpress . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-8
Visão geral. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-9
Capturar parâmetros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-9
Criar propriedades personalizadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-9
Criar formulários de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-9
Criar regras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-10
Executar os modelos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-10
eDrawings . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-11
Desenhos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-11
Mozilla Firefox. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-11
Visualizações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-11
Arquivos do Pro/ENGINEER. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-11
Alimentação RSS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-12
Estados de exibição do SolidWorks . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-12
Arquivos STL (estereolitografia) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-12
Arquiv os XPS (XML Paper Specification). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-12
Importar/Exportar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-13
Adobe Illustrator . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-13
Adobe Photoshop . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-13
Autodesk Inventor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-13
Mapeamento DXF/DWG . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-13
Padrões planos de chapa metálica. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-14
Pro/ENGINEER. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-14
Rhino. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-14
Arquivos XPS (XML Paper Specification) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-14
SolidWorks Explorer. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-15
Visualizações no painel direito . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-15
Rótulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-15
Projeto de moldes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-16
MoldflowXpress. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-16
Novidades do SolidWorks 2008 x
Chapa metálica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-16
Adicionar cordões de solda a peças de chapa metálica. . . . . . . . . . . 12-16
Exportar padrões planos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-16
SolidWorks Rx . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-17
Soldagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-18
Transferir informações de lista de corte com o corpo da soldagem . . 12-18
Lista de materiais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-18
Corpos de soldagem com espaçamentos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-18
Orientação de perfil de componente estrutural . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12-19
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
FeatureWorks. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-2
Reconhecimento automático de recursos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-2
Ferramenta Redimensionar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-3
Varreduras de base com loops internos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-4
PhotoWorks . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-5
Processamento de documentos em lote. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-5
Mapeamento de ambiente cúbico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-6
Iluminação indireta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-7
Aparências e Cenas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-9
PropertyManager de Aparências. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-9
Aparências emissivas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-10
Editor de cena do PhotoWorks . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-11
Opções do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-13
Ajuste da imagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-14
Usar atenuação realística . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-15
SolidWorks Design Checker. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-16
Verificação de documentos a partir de arquivos DWG . . . . . . . . . . . . 13-16
Verificações de nível de estado crítico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-16
Duplicação de verificações de fonte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-17
Múltiplos arquivos de padrões para documentos ativos . . . . . . . . . . . 13-17
Verificações de documentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-18
Verificações de dimensões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-18
Verificações de documentos de desenho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-19
Verificações de documentos de peça . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-19
Verificações de documentos de montagem. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-20
Verificações de recursos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-20
SolidWorks Task Scheduler . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-20
Exportar arquivos do PDMWorks . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-20
Renderização e Animação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-21
Dissecar arquivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-21
Novidades do SolidWorks 2008 xi
SolidWorks Utilities. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-22
Comparar documentos – Montagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-22
Pintura de recursos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-22
Localizar/Substituir Anotações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-22
Aprimoramentos de Simplificar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-22
Verificação de simetria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-23
Análise de espessura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-24
PDMWorks Workgroup. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-24
Suporte para PDF (Portable Document Format). . . . . . . . . . . . . . . . . 13-24
Exibir no eDrawings as propriedades de documento alteradas . . . . . 13-25
Importar e exportar o vault do PDMWorks Workgroup . . . . . . . . . . . . 13-26
Toolbox. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-26
Dimensionamento automático de componentes do Toolbox. . . . . . . . 13-26
Conteúdo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13-28
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
ScanTo3D. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-2
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-2
Análise de desvio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-5
Ferramentas de edição de mallha. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-6
Assistente de Curva . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-7
Assistente de Preparação de Malha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-8
Assistente de Superfície . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-10
SolidWorks Routing . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-14
Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-14
Conectores elétricos com múltiplos pontos de conexão. . . . . . . . . . . 14-14
Comprimento fixo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-14
Pontos de conexão e pontos de rota de peso leve. . . . . . . . . . . . . . . 14-15
Comprimentos de peças de estoque para tubulação rígida . . . . . . . . 14-15
Opções . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-15
Rota automática . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-16
Rotas planificadas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-16
TolAnalyst. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14-17
Novidades do SolidWorks 2008 xii
I nt r oduç ão
Sobre este livro
Este livro destaca e ajuda a compreender os novos recursos do software
SolidWorks
®
2008. Ele apresenta conceitos e oferece exemplos passo a
passo para muitas das novas funções.
Este livro não aborda todos os detalhes das novas funções dessa versão do
software. Para obter uma cobertura completa, consulte a Ajuda do SolidWorks.
Público-alvo
Este livro se destina a usuários experientes do software SolidWorks e presume que
você tenha um bom conhecimento prático em alguma das versões anteriores. Se
você é um novo usuário do software, recomendamos ler o guia Início Rápido, fazer
as lições dos Tutoriais SolidWorks e entrar em contato com seu revendedor para
obter informações sobre turmas de treinamento do SolidWorks.
Recursos adicionais
Novidades interativas é um outro recurso através do qual você pode conhecer
as novas funcionalidades do software SolidWorks. Clique em ao lado dos
novos itens de menu e no título dos novos e modificados PropertyManagers para
conhecer as novidades sobre o comando. Um tópico da ajuda é exibido com o
texto deste manual.
Últimas alterações
Este livro pode não incluir todos os melhoramentos realizados no software
SolidWorks 2008. As últimas alterações estão documentadas nas Notas de versão
do SolidWorks.
Novidades do SolidWorks 2008 xiii
Como utilizar este livro
Arquivos de exemplo
Use este livro juntamente com os arquivos de peça, montagem e desenho fornecidos.
Os arquivos de exemplo estão localizados na pasta <install_dir>\samples\whatsnew.
Como alguns arquivos de exemplo são utilizados em mais de um exemplo, eles são
instalados como arquivos somente de leitura para evitar que sejam modificados.
Convenções usadas neste livro
Novidades do SolidWorks 2008: Alguns procedimentos
são fornecidos em arquivos separados, do tipo tutorial,
denominados Exemplos práticos. Se uma seção deste livro
possuir um Exemplo prático relacionado, é fornecido um
hiperlink para que ele possa ser acessado.
Convenção Significado
Negrito Qualquer ferramenta, item de menu ou
arquivo de exemplo do SolidWorks
Itálico Refere-se a livros e outros documentos,
ou enfatiza o texto
Dica
Faz referência à Ajuda do SolidWorks
Azul sublinhado Hiperlinks para a Ajuda do SolidWorks ou
para um Exemplo prático
Novidades do SolidWorks 2008 xiv
Conversão de arquivos antigos do SolidWorks para o SolidWorks 2008
A abertura de um documento de versões anteriores do SolidWorks pode levar
umtempo adicional. Após o arquivo ser aberto e salvo, o tempo das aberturas
subseqüentes voltará ao normal.
Você pode usar o Assistente de Conversão do SolidWorks para converter
automaticamente todos os arquivos de versões anteriores para o formato da
versão 2008. Para acessar o Assistente de Conversão, clique em Iniciar no
Windows, em seguida Todos os programas, SolidWorks 2008, Ferramentas
SolidWorks, Assistente de conversão.
São criados dois arquivos de relatório na pasta de conversão:
• Conversion Wizard Done.txt contém a lista de arquivos convertidos.
• Conversion Wizard Failed.txt contém a lista de arquivos que não foram
convertidos.
Depois que você converte os arquivos para o formato da
versão 2008, eles não podem mais ser abertos em versões
anteriores do software SolidWorks.
Novidades do SolidWorks 2008 1-1
1
I n t er f ac e d o u s u ár i o
Este capítulo descreve os aprimoramentos dainterface do usuário nas seguintes
áreas:
Barra de menus
CommandManager
Árvore de projeto do FeatureManager
®
Marcas
Barra transparente Exibir
Barras de ferramentas do contexto
Barras de ferramentas de atalho
Navegador de documentos recentes
Abrir navegador de documento
Painel de tarefas
Botões de ferramentas flyout
Controle de exibição de mensagem
Design Clipart
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-2
Bar r a de menus
A interface do usuário do SolidWorks 2008 foi redesenhada para fazer uso máximo
do espaço. Além do título do documento atual, uma nova barra de menus contém
um subconjunto de ferramentas da barra de ferramentas Padrão, os menus do
SolidWorks, a caixa oval da Pesquisa do SolidWorks e um menu flyout de opções
da Ajuda.
Bar r a de f er r amentas da bar r a de menus
Na exibição predetermionada da barra de menus, somente os botões da barra de
ferramentas estão visíveis.
Você pode personalizar essa barra de ferramentas da mesma maneira que fazia
nas versões anteriores do SolidWorks.
Consulte Personalizar comandos na Ajuda.
Menus da bar r a de menus
Os menus estão ocultos por padrão. Para exibi-los, posicioneo cursor do mouse
sobre, ou clique, no logotipo do SolidWorks.
Para manter os menus visíveis, use o persevejo para manter a barra aberta.
Todos os itens de menu são exibidos por padrão. Você pode personalizar os
menus para ocultar as opções que você não usa.
Consulte Personalizar menus na Ajuda.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-3
Pesqui sa e Aj uda do Sol i dWor ks
A Pesquisa do SolidWorks oval agora está localizada à direita da barra de menus,
juntamente com um menu flyout com opções da Ajuda.
A ferramenta Pesquisa do SolidWorks inclui gráficos (quando disponíveis) dos
itens encontrados durante a pesquisa. Os resultados da pesquisa são mostrados na
visualização Pesquisa do Painel de tarefas. Como os itens do Toolbox, os itens
de pesquisa podem ser arrastados até a área de gráficos para serem adicionados
ao seu modelo. Os resultados da pesquisa podem incluir itens de catálogos de
fornecedores da 3D ContentCentral
®
.
CommandManager
O CommandManager, quando exibido, está sempre fixado acima da área
de gráficos.
As guias abaixo do lado esquerdo do CommandManager permitem alterar a
exibição dos comandos: elas substituem os botões de área de controle das versões
anteriores do SolidWorks. As guias exibidas por padrão dependem do tipo de
documento aberto e da personalização do fluxo de trabalho que você selecionou.
Per sonal i zar o CommandManager
Você pode personalizar as guias do CommandManager:
• Adicionando guias personalizadas e botões de ferramenta
• Alterando etiquetas de botões de ferramentas
• Exibindo ou ocultando guias
Consulte CommandManager na Ajuda.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-4
At i var os supl ement os do Sol i dWor ks Of f i ce
Se você tem o SolidWorks Office, SolidWorks Office Professional ou SolidWorks
Office Premium, a guia Produtos Office é exibida no CommandManager.
Use o flyout SolidWorks Office para ativar os suplementos do SolidWorks Office
instalados no seu computador e exibir seus comandos usados com maior
freqüência.
Ár vor e de pr oj et o do Feat ur eManager
Novos comandos permitem que você controle o que é exibido na árvore de projeto
do FeatureManager.
Você pode:
• Exibir ou ocultar itens do FeatureManager
• Filtrar a árvore de projeto do FeatureManager
Além disso, novos ícones na árvore de projeto do FeatureManager identificam as
variantes dos recursos. Por exemplo, os posicionamentos agora têm ícones
específicos para indicar seu tipo. Consulte Ícones de posicionamentos na árvore
de projeto do FeatureManager na página 6-9.
Exi bi r /Ocul tar i t ens do Feat ur eManager
Você pode controlar a visibilidade de itens como o Fichário do projeto e
Equações .
Para definir a visibilidade de itens na árvore de projeto do FeatureManager:
1 Clique em Opções (barra de menus) ou em Ferramentas, Opções.
2 Na guia Opções do sistema, clique em FeatureManager.
3 Em Ocultar/Exibir itens da árvore, selecione uma das seguintes opções para
cada item:
• Automática. Exibe o item se ele estiver presente. Caso contrário, ele fica
oculto.
• Ocultar/Exibir. Sempre oculta ou exibe o item.
4 Clique em OK.
Na árvore de projeto do FeatureManager, você pode acessar itens ocultos clicando
com o botão direito no ícone da árvore de nível superior e selecionando Itens
ocultos na árvore.
Consulte Opções do FeatureManager na Ajuda.
Você também pode acessar as opções para ocultar/exibir expandindo
o menu de atalho e selecionando Exibir/Ocultar itens da árvore.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-5
Fi l t r o da ár vor e de pr oj et o do Feat ur eManager
O filtro da árvore de projeto do FeatureManager permite que você pesquise
recursos específicos de peças e componentes das montagens.
É possível filtrar por:
• Tipos de recursos
• Nomes de recursos
• Esboços
• Pastas
• Posicionamentos
• Rótulos definidos pelo usuário
• Propriedades personalizadas
Para filtrar a árvore de projeto do FeatureManager:
1 No FeatureManager, no campo do filtro , digite uma palavra-
chave.
Em uma montagem, clique na seta para baixo para selecionar parâmetros
adicionais, como para configurar a área de gráficos para exibir somente itens
que correspondem ao critério de filtragem. Consulte Filtrar a árvore de projeto
do FeatureManager na página 6-14.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-6
2 Para exibir todos os recursos novamente, clique em no campo do filtro.
Rót ul os
Os rótulos são palavras-chave que você adiciona a documentos e recursos do
SolidWorks para torná-los mais fáceis de filtrar e de pesquisar.
• Para facilitar a filtragem da árvore do FeatureManager, adicione rótulos
a determinados recursos na área de gráficos.
• Para facilitar a pesquisa, adicione rótulos a determinados documentos:
• Na guia do File Explorer no painel de tarefas
• No painel do File Explorer no SolidWorks Explorer
Consulte Rótulos na Ajuda.
Consulte Filtrar a árvore de projeto do FeatureManager na Ajuda.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-7
Bar r a t r anspar ent e Exi bi r
Uma barra de ferramentas transparente em cada viewport fornece todas as
ferramentas comuns necessárias para manipular a vista.
Não é possível excluir ou ocultar a barra de ferramentas transparente Exibir.
As vistas personalizadas e de câmera definidas por você aparecem no flyout
Orientações da vista .
O flyout Filtros de vista permite controlar a visibilidade de vários itens na
área de gráficos, como anotações e relações de esboço, ao mesmo tempo.
Consulte Barra transparente Exibir na Ajuda.
Bar r as de f er r amentas de cont ext o
Quando você seleciona itens na área de gráficos ou na geometria da árvore de
projeto do FeatureManager, aparecem barras de ferramentas do contexto para
oferecer acesso a ações freqüentemente realizadas nesse contexto, como, por
exemplo, editar o esboço de uma face selecionada. As ferramentas da barra de
ferramentas do contexto são um subconjunto de itens previamente encontrados
nos menus de atalho. Você ainda pode clicar com o botão direito enquanto a barra
de ferramentas do contexto está sendo exibida para ver os itens de menu
adicionais relacionados ao item que está selecionado no momento.
As barras de ferramentas do contexto estão disponíveis para as opções de uso
mais comum. Para obter informações sobre o uso de uma barra de ferramentas
do contexto em tabelas de desenho, consulte Editar tabelas na página 9-6.
Consulte Barras de ferramentas do contexto na Ajuda.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-8
Bar r as de f er r amentas de atal ho
Barras de ferramentas personalizáveis permitem que você crie seu próprio
conjunto de comandos “não de contexto” para cada um dos seguintes modos:
• Peça
• Montagem
• Desenho
• Esboço
Para exibir estas barras, use um atalho de teclado definido pelo usuário. O atalho
predeterminado é a tecla “S”.
Consulte Barras de atalhos na Ajuda.
Para personalizar a barra de atalhos:
1 Sem nada selecionado na área de gráficos, pressione S.
2 Clique com o botão direito na barra de atalhos predeterminada que é aberta
e selecione Personalizar.
3 Para adicionar comandos, na guia Comandos, selecione as categorias e
arraste as ferramentas até a barra de ferramentas de atalhos.
4 Com a caixa de diálogo Personalizar aberta, você também pode:
• Remover uma ferramenta arrastando-a para fora da barra de atalhos.
• Redimensionar a barra de atalhos movendo o ponteiro até uma borda
e arrastando-a.
• Alterar o atalho de teclado clicando na guia Teclado, classificando por
Comando, acessando a Barra de atalhos e alterando o valor de Atalho(s).
5 Clique em OK para fechar a caixa de diálogo Personalizar.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-9
Abr i r e exi bi r document os
Novos recursos facilitam a seleção do documento a ser aberto ou exibido.
Consulte Abrir e exibir documentos na Ajuda.
Pr ocur ar document os r ecent es
Você pode selecionar o documento a ser ativado ou carregado pelo nome ou em
uma visualização no navegador de documentos recentes.
Para selecionar visualmente um documento entre os que foram exibidos
recentemente:
1 Clique em Arquivo, Procurar nos documentos recentes ou pressione R no
teclado.
2 No navegador, posicione o ponteiro sobre a visualização para exibir o caminho
completo do documento.
3 Para abrir o documento, clique na visualização.
4 Para fechar o navegador sem selecionar um documento, clique fora dele ou
pressione Esc.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-10
Pr ocur ar document os aber t os
Você pode selecionar um documento atualmente aberto para ser exibido pelo
nome ou em uma visualização no navegador de documento aberto.
Para selecionar visualmente um documento nos documentos abertos:
1 Clique em Janela, Procurar documentos abertos ou mantenha a tecla Ctrl
pressionada enquanto pressiona Tab.
2 Para percorrer os documentos no navegador, posicione o ponteiro sobre as
visualizações ou pressione Tab (continue mantendo Ctrl pressionada).
A visualização é realçada e o caminho completo do documento aparece no topo
do navegador.
3 Para selecionar o documento, clique na visualização ou solte a tecla Ctrl.
Di cas de f er r amentas de vi sual i zação de document os
Quando você posiciona o ponteiro do mouse sobre o nome de um documento na
lista de documentos recentes do menu Arquivo ou na lista de documentos abertos
do menu do Windows, aparece uma dica de ferramenta de visualização.
Para abrir ou exibir o documento, clique no seu nome.
Pai nel de t ar ef as
O comportamento do Painel de tarefas foi alterado para proporcionar mais espaço
na área de gráficos.
Consulte Painel de tarefas na Ajuda.
Embora possa ser movido para qualquer local na tela, o Painel de tarefas só pode
ser fixado no lado direito da janela do SolidWorks, com as guias se estendendo
para a esquerda quando está fixado e para cima quando não está fixado.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-11
Bot ões de f er r amentas f l yout
Comandos semelhantes estão agrupados em botões flyout nas barras de
ferramentas e no CommandManager. Por exemplo, as variantes do retângulo são
agrupadas em um botão com um controle flyout.
Quando você clica em um botão flyout sem expandir:
• Para alguns comandos como Esboço, o comando mais freqüentemente
utilizado é executado. Esse comando é o primeiro da lista e é exibido no
botão.
• Para comandos usados para esboçar formas como retângulos, círculos e
elípses, agora é mais fácil criar repetidamente variantes da mesma forma.
Quando você cria uma forma, o ícone do botão passa a ser o daquela forma.
Se você clica no botão novamente sem expandir o flyout, é executado o
comando mais recentemente usado.
Por exemplo, o ícone e comando do retângulo predeterminado é um
retângulo de canto. Se você esboça um paralelogramo, o ícone do botão
muda para um paralelogramo. Se em seguida você quiser esboçar um
retângulo, a forma predeterminada ainda será um paralelogramo, e você terá
que expandir o flyout.
Consulte Botões de ferramentas flyout na Ajuda.
Cont r ol e de exi bi ção de mensagem
Você agora pode suprimir muitas mensagens marcando Não perguntar
novamente quando a mensagem aparece.
Se decidir mais tarde que a mensagem deve ser exibida, você pode reativá-la.
Consulte Opções avançadas do sistema na Ajuda.
Para reativar uma mensagem suprimida:
1 Clique em Opções (barra de ferramentas Menu) ou emFerramentas,
Opções.
2 Na guia Opções do sistema, clique em Avançado.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-12
3 Em Mensagens descartadas (mensagens marcadas serão exibidas
novamente), selecione a mensagem que deseja exibir.
Modi f i car pr opr i edades do document o
Você pode modificar as propriedades de documentos do SolidWorks sem abrir
o documento ou mesmo o SolidWorks. O Windows Explorer, o SolidWorks File
Explorer ou o SolidWorks Explorer podem ser usados para modificar as
propriedades Personalizar e Resumo de um documento.
Capítulo 1 Interface do usuário
Novidades do SolidWorks 2008 1-13
Com o SolidWorks File Explorer ou o Windows Explorer:
1 Com o documento fechado, clique com o botão direito no nome do arquivo
e selecione Propriedades.
2 Você pode editar as propriedades nas guias Personalizar e Resumo. Suas
edições estarão em vigor da próxima vez que o documento for aberto. Consulte
Modificações de propriedade na página 9-5.
Com o suplemento PDMWorks Workgroup do SolidWorks Explorer:
1 Selecione um documento no painel do vault do SolidWorks Explorer.
2 No painel direito, na guia Propriedades, clique duas vezes em uma propriedade
existente e modifique-a.
Desi gn Cl i par t
O Design Clipart permite reutilizar esboços, recursos,
vistas e tabelas dos modelos e desenhos do SolidWorks
e de dados de arquivos DWG e DXF. O Design Clipart
disseca os arquivos SolidWorks, DWG e DXF e extrai os
dados para que eles possam ser reutilizados no
SolidWorks.
1 Consulte Instant3D na página 4-6 e Dissect Files na
página 13-21.
Novidades do SolidWorks 2008 2-1
2
Real Vi ew
Este capítulo descreve os aprimoramentos dos gráficos nas seguintes áreas:
Fluxo de trabalho do RealView
Aparências
Cenas
Realce dinâmico
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-2
Fl uxo de t r abal ho do Real Vi ew
Em sistemas compatíveis com o RealView, você pode adicionar Aparências
e Cenas para exibir modelos e ambientes foto-realísticos.
• Aparências. Os materiais são chamados de Aparências. A aparência de um
modelo é diferente de suas propriedades físicas. Por exemplo, você pode
atribuir a um modelo a propriedade física do aço inoxidável, mas a aparência
de pintura automotiva brilhante.
• Cenas. As cenas afetam as aparências exibindo diferentes ambientes, incluindo
pisos refletivos, fotos que envolvem o modelo e reflexos de plano de fundo.
Com o RealView desligado, você ainda pode aplicar texturas e cores usando
Materiais e Cores. Entretanto, o fluxo de trabalho preferencial com o RealView
ligado é usar as Aparências e Cenas a partir do painel de tarefas.
Model os l egados
Para usar o RealView:
Na barra transparente Exibir:
• Expanda Configurações de vista e clique em Gráficos RealView
para ativar/desativar o RealView.
• Cliqu em Aplicar cena para percorrer as cenas (consulte Cenas na
página 2-8) e aplicar a cena consecutiva seguinte. As cenas são organizadas
na mesma ordem da pasta Cenas no Painel de Tarefas.
• Expanda Aplicar cena e selecione a cena a ser aplicada.
Certifique-se de ter os últimos drivers instalados. Algumas placas
gráficas compatíveis com o RealView podem não exibir todos os
efeitos (auto-sombreado e reflexos).
Visite o site: www.solidworks.com/pages/services/
videocardtesting.html.
SolidWorks 2007 RealView ligado
RealView
desligado
Cores e texturas do
SolidWorks
Aparências usa "plástico"
como valor predeterminado
Cores e texturas
do SolidWorks
Cores e texturas do
SolidWorks e aparências
do PhotoWorks

