Você está na página 1de 31
emerroras lit ESTAO 94 0 alem&o Fritz Haber recebeu o Prémio Nobel de de 1918 pelo desenvolvimento de um process, intese da aménia (NH,). Em seu discurs Haber justificou a importancia do feitg quimica vidvel para 2 S| de premiagao, dizendo que: *Desde a metade do século passado, tornau-ge conhecido que um suprimento de nitrogénio & um, necessidade basica para o aumento das safras dg alimentos; entretanto, também se sabia que as plantas nao podem absorver o nitrogénio em sua forma simples que é 0 principal constituinte da atmosfera. Elas precisa que 0 nitrogénio seja combinado [...] para poderer, assimila-lo. Economias agricolas basicarnente mantém o balay do nitrogénio ligado. No entanto, com © advento da erg industrial, os produtos do solo sao levados de onde creseg ‘a colheita para lugares distantes, onde s40 consumidos, fazendo com que a nitrogénio ligado nao retorne 4 terra da qual foi retirado. Isso tem gerado a necessidade econdmica mundial de abastecer 0 solo com nitrogénio ligado. [...] Ademandg por nitrogénia, tal como a do carvao, indica quao diferente nosso modo de vida se tornou com relagao ao das pessoas que, com seus préprios corpos, fertilizam 0 solo que cultivam. Desde a metade do Ultima século, nds vinhamos aproveitando o suprimento de nitrogénio do salitre que a natureza tinha depositado nos desertos montanhosos do Chile. Comparando o rapido crescimento da demands com a extensdo calculada desses depdsitos, fou claro que em meados do século atual uma emergénaé serissima seria inevitavel, a menos que a quintt | encontrasse uma saida.” HABER. F. The Synthesis of Ammonia fram me Disponivel em wirw:nobelprze org, Acessa em: 13 jt 2013 ( De acordo com os argumentos de Haber, qual fender teria provocado 0 desequilibrio no “balango do ni ligado"? @ O esgotamento das reservas de salitre no Chile. @ O aumento da exploragdo de carvao vegetal ec rom, | __ mineral, @ A redugao da fertilidade do solo nas eco agricolas. yet © A intensificagao no fluxo de pessoas do campo as cidades. is @ A necessidade das plantas de absorverem sal nitrogénio disponiveis no solo. a EST! 95. ‘co mane)o adequado do solo possibiita a many do sua foridade & media que a= OCIS de nutrieniog fe teria GI. agua, solo © 0 ar 880 mantidas nie mar a predupto. AIgUMaS ésPécios Wnicas de para gar Tgo tbxicas, N&O 80 para a planta, mas para auming Tparismos com a8 bactérias responsaveis mules Taarmagaes no ciclo do nitrogénio. © alyminio ae ‘as membranas das células das ralZes e restringe danffgreao do 3U85 paredes, OM i880, a planta nag a exper equacamente. Para promaver beneficios para res eao agile 6 recomendada a Femedlacde do solo : jcario (CaCO). Wi ELAR. mented he © prope ess So sco, otaAege: Backes 2013 nasi sea vemesecao promove no soto ofa) .diminuigéo do pH, deixando-o fértil. © sotubiizacao do aluminio, ocorrende sua tixiviagaio pela chuva. @ interagando fon calcio com o jon aluminio, produzinda ‘uma liga metaiica. @ reagdo do carbonate de calcio com os fans aluminio, formando aluminio metalico. @ aumento da sua alcalinidade, tornando os Tone’ inlo menos disponivels. QuesTAogs Visando a melhoria estética de um veiculo, o vendedor de uma loja sugere ao consumidor que ele troque as rodas de seu automdvel de aro 15 polegadas para aro 17 polegadas, o que corresponde a um didmetro maior do conjunto roda e pneu. Duas consequéncias provocadas por essa troca de aro so: D Elevar a posigio do centro de massa do veiculo lornando-o mais instavel e aumentar a velocidade do aulomivel em relaco a indicada no velocimetro. oO aie 2 posi¢éo do centre de massa do veiculo a rae mais instavel e diminuir a velocidade do Pa &m relagao a indicada no velocimetro. it res 0 do centro de massa do veiculo mais estével e aumentar a velocidade do deter 2 'aga0 4 indicada no velocimetro. tomnando-o mae do centro de massa do veiculo ‘lon a estavel e diminuir @ velocidade do vel 'relacao Aindicada no Velocimetro, temando-g ni do centro de: massa do veiculo automével an el € diminuit a velocidade do As células e og g F98nismos prow, para permanecei OS Precisay Frome neeerem vivos wee TCE eazar Oriunda da oxidagae gene Fealizagan a ®™: A ene Sarbono, por meio de pel bustiveis, gestae trabainog Giferentes formas da energia P2225 de inten 2 80 Combustiveis Feduzidos ¢ fs H,0 NELSON, ©. L: COXA. M. Linger pines Nesse ciclo, a formagao di Guan . 8 formagao de combustiveis esta v conversao de energia ‘aes ® térmica em cinética © quimica em térmica. ® eletroquimica em calor. © _cinsti eletromagnéti © eciet quimi QUESTAO 98 O petréleo @ uma fonte de energia de baixo custo @ de larga utilizagao como matéria-prima para uma grande variedade de produtos. E um éleo formado de varias substancias de origem organica, em sua maioria hidrocarbonetos de diferentes massas molares. ‘S80 utilizadas técnicas de separagdo para oblengao dos componentes comercializaveis do petrdleo. Além disso, para aumentar a quantidade de fragdes comercializaveis, olimizando 0 produto de origem fossil, utiliza-se © processo de craqueamento. O que ocorre nesse processo? © Transformagao das fragdes do petréieo em ‘outras moléculas menores. © Reacdo de Oxido-redugao cor elétrons entre as moléculas. 0 uta ® Solubilizacao das fragées do petroleo com a de diferentes solventes. massa tes ® Decantagiio das moléculas com aiferen Molares pelo uso de contrituga8.__— 55 a ‘Separagao dos entes compare pullga0- £m fungaa de suas temperatures d° Tae an cademe 6! mm transferencia