Você está na página 1de 9

O Deus que se relacione com a criação

Lição 1-------------------------------------------------- Deus, que se relaciona;

Lição 2-----------------------------------------------Homem;

Lição 3-----------------------------------------------Pecado;

Lição 4---------------------------------------------------Jesus;

Lição 5-----------------------------------------------Relacionamento individual;

Lição 6-----------------------------------------------Relacionamento com o pró ximo;

Lição 7-----------------------------------------------Promessa de salvaçã o;

Lição 8-----------------------------------------------O céu, convivência eterna com Deus;

Lição 9-----------------------------------------------DEUS, JESUS, ESPÍRITO SANTO, a trindade na


salvaçã o.
1. Deus, que se relaciona.
(Atos 17.19-30)

Esta revista tem como objetivo de trazer ao nosso entendimento que Deus apesar de ser tã o Poderoso,
Criador de todas as coisas e todos os seus atributos que Ele possui, é um Deus que se relaciona com sua
criaçã o e nos dar o privilégio de desfrutar de sua companhia.

1. Deus(v.19-30)
Paulo em sua segunda viagem missioná ria vai à Atenas, cidade grega de um povo muito apegado á
religiã o, e por isso tinha muito medo dos castigos dos deuses, eles adoravam vá rias divindades.
Paulo encontra um altar vazio, que se referia da seguinte maneira: “AO DEUS DESCONHECIDO”,
Deus embora crido por muitos ainda é desconhecido pela grande maioria, é esse Deus Desconhecido
que o apó stolo Paulo revelou para aqueles filó sofos e sacerdotes atenienses, o ú nico Deus
verdadeiro, o Deus da Bíblia.

Deus Criador(v.24-27)
A apresentaçã o de Paulo se dar em mostrar em que Deus, sendo quem é, nã o se limita a reagir
apenas diante das açõ es humanas, Ele em sua eternidade criou todas as coisas ( GN.1/2) apenas
pelo poder de sua palavra, pelo seu poder tudo todas as coisas foram feitas pela a sua vontade.
Isso é o que faz dele Deus, um ser supremo, acima de todos e todas as coisas.

Deus Sustentador(v.28)
Deus nã o é apenas criador mas também sustentador, é em Deus que e por Deus que tudo subsiste,
é Ele quem dar ordens aos mares e seus limites, quem cuida dos pá ssaros e da natureza, quem
manda chuva para o tempo oportuno da colheita, já imaginou porque os astros do céu nã o caem?
Porque o sol aparece todos os dias no mesmo horá rio e se põ e? Porque a lua nã o falha em suas
estaçõ es? De como a vida vem a existir em circunstancia tã o caó ticas?
Tudo foi feito por Ele e por meio Dele sem Ele nado que foi feito se faria ( João 1.1-5 ).

Digno de Adoração(v.25)

Por ser quem é, DEUS Ú NICO E VERDADEIRO, a Bíblia traz a revelaçã o como devemos adora-lo, com
sinceridade e toda devoçã o, somente DEUS é digno de louvor e adoraçã o, só podendo ser agradado á
sua pró pria maneira.

Conclusão:

O Deus bíblico é por muitos temido, adorado, até “servido”, porém pouco conhecido, para
encerrarmos trago um desafio para nó s, de buscarmos na bíblia, o meio mais seguro, conhecer Deus, o
Todo Poderoso; Criador; Sustentador; Glorioso; Misericordioso; Bondoso; Justo e encontraremos
muito mais sobre Ele. (romanos 11.33-36).

2. O homem
(GN 1.26/ AT 17.28)

O homem é a coroa da criaçã o de Deus, foi feito de forma especial toda as coisas criada foram feita
pelo Haja de Deus, mas o homem, a bíblia dar entender que teve um zelo especial, é como se Deus
parasse tudo e fosse fazer com suas pró prias mã os, com cuidando de detalhes. Se procurarmos a
complexidade do corpo humano jamais seria cogitado em nossa mente que nascemos do acaso.

proposito e proposito
Depois de ler alguns artigos teoló gicos e é claro a principal fonte de conhecimento que é a Bíblia
descobrimos que o proposito de Deus com o homem é relacionamento, e por isso que Ele cria um
ser que tivesse sua imagem e semelhança.
A motivaçã o é obvia, é o amor, somos um ser com capacidade de refletir com o criador, que lhe dar
liberdade para responde-lo também em amor.

