Você está na página 1de 8

SÁBADO

E

DOMINGO,

19

e

20

DE

 

NOVEMBRO

DE

2016

-

ED.1648

 

A1

 
 

FOL

 

O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ!

AEXTRA

   

H

PASTOR E NADA ME FALTARÁ! A E XTRA     H Versão na internet folhaextra.com SÁBADO

Versão na internet folhaextra.com

SÁBADO E DOMINGO, 19 E 20 DE NOVEMBRO

DE 2016 - ANO 13 - Nº 1648- R$ 1,00

O JORNAL DO NORTE PIONEIRO E CAMPOS GERAIS

DIRETOR ALCEU OLIVEIRA DE ALMEIDA

PIONEIRO E CAMPOS GERAIS DIRETOR ALCEU OLIVEIRA DE ALMEIDA Carro de idoso desaparecido é encontrado com

Carro de idoso desaparecido é encontrado com marcas de sangue

Até o fechamento desta edição continuavam as buscas pelo agricultor Benedito de Olivei- ra, de 68 anos. O idoso, morador de Wences- lau Braz, não é visto pela família e conhecidos há pelo menos dois dias. Seu carro, porém,

uma Fiat Strada, foi encontrada nesta sexta- -feira (18) com marcas de sangue na caçam- ba. A polícia do município foi avisada e fez rondas no intuito de localizar o paradeiro do idoso, assim como familiares e amigos, que

também procuram por Benedito, porém sem êxito. Nas redes sociais são centenas de pos- tagens e compartilhamentos sobre o sumiço do idoso, que comoveu um grande número de pessoas. Página A5

DIVULGAÇÃO

um grande número de pessoas. Página A5 DIVULGAÇÃO Salários no Interior crescem e cai diferença com

Salários no Interior crescem e cai diferença com a capital

Estudo mostra que o salário médio de um trabalhador do mercado formal no Interior do Paraná era de R$ 1.187 em 2010 - 66,3% menor do que o pago na RMC e em 2015, esse rendimento estava em R$ 1.985 – menor em 56,2% que o da RMC

O crescimento do Interior do Estado, com atração de

novos investimentos produtivos, provocou mudanças também nos salários pagos aos trabalhadores. A dife- rença em relação ao rendimento de quem trabalha na

Região Metropolitana de Curitiba, que tradicionalmen-

te paga melhores salários, vem diminuindo. Página A8

FÁBIO

CAMPANA

Secretaria da Saúde confirma

intervenção em hospital de Foz

- Em nota à imprensa, a Secre-

taria da Saúde do Paraná con- firmou a intervenção no Hospi-

tal Municipal de Foz do Iguaçu.

” Em cinco dias a Secretaria

deverá indicar o interventor

e manter a transparência so-

bre todas as ações a serem tomadas para ajustar a situa- ção em Foz de forma a man- ter esse serviço essencial em funcionamento”, diz a nota.“A Secretaria da Saúde concorda que essa é a melhor forma de

resolver a situação do hospital

e garantir assistência à popula- ção da região. A SESA lamenta que os recursos repassados ao hospital tenham sido desvia- dos em detrimento da manu- tenção de serviços hospitala- res à população” Pág. A3

Editais Página A6

Editais Página A6

INCLUSÃO

Lei de Pauliki

que regulamenta

equoterapia já

está em vigor

A equoterapia promove

melhorias na coordenação motora, aumento da autoestima e mais independência de crianças com

necessidades especiais. É impossível ficar indiferente ao ver o progresso

delas com o tratamento.

A lei do deputado estadual Marcio Pauliki (PDT) que regulamenta a equo- terapia foi publicada em Diário Oficial e já está em vigor desde o dia 04 de no- vembro. A iniciativa é importante para que a Polícia Militar possa formar par- cerias e participar de convênios para receber recursos financeiros. Isso sig- nifica que mais crianças serão bene- ficiadas e receberão um atendimento cada vez melhor. Página A3

Pai e filha de Ibaiti morrem em acidente na PR-090

DIVULGAÇÃO

e filha de Ibaiti morrem em acidente na PR-090 DIVULGAÇÃO Dois moradores de Ibaiti morreram em

Dois moradores de Ibaiti morreram em um grave acidente registrado na manhã desta sexta- -feira (18) na PR-090, entre Jataizinho e Assaí, logo depois de uma curva próxima à capela São João.Os dois estavam em uma caminhonete com placas de Ibaiti que seguia sentido Londrina quando bateu de frente com um caminhão. José Sato, de 72 anos, e sua filha Rosana Haruto Sato, de 43 anos, morreram na hora. Pai e filha residiam em Ibaiti. A família é proprietária do posto Transbasiliana. Página A5

anos, morreram na hora. Pai e filha residiam em Ibaiti. A família é proprietária do posto
anos, morreram na hora. Pai e filha residiam em Ibaiti. A família é proprietária do posto

A

2

OPINIÃO

A 2 OPINIÃO SÁBADO E DOMINGO, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE 2016 - ED.1648 Editorial

SÁBADO

E

DOMINGO,

19

e

20

DE

NOVEMBRO

DE

2016

-

ED.1648

SÁBADO E DOMINGO, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE 2016 - ED.1648 Editorial A força do

Editorial

A força do interior

Em um raro momento da his-

te

paga melhores salários, vem

1.985 – menor em 56,2% que o

coincidiu com o avanço da

Dados são dados. Provas con-

de pequeno e médio porte,

tória do Estado, o interior do

diminuindo. Os dados têm

da

RMC.

economia no interior do Esta-

tundentes de que o Estado,

como são os casos da maioria

Paraná cresce. Segundo um

como base Relação Anual de

Os

salários no interior cresce-

do. Se em 2010 o interior gera-

pela primeira vez em décadas,

absoluta dos empreendimen-

levantamento do Instituto Pa-

Informações Sociais (RAIS).

ram mais do que os da Região

va 55,2% do PIB paranaense,

cresce como um todo. A distri-

tos deste canto do Paraná.

ranaense de Desenvolvimento

O

estudo mostra que o salário

Metropolitana de Curitiba. En-

em 2013 (dado mais recente

buição de renda está distribu-

Se o interior cresce, é a hora do

Econômico Social (Ipardes)

médio de um trabalhador do

tre

2010 e 2015, o rendimento

disponível), essa participação

ída.

Norte Pioneiro também final-

a diferença dos trabalhado- res do interior em relação ao rendimento de quem trabalha na Região Metropolitana de

mercado formal no interior do Paraná era de R$ 1.187 em 2010 - 66,3% menor do que o pago na RMC. Em 2015, esse

médio no Interior cresceu 67% em termos nominais (sem con- siderar a inflação). Na RMC, o salário subiu 57%.

havia alcançado 58,7%, de acordo com dados do IBGE e do Ipardes. No período, o PIB do Interior passou de R$ 124,4

E a região engatinha em um processo de industrialização. Deve aproveitar a onda e en- trar no embalo. O Estado ofe-

mente crescer. É a hora do an- tigo “ramal da fome” se livrar da ingrata alcunha e, quem sabe, começar a competir com

Curitiba, que tradicionalmen-

rendimento estava em R$

O

aumento da remuneração

bilhões para R$ 195,4 bilhões.

rece incentivos para empresas

outras regiões do Paraná.

“ Com a regulamentação, na prática, “ O processo de descentralização da Olha o a
“ Com a regulamentação, na prática,
“ O processo de descentralização da
Olha o
a Polícia Militar vai conseguir viabilizar mais
recursos para a equoterapia e aumentar o
número de pacientes atendidos
que foi
economia que adotamos nos últimos cinco,
seis anos provou-se positivo, ao encorajar o
desenvolvimento de regiões e municípios que
antes não contavam com o dinamismo de
dito!
indústrias e grandes empresas
Marcio Pauliki -
Deputado estadual
Beto Richa -
governador do Paraná

Artigo

Simpatia: centro gerador de afeto

Por CARLOS BERNARDO GONZÁLEZ PECOTCHE

Escritora do Recanto das Letras

O culto da graça, con- junto das virtudes e qualidades boas

que o ser humano possua, é

o que constitui a melhor fonte

de simpatia, pois nada embele- za tanto a alma como os traços

característicos da nobreza de berço. Quem não procede des- sa origem pode e deve criá-la,

já que sempre há tempo de ob-

ter pelo esforço, pela decisão e pela capacidade de estudo as

mesmas vantagens dos que se viram favorecidos na infância. Na Criação existem duas forças que oscilam alternadamente numa luta constante: a de atra- ção e a de repulsão. No ser hu- mano, a simpatia atrai e é uma força ativa que atua como cen- tro gerador do afeto, devendo estar regulada pela ação do

critério, a fim de fazer possível

a existência de um equilíbrio

estável, não alterado pelas re-

lações com o semelhante. A simpatia que um ser inspira a outro cobre a distância que o faria permanecer estranho a

os que devem ir ao encontro da afinidade ou criá-la, na medida

do possível, conciliando inteli- gentemente as diferenças que existam no pensar e no sentir.

ele, é causa das mil situações incômodas que teremos de sofrer depois, já que, sendo a simpatia a ponte de ouro que estendemos até seu coração e

ele. A amizade nasce do afeto que a simpatia cria. Da amiza-

A

afabilidade, os bons modos,

sua mente, e não sendo esta

de nasce a confiança mútua, e

o

trato agradável, são disposi-

ponte nada impossível, deve-

efetiva, a fim de que a simpatia

é esta a que cimenta e dá vida aos grandes vínculos.

