Você está na página 1de 12

1º A 8 DE JUNHO/2011 ANO XI - EDIÇÃO 183

10 Anos
A notícia em
PRIMEIRO
LUGAR

VALOR R$ 1.00 Fundado em 21 de abril de 2001 por Pedro Dias da Silva (J. Silva) - Circulação semanal a partir da edição 90

FESTA A Folha do Vale


BARRO ALTO

Comércio da cidade fechado em plena


quarta-feira sinaliza protesto

Falta d’água gera


Participantes da festa Os Melhores A Folha do Vale compartilham Otávio Lage de Siqueira Filho, ladeado pelo deputado Helio de Sousa e
protesto e debate
momento de descontração, durante a festa Daniela Gonçalves, recebendo prêmios de Empresa do Ano, dedicado à Esta quarta-feira, 25, foi atípica em Barro
Jallles Machado e Administrador de Empresas Alto. Não era feriado, mas o comércio fechou

A Folha do Vale premia


as portas, em protesto contra a falta d’água.
Enquanto isso, no auditório do Fórum de
Justiça, autoridades e populares discutiram
sobre o tema, que tem revoltado a população.
O abastecimento, de responsabilidade da
Saneago, não acompanhou o crescimento da

os melhores de Goianésia
cidade. Uma solução foi encaminhada, mas
ainda é paliativa. [Página 6

INVESTIMENTO
Profissionais liberais e empresas foram reconhecidos os melhores Governador quer
em seus segmentos de atuação em Goianésia
gasoduto em Goiás
A festa Os Melhores A Folha do Va- rias, receberam os troféus e certificados professor e diretor da Evangélica Goia- O governador Marconi Perillo quer esten-
le, para entrega da premiação às pes- das mãos do diretor presidente do jornal nésia, José Mateus dos Santos. der o gasoduto da Cemig, em Minas Gerais,
soas e empresas indicadas mediante A Folha do Vale, Jota Silva, e de convi- O evento foi regado a muita comi- até Goiás. O desejo foi manifestado ao gover-
nador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, na
pesquisa, realizada nessa sexta-feira, dados: o deputado Helio de Sousa; o da, bebida e som ao vivo, de Ademar semana passada, durante almoço no Palácio
27, em Goianésia, foi de êxito total. ex-prefeito Otavinho; a vereadora Anto- Segundo e Luiz Neto e Shaiane. Tiradentes, sede do governo mineiro, em Belo
Horizonte.
Os agraciados, em diversas catego- nia Lacerda; Dra. Rosa Steckelberg; e o [Páginas 1B, 2B e 3B O Governo de Goiás deve realizar um
estudo técnico sobre a viabilidade da ex-
tensão. Outras questões, como o modelo de
A FOLHA DO VALE
gestão do governo mineiro, foram discutidas
GOIANÉSIA no encontro. [Página 5

Lixão do Daigo CARRO CAPOTOU


Acidente na GO-080
segue sem solução deixa homem ferido
Um homem teve lesões graves em um
acidente, na semana passada, na GO-080. O
Mais de 2 meses se passaram, No local, a prefeitura e outros veículo VW Gol, conduzido por Sebastião Flá-
e nada mudou no depósito de entu- seguem despejando resíduos inor- vio dos Santos, que estava sozinho no carro,
lho de construção e de lixo verde, gânicos, que dificultam a absor- trafegava no sentido Jaraguá/Goianésia, quan-
criado no Daigo (Distrito Agroindus- ção pelo meio ambiente. Se não do perdeu o controle, saiu da pista e capotou.
O motorista estava sozinho e foi socorrido, pri-
trial de Goianésia), que continua bastasse, o lixão em que se trans- meiro, pelo cabo da Polícia Militar, Flávio Pra-
sendo utilizado de forma inadequa- formou o depósito fica às margens xedes e, logo em seguida, pelo Corpo de Bom-
Prefeitura e outros seguem utilizando aterro de forma inadequada da pela prefeitura. do córrego Laranjeiras. [Página 4 beiros. A vítima foi encaminhada ao Hospital
Municipal de Jaraguá, de onde foi transferida
para o Huana, em Anápolis. [Página 3

CIDADE LIMPA NIQUELÂNDIA


Cabo Praxedes

Mutirão da limpeza
chega a Alvelândia
Seminário debate proteção
Werlton Rodrigues da Mata
[Página 4B
à criança e ao adolescente Supercom/Niquelândia

A Secretaria Municipal de Vítima ficou presa às ferragens, mas escapou


com vida
Assistência Social realizou, dia
18 de maio, o 2º Seminário
de Combate à Violência contra
VILA PROPÍCIO
Criança e Adolescente. Mulher morta a tiros [Página 3
O evento contou com a parti-
cipação de diversos palestrantes, BOM TRABALHO
que abordaram temas de interes-
se da proteção à infância e à ju-
Genarc prende 11 na
Trabalhadores da Secretaria de Desenvolvimento
Urbano limpam praça durante a operação ventude. [Página 6 Grupo de capoeira do Paes, durante abertura do seminário Operação 24 Horas [Página 3
COLUNAS
Do