Criação

O homem é criado do pó da terra, os especialista dizem que todas as substancia encontrada no


corpo humano também se encontra na terra, somos seres abaixo apenas de Deus mas em
comparaçã o as demais coisas criadas somos a coroa[SL 8.3-8]

Atributos

Deus tem atributos comunicá veis e incomunicá veis.


Incomunicá veis: onipotência, onisciência, onipresença, infinitude, imutabilidade, esses só Deus tem
e mais ninguém, os nú meros e o universo ao contrario do que aprendemos na escola eles tem fim, só
nã o conhecemos o final.
Comunicá veis sã o atributos que Deus compartilhou conosco na criaçã o, como: capacidade para
decidir; escolher; refletir entre outros.
Entã o Deus de um modo tã o maravilhoso, nos dotou de seus tributos comunicá veis para que
pudéssemos responde-los e assim estabelecer um relacionamento com a humanidade.

Conclusão
Deus em sua eternidade criou a humanidade, com muito amor e privilégios, o seu maior desejo era
criar um “eu” para que tivesse um “tu” e assim ter um relacionamento com sua criaçã o, podendo
traze-lo o mais pró ximo de si e agora podemos de volta ter um ao outro através de Jesus, o Deus
que se fez homem

3.Pecado
(Isaías 59.2; Romanos 3.10-18; Efésios 2.1-3)

A origem do pecado

O primeiro registro de pecado que nó s temos na bíblia foi quando Lú cifer (anjo de luz) em sua
soberba quis usurpar o trono de Deus e receber a gloria de Deus. E assim convenceu uma terça
parte dos anjos a segui-lo e se rebelaram contra Deus, tendo como consequência o inferno, o
segundo registro bíblico é quando Adã o e Eva desobedecem a Deus no jardim localizado na regiã o
do Edem.

O que é pecado?

Pelo dicioná rio, pecado é: Desobediência a qualquer norma ou preceito; falta; açã o má ; erro.
Trazendo para contexto bíblico pecado é tudo transgredi a lei de Deus.
É uma açã o contraria a Deus e suas normas. Segundo a bíblia todos somos pecadores (RM 3.10-18),
transgressores, desde do ventre de nossa mãe, (sl. 51:5) uma criança é um pecador tanto quanto um
adulto mesmo nã o tendo total consciência total de suas açõ es e consequência, mas ela consegue
mentir e influenciar os pais a fazer suas vontade (famosa manhã ).

Quais as consequências do pecado?


Em efésios 2:1-3 nos mostrar como ficou nossa condiçã o diante de Deus por conta de nossos
pecados, morto, o salario do pecado é a morte (RM 6.23a). Escravos do inimigo de nossa alma,
Lú cifer que agora chamado diabo (adversá rio) e merecedores da ira de Deus. Em Isaias 59.1-2 diz
que o pecado fez separaçã o entre nó s e nosso Deus, no jardim quando a humanidade caem em
pecado, desobedecendo o conselho de Deus, eles foram expulsos e logo experimentaram o quã o
terrível era viver sem a companhia do antes amigo agora inimigo.

Inimigo de Deus?

É assim que somos quando desobedecemos a lei, logo um bandido nã o é amigo de um Juiz Justo.

Conclusão

Deus sendo tã o grandioso, nos fez, em seu infinita bondade e com amor cuidou para que nã o nos
faltasse nada e pra que nã o viéssemos a sofremos, porém nó s pecamos contra Ele, de inicio com
Adã o mas, se fosse nó s em seu lugar faríamos o mesmo, a principal consequência do pecado foi
perder a comunhã o eternamente com Deus.

4. Jesus
( Joã o 1.1-5,9,10,14)
Jesus é o filho de Deus, a segunda pessoa da trindade, esteve na criaçã o junto
com o Pai e o Espirito Santo. Como homem dividiu a historia e mudou
completamente a vida de todo o planeta, e porque nã o dizer do universo, é
motivo ainda de muita divisã o entre os filó sofos, cientistas, historiadores e
religiosos.

Vamos ver um pouco desse Deus que se fez homem.


Segundo o relato de Joã o Jesus é Deus encarnado, ou seja, Deus se fez homem e
esteve como homem aqui na terra, com necessidades de uma pessoa comum,
mas tinha também sua natureza divina.
A bíblia é bem clara sobre isso em Joã o cap.1 verc.1. Toda a bíblia fala de Jesus,
ele era o messias prometido e esperado, ainda em Joã o cap. 4 em sua conversa
com a mulher samaritana Jesus se revela como o Messias.