ções que promovem a conside- ração e a simpatia dos demais,

mos nos apressar para torná-la

Já se disse que a simpatia é um

assim como a intolerância, os

e

o afeto que buscamos nos

dom; nós a chamamos de atri- buto e afirmamos que pode ser adquirida

nhar um papel muito impor-

maus modos, a linguagem ás- pera, promovem o contrário. Onde quer que a pessoa se en-

possam ser oferecidos através dela. O ruim é quando fazemos isso mal, ou quando só cons-

Para que isso seja possível, necessariamente devem ser cumpridas as exigências que a simpatia impõe: possuir pen-

contre, deve fazer com que sua presença seja grata a todos, ou pelo menos à maioria, e isso sempre será conseguido por

truímos a metade, para que os outros façam a sua parte; assim é como se truncam com frequ- ência os melhores propósitos.

samentos benévolos e quantos

quem mais conheça a psicolo-

A

simpatia é uma força que

propiciem as melhores quali- dades. Na vida de relacionamento, é

gia humana e tenha estudado a fundo suas reações e suas múl- tiplas variantes.

influi decididamente na vida humana; conforme seja o cul- tivo que dela se faça, serão os

preciso buscar o entendimento

O

errôneo conceito que geral-

frutos a recolher para a realiza-

de maneira simpática e afetiva. Nisso a mente há de desempe-

tante, pois são os pensamentos

mente existe acerca das aten- ções que o semelhante nos deve prodigalizar, enquanto deixamos de tê-las para com

ção dos esforços que tendem à perfeição.

para com ção dos esforços que tendem à perfeição. Artigo Caçando um marido depois do casamento

Artigo

Caçando um marido depois do casamento

Por LOPES

Artigo Caçando um marido depois do casamento Por LOPES A h o casamento! Uma data esperada

A h o casamento! Uma data esperada pela maioria das mulhe-

res e aparentemente repelida

pelos homens. Ninguém sabe se o casamento é para ser realmente feliz e dane-se o resto, ou o fato de casar antes das amigas ou das inimigas se torna a cereja do bolo. O ob- jetivo inicial não importa, de- pois do casamento a luta de todas as mulheres é uma só:

tentar manter o casamento é o macho envolvido. Apesar de parecer uma mis- são “mamão com açúcar” a concorrência anda desleal. Adolescentes com pele jovem

e pouca experiência dando

tiros a esmo; jovens recém- -formadas, corpos escultu- rais e boas de papo; e enfim, aquela amiga q tem a sua idade e também tá louquinha

pra arrumar uma dor de cabe- ça, ou casamento em outras traduções. E como a mulher, dona de casa ou profissional

lá fora, mãe ou só esposa de-

dicada, consegue manter esse homem olhando só pra ela? Então, seria pessimismo di- zer que nenhuma consegue. Mas se consegue, ainda não foi apresentada. Aí começa a paranoia, o check in em todas

as redes sociais, a tentativa de ver aquela conversa que está rolando no whatts, aquela foto curtida no Instagram.

Vale tudo para espiar se todos os holofotes do dia do casório ainda são seus. Porque eu não falo de homens? Porque as mulheres carregam um fardo, homens também têm ciúmes, são inseguros e até realizam investigações, mas não tem nem de longe, a obrigação do “felizes para sempre” como a mulher. Ou o dedinho de amigos lhe apontando, e jamais irão ou- vir a frase mais falsa do mun- do “que pena que não deu certo”. Os amigos dele que- rem mais é que termine mes- mo, que ele volte logo pra farra. Já as amigas (da onça)

querem também que o circo pegue fogo, mas pra ver a mu- lher deprimida e descabelada tentando retornar ao ponto chamado “felicidade”. Algumas pessoas irão conde- nar esse texto e até achar um absurdo tanta crueldade sen- do exposta. Mas se você é mu- lher ou homem, se pergunte

se nenhum casamento que você conhece é assim. Se to- das as mulheres conseguem a felicidade plena após casarem ou só tem a sensação de que adquiriu um cão fujão que precisa de um (milhão) de bons motivos para se manter

fiel e abanando o rabinho?

de um (milhão) de bons motivos para se manter fiel e abanando o rabinho? COMENTE O

COMENTE O ASSUNTO. ACESSE FOLHAEXTRA. COM

SÁBADO

E

DOMINGO,

SÁBADO E DOMINGO, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE 2016 - ED.1648 POLÍTICA A 3 INCLUSÃO

19

e

20

DE

NOVEMBRO

DE

2016

-

ED.1648

POLÍTICA

A

3

INCLUSÃO

Lei de Pauliki que regulamenta equoterapia já está em vigor

Atividade auxilia desenvolvimento de crianças com deficiências e/ou necessidades especiais

DA ASSESSORIA reportagem@folhaextra.com reportagem@folhaextra.com

A lei do deputado estadual Mar-

cio Pauliki (PDT) que regula- menta a equoterapia foi publica-

da em Diário Oficial e já está em

vigor desde o dia 04 de novem- bro. A iniciativa é importante

para que a Polícia Militar possa formar parcerias e participar de convênios para receber recursos financeiros. Isso significa que mais crianças serão beneficiadas

e receberão um atendimento cada vez melhor.

“A equoterapia promove me-

lhorias na coordenação moto-

ra, aumento da autoestima e

mais independência de crianças com necessidades especiais. É impossível ficar indiferente ao ver o progresso delas com o tratamento. Infelizmente, a Po- lícia Militar não tem condições de atender a todos e as filas de espera costumam ser grandes. Com a regulamentação, na prá- tica, a Polícia Militar vai conse-

DIVULGAÇÃO

na prá- tica, a Polícia Militar vai conse- DIVULGAÇÃO Pauliki: recursos para equoterapia e mais pacientes

Pauliki: recursos para equoterapia e mais pacientes atendidos

guir viabilizar mais recursos para a equoterapia e aumentar

o número de pacientes atendi-

dos”, enfatiza Pauliki.

A atividade é oferecida pela Polí-

cia Militar e busca o desenvolvi- mento de pessoas com deficiên- cias e/ou necessidades especiais

e melhorias na coordenação

motora através de uma abor-

dagem multidisciplinar com o

cavalo. A Polícia Militar iniciou

o serviço em 1992 com um

projeto piloto atendendo ape- nas uma criança. As atividades foram interrompidas por um

tempo e retornaram em 2004. Atualmente, a equoterapia rea- liza 110 atendimentos e possui 326 crianças na fila de espera,

as quais são priorizadas pela renda. O serviço é prestado por três fisioterapeutas e dura dois anos em média.

Moro dispensa Lula das audiências das testemunhas em Curitiba

DAS AGÊNCIAS reportagem@folhaextra.com reportagem@folhaextra.com

O juiz federal Sérgio Moro, res-

ponsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, decidiu dispensar o

ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva das audiências de tes- temunhas do processo que en- volve o tríplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.

Lula é réu nessa ação penal e a defesa pediu para que ele não comparecesse. As primeiras oiti- vas desse processo começam na

segunda-feira (21) e seguem até o dia 25 de novembro.

Além disso, no mesmo despa- cho, de quinta-feira (17), Moro não aceitou o pedido dos advo- gados de Lula para remarcar as audiências. A defesa alegou não

ter tido acesso a todos os depoi-

mentos dos delatores.

Entre as testemunhas que serão ouvidas, estão os ex-diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, além do ex-deputado Pedro Correa, o senador cassado Delcídio do Amaral (sem partido-MS), o do- leiro Alberto Youssef e o lobista Fernando Baiano.

Temer convoca reunião para discutir situação financeira dos estados

Antes do encontro com Temer no Palácio do Planalto, os governadores terão uma reunião com o ministro Henrique Meirelles, no Ministério da Fazenda

DAS AGÊNCIAS reportagem@folhaextra.com reportagem@folhaextra.com

O presidente Michel Temer

(PMDB) convocou, para a próxi-

ma terça-feira (22), uma reunião com os governadores para dis-

cutir a situação financeira dos estados. Antes do encontro com Temer

no Palácio do Planalto, os gover- nadores terão uma reunião com

o ministro Henrique Meirelles,

no Ministério da Fazenda.

Nesta sexta-feira (18), Temer se

reuniu com o ministro da Fazen-

da interino, Eduardo Guardia,

e com a secretária do Tesouro

Nacional, Ana Paula Vescovi, em mais um encontro para discutir

a situação das contas públicas

dos estados. Após a reunião, o porta-voz da Presidência da República, Ale- xandre Parola, anunciou a con- vocação da reunião. “Com base

na evolução das discussões nes-

te encontro, o próprio presiden-

te da República manterá reu- nião com os governadores, de

modo a construir uma solução conjunta que respeite e garanta o equilíbrio fiscal que está sen- do buscado pela União, disse.

DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

Temer e governadores irão debater situação financeira

Temer e governadores irão debater situação financeira Secretaria da Saúde confirma intervenção em hospital de

Secretaria da Saúde confirma intervenção em hospital de Foz

Em nota à imprensa, a Secretaria da Saú-

de do Paraná con rmou a intervenção no

Hospital Municipal de Foz do Iguaçu. ” Em

cinco dias a Secretaria deverá indicar o in- terventor e manter a transparência sobre todas as ações a serem tomadas para ajus- tar a situação em Foz de forma a manter esse serviço essencial em funcionamento”,

diz

a nota.