Pág. 2 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

DIREITOS DO CONSUMIDOR
Celso Russomanno
Jornalista Cronista Esportivo - há 22 anos
Presidente da Ong Insti- Diretor Presidente deste periódico
tuto Nacional de Defesa Pedro Dias da Silva Editor Chefe
do Consumidor (Inadec) Jota Silva
Acadêmico de Direito do 7º período
Colunista do jornal Evangélica Goianésia/UniEvangélica
A Folha do Vale desde
outubro de 2007

DOCUMENTOS PERDIDOS SÉRIE B: EQUILÍBRIO


Saiba como ganhar A Polícia Civil de Goiás volta a registrar, a partir de ago- O Campeonato Brasileiro da Série B apresentou bas-
ra, nas delegacias, ocorrências relacionadas à perda de docu-
Massa Muscular sem mentos pessoais, objetos, extravio e sustação de cheques, bem
tante equilíbrio nas duas primeiras rodadas disputadas.
Ninguém consegue a façanha dos 100% de aproveitamen-
como de outras situações atípicas. Decisão é do Conselho Su-
causar danos à sua saúde perior da instituição, que revogou a Resolução 123, editada
to. Até quem venceu na abertura por goleada, como a Pon-
te Preta, 5 a 0 em cima do ASA, perdeu fora de casa, na