As aparências do PhotoWorks
substituem as cores e texturas
do SolidWorks
Cores e texturas
do SolidWorks
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-3
No painel de tarefas, selecione a guia RealView para exibir:
• Aparências .
• Cenas .
Apar ênci as
Para aplicar aparências:
1 Expanda a guia Aparências em RealView no Painel de Tarefas.
2 Procure nas pastas de aparências no painel superior.
3 Selecione uma visualização no painel inferior e:
4 Para modificar aparências predeterminadas, pressione Alt para exibir
o PropertyManager de Aparências com as guias Cor/Imagem e
Mapeamento .
Pr oper t yManager de Apar ênci as
Guia Cor/Imagem
A guia Cor/Imagem controla a seleção e as propriedades das cores.
• Geometria selecionada. Seleciona a geometria com filtros e remove a
aparência.
• Cor. Altera a cor.
Guia Mapeamento
A guia Mapeamento controla a orientação da aparência (por exemplo, a
direção das fibras da madeira). Aparências sem textura ou padrão, como Vidro
brilhante, não possuem mapeamento.
Você pode também adicionar planos de fundo em Opções ,
Cores.
Arraste uma aparência até: Para aplicar a aparência:
a área de gráficos. à peça inteira.
recursos ou entidades de corpos pré-
selecionados na árvore de projeto do
FeatureManager.
aos recursos ou corpos.
faces pré-selecionadas do modelo. às faces selecionadas do modelo.
Para aplicar aparências sem exibir o PropertyManager de
Aparências, execute as etapas de 1 a 3.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-4
Estilo de mapeamento
• Direção do eixo. Ajusta a direção da projeção das aparências, mapeando-as
com base em coordenadas (xy, zx ou yz), a Vista atual (Isométrica, Frontal,
etc), ou uma Referência selecionada do modelo (faces, arestas, etc.).
• Rotação. Ajusta o ângulo do mapeamento.
Mapeamento de caixa Modelos com
múltiplos lados
Mapeamento de superfície Faces
Mapeamento plano Faces planas
Mapeamento esférico Modelos esféricos
Mapeamento cilíndrico Modelos cilíndricos
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-5
Mapeamento de caixa
Mapeamento plano
Mapeamento de superfície
Mapeamento esférico
Mapeamento cilíndrico
O estilo predetermiando do mapeamento é baseado na geometria do modelo. A aparência xadrez foi
aplicada a todos os modelos mostrados abaixo. Somente o estilo de mapeamento foi alterado. Em geral,
você precisa ajustar o estilo e o tamanho do mapeamento (consulte Tamanho de mapeamento na
página 2-6) para otimizar a aparência do modelo.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-6
Tamanho de mapeamento
Para editar aparências:
t appearances:
1 Clique com o botão direito em um modelo na área de gráficos para exibir o
menu do contexto.
2 No menu do contexto, expanda o botão Chamada de aparência
3 Na Chamada de Aparências, clique no bloco adjacente à entidade que
você quer modificar.
4 No PropertyManager de Aparências, selecione a guia Cor/Imagem ou
Mapeamento e aplique as alterações.
5 Clique em .
Tamanho de mapeamento pequeno
Tamanho de mapeamento regular
Tamanho de mapeamento grande
Para exibir reflexos realistas em aparências brilhantes como
cromados ou pinturas de alto brilho, você precisa adicionar
uma cena que inclui um ambiente.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-7
Consulte Aparências na Ajuda.
Plano de fundo predefinido do RealView
com piso refletivo e nenhuma cena
aplicada. Os reflexos são genéricos.
Cena Cozinha quente aplicada (piso
não refletivo). Os reflexos representam
uma cena real.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-8
Cenas
Cenas bási cas
Este tipo de cena se caracteriza por um plano de fundo simples e iluminação.
Os exemplos incluem Cozinha quente e Espaço de escritório.
Para modificar a posição das sombras, expanda Luzes,
Câmeras e Cena e mude a posição da primeira luz
Direcional na pasta.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-9
Cenas de apr esentação
Este tipo de cena se caracteriza por um plano de fundo que se torna parte do
ambiente. Os exemplos são Sala com piso de madeira e Plano de fundo de
pátio.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-10
Cenas de est údi o
Cenas de estúdio combinam elementos dos dois tipos anteriores. Os exemplos
são Piso refletivo xadrez e Iluminação de restaurante.
Para aplicar cenas:
• Expanda Cenas no painel de tarefas de RealView e arraste uma
visualização até a área de gráficos.
• Clique em Aplicar cena (barra de ferramentas Exibir) para
aplicar a próxima cena consecutiva. Por exemplo:
se a cena atual for Cozinha quente e você clicar em ,
Cozinha branca será aplicada.
• Expanda para exibir todas as cenas. Selecione uma cena e
clique para aplicá-la.
Exemplo prático
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-11
Pr oper t yManager de Edi tar cena
Para editar cenas:
1 Na árvore de projeto do FeatureManager, expanda Luzes, câmeras e cena .
2 Clique duas vezes em Cena para abrir o PropertyManager de Editar cena.
Local do piso
• Posição por seleção. Inverte o piso em relação à geometria do modelo
selecionado com base na face plana que você escolheu.
• Inverter direção do piso . Transforma o teto em piso.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-12
• Offset . Aplica um offset à geometria do modelo em relação ao piso da cena.
Defina valores ou arraste os ponteiros.
• Rotação. Gira o piso. Defina valores ou arraste os ponteiros.
Quando se aplica offset aos modelos, as sombras e os reflexos são alterados.
A direção das tábuas do piso e a orientação da parede do fundo foram alteradas, mas
as fibras da madeira da mesa permanecem constantes.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-13
Escala
Controla o tamanho do ambiente. As alterações na escala são visíveis em cenas
como o tabuleiro de xadrez. Para modificar a escala, desmarque Redimensionar
automático e defina valores para Largura, Profundidade e Altura, ou arraste os
ponteiros.
Rotação de ambiente
Defina um valor para a rotação da imagem do plano de fundo em relação a um
eixo normal ao piso.
Consulte Cenas na Ajuda on-line.
Capítulo 2 RealView
Novidades do SolidWorks 2008 2-14
Real ce di nâmi co
Com o RealView, o realce de arestas, faces ou recursos selecionados foi alterado.
As arestas brilham e as aparências são misturadas.
RealView desmarcado RealView selecionado
Novidades do SolidWorks 2008 3-1
3
Es b o ç o s
Este capítulo descreve os aprimoramentos dacriação de esboços nas seguintes
áreas:
Simetria de esboço 3D
Blocos
PropertyManagers consolidados
Ferramentas de rastreamento automático
Exibir/ocultar esboços
Criação de esboços no Instant3D
SketchXpert
Splines
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-2
Si met r i a de esboço 3D
A simetria em relação a uma linha está disponível para esboços 3D em um plano
quando todas as entidades estão no plano. O espelhamento e o espelhamento
dinâmico também estão disponíveis nesse modo. A restrição de simetria entre
duas entidades e um plano está disponível para esboços 3D.
Com esboços 2D criados em planos de esboço 3D, você pode:
• Adicionar relações Simétricas .
• Usar as ferramentas Espelhar e Espelho dinâmico .
Para adicionar simetria entre os dois arcos, você precisa
selecionar também uma terceira entidade (a linha de centro).
Espelhar: Os dois círculos
inferiores foram espelhados em
relação à linha.
Espelho dinâmico: O círculo foi
espelhado em relação à linha de
construção.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-3
Bl ocos
Cr i ar bl ocos 2D em esboços 3D
Você pode criar blocos usando esboços 2D em planos de esboço 3D.
As funcionalidades oferecidas são:
• Executar qualquer comando de bloco 2D (salvar, explodir, etc).
• Importar blocos salvos em 2D para um esboço 3D.
• Combinar blocos 2D importados com esboços 2D criados em um plano
de esboço 3D.
• Adicionar relações e dimensões.
Consulte Projeto de montagem com base em layout na página 6-7.
Ár ea hachur ada/pr eenchi da
Você pode adicionar padrões de Área hachurada/preenchida a esboços 2D,
a esboços 2D em planos de esboço 3D e a esboços convertidos em blocos.
No modo Editar esboço, clique em Ferramentas, Ferramentas de esboço,
Área hachurada/preenchida para adicionar áreas hachuradas/preenchidas
a esboços antes ou após converter as entidades de esboço em um bloco.
As propriedades de Área hachurada/preenchida para blocos:
• São apresentadas em um PropertyManager similar ao de desenhos, que inclui a
opção Cores, a qual exibe a paleta de Cores para o preenchimento Sólido.
• Funcionam como as das áreas hachuradas/preenchidas em desenhos.
• Aplicam-se a todos os comandos de bloco. Você pode manipular o bloco, salvar
a área hachurada/preenchida com o documento do bloco e reutilizá-la em
outros modelos.
Consulte PropertyManager de Área hachurada/preenchida na Ajuda.
Consulte Projeto de montagem com base em layout na Ajuda.
A cor do bloco sobrescreve a cor da hachura.
Área hachurada/preenchida aplicada a
dois blocos que se interceptam.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-4
Pr oper t yManager s consol i dados
As ferramentas com base em retângulo usam um PropertyManager de Retângulo
novo e unificado. Os PropertyManagers consolidados de Arco e Círculo foram
redesenhados para corresponder à interface do PropertyManager de Retângulo.
As novas ferramentas de retângulo (barra de ferramentas Esboço) são:
• Retângulo central
• Retângulo com cantos em 3 pontos
• Retângulo central com 3 pontos
As ferramentas com base em retângulo no PropertyManager de Retângulo são:
Tipo de retângulo
• Retângulo de canto Esboça retângulos do modo
padrão.
• Retângulo central Esboça retângulos a partir de
um ponto central.
• Retângulo com cantos em
3 pontos
Esboça retângulos em um
ângulo selecionado.
• Retângulo central com
3 pontos
Esboça retângulos com o
ponto central em um ângulo
selecionado.
• Paralelogramo Esboça paralelogramos do
modo padrão.
Você pode selecionar qualquer ferramenta nas ferramentas
flyout Arco , Retângulo ou Círculo e trocar
de ferramenta no PropertyManager específico.
Consulte Retângulos na Ajuda.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-5
Fer r amentas de r ast r eament o aut omát i co
Esta ferramenta converte dados de rastreio em dados vetoriais. Em Ferr amentas,
Ferramentas de esboço, Imagem do esboço , abra um documento e clique
em para selecionar as opções de conversão.
As opções são:
• Configurações de rastreamento
• Opções de exibição
• Ajustes
Após converter o documento em dados vetoriais, você terá um esboço que pode
ser modificado, salvo e usado como base para um modelo 3D.
Consulte Imagem de esboço na Ajuda.
1. Abra os dados rastreados. 2. Rastreie o contorno da
forma.
3. Converta os dados
ratreados em dados
vetoriais.
4. Modifique o esboço. 5. Crie o modelo 3D.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-6
Exi bi r /ocul tar esboço
No menu de atalho, você pode editar um esboço 2D absorvido e exibir ou ocultar
outro esboço 2D ou 3D absorvido no mesmo recurso para inserir uma referência a
ele. Esta funcionalidade permite exibir ou ocultar um esboço absorvido durante a
edição de outro esboço absorvido que faz parte do mesmo recurso.
Aplique essa funcionalidade a recursos como:
• Lofts com três ou mais perfis e duas curvas-guia.
• Varreduras com duas ou mais curvas-guia.
• Peças de chapa metálica nas quais você seleciona várias arestas em um
recurso de flange de aresta.
• Modelos que incluem três ou mais furos criados com o Assistente de Perfuração.
Cr i ação de esboços no Instant 3D
Você pode otimizar seu fluxo de trabalho do esboço até os recursos.
Para criar o esboço:
• Use qualquer ferramenta de esboço para realçar e ativar uma face plana ou um
plano.
• Inicie o esboço na entidade selecionada ou mova o cursor até qualquer outra
face plana ou plano para ativá-lo.
Consulte Instant3D na página 4-6.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-7
Sket chXper t
Apr i mor ament os
• Exibe imagens de geometrias antigas quando elas são movidas ao serem
solucionadas.
• Exibe um risco sobre as dimensões e as relações a serem excluídas.
• Opera com esboços 3D.
• Gera soluções completas mais rapidamente.
Consulte Resolver esboços sobredefinidos na Ajuda.
Solução 1: A dimensão (40) foi excluída e o
SketchXpert exibe o local da geometria antiga.
Solução 2: A dimensão (60) foi excluída e o
SketchXpert exibe o local da geometria antiga.
Solução 3: As relações de igualdade são
excluídas.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-8
Spl i nes
Cont i nui dade nas al ças de mani pul ação
É possível mover as alças de manipulação de spline e manter a curvatura interna
do spline selecionando a opção Manter continuidade interna no
PropertyManager de Spline.
A continuidade nas alças está ativada por padrão nos splines
que acabam de ser esboçados.
Manter continuidade interna
selecionado:
a curvatura é reduzida
gradualmente.
Manter continuidade interna
desmarcado:
a curvatura é reduzida
abruptamente.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-9
Rest r i ções de cur vat ur a
O raio de curvatura e o vetor (direção) coincidem quando você adiciona uma
relação Curvatura igual entre splines adjacentes. Isso cria splines com
curvatura contínua no limite. Esboços com curvatura contínua produzem
superfícies mais suaves quando são usadas ferramentas como o recurso de
superfície limitante.
Consulte Superfícies limitantes na página 4-2.
Requisitos:
• Um dos splines precisa estar em outro esboço.
• O segundo spline não pode ter restrições.
• Os dois splines precisam compartilhar um ponto final.
O valor do segundo derivativo é zero em ambas as curvas.
Capítulo 3 Esboços
Novidades do SolidWorks 2008 3-10
Manipuladores de spline disponíveis quando não se está editando um esboço
Ao esboçar um spline e sair do esboço, você pode selecionar um spline ou um
ponto do spline para exibir:
• As alças de spline ativadas
• O polígono do spline
• A alça do spline no ponto selecionado
Anteriormente, você precisava estar no modo de Editar esboço para exibir os
manipuladores do spline.
Spl i ne na super f íci e
Quando você esboça um spline entre múltiplas superfícies (ferramenta Spline na
superfície ), elas precisam ser tangentes. As superfícies podem ser
combinações de superfícies e superfícies de sólidos.
Superfícies tangentes
Novidades do SolidWorks 2008 4-1
4
Rec u r s o s
Este capítulo descreve os melhoramentos aplicados em recursos nas seguintes
áreas:
Superfícies limitantes
Filetes
Série de furos
Assistente de Perfuração
Instant3D
Padrões
Linhas de divisão e peças divididas
Varreduras
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-2
Super f íci es l i mi t ant es
Opção l i near
A nova opção Linear (em Influência das curvas Dir1 ou Dir2) aumenta a
influência da linearidade das curvas em toda a superfície limitante, como em uma
superfície regrada. Esta opção ajuda a evitar efeitos de curvatura excessiva
(bolsos). A criação de bolsos ocorre em curvas-guia muito profundas em
superfícies onde as curvas numa mesma direção coincidem entre si.
Inf l uênci a tangent e
A opção Influência tangente foi renomeada como % de influência tangente. Ela
não aparece mais na lista Influência das curvas Dir1 ou Dir2. % de influência
tangente é uma opção separada em Direção 1 ou 2 e tem um controle deslizante
para a definição do valor da influência.
Consulte Splines na página 3-8.
Opção Linear Opção Global
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-3
Fi l et es
Cant os f i l etados
Use o novo CornerXpert (PropertyManager de FilletXpert) para criar e administrar
recursos de cantos filetados no local exato onde três arestas filetadas se encontram
em um vértice.
Você pode:
• Escolher cantos filetados alternativos
• Copiar um canto filetado para outros cantos filetados compatíveis
Consulte FilletXpert na Ajuda.
Sel eção de f i l et es
Quando adiciona ou altera filetes usando o FilletXpert, se você selecionar uma
aresta ou filete individual será aberta uma barra de ferramentas de contexto para
ajudá-lo a selecionar múltiplas arestas ou filetes.
Coloque o cursor sobre um ícone da barra de ferramentas para realçar as
entidades na área de gráficos. Clique no ícone da barra de ferramentas para
selecionar as entidades apropriadas e inserir dados no PropertyManager.
Nas dicas da barra de ferramentas:
• Direita e Esquerda =face direita ou esquerda da entidade.
• Início e Fim =vértice inicial ou final da entidade.
• Virtual =entidades tangentes adjacentes que o software trata como uma única
entidade.
Canto filetado original Canto filetado alternativo
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-4
Sér i e de f ur os
Apr i mor ament os:
Guias
Os PropertyManagers de Série de furos não funcionam mais de maneira linear.
Clique nas guias, em qualquer ordem, para ver as informações de cada
PropertyManager. Todas as guias estão sempre visíveis. Uma nova guia,
Componentes de fixação inteligentes, estará disponível se você instalar o
SolidWorks Toolbox.
Dimensionamento automático
Se você dimensionar uma série de furos, o software automaticamente
redimensionará os componentes de fixação inteligentes associados. Se você
modificar o tamanho da série de furos, o software ajustará o tamanho do
componente de fixação inteligente.
Para ativar o dimensionamento automático, selecione Dimensionamento
automático com base no furo inicial na guia Componentes de fixação inteligentes.
Consulte Componentes de fixação inteligentes na página 6-21.
Visualizações
A Série de furos utiliza visualizações aprimoradas, que
especificam os componentes individuais da série. Os
componentes de fixação inteligentes individuais também são
realçados.
Por exemplo, quando o foco está na guia Furo final, o último
furo é realçado na área de gráficos.
Consulte Série de furos na Ajuda.
Você precisa instalar e ativar o SolidWorks Toolbox.
Guia Componentes de
fixação inteligentes
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-5
Assi st ent e de Per f ur ação
Apr i mor ament os
• A caixa de grupo Tamanho personalizado foi removida. Clique na nova opção
Exibir dimensionamento personalizado, em Especificações de furo, para
definir as informações de dimensionamento.
• Quando o seu modelo tem configurações que requerem furos de tamanhos
diferentes do Assistente de Perfuração, você pode especificar as configurações
a serem modificadas usando o PropertyManager ou uma tabela de projeto.
Consulte PropertyManager do Assistente de Perfuração - Guia Tipo na
Ajuda.
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-6
Instant 3D
O Instant3D permite que você:
• Arraste manipuladores de geometria e de
dimensão para redimensionar recursos.
• Utilize réguas na tela para medir
modificações com precisão.
• Crie ressaltos e cortes extrudados a partir
de contornos ou esboços selecionados.
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-7
• Aplique snap à geometria usando as
alças de manipulação.
• Secione dinamicamente a geometria do
modelo para visualizar e manipular
recursos.
• Use as imagens 3D (clip art) de
diversos tipos de conteúdo de modelo,
como recursos, esboços, tabelas,
blocos, visualizações, etc., para
pesquisar modelos.
Consulte Pesquisa e Ajuda do SolidWorks na página 1-3, Criação de esboços
no Instant3D na página 3-6 e Dissecar arquivos na página 13-21.
Consulte Instant3D na Ajuda.
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-8
Padr ões
Padr ões ci r cul ar es:
Você pode selecionar estas entidades para Eixo
do padrão no PropertyManagerFace ou
superfície cilíndrica
• Face ou superfície revolucionada
• Aresta circular ou linha de esboço
Repr esentações de padr ão
O novo recurso de representação de padrão permite definir e exibir representações
dos padrões de furos, em vez do modelo sólido totalmente tesselado. Este recurso
reduz o tempo de reconstrução porque não cria a geometria do padrão.
• Você só pode aplicar representações de padrão a faces planas e paralelas.
• Os desenhos das representações de padrão mostram uma representação
simplificada do padrão.
Para criar representações de padrão:
1 No Painel de tarefas, selecione a guia RealView , clique em Diversos,
Padrão, depois clique duas vezes em representação de padrão de furos ou
arraste-o para o modelo.
2 Selecione uma face para Limite de
preenchimento .
3 Em Layout do padrão:
a) Selecione um layout.
b) Defina as opções de espaçamento.
c) Selecione uma aresta para determinar
a direção do padrão.
4 Em Tipos de origem:
a) Selecione um tipo de origem.
b) Defina as opções de tamanho.
5 Clique em .
Consulte PropertyManager de Representação de padrão na Ajuda.
Gráficos do RealView precisa estar ativado para que seja
possível criar representações de padrão. Clique em Exibir,
Exibição e selecione Gráficos do RealView.
Aresta circular usada como Eixo do
padrão para criar um padrão circular

Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-9
Li nhas de di vi são e peças di vi di das
Li nhas de di vi são
Quando você cria linhas de divisão, as arestas que não foram alteradas são
reutilizáveis em recursos subseqüentes e as que foram alteradas são atualizadas.
Recursos com suporte para linhas de divisão:
• Chanfros
• Inclinações
• Filetes
• Cascas
Neste modelo, por exemplo, você insere uma linha de divisão na face frontal como
o último item na árvore de projeto do FeatureManager. Se você reordenar a Linha
de divisão1 de modo que ela acompanhe o recurso Extrusão1, o modelo reterá o
chanfro e os filetes subseqüentes. Anteriormente, a reordenação não era bem-
sucedida.
Peças di vi di das
Aprimoramentos:
• Você pode reconectar uma peça derivada a uma peça de estoque, recurso
dividido ou corpo especificado.
• Quando você altera a geometria do recurso dividido, nenhuma peça nova
derivada é criada. As peças derivadas existentes são atualizadas, preservando
as relações pai-filho.
• Ao dividir peças, você pode selecionar Copiar propriedades personalizadas
para as novas peças no PropertyManager de Dividir.
Consulte PropertyManager de Dividir e Salvar corpos na Ajuda.
Capítulo 4 Recursos
Novidades do SolidWorks 2008 4-10
Var r edur as
Você pode varrer um corpo sólido ao longo de um caminho para cortar materiais
3D utilizando a nova opção Varredura de sólido. O uso mais comum é na criação
de cortes em torno de corpos cilíndricos. Essa opção também pode ser útil para
simulações de fresa final.
Requisitos:
1 O corpo sólido precisa:
• Ser uma revolução.
• Conter somente geometria analítica.
• Não estar mesclado com o modelo.
2 O caminho deve ser tangente a si mesmo (sem curvas agudas) e precisa
começar num ponto sobre ou dentro do perfil do corpo sólido.
Para criar um corte por varredura de um corpo sólido:
1 Abra Sweep.sldprt.
2 Clique em Corte varrido (barra de
ferramentas Recursos) ou Inserir, Corte,
Varredura.
3 Em Perfil e caminho:
a) Selecione Varredura de sólido.
b) Selecione a revolução para Corpo
de ferramenta .
c) Selecione Hélice/Espiral1 para
Caminho .
4 Clique em .
5 Oculte o corpo sólido revolucionado.
Caminho
Corpo sólido
Novidades do SolidWorks 2008 5-1
5
Peç as
Este capítulo descreve os aprimoramentos das peças nas seguintes áreas:
Posicionamentos em sistemas de coordenadas
Inserir esboços ao inserir peças
Quebrar o vínculo com uma peça
Propriedades personalizadas de peças
Posição automática de peças usando referências de posicionamento
Isolar corpos no modo de Peça
Capítulo 5 Peças
Novidades do SolidWorks 2008 5-2
Posi ci onament os em si st emas de coor denadas
Ao inserir um corpo em uma peça, é possível aplicar um posicionamento
coincidente entre o sistema de coordenadas do corpo inserido e o sistema de
coordenadas da peça alvo. Se você também optar pelo alinhamento dos eixos,
o posicionamento coincidente restringe totalmente o corpo.
Isso é útil em projetos com peças modulares cujas posições e orientações são
totalmente definidas.
Inser i r e espel har peças
Agora, ao inserir peças e derivar peças através de espelhamento, é possível:
• Inserir corpos sólidos, esboços e esboços absorvidos
• Quebrar o vínculo com a peça original
• Reter as propriedades personalizadas da peça inserida
• Posicionar peças automaticamente usando referências de posicionamento
Inser i r esboços ao i nser i r peças
Quando insere uma peça em outra, você pode incluir corpos sólidos, esboços
absorvidos e esboços não absorvidos. Os esboços inseridos estão vinculados ao
esboço a partir do arquivo da peça inserida e permanece assim até que a peça
inserida seja desvinculada.
Todos os elementos transformados que vieram com a peça inserida são colocados
em pastas localizadas sob o ícone do recurso da peça inserida.
Quebr ar o víncul o com uma peça
É possível quebrar o vínculo com uma peça espelhada ou derivada mas manter os
recursos originais para que eles possam ser editados na nova peça. Isso facilita o
projeto de peças compostas com lados esquerdo e direito cujas definições variam
ligeiramente.
Você pode quebrar o vínculo com a peça:
• Quando insere a peça
• Clicando em Quebrar todos na caixa de diálogo Referências externas
Consulte Inserir peça e Espelhar peça na Ajuda.
Capítulo 5 Peças
Novidades do SolidWorks 2008 5-3
Pr opr i edades per sonal i zadas de peças
Você pode reter as propriedades personalizadas de uma peça quando:
• Insere a peça em outra peça
Se o arquivo da peça alvo já tiver propriedades personalizadas com nomes
idênticos, elas terão prioridade sobre as da peça inserida.
• Cria uma peça espelhada usando Inserir, Peça espelhada
Quando você cria uma peça espelhada, a tabela de propriedades
personalizadas dessa peça é vinculada à tabela da peça original. É possível
desvincular qualquer propriedade personalizada individual da peça espelhada
editando seu campo de valor.
Posi ção aut omát i ca de peças usando r ef er ênci as de posi ci onament o
Quando você insere uma peça em um arquivo de peça que já existe, as referências
de posicionamento da peça inserida são usadas automaticamente para posicioná-
la e suas restrições de movimento são incluídas na árvore de recursos.
Isso se aplica a:
• Todas as entidades de referência selecionáveis
• Todos os tipos de referência de posicionamento (predeterminado, tangente,
coincidente, concêntrico e paralelo)
• Todos os alinhamentos de referência de posicionamento (qualquer, alinhado,
antialinhado, mais próximo)
Uma visualização mostra a aplicação da referência de posicionamento existente
quando a peça é inserida e antes de você aceitar a localização.
Se você selecionar a restrição de movimento do corpo na árvore de projeto do
FeatureManager, ela será realçãda na área de gráficos.
Exemplo prático
Capítulo 5 Peças
Novidades do SolidWorks 2008 5-4
Isol ar cor pos no modo de Peça
É possível isolar um ou mais corpos selecionados em uma peça com múltiplos
corpos para que somente os corpos isolados sejam inteiramente exibidos. A caixa
de diálogo Isolar permite que você controle se os corpos não isolados devem ficar
ocultos ou transparentes. A exibição que você selecionar se aplica a uma ou a
várias vistas.
Quando você sai de Isolar , a exibição de todos os corpos volta ao modo que
estava definido antes da aplicação do comando.
Esta funcionalidade é útil para projetistas de produtos que trabalham no modo de
peças com múltiplos corpos para criar moldes ou soldagens.
Consulte Posicionamentos em peças com múltiplos corpos na Ajuda.
Consulte Isolar na Ajuda.
Novidades do SolidWorks 2008 6-1
6
Mo n t ag en s
Este capítulo descreve os aprimoramentos das montagens nas seguintes áreas:
Geral
AssemblyXpert
Componentes derivados
Alinhamento de furos
Projeto de montagem com base em layout
Posicionamentos
Seleção
Representações simplificadas
Componentes de fixação inteligentes
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-2
Ger al
Estat íst i cas de montagens
As informações anteriormente disponíveis em Estatísticas de montagens
encontram-se agora no AssemblyXpert. Consulte AssemblyXpert na página 6-2.
Ref er ênci as
As caixas de diálogo relacionadas às referências foram atualizadas.
Anál i se de empi l hament o
É possível analisar o empilhamento de tolerâncias em montagens. Consulte
TolAnalyst na página 14-17.
Est ados de exi bi ção no eDr awi ngs
®
Quando você salva uma montagem como um arquivo eDrawings, seus estados de
exibição são salvos no arquivo. Consulte Estados de exibição do SolidWorks na
página 12-12.
Assembl yXper t
O AssemblyXpert analisa o desempenho das montagens e sugere possíveis
ações para melhorar o desempenho. Isso é útil quando você trabalha com
montagens grandes e complexas. Em alguns casos, você pode optar pela
implementação automática das alterações sugeridas.
Para analisar o desempenho de uma montagem:
Na montagem, clique em Ferramentas, AssemblyXpert .
Consulte esses tópicos na Ajuda:
• Editar locais de arquivos referidos
• Salvar como com referências
• Localizar referências
Embora as condições identificadas pelo AssemblyXpert
possam diminuir o desempenho da montagem, elas não
constituem erros. É importante pesar os prós e os contras
das recomendações do AssemblyXpert em relação à
intenção do seu projeto. Em alguns casos, a implementação
da recomendação melhora o desempenho da montagem, mas
compromete a intenção do projeto.
Consulte Visão geral do AssemblyXpert na Ajuda.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-3
Component es der i vados
Pr opr i edades per sonal i zadas de component es espel hados
Quando você espelha componentes, pode selecionar Copiar propriedades
personalizadas para os novos componentes no PropertyManager de Espelhar
componentes.
Padr ões de component es der i vados
É possível derivar padrões de componentes dos seguintes tipos adicionais de
padrões de recursos:
• Dirigido por curva
• Preenchimento
Instâncias a ignorar tem suporte nos seguintes tipos adicionais de padrões de
recursos:
• Dirigido por esboço
• Dirigido por tabela
• Dirigido por curva
• Preenchimento
• Furos do Assistente de Perfuração
• Furos da Série de furos
Além disso, em todos os tipos de padrões de componentes derivados, é possível:
• Propagar propriedades visuais no nível de componente.
• Selecionar o local da origem do pai para gerar um padrão do componente
derivado.
Para inserir componentes com base em um padrão de recursos dirigido por curva:
1 Abra Assemblies\patterns\frame_assembly.sldasm.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-4
2 Na guia Montar do CommandManager, expanda o botão flyout Padrão linear
de componentes e selecione Padrão de componente dirigido por
recurso .
3 No PropertyManager:
a) Em Componentes para padrão, selecione o parafuso maior na área de
gráficos.
b) Em Recurso direcionador, selecione qualquer furo no padrão de recursos
dirigido por curva.
4 Clique em .
5 As instâncias do componente parafuso são adicionadas ao longo do padrão de
furos dirigido por curva.
Para alterar a posição da origem:
1 Na guia Montar do CommandManager, expanda o botão flyout Padrão linear
de componentes e selecione Padrão de componente dirigido por
recurso .
2 No PropertyManager:
a) Em Componentes para padrão, selecione o parafuso menor na área de
gráficos.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-5
b) Em Recurso acionador, selecione o furo como mostrado.
O furo selecionado se torna o recurso de origem.
3 No PropertyManager, em Recurso acionador, clique em Selecionar posição
de origem.
As posições de origem possíveis são realçadas na área de gráficos.
4 Selecione a posição de origem que corresponde ao parafuso que você
selecionou para gerar o padrão.
Os parafusos são alinhados com o padrão de furos.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-6
5 Clique em .
Al i nhament o de f ur os
Você pode verificar se existem furos desalinhados em uma montagem.
Para localizar furos desalinhados:
1 Abra Assemblies\alignment\shaft_assembly.sldasm.
2 Clique em Alinhamento de furos (barra de ferramentas Montagem) ou em
Ferramentas, Alinhamento de furos.
3 No PropertyManager, defina Desvio de centro de furo como 1,00 mm.
4 Clique em Calcular.
Os pares de furos que têm uma distância de 1,00 mm entre eles, mas não estão
alinhados, são listados em Resultados. O desvio máximo entre centros também
é incluído na lista.
5 Selecione um item em Resultados.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-7
O par de furos é realçado na área de gráficos.
6 Expanda um item em Resultados.
Os dois furos do par desalinhado são listados.
Pr oj et o de montagem com base em l ayout
Foram feitas melhorias que oferecem um ambiente de projeto de montagem com
base em layout onde você pode alternar entre os métodos de projeto descendente
e ascendente. Você pode criar, editar e excluir peças e blocos em qualquer ponto do
ciclo do projeto, sem qualquer restrição baseada no histórico. Isto é particularmente
útil durante o processo do projeto conceitual, quando você com freqüência faz
experiências e alterações na estrutura e nos componentes da montagem.
Component es vi r t uai s
Quando você cria componentes no contexto de uma montagem, eles agora são
salvos pelo software no arquivo da montagem e você pode começar a modelar
imediatamente. Mais tarde, esses componentes podem ser salvos em arquivos
externos ou excluídos.
Além de otimizar o fluxo de trabalho, isso tem outras vantagens, como:
• Você pode renomear esses componentes virtuais na árvore de projeto do
FeatureManager, evitando a necessidade de abrir, salvar como cópia e usar
o comando Substituir componentes.
• Você pode criar, em uma única etapa, uma instância de um componente
virtual independente das outras instâncias.
• A pasta onde você armazena a montagem não fica saturada de arquivos
de peças e montagens que não são usados, resultantes das iterações dos
projetos dos componentes.
Consulte Alinhamento de furos na Ajuda.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-8
Para criar um componente virtual:
1 Em uma montagem, clique em Nova peça (barra de ferramentas
Montagem) ou em Inserir, Componente, Nova peça.
Uma nova peça é inserida na árvore de projeto do FeatureManager como
[Peçan]. Os colchetes indicam que a peça é um componente virtual.
2 Selecione um plano ou face plana para posicionar a nova peça.
O foco da edição muda da montagem para a nova peça. Um posicionamento No
local é adicionado entre o plano que você selecionou e o plano frontal da nova
peça, e um esboço é aberto.
3 Construa os recursos da peça usando as mesmas técnicas que usou para
construir uma peça isolada. Use referências às geometrias dos outros
componentes da montagem como necessário.
4 Para voltar à edição da montagem, clique para desmarcar Editar componente
(barra de ferramentas Montagem).
Para salvar um componente virtual em um arquivo externo:
1 Clique com o botão direito na peça e selecione Salvar peça (em arquivo
externo).
2 Na caixa de diálogo Salvar como, selecione a peça na lista Nome do
arquivo.
3 Clique em Igual à montagem ou em Especificar caminho.
4 Clique em OK.
Esboços de l ayout
Os blocos foram aperfeiçoados para que seja possível combinar projetos com base
em layout e projetos de montagens. Utilizando essa nova técnica de layout de
montagem, você pode:
• Criar em uma montagem um novo tipo de esboço, chamado Layout.
• Inserir um layout em uma montagem existente.
• Restringir os blocos do layout aos componentes da montagem, e vice-versa.
• Criar peças a partir dos blocos em um layout. Estas peças:
• São restritas pelos blocos para não violar o layout mas, de resto, estão
livres para que você defina restrições.
Também é possível criar componentes virtuais a partir de
blocos nos esboços de layout de montagens. Consulte
Esboços de layout na página 6-8.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-9
• Contêm instâncias dos blocos. Você pode editar os blocos no layout ou
nas peças.
• São criadas como peças virtuais para otimizar o fluxo de trabalho.
Consulte Componentes virtuais na página 6-7.
Posi ci onament os
Ícones de posi ci onament os na ár vor e de pr oj et o do Feat ur eManager
Na árvore de projeto do FeatureManager:
• Novos ícones indicam o tipo de posicionamento. (Anteriormente, todos os
posicionamentos usavam .)
Exemplo:
• Quando um posicionamento está resolvido, mas falta uma referência, o
novo ícone permanece o mesmo e o posicionamento é indicado com .
(Anteriormente, o ícone mudava para e era indicado com .)
Posi ci onament o em r el ação a or i gens e si st emas de coor denadas
É possível aplicar um posicionamento coincidente entre a origem ou um sistema de
coordenadas de um componente e a origem ou um sistema de coordenadas de:
• Uma montagem.
• Outro componente.
Se você também selecionar o alinhamento dos eixos, este único posicionamento
coincidente restringirá totalmente o componente.
Exemplo prático
Consulte Projeto de montagem com base em layout na Ajuda.
Consulte Ícones de posicionamentos na árvore de projeto do
FeatureManager na Ajuda.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-10
Isso é útil em projetos com componentes modulares cujas posições e orientações
são totalmente definidas.
Pr oper t yManager de Posi ci onament o
Os itens a seguir foram adicionados ao PropertyManager de Posicionamento:
• Vários novos tipos de posicionamento
• Caixa de grupo Posicionamentos mecânicos
• Guia Análise (somente no COSMOSMotion™)
Posicionamentos padrão
O seguinte tipo de posicionamento foi adicionado:
Bloquear . Mantém a posição e a orientação entre dois componentes. Os
componentes são totalmente restritos em relação um ao outro. O posicionamento
Bloqueio produz o mesmo efeito que seria obtido se fosse criada uma submontagem
rígida entre os dois componentes. Anteriormente, os posicionamentos Bloqueio
eram chamados de juntas fixas no COSMOSMotion.
Posicionamentos avançados
Os seguintes tipos de posicionamento foram adicionados:
• Acoplador linear/linear . Estabelece um relacionamento entre a translação
de um componente e a translação de outro componente. Anteriormente,
os posicionamentos do tipo Acoplador linear/linear eram criados no
COSMOSMotion usando um acoplador de junta entre duas juntas translacionais.
• Posicionamento de caminho . Restringe o ponto selecionado de um
componente a um caminho. Você define o caminho selecionando uma ou mais
entidades na montagem. Você pode definir passo, guinada e rolagem do
componente conforme ele percorre o caminho.
Consulte Posicionamento em relação a origens e sistemas
de coordenadas na Ajuda.
Consulte Posicionamento de bloqueio na Ajuda.
Consulte Posicionamento Acoplador linear/linear na Ajuda.
Consulte Posicionamento de caminho na Ajuda.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-11
Os seguintes tipos de caminho foram transferidos para a nova caixa de grupo
Posicionamentos mecânicos:
• Came
• Engrenagem
• Pinhão e cremalheira
Posicionamentos mecânicos
Os seguintes tipos de posicionamento foram adicionados:
• Parafuso . Restringe os mesmos graus de liberdade que um posicionamento
concêntrico, incluindo um relacionamento de passo entre os graus de liberdade
rotacional e translacional ao longo do eixo. A translação ao longo do eixo
causa a rotação de acordo com o relacionamento de passo e vice-versa.
Anteriormente, os posicionamentos Parafuso eram chamados de juntas de
parafuso no COSMOSMotion.
• Junta universal . A rotação de um componente (o eixo de saída) em torno
do seu eixo é acionada pela rotação de outro componente (o eixo de entrada)
em torno do seu eixo. Anteriormente, os posicionamentos Junta universal
eram chamados de juntas universais no COSMOSMotion.
Guia Análise
Você pode adicionar as seguintes propriedades para uso nas análises do
COSMOSMotion (é possível adicionar essas propriedades sem ter o
COSMOSMotion instalado).
• Faces de carga de rolamento. Associa faces adicionais a um posicionamento
para definir quais faces compartilham a carga do rolamento. (Anteriormente, as
faces de carga de rolamento eram chamadas de cargas de referências e eram
adicionadas no PropertyManager de Cargas de Referência.)
• Atrito. Associa propriedades de atrito a um posicionamento. Você pode
especificar o coeficiente de atrito ou os materiais envolvidos no posicionamento.
• Bucha. Associa propriedades de bucha a um posicionamento. Você pode
especificar rigidez translacional e torsional, amortecimento, força e torque.
Consulte Posicionamento de parafuso na Ajuda.
Consulte Posicionamento de junta universal na Ajuda.
Consulte Análise de posicionamento na Ajuda.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-12
Copi ar com posi ci onament os
Quando você copia um componente, pode copiar também seus posicionamentos.
Para copiar os posicionamentos quando copia um componente:
1 Abra Assemblies\fixture\clamping_fixture.sldasm.
2 Clique em Copiar com posicionamentos (barra de ferramentas
Montagem) ou em Inserir, Componente, Copiar com posicionamentos.
3 No PropertyManager, em Componentes selecionados, selecione pin106 na
área de gráficos.
Dois posicionamentos, um concêntrico e um coincidente, são listados em
Posicionamentos.
4 Clique na caixa de seleção abaixo do posicionamento concêntrico.
A referência de posicionamento é realçada na área de gráficos.
5 Selecione o furo de link105, como mostrado:
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-13
Na área de gráficos, uma visualização do pino aparece no furo e a referência do
posicionamento seguinte é realçada. No PropertyManager, a caixa de seleção
para o posicionamento coincidente é realçada.
6 No PropertyManager, para o posicionamento coincidente, selecione Repetir
para usar a mesma referência de posicionamento utilizada pelo pino original.
7 Clique em .
A cópia do pino é adicionada à montagem. A caixa de seleção é limpa, para que
você possa adicionar outra cópia.
8 Selecione o furo na alavanca.
9 No PropertyManager, para o posicionamento coincidente, desmarque Repetir.
10 Selecione a face plana da alavanca como a referência de posicionamento
coincidente para esta cópia do pino.
11 Clique duas vezes em .
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-14
As cópias de pin106 são inseridas na árvore de projeto do FeatureManager. Seus
posicionamentos aparecem na pasta Posicionamentos .
Sel eção
Sel eci onar submontagens na ár ea de gr áf i cos
Você pode selecionar uma submontagem na área de gráficos clicando com o botão
direito em um de seus componentes e escolhendo Selecionar submontagem. Se
o componente está em uma submontagem aninhada, a hierarquia é exibida em
uma lista. Mova o ponteiro sobre a lista para realçar as diversas submontagens e
clique na submontagem desejada.
Fer r amentas de sel eção
Novas ferramentas ajudam a selecionar componentes em montagens. Clique na
seta para baixo em Selecionar (barra de ferramentas Padrão) e selecione:
• Seleção em volume
• Selecionar suprimidos
• Selecionar ocultos
• Selecionar posicionamentos com
• Selecionar componentes internos
Sel eção avançada de component es
A caixa de diálogo Seleção avançada agora usa uma interface de grade, que
facilita a definição e a repetição de pesquisas. Além disso, o número de critérios de
pesquisa foi aumentado.
Fi l t r ar a ár vor e de pr oj et o do Feat ur eManager
Você pode usar Filtro no topo da árvore de projeto
do FeatureManager para filtrar os itens nela exibidos.
É possível filtrar por:
• Nome de componente e de recurso
• Estado exibir/ocultar do componente
• Marcas que você adiciona (consulte Rótulos na página 1-6)
Também é possível especificar que a área de gráficos corresponda aos resultados
do filtro.
Consulte Copiar com posicionamentos na Ajuda.
Consulte Selecionar componentes na Ajuda.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-15
Para filtrar por estado exibir/ocultar:
1 Abra Assemblies\filter\tableassembly.sldasm.
Na árvore de projeto do FeatureManager, observe que os componentes bracket
(suporte) e head (cabeça) estão ocultos.
2 Em Filtro, clique na seta para baixo e selecione Filtrar componentes ocultos/
suprimidos.
Os componentes bracket e head desaparecem da árvore de projeto do
FeatureManager.
3 Clique novamente na seta para baixo e desmarque Filtrar componentes
ocultos/suprimidos para fazer com que os componentes reapareçam.
Para filtrar a área de gráficos:
1 Em Filtro:
a) Clique na seta para baixo e desmarque Filtrar vista de gráficos.
b) Digite CLA.
Todos os componentes, exceto os grampos (clamps), desaparecem da árvore
de projeto do FeatureManager, mas permanecem visíveis na área de gráficos.
2 Clique novamente na seta para baixo e selecione Filtrar vista de gráficos.
Na área de gráficos, todos os componentes desaparecem, exceto os grampos.
3 Clique em Filtro para limpar o filtro.
Quando você oculta componentes usando Isolar, pode fazer
com que a árvore de projeto do FeatureManager corresponda
à área de gráficos selecionando Filtrar componentes
ocultos/suprimidos em Filtro.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-16
Exi bi r component es ocul t os
Você pode alternar a exibição dos componentes ocultos e exibidos. Então, na área
de gráficos, você pode selecionar quais componentes ocultos deseja exibir.
Para selecionar os componentes ocultos a serem exibidos:
1 Abra Assemblies\vise\ToolVise.sldasm.
2 Clique em Exibir componentes ocultos (barra de ferramentas Montagem).
A caixa de diálogo Exibir ocultos é aberta. Na área de gráficos, os componentes
ocultos são exibidos e os que estão marcados como exibidos desaparecem.
3 Na área de gráficos, selecione compound center membrer (membro central
da composição), upper plate<1> (placa superior) e upper plate<2>, como
mostrado.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-17
Os componentes selecionados desaparecem.
4 Na caixa de diálogo, clique em Sair da exibição de ocultos.
Agora, os três componentes que você selecionou aparecem com os outros
componentes originalmente exibidos.
Repr esentações si mpl i f i cadas de montagens
Vi são ger al
Quando você trabalha com um pequeno subconjunto de componentes de uma
montagem grande, pode melhorar o desempenho abrindo uma representação
simplificada da montagem. Você especifica os componentes que devem ser
carregados; os demais componentes não são carregados nem ficam visíveis,
mas os efeitos de seus posicionamentos são mantidos.
Você especifica os componentes que devem ser carregados abrindo a montagem
na caixa de diálogo Abrir. Enquanto ela abre, você pode selecionar:
• Componentes individuais (não é preciso primeiro abrir toda a montagem).
• Um estado de exibição no qual você definiu previamente o estado de exibir/
ocultar dos componentes.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-18
Estados de exi bi ção
Para permitir o suporte para representações simplificadas, agora você pode tornar
os estados de exibição independentes das configurações, de modo que todos eles
ficam disponíveis em todas as configurações. O estado de exibição ativo não é
mais lembrado dependendo da configuração, a não ser que você especificamente
defina um vínculo entre eles.
Na guia ConfigurationManager , as configurações aparecem na parte superior
e os estados de exibição na parte inferior do painel.
Você pode:
• Clicar com o botão direito no nome de um estado de exibição para abrir o
PropertyManager de Propriedades do estado de exibição, onde pode
renomear o estado de exibição e selecionar opções.
• Selecionar um estado de exibição na caixa de diálogo Abrir.
• Alternar os estados usando a nova barra de ferramentas Estados de exibição:
• Vincular um estado de exibição à configuração ativa selecionando
Vincular estados de exibição às configurações na parte inferior do
ConfigurationManager .
Consulte Comportamento legado na página 6-20 para obter informações sobre
o comportamento dos estados de exibição quando você abre modelos criados no
SolidWorks 2007 ou versões anteriores.
Car r egament o sel et i vo de component es
Para carregar somente os componentes selecionados quando abre uma montagem:
1 Clique em Abrir (barra de ferramentas Padrão) ou em Arquivo, Abrir.
2 Na caixa de diálogo Abrir:
a) Procure o arquivo Assemblies\computer\computer.sldasm.
b) Selecione Visualização rápida/Abrir seletivo.
c) Clique em Abrir.
São abertos na tela:
• A caixa de diálogo Abrir seletivo.
• Uma árvore de projeto do FeatureManager simplificada, mostrando
somente os componentes.
• Uma visualização da montagem.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-19
3 Na árvore de projeto do FeatureManager:
a) Expanda Power Supply Assembly-1.
b) Mantenha pressionada a tecla Ctrl e selecione os três componentes a seguir:
4 Na caixa de diálogo Abrir seletivo:
a) Escolha Componentes selecionados.
b) Clique em Abrir selecionado.
• Computer Chassis-1
• Chassis-1
• AC Connector-1
Você também pode selecionar os componentes na área de
gráficos.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-20
A montagem é aberta com todos os componentes ocultos, exceto os três
selecionados. Os componentes ocultos não são carregados na memória. Um
novo estado de exibição aparece na guia ConfigurationManager em Estado
de exibição global.
Compor tament o l egado
Nas montagens criadas no SolidWorks 2007 ou versões anteriores, cada
configuração apresenta estados de exibição exclusivos, embora possam ter
o mesmo nome (como Estado de exibição-1). Quando você converte uma
montagem para o SolidWorks 2008, o software:
• Atribui um nome exclusivo a cada estado de exibição, com o formato
<nome_da_configuração>_<nome_do_estado_de_exibição>.
• Vincula o estado de exibição à configuração.
Por exemplo, um estado de exibição denominado Estado de exibição-1
numa configuração chamada Predeterminada é renomeado como
Predeterminada_Estado de exibição-1 e Vincular estados de exibição
às configurações está selecionado por padrão.
Capítulo 6 Montagens
Novidades do SolidWorks 2008 6-21
Component es de f i xação i nt el i gent es
O PropertyManager de Componentes de fixação inteligentes foi atualizado para
incluir controles diretos que permitem adicionar componentes de pilha superiores e
inferiores, bem como acessar todas as propriedades dos componentes de fixação.
No PropertyManager:
• Resultados. Lista os grupos de componentes de fixação que estão sendo
adicionados ou editados.
• Selecione o grupo a ser visualizado e altere o tipo e as propriedades do
componente de fixação.
• Clique em Editar agrupamento para ver uma árvore do componente de
fixação, onde você pode arrastar itens de um grupo para outro.
• Componentes de série. Exibe o tipo de componente de fixação do item
selecionado na lista Resultados. Você pode editar o tipo de componente de
fixação e adicionar componentes de pilha. Também pode definir uma opção
para atualizar o tamanho do hardware automaticamente sempre que o diâmetro
do furo for alterado.
• Propriedades. Exibe as propriedades do hardware selecionado em
Componentes de série. Você pode editar as propriedades para mudar
o hardware.
Os seguintes ícones do FeatureManager estão relacionados com componentes
de fixação inteligentes:
Agora, você pode acessar os Componentes de fixação inteligentes e seus
componentes empilhados na guia Componentes de fixação no PropertyManager
de Série de furos. (A guia Componentes de fixação só está disponível quando o
suplemento Toolbox é adicionado.)
Recurso de componente de fixação inteligente. Expanda o
recurso para ver itens como os componentes e padrões do
componente de fixação inteligente. Clique com o botão direito
no recurso e selecione Editar componente de fixação
inteligente para fazer alterações.
Componente do Toolbox.
Componente do Toolbox definido para dimensionamento
automático quando a geometria de posicionamento é alterada.
Posicionamento concêntrico associado a um componente
de fixação inteligente e definido para dimensionamento
automático quando a geometria de posicionamento é alterada.
Consulte PropertyManager de Componentes de fixação inteligentes
na Ajuda.
Novidades do SolidWorks 2008 7-1
7
Co n f i g u r aç õ es
Este capítulo descreve os aprimoramentos das configurações nas seguintes áreas:
Geral
Criar um PropertyManager para configurar componentes
Criar e modificar configurações
Capítulo 7 Configurações
Novidades do SolidWorks 2008 7-2
Ger al
Recur so Tabel a de pr oj et o
O recurso Tabela de projeto agora aparece no ConfigurationManager ,
emvez de no FeatureManager .
Fur os do Assi st ent e de Per f ur ação
O tamanho dos furos do Assistente de Perfuração pode ser configurado:
• Manualmente, clicando em Configurações no PropertyManager de
