Você está na página 1de 2

EDITORIAL N.

º 4
Edição Quinzenal
Por Luciano

Douro, à Procura do Sonho.


Rio Douro, uma imponente massa de água, dou por mim a pensar no tamanho que os peixes deste rio
possa ter, como devem calcular, fico com a cabeça à roda…
A minha paixão pela pesca começou muito cedo, comecei a pescar com 10 anos de idade, saia da escola,
mais uns amigos, e lá íamos nós, na altura íamos pescar num afluente do Douro, o rio Uima, fica a cerca
de 500 metros da escola, onde pescava uns peixes pequenos, cortava uma estaca, um bocado de fio, uma
bóia, um anzol, e lá estávamos nós a pescar, bogas, escalos, bordalos, enguias, tabarecos, e de vez em
quando umas trutas.
Com cerca de 15 anos, comecei a acompanhar o meu pai para o rio Douro, grandes pescarias ai fiz aos
barbos, os isco mais utilizados eram a minhoca, o coco, e o bicho do areio, não sei se conhecem, aquilo
era tiro e queda, nunca mais encontrei um isco igual, que espectáculo, uns anos depois, nasce a
barragem de Lever, acabou uma era de pesca, nascia outra ainda melhor.
Com o meu crescimento como pescador e como homem, começou a nascer em mim o desejo de tentar
conhecer outras técnicas de pesca, mais sofisticadas, canas de todo o tipo e tamanho, técnicas como a
Francesa, Inglesa, Bolonhesa, começaram a ser praticamente obrigatórias para quem quis acompanhar
o crescimento da barragem.
Foi ai que comecei a ter o meu primeiro contacto com as Carpas, peixe que desde o início me fascinou,
tanta pujança num peixe que mesmo pequeno, consegue puxar até ao limite da resistência…
As minhas primeiras Carpas, eram pequenas, 200 ou 300 gramas, desde logo, a sua beleza, a sua cor me
fascinaram, com o passar dos anos, as Carpas começaram a ser mais raras, mas maiores, muito maiores,
ás vezes eram visíveis encostadas nas ervas, ou nos paus, meu deus, que grandes bichos, pinheiros
autênticos, nem sabia se eram mesmo Carpas, tal o tamanho.
Como tirar estes autênticos monstros, pensava eu?
Carpfishing, era esta a resposta, ai estava o nascimento do meu sonho, tendo conhecimento que as
Carpas cá estão, não posso deixar de sonhar que um dia vou pescar uma daquelas Carpas que me enche
o imaginário e consome muitas horas de pesca, um dia cá estarei no nosso querido Clube dos Carpistas
para mostrar, como a pesquei, com a técnica usada, engodagem utilizada, isco, etc.
Tenho aprendido imenso aqui, um dia ela aparecerá, até porque já a tive na ponta da cana…Por isso
chamo de sonho, senti durante pouco tempo a pujança de uma destas maravilhosas Carpas do Douro…

Abraço

Fotos do Mês

As opiniões, notas e comentários são da exclusiva


responsabilidade dos autores e das entidades que
produziram os dados. Nos termos da lei, está proibida
a reprodução ou a utilização, por qualquer meio dos
textos, fotografias e ilustrações constantes desta
publicação, salvo autorização por escrito dos w w w. c l u b e d o s c a r p i s t a s . l i v r e f o r u m . c o m
Administradores do Fórum.
Esta publicação é propriedade de
clubedoscarpistas.livreforum.com.
Galeria de fotos

w w w . c l u b e d o s c a r p i s t a s . l i v r e f o r u m . c o m
As opiniões, notas e comentários são da exclusiva responsabilidade dos autores e das entidades que produziram os dados. Nos termos da lei, está proibida a reprodução ou a utilização, por qualquer meio dos textos,
fotografias e ilustrações constantes desta publicação, salvo autorização por escrito dos Administradores do Fórum. Esta publicação é propriedade de clubedoscarpistas.livreforum.com .

Interesses relacionados