N
em 2006, que proibia a  realização desses BOs.
a busca por um corpo tos do treino, quando usados de segunda rodada, para o Vila Nova.
perfeito, muitos con- forma excessiva e sem a orienta-
sumidores, praticantes ção de um profissional, podem BRAÇO DA JUSTIÇA GRANDE ESTILO
de musculação, para aumentar a causar problemas hepáticos e Falando nisso, o delegado Edemundo Dias de Oliveira,
massa muscular e garantir me- renais, desidratação, perda de diretor geral da Polícia Civil de Goiás, estuda mudar o nome Na brilhante vitória do Vila Nova sobre a Ponte Preta
lhor performance esportiva aca- cálcio, além de diarreia; da instituição, para Polícia Judiciária. Entende que Polícia Ju- por 3 a 1, se destacou o meia-atacante Luiz Fernando, que
bam colocando a sua vida em • o uso de estimulantes diciária é um nome forte que condiz com o papel da Polícia fez um belo gol num poderoso chute de fora da área. Joga-
risco. Mas, saúde é coisa séria, pode causar o aumento da pres-
Civil como braço do Judiciário e representa a afirmação do dor de 21 anos, que disputou o Campeonato Mineiro pelo
não é mesmo? Então, seguem são arterial, problemas cardía-
Delegado de Polícia como carreira jurídica. Guarani de Divinópolis, chegou sem ser conhecido, mas
algumas dicas importantes: cos, tremores, agitação, perda de
• consulte um médico coordenação motora, e depen- com uma grande atuação no campeonato estadual, onde se
destacou fazendo 8 gols. Luiz Fernando joga fácil, sabe se
ou nutricionista antes de fazer dência psicológica; NOVO BAIANO locomover dentro de campo com muita esperteza se posi-
uso de qualquer medicamento; • os anabolizantes, por
Marconi Perillo (PSDB) recebeu nessa quinta-feira, 26, cionando bem para executar um dos dotes fortes dele, que
• não adquira os pro- sua vez, apresentam riscos co-
dutos, como anabolizantes, mo o hipogonadismo mascu- o título de cidadão baiano, outorga da Assembleia Legislativa
é o chute de perna esquerda.
estimulantes ou suplementos lino (comprometimento da da Bahia. No mês passado, ele recebeu a visita de um grupo
alimentares nas academias, pe- produção de espermatozóides), de parlamentares estaduais da Bahia que, em Goiânia, comu-
la internet, ou em lojas do seg- anemia, edema, distrofias mus- nicou do título ao governador goiano. O projeto é de autoria A FOLHA DO VALE
mento, onde não existe pessoal culares, doenças reumáticas, dos deputados Elmar Nascimento e Ângelo Coronel. O jornal A Folha do Vale completou 10 anos, no último
qualificado para prestar as in- hipertensão arterial, disfunção
dia 21 de abril, e brindou seus anunciantes, leitores e colabo-
formações adequadas; tireoidiana, alteração da função
• evite comprar produ- hepática, falta de sono, e agres- BRASIL X HOLANDA radores com festas para entrega da premiação Os Melhores
tos somente pelo rótulo. Apesar sividade. Tenha cuidado tam- Goiânia já vive o clima do amistoso entre as seleções do A Folha do Vale, em Barro Alto, no mês passado, e em Goia-
de ser obrigatória a apresen- bém com o uso compartilhado Brasil e Holanda, no Serra Dourada, no próximo dia 4 de ju- nésia, este mês. A longa jornada é de sucesso e de superação
tação de informações claras e de anabolizantes por seringas e nho. O estádio Serra Dourada está recebendo um “batom” para de muitas dificuldades, como é narrado no artigo publicado
precisas sobre as características agulhas não esterilizadas, pois é o jogo, que deve ter lotação estipulada em torno de 40 mil luga- nesta coluna, assinado pelo redator Jaldene Nunes, com a co-
do produto no rótulo (Amparo muito comum a transmissão de res. Os preços dos ingressos custam o olho da cara: o mais bara- laboração de Daniela Gonçalves, minha esposa e revisora do
Legal: artigo 31, do Código de doenças, como hepatite B e C, e to, R$ 150; o intermediário, R$ 360; e camarote, R$ 800 reais. jornal. Vale a pena conferir!
Proteção e Defesa do Consumi- vírus HIV.
dor " CPDC), nem sempre eles Lembre-se: caso o me-
mencionam todas as substân- dicamento causar algum dano 10 ANOS
cias presentes no suplemento. à sua saúde, consulte um mé-
Atenção: muitos vende-
dores tentam “empurrar” um
dico, e mande o medicamento
suspeito para ser testado pela A SAGA DO JORNAL A FOLHA DO VALE
remédio, sem informação ade- Vigilância Sanitária. A Agência
Por Jaldene Nunes época, sem entender tamanha a memoriam, que assinava a coluna
quada ou suficiente, poden- Nacional de Saúde Suplemen-
Colaborou: Daniela Gonçalves garra de um, sozinho, ao mesmo da página 2 ––O Girando––, que
do causar danos à sua saúde. tar precisa da sua denúncia para
tempo, pauteiro, repórter, redator, redigiu inúmeros editoriais excelentes
Neste caso, o fornecedor de fiscalizar. É importante exercer
21 de abril de 2001. Nesta data, vendedor, diretor comercial e e chegou a pagar duas edições para
produtos e serviços potencial- a prática da cidadania.
uma década atrás, abriu-se empreendedor. que o jornal não parasse.
mente nocivos ou perigosos à Importante: o exercício
uma nova página na história da
saúde ou segurança deverá in- físico é o melhor caminho para
imprensa goianesiense. Com o Aos grandes parceiros, grandes Agora, é hora de festa, mas teve
formar, de maneira ostensiva ganhar massa muscular, ainda
surgimento da Folha de Goianésia, amigos, que deixaram a dia, só para citar um exemplo, em
e adequada, a respeito da sua que seja uma tarefa árdua. De-
hoje A Folha do Vale, foi inaugurado desconfiança de lado e acreditaram uma gráfica de Goiânia, que nosso
nocividade ou periculosidade. ve-se ter o acompanhamento de
um jeito novo, e não apenas no projeto, a gratidão de Jota bravo Jota Silva dormiu sobre
Em não fazê-lo, responderá um profissional para que a carga
diferente, de noticiar fatos do Silva, sem esquecer também dos papéis, perto de uma máquina
pela reparação dos danos, con- elevada de exercícios não cause
cotidiano e massificar informação primeiros patrocinadores, cujos impressora, devido ao atraso na
forme prevêem os artigos 9º, lesões. A alimentação também
de interesse social. negócios estão anunciados, da confecção do jornal. Sem transporte
63 e 66, do CPDC. é muito importante. Ela deve
primeira à edição 183: Jalles próprio ––dá para imaginar o
• suplementos de natu- suprir todo o gasto de energia
De lá para cá, 10 anos de luta, de Machado, Casa do Fazendeiro, tamanho da dificuldade para
reza ergogênica, que são subs- ocasionado pelos exercícios,
dedicação e de superação, o saldo Vivenda e Naturalis. produzir e divulgar informação––,
tâncias artificiais concebidas além da demanda normal do
é, também, de vitórias, de um jornal ainda perdeu o ônibus que o traria
para melhorar o rendimento corpo para realizar as atividades
surgido com ênfase no mercado de Jota Silva reconhece e agradece de volta à sua cidade.
desportivo para além dos efei- do dia a dia.
Goianésia, e que ganhou interesse ao doutor Otávio Lage e à senhora
e cobre todo o Vale do São Patrício Lucinha, in memoriam; aos Apesar de todas as dificuldades,
––daí o seu nome atualizado–– e empresários Otávio Lage Filho, Jota Silva, com o seu jornal ––
boa parte do Estado de Goiás. da Jalles Machado, e Gustavo, da iniciado com tiragem mensal
Vivenda, por terem continuado a e atualmente, já há 2 anos e
Quando criou o jornal, Pedro Dias parceria iniciada por seu pai e sua meio, semanal––, testemunhou
da Silva, o Jota Silva, seu diretor mãe, respectivamente; ao Joldemar, e documentou inúmeros fatos da
presidente, não possuía capital nem da Casa do Fazendeiro, e à doutora vida de Goianésia e os principais
estrutura ––nada que lhe fizesse Rosa Steckelberg, da Naturalis. do Vale do São Patrício, região que

3353-1133 ao menos imaginar um futuro de


conquistas, como as alcançadas
até agora.
Em nome destes, a gratidão de Jota
Silva a todos os que acreditaram e
compreende mais de 20 municípios,
e do estado de Goiás.

ainda acreditam em seu PROJETO Ao completar 10 anos, mais uma


Como se podia conceber, DE TRABALHO E DE VIDA. vez, a gratidão de quem faz do
ainda mais 10 anos atrás, um jornal A Folha do Vale, antiga
jornal que nem sequer possuía Jota Silva lembra de colaboradores, Folha de Goianésia, a razão de
máquina fotográfica, gravador que muito o ajudaram, nos viver, a busca da dignidade própria
Avenida Brasil nº 344 - Centro ou computador? ––tentariam momentos de crise, como o e da comunidade e a luta pela

Goianésia-GO entender os mais afoitos, à advogado Adalberto Teixeira, in construção da cidadania.

