Você está na página 1de 8

Centro de Excelência em Turismo

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 01/2010


Seleção de candidatos para atuar no projeto “Utilização de Produtos e Receitas Regionais
nos Cardápios da Alimentação Escolar” – CET-UnB/FNDE.

Seleção Pública Simplificada para Contratação de Serviços Técnicos e Técnicos Especializados

EDITAL N º 01/2010, de 23 de agosto de 2010

O Centro de Excelência em Turismo da UnB torna pública a abertura de processo seletivo


simplificado para preenchimento de vagas de nível superior para a contratação de técnicos,
mediante as condições estabelecidas neste edital.

1. Disposições gerais:

A presente seleção reserva-se à contratação de profissionais de nível superior para compor


a equipe técnica que desenvolverá ações que permeiam o projeto “Utilização de Produtos e
Receitas Regionais nos Cardápios da Alimentação Escolar”, projeto com duração prevista de 01
(um) ano.

2. Objeto:
O projeto “Utilização de Produtos e Receitas Regionais nos Cardápios da Alimentação
Escolar” visa elaborar estudo diagnóstico dos cardápios da Alimentação Escolar, em relação ao uso
de produtos e receitas regionais, por meio de levantamento de dados sobre a execução do PNAE
em 8 municípios da região Centro-Oeste. O projeto busca a valorização do patrimônio alimentar
local, e mapear potencialidades e desafios em relação à oferta de alimentos da Alimentação
Escolar, identificando o atendimento a normas e diretrizes do Fundo Nacional de Desenvolvimento
da Educação (FNDE) e dos órgãos de controle do governo federal.

3. Justificativa:

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) atua no sentido de assegurar, em


caráter suplementar à educação, a alimentação escolar dos alunos da educação infantil, ensino
fundamental, ensino médio, e de jovens e adultos matriculados em escolas públicas, filantrópicas
e comunitárias. Para atender aos objetivos do Programa, o FNDE estabelece normas para a
execução técnica e administrativa do PNAE, e para a transferência de recursos financeiros, em
caráter complementar, aos Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios e às entidades federais,
para a aquisição exclusiva de gêneros alimentícios.
O Programa é executado de maneira descentralizada e, como mecanismo de controle
social, foi criado o Conselho de Alimentação Escolar – CAE, para permitir o aprimoramento da
gestão do Programa nas Secretarias Municipais e Estaduais de Educação. Trata-se de um órgão
colegiado deliberativo do PNAE, cuja principal finalidade é acompanhar e assessorar as Entidades
Executoras nas aplicações dos recursos financeiros transferidos pelo Governo Federal. O Programa
envolve a participação de entidades de diferentes esferas de governo, tais como o FNDE,
Autarquia Federal vinculada ao Ministério da Educação; as Entidades Executoras, por meio de suas
Secretarias de Educação; e as Unidades Executoras, responsáveis pelo atendimento em sua
unidade de ensino, por delegação do estado, do município ou do Distrito Federal, ou quando os
recursos financeiros são repassados diretamente pelo FNDE.
Nesse sentido, o envolvimento de diversos entes federativos, desde a formação de agenda
política, passando pela formulação, até a implementação e avaliação das políticas públicas,
característica do federalismo brasileiro, nem sempre favorece o atendimento às necessidades e/ou
peculiaridades regionais de um país com as dimensões do Brasil. Dessa forma, os marcos
regulatórios devem ser continuamente revisitados, mediante estudos que incluam a verificação
periódica do estágio de cumprimento, bem assim a própria capacidade de atendimento às normas
estabelecidas, em um processo que permita avaliar sua adequação às diversas realidades locais e
regionais, produzindo informações relevantes para subsidiar possíveis alterações/reformulações
da legislação vigente.
O presente projeto de pesquisa visa atender essa demanda, por meio da avaliação do
cumprimento de diversos requisitos do PNAE, a partir de levantamento de dados junto às
Entidades Executoras. Essas informações permitirão que o Programa, abrangente e historicamente
bem sucedido, possa incrementar sua efetividade, concretizando ações de promoção de hábitos
alimentares regionais e culturais.

