Você está na página 1de 2

EXERCÍCIOS DE FÍSICA MECÂNICA

  • 1 (UFPE) Um terremoto normalmente dá origem a dois tipos de ondas, s e p, que se propagam pelo solo com velocidades distintas. No gráfico a seguir

está representada a variação no tempo da distância percorrida por cada uma das ondas a partir do epicentro do terremoto. Com quantos minutos de diferença essas ondas atingirão uma cidade situada a 1500km de distância do ponto 0?

  • a) 5 b) 4 c) 3 d) 2 e) 1

EXERCÍCIOS DE FÍSICA – MECÂNICA 1 – (UFPE) Um terremoto normalmente dá origem a dois tipos
  • 2 (PUC-SP) Duas bolas de dimensões desprezíveis se aproximam uma da

outra, executando movimentos retilíneos e uniformes (veja a figura). Sabendo-se que as bolas possuem velocidades de 2m/s e 3m/s e que, no instante t=0, a distância entre elas é de 15m, podemos afirmar que o

instante da colisão é: a) 1 s b) 2 s c) 3 s d) 4 s
instante da colisão é:
a) 1 s b) 2 s
c) 3 s d) 4 s e) 5 s
  • 3 (FUVEST-SP) Num toca fitas, a fita F do cassete passa em frente da

cabeça de leitura C com uma velocidade constante v=4,80cm/s. O diâmetro do núcleo dos carretéis vale 2,0cm. Com a fita completamente enrolada num dos carretéis, o diâmetro externo do rolo de fita vale 5,0cm. A figura adiante representa a situação em que a fita começa a se desenrolar do carretel A e a se enrolar no núcleo do carretel B. Enquanto a fita é totalmente transferida de A para B, o número de rotações

completas por segundos (rps) do carretel A

  • a) varia de 0,32 a 0,80 rps.

  • b) varia de 0,96 a 2,40 rps.

  • c) varia de 1,92 a 4,80 rps.

  • d) permanece igual a 1,92 rps.

  • e) varia de 11,5 a 28,8 rps.

EXERCÍCIOS DE FÍSICA – MECÂNICA 1 – (UFPE) Um terremoto normalmente dá origem a dois tipos
  • 4 (FEI-SP) Uma esfera de aço de massa 200g desliza sobre uma mesa

plana com velocidade igual a 2m/s. A mesa está a 1,8m do solo. A que distância da mesa a esfera irá tocar o solo? Obs.: despreze o atrito. Considere g = 10 m/s 2

EXERCÍCIOS DE FÍSICA – MECÂNICA 1 – (UFPE) Um terremoto normalmente dá origem a dois tipos
  • 5 (UELONDRINA-PR) Um observador vê um pêndulo preso ao teto de um

vagão e deslocado da vertical como mostra a figura a seguir. - Sabendo que o vagão se desloca em trajetória retilínea, ele pode estar se movendo de:

  • a) A para B, com velocidade constante.

  • b) B para A, com velocidade constante.

  • c) A para B, com sua velocidade diminuindo.

  • d) B para A, com sua velocidade aumentando.

  • e) B para A, com sua velocidade diminuindo.

EXERCÍCIOS DE FÍSICA – MECÂNICA 1 – (UFPE) Um terremoto normalmente dá origem a dois tipos
  • 6 (ITA-SP) Fazendo compras num supermercado, um estudante utiliza

dois carrinhos. Empurra o primeiro, de massa m, com uma força F, horizontal, o qual, por sua vez, empurra outro de massa M sobre um

assoalho plano e horizontal. Se o atrito entre os carrinhos e o assoalho puder ser desprezado, pode-se afirmar que a força que está aplicada sobre o segundo carrinho é:

  • a) F b) MF/(m + M) c) F(m + M)/M d) F/2 e) outra expressão diferente.

    • 7 (PUC-SP) Uma criança de 30kg começa a descer um escorregador

inclinado de 30°

em relação ao solo horizontal. O coeficiente

de atrito

 
3
3

dinâmico entre o escorregador e a roupa da criança é

3

e a aceleração

local da gravidade é 10m/s 2 . Após o início da descida, como é o movimento da criança enquanto escorrega?

  • a) não há movimento nessas condições.

  • b) desce em movimento acelerado.

  • c) desce em movimento uniforme e retilíneo.

  • d) desce em movimento retardado até o final.