“A

Secretaria da Saúde concorda que essa

é a melhor forma de resolver a situação do

hospital e garantir assistência à população

da região. A SESA lamenta que os recursos

repassados ao hospital tenham sido des- viados em detrimento da manutenção de

serviços hospitalares à população”, conclui

a nota.

Cabral divide cela com ex-assessores e ex-secretários

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral

(PMDB) divide a cela no presídio Bangu 8 com seus ex-secretários e ex-assessores.

Estão com Cabral José Orlando Rabelo, Car-

los Emanuel de Carvalho Miranda, Hudson

Braga, Luiz Paulo Reis e Paulo Fernando Magalhães Pinto Gonçalves, todos alvos da Operação Calicute, de agrada na quinta- -feira, 17. As informações são de Clarissa Thomé no Estadão.

PEC dos Gastos Públicos tenta colocar Brasil nos trilhos, diz Barros

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, vol-

tou a defender nesta sexta-feira, 18, a PEC 55/2016, que limita os gastos públicos pe-

los próximos 20 anos. Para ele, a chamada

PEC dos Gastos Públicos se adéqua ao con- texto vivido pelo Brasil atualmente e tenta

colocar o país “nos trilhos do equilíbrio s-

cal e do crescimento econômico”. As infor-

mações são da Agência Brasil.

II Encontro de Empresários Supermercadistas

A Associação Paranaense de Supermer-

cados (APRAS) vai promover no dia 22 de novembro, próxima terça, o II Encontro de

Empresários Supermercadistas, com os te- mas “segurança”, “planejamento tributário”

e “direito de todos”. O Encontro, que tem

apoio e participação da Nelson Wilians, será no Mabu Curitiba Express.

Um jantar para Sérgio Moro

O juiz Sergio Moro foi homenageado em

jantar promovido pelo corpo consular no Paraná, presidido pelo Cônsul Honorário da República Dominicana e da Albânia, Thomas A.A. Neves. No Graciosa Country Club, no dia 17. O papel de Moro para a mudança do país e restauração moral da vida politica brasileira é reconhecido por todos os segmentos da sociedade.

a mudança do país e restauração moral da vida politica brasileira é reconhecido por todos os

A

4

CIDADES

A 4 CIDADES SÁBADO E DOMINGO, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE 2016 - ED.1648 OPORTUNIDADE

SÁBADO

E

DOMINGO,

19

e

20

DE

NOVEMBRO

DE

2016

-

ED.1648

OPORTUNIDADE

Feira Agropecuária de Ibaiti começa na próxima quarta

Expectativa é de mais uma vez cerca de 25 mil cabeças de gado sejam leiloadas; também haverá cavalgada e outros eventos voltados para o agronegócio

DIVULGAÇÃO

e outros eventos voltados para o agronegócio DIVULGAÇÃO Recinto da Ficai deve ficar lotado com mais

Recinto da Ficai deve ficar lotado com mais uma edição da feira

MARCOS JÚNIOR Ibaiti reportagem@folhaextra.com reportagem@folhaextra.com

A Sociedade Rural Regional de

Ibaiti (Sorri) já está preparada para o início de mais uma edição

da Ficai (Feira Industrial, Comer-

cial e Agrocpecuária de Ibaiti) que acontecerá na próxima quar- ta-feira (23). O presidente da so- ciedade rural, Osvaldo Massera,

ressalta que a feira agropecuária deste ano acontecerá até o dia 27 de novembro e será voltada para

o Agronegócio.

“A expectativa é de um grande público de pessoas voltadas para a área do agronegócio. Anualmente são mais de 25 mil cabeças de gados leiloadas no recinto, um grande número”, ar- gumenta Osvaldo Massera. Ele destaca que a decisão da di-

retoria foi a não realização de shows artísticos. “Será uma fei- ra de negócios”, complementa. Segundo o presidente da Sorri haverá praça de alimentação. A tradicional cavalgada acontecerá no dia 26 de novembro a partir das 16 horas.

Cursos técnicos abrem vagas em Jacarezinho

DIVULGAÇÃO

Cursos técnicos abrem vagas em Jacarezinho DIVULGAÇÃO Os cursos são 100% gratuitos e estão disponíveis no

Os cursos são 100% gratuitos e estão disponíveis no Colégio Estadual Rui Barbosa

e estão disponíveis no Colégio Estadual Rui Barbosa DA ASSESSORIA reportagem@folhaextra.com Estão abertas as

DA ASSESSORIA reportagem@folhaextra.com

Estão abertas as matrículas para os cursos técnicos do Colégio Estadual Rui Barbosa, de Jacare- zinho. A instituição oferece vagas em quatro áreas: Enfermagem, Segurança do Trabalho, Admi- nistração e Recursos Humanos.

Os cursos são nas modalidades subsequente e Integrado, no caso dos dois últimos, ou apenas subsequente, para Técnico em Enfermagem e em Segurança do Trabalho. Os cursos são 100% gratuitos e de qualidade que garantem ao técnico formado a possibilidade de receber até 24% a mais que os profissionais sem formação,

segundo pesquisas divulgadas recentemente. Os cursos Técnicos em Recursos Humanos e em Administração têm duração de quatro anos na modalidade Integrado ao Ensino Médio ou de um ano, na modali- dade Subsequente – para alunos com Ensino Médio completo. Já os cursos Técnicos em Enferma- gem e em Segurança do Trabalho

têm duração de um ano e meio, podendo se inscrever somente alunos que já concluíram o En- sino Médio. As inscrições podem ser feitas até o dia 22 de novembro. As vagas são limitadas. Mais informações podem ser obtidas na secretaria do colégio, que fica na rua Coro- nel Cecílio Rocha, 395 – Centro ou pelo telefone (43) 3525-2950.

Rocha, 395 – Centro ou pelo telefone (43) 3525-2950. Giro PR AVANÇO Obras de modernização da

Giro PR

AVANÇO

Obras de modernização da Estrada do Cerne estão 87% concluídas

A Sanepar informa que haverá desabastecimen-

to em Wenceslau Braz, no domingo (20), em fun-

ção da realização de obra de melhoria no sistema produtor de água. O serviço será realizado das 7h às 15h. A normalização do abastecimento deve ocorrer de forma gradativa durante a noite.

A Sanepar pede para que a população faça o uso

racional da água, para que o sistema seja nor-

malizado o mais rápido possível. Moradores de imóveis que possuem caixa d’água não deverão sofrer desabastecimento. A Sanepar lembra que, de acordo com norma da Associação Brasileira

de Normas Técnicas (ABNT), cada imóvel deve ter caixa-d’água com capacidade para atender as necessidades dos moradores por, no mínimo, 24 horas.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é

feito pelo telefone 0800 200 0115. Ao ligar, tenha

em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula. Mais informações no site: www.sane- par.com.br.

Paraná Cidadão faz quase 5 mil atendimentos em Laranjeiras do Sul

O Governo do Estado do Paraná promoveu nesta

quinta-feira e sexta-feira (17 e 18), em Laranjeiras do Sul, na região Centro-Sul, mais uma edição do programa Paraná Cidadão, uma feira de serviços gratuitos para a população. O evento recebeu 3,5 mil pessoas e foram realizados cerca de 5 mil atendimentos. A realização foi da Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos e da prefeitura de Laranjeiras do Sul. Nos dois dias de feira, foram ofertados serviços de intermediação de vagas de emprego, emissão de documentos pessoais, inscrição nos cadastros de tarifa social de água e luz, orientações jurídi- ca, consumidor, trânsito, habitação e de direitos humanos, além de ações de saúde, segurança e atividades culturais e lazer. De acordo com a coordenadora do Paraná Cida- dão, Maria Gorete Brotti, que representou o se- cretário Artagão Júnior, a feira Paraná Cidadão

concentra em apenas um local diversos serviços gratuitos, o que permite aproveitamento máximo pela população que realmente precisa. “O progra- ma é uma ação de cidadania que oportuniza a po- pulação a encontrar todos os serviços em um só lugar e de forma gratuita”.

A moradora do Centro de Laranjeiras do Sul, Nelci

Moreira dos Santos foi até a feira para tirar seus

documentos. “Eu não tinha documento. Estou muito feliz, acho que foi uma boa oportunidade, pois a gente tem sempre que pagar para ter os documentos e agora aqui perto de casa e de gra- ça, facilitou por completo”. Para Madalena Alves de Lima, moradora do CAIC, a oportunidade que surgiu na hora certa. “Precisa muito fazer a identidade dos meus lhos, que não tinham documentos, e a feira parece que veio na hora certa para ajudar. Saio daqui satisfeita com essa oportunidade que tive de fazer esse docu- mento tão importante”.

hora certa para ajudar. Saio daqui satisfeita com essa oportunidade que tive de fazer esse docu-

SÁBADO

E

DOMINGO,

SÁBADO E DOMINGO, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE 2016 - ED.1648 RADAR A 5 MISTÉRIO

19

e

20

DE

NOVEMBRO

DE

2016

-

ED.1648

RADAR

A 5

MISTÉRIO

Idoso desaparece em W. Braz e carro é encontrado com marcas de sangue

Benedito de Oliveira, de 68 anos está desaparecido; seu carro, uma Fiat Strada, foi encontrada na sexta-feira com marcas de sangue na caçamba

encontrada na sexta-feira com marcas de sangue na caçamba DA REDAÇÃO reportagem@folhaextra.com sada e fez rondas

DA REDAÇÃO reportagem@folhaextra.com

sada e fez rondas no intuito de localizar o paradeiro do idoso, assim como familiares e amigos, que também procuram por Be- nedito, porém sem êxito.