Especificação de furo e selecionando Esta configuração, Todas
as configurações ou Especificar configurações.
• Nas tabelas de projeto, usando a sintaxe de parâmetro
$HW-SIZE@<nome_recurso>.
Cai xa de di ál ogo Modi f i car
Ao editar uma dimensão na caixa de diálogo Modificar, especifique as
configurações afetadas pela modificação selecionando o botão flyout:
Se você selecionar Especificar configurações, a nova caixa de diálogo Modificar
configurações é aberta e você pode especificar valores diferentes para cada
configuração. Consulte Criar e modificar configurações na página 7-4.
Cr i ar um Pr oper t yManager par a conf i gur ar component es
Em peças que têm mais de uma configuração, você pode criar um
PropertyManager que lhe permite selecionar a configuração de uma peça quando
a coloca numa montagem (semelhante à maneira como você seleciona peças no
Toolbox quando as arrasta para as montagens).
Para criar um PropertyManager de configuração:
1 Abra Configurations/two_bolt_flange.sldprt.
2 Salve a peça como MeuFlange.sldprt.
Esta configuração
Todas as configurações
Especificar configurações
Capítulo 7 Configurações
Novidades do SolidWorks 2008 7-3
A peça tem sete configurações com variações de muitas das dimensões. Neste
exemplo, você configura um PropertyManager para os seguintes parâmetros:
3 Clique com o botão direito no ícone da peça, no topo da árvore de projeto do
FeatureManager, e selecione Criar PropertyManager.
A caixa de diálogo Criar PropertyManager é exibida. Os parâmetros
configurados da peça são listados no painel esquerdo. Uma visualização
do PropertyManager é exibida no painel direito.
4 No painel esquerdo, para Bore@Sketch4:
a) Em Estado de exibição, selecione Ativado.
b) Em Etiqueta, digite Furo e pressione Enter.
Uma caixa de seleção com a etiqueta Furo aparece na visualização do
PropertyManager. As opções na lista suspensa correspondem aos valores
de Bore@Sketch4 em cada configuração da peça.
5 No painel esquerdo, para L@Sketch1:
a) Em Estado de exibição, selecione Ativado.
b) Em Etiqueta, digite Diâmetro do ressalto e pressione Enter.
6 No painel esquerdo, para J@Sketch1:
a) Em Estado de exibição, selecione Referência.
b) Em Etiqueta, digite Distância dos parafusos e pressione Enter.
Como Referência foi selecionado, o campo adicionado ao PropertyManager
para Distância dos parafusos não pode ser editado.
Capítulo 7 Configurações
Novidades do SolidWorks 2008 7-4
7 Clique em Consolidar.
Os campos ativados vão para o topo da lista.
8 Em Ordenar, altere o valor de L@Sketch1 para 1 e pressione Enter.
L@Sketch1 passa para o topo da lista no painel esquerdo e Diâmetro do
ressalto, para o topo na visualização do PropertyManager.
9 Clique em OK.
10 Salve a peça.
Para usar o PropertyManager criado:
1 Abra uma nova montagem.
2 No PropertyManager:
a) Selecione MeuFlange.
b) Clique em .
O PropertyManager de Configurar componente é aberto com os campos que
você criou.
3 Em Parâmetros, selecione opções em Diâmetro do ressalto e Furo.
4 Clique em .
Cr i ar e modi f i car conf i gur ações
A caixa de diálogo Modificar configurações facilita a criação e a modificação
de configurações para as propriedadescomumente usadas em peças e
montagens. É possível adicionar, excluir e renomear configurações e alterar a
configuração que está ativa.
Peças
Em recursos e esboços de peças, você pode configurar:
• Dimensões
• Estados de supressão
Consulte Criar PropertyManager na Ajuda.
Consulte Configurar componentes na Ajuda.
Capítulo 7 Configurações
Novidades do SolidWorks 2008 7-5
Para configurar dimensões:
1 Abra Configurations\block02.sldprt.
2 Na árvore de projeto do FeatureManager, clique com o botão direito em
Anotações e selecione Exibir dimensões do recurso.
3 Na área de gráficos, clique com o botão direito em Ø30 e selecione
Configurar dimensão.
A caixa de diálogo Modificar configurações é aberta. Ela lista as configurações
da peça em uma coluna e os valores da dimensão selecionada em outra coluna.
4 Na área de gráficos, clique duas vezes em 40 e, em seguida, em Ø50.
Aparecem colunas para as dimensões na caixa de diálogo.
5 Na caixa de diálogo, clique em <Cria uma nova configuração.>.
6 Digite pequena e pressione Enter.
7 Repita a etapa 6 para criar uma configuração com o nome grande.
8 Na caixa de diálogo, altere as dimensões como indicado a seguir:
9 Clique com o botão direito em pequena e selecione Alternar para a
configuração.
A configuração pequena se torna a configuração ativa.
10 No canto inferior esquerdo da caixa de diálogo, clique em Reconstruir
configuração ativa .
A peça é atualizada com a nova dimensão.
Sketch3
D1
Extrude2
D1
Sketch2
D1
Predeterminada 30 40 50
pequena 15 20 25
grande 35 80 60
Capítulo 7 Configurações
Novidades do SolidWorks 2008 7-6
11 Clique em OK.
Montagens
Em montagens, é possível especificar:
• Que configurações de componentes usar
• Os estados de supressão de componentes, recursos de montagem
e posicionamentos
• Dimensões de recursos de montagem e posicionamentos
Para configurar componentes em uma montagem:
1 Abra Configurations\castor.sldasm.
2 Na área de gráficos, clique com o botão direito na roda e selecione Configurar
componentes.
3 Na caixa de diálogo, clique em <Cria uma nova configuração.>.
4 Digite Média e pressione Enter.
5 Na coluna Configuração de Média, clique em e selecione A2.
Capítulo 7 Configurações
Novidades do SolidWorks 2008 7-7
6 Na área de gráficos, clique duas vezes em cada suporte do eixo.
São adicionadas colunas na caixa de diálogo para os suportes do eixo.
7 Em Média, selecione D4 na coluna Configuração de cada suporte do eixo.
8 Clique com o botão direito em Média e selecione Alternar para configuração,
tornando Média a configuração ativa
9 Clique em Reconstruir configuração ativa na caixa de diálogo.
A montagem é reconstruída com as configurações dos componentes
selecionados.
10 Clique em OK.
Consulte Modificar configurações na Ajuda.
Predeterminada Média
Novidades do SolidWorks 2008 8-1
8
Es t u d o s d e mo v i men t o
Este capítulo descreve os aprimoramentos dos estudos de movimento nas
seguintes áreas:
Interface dos estudos de movimento
Melhoramentos do MotionManager
Movimento de montagens
Simulação física
COSMOSMotion
Capítulo 8 Estudos de movimento
Novidades do SolidWorks 2008 8-2
Int er f ace dos est udos de movi ment o
Estudos de movimento utiliza o MotionManager, uma interface com base em
quadros-chave e linha de tempo (adaptada do SolidWorks Animator) e inclui:
• Movimento de montagens. Cria animações de modelos do SolidWorks.
Anteriormente chamado SolidWorks Animator e disponível como suplemento
do SolidWorks Office Premium, este recurso agora está disponível no produto
principal SolidWorks.
• Simulação física. Simula alguns dos efeitos da física nas montagens.
• COSMOSMotion. Simula e analisa efeitos mais complexos da física sobre
os movimentos de uma montagem.
Consulte Introdução a Estudos de movimento na Ajuda.
Para acessar Estudos de movimento:
1 Clique na guia Estudo de movimento na parte inferior esquerda da área de
gráficos.
2 Em Tipo de estudo, no canto superior esquerdo do MotionManager, selecione:
• Movimento de montagens
• Simulação física
• COSMOSMotion
Nívei s de f unci onal i dade
As funcionalidades são acrescentadas com base no tipo de estudo que você
selecionar. Movimento de montagens tem o nível básico de funcionalidade,
Simulação física inclui funcionalidades adicionais e COSMOSMotion inclui todas
as funcionalidades disponíveis em Estudos de movimento.
Por questões de desempenho, selecione o nível mais baixo que forneça as
funcionalidades necessárias para o seu estudo. Os níveis mais altos oferecem
mais realismo e precisão nas simulações, mas usam cálculos mais complexos que
podem ser mais demorados.
Se a guia não estiver visível, clique em Exibir, MotionManager.
Capítulo 8 Estudos de movimento
Novidades do SolidWorks 2008 8-3
Apr i mor ament os do Mot i onManager
Pai nel dobr ável
Clique em Recolher MotionManager para exibir apenas a barra de ferramentas.
Fi l t r os
No MotionManager, clique em um dos tipos predefinidos de filtro para filtrar a
árvore de projeto do FeatureManager de Estudos de movimento.
• Sem filtro . Mostra todos os itens da árvore de projeto do FeatureManager.
• Filtrar animado . Mostra todos os itens que se movem ou se alteram
durante o estudo de movimento.
• Filtrar acionadores . Mostra todos os itens que geram movimento ou outras
alterações durante o estudo de movimento.
• Filtrar selecionados . Exibe somente os itens que você selecionou na
árvore de projeto do FeatureManager (os itens devem ser selecionados
primeiro).
Pont os-chave
Nos pontos-chave da simulação, você pode:
• Modificar parâmetros motores.
• Modificar a magnitude de uma força (somente no COSMOSMotion).
• Suprimir e cancelar a supressão de posicionamentos
Selecione Chave automática para que o SolidWorks coloque uma chave no
local atual da barra de tempo para todos os componentes movidos, como era feito na
versão 2007. Desmarque Chave automática para colocar manualmente as
chaves na simulação.
Clique em Adicionar/Atualizar chave para inserir ou atualizar a chave do
componente selecionado no local atual da barra de tempo.
Vel oci dade de r epr odução
Defina na lista a Velocidade de reprodução desejada. Essa opção altera apenas
a taxa de reprodução dos quadros capturados. Ela não altera o número de quadros
por segundo que são capturados.
Capítulo 8 Estudos de movimento
Novidades do SolidWorks 2008 8-4
Sal var ani mação
Você pode agendar processos em lote para salvar animações clicando em
Programar na caixa de diálogo Salvar animação. Isso é útil para salvar grandes
animações, uma operação que pode exigir o uso intensivo de recursos. Consulte
SolidWorks Task Scheduler na página 13-20.
Movi ment o de montagens
Adi ci onar mot or es a ani mações
Você pode adicionar motores lineares ou rotativos às animações e controlá-los no
PropertyManager de Motor.
Si mul ação f ísi ca
Contat os
Clique em Contatos para definir conjuntos de componentes e verificar se há
contato entre eles. Durante um estudo de movimento, se houver contato entre os
componentes de um conjunto, ele será detectado e os componentes reagirão com
o movimento apropriado. Se houver contato entre componentes que não estão
agrupados em um conjunto, esse contato será ignorado e eles se atravessarão.
Mol as
Com o PropertyManager de Mola você pode adicionar molas lineares e torcionais.
Pode também adicionar propriedades de amortecimento às molas selecionando
Amortecedor no PropertyManager e inserindo valores. As molas torcionais e
todos os amortecedores só podem ser usados no COSMOSMotion.
COSMOSMot i on
Pr opr i edades anal ít i cas de posi ci onament os
Cargas de referência foi substituído por Faces de carga de rolamento. Você
define Faces de carga de rolamento, Atrito e Bucha na guia Análise do
PropertyManager de Posicionamento. Consulte Guia Análise na página 6-11.
Exemplo prático
Para ativar o COSMOSMotion, selecione-o na caixa de
diálogo Suplementos.
Capítulo 8 Estudos de movimento
Novidades do SolidWorks 2008 8-5
Amor t ecedor es
Além de adicionar amortecedores diretamente às molas, você também pode
clicar em Amortecedor para criar amortecedores independentes com o
PropertyManager de Amortecedor.
Peças f i xas e f l ut uant es
Os termos Peças aterradas e Peças móveis foram substituídos por Fixo e
Flutuante, respectivamente, e são detectados automaticamente com base nos
posicionamentos da sua montagem.
Est udos l egados
As montagens que contêm uma Simulação realizada com Simulação física em
uma versão anterior do SolidWorks são abertas com uma guia Simulação física
do MotionManager.
Como suplemento COSMOSMotion instalado, as montagens que contêm uma
Simulação criada com o COSMOSMotion em uma versão anterior do SolidWorks
são abertas com uma guia COSMOSMotion no MotionManager e o Navegador
IntelliMotion do COSMOSMotion aparece no lugar da árvore de projeto do
FeatureManager no MotionManager. Você não pode alterar as simulações, mas
pode exibí-las e executá-las.
Pl otagens
Quando você plota os resultados, uma tríade é exibida no componente ou no
posicionamento para mostrar a direção local de X, Y e Z.
Você pode ocultar uma plotagem clicando em no canto superior direito. Para
exibir a plotagem novamente, expanda a pasta Resultados na árvore de
projeto do FeatureManager, clique com o botão direito em Plotagens XY e
selecione Exibir.
Mani pul ação de r est r i ções r edundant es
Você tem duas opções para manipular restrições redundantes.
Para especificar a manipulação de restrições redundantes:
1 Clique em Propriedades (barra de ferramentas MotionManager).
2 Em COSMOSMotion, clique em Opções avançadas.
3 Na caixa de diálogo Opções avançadas de simulação, selecione uma das
listadas abaixo:
• Excluir automaticamente as restrições redundantes. Exclui todas as
restrições redundantes, deixando uma montagem totalmente restrita. As
demais restrições suportam as cargas do sistema.
Capítulo 8 Estudos de movimento
Novidades do SolidWorks 2008 8-6
• Substituir as restrições redundantes com buchas. Substitui com uma
bucha qualquer posicionamento que tenha um componente redundante. As
cargas do sistema são distribuídas com base nos posicionamentos que são
substituídos.
Consulte Restrições redundantes na Ajuda.
Novidades do SolidWorks 2008 9-1
9
Des en h o s e d et al h amen t o
Este capítulo descreve os aprimoramentos do detalhamento nas seguintes áreas:
Geral
Folhas de desenho
Vistas de desenho
Lista de materiais
Tabelas
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-2
Ger al
Bal ões em notas
Você agora pode adicionar balões a notas. Ao criar ou editar uma nota, clique em um
balão para inseri-lo. Qualquer modificação realizada no PropertyManager de Balão
atualiza o balão da nota. O tamanho da fonte dos balões individuais pode ser
ajustado, após ele ter sido inserido, como é feito com qualquer outro caractere.
Text o do bal ão
O texto do balão está parametricamente vinculado à BOM. As alterações
realizadas no item da BOM são propagadas para o balão.
Cai xa de di ál ogo r emovi da
O PropertyManager de Dimensão agora contém as funcionalidades que antes
estavam na caixa de diálogo Propriedades de dimensão. A caixa de diálogo e o
botão Mais propriedades no PropertyManager de Dimensão foram removidos.
O PropertyManager de Nota agora contém as funcionalidades que estavam na
caixa de diálogo Propriedades das notas. A caixa de diálogo foi removida.
Al i nhament o de di mensões
Você agora pode alinhar dimensões às arestas. Coloque a dimensão, clique sobre
ela com o botão direito, selecione Alinhar à aresta e, em seguida, selecione uma
aresta do desenho.
Pr opr i edades de di mensão
Agora é possível desfazer as modificações nas propriedades das dimensões.
Li nhas de chamada
Você pode usar alças de arrasto para alterar o comprimento das linhas de
chamada curvas nas anotações.
Nota contendo uma referência ao item do
balão número 2.3 com o balão
pentagonal correspondente inserido no
texto da nota.
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-3
Fol has de desenho
Novos desenhos em Abr i r document os
A ferramenta Criar desenho a partir da peça/montagem está
disponível no menu flyout Novo na barra de menus.
Copi ar f ol has
Você pode copiar folhas de desenho inteiras dentro de um documento
de desenho ou entre desenhos diferentes. Use:
Inser i r i magens
Você pode inserir imagens em um desenho como faria em um esboço. Clique
emInserir, Imagem e procure a imagem desejada. Abra a imagem e use o
PropertyManager de Imagem de esboço para ajustá-la.
Vi stas de desenho
Vi stas quebr adas
É possível travar as linhas de quebra para que não possam ser movidas. Após
quebrar a vista, dimensione as linhas quebra em relação a uma parte conhecida da
geometria. Se as dimensões gerais forem alteradas, as linhas de quebra
permanecerão no mesmo lugar. As dimensões das linhas de quebra ficam ocultas
quando elas não estão ativas. Essas dimensões são usadas somente no documento
de desenho e não aparecem no desenho impresso.
Métodos para copiar
e colar com suporte
Locais de origem e destino
com suporte
Editar, Copiar/Colar Árvore de projeto do
FeatureManager
Menus do botão direito Área de gráficos da folha
Ctrl +arrastar (entre janelas de
desenho abertas lado a lado)
Guias das folhas
Consulte Copiar folhas na Ajuda.
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-4
Vi stas de seção
Você pode excluir as nervuras geradas pela criação de seções nos desenhos. Na
caixa de diálogo Vista de seção, selecione uma nervura para adicioná-la a
Componentes excluídos.
Vi stas de anotação
As vistas com anotações são marcadas com um ícone na seção Orientação do
PropertyManager de Vista de modelo; selecione Importar anotações para
colocar as anotações no modelo.
Al i nhament o de ent i dades de esboço
Você pode restringir entidades de esboço à geometria em múltiplas vistas de
desenho. Esboce objetos no desenho e use as restrições como faria normalmente
em um esboço.
Esta imagem mostra:
• Um ponto esboçado, na vista superior, restrito ao ponto virtual teórico da peça
por meio de relações de interseção (as relações não são mostradas para fins de
clareza).
• Um linha esboçada, na vista inferior, restrita para ser coincidente com a
geometria da vista inferior e com o ponto do esboço na vista superior.
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-5
Li sta de mat er i ai s
Cont eúdo das col unas
Clique duas vezes no cabeçalho de uma coluna para exibir uma lista de opções
para o conteúdo daquela coluna. A lista apresenta as propriedades personalizadas
que são definidas em pelo menos uma peça da montagem.
Modi f i cações de pr opr i edade
As alterações realizadas em células contendo Propriedades personalizadas
ou Números de peça agora são atualizadas nas Propriedades do modelo.
Em qualquer peça que ainda não tem uma propriedade personalizada definida,
uma edição na célula adiciona uma definição para esta propriedade nas
propriedades da peça, na guia Específico da configuração.
Quando você atualiza a BOM de uma peça que já tem a Propriedade
personalizada definida, o vínculo entre as propriedades da peça e a Lista de
materiais (BOM) é atualizado.
Se você editar o Número de peça, o novo valor aparecerá como um Nome
especificado pelo usuário no PropertyManager dePropriedades da
configuração da peça.
Component es vi r t uai s
Quando Tipo de BOM está definido como Somente peças ou Montagens
recuadas, os componentes virtuais exibem o símbolo na BOM. (Consulte
Componentes virtuais na página 6-7).
Consulte Visão geral de lista de materiais na Ajuda.
Para ver a guia Específico da configuração, clique em
Arquivo, Propriedades.
Para ver o PropertyManager de Propriedades da configuração
da peça, clique na guia Configuração, em seguida clique com o
botão direito na configuração que está usando, então selecione
Propriedades.
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-6
Ut i l i zação de mat er i ai s em sol dagens
Em uma BOM, clique com o botão direito em qualquer ponto de uma linha que
contenha uma soldagem e selecione Dissolver soldagem para exibir a utilização
de materiais na soldagem. A lista de corte da soldagem é reescrita para mostrar o
uso de materiais, ou seja, os diferentes tipos de material usados e as respectivas
quantidades totais (por exemplo, o comprimento total de tubulação rígida de seção
quadrada usada em todos os componentes da soldagem). A soldagem pode ser
recolhida clicando com o botão direito em qualquer de seus componentes e
selecionando Restaurar soldagem.
Você pode fazer isso simultaneamente em todas as soldagens da BOM ativando-a,
clicando com o botão direito e selecionando Dissolver soldagem.
Tabel as
Edi tar cél ul as
Clicar duas vezes em uma célula abre a barra de ferramentas do contexto com
itens específicos para a edição de células.
Edi tar cél ul as ext er nament e
Os itens vinculados a propriedades em tabelas (nível de revisão, por exemplo) são
editados diretamente no Windows Explorer. Consulte Modificações de propriedade
na página 9-5 e Modificar propriedades do documento na página 1-12.
Edi tar tabel as
Quando você posiciona o ponteiro do mouse sobre um divisor de coluna, ele muda
de aparência e permite que você arraste ou Alt +arraste o divisor para
redimensionar a coluna, respectivamente para a direita ou esquerda. Clique duas
vezes em um divisor de linha ou de coluna para redimensionar automaticamente a
linha ou coluna.
Se você posicionar o ponteiro do mouse sobre uma célula, sua aparência mudará
para . Clique para exibir a barra de ferramentas do contexto. Os botões da
barra de ferramentas refletem as opções disponíveis para o tipo de tabela e as
seleções (linhas, colunas e células).
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-7
Use a barra de ferramentas do contexto para alterar a formatação ou a fonte sem
ter de usar os PropertyManagers. Os PropertyManagers de Linha, Coluna e
Célula foram eliminados e seus recursos colocados na barra de ferramentas do
contexto.
Para acessar o PropertyManager de uma tabela, clique no ícone
para mover tabela no canto superior esquerdo ou clique com o
botão direito na tabela e selecione Propriedades.
Equações em cél ul as
Quando uma tabela está ativa, as
células com equações exibem o
símbolo de equação. Posicione o
ponteiro do mouse sobre o símbolo
para exibir a equação. Clique no
símbolo para abrir o editor de
equação.
Aj ustar t ext o em uma cél ul a ou nota
Você ponde reduzir o tamanho do texto para que ele caiba em uma célula ou nota.
Para reduzir um texto e ajustá-lo ao tamanho da célula:
1 Selecione a célula a ser modificada.
2 Clique em Ajustar texto (barra de ferramentas do contexto).
A célula ou nota é redimensionada automaticamente e a seção de fonte da
barra de ferramentas é aberta..
Para desativar o recurso de ajuste de texto em notas ou
células de tabela, clique em Ajudar texto .
Capítulo 9 Desenhos e detalhamento
Novidades do SolidWorks 2008 9-8
Cabeçal ho e stat us de bal ões
Com uma tabela ativa, clique nas setas de expansão (1) para
mostrar o cabeçalho da tabela. Em uma BOM, clique nas setas
de expansão (2) para mostrar o status do balão e a estrutura da
montagem.
Posi ção do cabeçal ho
Para alternar a exibição do cabeçalho, clique em Cabeçalho de tabela – Topo
ou em Cabeçalho de tabela – Base (barra de ferramentas do contexto).
Ocul tar e exi bi r l i nhas e col unas em tabel as
Você pode ocultar e exibir linhas e colunas em tabelas com a barra de ferramentas
do contexto. Clique em Ocultar/Exibir e selecione os cabeçalhos das linhas ou
colunas que deseja ocultar. As linhas e colunas selecionadas são realçadas para
mostrar que serão ocultadas quando você clicar em Ocultar/Exibir novamente.
Al t er ar f ont es
Clique para desmarcar Usar fonte do documento (barra de ferramentas do
contexto) para exibir a parte de fontes da barra de ferramentas do contexto.
Modi f i car col unas
Você pode arrastar colunas pelos cabeçalhos para reordená-las.
Um barra de ferramentas que lista as opções de conteúdo da coluna é exibida
quando você clica duas vezes no cabeçalho de uma coluna da BOM ou quando
seleciona a coluna e clica em Propriedades da coluna (barra de ferramentas
do contexto).
Novidades do SolidWorks 2008 10-1
10
Di men s i o n amen t o e To l er ân c i as
Este capítulo descreve os aprimoramentos da configuração de tolerâncias nas
seguintes áreas:
Visão geral
DimXpert para peças
TolAnalyst™
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-2
Vi são ger al
A linguagem Dimensionamento e Tolerâncias Geométricas (GD&T, na sigla em
inglês) oferece muitas vantagens:
• A linguagem de criação de projetos é padronizada.
• A intenção do projeto é clara e precisa para os clientes, fornecedores e equipes
de produção.
• Você pode calcular os limites de pior cenário para os posicionamentos.
• Através do uso de referências, os processos de produção e inspeção podem ser
repetidos.
• A montagem é garantida usando peças qualificadas para a produção.
Dois novos aplicativos baseados em GD&T estão disponíveis:
DimXpert - Aplica dimensões e tolerâncias às peças.
TolAnalyst - Executa análises de empilhamento nas montagens para
assegurar que os componentes podem ser montados.
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-3
Di mXper t par a peças
O DimXpert para peças é um conjunto de ferramentas que aplica dimensões e
tolerâncias a peças de acordo com os requisitos do padrão ASME Y14.41-2003.
Recur sos
No DimXpert o termo recursos se refere aos recursos de manufatura. Por exemplo,
no mundo do CAD, você cria um recurso de “casca” que no mundo da manufatura
é um tipo de recurso de “bolsão”.
Recursos de manufatura que têm suporte:
Quando você aplica dimensões do DimXpert a recursos de manufatura, o DimXpert
usa os seguintes métodos para reconhecer os recursos:
1 Reconhecimento de recursos de modelo
2 Reconhecimento de topologia
Defina o Padrão de dimensionamento como ANSI em
Ferramentas, Opções, Propriedades do documento,
Detalhamento para exibir anotações de acordo com o padrão
ASME. Padrões diferentes de ANSI ainda não têm suporte.
• Bolsão
• Chanfro
• Cilindro
• Cone
• Entalhe
• Filete
• Furo com rebaixo
• Furo escareado
• Furo simples
• Largura
• Linha de interseção
• Plano
• Plano de interseção
• Ponto de interseção
• Ranhura
• Ressalto
• Superfície
• Tipos de recursos
discretos
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-4
Reconhecimento de recursos de modelo
A vantagem do reconhecimento de recursos de modelo é que recursos
identificados são atualizados quando você modifica o modelo, principalmente se
você adicionar recursos ou faces. O DimXpert reconhece os seguintes recursos de
projeto:
Reconhecimento de topologia
Se o reconhecimento de modelo falhar em reconhecer recursos, o DimXpert
emprega o reconhecimento de topologia. A vantagem desse método é que ele
reconhece recursos de fabricação que não são detectados pelo reconhecimento de
modelo, como, por exemplo, rasgos, entalhes e bolsões. Somente o reconhecimento
de topologia é usado em recursos de corpos importados. Os recursos de topologia
são atualizados se você efetuar alterações na geometria, mas novas instâncias não
são adicionadas a recursos de padrão.
Uso do Di mXper t
O DimXpert oferece um conjunto de ferramentas
que permite inserir dimensões e tolerâncias
manual ou automaticamente.
O DimXpertManager:
• Lista os recursos de tolerância definidos
pelo DimXpert em ordem cronológica.
• Exibe as ferramentas do DimXpert.
Para definir as opções do DimXpert:
1 Abra o arquivo DimXpert.sldprt.
2 Clique em Ferramentas, Opções,
Propriedades do documento. Em
DimXpert, selecione Tolerância
geométrica.
3 Em Dimensões básicas, selecione
Criar dimensões básicas.
4 Clique em OK.
• Chanfro
• Determinadas extrusões
(na extração de padrão)
• Determinados padrões
(linear, circular e espelho
na extração de padrão)
• Furo simples
• Representação de rosca
• Filete
• Furo do Assistente
de Perfuração
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-5
Você pode definir outras opções de ferramenta do DimXpert em DimXpert.
Para inspecionar o modelo:
1 Na árvore de projeto do FeatureManager, expanda Cut-Extrude1 e edite
Sketch2.
Observe as dimensões do corte extrudado. A peça mede 80 mm X 40 mm.
2 Saia do esboço.
Para inserir dimensões e tolerâncias geométricas manualmente usando o DimXpert:
1 Clique em Referência (barra de ferramentas DimXpert) ou em
Ferramentas, DimXpert, Referência.
2 Clique na face mostrada para colocação da
referência A, em seguida arraste-a e posicione-a.
3 Adicione as referências B e C como mostrado e
clique em .
O DimXpertManager é atualizado para mostrar as
referências.
4 Clique em Dimensões de tamanho (barra de
ferramentas DimXpert) ou em Ferramentas,
DimXpert, Dimensão de tamanho.
Se uma tolerância não estiver corretamente
orientada, reoriente-a. Clique com o botão
direito na anotação, selecione Alterar vista
de anotação, Por seleção. Selecione a
face correta, que deve ser perpendicular ao
plano de referência, e clique em .
As dimensões do DimXpert são acionadas. Elas não podem
ser dimensões acionadoras.
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-6
5 Selecione o furo inferior à esquerda.
Na barra de ferramentas do contexto, Padrão é automaticamente selecionado
através do reconhecimento de recursos de modelo porque os quatro furos de
mesmo tamanho residem em um único corte.
6 Clique na área de gráficos para colocar a
dimensão de tamanho.
7 Clique em .
O DimXpert reconheceu os quatro furos como
um recurso de Padrão de furos no
DimXpertManager.
8 Clique em Tolerância geométrica (barra de ferramentas DimXpert) ou em
Ferramentas, DimXpert, Tolerância geométrica.
9 Na caixa de diálogo:
a) Selecione Posição em Símbolo.
b) Digite 0,5 para Tolerância 1.
c) Clique em Diâmetro .
d) Clique em Condição de material máximo .
e) Digite A, B e C para Primária, Secundária e Terciária.
f) Selecione o furo inferior à
esquerda com o padrão de furos
e clique em qualquer parte da
área de gráficos para colocar a
tolerância geométrica com a
dimensão do padrão.
g) Clique em OK.
O DimXpert cria dimensões básicas
no local do furo, juntamente com as
faces superior e direita.
O ícone em Padrão de furos indica
que o DimXpert utilizou o reconhecimento
de recursos de modelo. Nenhum ícone é
exibido se o reconhecimento de topologia
for utilizado.
O ponteiro precisa estar na caixa Tolerância 1.
As dimensões básicas ficam
dentro de caixas. Por
exemplo .
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-7
Se você não visualizar as dimensões básicas, verifique se as opções do
DimXpert foram ajustadas corretamente. Consulte Para definir as opções do
DimXpert: na página 10-4.
10 Clique em Dimensão de local (barra de ferramentas DimXpert) ou em
Ferramentas, DimXpert, Dimensão de local.
11 Selecione as faces superior e inferior e clique para posicionar a dimensão.
12 Use Dimensão de local para dimensionar as faces direita e esquerda,
depois as faces frontal e traseira. Clique em .
O modelo deve estar pececido com o exibido nesta imagem.
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-8
13 Clique em Exibir status da tolerância (barra de ferramentas DimXpert) ou
em Ferramentas, DimXpert, Exibir status da tolerância para ver quais
recursos estão sobre-restritos ou sub-restritos em termos de tamanho e
localização.
• Os recursos sub-restritos são exibidos em amarelo e marcados com o sinal (-
) no DimXpertManager.
• Os recursos totalmente restritos são indicados em verde.
• Os recursos sobre-restritos são exibidos em vermelho e marcados com o
sinal (+).
O modelo está totalmente restrito.
14 Clique em Excluir todas as tolerâncias (barra de ferramentas DimXpert) ou
em Ferramentas, DimXpert, Excluir todas as tolerâncias para excluir todas as
dimensões e tolerâncias do DimXpert do modelo e do DimXpertManager. Você
também pode clicar com o botão direito e excluir itens individuais no
DimXpertManager.
15 Clique em Ferramentas, Opções, Propriedades do documento. Em
DimXpert, selecione Opções de exibição.
16 Em Dimensões redundantes, selecione Exibir contagem de instâncias.
17 Clique em OK para preparar a peça para o próximo procedimento.
18 Mantenha a peça aberta para o próximo procedimento.
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-9
Para inserir dimensões e tolerâncias automaticamente usando o DimXpert:
1 Clique em Esquema de dimensão automática (barra de ferramentas
DimXpert) ou em Ferramentas, DimXpert, Esquema de dimensão
automática.
2 No PropertyManager:
a) Em Configurações, selecione:

b) Em Recursos de referência, selecione:
As faces usam as cores de Recursos de
referência do PropertyManager.
c) Assegure-se de selecionar Todos os recursos em Escopo e todos os itens
em Filtros de recurso.
d) Clique em .
O DimXpert insere dimensões e tolerâncias automaticamente usando
a terminologia mais-menos para restringir totalmente o modelo.
• Prismática para Tipo de peça.
• Mais e menos para Tipo de tolerância. O esquema de tolerância mais-
menos utiliza dimensões lineares para localizar todos os tipos de recurso.
• A face frontal como Primária.
• A face inferior como Secundária.
• A face esquerda como Terciária.
As dimensões e tolerâncias mostradas podem ser diferentes
da sua exibição.
Primária
Terciária Secundária
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-10
3 Exclua todas as dimensões e tolerâncias do DimXpert.
Agora, execute o DimXpert novamente para usar um esquema de tolerância
geométrica, que utiliza posição, empeno circular e perfis de superfície, como
aplicável.
4 Clique em Esquema de dimenão automática .
5 Em Configurações, selecione Geométrica para Tipo de tolerância.
6 Selecione as mesmas faces usadas anteriormente em Recursos de referência.
7 Clique em
O Esquema de dimensão automática aplica tolerâncias de
forma (nivelamento somente), orientação e localização, como
necessário, para inter-relacionar os recursos de referência.
Capítulo 10 Dimensionamento e Tolerâncias
Novidades do SolidWorks 2008 10-11
.
Tol Anal yst
O TolAnalyst é um aplicativo de análise de tolerância que determina os efeitos que as
dimensões e tolerâncias exercem sobre peças e montagens. As ferramentas do
TolAnalyst permitem que você execute análises de empilhamento de tolerância de
“pior cenário” em peças e montagens.
Primeiro, você usa as ferramentas do DimXpert para aplicar dimensões e tolerâncias
às peças ou componentes de uma montagem; em seguida, emprega as ferramentas
do TolAnalyst para utilizar esses dados na análise de empilhamento.
Consulte TolAnalyst na página 14-17.
Para melhor legibilidade, as imagens foram capturadas com
a opção Sempre exibir texto com o mesmo tamanho
selecionada. Entretanto, segundo os padrões ASME, as
anotações devem ser dimensionadas de acordo com a
geometria. Você deve, portanto, desmarcar essa opção e
definir uma Escala do texto apropriada na caixa de diálogo
Propriedades da anotação.
O TolAnalyst está disponível somente no SolidWorks Office
Premium.
Novidades do SolidWorks 2008 11-1
11
COSMOSWo r k s
Este capítulo descreve os aprimoramentos do COSMOSWorks
®
nas seguintes
áreas:
Geral
Novos tipos de estudo
Estudos de análise
Cargas e restrições
Malha
União e contato em estudos estáticos
Visualização de resultados
Os melhoramentos descritos a seguir estão disponíveis na
versão COSMOSWorks Designer e superiores, exceto quando
informado o contrário. Os melhoramentos marcados com um
(P)

estão disponíveis no COSMOSWorks Professional e
superiores. Os melhoramentos marcados com um
(A)
estão
disponíveis somente no COSMOSWorks Advanced
Professional.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-2
Ger al
• Encontra-se agora disponível uma versão de 64 bits do COSMOSWorks.
• Quando você seleciona uma face na área de gráficos, a pasta Vigas, Cascas
ou Sólidos do COSMOS
®
AnalysisManager se expande e realça o corpo ou
o componente associado.
• As unidades N/mm
2
(MPa) agora estão disponíveis em muitos locais,
incluindo: o PropertyManager de Pressão, o PropertyManager de
Plotagem de tensão, a caixa de diálogo Opções e as três guias da caixa de
diálogo Material.
• O novo CommandManager facilita o acesso à interface do COSMOSWorks.
Ele é sensível ao contexto, refletindo o tipo e o status do estudo ativo.

(A)
Você pode usar o modelo de material nitinol para cascas em estudos não-
lineares.
• Novas barras de ferramentas foram adicionadas ao COSMOSWorks
Dynamics e ao Rastreador de tendência do COSMOSWorks.
• Os comandos obscurecidos (não disponíveis) não são exibidos nos menus
de atalho.
• Você pode pesquisar palavras-chave nos arquivos de análises, incluindo os
arquivos *.sldalasm, *.sldalprt, *.sldasm e *.sldprt files.
• Novos critérios estáticos lineares da NAFEMS foram adicionados à lista de
verificação.
• A ferramenta Relatório foi redesenhada para o COSMOSWorks 2008.

