Você está na página 1de 7

Governo do Estado do Pará

Secretaria de Estado de Educação


Coordenadoria de Educação Especial
Anexo I E.E.E.F.M Barão do Rio Branco
Classe Hospitalar do Espaço Acolher

PROJETO DIDÁTICO:
TRANÇANDO SABERES EM “POEMAS DE MIRITI”

APOIO:

1
1- APRESENTAÇÃO

O projeto didático Trançando saberes em “ Poemas de Miriti” faz parte das


ações curriculares da Classe Hospitalar do Espaço Acolher propostas no Plano
de trabalho anual/2018, que tem como tema gerador: aromas e afetos
amazônicos: significados e aprendizagens.
O objetivo do projeto é desenvolver os objetos do conhecimento
especificados no plano de curso, de forma interdisciplinar e por meio de
sequência didática, nas áreas de: Linguagens, Matemática, Ciências Humanas,
Ciências da Natureza e Ensino Religioso.
Para tal, será utilizado a obra “Poemas de Miriti” dos autores: Edithe
Pereira e Luiz Carlos França, doados pela Imprensa Oficial do Estado do Pará-
IOEPA pelo projeto Livro Solidário.

Figura 1- Doações do Projeto Livro Solidário, da IOEPA.

O projeto está organizado a partir de uma sequência didática previamente


selecionada pelos educadores da Classe Hospitalar do Espaço Acolher, e que
poderá se repartir em outras mais, no decorrer da ação educativa. Na
sequência didática, o planejamento é centrado no professor que monitora todo
o processo, articulando as atividades com nível, sequência e aprofundamento
dos conteúdos de cada ciclo. A temática principal que será explorada será a
palmeira do miriti: símbolos e significados para as comunidades amazônicas.

2
O projeto está proposto para iniciar no dia 19/04/18, e terminar no dia
13/06/18.
Todos as temáticas, objetivos, metodologias, recursos, avaliações estarão
incorporados na sequência abaixo discriminada.

2- IDENTIFICAÇÃO
 Título do Projeto Didático: Trançando saberes em “Poemas de Miriti”.
Obra: “POEMAS DE MIRITI” dos autores: Edith Pereira e Luiz Carlos França.
 Temática da sequência didática: A palmeira do Miriti: símbolos e
significados para as comunidades amazônicas.
 Público Alvo: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio e Educação
de Jovens e Adultos-EJA.
 Áreas do Conhecimento envolvidas – História, Geografia, Sociologia,
Filosofia, Matemática, Língua Portuguesa, Artes e Ensino Religioso.
 Duração: 19/04/18 à 13/06/18.

3-OBJETIVOS
a) De ensino (para o professor):
 Proporcionar às alunas a ampliação de conhecimentos quanto a palmeira
de miriti, sua importância no contexto sociocultural e econômico das
comunidades amazônicas.

b) De aprendizagem (para as alunas):


 Identificar e localizar os municípios onde podem ser encontradas as
palmeiras de miriti.
 Conhecer a origem das palmeiras de miriti, tradições, crenças e
simbologias que cercam os produtos feitos de miriti.
 Ler e escrever sobre a obra “Poemas de Miriti”.
 Realizar atividades interdisciplinares nas diversas áreas do conhecimento
a partir do poema.
 Exercitar a criatividade e imaginação através de atividades artísticas
relacionadas ao tema, utilizando peças de miriti para montar maquetes
retratando a comunidade de cada educanda.

3
4-OBJETOS DE CONHECIMENTO
 Origem das palmeiras de miriti (História);
 Identificação e localização dos municípios que tem a palmeira de miriti e
valor socioeconômico (Geografia);
 Os significados dos símbolos que são produzidos a partir do miriti e
religiosidade representada nos poemas (Filosofia e Ensino religioso);
 A organização das comunidades em torno da produção dos brinquedos
de miriti (Sociologia).
 Leitura e interpretação do “Poema de Miriti”; figuras de linguagens;
significado das palavras e outras atividades correlatas. (Língua Portuguesa);
 Linguagem oral e escrita (Fonoaudiologia);
 Estudo das cores primárias e secundárias, formas, desenho (Artes);
 Figuras geométricas, medidas de comprimento, ângulos, retas, curvas
(Matemática).

5-PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
 Pesquisa individuais e coletivas;
 Produções coletivas;
 Leituras, interpretação e produções textuais, informativos e poemas.
 Desenvolvimento de habilidades relacionadas à conhecimentos
geométricos por meio de jogos, aulas dialogadas etc.
 Desenhos, pinturas, construção de simbologias, brinquedos de miriti.

6-RECURSOS
 Computador, livros, textos, revistas, papel, caneta, pincéis, tintas, régua,
lápis de cor, miriti, régua, trena, calculadora, dentre outros.

7-AVALIAÇÃO
Durante o desenvolvimento do estudo, observar e registrar o
envolvimento, a participação e as produções das alunas, sendo utilizado tais
registros, como parte da avaliação contínua.

