Você está na página 1de 1

DIMENSIONAMENTO DO VOLUME A SER RESERVADO NA EDIFICAÇÃO:

O método utilizado foi o apresentado no código de obras de Pelotas, o qual sugere o cálculo do
Consumo Diário (CD) através da razão entre População (P) e Cota Per Capita (qm).

Através dos quadros de áreas apresentados no Projeto Arquitetônico foi possível distinguir as
áreas de uso residencial e de uso comercial, afim de ponderar a necessidade de acordo com o
uso da edificação;

Área de uso Comercial:

Subsolo – 93,32 m2 (área não computada visto que não há abestecimento)

Térreo – 113,69 m2

Mezanino – 40,04 m2 -> Total = 153,73 m2

Área de uso Residencial:

2° pav - 127,84 m2

3° pav – 119,72 m2

4° pav – 120,53 m2 -> Total = 368,09 m2

O cálculo da População se deu através da tabela que indica o n° de Lotação segundo a


atividade do local.

Setor comercial com acesso ao público – 5m2/pessoa

Residêncial multifamiliar – 15m2/pessoa

O consumo diário se baseou na tabela que relaciona a atividade e o seu consumo/dia.

Serviço doméstico – apartamentos – 200 l/dia per capita

Edifício comercial – 65 l/dia per capita

Para incêndio foi considerado 20 % do Consumo Diário que será destinado apenas ao
reservatório superior.

Através dos cálculos chegamos a um volume de reserva de 6.750 L , destinados 40 % para o


reservatório inferior e 80 % para reservatório superior, resultando em 2.700 L (inferior) e 5400
(superior).

De acordo com as caixas d’água disponíveis no mercado e, para maior conforto dos ocupantes
foi adotado reservatório inferior de 3.000 L e superior de 6.000 L.