3 Dos cargos:

3.1 Formação: Estatística (Código do cargo: EST)

3.1.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrados, de conclusão de curso de


graduação em Estatística, fornecidos por instituição de ensino superior
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);

• Desejável experiência em Políticas Públicas na área de Alimentação Escolar


e/ou em projetos acadêmicos;

• Disponibilidade de horário: parcial.

3.1.2 Duração do contrato: variável (por produto)

3.2 Formação: Nutrição (Código do cargo: NUT1)

3.2.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrados, de conclusão de curso de


graduação em Nutrição, fornecidos por instituição de ensino superior
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);

• Desejável curso de pós-graduação na área Ciência da Saúde e/ou áreas afins,


em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação
(MEC);

• Registro no CRN;
• Desejável experiência em projetos na área de Elaboração de Cardápios
Escolares e/ou em projetos acadêmicos;

• Desejável experiência em ministrar cursos de formação, preferencialmente na


área Elaboração de Cardápios Escolares;

• Disponibilidade para viagens;

• Disponibilidade de horário: integral.

3.2.2 Duração do contrato: 12 meses.

3.3 Formação: Nutrição (Código do cargo: NUT2)

3.3.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrados, de conclusão de curso de


graduação em Nutrição, fornecidos por instituição de ensino superior
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);

• Desejável curso de pós-graduação na área Ciência da saúde e/ou áreas afins,


em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação
(MEC);

• Registro no CRN;

• Desejável experiência em projetos na área de pesquisa de preços e compras


de produtos para Alimentação Escolar e/ou em projetos acadêmicos;

• Desejável experiência em ministrar cursos de formação, preferencialmente na


área pesquisa de preços e compras de matérias–primas e produtos para
Alimentação Escolar;

• Disponibilidade para viagens;Disponibilidade de horário: integral.

3.3.2 Duração do contrato: 12 meses.

3.4 Formação: Nutrição (Código do cargo: NUT3)

3.4.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrado, de conclusão de curso de


graduação em Nutrição, fornecido por instituição de ensino superior
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
• Desejável curso de pós-graduação na área Ciência da Saúde e/ou áreas afins,
em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação
(MEC);

• Registro no CRN;

• Desejável experiência em projetos na área de Políticas Públicas de


Alimentação Escolar e/ou em projetos acadêmicos;

• Desejável experiência em monitoramento de Programas Institucionais,


preferencialmente na área Políticas Públicas de Alimentação Escolar;

• Disponibilidade para viagens;Disponibilidade de horário: integral.

3.4.2 Duração do contrato: 12 meses.

3.5 Formação: Gastronomia (Código do cargo: GAS)

3.5.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrados, de conclusão de curso


superior de Gastronomia ou Hotelaria, em instituição de ensino reconhecida
pelo Ministério da Educação;

• Desejável experiência em Utilização de produtos e elaboração de Receitas


Regionais, e/ou elaboração de cardápios Alimentação Escolar, e/ou em
projetos acadêmicos;

• Desejável experiência em ministrar cursos de formação;

• Disponibilidade para viagens;

• Disponibilidade de horário: integral.

3.5.2 Duração do contrato: 12 meses.

3.6 Formação: Antropologia (Código do cargo: ANT1)

3.6.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrados, de conclusão de curso em


Antropologia ou Ciências Sociais, em instituição de ensino reconhecida pelo
Ministério da Educação;

• Desejável experiência em projetos de Hábitos e Culturas Alimentares


Regionais e/ou em projetos acadêmicos;
• Desejável experiência em ministrar cursos de formação;

• Disponibilidade para viagens;

• Disponibilidade de horário: integral. Duração: 12 meses.

3.6.2 Duração do contrato: 12 meses.

3.7 Formação: Antropologia (Código do cargo: ANT2)

3.7.1 Requisitos:

• Diploma ou declaração, devidamente registrados, de conclusão de curso em


Antropologia ou Ciências Sociais, em instituição de ensino reconhecida pelo
Ministério da Educação;

• Desejável experiência em projetos de Pesquisa em Campo de População


Quilombola e Indígena e/ou em projetos acadêmicos;

• Desejável experiência em ministrar cursos de formação;

• Disponibilidade para viagens;

• Disponibilidade de horário: integral.