4
8-PRODUTO FINAL
Diante do estudo em sala de aula, as alunas irão confeccionar maquetes
de miriti simbolizando a sua comunidade amazônica. Com os elementos que a
constitui: as casas, igreja, o rio, o barco, a floresta, os alimentos, a escola entre
outra. A pesquisa estatística terá suas conclusões registradas e comunicadas
pelas próprias educandas.

9-ETAPAS DA SEQUÊNCIA
a) ETAPA INICIAL – INTRODUÇÃO AO TEMA
Expor às alunas os objetivos do projeto.
Propor como atividade de conhecimento prévio uma roda de conversa
para verificar o que cada aluna conhece sobre o tema. A atividade será do
Projeto roda de sentimentos (em anexo).
Apresentar a obra “Poemas de Miriti”.
Conhecer os autores e pesquisar sobre a vida deles.
Ler e escrever trechos do poema da obra de acordo com o nível de
ensino de cada aluno.
Explorar o vocabulário, interpretação oral e escrita, ortografia e caligrafia
partindo da obra por meio de atividades diversas.
Estimular habilidades auditivas (palavras que iniciam com o mesmo som,
palavras que terminam com o mesmo som)
Estimular consciência fonológica (rimas).
Aumentar o vocabulário (Linguagem oral).
Leitura do texto obedecendo às pausas respiratórias, pontuações
adequadamente, ritmo, entonação e melodia (Linguagem escrita).
Dialogar e refletir sobre as imagens da obra.
Desenhar, pintar e representar o poema com as crianças na
brinquedoteca.
Decorar o espaço baseado na temática.

b) ETAPA 2 – AMPLIANDO CONHECIMENTO


Origem do Miriti, localização geográfica da palmeira, sua importância
socioeconômica.

5
Tomando por base a atividade anterior, iniciar o aprofundamento do
estudo do tema mediante questões do tipo: vocês sabem qual a origem do miriti?
Quando iniciaram as produções de brinquedos e outros objetos feitos de miriti?
Existe outra forma de explorar essa palmeira?
As alunas discutirão em roda de conversa a utilidade social, afetiva,
familiar da palmeira, com a construção de mural representativo da discussão.
As alunas terão os contatos iniciais com aspectos matemáticos
envolvendo formas e medidas relacionadas à palmeira do miriti e aos objetos
originados dela.

c) ETAPA 3 – AMPLIANDO CONHECIMENTO


Brinquedos, bijuterias e artesanato feitos a partir do Miriti: que
características tornam esses elementos representantes da cultura amazônica?
Dando continuidade às investigações, as alunas explorarão algumas das
especificidades do produto do miriti em sua forma beneficiada e voltada ao
comércio, assim como sua relação com símbolos da região amazônica (barcos,
casas, pássaros, etc.). Serão abordados conceitos matemáticos de
proporcionalidade presentes nos objetos feitos do miriti.

d) ETAPA 4 – AMPLIANDO CONHECIMENTO


Atividade 01: A partir de uma palavra dada pela fonoaudióloga, as alunas
terão que identificar no livro “poemas de miriti” palavras que iniciam com o
mesmo som e palavras que terminam com o mesmo som.
Atividade 02: As alunas terão que identificar as rimas do livro e formar
novas rimas.
Atividade 03: leitura de texto: a fonoaudióloga fará a gravação das alunas
lendo os poemas. Cada aluna escutará a gravação de outra colega e dará as
sugestões necessárias quanto a: pausas respiratórias, velocidade, ritmo,
entonação, melodia
As alunas relacionarão as composições artísticas presentes nos objetos
feitos de miriti ao conceito matemático de simetria, e a elementos característicos
da natureza de forma geral.

6
e) ETAPA 5 – CONSOLIDANDO CONHECIMENTO
CONSTRUÇÃO DE DESENHOS, PINTURAS, SÍMBOLOS.
Fazer uma breve retomada de tudo já estudado nas etapas anteriores e
propor que as alunas comecem a produzir murais, desenhos, mosaicos, etc.
Será realizada uma oficina de brinquedos de miriti.
As alunas finalizarão a pesquisa estatística produzindo material para
comunicar suas conclusões por meio de diferentes estratégias, como post em
redes sociais ou em sítios da internet, cartazes ou banners com os gráficos
produzidos e breve texto com reflexão relacionada à temática abordada.

f) ETAPA FINAL
Apresentação dos resultados do trabalho em uma Mostra Pedagógica no
mês de junho.
Roda de conversa com os autores.

10- PARTICIPANTES DO PROJETO:


 Professores SEDUC: Denise Mota, Gilda Saldanha, Micheline Banhos,
Rita Rosa Figueiredo,
 Fonoaudióloga SEDUC: Milena Freitas
 Assistente Social / Coordenadora do Espaço Acolher –Santa Casa: Luzia
Matos
 Educadoras do Núcleo de Educação Popular Paulo Freire/UEPA: Izabel
Neri, Priscila Soares, Islani Chaves, Rebeca Costa.
 Aluna do Doutourado em Matemática do IEMCI/UFPA: Eunice Cajango

11- REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:


Pereira, Edith; França, Luiz Carlos. Poemas de Miriti. Belém: Imprensa Oficial do
Estado, 2016.