Consul t or de anál i se
O consultor de análise do painel de tarefas
foi melhorado para incluir:
• Informações de ajuda sobre cargas,
restrições e condições de contato.
• Um banco de dados com exemplos de
cargas, restrições e condições de contato.
Alguns exemplos são mostrados ao lado.
Você pode personalizar o banco de dados
para adicionar, editar ou remover exemplos.
Consulte Pesquisar documentos de análise na Ajuda.
Consulte Relatórios de estudos na Ajuda.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-3
Mat er i al hi per el ást i co Mooney-Ri vl i n e Ogden
(A)
Você pode ver as constantes calculadas pelo programa quando usa uma curva de
tensão-deformação em modelos de material Mooney-Rivlin ou Ogden para estudos
não-lineares. As constantes são salvas na pasta de resultados ativa do estudo, em
um arquivo de texto com a extensão.log.
Cascas exi bi das de acor do com a espessur a ou o mat er i al
Você pode exibir as cascas em cores para
identificar a espessura ou o material. Clique
com o botão direito na pasta Cascas do
COSMOS AnalysisManager e selecione a
opção apropriada. Nesta imagem, uma
parede tem 1 pol. de espessura, o fundo
tem 2 pol. de espessura e as paredes
restantes não têm atribuição e, portanto,
são transparentes.
Você também pode criar uma plotagem de
qualidade de malha, mostrando a espessura
ou o material das cascas. Para criar essa plotagem, clique com o botão direito em
Malha e selecione Criar plotagem de malha.
Novos t i pos de est udo
Est udo de vaso de pr essão
(P)
O novo estudo de vaso de pressão permite que você combine os resultados de
dois ou mais estudos estáticos para determinar a condição de pior cenário. Cada
estudo estático tem um conjunto diferente de cargas que gera resultados
correspondentes. O estudo de vaso de pressão combina algebricamente os
resultados dos estudos estáticos.
Est udo di nâmi co l i near
(A)
Os estudos estáticos assumem que as cargas são constantes ou aplicadas
muito lentamente até atingirem o valor máximo. Devido a isso, a velocidade e a
aceleração de cada partícula do modelo são consideradas iguais a zero. Desta
forma, os estudos estáticos ignoram as forças inerciais e de amortecimento.
Em muitos casos práticos, as cargas não são aplicadas lentamente ou mudam
como tempo ou com a freqüência. Nestes casos, use um estudo dinâmico.
Consulte Estudos de vaso de pressão na Ajuda.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-4
Os estudos dinâmicos lineares se baseiam em estudos de freqüência. O software
calcula a resposta do modelo acumulando a contribuição de cada modo ao ambiente
de carregamento. Na maioria dos casos, somente os modos inferiores contribuem
significativamente para a resposta. A contribuição de um modo depende do conteúdo
de freqüência, da magnitude, da direção, da duração e da localização da carga.
A freqüência do modo superior incluído na análise pode ter de ser mais alta do que
as freqüências das cargas. Os fatores de participação da massa calculados nos
estudos de freqüência podem ajudar a decidir quantos modos incluir na análise.
Como orientação geral, alguns códigos recomendam no mínimo 80% de
participação da massa na direção do movimento.
Cargas dinâmicas
As cargas dinâmicas geralmente podem ser classificadas como determinísticas
ou não determinísticas. As cargas determinísticas são bem definidas como funções
do tempo e podem ser previstas com precisão. Elas podem ser harmônicas,
periódicas ou não periódicas. Se as cargas são determinísticas, os resultados
também são determinísticos. As cargas não determinísticas não podem ser bem
definidas como funções explícitas do tempo e são mais bem descritas através de
parâmetros estatísticos. Se as cargas são não determinísticas, os resultados
também são não determinísticos.
Em estudos dinâmicos, a energia de sistemas vibratórios é dissipada por vários
mecanismos de amortecimento. Os seguintes tipos de amortecimento estão
disponíveis:
• Modal
• Rayleigh
• Modal composto
• Amortecedores concentrados (apenas em estudos de histórico de tempo modal)
Para lidar com os diversos ambientes de carregamento, o COSMOSWorks oferece
3 tipos de estudos dinâmicos lineares:
• Histórico de tempo modal
• Harmônico
• Vibração aleatória
Observando as orientações acima, executar várias iterações
aumentando o número de modos ajuda a avaliar a
convergência para os resultados corretos.
Consulte Efeitos do amortecimento na Ajuda.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-5
Análise histórica de tempo modal
Use a análise histórica de tempo modal quando a variação de cada carga com o
tempo é explicitamente conhecida e você estiver interessado na resposta como
uma função do tempo. As cargas típicas incluem:
• cargas de choque (ou pulso)
• cargas gerais que variam com o tempo (periódicas ou não periódicas)
• movimento de base uniforme (deslocamento, velocidade ou aceleração aplicada
a todos os suportes)
• movimentos de suporte (deslocamento, velocidade ou aceleração aplicada a
suportes selecionados)
Após a execução do estudo, você pode ver deslocamentos, tensões, deformações,
forças de reação, etc., em diferentes etapas de tempo ou obter resultados gráficos
em locais específicos.
Carga de choque Carga periódica Carga não periódica
Tempo
Amplitude
Amplitude Amplitude
Tempo
Tempo
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-6
Análise harmônica
Use a análise harmônica quando o modelo estiver sujeito apenas a cargas
harmônicas. Uma carga harmônica P é expressa como P =A sen (ω t+Φ) onde: A é
amplitude, ω é freqüência, t é tempo e Φ, o ângulo da fase. Veja a seguir uma
amostra de cargas harmônicas em função do tempo com a mesma magnitude A,
diferentes freqüências e ângulos de fase :
Embora seja possível criar estudos históricos de tempo modal e definir as cargas
como funções do tempo, você pode não estar interessado na variação transiente
da resposta em relação ao tempo. Nestes casos, você poupa tempo e recursos
usando a análise harmônica para obter a solução para a resposta de pico em
estado estável no intervalo de freqüência operacional desejado.
A ilustração mostra um exemplo de
entrada numa análise harmônica.
As amplitudes de pico das cargas
harmônicas estão plotadas em função
das freqüências operacionais.
Depois de executar o estudo você pode
ver as tensões de pico, deslocamentos,
acelerações e velocidades ao longo do
intervalo de freqüências operacionais.
freqüência =2 Hz freqüência =5 Hz
Amplitude Amplitude
Tempo
Tempo
Intervalo de freqüência
Amplitude
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-7
Um motor montado em uma bancada de teste, por exemplo, transfere cargas
harmônicas ao sistema de suporte através dos parafusos. Você pode modelar o
sistema de suporte e definir um estudo harmônico para avaliar picos de
deslocamento em estado estável, tensões, etc., para o intervalo de freqüências
operacionais do motor.
Vibração aleatória
Use o estudo de vibração aleatória para calcular a resposta devida a cargas não
determinísticas. São exemplos de cargas não determinísticas:
• cargas geradas nas rodas de um carro que
trafega em estradas irregulares
• acelerações de base geradas por terremotos
• pressão gerada por turbulências de ar
• pressão das ondas do mar ou de ventos fortes
A ilustração mostra um exemplo de carga aleatória em
função do tempo.
Em um estudo de vibração aleatória, as cargas são descritas estatisticamente
por funções de Densidade Espectral de Potência (PSD, na sigla em inglês). As
unidades de PSD correspondem ao quadrado da carga pela freqüência como uma
função da freqüência. Por exemplo, a unidade de uma curva PSD de pressão é
(psi)
2
/Hz sobre Hz.
Amplitude
Tempo
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-8
Um exemplo de curva PSD é mostrado abaixo. O eixo X está plotado em escala
logarítmica para que se possa obter uma visualização clara do amplo intervalo de
freqüência.
Depois de executar o estudo você pode plotar a raiz quadrada média (RMS) ou os
resultados PSD das tensões, deslocamentos, velocidades, etc., em uma
freqüência específica ou os resultados gráficos em locais específicos em função
dos valores de freqüência.
Est udo di nâmi co não l i near
(A)
Não é possível usar estudos dinâmicos lineares se o modelo tiver materiais não
lineares ou sofrer grandes deformações. Os estudos dinâmicos não lineares são
resolvidos em âmbito temporal. Ao contrário dos estudos dinâmicos lineares, os
não lineares não requerem extração de freqüências e formas de modo. As cargas
são definidas em função do tempo, como nos estudos de histórico de tempo modal.
Observe que, embora o tempo, na maioria dos estudos estáticos não lineares, seja
uma pseudovariável usada para o carregamento em etapas, ele é sempre uma
variável real nos estudos dinâmicos.
Por exemplo, se o modelo for montado com peças de paredes finas sujeitas a
grandes deformações, possuir um modelo de material hiperelástico e estiver
submetido a uma carga de impulso, recomenda-se o uso de um estudo dinâmico
não linear.
Consulte Quando usar análise dinâmica na Ajuda.
Freqüência, (Hz)
Amplitude
2
/ Hz
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-9
Exempl o de est udo di nâmi co l i near
(A)
Você cria um estudo de histórico de tempo modal dinâmico linear para examinar
a resposta do aro de uma cesta de basquete sujeita a uma carga de impulso
causada por uma "enterrada" de bola.
Para simular a resposta do aro de uma cesta de basquete sujeita a uma carga de
impulso:
1 Abra
COSMOSWorks\Basketball_rim.
sldprt.
2 Para criar um estudo dinâmico
linear, clique com o botão direito
em Freqüência no COSMOS
AnalysisManager e selecione
Copiar para novo estudo
dinâmico.
3 Na caixa de diálogo,
a) Digite Primeiro_Dinâmico em
Nome do estudo.
b) Selecione Análise histórica de tempo modal emTipo de estudo
dinâmico linear.
c) Clique em OK.
4 Para definir as propriedades do estudo dinâmico, clique com o botão direito
emPrimeiro_Dinâmico e selecione Propriedades.
a) Em Opções de freqüência, defina Número de freqüências como 5.
b) Em Opções dinâmicas, defina Tempo final como 0,8 e Incremento de
tempo como 0,0005.
Quando você cria um estudo dinâmico a partir de um estudo de
freqüência existente, as propriedades do material, as restrições e
os resultados do estudo de freqüência são copiados para o novo
estudo.
Na etapa de tempo da solução, use que seja uma fração do período da
freqüência mais alta da carga. É recomendado executar a análise com
etapas de tempo decrescentes e observar a convergência dos
resultados.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-10
5 Clique com o botão direito em Carga/Restrição e selecione Força.
a) Selecione a parte média frontal do aro em Faces, arestas, vértices para
Força.
b) Selecione Plano frontal na caixa Face, aresta, plano, eixo para direção.
c) Selecione Ao longo do plano Dir 2 e digite 260 (lb.).
d) Marque Inverter direção.
e) Em Variação com o tempo,
selecione Curva e clique em
Editar. Digite os valores a seguir
para os dados da curva de força.
f) Clique em OK
g) Clique em .
6 Clique com o botão direito em
Amortecimento e selecione
Editar/Definir.
a) Em Opções, selecione
Amortecimento modal.
b) Em Razões de amortecimento, digite 0,05 na coluna Razão de
amortecimento.
c) Clique em .
Pontos X Y
1 0 1,0
2 0,4995 1,0
3 0,5 0
4 10 0
0,5 X (Tempo)
Y (Magnitude)
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-11
7 Clique com o botão direito em Opções de resultado e selecione Editar/
Definir.
a) No PropertyManager, em Salvar resultados, selecione Para as etapas de
solução especificadas.
b) Nas caixas Etapas de solução-Conjunto 1 defina Inicial como 1, Final
como 1600 e Incremento como 10.
c) Na caixa Plotagens de resposta, selecione Ponto 1.
d) Clique em .
8 Aplique malha ao modelo utilizando um Tamanho global de 0,8 polegada e
execute a análise.
9 Para plotar o histórico de tempo do deslocamento no Ponto 1, clique com o
botão direito em Resultados e selecione Definir gráfico de resposta .
O PropertyManager de Gráfico histórico de tempo aparece com o Ponto 1
realçado na caixa Locais predefinidos.
a) No PropertyManager, em Eixo Y, selecione Deslocamento, UY:
deslocamento Y em Componente e pol. em Unidades .
b) Clique em .
Se não especificar nenhum vértice ou ponto na caixa Plotagens
de resposta, você pode plotar a resposta em qualquer nó das
etapas solicitadas no PropertyManager de Opções de resultado.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-12
O gráfico a seguir é exibido, onde o eixo X representa segundos e o eixo Y,
polegadas.
• O gráfico de resposta representa claramente as oscilações do aro da cesta
de basquete durante a "enterrada" de bola O deslocamento máximo UY é de
aproximadamente 1,35 pol. (3,43 cm). Esse valor é maior do que 0,78 pol.
(1,98 cm), que é o deslocamento estático máximo UY do aro (consulte a
plotagem do deslocamento UY no estudo Estático). A extremidade do aro
retorna ao repouso após cerca de 0,32 segundo. Após a liberação da carga, o
aro apresenta vibrações livres até recuperar sua posição inicial depois de cerca
de 0,8 segundo.
• Para testar a precisão dos resultados, execute um segundo estudo dinâmico
usando 10 modos. Os resultados mostram alterações mínimas na resposta,
indicando que, nesse caso, 5 modos permitem obter resultados precisos.
Emmuitos casos, pode ser preciso utilizar um número de modos maior.
Est udos de anál i se

(P)
Os cálculos de fatores de vista em estudos térmicos foram melhorados
emcascas.

(P)
Nas versões anteriores, uma face em um estudo térmico só podia irradiar
para o ambiente ou para outras faces do modelo. Nesta versão, uma face
pode irradiar para o ambiente e para outras faces simultaneamente.

(A)
A formulação de grande deformação em estudos não lineares foi
aperfeiçoada em todos os modelos de material para melhorar a precisão e a
convergência.
Deslocamento
estático
s
pol.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-13

(P)
A exportação de estudos para o NASTRAN foi melhorada. O conversor
agora exporta os seguintes recursos adicionais:

(A)
Você agora pode exportar estudos estáticos, de freqüência, de
flambagem, não lineares e térmicos para o ABAQUS. Além de malhas,
propriedades de material, cargas e restrições, o conversor exporta os
seguintes recursos:
Para exportar um estudo para ABAQUS:
1 Clique com o botão direito no nome do estudo e selecione Exportar.
2 Em Salvar como tipo, selecione Arquivos ABAQUS (*.inp).
3 Digite um nome em Nome do arquivo.
4 Clique em Salvar.
Vi gas
• Você pode misturar vigas, cascas e sólidos em um estudo de malha misto.
• O software reconhece como vigas as geometrias que não são membros
estruturais lineares. As geometrias com suporte incluem: membros estruturais
curvos, corpos extrudados e varridos, membros e corpos estruturais espelhados
e com padrão aplicado, e geometrias importadas. Observe que o software não
pode reconhecer como vigas todas as geometrias mescladas e combinadas.
• Você pode exibir os eixos neutros das vigas. Selecione Exibir vigas como
linhas em Resultados no PropertyManager de Editar juntas.
• É possível também exibir as direções usadas para mostrar os resultados para
cada viga. Selecione Exibir orientação da viga em Opções de plotagem
deformada no PropertyManager de Configurações de qualquer plotagem.
• estudos de malha mista
• restrições locais
• união nó para superfície e superfície para superfície
• contato nó para nó, nó para superfície e superfície para superfície
• forças remotas, massas e deslocamentos
• suportes elásticos e conectores de vínculos
• união nó para superfície
• união superfície para superfície (introduzida no COSMOSWorks 2008)
• contato nó para superfície e superfície para superfície
• forças remotas, massas e deslocamentos
• conectores rígidos, de suporte elástico e de pinos
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-14
• Agora você pode aplicar forças em todo o comprimento de uma viga ou em
pontos de referência. Os pontos de referência precisam estar dentro dos
limites do modelo. Nas versões anteriores, só era possível aplicar forças a
juntas.
• No caso de forças aplicadas em todo o comprimento de uma viga, você pode
especificar um valor da força ou da força por unidade de comprimento.
Selecione Por unidade de comprimento em Unidades no PropertyManager
de Força para especificar a força por unidade de comprimento da viga.
• Você pode listar as forças e as tensões das vigas. Clique com o botão direito
na pasta Resultados e selecione Listar forças da viga. Os itens listados
incluem: forças axiais, tensões de curvatura em duas direções, tensões de
pior cenário, etc.
• Pode também criar plotagens de cisalhamento e de momento. Clique com
o botão direito na pasta Resultados e selecione Definir diagramas de viga.
Os tipos de plotagem são: força axial, força de cisalhamento em duas
direções, momentos em duas direções e torque. Você pode usar Sonda para
listar os resultados dos membros estruturais individuais.
Cenár i os de pr oj et o
Os cenários de projeto foram melhorados. Você pode:
• Redimensionar a caixa de diálogo para exibir um número maior de conjuntos
ou parâmetros.
• Preencher automaticamente os valores de um parâmetro através de um
dos três métodos a seguir: Linear, Crescimento ou Distribuição. Estes
métodos são similares aos do Microsoft Excel. Clique com o botão direito
no nome do parâmetro e selecione Preencher série.
• Redefinir os valores de cada parâmetro ou definir com o valor do modelo
atual. Clique com o botão direito no parâmetro ou defina um nome e
selecione Redefinir.
• Copiar informações existentes em tabelas de ou para outros produtos da
Microsoft, como Excel ou Word. Selecione as células da tabela que deseja
copiar ou preencher, clique com o botão direito e selecione Copiar ou Colar,
respectivamente.
• Selecionar um sistema de coordenadas para a exibição dos resultados.
Selecione Escolher sistema de coordenadas na guia Locais dos
resultados na caixa de diálogo Cenário de projeto.
• Exibir tipos adicionais de resultado de cenários do projeto de estudos
estatísticos. Eles podem ser visualizados nas caixas de diálogo Resumo
de resultados de cenário do projeto e Gráfico. Os novos tipos incluem:
deslocamento nas direções X, Y e Z (UX, UY e UZ) e tensões normais nas
direções X, Y e Z (SX, SY e SZ). Estes novos tipos estão disponíveis em
determinados vértices.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-15
Supor t e par a gr andes desl ocament os
A opção Grande deslocamento nos estudos estáticos agora funciona com:
• Restrições de simetria cíclica
• Todos os conectores de mola. As molas somente de compressão e somente
de extensão não tinham suporte em versões anteriores.
• Todos os conectores de parafuso
Rast r eador de t endênci a
(P)
O rastreador de tendência ajuda a detectar tendências nos resultados das
diferentes iterações de um estudo estático. Após executar um estudo estático, você
estabelece uma linha de base. Em seguida, faz alterações em geometria, cargas,
restrições ou qualquer outro recurso e executa o estudo estático novamente. O
software inclui os novos resultados como uma nova iteração.
Para ativar, clique com o botão direito no ícone do estudo e selecione Rastreador
de tendência.
Os realces incluem:
• Um diário de tendências que lista detalhes sobre a linha de base e cada
iteração.
• Os gráficos mostram as tendências em quantidades importantes dos
resultados. Você pode exibir um dos gráficos predeterminados ou adicionar
um gráfico de dados rastreados.
• Uma galeria pode mostrar as plotagens de deslocamento e de tensão para
cada iteração.
• A integração com cenários do projeto permite salvar conjuntos como iterações.
• Uma função de reversão permite restaurar o modelo para uma iteração
específica.
Car gas e r est r i ções
• A caixa de valor do PropertyManager de Gravidade agora inclui um valor
predeterminado baseado nas unidades.
• Você pode aplicar controle de malha a pontos de referência. O gerador de
malhas cria um nó em cada ponto de referência. As cargas são aplicadas nos
locais exatos dos pontos de referência.
• Se não aplicar um controle de malha nos pontos de referência, você ainda
pode aplicar cargas nos pontos de referência em estudos estáticos, de
freqüência e de flambagem. Como a presença de nós não é obrigatória
nesses locais, o software aplica a carga nos nós adjacentes. Em versões
anteriores, só era possível aplicar cargas pontuais a vértices. Os pontos de
referência precisam estar dentro dos limites do modelo.
Consulte Rastreador de tendência na Ajuda.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-16
Conect or es de par af uso
Os conectores de parafuso foram melhorados:

(A)
Você pode utilizar conectores de parafuso em análises não lineares.
• Pode também simular parafusos com rebaixo.
• É possível forçar os diâmetros da cabeça e da porca a serem iguais.
• Você pode unir com parafusos mais de 2 componentes de montagem.
Selecione Série de parafusos em Opções avançadas e selecione as faces
cilíndricas dos componentes do meio. Essa opção só está disponível em
estudos estáticos.
• Pode também incluir a massa do parafuso na análise.
• Se um plano de simetria cortar um parafuso, você pode definir um parafuso
simétrico. Os parafusos simétricos servem apenas para 1/2 simetria ou
1/4 simetria. Selecione Parafuso simétrico em Opções avançadas. Em
1/2 simetria, você pode também selecionar o plano ou a face plana da
geometria. Os parafusos simétricos só estão disponíveis em estudos estáticos.
• O parafuso Aterrado agora é chamado de Parafuso de fundação.
• Quando você adiciona um parafuso a um furo de uma série de furos, o
software permite propagar os parafusos para todos os furos da série.
Em versões anteriores, era possível definir os parafusos com Linhas de divisão
em torno do furo para selecionar as faces de contato entre as cabeças e as porcas.
Agora, você só pode selecionar as arestas do furo na cabeça e na porca para
definir um parafuso.
Se você editar um parafuso definido numa versão anterior
usando as faces de contato entre cabeças e porcas, o
programa selecionará automaticamente as arestas
apropriadas e inserirá os valores corretos de diâmetro.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-17
Conect or es de pi no
• Duas opções de conectores de pino foram renomeadas. Sem translação
tornou-se Com anel de retenção (sem translação) e Sem rotação tornou-
se Com chave (sem rotação).
• Você pode incluir informações de massa nos conectores de pino. Selecione
Incluir massa em Opções avançadas e digite o valor da massa. O valor da
massa é usado em análises de freqüência e de flambagem, e em análises
estáticas e não lineares quando gravidade e cargas centrífugas estiverem
selecionadas.
Mal ha
• Você pode mistrurar vigas, cascas e sólidos em um estudo de malha mista.
• Pode também aplicar o controle de malha a pontos de referência. O gerador
de malhas cria um nó em cada ponto de referência.
• Em versões anteriores, depois de alterar uma condição de contato, você
tinha de refazer a malha para usar Nó para superfície ou Surperfície para
superfície. Nesta versão, a malha não se torna inválida devido a essa
alteração e você não precisa refazê-la.
• O gerador de malhas alternativo usado em versões anteriores foi substituído
por um gerador baseado na curvatura. O gerador de malhas funciona com
peças e montagens sólidas, nas quais são utilizadas uniões incompatíveis.
Ele gera uma malha mais fina em áreas de grande curvatura e faz a transição
da malha automaticamente. As ilustrações a seguir mostram um modelo com
malha criada pelo novo gerador de malhas.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-18
Para usar o novo gerador de malhas, clique em Opções no PropertyManager
de Malha, selecione Alternativo e clique em .
Contat o e uni ão
• Nas versões anteriores, a união de face com face ou de aresta com face com
malhas incompatíveis utilizava um algoritmo de união de superfície. Este método,
em alguns casos, produz tensões imprecisas nas regiões unidas e em torno delas.
Nesta versão, o software utiliza um novo algoritmo baseado no método com
argamassa para a união de faces com faces e de arestas com faces. O novo
algoritmo oferece tensões e forças de união contínuas e mais precisas. Ele
também acelera a convergência quando se usa o método h-adaptativo.
Para usar o novo método, selecione Melhorar união com malha incompatível
(mais lento) na caixa de diálogo Estático, Flambagem ou Freqüência antes
de executar o estudo.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-19
• O algoritmo da opção Surperfície
para superfície das opções de
contato Sem penetração e Ajuste
por contração foi melhorado para a
solução de pequenos deslocamentos
em estudos estáticos. O algoritmo
produz resultados mais precisos de
tensões e forças de contato e acelera
a convergência quando o método
h-adaptativo é usado.
A ilustração mostra as tensões de von
Mises no ajuste por contração de dois
anéis.
Ref or ços
É possível definir vigas como reforços em faces de casca e sólidas.
Para definir um reforço:
1 Crie um estudo de malha mista.
2 Defina vigas, cascas e sólidos.
3 Clique com o botão direito na pasta Contato/Espaçamentos e selecione
Definir conjunto de contatos.
4 No PropertyManager, selecione Unidas para Tipo.
5 Clique em Vigas e selecione as vigas para o reforço.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-20
6 Em Faces para alvo, selecione a face de contato, mostrada abaixo, para que
ela seja reforçada pelas vigas.
Clique em .
Vi sual i zação de r esul tados

(P)
Os gráficos históricos de tempo foram melhorados nos estudos não lineares
e de teste de queda. Em versões anteriores, você só podia usar Tempo no
eixo X. Nesta versão, você pode usar Tempo, Tensão, Deslocamento,
Velocidade translacional ou Aceleração no eixo X. É possível, por exemplo,
traçar gráficos dos deslocamentos resultantes em função das tensões de von
Mises após executar um estudo não linear ou de teste de queda.

(A)
Nas versões anteriores, só era possível listar as deformações totais em
estudos não lineares. Nesta versão, você pode especificar o tipo de
deformação que deseja plotar ou listar. Os tipos disponíveis são:

