Você está na página 1de 31

ENGJ20 - Programação Aplicada

Fabíola Andrade
ABSTRAÇÃO
ABSTRAÇÃO

Passe alguns minutos olhando para a figura abaixo e diga o que você
consegue abstrair dela.
ABSTRAÇÃO

Uma jovem mulher de perfil?


Ou uma senhora olhando para baixo?
ABSTRAÇÃO

O que é abstração?

Operação mental que


observa a realidade e
captura apenas os
aspectos relevantes
para um contexto
ABSTRAÇÃO

O que é abstração?

 Perceba que a realidade é a mesma.

• Isto é, uma figura em preto e branco.

 Mas, dependendo da observação da realidade, você pode ter


abstrações diferentes.

 Por isso, a abstração depende mais do observador do que da


realidade observada.
ABSTRAÇÃO

O que é possível abstrair desta realidade???

Realidade
ABSTRAÇÃO

A tarefa de programar sistemas computacionais envolve o exercício da


abstração da realidade e sua codificação em uma linguagem de programação.

Realidade

Abstração
+
Programação

Sistema de Locadora de Veículo


SISTEMA COMPUTACIONAL
SISTEMA COMPUTACIONAL

COMPONENTES

Sistema
Computacional
Software
Hardware

Peopleware
SISTEMA COMPUTACIONAL

COMPONENTES

 Hardware: Parte física do sistema computacional.


• Ex: processador, teclado e monitor

 Software: Parte lógica do sistema computacional.


• Ex: sistema operacional e processador de texto

 Peopleware: Pessoas que interagem com o sistema computacional.


• Ex: usuário e programador
SISTEMA COMPUTACIONAL

HARDWARE

Dispositivo Dispositivo
de Entrada
UCP de Saída

Memória Principal
e
Memória Auxiliar
SISTEMA COMPUTACIONAL

HARDWARE

 Dispositivo de entrada de dados


• Recebe os dados e as instruções para o processamento.
• Ex: teclado, mouse e leitores óticos/biométricos.

 Dispositivo de saída
• Mostra o resultado do processamento.
• Ex: monitor, impressora e caixas acústicas.

 Unidade Central de Processamento – UCP


• Realiza cálculos e executa instruções.
• Ex: Pentium e Core2 Quad.
SISTEMA COMPUTACIONAL

HARDWARE

 Memória Principal
• Armazena de forma volátil (enquanto houver energia) um dado.
• Ex: RAM (random access memory)

 Memória Auxiliar
• Armazena de forma não volátil (longo prazo) um dado.
• Ex: disco rígido (HD), pendrive, CD/DVD
SISTEMA COMPUTACIONAL

SOFTWARE

 Básico
• Programas essenciais ao funcionamento do hardware e ao
apoio a outros softwares.
• Ex: sistemas operacionais e tradutores de linguagens de
programação.

 Aplicativos
• Programas destinados a resolver problemas do usuário.
• Ex: digitação, planilhas eletrônicas, acesso a internet.
SISTEMA COMPUTACIONAL

PEOPLEWARE

 Usuário Final
• Interage com o sistema computacional sem conhecer detalhes do seu
desenvolvimento/estrutura.
• Ex: secretárias, balconistas e executivos.

 Usuário Especialista
• Interage com o sistema computacional especificando ou programando
como este deve se comportar.
• Ex: programadores, analistas de sistemas e engenheiros de
computação.
REDES DE COMPUTADORES
REDES DE COMPUTADORES

HISTÓRICO

ENIAC. Um dos primeiros computadores media 17m x 9m, era capaz de


fazer 38 divisões e 357 multiplicações por segundo e levava 2 horas
para calcular o mesmo que 100 engenheiros levariam 1 ano apenas
com lápis e papel. Seriam necessárias 1.000.000 destas máquinas para
poder competir com um único PlayStation 3...
REDES DE COMPUTADORES

HISTÓRICO

Em 1977, a Apple Computer popularizou o fenômeno da


computação pessoal. Inicialmente, um sonho de
aficcionados. Os computadores tornaram-se
suficientemente econômicos para as pessoas comprá-
los para seu próprio uso pessoal.

Em 1981, a IBM lançou o Personal Computer - PC.

A computação pessoal tornou-se uma realidade no


comércio, na indústria e nos órgãos do governo.
REDES DE COMPUTADORES

HISTÓRICO

Esses computadores eram unidades "independentes“ - as


pessoas faziam seus trabalhos em suas próprias
máquinas e então transportavam discos de um lado
para o outro para compartilhar informações.