3.7.2 Duração do contrato: 12 meses.

4 Das inscrições:

As inscrições deverão ser efetuadas através do preenchimento de formulário, disponível ao


candidato na página www.cet.unb.br , que deve ser enviado juntamente com o currículo,
impreterivelmente até 23h59 do dia 17/09/2010, somente para o endereço eletrônico:
gastronomia.cet@gmail.com. Na descrição “assunto” da mensagem, no cabeçalho do e-mail,
deverá ser escrito “Chamada Pública n° 001/2010 – Perfil: (indicar perfil de interesse)”. Currículos
enviados após o prazo estipulado não serão aceitos.

No ato da contratação o candidato deverá apresentar:


o 1 (uma) via do currículo (preferencialmente no formato
Lattes), e uma cópia dos documentos comprobatórios, acompanhados dos
originais para conferência
 Os documentos considerados comprobatórios de
experiência profissional são: registro da experiência na carteira de trabalho,
contrato de trabalho ou declaração original da contratante;
 Os documentos considerados comprobatórios dos
cursos realizados e formação acadêmica são: certificado, declaração da
instituição e diploma;
 Os documentos considerados comprobatórios das
publicações realizadas são: cópia devidamente identificada da capa ou da
primeira página ou da ficha catalográfica da publicação.

o Cópia dos documentos pessoais(identidade, CPF, comprovante


de residência, título de eleitor e PIS), acompanhados dos originais para
conferência.

5 Do Processo Seletivo:

5.5 Fases:

As fases do processo seletivo encontram-se descritas conforme quadro abaixo:

Fases Caráter

1ª.Fase Eliminatório e Classificatório

2ª.Fase Eliminatório e Classificatório

5.5.1 1ª. Fase: Análise dos currículos

Na primeira fase do presente edital será efetuada a análise curricular do candidato,


considerando os requisitos de experiência e de titulação exigida pelo cargo.

5.5.2 2ª. Fase: Redação e Entrevista:

A participação na segunda fase está condicionada a aprovação do currículo pela comissão


examinadora (1ª. Fase) e serão chamados para participar desta fase somente os 3 primeiros
colocados em cada cargo. A data e horário da segunda fase serão agendados após a divulgação
dos pré-selecionados.
A redação e entrevista poderão ser realizadas em datas diferentes ou no mesmo dia, e serão
gravadas.

6 Da classificação dos candidatos:

A nota final será resultante da soma algébrica das notas relativas à análise curricular, redação
e entrevista.

6.1 Dos critérios a serem analisados:

• Currículos:
Diplomas, cursos e estágios na área de atuação, publicações técnicas na
área do cargo pretendido e exercício da atividade profissional.

• Redação:

O candidato deverá elaborar em 2 (duas) horas redação composta de 30 a


35 linhas, com temas relacionados à área do cargo pretendido. Serão avaliados:
linguagem, ortografia, raciocínio, capacidade de organizar os pensamentos,
argumentação sobre o tema e objetividade.

• Entrevista:

O objetivo é identificar aspectos mais marcantes do perfil do candidato,


descritos no currículo, além dos principais conhecimentos e expectativas do
candidato em relação ao cargo pretendido.

6.2 Dos critérios de desempate:

Em casos de empate de pontuação, serão utilizados como critérios de desempate:


• A nota da redação;

• A nota da análise curricular;

• Tempo de experiência na área do cargo pretendido;

• Titulação;

• A data de inscrição, tendo preferência o candidato que fizer a inscrição


primeiro.

7 Da formação de cadastro reserva:

Os candidatos não selecionados para as vagas que serão disponibilizadas, mas que forem
considerados aptos na seleção, irão compor o cadastro reserva para futuros contatos, se
eventualmente sejam necessárias novas contratações.

8 Da validade do processo seletivo:

O presente processo seletivo será válido por 1 (um) ano.

9 Da banca avaliadora e casos omissos


A banca examinadora será composta por colaboradores vinculados ao FNDE e CET/UnB,
cabendo a ela a decisão sobre casos omissos neste processo seletivo.

10 Informações Gerais:
As informações referentes ao processo seletivo serão divulgadas nos endereços eletrônicos do
CET (http://www.cet.unb.br). Para informações adicionais contatar o Centro de Excelência em
Turismo da Universidade de Brasília, em horário comercial, por meio do telefone (61) 3107-5987
(Tratar com Prof. Klecius Renato Silveira Celestino).

Prof. Klecius Renato Silveira Celestino

Coordenação de Gestão