Jesus e o Pai são o mesmo

Muitos tentam separa Jesus e Deus em aspecto da divindade, porém o fato é


que ele foi 100% homem e era e é 100% Deus. Quando veio a terra sentiu
todas as necessidades humana como: fome, sede, cansaço, chorou e se
indignava diante de pecados, também tinha compaixã o e era amoroso com as
crianças. 100% Deus pois era e continua sendo o Messias, o Salvador e sempre
insisti-o em deixar isso claro principalmente nos seu evangelho segundo
escreveu Joao.
Conclusão
Nã o existe necessidade humana que o Senhor Jesus nã o conheça, pois esteve
na terra e experimentou os piores atos de maldade humana, mas mesmo assim
cumpriu sua missã o ate o fim e perdoou todos que fizeram tantas maldades,
esta disposto a nos perdoar nossas maldades, se assim o buscarmos como
Senhor e Salvador. Aceite o projeto de vida eterna que ele conquistou por você
naquela cruz.

5. Relacionamento Individual

(Genesis 2.16-17; 3.8-9; Êxodo 3.4;Genesis 16.7-13)

Deus criou o homem, e um dos seus propó sitos foi ter relacionamento com o mesmo. Na
maioria de nó s temos uma ideia que DEUS “é um velhinho de barba branca e bem grande, esta
assentado em um grande trono lá no céu com seu cajado na mã o, e que ele nos dar coisas e
quando erramos ele pega esse cajado e nos bate na cabeça como forma de castigo e corta essas
coisas que ganhamos.” Uma ideia que Deus é um juiz severo e pronto a castigar todos. Em toda
a bíblia vemos algo bem diferente.

Deus buscando o homem

Em genesis cap. 2/3 Deus tendo um dialogo com Adã o, indo ao seu encontro, em êxodo 3Deus
indo ao encontro de Moises e durante sua historia tiveram vá rios momentos de conversas,
gênesis 16 uma mulher que era escrava e de uma naçã o diferente (Egito) que em um momento
difícil Deus também vai ao seu encontro, Hagar era seu nome, que chama Deus de “o Deus que
me ver”

Deus sempre esta a procura dos humanos, somo uma das suas criaçõ es mais expendidas, você
nã o vera uma conversa entre Deus e a natureza, mas com a humanidade sim.

 O que busca Deus nesse relacionamento?


Joã o 4 , a historia da mulher samaritana, um encontro provocado por Jesus, o Senhor que
que nos comuniquemos com ele, nã o é um Deus de longe mas de perto, que o vejamos como
Pai, acessível , Mateus 11.28 “Jesus diz: vinde a mim”
 O que nos impede?
Somos pecadores, isso é o maior impedimento de nã o desfrutar uma vida com Deus,
aprendemos com a religiã o só a agradecer e pedir mas Deus quer ter um relacionamento
de amizade, Abraã o foi chamado de amigo de Deus, o pró prio Deus na pessoa de seu filho
reconciliou consigo o mundo(2co.5.19) tornando possível a reconstruçã o da amizade
quebrada no jardim. Somente em Cristo é que podemos ter comunhã o com Deus.

Conclusão
Deus nos ama e demostrou seu amor em Jesus, por nos amar quer esta perto,
fale com Deus, conte a Ele sua vida, convide-o para estar com você no seu dia-
dia, divida suas alegrias e tristezas, seus pensamentos, esta perto o suficiente
pra te ouvir. (Is 55.6 / 59.1-2)
6 . Relacionamento individual
(1 João 4.19-21)

A medida que o tempo vai passa, a cada dia a sensaçã o é que as pessoas tem menos afetos uma pelas
as outras e isso nã o em um â mbito generalizado mas em aspectos mais estreitos como: família,
amigos, e até mesmo dentro de igrejas, o que é muito lamentá vel quando vemos em jornais tantos
absurdos, pai abusando sexualmente de filhas e filhos, avó s de netos, mã es que abandonam seus
filhos, leis que aprovam mã es se descartarem de seus filhos ainda no ventre, e ainda dizem ter Deus no
coraçã o mas a bíblia algo bem interessante para quem diz que ama a Deus.