Até o fechamento desta edição continuavam as buscas pelo agri- cultor Benedito de Oliveira, de 68 anos. O idoso, morador de Wenceslau Braz, não é visto pela

Nas redes sociais são centenas de postagens e compartilhamentos sobre o sumiço do idoso, que comoveu um grande número de pessoas. Familiares estão apreensivos com

família e conhecidos há pelo me-

o

desaparecimento de Benedito

nos dois dias. Seu carro, porém,

e

pedem que qualquer tipo de

uma Fiat Strada, foi encontrada nesta sexta-feira (18) com mar- cas de sangue na caçamba. A polícia do município foi avi-

informação que ajuda a localizar seu paradeiro sejam imediata- mente comunicada à polícia de Wenceslau Braz.

DIVULGAÇÃO

mente comunicada à polícia de Wenceslau Braz. DIVULGAÇÃO Pai e filha de Ibaiti morrem em acidente

Pai e filha de Ibaiti morrem em acidente na PR-090

José Sato e sua filha Rosana Haruto Sato perderam suas vidas após grave acidente entre Jataizinho e Assaí; família é proprietária do posto Transbasiliana

GILSON SARRAFO Ibaiti reportagem@folhaextra.com reportagem@folhaextra.com

Dois moradores de Ibaiti morre- ram em um grave acidente regis-

trado na manhã desta sexta-feira (18) na PR-090, entre Jataizinho

e Assaí, logo depois de uma cur- va próxima à capela São João.

Os dois estavam em uma cami-

nhonete com placas de Ibaiti que seguia sentido Londrina quando bateu de frente com um

caminhão. José Sato, de 72 anos, e sua filha Rosana Haruto Sato,

de 43 anos, morreram na hora.

Pai e filha residiam em Ibaiti. A família é proprietária do posto Transbasiliana. Os corpos ficaram mutilados e

presos às ferragens. O motorista

do caminhão de uma empresa de

Londrina não se feriu.

A Polícia Rodoviária Estadual

(PRE) interditou parcialmente o tráfego no local durante o aten- dimento ao acidente.

DIVULGAÇÃO

no local durante o aten- dimento ao acidente. DIVULGAÇÃO Vítimas morreram na hora Mulher brazense cai

Vítimas morreram na hora

Mulher brazense cai em golpe do ‘bilhete premiado’

MARCOS JUNIOR reportagem@folhaextra.com

A situação já é antiga e muito

alertada, mas infelizmente mui-

da última quinta-feira (17), uma

mulher relata que foi abordada próxima a uma sorveteria por dois homens, os quais ela não conhecia.

Um aparentava ter cerca de 60 anos, cabelo branco e trajava

tas

pessoas ainda caem no golpe

uma camisa branca e calça jeans,

do

‘bilhete premiado’.

o

outro com aparência de 40

Em Wenceslau Braz, na manhã

anos, cabelos castanhos, trajava

calça jeans e camisa polo laran- ja. Ambos estavam em um carro preto que ela não soube identi- ficar. Durante a abordagem, um dos homens falou que tinha em mãos um bilhete premiado e que se ela desse a ele uma quantia de R$ 10 mil.

Ela se prontificou em sacar o quantitativo em dinheiro e re-

passar para os sujeitos, entran- do no carro deles e indo a dois bancos para sacar uma grande quantia em dinheiro. A quantia foi repassada aos homens dentro do carro. Posteriormente, eles levaram a vítima até o mesmo lu- gar onde pegaram no local, eles a mandaram descer do carro e desapareceram.

no local, eles a mandaram descer do carro e desapareceram. Esportes Paraná Clube renova contrato com

Esportes

Paraná Clube renova contrato com o goleiro Marcos

O Paraná Clube renovou o contrato do goleiro

Marcos, 40 anos. O vínculo atual terminaria em

dezembro de 2016 e agora foi ampliado até o nal

de 2017. A informação é da Banda B.

O jogador foi revelado nas categorias de base do

Paraná. Ficou no pro ssional do clube de 1996 a 2002, quando acabou contratado pelo Marítimo, de Portugal. Construiu uma carreira sólida no fu- tebol português e cou por lá até 2013, quando retornou para o time paranaense. Desde que voltou ao Brasil, 2016 foi a tempora- da que Marcos mais atuou, com 49 partidas. Em 2015, foram 31 jogos e, em 2014, 45 jogos. Em toda história, Marcos é o jogador com mais partidas pelo Paraná Clube, com 361, superando o ex-zagueiro Ageu, com 346. Ageu hoje é auxiliar- -técnico no clube.

Campo Mourão vence o Vasco no Rio e vinga derrota na final da Liga Ouro

No décimo encontro entre as duas equipes em

2016, o primeiro pelo NBB (Novo Basquete Brasil),

o Campo Mourão conseguiu vingar a derrota na

nal da Liga Ouro e venceu o Vasco por 91 a 81, no ginásio de São Januário, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira à noite. Demonstrando mais tranqui- lidade em quadra e com a mão mais calibrada, a equipe paranaense conseguiu a sua primeira vitó- ria em dois jogos disputados na competição, en- quanto os cariocas perderam a segunda em três partidas, dividindo os centenas de torcedores pre-

sentes entre gritos de apoio e alguns de cobrança. Com o resultado, o retrospecto entre as duas equipes que conseguiram o acesso para a elite do basquete nacional cou em cinco vitórias para cada lado neste ano, sendo a segunda do Campo Mourão no Rio, logo no primeiro encontro depois

de o time cruz-maltino ter sido campeão jogando

no Paraná em junho.

O cestinha da partida foi Betinho, com 25 pontos,

fundamental no triunfo do time visitante. Pastor, com 14 pontos, também se destacou. Pelos donos

da casa, o americano David Jackson, com 18 pon-

tos, e Murilo, com 12 pontos, bem que tentaram

virar a situação, mas a diferença de aproveitamen-

to nos arremessos de três pontos entre os dois ti-

mes foi decisiva. O Campo Mourão acertou 15 de 30 tentativas (50%), enquanto o Vasco só conver- teu 4 de 20 bolas de três pontos (20%). Na próxima rodada do NBB, o time carioca vai en- frentar o Mogi, no sábado às 14h, novamente em São Januário. No mesmo dia, às 20h05, a equipe paranaense vai visitar o Caxias do Sul.

Atlético tenta igualar a maior sequência de vitórias como mandante do mundo

O Atlético Paranaense tem um jogo-chave no do-

mingo (dia 20) às 17 horas, na Arena da Baixada,

pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se

vencer o Sport, o Furacão seguirá dentro do G6 – grupo de classi cação para a Copa Libertadores

– e cará em boa situação na luta pela vaga nas

duas rodadas nais. Além de encaminhar a classi cação para a Liber- tadores, uma vitória no domingo deixará o Atléti-

co com a maior sequência de vitórias como man-

dante “do mundo” na atualidade, empatado com

o Jiangsu Suning. O time chinês teve oito vitórias

seguidas em casa no campeonato nacional e foi vice-campeão da competição, encerrada em 30 de outubro. Ou seja, a equipe asiática não tem

como ampliar essa série. O levantamento consi- dera as principais ligas do mundo.

O time paranaense ainda terá mais dois jogos na

Arena em 2016: contra o Sport e contra o Flamen-

go. Caso vença as duas partidas, o Atlético chega-

rá a nove vitórias consecutivas como mandante e

manterá a maior marca “do mundo” na atualidade. No entanto, não tem mais chances de alcançar a maior sequência da temporada, com 13 vitórias seguidas em casa, registrada pelo Rosenborg, da

Noruega. Essa série foi interrompida na 28ª roda-

da da liga norueguesa e, portanto, não conta mais

como uma sequência atual. O Rosenborg foi cam- peão nacional – a competição terminou em 6 de novembro.