O Jornal A Folha do Vale é Editado e produzido e tem por DIRETOR PRESIDENTE DIAGRAMAÇÃO FOTOGRAFIA Sede do Jornal A Folha do Vale
E EDITOR CHEFE Rodrigo Martins - (Mtb/30572) Agência Folha de Goianésia Rua 32 nº 397 Bairro Carrilho,
responsabilidade da Agência Folha de Goianésia Publicidade Pedro Dias da Silva (J. Silva) Goianésia - Goiás CEP: 76.380-000
e Colaboradores
e Marketing Ltda., localizada à rua 17 nº 290 Setor Oeste, CEP: REVISÃO Fones: (62) 8552-4345
JORNALISTA RESPONSÁVEL TIRAGEM
76.380-000, Goianésia - Goiás, C.N.P.J Nº 06.871.444/0001-89, Hacksa Oliveira - JP/GO 2382
Daniela Gonçalves E-mail: contato@afolhadovale.com.br
5.000 exemplares
INSC. MUNICIPAL Nº 347295, e tem como sócia-presidente Ana COLABORADORES Sucursal Goiânia:
REDAÇÃO
Maria da Silva. Alane Moraes (JP/DF 9114) Celso Russomanno IMPRESSÃO Rua Recife Qd. J Lt. 01 Casa 1 - Vila Perdiz
Jaldene Nunes Gráfica O Popular Fone: (62) 3434-0446
Tenente Romão
As matérias assinadas por colaboradores e cartas recebidas à redação do Jorna A Folha do Responsável: Jaime Ramos Guimarães
REPORTAGEM Lázaro Gomes ASSESSORIA JURÍDICA
Vale não são de responsabilidade e também não expressam a opinião do jornal. Pedro Dias (J. Silva) Rarilton Damasceno Dr. Edgar Caetano Rosa Website: www.afolhadovale.com.br
POLICIAL
Do

Pág. 3 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

CAPOTAMENTO Polícia Civil

Acidente na GO-080 deixa


homem gravemente ferido
N
Cabo Praxedes
o último dia 23, e escorar o veículo, evitando o
por volta das 10h, afogamento do motorista.
o veículo VW Gol Mas, só com a chega-
trafegava pela GO-080, no da do Corpo de Bombeiros
Drogas e dinheiro apreendidos pelo Genarc, em Goianésia
sentido Jaraguá/Goianésia, da 17ª CIBM (Companhia
quando o motorista perdeu Independente Bombeiro
o controle do carro e saiu Militar), de Jaraguá, com- BAIXA NO SUBMUNDO
da pista, capotando logo em posta pelo sargento Gaspar
seguida. O automóvel ficou
parcialmente destruído e sub-
e soldados Renato, Sandro
e Lopes, tiveram início os
Operação 24 horas, do
merso nas águas de um ribei-
rão, na altura do km 22 (curva
do macarrão ou curva da bar-
trabalhos para a remoção da
vítima do veículo, auxiliados
pelo cabo Praxedes, que per-
Genarc, promove faxina
geral em Goianésia
Vítima ficou presa às ferragens e o carro teve de ser escorado
reira eletrônica). maneceu no local apoiando
O motorista Sebastião a equipe.
Flávio dos Santos estava sozi- A vítima foi estabilizada
nho e foi socorrido, primeiro, e encaminhada ao Hospital A Operação 24 Horas, tuou a prisão de 23 pessoas
pelo cabo da Polícia Militar, Municipal de Jaraguá, de on- desencadeada pelo Genarc envolvidas com o crime na
Flávio Praxedes e, logo em de foi transferida para o Hua- (Grupo Especial de Re- cidade.
seguida, pelo Corpo de Bom- na (Hospital de Urgências de pressão a Narcóticos) de Segundo o delegado
beiros. O condutor teve lesões Anápolis). Goianésia entre a manhã Marco Antônio Maia, titu-
graves. A própria Polícia Militar de quinta-feira, 26, e a de lar do Genarc, a repressão
Como havia risco imi- Rodoviária retirou o veículo sexta, 27, tirou de circulação contra o crime em Goiané-
nente do veículo capotar no- da encosta do km 22. A víti- 11 pessoas envolvidas em sia continuará, mesmo com
vamente, o policial militar ati- ma teve várias fraturas, mas crimes na cidade "9 delas a redução dos índices da
rou-se no córrego para prestar seu estado de saúde é estável. em virtude de mandados de criminalidade. Até a semana
os primeiros socorros à vítima (Alane Moraes) Bombeiros e policial militar prestando socorro à vítima prisão e outras 2 autuadas passada, por exemplo, já ti-
em flagrante por tráfico de nha completado 40 dias sem
drogas. homicídios em Goianésia.
GOIANÉSIA Os presos em virtude Toda a imprensa lo-
de mandados expedidos pela cal já reconhece que, após a