 Amor nã o é um sentimento que vai me trazer só alegrias, como se dito por ai, amar é uma
decisã o onde nem sempre vai ter algo em troca, pelo contrario (1 CO. 13).
Amar é muito mais que um sentimento de afeiçã o pelo pró ximo, Deus é amor e pra provar
isso morreu em uma cruz para nos salvar.
 Amor altruísta é aquele que tem uma açã o em prol do outro, é renunciar pelo o outro,
cuidar, servi, ele nã o espera que alguém faça para poder reagir, ele faz primeiro e nã o
espera que o outro veja, nã o apenas reage ele age.
 Quem devemos amar? A bíblia diz que devemos amar todos , o pró ximo, na pará bola do
bom samaritano (Lucas 10:25-37) a pergunta é: quem é meu pró ximo? Na conclusã o da
pará bola ele mostra que o pró ximo é todo aquele que precisar de mim, nã o tem haver com
grau de parentesco ou relacionamento.
 Família é a base da sociedade por isso que á um investimento tã o forte do inimigo de
nossas almas por elas, se as famílias se destró i todo resto desmorona, a bíblia diz: “Porém
aquele que não cuida dos seus parentes, especialmente dos da sua própria família, negou a fé
e é pior do que os que não creem.”(1 TM. 5.8). Família projeto de Deus, ame, perdoe, cuide,
abrace e viva esse projeto em sua vida .

Conclusão

O amor verdadeiro, da forma que traga paz somente é possível se trouxermos Jesus para nossa vida,
pois Deus é amor(1João 4:16) só o amor tudo suporta, como vimos nã o existe amor a Deus se nã o
houver amor pela sua criaçã o . se alguém diz que ama a Deus mas nã o consegue perdoar, um
parente ,um amigo, um vizinho ele esta enganado a se mesmo, pois a bíblia manda perdoar e orar ate
pelos nossos inimigos.(Mateus 5.44).

7. promessa da salvação
(I Timóteo 2.4 / Efésios 2.8)

Amados do Senhor, aprendemos muito esses dias, um pouco de quem é Deus, o homem,
sobre o que o pecado fez conosco, nos separou de Deus em contra partida da amizade que o
Senhor tinha para nó s, vindo assim sobre nó s a condenaçã o eterna, também vimos que em
Jesus o filho de Deus é possível ter um relacionamento novamente com Deus e como o
pró ximo de forma sincera.

Deus tem planos para nós

I Timó teo traz uma revelaçã o da vontade de Deus para a humanidade, que é: que “todos
sejam salvos”

Salvação
O homem ainda que nã o perceba ele corre perigo, nã o um perigo concreto, palpá vel,
perceptível ao olhos mas tã o real quanto saber que eu estou vivo.
O pecado cegou o homem e por isso nã o notamos esse risco iminente que nossas vidas
corre. Romanos 3.23, traz uma condiçã o humana da afastamento da presença de Deus em
Efesios 2.1-3 uma condiçã o de merecedores da ira de Deus. A bíblia toda vem nos
mostrando a incapacidade humana de conseguir a salvaçã o por meio de “boas obras”; pela
religiã o; até mesmo por sacrifício humanos (que absurdo achar que um homem pecador
pode salvar outro pecador) , diante dessa impossibilidade em efésios 2.8 mostra a
compaixã o de Deus pela humanidade.
A salvaçã o do homem é ato puramente divino e do agrado de Deus, nã o por obra nem por
qualquer outro meio mas somente por Jesus. Deus em sua infinita graça, e seu infinito amor
com que nos amou nos deu salvaçã o em Cristo Jesus.

Então sou salvo?


Essa salvaçã o é para todos que recebem Jesus como o Senhor e Salvador de sua vida
"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele
crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
João 3:16
Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se
tornarem filhos de Deus,
João 1:12

Se você disser com a sua boca: “Jesus é Senhor” e no seu coração crer que Deus ressuscitou Jesus, você
será salvo. Porque nós cremos com o coração e somos aceitos por Deus; falamos com a boca e assim
somos salvos.
Romanos 10.9-10

Conclusão
Deus deseja nos salvar de nossos pecados e de sua ira, mas para que isso aconteça é preciso
que eu [pecador] me renda ao seu amor e pela graça por meio da fé creia em Jesus, isso vai
me trazer uma nova vida em Cristo. Assim meu nome vai entrar para o livro da vida. [Ap.
21.27] e até o céu!!!
8. Céu convivência eterna com Deus
(Apocalipse 2.1-8 )

Em meio a tantos desastre e caos que vivemos, ate para quem nã o crer na bíblia como
verdade absoluta tem desejado o céu. As pessoas sempre criaram uma crença na vida apó s
a morte, desde sempre acredita-se em uma morada eterna em algum lugar, todas as
religiõ es tem sua teoria sobre o assunto. Alguma ate bem fantasiosas, mas essa conquista
sempre exigiu um preço muito alto da humanidade, porem a bíblia traz uma revelaçã o
sobre a vida apó s a morte.