A 6

edit A is

A 6 edit A is sábado e domingo, 19 e 20 d e n o V

sábado

e

domingo,

19

e

20

d e

n o V emb R o

d e

2016

-

e d .1648

GOVERNO DO PARANÁ

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL AVISO DE REPUBLICAÇÃO DE LICITAÇÃO LICITAÇÃO EXCLUSIVA

AVISO DE REPUBLICAÇÃO DE LICITAÇÃO LICITAÇÃO EXCLUSIVA PARA ME - EPP CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 034/2016 – SEED/SUDE

PROTOCOLO Nº 14.164.028-3. OBJETO: contratação de empresa especializada na área de engenharia e arquitetura para a prestação de serviços técnicos referentes à elaboração de projetos executivos e orçamentos com 243,27 metros quadrados para Ampliação de Refeitório, Cozinha e demais dependências de serviços, no Colégio Estadual Rio Branco, no Município de Santo Antônio da Platina. NOVA DATA DE ABERTURA E LOCAL: 22 de dezembro de 2016, às 14:30 (quatorze horas e trinta minutos), no Auditório da SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, situada à Rua dos Funcionários, 1323, esquina com Rua Recife, Cabral - 80.035-050 - Curitiba - Paraná. VALOR MÁXIMO: R$ 43.000,33 (quarenta e três mil reais e trinta e três centavos). RETIRADA DO EDITAL E DOS ELEMENTOS TÉCNICOS INSTRUTORES: acessar o site do Compras Paraná no endereço: www.comprasparana.pr.gov.br, no link Consulta a Licitações: Consulta de Editais. Outra opção para retirada do Edital e dos Elementos Técnicos Instrutores será junto à Comissão de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia da Superintendência de Desenvolvimento Educacional – SUDE, no endereço acima citado, fornecendo mídia eletrônica para gravação ou providenciar o recolhimento do valor de R$ 10,00 (dez reais), via GRPR, em qualquer agência credenciada, com o Código de Receita 5355 (Diversos do Estado), indicando no campo “finalidade” o número do Edital e a Secretaria de Estado da Educação (CP nº 034/2016 – SEED/SUDE) para recebimento do CD gravado. Informações: (41) 3250-8305 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 17 de novembro de 2016. Comissão de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 198/2016 –

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 198/2016 – SEED/SUDE - BIRD

PROTOCOLO Nº 14.160.409-0. OBJETO: reparos no Colégio Estadual Professor Gabriel Rosa, no Município de Curiúva. ACORDO DE EMPRÉSTIMO Nº 8201 – BR/2013/BIRD – PROGRAMA RENOVA ESCOLA. DATA E HORÁRIO DA DISPUTA: 08 de dezembro de 2016, às 10:00 (dez horas) por meio de sistema eletrônico. RETIRADA DO EDITAL E DOS ELEMENTOS TÉCNICOS INSTRUTORES: encontra-se à disposição no portal www.licitacoes-e.com.br – PREGÃO ELETRÔNICO DO BANCO DO BRASIL, pesquisa avançada e o nº da licitação. Também no portal www.comprasparana.pr.gov.br no link Consulta a Licitações: Consulta de Editais. Informações: (41) 3250-8305 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 17 de novembro de 2016. Comissão de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 200/2016 –

AVISO DE LICITAÇÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 200/2016 – SEED/SUDE - BIRD

PROTOCOLO Nº 14.160.463-5. OBJETO: reparos no Colégio Estadual Jandira Ferreira Rosas, no Município de Curiúva. ACORDO DE EMPRÉSTIMO Nº 8201 – BR/2013/BIRD – PROGRAMA RENOVA ESCOLA. DATA E HORÁRIO DA DISPUTA: 08 de dezembro de 2016, às 11:00 (onze horas) por meio de sistema eletrônico. RETIRADA DO EDITAL E DOS ELEMENTOS TÉCNICOS INSTRUTORES: encontra-se à disposição no portal www.licitacoes-e.com.br – PREGÃO ELETRÔNICO DO BANCO DO BRASIL, pesquisa avançada e o nº da licitação. Também no portal www.comprasparana.pr.gov.br no link Consulta a Licitações: Consulta de Editais. Informações: (41) 3250-8305 ou (41) 3250-8302. Curitiba, 17 de novembro de 2016. Comissão de Licitação de Obras e Serviços de Engenharia

JUNDIAÍ DO SUl

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL Estado do Paraná RATIFICAÇÃO DO ATO DE DISPENSA DE
PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL
Estado do Paraná
RATIFICAÇÃO DO ATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO Nº 025-2016
Ratifico o ato da Comissão de Licitação, nomeada através da
Portaria nº. 027 de 16 de fevereiro de 2016, que declarou Dispensável a
Licitação, com fundamento no Art. 24, Inciso VIII, em favor do MUNICIPIO
DE RIEBEIRÃO DO PINHAL – CNPJ Nº 76.968.064/0001-42, para
Contratação de Instituição que abrigue crianças e adolescentes destituídas
do seio familiar por determinação judicial, devido se encontrar em estado
de risco ou abandono. Sendo indispensável a permanência de Profissionais
no Local que tenham atuações por tempo integral. As crianças devem
frequentar escola diariamente. O acompanhamento com psicólogo,
assistente social, dentista, médico entre outros profissionais para o bom
desempenho das atividades aqui a ser contratada devera ser do Município
de origem da criança. A referida contratação deverá ser até o dia
31/12/2016, podendo ser Prorrogado em comum acordo entre as partes,
conforme solicitação realizada pelo Departamento Municipal de Assistência
Social, no valor importa em R$ - 4.200,00 (quatro mil e duzentos reais) por um
período estimado até 31 de dezembro de 2016, face ao disposto no Art. 26 da
Lei nº 8.666/93, vez que o processo se encontra devidamente instruído.
PUBLIQUE-SE
Jundiaí do Sul - PR, 18 de novembro de 2016
Sebastião Egídio Leite
Prefeito Municipal
PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL
ESTADO DO PARANÁ
AVISO DE LICITAÇÃOPREGÃO PRESENCIAL Nº. 022/2016
O Município de Jundiaí do Sul, Estado Paraná, torna público que fará realizar as
09h30, do dia 02 de dezembro de 2016, na sede da Prefeitura Municipal de
Jundiaí do Sul, à Praça Pio X, nº. 260, licitação na modalidade de PREGÃO
PRESENCIAL, tipo menor preço por item, a preços fixo e sem reajuste,
objetivando a Aquisição de materiais de construção bruto, acabamento e
hidráulicos para manutenção, reforma e ampliação das instalações do Centro
Municipal de Educação Infantil Nice Braga. As despesas para execução do
objeto do Pregão em epígrafe correrão a conta dos recursos financeiros
proveniente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE –
Programa Brasil Carinhoso, Salário Educação e se necessário recurso próprio do
Município. A documentação completa deste Edital poderá ser retirada no
município, na Divisão de Compras e Licitação, sito Praça Pio X, nº. 260, Centro,
Jundiaí do Sul – PR, em horário de expediente da Prefeitura, sendo das 08h00 às
12h00 e das 13h00 às 17h00 ,ou solicitada por intermédio de E-mail:
pmjundiaicompras@yahoo.com.br, via Fone/fax: (43) 3626-1490, encontrando-
se disponível também no sítio oficial do município:
http://www.jundiaidosul.pr.gov.br. A empresa interessada a participação na
licitação deverá apresentar o recibo de entrega/retirada do edital, que poderá ser
remetido à Comissão Permanente de Licitações por meio de fax ou por E-mail
no número e endereço eletrônico supracitados, para eventuais informações aos
interessados. Para o recebimento dos envelopes: “DOCUMENTAÇÃO DE
HABILITAÇÃO, PROPOSTA E DOCUMENTAÇÃO PARA O
CREDENCIAMENTO”, fica determinado até o dia 02 de dezembro de 2016,
das 08h00 às 09h00, os quais deverão ser entregues na seção de protocolo desta
Prefeitura Municipal, iniciando-se o julgamento às 09h30 do mesmo dia.
Jundiaí do Sul, 17 de novembro de 2016.
Odair R.Farinha
Pregoeiro

CÂMARA DE ARAPOTI

AVISO DE LICITAÇÃO Licitação regida pela Lei 8.666 de 21 de junho de 1993. MODALIDADE: CONVITE Nº 07 / 2016 TIPO DE LICITAÇÃO: Menor Preço – Global. OBJETO: Contratação de empresa para realização de Cerimonial de Posse. VALOR MÁXIMO: O valor máximo é de R$ 22.513,33 (vinte e dois mil quinhentos e treze reais e trinta e três centavos). SESSÃO DE ENTREGA DOS ENVELOPES E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DATA DA ENTREGA DOS ENVELOPES: 29.11.2016 – até 09h30min DATA DA ABERTURA E JULGAMENTO: 29.11.2016 – 10h00min LOCAL: Câmara Municipal de Arapoti – Rua Placídio Leite, nº 136 – Centro Cívico, (43) 3557 1500. Maiores informações, bem como a íntegra do Edital, poderão ser solicitados na sede da Câmara Municipal de Arapoti. Arapoti / PR, em 18 de Novembro de 2016. MARINEO J. MENDES FERREIRA JR.

Presidente da CPL

WENCESlAU BRAZ

DECRETO nº 121/16 SÚMULA: Abre Crédito Adicional Suplementar – Anulação de dotação no Orçamento programa de 2016. O PREFEITO MUNICIPAL DE WENCESLAU BRAZ no uso de suas atribuições que lhe confere a Lei Orgânica do Município de WENCESLAU BRAZ e autorização contida na Lei Municipal n° 2728/15 de 08 de dezembro de 2015. DECRETA:

Artigo 1º - Fica aberto no corrente exercício Crédito no valor de R$ 10.000,00, para as seguintes dotações orçamentárias:

06 - FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL

06.01 - DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

06.01.08.244.0006.2.029-3.3.90.36.00.00.00.00 – 1934 - OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA

5.000,00

06.01.08.243.0006.2.045-3.3.90.36.00.00.00.00 – 1976 - OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FÍSICA

5.000,00

Artigo 2º - Para atendimento da Suplementação que trata o artigo anterior serão utilizados recursos proveniente da anulação parcial da seguinte dotação orçamentária:

06 - FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL

06.01 - DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

06.01.08.244.0006.2.029-3.3.90.39.00.00.00.00 – 1934 - OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURÍDICA 06.01.08.243.0006.2.045-3.3.90.30.00.00.00.00 – 1976 - MATERIAL DE CONSUMO

5.000,00

5.000,00

Artigo 3º - Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogada as disposições em contrário. Edifício da Prefeitura Municipal de Wenceslau Braz, em 11 de novembro de 2016.