IML pauta audiência pública justiça cumprirão pena por chegada do Genarc, dimi-
roubo, furto, estupro, cárce- nuiu o número de homicí-
re privado, além de outros dios e de outros crimes na
crimes, sendo que todos são cidade, visto que em mar-

entre prefeitura e sociedade


usuários de drogas. Com os ço foi presa uma quadrilha
autuados por tráfico foram de traficantes e homicidas
apreendidas porções de cra- composta por 9 pessoas e,
A Folha do Vale ck e de maconha e R$ 600 por isso, o Genarc passou a
em dinheiro. auxiliar também nas inves-
Toda a operação rea- tigações de outros crimes
lizada pelo Genarc ocorreu relacionados ao tráfico de
nos 3 bairros com maiores drogas.
índices de crimes de tráfico O delegado titular do
e de homicídios em 2010. Genarc ainda anunciou
Durante o cumprimento dos mais ações. “Daqui para
mandados foram lavrados frente, irei atuar também
ainda vários TCOs (termos nos outros municípios da
circunstanciados de ocor- 10ª DRP [Delegacia Re-
rência), por posse de drogas gional de Polícia, com sede
para consumo próprio. em Ceres, à qual a Polícia
Com a realização desta, Civil de Goianésia é subor-
Prefeito chama o estado para sua responsabilidade, para evitar Superintendente de Polícia Técnico-Científica Rejane da Silva na semana passada, soma- dinada], principalmente em
que corpos fiquem expostos nas ruas por muito tempo Barcelos explicou, mas não convenceu
da a outra da semana ante- Jaraguá, Ceres, Niquelândia
rior, denominada Operação e Uruaçu”, afirmou Marco
Por Alane Moraes Mas, no último ano, o Go- problema. “É uma responsa- porque a câmara está disposta a
Da reportagem local verno de Goiás informou que Meio Dia, o Genarc efe- Antônio.
bilidade do estado, é ele que ajudar”, afirmou.
não mais poderia continuar a responde pelo IML em toda Os juízes da cidade tam-
A Prefeitura de Goiané- serem feitos os exames cadavé- jurisdição. Aqui, cumprimos bém aproveitaram a oportuni-
sia realizou, no último dia 25,
uma audiência pública na qual
ricos por médicos que não fos-
sem do estado. E os corpos pas-
o papel, que é do governo es-
tadual. Pagamos os médicos e
dade para falar da dificuldade
do trabalho e do desrespeito às
NA FAZENDA CURRAL
se discutiram a necessidade do
IML (Instituto Médico Legal)
na cidade e alternativa para evi-
saram a ser levados novamente
para Ceres, a cerca de uma hora
da cidade.
compramos boa parte dos ma-
teriais necessários, o que não
é nada barato. E a alternativa
famílias que têm seus entes ex-
postos a isto depois da morte.
Os magistrados Jonas Nunes
Mulher de 56 anos morta
tar que corpos fiquem expostos
nas ruas por muito tempo. NÃO CONVENCEU
que eles me propuseram é que,
ainda assim, atendêssemos ou-
Rezende e Alessandro Pereira
Pacheco, mostrando-se indig- a tiros em sua residência
O encontro, no Paço Mu- Com isso, o atual prefei- tras cidades quando o Núcleo nados, arrancaram palmas da
nicipal, serviu para as autori-
dades explicarem à sociedade a
to começou a pressionar para
Goianésia ser a sede do núcleo,
de Ceres não estiver conse-
guindo. O cidadão goianesien-
plateia em seus discursos.
Os juízes mostraram insa-
em Vila Propício
atual situação quanto aos exa- ou que a cidade seja ao menos se, que paga seus impostos, vai tisfação com a falta de propos-
mes de perícia e cadavérico re- um subnúcleo. Goianésia é bem querer que esse dinheiro seja tas por parte do estado, repre- A Polícia Civil de Uma testemunha foi
alizados na cidade e pressionar maior que Ceres, mais desen- usado para atender outras ci- sentado pela senhora Rejane. A Goianésia tem mais um ho- abordada pelo criminoso,
o governo do estado no sentido volvida e tem 3 vezes mais ha- dades? Quando já fazemos superintendente não apresentou micídio a esclarecer. Desta que lhe perguntara se havia
de encaminhar solução para o bitantes, mas a explicação dada muito por nós, quando o pró- nenhuma proposta, a não ser feita, o crime foi perpreta- alguém na casa. Ela teria
problema. pela superintendente de Polícia prio estado não faz? Não é jus- que os médicos daqui passem a do no vizinho município de informado que “só a Rosi-
O Núcleo da Polícia Téc- Técnico-Científica, Rejane da to”, indignou-se o prefeito. atender pelo estado, auxiliando
nico-Científica se localiza em Silva Barcelos, é que Ceres está “Faremos outra reunião Ceres, sem nenhuma contra- Vila Propício. nha estava em casa”.
Ceres, município a 68 quilôme- centralizada como ponto estra- com a sociedade. A única coisa partida do governo. Tudo ocorreu na tarde O desconhecido en-
tros de Goianésia, e é responsá- tégico. que quero é que continue sendo A reunião serviu para es- dessa quinta-feira, 26, por trou na casa e, segundo a
vel por mais de 15 cidades, in- “Já existe um estudo para como eu estava fazendo. Se as- clarecer à sociedade a real si- volta das 15h30, quando mesma testemunha, per-
cluindo Goianésia. No passado, trazer um núcleo para Goia- sim não for, vai passar tudo para tuação da cidade e mostrar que Rosinha Vieira de Olivei- guntou se a vítima tinha
corpos chegaram a esperar cerca nésia, mas não temos recursos ser feito em Ceres, como era an- o governo estadual pouco faz
de 5 horas para serem recolhi- humanos. Um concurso está tes, porque aqui na cidade não diante da questão. O impasse ra, que tinha 56 anos, foi dinheiro e já foi atirando.
dos para perícia. previsto para o ano que vem. Já temos peritos. Se no próximo não foi desfeito, ficando Goia- morta a tiros no interior de Depois disso, fugiu.
Diante do problema foi temos um carro aqui, o nosso concurso contarmos com peri- nésia à espera da criação do nú- sua residência, na Fazenda Rosinha foi alvejada
celebrado um convênio pelo grande problema é de pessoal tos vai ficar tudo mais fácil, mas cleo, que pode ser em prováveis Curral. por 3 disparos " " um na
ex-prefeito Otávio Lage de Si- mesmo. Queremos fazer vários queremos mesmo é que a cidade 2 anos. Enquanto isso fica como testa e 2 no pescoço. O de-
A PM (Polícia Militar)
queira Filho, o Otavinho, por outros núcleos, até mesmo para se torne um núcleo”, explicou o está ou Ceres volta a atender to-
meio do qual foi permitido desafogar e descentralizar ou- prefeito. da a demanda com um número foi acionada e encontrou a legado Luiz Renato instau-
aos médicos de Goianésia re- tros e, com isso, ajudar cidades A vice-presidente da Câ- de pequeno de pessoal, o que vai senhora já sem sinais vitais. rou inquérito para apurar
alizarem os exames. Para isso, que estão crescendo, como é o mara Municipal, Antônia Apa- piorar ainda mais para Goiané- O IML (Instituto Médico o crime. Segundo o Portal
eles seriam nomeados ad hoc e caso de Goianésia, que ainda recida Lacerda Mota tomou a sia e região. O prefeito afirmou Legal) de Ceres só chegou Meganésia, a autoridade
fariam um curso de credencia- fica dependente de Ceres”, afir- palavra e defendeu a proposta que vai continuar pressionando
ao local por volta das 20h, policial não descarta a hi-
mento. Assim foi feito por anos, mou Rejane. do prefeito. “Quero saber qual é para que tudo fique como está,
até mesmo pelo prefeito atual O prefeito Gilberto Na- a dificuldade em trazer um nú- até que seja criado o núcleo em para realizar os exames de pótese de latrocínio (roubo
Gilberto Naves. ves também falou sobre o cleo para cá e quanto custaria, Goianésia. praxe. seguido de morte).
POLÍTICA
Do