 Convivência com Deus


O céu segundo a bíblia é um lugar de repouso eterno de todo aquele que entrega sua vida
aqui na terra ao Senhor Jesus, pois esse é o ú nico meio de ir ao céu (JO 14.6), lá moraremos
eternamente com Deus, nó s seremos seu povo e habitaremos com ele, alguns acreditam que
o céu será aqui (testemunha de Jeová ) mas a bíblias nos promete tanta o como a terra, lá
nã o haverá dor nem tristeza (ap. 21.4).

Conclusão

Jesus nos prometeu em Joao 3.16 uma vida eterna, em Joao 14.1-3 que nos buscaríamos para morar
com ele, hoje DEUS nã o nos levará apenas a um jardim mas para a sua pró pria morada e assim
estaremos guardados nele eternamente nunca mais dor, tristezas e nem ataques do inimigo de nossas
almas. Somos um só povo e Deus estará conosco, seremos livre totalmente do pecado e todas as
consequência que nos trouxe. É preciso estar em alerta pois tem outro local de eternidade, queira
estar do lado certo(Apocalipse 21:8)

9. DEUS, JESUS, ESPIRITO SANTO


A trindade na salvação

Que você diria se descobrisse que todo o céu trabalha junto em prol da sua salvaçã o? Pois é
isso mesmo todos estã o envolvidos pelo o amor a humanidade para nossa salvaçã o,
Aleluia...
Vamos ver como esse trabalho é feito?

DEUS
Como vimos é o criador de todas as coisas inclusive da raça humana, todos estavam
presente na criaçã o, [GN 1.26] façamos, no plural indica que tinha mais alguém com Deus.
Quando houve a queda em gênesis 3 o primeiro a anunciar a salvaçã o do homem foi o
pró prio Deus e também a derrota de Sataná s.[GN 3.15; RM 16.20; IS 7.14].
Deus é provedor da salvaçã o[EF 2.8] É ele que quer nos salvar por isso estamos aqui, por
provisã o divina.

JESUS

Jesus é o filho de Deus, também é Deus encarnado, [JO 1.14] sendo Deus se humilhou-se [FL
2.5-8] ate a morte de cruz, por que a lei dizia que sem derramamento de sangue nã o há
remissã o de pecados [HB 9.22]
A bíblia diz que o salario do pecado é a morte [RM 6.23] mas a condenaçã o para nó s era
justa pois de fato a merecíamos entã o alguém verdadeiramente justo inocente, sem pecado
algum, teria que ser sacrificado por toda a humanidade.
É ai que Jesus entra, sendo o pró prio sacrifício na cruz , levando sobre si toda maldiçã o que
caiu sobre a humanidade [IS 53].

ESPIRITO SANTO

O Espirito Santo tem um papel fundamental e fantá stico, em Joã o 14 Jesus nos promete que
nã o nos deixaria sozinhos mas que enviaria o consolador, ajudador, encorajador, o Espirito
da verdade ele nos faria entender tudo que ensinou, na sua palavra.
É o Espirito Santo que nos convence da justiça do pecado e do juízo. [Jo 16.7-11]é Ele que age
em nossos coraçõ es e comove a nossa alma para ouvirmos Deus e entender o mistério
grandioso da salvaçã o, sem a açã o dEle jamais entenderíamos, pois como pode um homem
pecador entrar no céu, impossível para nó s. Quando nos entregamos ao plano de salvaçã o
de Deus é o Espirito santo que vem e habita em nó s, nos fazendo sua morada, pois Deus
nã o habita em templos feito por mã os humanas, mas feito por Ele sim.

Conclusão
A salvaçã o é o maior acontecimento da humanidade caída, é a maior alegria que o ser
humano pode ter, [conte seu testemunho de salvação] nã o existe vida completa sem Cristo,
[JO 14.6]. Aceite o plano de salvaçã o para sua vida e viva para a gloria de Deus, a caminhada vai nos
ensinar muitas coisas a resolver nossos problemas com Jesus e também a depender Dele ,nã o se
preocupe o Espirito Santo estará sempre conosco.