ATAHYDE FERREIRA DOS SANTOS JÚNIOR Prefeito Municipal

PORTARIA nº. 427/2016 O Sr. ATAHYDE FERREIRA DOS SANTOS JÚNIOR, Prefeito Municipal de Wenceslau Braz - Estado do Paraná, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas por lei, RESOLVE:

Artigo 1º - Ficam CONVOCADAS as candidatas para assumir o cargo por tempo determinado de FISIOTERAPEUTAS, aprovadas e classificadas relacionadas no Anexo Único desta portaria, para apresentação dos resultados dos exames médicos admissionais conforme prevê a "Seção 11", Item "11.1.12" do Edital do PSS - Processo Seletivo Simplificado nº 2/2016 a ser realizado no dia 24/11/2016 no Pronto Atendimento Municipal, localizado a Rua Paraná, s/nº as 10 horas. Artigo 2º - Caso o Médico do quadro clínico do Município entenda necessário à realização de Exames Complementares, o mesmo será requisitado na ocasião da realização dos Exames Admissionais, fixando-se para de até 10 (dez) dias após a realização dos Exames Admissionais para a apresentação, sob pena de eliminação do Candidato do Processo Seletivo Simplificado. Artigo 3º - Após a realização dos Exames Admissionais e apresentação dos Exames Médicos supra mencionados as Candidatas deverão apresentar junto ao Departamento de Recursos, munido de toda documentação solicitada, consoante os termos da "Seção 11", do Edital do PSS – Processo Seletivo Simplificado. Artigo 4º - Quando da Convocação para a apresentação junto ao Departamento de Recursos Humanos, o Candidato que não apresentar os documentos especificados no artigo antecedente, bem como, a não comprovação do requisito profissional para nomeação no Cargo aprovado, implicará automaticamente na eliminação da Candidata, "Seção 11", Item "11.3", do Edital do PSS – Processo Seletivo Simplificado nº.

2/2016.

Artigo 5º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Wenceslau Braz, 17 de Novembro de 2016. ATAHYDE FERREIRA DOS SANTOS JÚNIOR Prefeito Municipal ANEXO ÚNICO CONVOCADAS PARA EXAME ADMISSIONAL

Classificação:

Nome:

CPF:

RG:

01

FABIANE CRISTINA CHERITE

041.618.599-10

6.906.479-5

02

ARIELE GARANHANI

054.844.429-31

9.859.398-5

música

O rap ainda é compromisso nas mãos dos filhos de Sabotage

DIVULGAÇÃO

é compromisso nas mãos dos filhos de Sabotage DIVULGAÇÃO DAS AGÊNCIAS editorial@folhaextra.net Treze anos depois de
é compromisso nas mãos dos filhos de Sabotage DIVULGAÇÃO DAS AGÊNCIAS editorial@folhaextra.net Treze anos depois de

DAS AGÊNCIAS editorial@folhaextra.net

Treze anos depois de sua morte, a voz de Sabotage ainda ecoa de uma caixa de som distante em uma rua estreita e esburacada na favela do Boqueirão, no bair- ro da Saúde, Zona Sul de São Paulo. Seu rosto está grafitado em vielas, na parede descascada da casa onde morava e no cam- pinho onde o rapper costuma- va empinar pipa e que, há dois meses, o time de futebol criado em sua homenagem, o Sabotage F.C., ganhou o campeonato de várzea. O troféu, um dos orgulhos da co- munidade, é exibido no Bar do Nelson, em frente à casa onde moram hoje seus herdeiros. Sa-

botage ainda morava na extinta favela do Canão, também na Zona Sul, quando trocou uma moto antiga pela casa térrea de poucos metros quadrados na quebrada vizinha. Com a parti- cipação em filmes como “Caran- diru” e “O Invasor”, subiu mais um andar --e outro está em an- damento graças ao dinheiro re- cebido com os direitos autorais, pela primeira vez sob o controle dos filhos desde quando Sabo- tage foi morto com quatro tiros em 2003. Após perderem mais de dez anos de arrecadamento no Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) e ba- talharem pelo direito do único disco do rapper lançado em vida, “Rap é Compromisso” (2001), os filhos seguem como uma missão:

preservar o legado do pai. Tamires, 22, e Wanderson (mais conhecido como Sabotinha), 23, moram no mesmo local onde sempre viveram, com as paredes

forradas de fotos de Sabotage, e cercado com os prêmios e pe- quenos objetos deixados de he-

rança. Parte do inventário vê ago-

ra a luz do dia com o lançamento

do aguardado segundo disco do

pai. ntitulado apenas como “Sa- botage”, o disco pilotado pelos antigos produtores Daniel Gan- jaman, Tejo Damasceno e Rica Amabis, além do auxílio luxuoso de amigos do rapper, como o RZO, BNegão e Negra Li, recicla rimas e flows gravados pelo ma- estro do Canão em estúdios di- versos. Duas das 11 faixas foram gravadas em sua última semana

de vida: “Canão foi tão bom” e “Quem Viver Verá”. A renda é ex- clusiva para a família.

O álbum, lançado nas platafor-

mas digitais há um mês, colocou um dos nomes mais celebrados do rap brasileiro no início dos anos 2000 de volta à cena, con- quistando novos ouvintes. “Se

meu coroa estivesse vivo, ele estaria orgulhoso de ver onde a gente está. Até me arrepia quan- do alguém mais novo, que não

era nem nascido, chega dizendo que está ouvindo”, se orgulha Sabotinha. “Cuidar desse trabalho é uma grande responsa. É um sonho que ele tinha, de que as pessoas conhecessem suas letras. Eu não consigo vê-lo como Sabotage. É meu pai, é mais responsabilida- de, são as coisas do Maurinho”, explica a filha do meio (o rapper teve uma outra filha fora do casa- mento, Larissa). “Se não for a fa- mília [para administrar], não vai ser mais ninguém”, determina. Para manter viva a lenda, eles já

começam a organizar as muitas páginas de caderno rabiscadas, guardadas a sete chaves, para editar um livro com a obra do pai, e também pilotam uma ex- periência inédita no Brasil.

SÁBADO

E

DOMINGO,

SÁBADO E DOMINGO, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE 2016 - ED.1648 VARIEDADES A 7 CINEMA

19

e

20

DE

NOVEMBRO

DE

2016

-

ED.1648

VARIEDADES

A

7

CINEMA

“Animais Fantásticos” é uma evolução natural de “Harry Potter”, diz diretor

Afinal, quem ousaria deixar para trás uma franquia de US$ 7 bilhões para começar uma história totalmente nova

DIVULGAÇÃO

para começar uma história totalmente nova DIVULGAÇÃO DAS AGÊNCIAS editorial@folhaextra.net Quando foi anunciado

DAS AGÊNCIAS editorial@folhaextra.net editorial@folhaextra.net

Quando foi anunciado em 2013 que o universo de Harry Potter voltaria às telas, mas sem seu personagem principal, muita

gente se perguntou se a escrito-

ra J.K. Rowling não estaria dan-

do um passo em falso. Afinal, quem ousaria deixar para trás uma franquia de US$ 7 bilhões para começar uma história total- mente nova? Mas Rowling fez isso, e o resul- tado acaba de chegar aos cine- mas em “Animais Fantásticos e onde Habitam”, um filme que compartilha o mesmo universo mágico de Harry Potter, só que com um tom mais adulto e re- alista. Algo que, para a equipe envolvida na produção, era tão

natural quanto o fato de que os fãs do bruxo, que leram o pri- meiro livro em 1997, também amadureceram. “Da maneira em que J.K. es- creveu as histórias dos filmes [serão cinco, no total], elas são uma espécie de evolução natu- ral do que ela fez antes”, disse em entrevista ao UOL o diretor

David Yates, que voltou ao uni- verso de Rowling depois de ter dirigido os quatro últimos fil- mes de Harry Potter. “J. K. está amadurecendo junto com o material. E, inevitavel- mente, as pessoas que acom- panharam os livros e os filmes cresceram também. Tem um paralelo legal aí”, acredita ele, pontuando que espera que o filme atraia tanto os velhos fãs quanto um novo público. “Mas adoro a ideia de você ter cresci- do com as histórias, e agora as

histórias estarem crescendo”, completa. Yates também acredita que a nova história é, ao mesmo tem- po, familiar e nova. “Eu gosto de usar a analogia de um res- taurante. Você vai ao seu restau- rante preferido, eles colocam Radiohead para tocar, te dão uma mesa com uma linda vista, as pessoas que te atendem são fantásticas e você vai lá toda semana. E daí eles trazem um prato que você nunca experi- mentou antes e você pensa:

‘Isso é diferente!’. Mas você está em um lugar que te parece se- guro. Foi assim que o roteiro pareceu para mim. Eu pensei:

‘É o DNA da J.K., sua filosofia, seus valores, o dom que ela tem para personagens’”, explica o diretor. “Parecia ‘Potteriano’ por causa desse clima, mas senti que estava comendo um prato que

nunca havia experimentado. E isso é uma vitória dela, da sua ambição de romper com o que já havia criado”. Para a própria Rowling, começar algo novo era a única maneira de voltar ao universo de Potter. “Eu sabia desde o fim de ‘Harry Potter’ que as pessoas queriam mais, e teria sido fácil continuar produzindo, mas nunca fui esse tipo de pessoa”, disse a autora, durante uma entrevista coletiva em Nova York. “Eu planejei sete livros e aquela história termi- nou ali. Mas sempre fiquei in- trigada com Newt. Quando me perguntavam se eu escreveria mais, Newt estava lá, no fundo da minha mente. Espero que as pessoas consigam ver que o filme nasceu de coisas que são muito importantes para mim. E acho que assim é o melhor jeito de fazer algo”, acredita.