(P)
Você pode ver a alteração nos resultados de diversas iterações de um
estudo estático. Consulte Rastreador de tendência (P) na página 11-15.
Pl otagens de per cepção do pr oj et o
A nova plotagem de percepção do projeto mostra as regiões do modelo que suportam
as cargas de maneira mais eficiente. Alguns usuários podem reconhecer esse gráfico
como plotagem de "caminho de carga". Você pode usar essa informação para reduzir
o material no modelo.
• Total (deformações combinadas)
• Elástico (deformações recuperáveis)
• Plástico (deformações irrecuperáveis)
• Térmico (deformações devidas a cargas térmicas)
• De fluência (deformações devidas a efeitos de fluência)
Consulte Percepção do projeto na Ajuda.
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-21
Para usar uma plotagem de percepção do projeto:
1 Abra COSMOSWorks\DesignInsight.sldprt.
2 Na árvore do AnalysisManager do COSMOS, clique com o botão direito em
Estudo 1 e selecione Executar.
3 Quando a análise estiver concluída, clique
com o botão direito na pasta Resultados e
selecione Definir plotagem de percepção
do projeto.
4 No PropertyManager, mova o controle
deslizante para a direita até que a plotagem
fique mais ou menos como a que é mostrada.
Clique em .
As áreas em azul indicam as regiões que suportam a carga com eficiência.
As áreas translúcidas da plotagem indicam os limites do modelo original.
Você pode usar esta plotagem de percepção do projeto para atualizar o modelo,
como mostrado. Alterne entre as configurações da peça de exemplo para
visualizar as diferenças. Observe como o material das regiões que não
suportavam a maior parte da carga foi removido manualmente pelo projetista.
Li near i zação de t ensão
(P)
Em um campo de tensão, é útil separar as tensões constantes de membrana e
de curvatura. Essa linearização é recomendada pelo Código Internacional para
Caldeiras e Vasos de Pressão da American Society of Mechanical Engineers
(ASME).
Após definir uma plotagem de seção para qualquer componente de tensão do
estudo de um vaso de pressão, clique com o botão direito na plotagem e selecione
Linearizar. Em seguida, defina uma linha selecionando dois locais na seção e
clique em Calcular para listar as tensões de membrana, de curvatura e total nos
dois lugares.
Antes
Depois
Capítulo 11 COSMOSWorks
Novidades do SolidWorks 2008 11-22
A linha que conecta os dois locais deve estar totalmente contida no material. Ela
não pode passar através de furos ou áreas onde não existam resultados. Por
exemplo, a linha longa da figura abaixo não é válida, mas as outras duas são.
Recomenda-se usar uma linha perpendicular aos limites, como mostrado pela linha
do lado esquerdo. Linhas não perpendiculares aos limites, como a linha vertical
abaixo, não são recomendadas.
Para criar um gráfico com
os resultados, clique em
Plotagem no PropertyManager
de Linearizar tensão. O
software gera seis gráficos.
Cada gráfico representa a
variação das tensões de
membrana, de curvatura e total
de um componente ao longo da
linha. Os seis componentes são:
SX, SY, SZ, TXZ, TXY e TYZ.
As direções X, Y e Z são
definidas pela linha, conforme
explicado no PropertyManager
de Linearizar tensão.
Novidades do SolidWorks 2008 12-1
12
Ou t r as f u n c i o n al i d ad es
Este capítulo descreve os aprimoramentos de outras funcionalidades do software
nas seguintes áreas:
Instalação
API (Interface de Programação de Aplicativo)
DFMXpress
DriveWorksXpress
eDrawings
Importar/Exportar
SolidWorks Explorer
Projeto de moldes
Chapa metálica
SolidWorks Rx
Soldagens
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-2
Instal ação
O Gerenciador de Instalação do SolidWorks combina instalação, Service Packs,
modificação e remoção de todos os produtos. O Gerenciador de Instalação permite
que você instale a partir de:
• Mídia do SolidWorks
• Um diretório de origem contendo arquivos do SolidWorks 2008
• Centro de Download da SolidWorks
Os números de série otimizam a instalação para que por padrão sejam instalados
todos os produtos que você adquiriu.
Você pode instalar imediatamente ou programar o Gerenciador de Instalação para:
• Fazer o download e/ou instalar mais tarde
• Verificar regularmente se há atualizações e notificá-lo quando elas estiverem
disponíveis
API (Int er f ace de Pr ogr amação de Apl i cat i vo)
Clique em Ajuda, Ajuda da API para acessar os sistemas de ajuda da interface
de programação de aplicativo (API) do SolidWorks.
Os principais aprimoramentos feitos na API do SolidWorks 2008 são:
• Palavras-chave. Adicione as palavras-chave do seu próprio
aplicativo aos arquivos do SolidWorks usando o método
ModelDocExtension::AddOrUpdateSearchData.
• Comandos Desfazer. Desfaça comandos do seu aplicativo usando o método
ModelDocExtension::SetAPIUndoObject e a interface SwUndoAPIHandler.
• Arquivos STEP. Abra arquivos STEP usando o método
SldWorks::GetImportFileData, a propriedade
ImportStepData::MapConfigurationData e o método SldWorks::LoadFile4.
• Vistas de anotação. Percorra as vistas de anotação utilizando:
Propriedade Annotation::AnnotationView
Propriedade ModelDocExtension::AnnotationViews
Método ModelDocExtension::IGetAnnotationViews
Propriedade ModelDocExtension::AnnotationViewCount
Método ModelDocExtension::InsertAnnotationView
Método AnnotationView::Activate
Método AnnotationView::ActivateAndReorient
Propriedade AnnotationView::AngleMadeWithViewHorizontal
Propriedade AnnotationView::AnnotationCount
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-3
Propriedade AnnotationView::Annotations
Método AnnotationView::GetHorizontalDirection
Método AnnotationView::Hide
Método AnnotationView::IGetAnnotations
Propriedade AnnotationView::InvertHorizontalDirection
Método AnnotationView::MoveAnnotations
• Ferramenta Medir. Meça distâncias, ângulos, raios e tamanhos de e entre
linhas, pontos, superfícies e planos localizados em esboços, modelos 3D,
montagens ou desenhos, usando a interface Medir.
• Manipuladores de tríade. Atribua cores e especifique quantos círculos
serão mostrados no manipulador de tríade usando o método
TriadManipulator::SetColorRefAtIndex.
• Eventos de pressionamento de teclas. Intercepte e passe eventos
de pressionamento de teclas para o seu aplicativo usando o método
PropertyManagerPage2Handler5::OnKeystroke.
• Menus instantâneos e caixas de seleção. Exiba um menu instantâneo
quando um usuário clicar com o botão direito dentro de uma caixa de
seleção nas páginas do PropertyManager do seu aplicativo usando o
método PropertyManagerPageSelectionbox::AddMenuPopupItem.
• Manipuladores. Selecione manipuladores, incluindo setas de arrastar
e manipuladores de tríade, usando páginas do PropertyManager porque
os manipuladores podem ser selecionados.
• Controles deslizantes para a roda do mouse. Crie controles deslizantes
para a roda do mouse nas páginas do PropertyManager usando os métodos
PropertyManagerPageNumberbox::SetRange2 e
PropertyManagerPageNumberbox::SetSliderParameters.
• Etiquetas de página do PropertyManager. Permita o uso do formato "rich text
format" (rtf) nas etiquetas de página do PropertyManager usando:
Propriedade PropertyManagerPageLabel::Bold
Propriedade PropertyManagerPageLabel::CharacterBackgroundColor
Propriedade PropertyManagerPageLabel::CharacterColor
Propriedade PropertyManagerPageLabel::Font
Propriedade PropertyManagerPageLabel::Italic
Propriedade PropertyManagerPageLabel::LineOffset
Propriedade PropertyManagerPageLabel::SizeRatio
Propriedade PropertyManagerPageLabel::Underline
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-4
• Caixas de mensagem do PropertyManager. Permita que as caixas de
mensagem sejam colocadas em qualquer lugar (ou seja, não somente na
parte superior) das páginas de PropertyManagers criando uma caixa de
grupo que contém apenas uma etiqueta, usando a propriedade
PropertyManagerPageGroup::BackgroundColor e as propriedades
PropertyManagerPageLabel listadas anteriormente.
• Imagens em esboços. Adicione e edite imagens em esboços usando a
interface SketchPicture e os métodos Sketch::GetSketchPictureCount,
Sketch::GetPictures e SketchManager::InsertSketchPicture.
• Arestas de silhueta. Acesse arestas de silhueta em desenhos usando a
interface SilhouetteEdge e o método SelectionMgr::GetSelectedObjectsFace.
• Vistas de desenho. Percorra vistas de desenho em folhas com maior
facilidade, sem ativar as folhas, usando os métodos
Feature::GetSpecificFeature2 e Sheet::GetViews.
• Marcas de centro. Obtenha e defina o comprimento dos braços das marcas de
centro nas anotação usando:
Propriedade CenterMark::IsGrouped
Propriedade CenterMark::GroupCount
Método CenterMark::GetExtendedLength
Método CenterMark::SetExtendedLength
• Lofts. Crie corpos em loft temporários usando o método
Modeler::CreateLoftBody e crie folhas espessadas para corpos espessados
temporários usando o método Modeler::ThickenSheet.
• Recursos de peça derivada. Crie recursos de peça derivada usando
a interface DerivedPartFeatureData.
• Série de furos. Acesse séries de furos usando a interface
HoleSeriesFeatureData.
• Recursos de quebra de canto. Adicione cortes de canto centralizados em
relação às linhas de dobra em cantos de quebra de chapas metálicas usando
a propriedade BreakCornerFeatureData::CenteredOnBendLines. Adicione
material aos cantos internos de quebra de chapas metálicas usando a
propriedade BreakCornerFeatureData::InternalCornersOnly.
• Recursos de canto fechado. Especifique distâncias de espaçamento, taxas de
sobreposição/subposição e a necessidade de usar regiões de dobra aberta em
cantos fechados de chapa metálica utilizando as propriedades
ClosedCornerFeatureData::GapDistance,
ClosedCornerFeatureData::OverlapUnderlapRatio e
ClosedCornerFeatureData::OpenBendRegion.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-5
• Tabelas de calibres e flanges-base. Especifique as tabelas de calibres para
flanges-base de chapa metálica usando:
Propriedade BaseFlangeFeatureData::GaugeTablePath
Método BaseFlangeFeatureData::GetTableRadii
Método BaseFlangeFeatureData::GetTableRadiiCount
Método BaseFlangeFeatureData::GetTableThicknesses
Método BaseFlangeFeatureData::GetTableThicknessesCount
Propriedade BaseFlangeFeatureData::KFactor
Propriedade BaseFlangeFeatureData::OverrideKFactor
Propriedade BaseFlangeFeatureData::OverrideRadius
Propriedade BaseFlangeFeatureData::OverrideThickness
Propriedade BaseFlangeFeatureData::TableKFactor
Propriedade BaseFlangeFeatureData::TableRadius
Propriedade BaseFlangeFeatureData::TableThickness
Propriedade BaseFlangeFeatureData::ThicknessTableName
Propriedade BaseFlangeFeatureData::UseGaugeTable
• Múltiplos corpos. Especifique que corpo deve ser mantido em peças e
montagens, após cortar um determinado corpo em dois, utilizando o método
Feature::SetBodiesToKeep e os eventos PromptBodiesToKeepNotify.
• Recursos de espelhar padrão. Especifique o escopo dos recursos para
espelhar padrão usando:
Propriedade MirrorPatternFeatureData::FeatureScope
Propriedade MirrorPatternFeatureData::FeatureScopeBodies
Método MirrorPatternFeatureData::GetFeatureScopeBodiesCount
Método MirrorPatternFeatureData::IGetFeatureScopeBodies
Método MirrorPatternFeatureData::ISetFeatureScopeBodies
• Filetes. Apare e anexe filetes, incluindo filetes de superfície, utilizando
a propriedade SimpleFilletFeatureData2::TrimAndAttachSurfaces.
• Cenas do PhotoWorks. Acesse cenas do PhotoWorks (materiais, decalques e
texturas) utilizando as interfaces Decal, FaceDecalProperties e RenderMaterial,
e os seguintes métodos:
Component2::GetDecals method
Component2::GetDecalsCount method
Método Component2::GetRenderMaterials
Método Component2::GetRenderMaterialsCount
Método Face2::GetAllDecalProperties
Método Face2::GetDecalsCount
Método Face2::IGetDecalProperties
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-6
Método ModelDocExtension::AddDecal
Método ModelDocExtension::AddDefaultRenderMaterial
Método ModelDocExtension::AddRenderMaterial
Método ModelDocExtension::CreateDecal
Método ModelDocExtension::CreateRenderMaterial
Método ModelDocExtension::DeleteAllDecals
Método ModelDocExtension::DeleteDecal
Método ModelDocExtension::DeleteRenderMaterial
Método ModelDocExtension::GetDecal
Método ModelDocExtension::GetDecals
Método ModelDocExtension::GetDecalsCount
Método ModelDocExtension::GetKeepLightInRenderScene
Método ModelDocExtension::GetLightEnabledInRender
Método ModelDocExtension::GetMaterial
Método ModelDocExtension::GetRenderMaterials
Método ModelDocExtension::GetRenderMaterialsCount
Método ModelDocExtension::HideDecal
Método ModelDocExtension::InsertScene
Método ModelDocExtension::MoveDecal
Método ModelDocExtension::ReverseDecalsOrder
Método ModelDocExtension::SetKeepLightInRenderScene
Método ModelDocExtension::SetLightEnabledInRender
Método ModelDocExtension::UpdateRenderMaterialsInSceneGraph
• Estudos de movimento. Crie animações e apresentações e simule efeitos
básicos e complexos da física nas montagens usando as interfaces
MotionStudyManager e MotionStudy.
• Propriedades visuais. Estão sendo melhoradas para trabalhar com os novos
gráficos RealView do SolidWorks.
Consulte Notas de versão da API do SolidWorks na Ajuda para obter uma lista
de todas as alterações realizadas na API do SolidWorks 2008.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-7
DFMXpr ess
Use o DFMXpress para verificar a manufaturabilidade de seus projetos. Você pode
identificar as áreas que são difíceis de fabricar, dispendiosas ou impossíveis de
usinar no início do processo do projeto.
Ver i f i cações de r egr a
O DFMXpress permite validar peças de acordo com as seguintes regras de projeto:
• Razão profundidade/diâmetro do furo: verifica se existem furos profundos
demais ou estreitos demais para uma remoção eficiente de lascas.
• Recursos inacessíveis: verifica se existem recursos inacessíveis que podem
exigir ferramentas especiais de corte ou procedimentos especiais.
• Regra de tolerância linear e angular: verifica a existência de tolerâncias
restritas que podem não permitir o uso de ferramentas e parâmetros de
processo padrão.
• Fresar cantos internos agudos: verifica se os cantos não são agudos demais
para as operações de fresagem padrão.
• Furos parciais: verifica se os furos que atravessam os limites da peça estão
com determinada porcentagem dentro do material.
• Alívio de furo mandrilado - para peças torneadas: verifica se os furos
mandrilados cegos têm alívio na extremidade final.
• Bolsão/ranhura profunda: verifica se as ranhuras são profundas e estreitas
demais para cortadoras padrão.
• Superfície de entrada/saída de furo: verifica se as superfícies de entrada
e saída dos furos de broca são perpendiculares aos seus eixos, de modo que as
pontas das brocas não se desviem ou produzam rebarbas irregulares na saída.
• Furos com fundo plano: verifica se os furos cegos têm um fundo cônico em
vez de plano para facilitar a perfuração e o escareamento.
• Raio de canto mínimo - para peças torneadas: verifica se os cantos
acomodam ferramentas que têm um "raio de nariz" grande.
• Conformar aos tamanhos de broca padrão: verifica se os tamanhos dos furos
correspondem aos tamanhos de broca padrão.
• Filetes em arestas externas: verifica se estão especificados chanfros em vez
de raios para as arestas de limite da face superior.
• Furo intercepta cavidade: verifica se existem furos de broca que interceptam
cavidades.
Para verificar peças:
1 Abra uma peça.
2 Clique em Ferramentas, DFMXpress .
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-8
3 Clique em Executar.
Os resultados apresentam uma lista de Regras não atendidas e Regras
atendidas.
4 Expanda a árvore de Regras não atendidas para ver as regras que geraram
falhas.
5 Expanda as regras para ver as instâncias das falhas.
6 Selecione uma instância.
Uma dica de ferramenta explica a falha e o recurso com problema é realçado na
área de gráficos.
Conf i gur ação de r egr as
Você pode definir estes parâmetros para determinar como as regras são
verificadas:
• Razão profundidade/diâmetro de furo
• % mínima de área de furo no interior da peça
• Razão profundidade/diâmetro de fresa
• Raio de canto mínimo (peça torneada)
• % mínima de alívio de furo mandrilado (peça torneada)
• Zona de tolerância linear mínima
• Zona de tolerância angular mínima
Para configurar os parâmetros:
1 No painel do DFMXpress, clique em Configurações.
2 Selecione Prismática ou Torneada como Tipo de peça.
3 Selecione os valores dos parâmetros específicos.
4 Clique em Fechar para salvar as alterações.
Dr i veWor ksXpr ess
O DriveWorksXpress é uma ferramenta de automação de projeto que pode ser
usada para gerar automaticamente peças, montagens e desenhos com base em
informações de projeto predefinidas.
Exemplo prático
Exemplo prático
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-9
Para abrir o DriveWorksXpress:
Clique em Ferramentas, DriveWorksXpress .
Vi são ger al
A utilização do DriveWorksXpress inclui as seguintes etapas gerais:
• Capturar (identificar) as dimensões e recursos do modelo do qual se quer criar
variações.
• Definir as propriedades personalizadas.
• Vincular um desenho ao modelo para gerar desenhos juntamente com as
variações do modelo.
• Criar um formulário para a entrada de dados.
• Definir as regras a serem aplicadas aos dados inseridos.
• Executar o modelo para gerar as variações.
Capt ur ar par âmet r os
Você captura os recursos, as dimensões e as pastas que deseja variar no modelo
para gerar as novas variações. Os parâmetros capturados são armazenados no
banco de dados do DriveWorksXpress.
Cr i ar pr opr i edades per sonal i zadas
As propriedades personalizadas adicionam ao modelo informações que você pode
usar para, por exemplo, desenhar bordas ou anotações. As propriedades que você
adiciona através do DriveWorksXpress são exatamente as mesmas que você
adiciona manualmente ao modelo.
Cr i ar f or mul ár i os de ent r ada
Crie os formulários para coletar os dados necessários para gerar as novas versões
do modelo. O DriveWorksXpress fornece os seguintes tipos de controle para a
criação de formulários:
• Caixa de texto
• Caixa de texto numérico
• Caixa de valores
• Lista suspensa
• Caixa de seleção
Um recurso de teste permite que você experimente cada controle.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-10
Cr i ar r egr as
As regras são aplicadas às entradas do formulário para acionar os parâmetros
capturados e gerar novos modelos.
Você pode criar os seguintes Tipos de regra:
• Nomes de arquivo: para anexar texto ao nome do arquivo. Por exemplo, a
entrada de texto de Cliente no formulário de entrada poderia ser anexada ao
nome do arquivo, transformando Bloco.sldasm em Bloco
EmpresasBorges.sldasm, por exemplo.
• Configurações: para alternar para qualquer configuração existente dentro de
um arquivo.
• Propriedades personalizadas: para definir o valor da propriedade
personalizada. Por exemplo, selecionar o nome de J oão da Silva na lista
suspensa Desenhado por do formulário de entrada define a propriedade
personalizada como J oão da Silva.
• Dimensões: para criar uma fórmula para definir o valor da dimensão.
• Recursos: para alterar o estado do recurso para suprimido, não suprimido ou
excluir.
Crie regras na janela de criação da guia Regras usando a sintaxe do Microsoft
Excel. Você pode digitar texto diretamente ou usar atalhos nas seguintes seções
nas guias:
• Entradas: selecione os controles no formulário de entrada, por exemplo, o texto
inserido em Desenhado por.
• Recente: selecione as entradas que você criou como Alterar texto rápido.
• Matemática: selecione operadores matemáticos, por exemplo, +, -, &.
• Lógica: selecione operadores lógicos, por exemplo, =>, NOT( ), IF ( , , ).
Executar os model os
Os modelos estão prontos para execução quando o formulário e as regras foram
criados e testados. A página Bem-vindo indica quantos modelos estão Prontos
para execução.
Execute um modelo para criar um noivo modelo com base nos dados introduzidos no
formulário de entrada.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-11
eDr awi ngs
Desenhos
Você pode alterar as propriedades personalizadas e os dados de tabelas de
revisão dos desenhos do SolidWorks sem ter que abri-los no SolidWorks.
• No Microsoft Windows Explorer, clique com o botão direito e selecione
Propriedades.
• No SolidWorks Explorer, selecione um arquivo de desenho na vista local
e modifique as propriedades na guia Propriedades .
É necessário ter o acesso de gravação. Você pode alterar as propriedades sem
mudar o número da revisão. As visualizações no eDrawings, no SolidWorks e no
SolidWorks Explorer refletem os novos dados.
Mozi l l a Fi r ef ox
No Mozilla
®
Firefox
®
você pode abrir arquivos HTML que contém referências a
arquivos do eDrawings externos (não é possível abrir arquivos HTML salvos no
eDrawings).
Vi sual i zações
A caixa de diálogo Abrir do eDrawings Viewer exibe visualizações dos arquivos
do eDrawings, do SolidWorks e de todos os tipos de arquivos publicados no
eDrawings se eles tiverem sido salvos na versão 2008 do aplicativo.
Ar qui vos do Pr o/ENGINEER
É possível importar modelos do Pro/ENGINEER com as seguintes limitações:
• As peças e montagens podem ser importadas, mas os desenhos não.
• Se um modelo utiliza instâncias de tabela de família do Pro/ENGINEER, os
arquivos de instâncias de acelerador XPR e XAS devem ser incluídos para
gerar resultados corretos.
• As cores em arquivos de peça são reconhecidas, mas as cores aplicadas no
nível da montagem não são.
• Certos recursos do Pro/ENGINEER, como anotações, esboços e camadas, não
são importados.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-12
Al i mentação RSS
O eDrawings Viewer inclui uma alimentação RSS (Really Simple Syndication) na
barra de status. A alimentação RSS contém informações sobre o eDrawings, como
Service Packs disponíveis e produtos relacionados.
• Para ocultar a alimentação RSS, oculte a barra de status.
• Para ver os detalhes das informações atuais, clique na alimentação RSS na
barra de status.
• Para ver todas as alimentações RSS, clique em .
Estados de exi bi ção do Sol i dWor ks
O eDrawings Viewer mostra os estados de exibição criados no SolidWorks na guia
Configurações, em uma seção identificada como Estados de exibição. Selecione
um estado na lista para exibi-lo na área de gráficos.
Se Vincular estados de exibição à configuração estiver selecionado no
SolidWorks, cada configuração retém seu último estado de exibição e as
visualizações utilizam o estado de exibição correspondente à configuração
visualizada.
O eDrawings 2008 tem suporte para os estados de exibição de montagens
publicadas nos SolidWorks 2006 e 2007, com as seguintes limitações:
• Os atributos de textura não são mostrados.
• O nome da configuração é é aplicado como prefixo ao nome do estado de
exibição.
• A lista de estados de exibição muda quando a configuração é alterada porque
os estados de exibição foram vinculados à configuração.
• A configuração no momento em que o arquivo foi publicado não pode ser
determinada.
Ar qui vos STL (est er eol i t ogr af i a)
Os arquivos STL (*.stl) podem ser importados para o eDrawings.
Ar qui v os XPS (XML Paper Speci f i cat i on)
Você pode gerar arquivos XPS (*.edrwx, *.eprtx, *.easmx) com Salvar como no
SolidWorks e abri-los no eDrawings ou no XPS Viewer. XPS é um suplemento do
SolidWorks e está selecionado por padrão.
O XPS Viewer está incluído no sistema operacional Vista e é distribuído com o
.NET Framework 3.0, que é instalado com o SolidWorks nos sistemas operacionais
XP e Server 2003.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-13
Impor tar /Expor tar
Adobe Il l ust r at or
O tipo de arquivo *.ai do Adobe
®
Illustrator
®
está disponível como saída em Salvar
como. Os modelos de peças e montagens são salvos como imagens.
Você pode copiar e colar conteúdo do Adobe Illustrator em esboços e desenhos do
SolidWorks e vice-versa.
Adobe Phot oshop
Dados do SolidWorks (esboços, peças, montagens e desenhos) podem ser salvos
como arquivos *.psd do Adobe Photoshop
®
em Salvar como. Os dados do
SolidWorks salvos como arquivos Adobe *.pdf também são aceitos no Photoshop.
O tipo de arquivo *.psd do Photoshop está disponível para importação no menu
Arquivo, Abrir. As imagens de camada única ou de múltiplas camadas são
inseridas como imagens de esboço do SolidWorks. Para arquivos de múltiplas
camadas do Photoshop, você seleciona as camadas a serem importadas e elas
são mescladas numa única imagem.
Arquivos do Photoshop podem ser usados como imagens de fundo no SolidWorks.
Os tipos de arquivo do Photoshop estão disponíveis no menu Decalques para
imagens e máscaras, e no menu Materiais.
Aut odesk Invent or
Você pode importar arquivos de montagem do Autodesk
®
Inventor
®
(*.iam) para o
SolidWorks com Arquivo, Abrir. É necessário ter o Inventor instalado no
computador, mas ele não precisa estar em execução para que seja possível usar o
conversor. Agora, você pode importar arquivos do Inventor 11 e versões
superiores.
Mapeament o DXF/DWG
A caixa de diálogo para exportação de propriedades mapeadas personalizadas do
SolidWorks para arquivos DXF/DWG está em uma página para o acesso a
camadas, entidades e cores de mapeamento.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-14
Padr ões pl anos de chapa met ál i ca
Você pode criar arquivos *.dxf de padrões planos de chapa
metálica diretamente dos documentos de chapa metálica sem
planificar o modelo.
• Clique em Arquivo, Salvar como e selecione DXF (*.dxf)
emArquivo do tipo.
• Clique com o botão direito em Padrão plano na árvore de
projeto do FeatureManager e selecione Exportar padrão
plano para DXF/DWG.
As palavras Padrão plano são anexadas como prefixo ao nome do arquivo.
Pr o/ENGINEER
Para importar restrições de montagens do Pro/ENGINEER
®
, selecione Importar
restrições de componente na caixa de diálogo de opções Conversor do Pro/
ENGINEER para SolidWorks. As restrições do Pro/ENGINEER são convertidas
em posicionamentos de montagem do SolidWorks.
Rhi no
A importação de arquivos de múltiplos
corpos do Rhino
®
(*.3dm) resulta em um
arquivo de peça do SolidWorks.
As opções de importação permitem
especificar como devem ser manipulados
os sólidos e as superfícies nas camadas ocultas do Rhino.
O Rhino está integrado em menus do SolidWorks para ações como Editar recurso
e Inserir, Recursos, Importado.
Ar qui vos XPS (XML Paper Speci f i cat i on)
Você pode gerar arquivos XPS (*.edrwx, *.eprtx, *.easmx) com Salvar como no
SolidWorks e abri-los no eDrawings ou no XPS Viewer. XPS é um suplemento do
SolidWorks e está selecionado por padrão.
O XPS Viewer está incluído no sistema operacional Vista e é distribuído com o
.NET Framework 3.0, que é instalado com o SolidWorks nos sistemas operacionais
XP e Server 2003.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-15
Sol i dWor ks Expl or er
Vi sual i zações no pai nel di r ei t o
Ao abrir uma pasta, você pode percorrer os arquivos no painel direito usando um
novo mecanismo de exibição.
Para exibir visualizações:
1 Clique em um documento na lista de arquivos.
2 Use a barra de rolagem horizontal abaixo da visualização para percorrer os
documentos.
Rót ul os
Os rótulos permitem associar palavras-chave a documentos, facilitando sua procura.
Para definir um rótulo para um documento no SolidWorks Explorer:
1 Abra o SolidWorks Explorer.
2 Selecione um documento na guia File Explorer, no painel esquerdo, ou na lista
de arquivos no painel direito.
3 No campo Rótulos na parte inferior do painel esquerdo, clique para exibir uma
lista de rótulos que já estão em uso.
4 Selecione um rótulo na lista ou digite uma nova marca.
Para usar um rótulo em uma pesquisa do SolidWorks Explorer:
Na caixa Pesquisar localizada na parte superior do painel esquerdo, digite
o rótulo e pressione Enter.
A guia Resultados mostra os documentos que têm o rótulo procurado, que é
identificado como DocKeyword.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-16
Pr oj et o de mol des
Mol df l owXpr ess
O MoldflowXpress não está mais disponível.
Chapa met ál i ca
Adi ci onar cor dões de sol da a peças de chapa met ál i ca
Você pode adicionar cordões de solda aos cantos de uma peça de chapa metálica
dobrada para uma melhor representação gráfica do estado da peça como soldada.
Quando você planifica a peça, os cordões de solda são suprimidos.
Expor tar padr ões pl anos
O padrão plano de uma peça de chapa metálica pode ser exportado como um
arquivo DXF sem a necessidade de se criar primeiro um desenho. Consulte
Padrões planos de chapa metálica na página 12-14.
Exemplo prático
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-17
Sol i dWor ks Rx
No SolidWorks Rx, novos recursos estão disponíveis na guia Home:
• Guia Arquivo & Logs, onde você agora pode abrir arquivos de log do Rx.
• Guia Suplementos, onde você pode gerenciar e executar utilitários externos.
• Modos de segurança do SolidWorks:
Uma nova opção de recuperação de erro, Informar o problema (Iniciar o
SolidWorks Rx), está agora disponível na página Reiniciar o SolidWorks.
Vídeos agora são capturados com base em eventos do SolidWorks. Você pode
definir valores para Escala de gravação de vídeo, Qualidade do vídeo e Limitar
eventos de captura.
No Microsoft Windows, clique em Iniciar, SolidWorks 2008,
SolidWorks Tools, SolidWorks Rx .
• Iniciar o SolidWorks no modo Software OpenGL para localizar
problemas em uma placa gráfica.
• Ignorar as configurações de Ferramentas/Opções na próxima sessão
do SolidWorks.
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-18
Sol dagens
Tr ansf er i r i nf or mações de l i sta de cor t e com o cor po da sol dagem
Quando você insere um corpo de soldagem de uma peça de soldagem em uma
nova peça e, em seguida, converte a nova peça em uma peça de soldagem:
• As informações da lista de corte do corpo inserido aparecem na pasta da lista de
corte da nova peça.
• As alterações nas informações da lista de corte da peça pai são atualizadas na
peça derivada.
• Se o vínculo entre a peça pai e a peça derivada for quebrado, as informações
da lista de corte são preservadas na peça derivada.
Li sta de mat er i ai s
• Você pode expandir peças de soldagem na lista de materiais de uma montagem
para listar os perfis de componentes estruturais exclusivos necessários para a
produção da peça. O comprimento total necessário para cada perfil aparece na
coluna de quantidade.
• Você pode dissolver as peças de soldagem para que apenas os requisitos totais
de material apareçam na lista de materiais da montagem. Quando você dissolve
várias soldagens, os itens similares são combinados.
Consulte Utilização de materiais em soldagens na página 9-6.
Cor pos de sol dagem com espaçament os
Ao inserir um cordão de solda em um espaçamento entre as faces a serem
soldadas, você pode especificar:
• Penetração total no espaçamento
• Uma distância para penetração parcial no espaçamento
Penetração total Penetração parcial
Capítulo 12 Outras funcionalidades
Novidades do SolidWorks 2008 12-19
Você pode também aplicar cordões de solda:
• ao longo de cilindros
• ao longo de faces toroidais
Or i entação de per f i l de component e est r ut ur al
Ao inserir um componente estrutural, você pode:
• Espelhar o perfil de soldagem em relação ao seu eixo horizontal ou vertical.
• Alinhar o eixo horizontal ou vertical do perfil com qualquer vetor que você
selecionar.
Novidades do SolidWorks 2008 13-1
13
Co mp o n en t es d o So l i d Wo r k s
Of f i c e Pr o f es s i o n al
Este capítulo descreve os aprimoramentos dos componentes do SolidWorks Office
Professional nas seguintes áreas:
FeatureWorks
®
PhotoWorks
SolidWorks Design Checker
SolidWorks Utilities
PDMWorks
®
Workgroup
SolidWorks Task Scheduler
Toolbox
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-2
Feat ur eWor ks
Reconheci ment o aut omát i co de r ecur sos
Flanges de aresta e bainhas foram adicionados a Recursos automáticos no
PropertyManager do FeatureWorks. As limitações de chapas metálicas existentes
se aplicam a ambos os recursos.
Consulte PropertyManager do FeatureWorks na Ajuda.
Flanges de aresta
O FeatureWorks reconhece:
• Flanges de aresta simples
• Flanges de arestas múltiplas
• Flanges de aresta criados no final de flanges de aresta existentes
As limitações de reconhecimento incluem os flanges de aresta:
• Criados em faces divididas
• Com espessura menor do que o comprimento do modelo
• Com geometria lateral modificada
• Com cortes
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-3
Bainhas
O FeatureWorks reconhece os quatro tipos de bainha com suporte no SolidWorks:
As limitações de reconhecimento incluem bainhas:
• Com faces que se interceptam
• Criadas em arestas divididas
• Com contornos sobrepostos (depois que as dobras são planificadas)
• Com faces não cilíndricas como a dobra da face
• Que se mesclam no corpo da base
• Com cortes nos flanges
• Com comprimento inferior à espessura
Fer r amenta Redi mensi onar
Você pode selecionar faces que incluem um recurso de furo, filete ou chanfro
para exibir a barra de ferramentas do contexto. Clique em Editar recurso
para exibir e editar os parâmetros do recurso na área de gráficos ou no
PropertyManager.
Se o recurso incluir múltiplas instâncias que foram criadas
simultaneamente, somente a instância da face selecionada
será modificada.
Fechada Aberta Acabamento em arco
estendido
Acabamento em
arco
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-4
Uma vez editado (se você não usou a opção Reconhecer recurso), o recurso
é adicionado à árvore de projeto do FeatureManager

