Você está na página 1de 37

Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Curso de Enfermagem

Anatomia Humana
Profª Dra. Katia Motta - katiamootta@hotmail.com

Sistema genital masculino

Conhecimentos sobre:
- Órgãos genitais internos masculinos e
órgãos genitais externos masculinos,
uretra masculina, importância clínica
Referências

2
Conceito

Conjunto de órgãos masculinos responsáveis:


• - Produção dos espermatozoides,
 - Transporte dos gametas,
 - Implantação dos mesmos no organismo da mulher
através do ato sexual.
 - Libido

1) Responsáveis pela propagação da espécie


 2) Produzir e secretar hormônios sexuais
Classificação das estruturas

• Órgãos sexuais primários – gônadas (testículos no


homem)
– Função – produção de gametas (ou espermatozoides no homem)
Produção e secreção de hormônios sexuais (andrógenos)

• Órgãos sexuais secundários - estruturas essenciais


para o transporte do espermatozoide e formação do
sêmen
Epidídimos
Ductos deferentes
ductos que transportam os espermatozoides
Ductos ejaculatórios
Uretra
Glândulas seminais
Próstata glândulas genitais acessórias
glândulas bulbouretrais
Pênis – órgão da cópula (tecido erétil)
Escroto - bolsa de pele que in- clui e protege os testículos
Classificação das estruturas

• Caracteres sexuais secundários - não são essenciais para o processo


da reprodução mas, geralmente, são considerados atrativos sexuais

- Físico
- Pelos do corpo
- Tom de voz
Classificação das estruturas
Classificação das estruturas
Divisão topográfica
 Órgãos externos
 Escroto
 Pênis

 Órgãos internos
 Testículo
 Epidídimo
 Ducto deferente
 Vesículas seminais
 Glândulas bulbouretrais Glândulas anexas
 Próstata
Períneo
O períneo é a porção específica da região pélvica que contém os genitais externos e
o óstio anal

Períneo masculino Períneo feminino

O períneo é uma região em forma de losango situada entre a sínfise púbica e o cóccix É dividido
em um trígono urogenital, anterior e um trígono anal, posterior. No períneo masculino, o pênis e
o escroto estão situados na porção anterior do trígono urogenital e o ânus está localizado no
interior da porção posterior do trígono anal.
Escroto

Conceito: órgão semelhante a uma bolsa, está suspenso imediatamente atrás da


base do pênis, separada (internamente) em dois compartimentos pelo septo do
escroto

Funções:
- Sustentar e proteger os testículos
- Controlar suas posições relativas na região pélvica do corpo (controle da
temperatura)

A temperatura dos testículos se mantém aproximadamente


em 35°C, ou aproximadamente 1,5°C abaixo da temperatura
normal do corpo, através da contração ou relaxamento dos
músculos escrotais (dartes e cremaster)

Temperatura a ótima para a produção e


armazenamento de espermatozóides.
Escroto
Septo do escroto - coloca cada testículo em compartimentos separados de maneira que a
infecção de um lado, geralmente, não afete o outro lado.
Rafe do períneo - local do septo do escroto visível na superfície do escroto ao longo de
um sulco longitudinal mediano
Testículos
Conceito: Gônada masculina de número par, cor
esbranquiçada e formato ovoide, localizados dentro
do escroto.

✓Polo superior
✓Polo inferior
2,5 cm ✓Margem anterior
✓Margem posterior
4 cm
✓Face medial
10 a 14g ✓Face lateral
Funções dos testículos

• Formação dos espermatozoides


(espermatogênese) nos túbulos
seminíferos contorcidos
• O esquerdo está em geral, em um
nível inferior ao direito, com cerca
de 5 cm de comprimento, 3 cm de
largura e 2 cm de espessura
Testosterona

Principal andrógeno secretado pelos testículos adultos

• Desenvolvimento e crescimento dos órgãos genitais masculinos


•Na puberdade estimula:
-Acúmulo de proteína no músculo ( mais massa e firmeza)
-Crescimento ósseo (autolimitante)
-Maturação dos espermatozoides
-Alargamento da cartilagem tireoide
- Desenvolvimento da laringe (tom mais grave da voz)
-Padrão de comportamento agressivo
-Presença de pelos no corpo
-Síntese de hemoglobina
Testículos - envoltórios

✓Túnica vaginal
3 1. Lâmina visceral
2. Lâmina parietal

3. Túnica dartos
M. dartos*

1
Testículos – estrutura interna

1. Septo do testículo

2. Lóbulos do testículo
1

3 3. Mediastino do testículo

2
Testículos – estrutura interna

1. Túbulos seminíferos contorcidos


2
2. Ducto deferente
1
Descenso do testículo

✓3 Meses ✓6 - 8 Meses ✓Recém nascido

Criptorquidismo: quando os testículos não descem - ocorre em


aprox. 3% dos meninos e deve ser tratado até os 5 anos para
reduzir a probabilidade de infertilidade
Epidídimo

Conceito: órgão alongado e enovelado em forma de C, situado


acima e posteriormente ao testículo.