  • e) desce em movimento retardado e pára antes do final do escorregador.

EXERCÍCIOS DE FÍSICA – MECÂNICA 1 – (UFPE) Um terremoto normalmente dá origem a dois tipos

8 (FEI-SP) Uma força F paralela à trajetória de seu ponto de aplicação varia com o deslocamento de acordo com a figura a seguir. Qual é o trabalho realizado pela força F no deslocamento de 1 a 5 m?

a) 100J b) 20J c) 12J d) 15J e) 10J
a) 100J
b) 20J
c) 12J
d) 15J
e) 10J

9 (FUVEST-SP) Um pequeno corpo de massa m é abandonado em A com velocidade nula e escorrega ao longo do plano inclinado, percorrendo a distância d AB . Ao chegar a B, verifica-se que sua velocidade é igual a

8 – (FEI-SP) Uma força F paralela à trajetória de seu ponto de aplicação varia com

gh . Pode-se então deduzir que o valor da força de atrito que agiu sobre o corpo, supondo-a constante, é:

  • a) zero. b) mgh. c) mgh/2. d) mgh/2d. e) mgh/4d.

8 – (FEI-SP) Uma força F paralela à trajetória de seu ponto de aplicação varia com
  • 10 (FUVEST-GV SP) Uma empilhadeira elétrica transporta do chão até

uma prateleira, a 6m do chão, um pacote de 120 kg. O gráfico adiante ilustra a altura do pacote em função do tempo. A potência aplicada ao corpo pela empilhadeira é:

a) 120 W b) 360 W c) 720 W d) 1200 W e) 2400 W
a) 120 W b) 360 W
c) 720 W d) 1200 W e) 2400 W
  • 11 (FEI-SP) No macaco hidráulico representado na figura a seguir, sabe-

se que as áreas das secções transversais dos vasos verticais são A 1 =

20cm 2 e A 2 = 0,04m 2 . Qual é o peso máximo que o macaco pode levantar, quando fazemos uma força de 50N em A 1 ?

a) 100 N b) 1000 N c) 200 kgf d) 1000 kgf e) 10000 kgf
a) 100 N
b) 1000 N
c) 200 kgf d) 1000 kgf e) 10000 kgf
  • 12 (FUVEST-SP) Uma esfera de volume 0,6 cm 3 tem massa m 1 =1,0g. Ela

está completamente mergulhada em água e presa, por um fio fino, a um dos braços de uma balança de braços iguais, como mostra a figura a seguir. É

sabido que o volume de 1,0g de água é de 1,0cm 3 . Então a massa m 2 que deve ser suspensa no outro braço da balança, para mantê-la em equilíbrio é:

a)

0,2 g

b) 0,3 g

c) 0,4 g

d) 0,5 g

e) 0,6 g

a) 0,2 g b) 0,3 g c) 0,4 g d) 0,5 g e) 0,6 g 13

13 (MACKENZIE-SP) Num tubo em

U,

seguir. Os

líquidos

A

e

B

têm

densidades

0,80g/cm

3

e 1,0g/cm

3

a)

a) 0,2 g b) 0,3 g c) 0,4 g d) 0,5 g e) 0,6 g 13
 

a)

3/4.

b)

1.

c)

5/4.

d)

2.

e)

3.

de

. A densidade do líquido C é:

extremidades abertas,

encontram-se em equilíbrio três líquidos não miscíveis, conforme a figura a

respectivamente

iguais

a

0,2 g/cm 3 . b) 1,9 g/cm 3 . c) 2,7 g/cm 3 . d) 3,6 g/cm 3 . e) 5,4 g/cm 3 .

14 (FUVEST-SP) Uma quantidade de barro de massa 2,0kg é atirada de uma altura h=0,45m, com uma velocidade horizontal v=4m/s, em direção a um carrinho parado, de massa igual a 6,0kg, como mostra a figura adiante.

Se todo o barro ficar grudado no carrinho no instante em que o atingir, o carrinho iniciará um movimento com velocidade, em m/s, igual a:

8 – (FEI-SP) Uma força F paralela à trajetória de seu ponto de aplicação varia com

GABARITO FÍSICA - MECÂNICA

QUESTÃO

ALTERNATIVA

1

 

2

 

3

 

4

 

5

 

6

 

7

 

8

 

9

 

10

 

11

 

12

 

13

 

14

 

15

 

16