A geração distribuída

(DG) está emergindo como
um novo paradigma para
produzir no local
altamente confiável e
boa qualidade elétrica
poder. Assim, o DG
sistemas são apresentados como uma adequada
formar para oferecer alta confiabilidade elétrica
fonte de energia. O conceito é particularmente
interessante quando diferentes tipos
dos recursos energéticos estão disponíveis, tais
como energia fotovoltaica (PV) painéis, células de combustível
(FCS), ou turbinas eólicas. A Direcção-Geral de diferente
tipos de sistemas de energia permitem
para a integração de energias renováveis e
recursos energéticos não convencionais.
Assim, a DG está se tornando uma parte de
os planos estratégicos da maioria dos países
para enfrentar os desafios atuais associados
com a gestão de energia.
Hoje, engenharia elétrica e energia
tem que enfrentar um novo cenário no
qual os pequenos geradores de energia distribuídas
e de armazenamento de energia dispersa
dispositivos têm de ser integrada em conjunto
para a rede. A nova rede elétrica
vai entregar eletricidade de fornecedores

Finalmente. reduzindo o custo e aumentando a confiabilidade e transparência. A idéia por trás deste conceito é ter dispositivos que se conectam à sua tomada e você ligar o seu aparelho a este dispositivo. Este artigo trata da integração de energia distribuída renovável recursos conforme ilustrado na Figura 1. e sua combinação com recursos de energia renovável. Conceitos sobre o DG combinados com os sistemas de armazenamento de energia será apresentado. A integração de novas tecnologias em instalações existentes pode acelerar significativamente o processo de adaptação da nova tecnologia. Usando DG de sistemas de energia não faz sentido sem o uso de sistemas de armazenamento distribuído (DS) para lidar com os balanços energéticos. especialmente solar e eólica. As tendências em eletrônica de potência como uma interface entre as fontes principais e a rede eléctrica irá ser explicado. Neste sentido. Este será responsável por sua vez. a implementação de controle para será examinado essas interfaces elétricas utilizando dispositivos digitais avançadas. Estes dispositivos se comunicar e comunicar às empresas de energia elétrica em que momento o seu aparelho usado energia e quanto foi utilizada energia.para consumidores que utilizam a tecnologia digital para controlar os aparelhos de consumidor casas para economizar energia. Em seguida. o sistema de energia inteiro esperado será mais interativo. exemplos desses temas aplicados na rede . você mais para a eletricidade que você usa durante o horário de pico do final da tarde e início da noite. para integrar esses sistemas para a rede. CFs. inteligente e distribuído. O artigo destaca a aplicação de sistemas de geração de hidrogênio.

Sistemas integrados de energia os desafios que o mundo enfrenta com relação ao fornecimento de energia. a questão que surge é se deve ou não a nossa organização atual da pesquisa e desenvolvimento (R & D) o financiamento é adequado para lidar com os enormes desafios. para o setor automotivo. mostrando esse país como um caso paradigmático de alta penetração da DG e energia renovável. é impossível construir sistemas de energia que funcionem bem. Integração de componentes em um sistema muito da investigação da energia presente é focado no nível do componente. Integração de Fontes de Energia em Sistemas de Energia Multisource multiproduto O conceito de super-vento é um exemplo interessante de um sistema de energia multisource multiproduto.elétrica da Espanha será dado. A produção de eletricidade renovável flutuante a partir do vento ou solar é compensada pelo co-produção flexível de hidrogênio e energia elétrica por um FC internareforma de alta temperatura a gás natural ou biogás (ver Figura 2). sustentabilidade e mudanças climáticas são enormes. Portanto. . É óbvio que isso é necessário. Ainda assim. mas temos a tendência de esquecer a inovação e os avanços na forma como organizamos as instituições e R & D financiamento para alcançar esses objectivos. sem perder a visão de longo prazo. Outros exemplos são superaquecimento. Este conceito que chamamos de super-vento é uma alternativa promissora. onde o vapor em uma usina de energia existente pode ser superaquecido por uma fonte externa (por exemplo. A chamada para a inovação e os avanços da ciência e da tecnologia é alto. porque sem os componentes com uma longa resistência e boas especificações de desempenho. Ele oferece a possibilidade de produzir continuamente produtos econômicos valiosos todo o tempo [2]. Seis formas de integração Podem distinguir-se [1]. é importante para acoplar R & D e também a longo prazo de R & D para dirigir implementação o mais rápido possível. resíduos de calor de um FC) e integração da energia fóssil por energia solar na decomposição térmica de gás natural em hidrogênio e carbono. se um mercado de hidrogênio está a desenvolver no futuro. Se menos eletricidade é necessário que a FC (por causa do aumento do vento). [2]. por exemplo. a percepção e importância relativa dos problemas no nível de componente é muitas vezes diferentes das do ponto de vista do sistema. dependendo da fase de desenvolvimento específico da tecnologia. a operação pode ser alterado para produzir mais hidrogênio. No entanto.