Funções: 1

•Armazenamento e maturação final de


espermatozoides 2

1. Cabeça
2. Corpo
3. Cauda
3
Ducto deferente
Conceito: tubo muscular contínuo a cauda do epidídimo. Tema
aproximadamente 45 cm de comprimento e 2,5 mm de espessura

Funções: Via de transporte dos


espermatozoides.
Conduz espermatozoides do epidídimo 2

para o ducto ejaculatório.

1. Parte escrotal

2. Parte funicular 1
Funículo espermático
A maior parte do ducto deferente está localizada no interior de uma estrutura
conhecida como funículo espermático

O funículo espermático se estende do


testículo ao canal inguinal e consiste em:

✓Ducto deferente
✓Artéria testicular
✓Plexo venoso
✓Nervos
✓Músculo cremaster
✓Vasos linfáticos
✓Tecido conjuntivo
Vasectomia

• Método de esterilização

•Com anestesia local

• Uma porção de cada ducto é retirado

•Reversível em 45-60% dos casos

•Não tem efeito sobre desejo e

desempenho sexual
Vesículas seminais
Conceito: Também chamadas de glândulas seminais, par de glândulas com 5 cm de
comprimento, localizadas na base posterior da bexiga, na frente do reto
Funções: Produção de líquido seminal - alcalino viscoso
Contribui para 60% da constituição do sêmen
Fornece nutrientes, inclusive frutose, para a produção de ATP para os espermatozoides
Contribui para a mobilidade e viabilidade dos espermatozoides
Auxilia na coagulação do sêmen após ejaculado

Bexiga

5 cm

Próstata
Próstata
Conceito: órgão ímpar, mediano, com formato piramidal, associado ao colo da bexiga.
Tem aproximadamente 4 cm de largura e 3 cm de espessura.
Funções:
•Produção de líquido seminal – alcalino leitoso
• 40% do sêmen
• Odor característico do sêmen
•Fornece nutrientes para a produção de ATP
para os espermatozoides
• Neutraliza a acidez do trato genital feminino
•Auxilia na coagulação do sêmen após ejaculado
•Subsequentemente dissolve o coágulo

Obs: os espermatozoides são responsáveis por menos de 1% do sêmen


Próstata

* Circunda a parte superior da uretra

Base

Ápice
Glândulas bulbouretrais

Conceito: par de glândulas em formato de


ervilha, com 1 cm de diâmetro, localizados
na parte membranácea da uretra, logo
abaixo da próstata
Funções:
• Secreção de fluído alcalino
• Neutraliza o ambiente ácido da uretra
•Secreção muco lubrificante para o
revestimento interno da uretra e
extremidade do pênis durante ato sexual –
preparação para o coito
Uretra

Conceito: órgão genital masculino que


serve como um tubo comum para os
sistemas urinário e genital.

A uretra masculina tem aproximadamente


20 cm de comprimento, em forma de S
por causa da forma do pênis.
1
3 2
1 – Parte prostática
2 – Parte membranácea
3 –Parte esponjosa
Sêmen

• Mistura de espermatozoides e secreção das glândulas acessórias

•Volume médio de 2,5 a 5 ml

•Quantidade de espermatozoide de
50 a 150 milhões 1

•Abaixo de 20 milhões considerado estéril 2

• Proporciona nutriente e meio de 3


transporte para espermatozoides

1. Vesícula seminal
2. Próstata
3. Gl. Bulbouretral
Pênis

Conceito: órgão formado por tecidos eréteis responsável pela cópula

Raiz
Corpo

Glande
3
Pênis

2
2 1. Corpo esponjoso

2. Corpos cavernosos Corpo do pênis


1

3. Glande do pênis

4. Bulbo do pênis
4 Raiz do pênis
5 5
5. Ramos do pênis
Corpo do pênis
O corpo do pênis é composto de três colunas cilíndricas de tecido erétil. O par de
massas posicionado dorsalmente chamam-se corpos cavernosos do pênis. O corpo
esponjoso do pênis é ventral aos outros dois e envolve a uretra esponjosa.
1. Corpo cavernoso 2. Corpo esponjoso

1 1
2

1
1

2
Glande e prepúcio

2 1
1. Prepúcio do pênis
2. Frênulo do prepúcio

1
Fimose
Na fimose o prepúcio que é muito apertado, não permitindo a retração,
necessita de circuncisão.

Fimose

Circuncisão
Ureter

Ducto deferente

Ducto deferente
Bexiga urinária
Vesícula seminal

Próstata

Parte membranácea da uretra

Raiz do Bulbo
pênis
Ramos

Corpo esponjoso
Corpo do
pênis Corpos cavernosos

Glande do pênis
Ereção e ejaculação

A ereção do pênis resulta de estímulos parassimpáticos que causam


vasodilatação das arteríolas no interior do pênis e uma diminuição da drenagem
venosa. A ejaculação é estimulada por impulsos simpáticos, que resultam na
expulsão forçada do sêmen a partir do pênis