Pág. 4 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

ENTREVISTA/SUCESSÃO MUNICIPAL

“É preciso renovar”, diz Jalles,


que lista pré-candidatos do grupo
Um dos líderes da oposição ao atual prefeito de Goianésia, Jalles Fontoura avalia o quadro
político-eleitoral que se redesenha no município, diz que agora é hora de articular, anuncia que
candidato natural do grupo surge neste ano e aponta 6 possíveis nomes
DA REDAÇÃO pórter Jota Silva, na íntegra: sidente da câmara; o José Mateus agregar companheiros. O PMDB PERFIL

E
[ex-vice-prefeito de Goianésia]. tem essa dificuldade enorme por-
x-deputado federal cons-
tituinte e ex-prefeito de
A Folha do Vale - Em relação
ao momento político, é o momento de
Temos bons nomes e vamos arti-
cular com eles " " um será prefeito e
que não criou sua equipe.
A Folha do Vale - Hoje, dizem
JALLES FONTOURA DE SIQUEIRA
Goianésia, Jalles Fontoura já trabalhar, de buscar nomes, buscar outro vice. Temos que organizar e que existe uma incompatibilidade Titulação: engenheiro civil
de Siqueira nunca se desligou da possibilidades para as próximas elei- vamos ter chances, porque a admi- entre o grupo do vice-prefeito, Re- Atividades: Empresário, produtor rural e político
política partidária. E, como bom ções municipais? nistração atual não empolgou. Pelo nato de Castro, e do atual prefeito, Nascimento: 8 de setembro de 1950, em Uberaba (MG)
observador, além de um dos prin- Jalles Fontoura - É um mo- contrário, está extremamente des- Gilberto Naves. O grupo do vice-
cipais articuladores do grupo de mento muito fecundo para arti- gastada e a cidade está precisando -prefeito seria bem-vindo nessa ar- Cônjuge: Maria Luiza Rocha de Siqueira
oposição ao atual prefeito, Gil- cular uma eleição. O voto mais sonhar e carente de uma adminis- ticulação? Filhos: Marília, Ana Luiza, Cecília e Otávio
berto Naves (PMDB), Jalles pre- interessante, o voto mais respon- tração fecunda. Jalles Fontoura - Política,
vê disputa eleitoral polarizada no sável que o eleitor dá é para pre- A Folha do Vale - O senhor a gente faz agregando, somando, prefeito de Goianésia (1977-1982)
próximo ano. feito. Tem que ser um voto muito não acredita que pode haver, dentro varrendo para dentro. Eu acho que deputado estadual (1983-1987)
Também ex-deputado esta- consciente. É o momento de tra- do próprio grupo de oposição, algum sempre é importante conversar Vida pública: deputado federal constituinte (1987-1991)
dual e ex-secretário da Fazenda de balhar ideias, trabalho de base para descontentamento? De que forma vo- com pessoas que estão querendo deputado estadual (1999-2003)
Goiás, o empresário descarta o seu a campanha ir para a rua ano que cês pretendem evitar isso? participar de um projeto. Por que secretário estadual da Fazenda (1999-2001)
nome, e o do também ex-prefeito vem. Jalles Fontoura - Agora é não? É preciso dialogar e fazer
Otávio Lage de Siqueira Filho, o A Folha do Vale - O senhor, co- hora de articular, de propor, de uma somatória para se levar à vi-
Otavinho, de quem é irmão, no mo líder do PSDB, o que a oposição pensar. Vai ser candidato quem es- tória.
pleito que vai apontar o sucessor em Goianésia está se fazendo para tiver empolgando. Por isso, ele [o A Folha do Vale - Qual é a sua
do peemedebista no Paço Muni- retomar a prefeitura? candidato escolhido] vai ganhar. orientação para os prováveis 6 can-
cipal. Jalles Fontoura - Nós temos Não temos um candidato natu- didatos de sua base, já listados, para a
Em entrevista ao repórter e apoio do governo do estado. O PS- ral, ele vai ter que surgir, a partir próxima eleição?
editor deste jornal, Jota Silva, Jalles DB comanda o Governo de Goiás de agora, em 2011. Na época da Jalles Fontoura - Agora, é
Fontoura tira também da disputa e, naturalmente, isso vai ser colo- campanha esta base tem de estar hora de trabalhar, de um trabalho
prefeitural, em 2012, em virtude cado como uma referência. Mas pronta. intenso. A gente precisa se organi-
de compromissos já assumidos, o a eleição se decide aqui dentro, e A Folha do Vale - O senhor não zar para compor o futuro de Goia-
deputado estadual Helio de Sousa nós temos bons nomes, bons pro- tem medo de cometer o mesmo erro da nésia. É um desafio que precisa ser
(DEM) e o diretor técnico da Jal- jetos, boas ideias. Mais do que isso, eleição passada: de escolher uma pes- tentado, o nível precisa ser alto,
les Machado, Henrique Penna, seu a cidade já começa a nos procurar, soa séria, de boa índole, mas que não para termos influência aqui e lá
sobrinho, apesar de enxergar clara a demandar a necessidade de uma decolou? fora. Temos Vilmar Rocha, Helio
possibilidade eleitoral de ambos. administração de alto nível para a Jalles Fontoura - Vamos su- de Sousa, o governador Marconi;
Opinando que “é preciso re- cidade. É um desejo das pessoas. perar o trauma da eleição do Ro- precisamos manter e ampliar esta
novar”, Jalles acrescenta que seu A Folha do Vale - Os primeiros naldo, que era um ótimo nome, articulação, cada um na sua área.
grupo político deve procurar, com nomes que surgem, quando pensamos mas que não foi preparado a tem- A Folha do Vale – O senhor