abaixo de Importado .
Consulte Ferramenta Redimensionar na Ajuda.
Varreduras de base com loops internos
O FeatureWorks ampliou o reconhecimento Interativo para incluir varreduras base
com loops internos.
As limitações de reconhecimento incluem varreduras:
• ComTipo de orientação definido com qualquer opção diferente de Seguir
caminho
• Com curvas-guia
• Com um caminho fechado
• Com inclinações
Varredura base com 3 loops internos
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-5
Phot oWor ks
Pr ocessament o de document os em l ot e
Você pode programar processos em lote para renderizar documentos do
PhotoWorks. Para programar um processamento em lote:
1 Abra o primeiro documento.
2 Clique em Renderizar em arquivo (barra de ferramentas PhotoWorks).
3 Clique em Programar na caixa de diálogo Renderizar em arquivo.
4 Na caixa de diálogo Renderizar/Animação, digite as informações necessárias.
5 Clique em Concluir e:
• Repita as etapas de 1 a 5 para cada documento que deseja programar ou
para renderizar várias vezes o mesmo documento com diferentes aparências.
Consulte Processamento de documentos em lote na Ajuda.
Como com outras tarefas em lote, você pode reordenar as tarefas, gerar relatórios,
etc., através do aplicativo Task Scheduler. Consulte SolidWorks Task Scheduler
na página 13-20.
Se as aparências que você aplicou não estiverem disponíveis,
é possível procurar substitutas clicando em Sim na caixa de
diálogo Renderização do PhotoWorks. Clique em Não para
ignorar todas as aparências ausentes.
Se um documento programado for muito complexo para a
memória disponível no sistema, o processamento em lote
o ignora e processa o próximo documento programado.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-6
Mapeament o de ambi ent e cúbi co
O mapeamento de ambiente cúbico captura reflexos usando as 6 faces projetadas
que cercam um objeto. Para estabelecer um ambiente refletivo, as imagens 2D são
mapeadas nas 6 paredes virtuais do ambiente.
Se você quiser repetir uma imagem em cada parede, no Editor de cena, selecione
a guia Ambiente e Repetir imagem em cada parede.
As seis faces da cena da cozinha
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-7
Il umi nação i ndi r eta
Os controles de Iluminação indireta na guia Iluminação, Opções (barra de
ferramentas PhotoWorks), incluem configurações predeterminadas ou definidas
pelo usuário.
Predefinidas
Selecione a configuração desejada entre uma variedade que inclui: Rascunho
(valor predeterminado), Baixa, Média, Alta, Fotográfica, Alta qualidade
fotográfica ou Definida pelo usuário.
À medida que você seleciona cada configuração, as velocidades médias
de renderização são exibidas, utilizando a configuração Rascunho (valor
predeterminado) como linha de base.
Definida pelo usuário
Selecione Definida pelo usuário como qualidade de Iluminação indireta para
ajustar os seguintes intervalos:
• Detalhes. Controla a densidade dos pontos recebedores de luz e determina
comque clareza você observa mudanças rápidas entre valores claros e escuros.
Valores altos melhoram o contraste, mas aumentam o tempo de renderização.
Para aumentar o valor de Detalhes, é preciso aumentar o valor de Precisão.
• Cálculo de médias. Controla o tamanho da área sobre a qual diferentes seções
de uma renderização se misturam indistintamente. Valores baixos mostram
transições mais nítidas entre os pontos brilhantes e os pontos menos iluminados.
O tempo de renderização é ligeiramente afetado.
As luzes, aparências e opções que você definir afetama
velocidade de renderização. Portanto, as comparações com
a configuração Rascunho (valor predeterminado) são
indicações relativas.
Detalhes (e precisão): Valores
baixos resultam em um número
mínimo de pontos de captação
de luz.
Detalhes (e precisão): Valores
elevados aumentam o número
de pontos de captação de luz.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-8
• Precisão. Modifica a distância entre cálculos sucessivos nos pontos
recebedores de luz. Aumentar a proximidade entre os pontos, exige mais
cálculos. Isso intensifica o efeito foto-realista, mas aumenta o tempo de
renderização.
• Rebatimentos. Determina quantas vezes a luz é transferida de uma superfície
para outra. Aumentar o valor distribui mais luz; definir valores altos demais faz
com que as cores vazem.
Precisão e detalhes com valor
alto. Os detalhes são nítidos,
apesar do nível baixo de luz.
Rebatimento definido como 2.
Um valor baixo distribui a luz
moderadamente.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-9
Apar ênci as e Cenas
Foram adicionadas novas aparências e cenas. Muitas aparências existentes foram
recalibradas. Documentos criados com o RealView (aplicativo do SolidWorks) e
documentos renderizados com o aplicativo PhotoWorks têm agora uma aparência
mais uniforme.
Consulte Fluxo de trabalho do RealView na página 2-2.
As aparências novas e recalibradas são:
• Aparências emissivas (consulte Aparências emissivas na página 13-10).
• Acabamento acetinados
Novas cenas (como Iluminação de restaurante) e aparências combinam
transparência com a capacidade de exibir sombras.
Pr oper t yManager de Apar ênci as
O PropertyManager de Aparências contém as guias Básico e Avançado. Quando
adiciona o aplicativo PhotoWorks, você pode escolher entre:
• Clicar na guia Básico para exibir as guias Cor/Imagem e Mapeamento .
Use a guia Básico para adicionar aparências usando uma interface
simplificada. Consulte Fluxo de trabalho do RealView na página 2-2.
• Clicar na guia Avançado para exibir quatro guias: Cor/Imagem ,
Mapeamento , Iluminação e Acabamento da superfície . Use a guia
Avançado para ter mais controle sobre as aparências.
Embora os dois aplicativos utilizem as mesmas aparências e
cenas, o PhotoWorks oferece mais flexibilidade através de
opções que não estão disponíveis no aplicativo do SolidWorks.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-10
Apar ênci as emi ssi vas
Na pasta Aparências, em Luzes, você pode representar emissores de baixo nível
de luz, incluindo:
• LED (diodos emissores de luz)
• Tubo de néon
• LCD com iluminação de fundo
• Luz de área (luz emitida de uma região, como caixas de luz de estúdio)
Para aplicar aparências emisivas, siga estas sugestões:
• Ajuste o Brilho da luz Direcional, Spot ou Pontual.
• Adicione entidades emissivas nas áreas neutras e não refletivas (pinturas
foscas, metais sem brilho, etc.) As aparências refletivas podem diminuir os
efeitos da emissividade.
• Envolva a geometria para dar à fonte de luz faces onde se refletir.
• Aplique luzes a entidades pequenas.
• Visualize entidades emissivas a partir de curtas distâncias.
LEDs
Neon
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-11
Edi t or de cena do Phot oWor ks
Foram adicionados novos controles às seguintes guias do Editor de cena :
Sala
• Offset do piso. Aplica um offset à geometria do modelo em relação ao piso
da cena.
• Rotação do piso. Gira o piso.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-12
• Face plana selecionada (sob Alinhar com). Inverte o piso em relação à
geometria do modelo selecionado com base na face plana que você escolheu.
Plano de fundo/Primeiro plano
Defina um valor de Rotação do plano de fundo com Imagem esférica ou
Imagem cúbica selecionada (consulte Rotação de ambiente a seguir).
Ambiente
Rotação de ambiente. Com Imagem esférica ou Imagem cúbica selecionada,
defina um valor para girar a imagem do plano de fundo em torno de um eixo normal
ao piso.
Consulte Editor de cena na Ajuda.
Gire e posicione a segunda imagem para colocá-la sobre o piso de
pedra.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-13
Opções do si st ema
Ativar configurações de memória
O gerenciamento da memória foi aprimorado com uma interface do usuário
simplificada para facilitar a renderização de grandes modelos.
Os controles de Ativar configurações de memória na guia Opções do sistema,
Opções (barra de ferramentas PhotoWorks), substituíram os múltiplos ajustes
localizados anteriormente na guia Propriedades do documento.
Vantqagens do gerenciamento de memória:
• Tempo de renderização mais curto em grandes modelos.
• Limites maiores para o tamanho de documentos.
• Alertas para o usuário quando os modelos são complexos demais para
os recursos do sistema.
Correção gama
Foi adicionada um imagem para facilitar a monitoração das configurações.
A imagem é atualizada à medida que você altera os valores da Correção gama
da imagem na tela.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-14
Aj ust e da i magem
Na guia Propriedades do documento, Ajuste da imagem controla o
mapeamento da tonalidade. O mapeamento de tonalidade é responsável pelas
imagens de alta faixa dinâmica e é similar aos tipos de ajuste encontrados na
maioria dos aplicativos gráficos.
As configurações de Ajuste da imagem são:
• Brilho. Controla a radiância de uma imagem.
• Contraste. Controla o nível da diferença entre áreas claras e escuras.
• Saturação de cor. Controla o nível de intensidade da cor. Na maioria das
cenas, você pode ajustar a Saturação de cor em 100%. Em algumas cenas,
isso torna as cores brilhantes. Se o valor for muito baixo, as cores ficam
desbotadas.
Baixo contraste
Ajuste equilibrado da imagem Alto brilho
Baixa saturação de cor
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-15
Usar at enuação r eal íst i ca
Uma chave liga/desliga, com o nome Usar atenuação realística, foi adicionada
aos PropertyManagers de luz Spot , Pontual e Área. Quando selecionada,
essa chave melhora o realismo fotográfico controlando como a intensidade da luz
diminui em função da distância.
Usar atenuação realística desmarcado
Usar atenuação realística selecionado
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-16
Sol i dWor ks Desi gn Checker
Ver i f i cação de document os a par t i r de ar qui vos DWG
Você pode gerar a verificação de documentos com base nos parâmetros em
arquivos DWG existentes. As verificações válidas dos arquivos DWG são:
No SolidWorks Design Checker, clique em Arquivo e selecione Criar verificações
do DWG.
Consulte Verificação de documentos a partir de arquivos DWG na Ajuda.
Ver i f i cações de nível de estado cr ít i co
Você pode definir o nível de importância das verificações com base em níveis de
Estado crítico. As configurações incluem: Crítico, Alto, Médio e Baixo.
Para ver os níveis de estado crítico:
1 Abra qualquer arquivo com a extensão .swstd e, em Estado crítico, defina os
níveis necessários para cada verificação.
2 Verifique o documento e, em Design Checker, expanda Verificações sem êxito.
Todas as Verificações sem êxito estão agora organizadas por Estado crítico.
Grupos de verificação Nomes das verificações
Verificações do
documento
Padrão de dimensionamento, Estilo de
seta, Fonte de nota, Fonte da dimensão,
Fonte do detalhe, Fonte da seção,
Fonte de seta de vista, Fonte da tabela,
Fonte do balão
Verificações de
documentos de
desenho
Formato de folha, Camada, Bloco de
título
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-17
Dupl i cação de ver i f i cações de f ont e
Você pode duplicar os valores de uma verificação de fonte para outras verificações
de fonte em todas as tabelas que incluem estas verificações, sem ter de inserir
nenhum valor.
Para duplicar as verificações de fonte em um novo arquivo de padrões:
1 Clique em Criar verificações e selecione Criar um novo arquivo de
padrões.
2 Na guia Verificações de documento , selecione qualquer verificação de
fonte, como Fonte de nota .
3 Na caixa de diálogo Criar verificação de fonte:
a) Em Parâmetros de fonte, selecione os valores apropriados.
b) Em Copiar para, selecione os tipos de fonte apropriados.
4 Clique em Aplicar para exibir um painel para cada tipo de fonte selecionado.
5 Clique em OK na caixa de diálogo Criar verificação de fonte e continue a criar
o novo arquivo de padrões.
Múl t i pl os ar qui vos de padr ões par a document os at i vos
Você pode selecionar simultaneamente vários arquivos .swstd quando verifica
documentos ativos. Anteriormente, para verificar documentos com base em
múltiplos arquivos .swstd era preciso ter seqüências de verificação separadas para
cada arquivo .swstd.
Para usar múltiplos arquivos de padrões:
1 Com um documento ativo, clique em Verificar documento ativo para exibir
a caixa de diálogo Selecionar padrões.
2 Clique em Adicionar, procure os arquivos .swstd e selecione todos os que quer
incluir.
3 Clique em Abrir para adicionar os arquivos.
4 Se necessário, selecione os arquivos e clique em Remover ou Mover para
cima e Mover para baixo.
5 Clique em Validar para verificar o documento ativo e exibir os resultados.
Para duplicar verificações de fonte em arquivos existentes
com a extensão .swstd, selecione Abrir um arquivo de
padrões existente, então selecione qualquer verificação que
não tenha sido incluída previamente no arquivo para exibir a
caixa de diálogo Criar verificação de fonte.
Um alerta é exibido se a mesma verificação for encontrada em
múltiplos arquivos de padrões.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-18
Ver i f i cações de document os
Propriedade personalizada
O operador != (Diferente de) foi adicionado à lista Operador.
Ver i f i cações de di mensões
Texto original substituído
Percorre todas as dimensões num documento do SolidWorks para verificar se os
texto das dimensões originais não foram modificados.
Posicionamento do texto
Adiciona verificações de posicionamento de texto.
Para atribuir verificações de posicionamento de texto:
1 Selecione Posicionamento de texto .
2 Clique em um valor de cada um dos grupos de textos de dimensões:
Se você especificar Diferente de como Operador
e as propriedades Nome e Valor forem idênticas às especificadas
na guia Personalizada de Informações de resumo
então a verificação irá falhar.
Texto de dimensão linear Texto de dimensão radial
Texto de dimensão angular Texto de dimensão de chanfro
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-19
Precisão da dimensão
Verifica o número de dígitos após o caractere separador de decimal nos valores de
dimensão e de tolerância. As verificações são realizadas na Dimensão primária e
na Dimensão angular.
Para atribuir verificações de precisão de dimensão:
1 Selecione Precisão da dimensão .
2 Selecione os valores de dimensão para cada conjunto:
Ver i f i cações de document os de desenho
Modo de exibição
Percorre os documentos de desenho para verificar se as Vistas de desenho estão
usando o Modo de exibição esperado.
Para atribuir verificações de modo de exibição:
1 Selecione Modo de exibição .
2 Selecione os modos de exibição a serem adicionados.
Ver i f i cações de document os de peça
Tabelas de dobras
Selecione Tabelas de dobras para verificar se os documentos de chapas
metálicas estão usando as tabelas de dobras corretas. O documento é aprovado
se a lista contiver as tabelas de dobras especificadas.
Para atribuir verificações de tabelas de dobras:
1 Clique em para procurar e selecione os Arquivos de Tabela de dobras
(*.xls) a serem incluídos.
2 Clique em Abrir para adicionar os arquivos.
Dimensão primária Dimensão angular
Selecione o número de dígitos após o caractere
separador de decimal para os valores de dimensão.
Selecione o número de dígitos após o caractere
separador de decimal para os valores de tolerância.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-20
Ver i f i cações de document os de montagem
Componentes suprimidos
Percorre todas as peças e configurações dos documentos de montagem (somente
a montagem de nível superior) verificando se há peças suprimidas.
Ver i f i cações de r ecur sos
Recursos suprimidos
Percorre todos os recursos e configurações do modelo verificando se há peças
suprimidas.
Sol i dWor ks Task Schedul er
O Task Scheduler agora oferece suporte para novos tipos de tarefa.
Expor tar ar qui vos do PDMWor ks
Você pode usar o Task Scheduler para executar exportações em lote de arquivos
do PDMWorks Workgroup.
As opções são as seguintes:
• Incluir subprojetos
• Especificar tipos de arquivos alvo (*.dxf, *.dwg, *.igs, *.pdf, *.step, *.jpg).
• Filtrar arquivos de um projeto com base no tipo
• Exportar para uma pasta que você especifica, para o vault do PDMWorks
ou para ambos.
• Exportar como PDF
Para exportar arquivos do PDMWorks Workgroup:
1 Clique em Exportar arquivos do PDMWorks Workgroup .
2 Faça o login com o seu nome e senha de usuário do PDMWorks Workgroup
e o nome do computador do vault do PDMWorks Workgroup.
3 Na caixa de diálogo Exportar arquivos do PDMWorks, defina as opções
e clique em Concluir.
Para Componentes suprimidos e Recursos suprimidos :
• A verificação só falha se a condição existir em todas as
configurações.
• A unica interface do usuário é para definir o nível de Estado
crítico.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-21
Render i zação e Ani mação
Você pode usar o Task Scheduler para gerenciar as tarefas de renderização
e animação configuradas no PhotoWorks ou em Estudos de movimento.
Para monitorar tarefas programadas:
Selecione Renderizações e Animações.
Di ssecar ar qui vos
O Task Scheduler pode ser usado para definir a freqüência e a hora da dissecação
de arquivos para Design Clipart.
Os arquivos do SolidWorks que você pesquisa agora são dissecados para tornar
seus componentes fáceis de localizar e reutilizar.
Quando você disseca arquivos:
• As peças são dissecadas em recursos (extrusões e cortes).
• Os recursos são dissecados em esboços.
• Os desenhos são dissecados em tabelas gerais e blocos.
• Os arquivos DWG/DXF são dissecados em tabelas, blocos e vistas.
As imagens em miniatura criadas durante a dissecação são exibidas como
miniaturas quando você faz uma pesquisa no SolidWorks.
Consulte Design Clipart na página 1-10.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-22
Sol i dWor ks Ut i l i t i es
Compar ar document os – Montagens
A comparação de documentos de montagens tem suporte para propriedades
adicionais:
• Peças exclusivas
• Submontagens exclusivas
• Total de componentes resolvidos
• Total de componentes totalmente resolvidos
• Total de recursos suprimidos
• Total de componentes totalmente peso leve
• Total de corpos
Pi nt ur a de r ecur sos
A pintura de recursos oferece suporte para recursos de chapa metálica, exceto
dobra, aparar canto, dobrar, desdobrar e canto soldado.
Local i zar /Subst i t ui r Anotações
Você pode encontrar anotações nas seguintes tabelas:
• BOM
• Tabela geral
• Tabela de furos
• Tabela de revisão
• Listas de corte de soldagem
Apr i mor ament os de Si mpl i f i car
• As revoluções têm suporte (somente com base em volume).
• Você pode simplificar vários tipos de recursos (por exemplo, filetes e extrusões).
Anteriormente, você só podia simplificar um tipo de recurso por vez.
• Quando Criar configurações derivadas está desmarcado, você pode
adicionar os recursos simplificados a outra configuração que seleciona em
Configurações. Na mesma tela você pode também renomear uma
configuração e ela será atualizada na árvore de projeto do FeatureManager.
Configurações lista somente a configuração ativa e suas configurações
derivadas.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-23
Ver i f i cação de si met r i a
Verificação de simetria verifica a simetria geométrica das peças em relação
a um plano. São identificadas as faces simétricas, assimétricas e exclusivas.
Você pode gerar e salvar um relatório de resultados.
Nas peças com múltiplas configurações, a verificação de geometria só funciona
com a configuração atual. Uma vez identificadas as entidades simétricas, você
pode trabalhar em uma parte do modelo, o que poupa tempo e melhora
o desempenho.
Para verificar a simetria de peças:
1 Clique em Verificação de simetria (barra de ferramentas Utilities) ou em
Utilities, Verificação de simetria.
2 Defina o plano de simetria e selecione as entidades apropriadas na área de
gráficos para criar o plano.
3 Clique em Verificar para ver os resultados.
4 Clique em para fechar o PropertyManager ou em Verificar novamente para
executar outra verificação de simetria.
Consulte Verificação de simetria na Ajuda.
Exemplo – face assimétrica
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-24
Anál i se de espessur a
Duas opções permitem que você especifique a exibição da Escala de espessura
sob Configurações de cor:
PDMWor ks Wor kgr oup
Supor t e par a PDF (Por tabl e Document For mat )
Para facilitar a troca de documentos, você pode:
• Criar o PDF automaticamente no vault durante o check-in
• Gerar o PDF pelo Task Scheduler
• Visualizar qualquer documento PDF no vault
• Visualizar alterações nas propriedades do documento com o eDrawings
Criar arquivos PDF durante o check-in
Foi adicionada uma opção PDF ao PDMWorks VaultAdmin para permitir a criação
automática de um arquivo PDF durante o processo de check-in do documento.
Quando esta opção está ativada, sempre que é feito o check-in de um desenho do
SolidWorks, um arquivo PDF com o mesmo nome é associado a ele.
Esses arquivos PDF não são anexos e não ficam visíveis em nenhum local da
interface do usuário para impedir a modificação do nome do arquivo no vault.
Quando o arquivo PDF é gerado, um novo comando no menu de atalho permite
que você o abra no Acrobat Reader. Esse comando também está disponível no
Web Portal e no SolidWorks Explorer.
Quando você modifica o desenho e faz seu check-in novamente, o arquivo PDF é
atualizado automaticamente.
Contínua
Usa um intervalo
gradientes
Descontínua
Usa um número discreto
de faixas de cor
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-25
Criar arquivos PDF usando o Task Scheduler
O SolidWorks Task Scheduler permite programar uma tarefa para exportar arquivos
do PDMWorks Workgroup no formato Adobe Portable Document (.pdf), assim
como em outros tipos de arquivo de exportação que têm suporte no SolidWorks.
Um arquivo PDF é criado para cada desenho nos projetos que são exportados.
Você pode também usar o Task Scheduler para atualizar todos os arquivos PDF no
modo de lote.
Quando você gera arquivos PDF usando o Task Scheduler pode especificar se eles
serão armazenados dentro ou fora do vault.
Consulte Exportar arquivos do PDMWorks na página 13-20.
Visualizar documentos PDF no vault
Você pode visualizar qualquer arquivo PDF a partir do:
• SolidWorks com o suplemento PDMWorks
• SolidWorks Explorer
• PDMWorks Web Portal
Os arquivos PDF que estão associados a desenhos podem ser abertos
automaticamente no o Acrobat Reader, se ele estiver instalado. Se o Acrobat
Reader não estiver instalado, você será solicitado a instalá-lo.
Exi bi r no eDrawi ngs as propri edades de document o al t eradas
As alterações nas propriedades dos documentos executadas no PDMWorks
Workgroup, SolidWorks Explorer e Windows Explorer podem ser exibidas no
eDrawings sem que seja necessário abrir os arquivos no SolidWorks. Isso inclui:
• Revisões incrementadas do documento
Quando o documento é um desenho, você pode ver as alterações que foram
feitsa nos campos do bloco de título.
• Propriedades personalizadas
A visualização local e no vault de arquivos J PG, BMP, GIF,
PNG, TXT, XML, HTM e HTML também tem suporte no
SolidWorks Explorer.
Para obter informações sobre métodos de modificação das
propriedades de desenhos no SolidWorks Explorer e no
Windows Explorer, consulte Modificar propriedades do
documento na página 1-12.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-26
Impor tar e expor tar o vaul t do PDMWor ks Wor kgr oup
Dois utilitários são fornecidos para exportar projetos do PDMWorks Workgroup de
um vault e importá-los para outro vault. Isso torna possível ter as mesmas
informações em vaults em dois locais separados, ou mesclar dois vaults em um.
Os usuários com privilégios de administrador podem exportar documentos de
projetos e seus metadados para um arquivo XML que pode então ser importado
para outro vault do PDMWorks Workgroup. Além dos documentos, podem ser
exportados também os administradores, usuários e grupos que estão definidos no
projeto. Os administradores podem exportar todos os projetos de um vault ou
selecionar que projetos específicos devem ser exportados.
Tool box
Di mensi onament o aut omát i co de component es do Tool box
Determinados componentes do Toolbox incluem a capacidade de dimensionamento
automático. O dimensionamento automático permite que os componentes do
Toolbox se adaptem ao tamanho da geometria para onde são arrastados.
Para redimensionar componentes do Toolbox automaticamente:
1 Na pasta do Toolbox, selecione um componente e arraste-o para a área de
gráficos.
2 Selecione o furo onde deseja colocar o componente.
Dimensionamento automático de componentes
do Toolbox
• Parafusos • Arruelas
• Porcas • Rolamentos
• Anéis de retenção • O-rings
• Pinos • Engrenagens
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-27
O componente é redimensionado e uma visualização exata é mostrada.
3 No PropertyManager:
a) Em Propriedades, ajuste os valores.
b) Em Opções, selecione Atualizar tamanho com geometria de
posicionamento.
4 Arraste o componente seguinte, que inclui os seus ajustes, e coloque-o no local
adequado.
5 Quando terminar, clique em .
Quando você seleciona Atualizar tamanho com geometria do
posicionamento, o componente é atualizado quando você altera a
geometria em relação à qual o componente está posicionado.
Capítulo 13 Componentes do SolidWorks Office Professional
Novidades do SolidWorks 2008 13-28
Cont eúdo
O Toolbox teim conteúdo adicional nos padrões indicados para os tipos:
Consulte Visão geral do SolidWorks Toolbox na Ajuda.
Para conhecer outros recursos relacionados ao Toolbox, consulte:
• Componentes de fixação inteligentes na página 6-21.
• Série de furos na página 4-4.
Padrões Descrições
Polegada
ANSI
Parafusos com cabeça escareada chata, cabeça
escareada chata rebaixada, parafusos auto-atarrachantes
arruelados sextavados, etc.
Métrico
ANSI
Parafusos auto-atarrachantes com cabeça de panela e
sextavada, etc.
ISO Parafusos Allen de cabeça cilíndrica hexalobular (Torx),
parafusos de cabeça de panela, etc.
BSI Anéis de retenção internos e externos, chaves (quadradas
e retangulares com uma e duas extremidades), etc.
MIL 100° e 82°, cabeça chata, recesso em cruz; cabeça
sextavada, Allen sextavado, sextavado simples, etc.
Novidades do SolidWorks 2008 14-1
14
Co mp o n en t es d o So l i d Wo r k s
Of f i c e Pr emi u m
Este capítulo descreve os aprimoramentos dos componentes do SolidWorks Office
Premium nas seguintes áreas:
ScanTo3D
SolidWorks Routing
TolAnalyst
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-2
ScanTo3D
Ger al
Mesclar malhas e remover sobreposições
O ScanTo3D pode mesclar malhas e aparar sobreposições para produzir uma
malha válida individual.
Para mesclar malhas automaticamente:
1 Na caixa de diálogo Abrir, selecione um arquivo de malha que contenha várias
malhas.
2 Clique em Opções.
3 Selecione Mesclar malhas para remover sobreposições e clique em OK.
4 Clique em Abrir.
Para mesclar malhas ou submalhas manualmente:
1 Abra um arquivo que contenha múltiplas malhas.
2 Selecione as malhas ou submalhas a mesclar, clique com o botão direito
e selecione Mesclar malhas.
As malhas selecionadas são listadas no PropertyManager.
3 Clique em .
Esboçar em malhas que interceptam o plano de seção
Em arquivos de malha, você pode esboçar ao longo da interseção do plano da vista
de seção com a malha, fazendo referência ao ponto de penetração onde o plano
intercepta uma aresta de faceta. O esboço é mantido quando você fecha a vista de
seção. Esse recurso permite criar esboços de referência que antes não eram
possíveis.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-3
Para esboçar na malha usando o plano da vista de seção:
1 Crie e posicione o plano da vista de seção e, em seguida, selecione-o.
2 Clique em Vista de seção (barra de ferramentas Exibir) ou em Exibir,
Exibição, Vista de seção.
3 Clique em .
4 Selecione o plano e abra um esboço 2D.
5 Use a ferramenta Spline (barra de ferramentas Esboço) para esboçar
pontos no plano da vista de seção que faz referencia à malha.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-4
Ao esboçar e inserir a referência à
malha, observe que o esboço agora
infere o ponto de penetração onde o
plano intercepta uma aresta de
faceta. Esta funcionalidade gera um esboço mais preciso do que o que era
possível antes.
6 Saia do esboço e clique para desmarcar Vista de seção .
Texturas
O ScanTo3D importa texturas automaticamente de arquivos .3ds, .obj e .wrl do 3D
Studio, se as texturas estiverem claramente vinculadas ao arquivo de malha. Caso
contrário, a malha é importada sem texturas. Você pode especificar a localização
dos arquivos de textura.
Para especificar o local onde os arquivos de textura devem ser salvos:
1 Clique em Abrir (barra de ferramentas Padrão) ou em Arquivo, Abrir.
2 Na caixa de diálogo Abrir, selecione Arquivos de malha em Arquivos do tipo.
3 Procure um arquivo de malha em Nome do arquivo.
4 Clique em Opções.
5 Na caixa de diálogo Opções de importação, em Diretório de arquivos de
textura, clique em Procurar.
6 Procure a pasta e clique em OK duas vezes.
7 Clique em Abrir.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-5
Anál i se de desvi o
A ferramenta Análise de desvio exibe os desvios dos seguintes tipos de análise:
• Curva para malha. Espículas coloridas ao longo da curva mostram o desvio
entre a curva e a malha.
• Superfície para malha. Uma exibição em cores na malha mostra o desvio entre
a superfície extraída e a malha.
• Malha para malha. Crie uma malha original para usar como referência na
criação de outra, de trabalho. Meça novamente em relação à malha original
para assegurar que a malha de trabalho permanece dentro da tolerância.
Coloque o cursor sobre o desvio para obter valores específicos de desvio. Você
pode salvar um relatório detalhado dos desvios.
Desvio de curva
para malha
Desvio de superfície
para malha
Desvio de malha
para malha
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-6
Para medir o desvio da malha:
1 Abra um arquivo com curvas ou superfícies que se referem a uma malha.
2 Clique em Análise de desvio (barra de ferramentas ScanTo3D) ou
Ferramentas, ScanTo3D, Análise de desvio.
3 Selecione um Tipo de análise.
4 Em Parâmetros de análise, selecione a malha e as curvas ou superfícies.
5 Ajuste o controle deslizante Sensibilidade e os limites superior e inferior;
emseguida, clique em Calcular.
Espículas ou áreas coloridas mostram o desvio. Uma chamada indica os
desvios máximo, mínimo, médio e padrão.
6 Coloque o cursor sobre as cores de desvio para obter medições exatas do local.
7 Clique em .
Consulte PropertyManager de Análise de desvio na Ajuda.
Fer r amentas de edi ção de mal l ha
Você pode mover, copiar, definir a escala ou aplicar offset a malhas. Clique em
Editar malha (barra de ferramentas ScanTo3D) ou em Ferramentas,
ScanTo3D, Editar malha. Defina as opções no PropertyManager de Editar malha.
Consulte PropertyManager de Editar malha na Ajuda.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-7
Assi st ent e de Cur va
O novo Assistente de Curva pode criar curvas de limite e de seção em arquivos de
nuvem de pontos ou de malha. Um limite se forma ao longo das arestas de limite.
O ScanTo3D pode criar curvas de limite somente ao longo das arestas de limite.
Para usar o Assistente de Curva:
1 Abra um arquivo de nuvem de pontos ou de malha.
2 Clique em Assistente de Curva (barra de ferramentas ScanTo3D) ou em
Ferramentas, ScanTo3D, Assistente de Curva.
3 Selecione a malha ou a nuvem de pontos.
4 No PropertyManager, em Método de criação, selecione um tipo de curva:
• Curva de seção
• Curva de limite
5 Defina as demais opções do PropertyManager.
Em curvas de seção, em Parâmetros do plano de seção, você pode
especificar as seguintes entidades para o Plano de seção:
• Um par de pontos.
• Um plano.
• Uma curva existente, para poder criar curvas de seção perpendiculares a ela.
6 Clique em .
As curvas são criadas como um esboço 3D.
Consulte PropertyManager do Assistente de curva na Auda.
Curvas de seção em uma malha Curvas de seção com a malha oculta
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-8
Assi st ent e de Pr epar ação de Mal ha
Suavização de limite
Diversas opções permitem que você suavize os limites da malha no Assistente de
Preparação de Malha.
• No PropertyManager de Remoção de dados externos: Aparar limite da
malha até a seleção. Apare o limite da malha até exatamente o limite da
seleção, suavizando todos os limites serrilhados.
• No PropertyManager de Suavização. Mova o controle deslizante
Suavidade do limite para suavizar os limites serrilhados.
Área selecionada por caixa
para remoção
Opção desmarcada
=Limite serrilhado
Opção selecionada
=Limite suave
Sem Suavidade do limite Suavidade do limite aplicada
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-9
PropertyManager de Simplificação
Simplificação local
Use as ferramentas em Simplificação local para simplificar áreas selecionadas da
malha. Use a simplificação local em conjunto com a opção Inverter seleção para
preservar áreas específicas da intenção do projeto enquanto simplifica o resto do
modelo. Simplificação global ainda está disponível.
Peças finas
A opção Otimizar malha fina melhora o reconhecimento de dados de nuvem de
pontos como malhas finas.
Consulte PropertyManager de Simplificação na Ajuda.
Nuvem de pontos Malha otimizada como malha fina
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-10
Assi st ent e de Super f íci e
Melhoramentos gerais
• O Assistente de Superfície cria superfícies com menos remendos, melhorando o
desempenho e a facilidade de uso.
• O Assistente de Superfície cria superfícies com excesso, minimizando o
trabalho necessário para aumentá-las antes de realizar operações de
aparagem. As superfícies também se comportam melhor quando você tem de
aumentá-las.
Linhas de recurso
As superfícies criadas com o ScanTo3D são
compostas de remendos (idealmente com quatro
lados). Os grupos de remendos formam regiões nas
superfícies. As linhas de recurso formam os limites
entre regiões.
O ideal é que as linhas de recurso se localizem
onde a curvatura da malha faz a transição entre um
contato através de um relacionamento tangente.
Por exemplo, em uma aresta filetada que separa
dois lados de um cubo.
É possível editar as linhas de recurso no PropertyManager de Criação automática
de superfície para que você possa extrair superfícies mais adequadas. Além de
criar e excluir linhas, você pode também mover linhas e vértices.
Consulte PropertyManager de Criação automática de superfície na Ajuda.
Exemplo prático
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-11
Superfícies B-Spline
Na extração de superfícies b-spline, uma malha permite visualizar a superfície.
Você pode adicionar curvas da malha nas direções U e V da superfície extraída,
forçando a superfície a se ajustar mais à malha.
É possível exibir uma análise de desvio para mostrar o desvio entre a malha e a
superfície.
Para usar a malha para extrair superfícies b-spline:
1 Abra um arquivo de malha, execute o Assistente de Superfície e, usando a
criação orientada, prossiga até o PropertyManager de Extração de superfície.
2 Selecione uma superfície e, em Configurações de face, clique em Bspline .
É exibida uma superfície com uma malha.
3 Gire o modelo para ficar diretamente de frente à superfície.
4 Em Configurações de face, selecione Exibir análise de desvio.
É exibido o desvio entre a superfície e a malha. Uma legenda com um intervalo
de cores aparece na área de gráficos. O desvio da superfície está em torno da
área vermelha, amarela e verde.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-12
5 Para melhorar a precisão da superfície:
• Use o Número de segmentos Direção U e Direção V no PropertyManager
para adicionar curvas U e V.
• Você pode clicar em dois locais diferentes, diretamente na malha, para criar
curvas U e V.
• Clique em Editar curvas UV, selecione uma curva na lista e arraste para
reposicioná-la. Repita como necessário.
Adicione curvas U e V antes de editar a
posição das curvas. Se você modificar o
número de curvas, todas as curvas serão
automaticamente reposicionadas.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-13
• Aumente o número de linhas U e V sobre a área com o desvio mais alto para
tentar reduzir o desvio.
6 Clique em Reconstruir superfície para incorporar as edições na superfície e
revise a nova análise de desvio.
Consulte Análise de desvio na página 14-5.
Tipos de extração de superfície
No PropertyManager de Extração de superfície, você pode extrair os seguintes
tipos específicos de superfície listados em Configurações de face:
Consulte PropertyManager de Extração de superfície na Ajuda.
Tipo de
superfície Ícone Parâmetros a especificar
Extrusão Especifique uma única parede de faces adjacentes
com malha que formem uma superfície, similar a uma
extrusão.
Revolução Especifique uma única parede de regiões adjacentes
com malha que formem uma superfície, similar a uma
revolução.
Regrada Especifique uma única região com malha para formar
uma superfície, similar a um loft de dois perfis sem
curvas-guia.
Toro Especifique uma única região com malha para formar
uma superfície, similar a uma face criada por um filete.
Para Extrusão e Revolução: Todas as faces de malha devem
fazer parte de uma malha para serem extraídas em conjunto
como uma extrusão ou revolução. Use as ferramentas de
pintura do Assistente de superfície no PropertyManager de
Identificação de face para identificar as faces da malha com
a mesma cor.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-14
Sol i dWor ks Rout i ng
Ger al
Melhoramentos no fluxo de trabalho e na usabilidade do SolidWorks Routing:
• Você digita o nome de novas submontagens e peças de rota no
PropertyManager de Propriedades da rota, em vez de em caixas de diálogo
separadas.
• Uma submontagem de rota não é criada até você clicar no PropertyManager
de Propriedades da rota. Se você cancelar no PropertyManager, a
submontagem não é criada. Anteriormente, a submontagem era criada antes de
iniciar o PropertyManager e, portanto, mesmo que o comando fosse cancelado.
• O PropertyManager de Propriedades da rota exibe somente os campos
pertinentes ao tipo de rota que você está criando e ao método empregado
na criação.
• Quando inicia uma rota clicando com o botão direito num conector final e
selecionando Iniciar rota, você pode clicar com o botão direito em qualquer
lugar do conector. Anteriormente, você tinha de clicar no ponto de conexão.
• Você pode acessar o PropertyManager de Comprimento fixo clicando com
o botão direito em um segmento da rota (tubo flexível ou cabo elétrico) e
selecionando Comprimento fixo.
• Quando você clica com o botão direito em um segmento da rota, Propriedades
do segmento da rota substituiu as Propriedades da rota no menu de atalho.
• Quando cria uma rota instantaneamente, você pode finalizá-la sem um
componente de rota.
• Quando cria uma rota automaticamente através de clipes, você pode inverter o
lado do clipe por onde entra o cabo.
• Após colocar um componente em uma rota, você pode desfazer a colocação
sem ter de sair do esboço da rota.
Conect or es el ét r i cos com múl t i pl os pont os de conexão
O software agora inicia uma rota automaticamente quando você solta um conector
com múltiplos pontos de conexão em uma montagem.
Compr i ment o f i xo
Se você aplicar Reparar rota com a opção Comprimento fixo ativada, o software
resolverá a violação do raio de dobra mínimo. É exibido um aviso se o reparo exigir
que o comprimento seja alterado. O valor de comprimento resultante é o novo
comprimento fixo.
Exceção: se o cabo for um cabo padrão, o comprimento fixo permanece sempre o
mesmo.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-15
Pont os de conexão e pont os de r ota de peso l eve
O software não precisa mais resolver um componente de peso leve para acessar
os dados contidos em seus pontos de conexão e de rota.
Compr i ment os de peças de est oque par a t ubul ação r ígi da
Ao criar uma nova montagem de rota de tubulação rígida, você pode especificar
um comprimento padrão para os tubos usados. As seções retas da rota são
divididas no comprimento padrão, sendo que a última seção criada é uma fração
do comprimento padrão especificado. Você pode:
• Alterar o comprimento padrão ou removê-lo.
• Usar diferentes comprimentos padrão na mesma montagem, aplicando a
diferentes segmentos retos.
• Inserir automaticamente acoplamentos entre os segmentos .
Opções
As opções de rota foram reorganizadas e estão agrupadas por:
• Configurações gerais de rota
• Tubulação rígida e flexível
• Cabos elétricos
Você pode definir os locais dos arquivos de rota para:
• Biblioteca de rotas
• Template de rota
• Tubos flexíveis padrão
• Biblioteca de cabos/fios
• Biblioteca de componentes
• Cabos padrão
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-16
As configurações de arquivos são automaticamente propagadas para os campos
apropriados nos assistentes de biblioteca elétrica, no Assistente de
Componentes de Rota e no PropertyManager de Propriedades da rota. Além
disso, para facilitar o compartilhamento das configurações citadas acima com
outros usuários, você pode salvá-las em um arquivo ou carregar configurações que
foram salvas anteriormente.
Consulte Opções de rota e Locais de arquivos de rota na Ajuda.
Rota aut omát i ca
O PropertyManager e os recursos de Rota automática foram melhorados:
• Reparo automático de rota. Se, ao ser criada a rota, houver uma violação do
raio de dobra mínimo, o software automaticamente repara a rota em vez de
pedir que você a conserte.
• Botão Desfazer. O botão Desfazer foi movido para o local padrão, na parte
superior do PropertyManager.
• Mesclar linhas-guia. Ao mesclar linhas-guia, você pode:
Além disso:
Rot as pl ani f i cadas
Você pode planificar uma submontagem de rota elétrica dentro do modelo 3D. A
rota planificada inclui cabos, fios, coberturas e conectores finais. Você pode
especificar a exibição dos conectores em 3D ou como blocos de desenho de
conector. A rota planificada é uma representação simplificada da rota. As linhas
não são os comprimentos verdadeiros, mas as dimensões nos segmentos da rota
indicam o comprimento real do fio roteado.
Se você alterar o local da pasta da Biblioteca de Rotas, o
software utilizará este novo local para abrir montagens de rota
existentes e seus componentes de rota.
• Selecionar clipes para a passagem da rota ao mesmo tempo.
• Desviar o segmento de rota resultante na direção de um dos conectores
finais.
• Optar por mesclar somente uma extremidade em vez de ambas.
• Quando você une linhas-guia em rotas existentes, um ponto de divisão é
automaticamente criado, se ainda não houver um quando você seleciona
a união.
• Para facilitar a seleção, você pode filtrar as linhas-guia por nome de fio
ou de cabo e de sinal, com base nos nomes importados pela lista de-
para.
Capítulo 14 Componentes do SolidWorks Office Premium
Novidades do SolidWorks 2008 14-17
A rota planificada é criada como uma nova configuração da submontagem de rota
elétrica 3D. Na árvore de projetos do FeatureManager, o recurso RotaPlanificada
é adicionado. Para alternar entre a rota 3D e a rota planificada, clique com o
botão direito em Rota ou RotaPlanificada e selecione Exibir configuração.
Na rota planificada:
• Você pode alterar a apresentação arrastando entidades e restringindo-as. Essas
alterações não são aplicadas à configuração 3D.
• Você não pode fazer alterações geométricas (como adicionar ou excluir
ramificações). Você faz essas alterações na configuração 3D e a configuração
planificada é atualizada.
Para planificar uma rota, na submontagem clique em Planificar rota (barra de
ferramentas Elétrica) ou emRota, Elétrica, Planificar rota.
Tol Anal yst
O TolAnalyst é um aplicativo de análise de tolerância que determina os efeitos que
as dimensões e tolerâncias exercem sobre peças e montagens. As ferramentas do
TolAnalyst permitem que você execute análises de empilhamento de tolerância de
“pior cenário” nas montagens.
Primeiro, você usa as ferramentas do DimXpert para aplicar tolerâncias e
dimensões às peças e componentes da montagem; em seguida, usa as
ferramentas do TolAnalyst para utilizar esses dados na análise de empilhamento.
Consulte DimXpert para peças na página 10-3.
Para assegurar que você tenha dados de tolerância válidos, o TolAnalyst usa uma
interface de assistente para orientá-lo num procedimento de quatro etapas:
1 Criar uma medição entre dois recursos.
2 Criar uma seqüência de montagem entre os recursos de medição.
3 Aplicar restrições a cada peça.
4 Avaliar os resultados.
Consulte Planificar rota na Ajuda.
O TolAnalyst só está disponível no SolidWorks Office Premium.
Exemplo prático
Novidades do SolidWorks 2008 Índice-1
3D
blocos 3-3
Instant3D 3-6
simetria e espelhamento 3-2
texturas, ScanTo3D 14-4
64 bits, COSMOSWorks 11-2
A
Adobe
Illustrator 12-13
Photoshop 12-13
alimentação RSS, eDrawings 12-12
alinhamento
de entidades de esboço 9-4
de furos 6-6
dimensões 9-2
amortecimento, COSMOSWorks 11-4
análise
de desvio, ScanTo3D 14-5
de empilhamento, TolAnalyst 10-11
de empilhamento,TolAnalyst 14-17
de tolerância 14-17
dinâmica não linear, COSMOSWorks 11-8
harmônica, COSMOSWorks 11-6
histórica de tempo modal,
COSMOSWorks 11-5
anotações
SolidWorks Utilities 13-22
vistas de desenhos 9-4
aparar limite de malha, ScanTo3D 14-8
aparências 2-3–2-6
aplicar 2-3
editar 2-6
emissivas 13-10
API 12-2–12-6
arquivos
de padrões, SolidWorks Design
Checker 13-17
Rhino 12-14
STL 12-12
árvore de projeto do FeatureManager
exibir/ocultar itens 1-4
filtrar 1-5, 6-14
AssemblyXpert 6-2
Assistente de Curva, ScanTo3D 14-7
Assistente de Perfuração 4-5, 7-2
atualizações, instalação 12-2
Autodesk Inventor 12-13
B
bainhas, FeatureWorks 13-3
balões 9-2
barra de menus 1-2
barras de ferramentas
barra de menus 1-2
barra transparente Exibir 1-7
de atalho 1-8
do contexto 1-7
C
captura de vídeo, Solidworks Rx 12-17
capturar parâmetros,
DriveWorksXpress 12-9
cargas de referência 6-11
cascas, COSMOSWorks 11-3
cenas 2-8–2-13
aplicar 2-10
básicas 2-8
de apresentação 2-9
de estúdio 2-10
editar 2-11–2-13
editor do PhotoWorks 13-11
chapa metálica
cordão de solda 12-16
exportar padrão plano 12-13, 12-16
colunas de tabelas 9-8
CommandManager 1-3
personalizar 1-3
Índice
Novidades do SolidWorks 2008 Índice-2
componentes
carregamento seletivo 6-18
configurações 7-2
copiar posicionamentos com 6-12
de fixação inteligentes 6-21
derivados 6-3
embutidos 6-7
exibir ocultos 6-16
no contexto 6-7
padrões de 6-3
selecionar 6-14
suprimidos, SolidWorks Design
Checker 13-20
virtuais 6-7
configurações 7-1–7-7
criar 7-4
de montagens 7-6
de peças 7-4
modificar 7-4
PropertyManager 7-2
tabelas de projeto 7-2
Consultor de Análise,
COSMOSWorks 11-2
contato, COSMOSWorks 11-18
copiar
folhas de desenho 9-3
posicionamentos 6-12
cordão de solda 12-16
CornerXpert 4-3
corpos
isolar em peças 5-4
sólidos 5-2
correção gama, PhotoWorks 13-13
COSMOSMotion 8-4–8-6
amortecedores 8-5
estudos legados 8-5
peças fixas e flutuantes 8-5
plotagens 8-5
posicionamentos 8-4
restrições redundantes 8-5
COSMOSWorks 11-1–11-22
64 bits 11-2
amortecimento 11-4
análise harmônica 11-6
análise histórica de tempo modal 11-5
cascas 11-3
cenários de projeto 11-14
componentes estruturais 11-13
conectores de parafuso 11-16
conectores de pino 11-17
Consultor de Análise 11-2
contato 11-18
dinâmica 11-3
esforço em estudos não lineares 11-20
estudos de vaso de pressão 11-3
estudos dinâmicos lineares 11-3
estudos dinâmicos não lineares 11-8
fatores de vista de radiação 11-12
gerador de malhas 11-17
gráficos históricos 11-20
grande deslocamento 11-15
linearização da tensão 11-22
modelos de material Mooney-Rivlin 11-3
modelos de material Ogden 11-3
nitinol 11-2
plotagem de caminho de carga 11-21
plotagem de percepção do projeto 11-21
rastreador de tendência 11-15
unidades 11-2
vibração aleatória 11-7
vigas 11-13
curvas
de limite, ScanTo3D 14-7
de seção, ScanTo3D 14-7
UV, ScanTo3D 14-11
D
desempenho 6-2
desenhos 9-3–9-4
a partir de documentos de peça/
montagem 9-3
copiar folhas 9-3
inserir imagens 9-3
no eDrawings 12-11
Design Clipart 1-12
deslocamento, COSMOSWorks 11-15
detalhamento 9-1–9-8
DFMXpress
configuração de parâmetros 12-8
regras de projeto 12-7
dimensão
de local, DimXpert 10-7
de tamanho, DimXpert 10-5
dimensionamento automático, SolidWorks
Toolbox 13-26
dimensionamento e tolerâncias 10-1–10-11
Dimensionamento e Tolerâncias
Geométricas 10-2, 14-17
dimensões
alinhamento 9-2
DimXpert 10-5, 10-7
modificar 7-2
propriedades 9-2
SolidWorks Design Checker 13-19
DimXpert para peças 10-3–10-11
dimensão de local 10-7
dimensão de tamanho 10-5
dimensões 10-5, 10-9
DimXpertManager 10-4
excluir tolerâncias 10-8
opções 10-4
padrões 10-6
reconhecimento de recursos de modelo 10-4
reconhecimento de topologia 10-4
recursos 10-3
referências 10-5
restrições 10-8
TolAnalyst 14-17
Novidades do SolidWorks 2008 Índice-3
tolerâncias 10-9
tolerâncias geométricas 10-5, 10-6
visão geral 10-3
dinâmica 11-3–11-12
amortecimento 11-4
análise harmônica 11-6
análise histórica de tempo modal 11-5
estudos dinâmicos lineares 11-3
estudos dinâmicos não lineares 11-8
exemplo de estudo dinâmico linear 11-9
linear, COSMOSWorks 11-3
vibração aleatória 11-7
dissecar arquivos
Design Clipart 1-12
SolidWorks Task Scheduler 13-21
DriveWorksXpress 12-8
DXF/DWG 12-13
E
eDrawings 12-11–12-12
equações 9-7
esboços 3-1–3-10
área hachurada/preenchida 3-3
blocos 3-3
em malhas no ScanTo3D 14-2
exibir/ocultar 3-6
Instant3D 3-6
peças 5-2
rastreamento automático 3-5
simetria e espelhamento 3D 3-2
splines 3-8–3-10
escalas, SolidWorks Utilities 13-24
espessura, SolidWorks Utilities 13-24
estados de exibição 6-2, 6-18, 12-12
estudos de movimento 8-1–8-6
estudos legados, COSMOSMotion 8-5
excluir tolerâncias, DimXpert 10-8
exemplos práticos
Adicionar um motor 8-4
Canto soldado 12-16
DFMXpress 12-8
DriveWorksXpress 12-8
Projeto com base em layout 6-9
Trabalhar com linhas de recursos 14-10
Uso de referências de posicionamento para
posicionar peças inseridas 5-3
Uso do RealView 2-10
Uso do TolAnalyst 14-17
exibição de mensagens, controlar 1-11
exibir componentes ocultos 6-16
exibir/ocultar esboço 3-6
exportar 12-13–12-14
arquivos do PDMWorks 13-20
padrões planos 12-14, 12-16
F
faces de carga de rolamento 6-11
FeatureWorks 13-2–13-4
bainhas 13-3
ferramenta Redimensionar 13-3
flanges de aresta 13-2
varreduras de base 13-4
filetes 4-3
filtro da árvore de projeto 6-14
Firefox 12-11
flanges de aresta, FeatureWorks 13-2
fontes
em tabelas 9-8
SolidWorks Design Checker 13-17
formulários de entrada de dados,
DriveWorksXpress 12-9
furos desalinhados 6-6
G
GD&T, Dimensionamento e Tolerâncias
Geométricas 10-2
gerador de malhas, COSMOSWorks 11-17
gerenciamento da memória,
PhotoWorks 13-13
gráficos históricos de tempo,
COSMOSWorks 11-20
guia Cor/Imagem 2-3
I
Illustrator 12-13
iluminação indireta 13-7
imagens em desenhos 9-3
importar 12-13–12-14
influência tangente, superfícies
limitantes 4-2
instalação 12-2
Instant3D 4-6
Inventor 12-13
J
juntas
de acoplador 6-10
de parafuso 6-11
universais 6-11
L
layouts 6-7
linhas
de chamada 9-2
de divisão 4-9
de recurso, ScanTo3D 14-10
lista de materiais 9-5
M
malhas, ScanTo3D 14-2, 14-5, 14-6
manufaturabilidade, DFMXpress 12-7
Novidades do SolidWorks 2008 Índice-4
mapeamento 2-3–2-6
ambiente cúbico, PhotoWorks 13-6
DXF/DWG 12-13
estilo 2-3
tamanho 2-6
materiais. Consulte aparências
menus flyout 1-10
miniaturas de arquivos do
SolidWorks 13-21
moldes 12-16
MoldflowXpress 12-16
montagens 6-1–6-21
alinhamento de furos 6-6
comparar documentos, SolidWorks
Utilities 13-22
componentes de fixação inteligentes 6-21
componentes virtuais 6-7
desempenho 6-2, 6-17
estados de exibição 6-2, 6-18
estatísticas 6-2
filtrar 6-14
grandes 6-2, 6-17
layout 6-7
motores 8-4
Pro/ENGINEER 12-14
referências 6-2
representações simplificadas 6-17
seleção em 6-14
Mooney-Rivlin, COSMOSWorks 11-3
MotionManager 8-3
motores 8-4
Mozilla Firefox 12-11
N
navegador de documentos recentes 1-9,
1-10
nitinol, COSMOSWorks 11-2
nuvem de pontos, Assistente de
Preparação de Malha 14-9
O
ocultar/exibir em tabelas 9-8
Ogden, COSMOSWorks 11-3
opção linear, superfícies limitantes 4-2
opções
de rota 14-15
PhotoWorks 13-7
P
padrões
circulares 4-8
de componentes 6-3
DimXpert 10-6
representações 4-8
Painel de tarefas 1-10
parafusos, COSMOSWorks 11-16
PDF (Portable Document Format)
criar durante o check-in 13-24
criar usando o Task Scheduler 13-25
suporte no PDMWorks Workgroup 13-24
visualização no PDMworks
Workgroup 13-25
PDMWorks Workgroup 13-24–13-25
exportar arquivos 13-20
exportar projetos do vault 13-26
importar projetos do vault 13-26
incrementar revisão 13-25
propriedades do documento 13-25
peças 5-1
corpos sólidos 5-2
derivadas, quebrar vínculo 5-2
divididas 4-9
esboços 5-2
espelhadas, quebrare vínculo 5-2
finas, ScanTo3D 14-9
isolar corpos 5-4
posicionar ao inserir 5-3
prismáticas, DFMXpress 12-8
propriedades personalizadas 5-3
quebrar vínculo 5-2
torneadas, DFMXpress 12-8
Pesquisa do SolidWorks 1-3
pesquisar 1-3
Photoshop 12-13
PhotoWorks 13-5–13-15
ajuste da imagem 13-14
aparências emissivas 13-10
atenuação realística 13-15
correção gama 13-13
editor de cena 13-11
iluminação indireta 13-7, 13-13
mapeamento de ambiente cúbico 13-6
materiais e cenas 13-9
opções do sistema 13-13
processamento de documentos em lote 13-5
PropertyManager de materiais 13-9–13-12
pinos, COSMOSWorks 11-17
pintura de recursos, SolidWorks
Utilities 13-22
placas gráficas, diagnóstico no
SolidWorks Rx 12-17
posicionamentos 6-9–6-14
atrito 6-11
buchas 6-11
copiar 6-12
COSMOSMotion 8-4
de acoplador linear/linear 6-10
de bloqueio 6-10
de caminho 6-10
de junta universal 6-11
de parafuso 6-11
faces de carga de rolamento 6-11
ícones 6-9
origem 6-9
referências 6-12
Novidades do SolidWorks 2008 Índice-5
referências em peças 5-3
sistema de coordenadas 6-9
Pro/ENGINEER 12-11, 12-14
projeto
cenários do COSMOSWorks 11-14
descendente 6-7
plotagem de percepção do projeto no
COSMOSWorks 11-21
PropertyManager, criação de esboços 3-4
propriedades
de atrito 6-11
de bucha 6-11
de cores, RealView 2-3
de dimensões, desfazer 9-2
do documento, modificar 1-11
propriedades personalizadas
DriveWorksXpress 12-9
peças 5-3
SolidWorks Design Checker 13-18
SolidWorks Explorer com PDMWorks
Workgroup 1-11
SolidWorks File Explorer 1-11
Windows Explorer 1-11
R
rastreamento automático, criação de
esboços 3-5
razão profundidade/diâmetro de furo,
DFMXpress 12-7
RealView 2-1–2-14
aparências 2-3
cenas 2-8
fluxo de trabalho 2-2
modelos legados 2-2
uso do 2-2
reconhecimento de topologia,
DimXpert 10-4
recursos 4-1–4-10
Assistente de Perfuração 4-5
CornerXpert 4-3
de manufatura 10-3
filetes 4-3
inacessíveis, DFMXpress 12-7
Instant3D 4-6
linhas de divisão 4-9
padrões circulares 4-8
peças divididas 4-9
reconhecimento de, DimXpert 10-4
representações de padrão 4-8
série de furos 4-4
superfícies limitantes 4-2
varreduras 4-10
referências 6-2
DimXpert 10-5
regras do DriveWorksXpress 12-10
remover sobreposição de malha,
ScanTo3D 14-2
representações de padrão 4-8
restrições
de curvatura 3-9
DimXpert 10-8
Pro/ENGINEER 12-14
retângulos 3-4
revisões, incrementar 13-25
Rota. Consulte SolidWorks Routing
rotas planificadas 14-16
rótulos
de documentos e recursos 1-6
SolidWorks Explorer 12-15
S
salvar animação, MotionManager 8-4
ScanTo3D 14-2–14-13
análise de desvio 14-5
aparar limite de malha 14-8
Assistente de Curva 14-7
Assistente de Superfície 14-10
curvas de limite 14-7
curvas de seção 14-7
esboçar em malhas 14-2
ferramentas de edição de malha 14-6
limites de recurso e de remendo 14-10
linhas de recurso 14-10
mesclar malhas 14-2
peças finas 14-9
remover sobreposição de malha 14-2
simplificação local 14-9
suavização de limite 14-8
superfícies b-spline 14-11
texturas 14-4
tipos de extração de superfície 14-13
seleção de componentes 6-14
seleção de documentos
dicas de ferramentas de visualização 1-10
navegadores 1-9, 1-10
série de furos 4-4, 6-21
simetria, SolidWorks Utilities 13-23
simplificação local, ScanTo3D 14-9
simplificar, SolidWorks Utilities 13-22
simulação física 8-4
SketchXpert 3-7
soldagens 9-6, 12-18
SolidWorks Design Checker 13-16–13-20
arquivos DWG 13-16
documentos de desenho 13-19
documentos de peças 13-19
duplicação de verificações de fonte 13-17
múltiplos arquivos de padrões 13-17
níveis de estado crítico 13-16
propriedades personalizadas 13-18
verificações de dimensões 13-18–13-19
SolidWorks Explorer
rótulos 12-15
visualizar documentos 12-15
SolidWorks Office Premium 14-1
SolidWorks Office Professional 13-1
Novidades do SolidWorks 2008 Índice-6
SolidWorks Routing 14-14–14-17
comprimento fixo 14-14
comprimentos de peça de estoque para
tubulação rígida 14-15
locais de arquivos 14-15
opções 14-15
pontos de conexão 14-14, 14-15
propriedades da rota 14-14
rota automática 14-16
rotas planificadas 14-16
SolidWorks Rx 12-17
SolidWorks Task Scheduler 13-20–13-22
SolidWorks Toolbox
componentes de fixação inteligentes 6-21
conteúdo 13-28
dimensionamento automático de
componentes 13-26
SolidWorks Utilities 13-22–13-24
análise de espessura 13-24
anotações 13-22
comparar documentos 13-22
pintura de recursos 13-22
simplificar 13-22
verificação de simetria 13-23
splines 3-8–3-10
continuidade nas alças de manipulação 3-8
restrições de curvatura 3-9
spline na superfície 3-10
suavização de limite, ScanTo3D 14-8
submontagens, selecionar 6-14
superfícies
b-spline, ScanTo3D 14-11
regradas, ScanTo3D 14-13
ScanTo3D 14-13
spline na superfície 3-10
toroidais, ScanTo3D 14-13
superfícies limitantes
influência tangente 4-2
opção linear 4-2
suplementos, ativar 1-4
T
tabelas 9-6–9-8
de dobras, SolidWorks Design
Checker 13-19
de projeto 7-2
Task Scheduler
dissecar arquivos 13-21
exportar arquivos do PDMWorks 13-20
renderizações e animações 13-21
tendências, COSMOSWorks 11-15
tensão, COSMOSWorks 11-22
texto
ajustar 9-7
notas 9-7
SolidWorks Design Checker 13-18
tabelas 9-7
texturas, ScanTo3D 14-4
TolAnalyst 10-11, 14-17
tolerância geométrica, DimXpert 10-6
tolerâncias
DFMXpress 12-7
DimXpert 10-9
geométricas, DimXpert 10-5
tubulação rígida, comprimentos de peça
de estoque 14-15
U
união, COSMOSWorks 11-18
unidades, COSMOSWorks 11-2
V
varreduras 4-10, 13-4
de sólidos 4-10
vaso de pressão, COSMOSWorks 11-3
vibração aleatória, COSMOSWorks 11-7
vigas, COSMOSWorks 11-13
vínculos, quebrar 5-2
vistas
de desenho 9-3–9-4
de seção 9-4
quebradas 9-3
visualização
arquivos do SolidWorks 13-21
arquivos PDF do PDMWorks
Workgroup 13-25
eDrawings 12-11
X
XPS (XML Paper Specification) 12-12,
12-14