De suruba com Yes a ladra de Alice Cooper: as loucuras da bio de Rita Lee

Entre tantos casos e personagens, é árdua a tarefa de elencar os melhores momentos do livro

DAS AGÊNCIAS editorial@folhaextra.net editorial@folhaextra.net

A paulistana Rita Lee Jones, ou

a “maior roqueira do Brasil”,

como ficou conhecida, já fez de tudo nesta vida de Deus do li- vre-arbítrio. E o clichê cai como uma luva aqui. Em seus 68 anos de vida, a cantora que nasceu no bairro da Vila Mariana pro- tagonizou algumas das mais deliciosas historietas do univer- so “sexo, drogas e rock’n’roll” brasileiro. Parte relevante delas, algumas descritas em tom qua- se mítico, está espalhada nas 296 páginas de “Rita Lee – Uma Autobiografia” (Globo Livros, R$ 44,90), lançada esta semana em São Paulo. Com uma escrita deliciosa, o livro usa de tom in- formal, que é a cara da autora, para dissecar memórias e loucu- ras editadas em formato de pílu- las, ora anárquicas ora hilárias, sempre relevadoras. Entre tan-

tos casos e personagens, é árdua

a tarefa de elencar os melhores

momentos do livro. Mas vamos lá. Prévia 1: Rita Lee já namorou o chefão da gravadora PolyGram, André Midani. Foi ele quem ban-

cou o primeiro álbum do grupo

Tutti Frutti. Prévia 2: Ela já fez vi- gília em Londres para tentar tirar uma lasquinha dos Beatles, mas não foi bem isso que aconteceu. Loucura (aí sim!) 3: Rita já ficou louca, mas tão louca de LSD após um show de Elton John na Ingla- terra que acabou indo parar na

cama com o

pies —isso sem falar no dia em que ela maquinou o sequestro de Mouchie, nada menos que

a cobra clássica usada por Alice

Cooper. Mentira ou verdade? No fim das contas, isso importa pouco. O livro é leitura obrigatória para quem teve ou gostaria de ter al- gum contato com o imaginário roqueiro. E não só com ele. Leia abaixo sete aventuras con- tadas por Rita Lee em sua nova obra.

Yes e suas grou-

DIVULGAÇÃO

por Rita Lee em sua nova obra. Yes e suas grou- DIVULGAÇÃO Palavras Cruzadas "Ambiente" retratado

Palavras Cruzadas

"Ambiente" retratado pelos sites Catedral Salvador e revistas Que Enrai- da (?): Território palestino
"Ambiente" retratado pelos sites
Catedral
Salvador
e
revistas
Que
Enrai-
da (?):
Território palestino
ocupado por Israel
Allende,
Concurso
em que
Marta Ro-
cha foi a
primeira
eleita ofi-
cialmente
de
celebri-
acontece
vecida;
postal
(2014)
Bê-á-(?):
presidente
Principal avanço social
do governo de Abraham
Lincoln, assassinado
dades
por acaso
furiosa
paulistano
chileno
em 1865
o abecedário
Enganar
A Capital da
Salsa, na
Colômbia
Machuca
Fruta que
Anistia
O tempo
Vilão do
padarias
Interna-
passado
filme
substituem
cional
"Super-
Usain Bolt,
por chuchu
(sigla)
man II"
atleta
Período
marcado
pelo do-
mínio da
razão e da
técnica
(Hist.)
(?) King,
Título do
empre-
dirigente
sário do
de Abu
boxe
Dhabi
(?) Neill,
Carro luxu-
ator
oso que le-
va a noiva
à igreja
Ratazana,
irlandês
em inglês
Rasurada
Problema
que atrasa
Tema de
o trabalha-
brindes
dor nas
entre
metrópoles
amigos
Moradia
de
socialites
Amalucado
Vermelho,
Sufixo de
"(?) Vice",
filme com
Amarelo e
"barbado"
Colin
(?): rios
Secreção
Farrell
chineses
da infecção
(?)
Quarta
Patinhas,
Usado
letra do
milionário
(abrev.)
alfabeto
das HQs
grego
Moeda
Desigual-
Tecla de
do Japão
dade;
computa-
diferença
dores
TV italiana
Michel (?),
Fora
cantor
de moda
sertanejo
(ing.)
Ceder para institui-
ção de caridade
Opaco;
Figura da letra "Q",
embaçado
no baralho
Calendário
(?): previu
o fim de
um ciclo
em 2012
Aconteci-
mentos in-
contestá-
veis
BANCO
28
Solução
I C
LISARBSSIM
ILACAJEREC
D
OOAI
BUI
EDADINREDOM
DAA O RIMEN
ARNLASR
T
ÇOTISNART
SNAMIMAIM
à O
ALUZABS D O
SUPSUOIT
EDADIRAPSID
S C
EENEICC
OLETRAOD R A
V O
RUTAMAD
SOTAFAIAM
11/modernidade.4/emir.sam.—rat—out—3/non
SOTAFAIAM 11/modernidade.4/emir.sam.—rat—out—3/non SOBRE SEXO Minha mulher reclama que quero sexo todos os

SOBRESEXO

Minha mulher reclama que quero sexo todos os dias. Como resolver isso?

O que fazer quando um dos parceiros em um rela-

cionamento quer muito mais sexo que o outro? A

dúvida desta semana do programa do doutor Jairo Bouer, especialista em sexualidade, é uma grande questão para a saúde de relacionamentos.

A história do internauta é curiosa. Segundo ele, no

início do longo relacionamento estável tinha pou- ca vontade de fazer sexo. Após uma conversa com

a mulher, passou a se empolgar e agora quer sexo

todos os dias. Acontece, agora, que a mulher acha “demais” e fez o parceiro se sentir sufocado. Jairo Bouer lembra que a libido é in uenciada por di- versos fatores e que o ideal é conversar para chegar a um meio-termo.

e que o ideal é conversar para chegar a um meio-termo. Quando meu pênis fica ereto,

Quando meu pênis fica ereto, os testículos quase desaparecem. É normal?

O internauta a rma que, quando ca com o pênis ereto, seus testículos praticamente desa- parecem. Segundo ele, os testículos entram na região da virilha e somem, causando dor e in- comodo. Ele pergunta para Jairo Bouer, especia- lista em sexualidade, se isso é comum ou se é preciso tomar algum cuidado. Jairo explica que quando os homens têm ereção eles também têm uma contração nos músculos da região do saco escrotal, fazendo com que, em alguns casos, os testículos migrem para a ca- vidade abdominal. A contração acontece com todos os homens em intensidades diferentes. Porém, de acordo com Jairo, se existir dor, incomodo ou se o testículo não retornar para a bolsa escrotal é aconselhá- vel consultar um urologista.

A

8 destA ques

A 8 destA ques sábado e domingo, 19 e 20 d e n o V emb

sábado

e

domingo,

19

e

20

d e

n o V emb R o

d e

2016

-

e d .1648

Salários no Interior crescem e cai diferença com a capital

Estudo mostra que o salário médio de um trabalhador do mercado formal no Interior do Paraná era de R$ 1.187 em 2010 - 66,3% menor do que o pago na RMC e em 2015, esse rendimento estava em R$ 1.985 – menor em 56,2% que o da RMC

estava em R$ 1.985 – menor em 56,2% que o da RMC aen reportagem@folhaextra.com O crescimento

aen

reportagem@folhaextra.com

O crescimento do Interior do

Estado, com atração de novos investimentos produtivos, pro- vocou mudanças também nos

salários pagos aos trabalhadores.

A diferença em relação ao rendi-

mento de quem trabalha na Re- gião Metropolitana de Curitiba, que tradicionalmente paga me-

lhores salários, vem diminuindo. A conclusão é de um levanta- mento do Instituto Paranaense

de Desenvolvimento Econômico

Social (Ipardes) com base nos dados da Relação Anual de Infor- mações Sociais (RAIS).

“O

processo de descentralização

da

economia que adotamos nos

últimos cinco, seis anos provou-

-se positivo, ao encorajar o de-

senvolvimento de regiões e mu-

nicípios que antes não contavam com o dinamismo de indústrias

e

grandes empresas”, comentou

o

governador Beto Richa. “Sem

prejuízo para a região metropo-

litana de Curitiba, incentivamos os investimentos privados em outras regiões do Estado, geran-

do empregos, ampliando o con-

sumo e melhorando os salários

dos trabalhadores no interior”, acrescentou Richa.