muito senso de realismo, os bons em eleição, são o do Otávio Lage Fi- po. Como o presidente Lula fez acredita na participação de Marconi
quadros que possui, e cita meia lho, do Henrique Penna, do deputado com Dilma, que era uma pessoa Perillo nas próximas eleições?
dúzia de possíveis pré-candidatos: Helio de Sousa, além do seu. Desses 4 sem a menor qualificação política e Jalles Fontoura - Sem dú-
Rosa Steckelberg, Robson Tavares, nomes, tem chance de algum ser pre- foi eleita. Não soubemos preparar vida. O Governo Marconi é PS-
José Mateus, Ariosvaldo Gomes e feito? nossa campanha a tempo e não va- DB, temos uma ligação muito
os vereadores Mauricinho e Temal Jalles Fontoura - Temos que mos cometer o mesmo erro. Mais forte e sem dúvida que ele vai
Carrilho. “Temos bons nomes e olhar para frente. Nós não pode- ou menos como foi a primeira elei- nos ajudar aqui. Temos que fazer
vamos articular com eles”, avisa. mos ficar sem o deputado Helio ção do doutor Helio: ele foi um isso virar apoio, virar investimen-
O empresário e político fala de Sousa, já não temos mais a de- candidato que apareceu, se impôs to, virar qualidade de vida. Para
em superar o trauma da eleição do putada Mara [Naves]. Por outro e ganhou a eleição. Vai ser uma si- ajudar quem mais precisa, ajudar
Jalles Fontoura afirma que será candidato quem estiver empolgando
Ronaldo, “que era um ótimo no- lado, o Otavinho está à frente de tuação parecida com aquela, temos a saúde, que está em péssima si-
me, mas que não foi preparado a um projeto de milhões de reais, pessoas qualificadas para isto. Sem tuação, criar mais oportunidades educação também não, na infra- acontece. Eu me lembro de uma
tempo” " " Ronaldo Peixoto perdeu que são a Unidade Otávio Lage medo nenhum, eu posso dizer que de emprego, uma ação forte da estrutura pouquíssimo se fez. Eu vez eles terem prometido uma in-
a eleição para Gilberto Naves, em e a Codora Energia. O Henrique teremos uma grande vitória, mas educação, para Goianésia se tor- acho até impressionante, com o dústria que nunca apareceu. Esse
2008" " e desafia o atual prefeito Penna também não pode ser, por- vai ser conquistada na luta, nas nar um pólo de educação, ela já tamanho da arrecadação, com tan- tipo de atitude vai ser cobrada. O
a concorrer à reeleição, vendo na que vai morar 2 anos nos Estados boas propostas, encantando o elei- caminha para isso. tos recursos, uma falta de gestão Tavinho [sic] fez estas milhares
possibilidade “um bom desafio”. Unidos para fazer uma pós-gradu- torado de Goianésia. Vamos para A Folha do Vale - Quem o se- qualificada. Difícil de explicar. A de casas de graça e, agora, o povo
“O candidato [do grupo do ação. Eu também não, pois tenho a disputa. Agora, é preciso ousar, nhor acha que virá pelo PMDB? gente observa que o eleitor ficou está cobrando. É assim: estou indo
prefeito] deve ser Gilberto Naves, responsabilidade com a Goialli. É agregar novos nomes, até porque Jalles Fontoura - O candi- mais exigente e mais consciente, e na Caixa pedir dinheiro empres-
ele tem de se candidatar ou vai de- preciso renovar, e estes 4 não se- nós temos que pensar política, dato deve ser Gilberto Naves, ele não se vê uma ação objetiva da ad- tado para construir estas casas e
monstrar muita fragilidade. Se for rão porque não temos possibilida- porque não é só uma eleição, não; tem de se candidatar ou vai de- ministração a favor da cidade. vocês pagarão este empréstimo. É
ele, é nossa chance de fazer uma de. Com muito senso de realismo, são várias. Temos uma cidade com monstrar muita fragilidade. Se for A Folha do Vale - E sobre as o que estão fazendo. As pessoas
crítica ao seu governo”, diz Jalles, vamos procurar bons nomes aqui: mais de 60 mil habitantes, temos ele, é nossa chance de fazer uma promessas de campanha não reali- percebem o que é isto e que nada
para quem a atual administração a doutora Rosa [Steckelberg, far- potencial, ele só precisa ser des- crítica à sua administração. É um zadas, obras que nunca terminam e tem a ver com o compromisso de
não empolgou. “Pelo contrário, macêutica, da Naturalis]; o Ario- pertado. Nós não podemos fazer bom desafio. a falta de uma pasta que se destaque? campanha. Eu prometi trazer uma
está extremamente desgastada e svaldo [Gomes, ex-vereador]; o como o PMDB, que a vida inteira A Folha do Vale - Em uma Jalles Fontoura - Malaba- indústria e trouxe a Goialli, essa é a
a cidade está precisando sonhar e doutor Robson Tavares [médico, alternou entre Gilberto Naves e análise dessa administração, o que o rismo político, promessa falsa, é grande diferença. A cidade viven-
carente de uma administração fe- da Clinefro]; o Mauricinho [ve- Mara Naves. Uma dobradinha que senhor acha que aconteceu? populismo. Na época da eleição, do um ótimo momento, que não
cunda”, analisa. reador no 3º mandato]; o Temal nunca fugiu e nem vai fugir é uma Jalles Fontoura - Na saú- se promete muito e não se cum- está sendo bem aproveitado como
Confira a entrevista ao re- [Carrilho, vereador], que é o pre- política pobre, que não consegue de não foi feito o prometido, na pre. Não é a primeira vez que isso deveria.