A necessidade de compartilhamento de dados e redução


de tempo entre vários usuários fez com que estas
máquinas começassem a ser interconectadas em redes
de computadores, às vezes por linhas telefônicas e às
vezes em redes locais (LAN - local area network) dentro
de uma organização.
REDES DE COMPUTADORES

HISTÓRICO

As máquinas desktop - estações de trabalho – fornecem


capacidade de uso aos usuários individuais. As informações
são compartilhadas através das redes de computadores.

Nestas redes, alguns computadores, chamados de servidores,


oferecem maior capacidade de processamento e um
armazenamento de programas e dados que pode ser
compartilhados e utilizados pelos computadores clientes
(estações) distribuídos por toda a rede.

Surge o termo computação cliente/servidor.


REDES DE COMPUTADORES

MAINFRAME

As primeiras comunicações eram feitas através de um sistema Mainframe / Terminal


REDES DE COMPUTADORES

MAINFRAME

 Computador de grande porte centralizado (Mainframe);


 Os recursos do Mainframe são compartilhados por vários usuários;
 Os terminais não possuíam poder computacional significativo,
função básica de interface;
 Terminais interligados por uma linha de comunicação de baixa
velocidade;
 Todo processamento relevante é executado no mainframe;
 Se acontece algo ao computador central isto afeta todos os
terminais;
 Alto custo de implementação;
 Pouca escalabilidade.
REDES DE COMPUTADORES
REDES DE COMPUTADORES

CARACTERÍSTICAS

 Surgimento do microcomputador / desktop;

 Implementação de redes com um custo menor que o Mainframe;

 Computadores de pequeno e médio porte interligados através de


um meio físico;

 Cada computador tem poder de processamento suficiente para


trabalhar de forma autônoma;

 Os computadores estão interligados entre si para que possam


compartilhar recursos e informações.
REDES DE COMPUTADORES
Equipamentos: repetidores, Hubs,
Pontes, Switches e roteadores

Cabeamento: par trançado, cabo


coaxial, fibra óptica, conexões sem fio.

Placa adaptadora de rede: converte


os dados paralelos recebidos pela
CPU em padrões elétricos adequados
para a transmissão pela rede.

Componentes de software: Sistema Protocolo de Comunicação: regras


Operacional de Rede, drivers de que possibilitam a comunicação entre
equipamentos. os computadores.
REDES DE COMPUTADORES

TIPOS DE REDES

Do ponto de vista da maneira com que os dados de uma rede são compartilhados,
existem dois tipos básicos de redes:

 Redes ponto-a-ponto
 Redes cliente / servidor

Esta classificação independe da estrutura física usada pela rede, isto é, como a
rede está fisicamente montada, mas sim da maneira com que ela está
configurada em software.
REDES DE COMPUTADORES

PONTO A PONTO
 Tipo mais simples de rede que pode ser montada;

 Todos os sistemas operacionais já vem com suporte a rede ponto-a-ponto;

 Micros compartilham dados e periféricos com facilidade;

 Qualquer micro pode ler e escrever arquivos armazenados em outros micros da


rede bem como usar periféricos que estejam instalados em outros computadores.

Características:

• Usada em pequenas redes;


• Fácil implementação;
• Baixo custo;
• Sistema simples de cabeamento;
• Não existem “servidores”;
• Pouca segurança.
REDES DE COMPUTADORES

CLIENTE / SERVIDOR

 Neste tipo de rede existe a figura do servidor, normalmente um computador que


gera recursos para os demais micros da rede;

 A administração e configuração é centralizada, o que melhora a organização e


segurança da rede.

Características:
• Redes maiores ou que necessitem de mais segurança;
• Maior custo;
• Maior desempenho;
• Implementação necessita de especialistas;
• Alta segurança;
• Manutenção e configuração feita de maneira centralizada;
• Servidores oferecem recursos aos demais micros da rede;
• Possibilidade de uso de aplicações com característica de
cliente/servidor, como banco de dados.
REDES DE COMPUTADORES

INTERNET

 Uma rede global de centenas de milhares de computadores.

 Amplamente considerada a tecnologia que define o início deste século.


REDES DE COMPUTADORES

CONSIDERAÇÕES
 Segurança:
• Administradores
• Política de Senhas
• Criptografias
• Firewalls
• Backups

“Uma corrente é tão forte quanto


seu elo mais fraco”