Você está na página 1de 37

1.

Introdução
Geometria Descritiva
Geometria Descritiva
Programa

 1. Introdução
 2. Projeções
 2.1 Sistemas de projeção plana
 2.2 Propriedades das projeções conicas e
cilíndricas
 2.3 Métodos de representação plana
Geometria Descritiva
Programa
 3. Método da dupla projeção ortogonal
(Método de Monge)
 3.1 Nomenclatura e convenções
 3.2 Representação do ponto
 3.3 Representação da reta
 3.4 Representação do plano
 3.5 Posições relativas
 3.5.1 Paralelismo
 3.5.2 Perpendicularidade
 3.6 Interseção de retas e planos
 3.7 Métodos auxiliares (descritivos)
Geometria Descritiva
Programa

 4. Estudo das superfícies e dos sólidos


geométricos
 4.1 Classificação das superfícies e dos sólidos
geométricos
 4.2 Representação das superfícies geométricas
utilizando o método da dupla projeção ortogonal
 4.3 Seções planas de superfícies e sólidos
 4.4 Interseção de rectas com sólidos
 4.5 Sombras de sólidos geométricos
Geometria Descritiva: Programa
1. Introdução

2. Projeções
2.1. Sistemas de projeção plana
2.2. Propriedades das projeções conicas e cilíndricas
2.3. Métodos de representação plana

3. Método da dupla projeção ortogonal (Método de Monge)


3.1. Nomenclatura e convenções
3.2. Representação do ponto
3.3. Representação da reta
3.4. Representação do plano
3.5. Posições relativas
3.6. Intersecção de retas e planos

4. Estudo das superfícies e dos sólidos geométricos


4.1. Classificação das superfícies e dos sólidos geométricos
4.2. Representação das superfícies geométricas utilizando o método de Monge
4.3. Seções planas de superfícies e sólidos
Geometria Descritiva
 Ciência que estuda os métodos de
representação rigorosa de figuras
tridimensionais num plano

 Permite resolver no plano problemas de


geometria em que se consideram três
dimensões
Resumo Histórico
 Euclides (300 a.C.): algumas regras da
perspectiva
 Marcos Vitrúvio Polião Arquiteto Romano (viveu
no século I a.C.): Cortes horizontais e verticais
de edifícios, "De Architectura"
 Leonardo da Vinci (XV): estudos para a
representação plana de objetos tridimensionais
 Gaspard Monge (XVIII): Geometria Descritiva
Mapa de
Superfícies Sólidas:
Superfícies Sólidas
Relevo superfície
inclinada
2. Projeções
Geometria Descritiva
Sistemas de projeção
 Uma projeção fica definida pelos seguintes
elementos:

 Superfície de projeção
 Superfície, normalmente plana (sistema de projeção plana),
onde se forma a imagem (projeção) da figura do espaço.

 Origem de projeção
 ponto do espaço, exterior à superfície de projeção, onde
concorrem todas as linhas projetantes.

 Linha projetante
 reta que, passando pela origem de projeção e por um ponto
da figura do espaço, intersepta a superfície de projeção
segundo um ponto, que é a imagem do referido ponto da
figura.
Projeção
O (Origem da projeção)

A C Pontos objeto

B
Linha projetante

Projeção de A sobre o plano a

A1 C1

B1
a Superfície de projeção
Tipos de projeção
 Projeção central ou cônica
 A origem de projeção está situada a uma
distância finita
 As retas projetantes são concorrentes

 Projeção paralela ou cilíndrica


 A origem de projeção está situada a uma
distância infinita
 As linhas projetantes são paralelas
Tipos de projeção
Projeção central ou cônica
O (Origem da projeção)

A C

A1 C1

B1
a
Tipos de projeção
 Projeção paralela ou cilíndrica
 Oblíqua
 As linhas projetantes são oblíquas ao plano de
projeção

 Ortogonal
 As linhas projetantes são perpendiculares (ou
ortogonais) ao plano de projeção
Tipos de projeção
Projecção paralela ou cilíndrica