O estudo mostra que o salário

médio de um trabalhador do

mercado formal no Interior do Paraná era de R$ 1.187 em 2010 - 66,3% menor do que o pago na RMC. Em 2015, esse rendimento estava em R$ 1.985 – menor em

56,2% que o da RMC. “O que se observa é que os investimentos, especialmente na industriali- zação da produção do campo,

elevaram as médias salariais nas cidades do Interior. É uma ten- dência que deve se manter para

os próximos anos”, diz o diretor-

-presidente do Ipardes, Júlio Su-

zuki Júnior.

o diretor- -presidente do Ipardes, Júlio Su- zuki Júnior. AUMENTARAM MAIS Os salários no Interior cresceram

AUMENTARAM MAIS

Os salários no Interior cresceram

mais do que os da Região Metro-

politana de Curitiba. Entre 2010

e 2015, o rendimento médio no

Interior cresceu 67% em termos

nominais (sem considerar a in-

flação). Na RMC, o salário subiu

57%.

PARTICIPAÇÃOconsiderar a in- flação). Na RMC, o salário subiu 57%. O aumento da remuneração coincidiu com

O aumento da remuneração

coincidiu com o avanço da eco-

divulgação

remuneração coincidiu com o avanço da eco- divulgação Pro Tork, em Siqueira Campos é a maior

Pro Tork, em Siqueira Campos é a maior empregadora do Norte Pioneiro

nomia no Interior do Estado. Se em 2010 o Interior gerava 55,2% do PIB paranaense, em 2013 (dado mais recente disponível),

essa participação havia alcança-

do 58,7%, de acordo com dados

do IBGE e do Ipardes. No perío- do, o PIB do Interior passou de R$ 124,4 bilhões para R$ 195,4 bilhões.

Interior passou de R$ 124,4 bilhões para R$ 195,4 bilhões. CONSUMO O aumento da renda contribui

CONSUMO

O aumento da renda contribui

para elevar o consumo no In- terior. Dados da pesquisa IPC

Maps, realizada pela IPC Marke- ting Editora, consultoria paulista

especializada no setor, mostram que, em 2016, 65% do consumo

do Estado vem de famílias que moram fora da região metropo- litana de Curitiba. De acordo com o levantamen- to, ao todo, os paranaenses vão gastar R$ 246,4 bilhões em 2016. Do total, R$ 160,1 bilhões devem vir do Interior. O cálculo do IPC Maps toma como base dados co- letados junto ao IBGE, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e indicado- res dos Estados. O potencial de consumo inclui uma série de ca-

tegorias de gastos, como alimen- tação dentro e fora do domicílio, manutenção do lar, medicamen- tos e planos de saúde, educação, recreação, transporte e viagens e outras despesas, como aquisi- ções e imóveis. Considera, ainda,

as compras de vestuário, calça-

dos, itens de higiene e cuidados pessoais, artigos de limpeza, ele- trodomésticos.

cuidados pessoais, artigos de limpeza, ele- trodomésticos. PARANÁ COMPETITIVO O aumento do consumo no In- terior

PARANÁ COMPETITIVO

O aumento do consumo no In-

terior ganhou força nos últimos anos, embalado pelo atual ciclo

de investimentos atraídos pelo

programa de incentivos Para-

ná Competitivo e pela força do

agronegócio - um dos poucos setores que ainda cresce neste período de crise. Em 2010, os municípios tinham uma parti- cipação de 58,7% do consumo total no Estado. Em 2015, essa participação chegou a 64% e nes-

se ano avançou um pouco mais, para 65%.

chegou a 64% e nes- se ano avançou um pouco mais, para 65%. DESCENTRALIZAÇÃO A descentralização

DESCENTRALIZAÇÃO

A descentralização vem crescen-

do desde 2010. Naquele ano, as

dez maiores cidades do Estado respondiam por 53% do consu- mo paranaense. Em 2015, a con-

centração foi reduzida para 49%

e, neste ano, a participação está

em 47,9%. De acordo com o es- tudo, as dez cidades com maior potencial de consumo no Estado em 2016 são Curitiba, Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Casca- vel, São José dos Pinhais, Foz do Iguaçu, Colombo, Guarapuava e Pinhais.

Governo renova parcerias que incentivam produção de grãos após cultura do fumo

Da aSSeSSORIa reportagem@folhaextra.com reportagem@folhaextra.com

A Secretaria estadual da Agricul-

tura e Abastecimento renovou nesta sexta-feira (18) a parceria com indústrias de tabaco e com entidades que representam os produtores para incentivar o

plantio de milho, feijão e pasta- gens após a colheita do fumo. Este é o segundo ano consecuti-

vo de manutenção desse progra-

ma, que gerou na safra passada uma renda adicional aos pro- dutores de R$ 100 milhões, no

Paraná, e de R$ 650 milhões nos três estados do Sul do País que produzem fumo.

O termo de parceria foi assinado

pelo secretário Norberto Orti- gara e pelos representantes do Sindicato Interestadual da Indús- tria do Tabaco (Sinditabaco), da Associaão dos Fumicultores do Brasil (Afubra), da Federação da Agricultura e do Estado do Para- ná e Serviço Nacional de Apren- dizagem Rural (Faep/Senar), pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), e Instituto Emater.

Essa renda não existiria não fos-

se a motivação dessa iniciativa,

disse o secretário Norberto Or-

tigara. Esse ano, além do cultivo

do feijão e milho, a proposta foi

ampliada para incentivar tam- bém o cultivo de pastagens para

estimular a produção de leite.

O Governo do Estado quer am-

pliar essa parceria e tornar essa atividade mais ousada no Paraná, que também beneficia a questão

social que é a manutenção do jovem no campo. “Com renda maior e incentivo o jovem se mantém no campo”, disse Orti- gara.

incentivo o jovem se mantém no campo”, disse Orti- gara. CUSTOS O e fumo visa reduzir

CUSTOS

O

e

fumo visa reduzir custos dos produtores com a fertilização da terra, que já recebeu os insumos para a cultura principal, e tam- bém uma forma de conservar o solo, que é uma das preocupa-

pastagens após a colheita do

incentivo para plantar grãos

ções da Secretaria da Agricultura.

A Emater contribui com a oferta

de assistência técnica aos produ-

tores. Além disso, eles são bene- ficiados com o aproveitamento dos insumos e adubos que “so- braram” no solo após a cultura

do tabaco.

O Paraná terá uma área plantada

com fumo de 80 mil hectares na safra 2016/17, envolvendo apro- ximadamente 28 mil produtores.

De acordo com o Sinditabaco,

aproximadamente 27 mil hec-

tares estão sendo aproveitados para o cultivo de milho e feijão pós cultura do tabaco. A inten- ção é ampliar esse cultivo para aumentar a produção de alimen-

tos e a renda nessa propriedade,

disse o assessor de Relações Ins-

titucionais do Sinditabaco, Sér- gio Rauber. No Brasil, onde a cultura do fumo se concentra nos três esta- dos do fumo, o cultivo de milho e feijão pós-cultura do tabaco já abrange 152 mil hectares. Ortigara lembrou que o cultivo

de fumo representa uma das ca-

deias produtivas mais organiza- das do País e a renovação dessa parceria permite a ampliação de

renda e o aproveitamento racio-

nal do uso do solo na sucessão do cultivo do fumo. “Essa pro- posta só é possível graças à con-

dição invejável do nosso Estado de produzir de duas a três safras por ano”, disse o secretário. Ortigara sugeriu aos parceiros para ampliar a divulgação dessa proposta aos agricultores para envolver mais áreas, garantin- do uma produção sustentada. Essa iniciativa foi desencadeada na década de 80 pela empresa Souza Cruz. Há cerca de dois anos foi ampliada para todas as empresas produtoras de fumo, através das entidades Sinditaba- co e Afubra, que representam as indústrias e produtores. Para Claudimir Rodrigues, vice-

-presidente do Sinditabaco, se

o agricultor uniformizar o dis-

curso e o conhecimento, obterá melhores resultados junto aos produtores”, enfatizou. Para a

Afubra, essa parceria representa a importância da integração das entidades que tem o mesmo ob- jetivo e que dependem do agri- cultor.

O vice-presidente da Fetaep,

Marcos Brambilla, falou da im- portância em levar a sabedoria

e o conhecimento técnico das

entidades parceiras para esse público específico, que é bem familiar e às vezes falta orienta-

ção e informação, que hoje faz a

diferença em qualquer atividade. “Essa parceria, sem dúvida, ajuda a melhorar a condição do fumi- cultor, sem depender de política pública, e que o ajuda a andar com as próprias pernas”, disse.

Para o diretor técnico da Emater, Paulo Hidalgo, o aumento de renda proporcionado por essa

parceria ajuda na estabilização

e sucessão familiar, porque os

jovens ficam no campo se hou-

ver oportunidades. “Temos que trabalhar nessa visão de gerar oportunidades aos produtores”, reforçou.

divulgação

oportunidades aos produtores”, reforçou. divulgação Secretário de Agricultura, Norberto Ortigara,wwwww em

Secretário de Agricultura, Norberto Ortigara,wwwww em reunião com entidades que representam produtores de tabaco