Você está na página 1de 3

Falco Amarelo - Chefe Sioux

"OH! grande esprito, cuja voz eu escuto nos ventos, e cuja


respirao d vida a todo o mundo - escute-me.
Eu estou perante voc, um dos seus filhos. Eu sou pequeno e fraco.
Eu preciso de sua Fora e Sabedoria. Deixe-me caminhar em sua
beleza e faa meus olhos observarem para sempre o pr do sol
vermelho e prpura.
Faa minhas mos respeitarem as coisas que voc fez, meus
ouvidos aguados para escutar sua voz.
Faa-me sbio, para que eu possa conhecer as coisas que Voc
ensinou ao meu povo, as lies que Voc escondeu em cada folha e
em cada rocha.
Eu busco a fora no para ser superior a meus irmos, mas para ser
capaz de lutar com meu maior inimigo: "Eu mesmo". Prepare-me
para ir at Voc, com as mos limpas e olhos corretos, ento,
quando a vida desvanecer-se assim como o pr-do-sol, meu
esprito ir at Voc sem nenhuma mancha.
Deixe sua voz sussurrar em nossos ouvidos atravs do vento oeste
no final do dia. Deixe-nos ser confortados com amor por nossos
irmos e irms sem nenhuma guerra.
Deixe-nos preservar boa sade mentalmente e fisicamente para
solucionar nossos problemas e realizar algo para as futuras
geraes. Deixe-nos ser sinceros com ns mesmos e nossa
juventude e fazer do mundo um lugar melhor para viver."
"O arco que o indio arma, no arma, sobrevivncia natural. O
lugar que o indio vive no moradia, natureza. Ser indio, no
ser uma classe digna de piedade e de lamentos, ser original, ser
raiz, ser histria e ser principalmente raa pura, com conceitos e
modos que devem ser respeitados por quem veio depois!"

"Criaram conflitos...em suas almas.


E hoje, eles desconhecem a paz.
Quando tudo comeou, o indio, era quem mais sabia viver a vida
compartilhando com a natureza. Por ela zelando, aprendendo.
Dela tirando seu sustento.
Roubaram a paz, do corao de quem apenas queria viver, despido
de ambio."

"ndio, lhe peo perdo


pela soberba, avareza, enganao
pela tirania, hipocrisia, zombao
ndio! lhe peo perdo
pela ignorncia, maldade, destruio
pela arrogncia, ganancia, humilhao
ndio, me perdoe!
por pensar que sabia por ter tudo,
hoje sei quem no tem nada que conhece o mundo
NDIO ME PERDOE!"