A C A C

B B

A1 C1
A1 C1
B1
B1

a a

Projeção paralela ou Projeção paralela ou


cilíndrica ortogonal cilíndrica oblíqua
Tipos de projeção - Propriedades
Projeção central ou cônica
 Em geral, não mantém o paralelismo de retas
 Exceção: mantém o paralelismo de retas paralelas ao plano
de projeção
 Em geral, não mantém a perpendicularidade de retas
 Exceção: mantém a perpendicularidade de retas paralelas
ao plano de projeção
 Em geral, os segmentos não são representados na sua
verdadeira grandeza
 A projeção de uma circunferência não é, geralmente uma
circunferência, mas sim uma elipse
 A projeção de uma circunferência apenas será uma
circunferência se esta for paralela ao plano de projeção.
Tipos de projeção - Propriedades
Projeção central ou cônica
Tipos de projeção - Propriedades
Projeção paralela ou cilíndrica
 Mantém o paralelismo de rectas
 Em geral, não mantém a perpendicularidade de retas
 Exceções:

 A projeção paralela ortogonal mantém a perpendicularidade quando uma


das retas for paralela ao plano de projeção
 A projeção paralela oblíqua mantém a perpendicularidade quando ambas
as retas forem paralelas ao plano de projeção
 Em geral, os segmentos não são representados na sua verdadeira grandeza
 Exceção: Um segmento paralelo ao plano de projeção é representado em
verdadeira grandeza
 A projeção de uma circunferência não é, geralmente uma circunferência, mas sim
uma elipse
 A projeção de uma circunferência apenas será uma circunferência se esta for
paralela ao plano de projeção.
Métodos de representação plana
 Num sistema de projeção plana (O,a)
 A cada ponto corresponde uma só projeção
 Mas o inverso não é verdadeiro
 A cada ponto projeção corresponde uma
infinidade de pontos pertencentes à mesma reta
projetante
 Se considerarmos uma figura tridimensional, a
projeção não define a posição, a grandeza nem a
forma do objeto.
Métodos de representação plana
 Uma projeção J
K
L
G I
mostra sentido H
D
unico do objeto F
E
(figura) projetado A C
B

A1 C1

B1
a
Métodos de representação plana
Método das projeções estereoscópicas

 Consiste em adotar dois sistemas de


projeção com um plano comum de
projeção.

 Por exemplo:
 Uma projeção conica e uma projeção cilíndrica
ortogonal (usada na Perspectiva Central, Cônica
ou Rigorosa).
Métodos de representação plana
Método das projeções estereoscópicas

O O’

A B

A’1 A1 B1 B’1

a
Métodos de representação plana
Método das projeções cotadas

 Os objetos são representados por uma só


projeção ortogonal num plano de
projeção, sendo acompanhados da
distância do ponto à sua projeção (cota).

 A cota pode ser positiva ou negativa


conforme o ponto se situa num dos semi-
planos em que o plano de projeção divide o
espaço.
Métodos de representação plana
Método das projeções cotadas

B
114

126
112

C1 (-1,5) A1(3)
B1 (2)
a

C
Métodos de representação plana
Método da dupla projeção ortogonal

 Utilizam-se simultaneamente dois sistemas


de projecção paralela ortogonal

 Se os planos de projeção escolhidos forem


perpendiculares (método mais usual) este
método é designado por método de Monge
ou geometria de Monge
Métodos de representação plana
Método da dupla projeção ortogonal

Plano frontal ou A1 – Projeção horizontal


Vertical (j0 ) j0
A2 – Projeção frontal ou
A2 y A Vertical

z
A1

Plano horizontal (n0 )


n
0
X
y – Ordenada ou Afastamento

Eixo X z – cota ou altura


Linha de terra
Métodos de representação plana
Método da múltipla projeção ortogonal

Extraído de [2]

Extraído de [2]
Métodos de representação plana
Método da múltipla projeção ortogonal

Extraído de [2] Extraído de [2]

1° Diedro:

a) Vista Principal ou Frontal


b) Vista Superior
c) Vista Lateral Esquerda
d) Vista Lateral Direita
e) Vista Posterior
f) Vista Inferior
Extraído de [2]
Métodos de representação plana
Axonometria (Axonométrico)
 O objeto a projetar é considerado solidário a
um sistema de três eixos coordenados
ortogonais;
 Faz-se a projeção desses elementos,
associados aos eixos, sobre um único plano.

Extraído de [2]
Métodos de representação plana
e Desenhos
Método de
Desenhos
representação
Método da múltipla
Desenho de vistas
projeção ortogonal
Perspectiva Anisométrica
Perspectiva Dimétrica
Perspectivas rápidas / Perspectiva Isométrica
Projeção cilíndrica
Axonometria Perspectiva Cavaleira
Perspectiva Aérea
Perspectiva Militar
Projeção conica Perspectiva rigorosa
Geometria Cotada Desenho topográfico