GOVERNO INOPERANTE Meio Ambiente e o Código Florestal


A vereadora Antônia Lacerda – PV foi feita por uma equipe de técnicos.

Lixão do Daigo continua sem solução


Goianésia –, como ambientalista, falou Desde que foi apresentado pela
sobre a aprovação do novo código de leis primeira vez, o projeto do deputado Aldo
florestais: “O Código Florestal trata da Rebelo sofreu diversas modificações e já
qualidade de vida de todos. É uma Lei vi- foram divulgadas várias versões. As prin-
tal para a permanência ou a recuperação cipais diferenças entre ele e o código em
A FOLHA DO VALE dos serviços ambientais básicos que sus- vigor dizem respeito à área de terra em
Por Alane Moraes que só beneficiou desmatadores tentam a vida e a economia no campo e que será permitido o desmate, ao reflo-
Da Reportagem local e a própria bancada ruralista, o nas cidades. Garante a todos a produção restamento dessa área e à punição para
e a conservação da água, a regulação das quem já desmatou.
problema se vê bem de perto chuvas, a proteção à biodiversidade, a po- Ambientalistas, ruralistas e cien-
Depois de mais de 2 meses em milhares de municípios bra- linização, o controle de pragas, o controle tistas concordam que ele precisa ser
do clima e da qualidade do ar nas cidades, atualizado, tanto por ter de se adaptar
que denunciamos o aterro do sileiros. E aqui não poderia ser a estocagem do carbono e a redução de à realidade brasileira, mas também por-
Daigo (Distrito Agroindustrial diferente: a Prefeitura de Goia- emissões de gases de efeito estufa, entre que ele foi modificado várias vezes por
tantos outros benefícios que as florestas decreto e medidas provisórias e seria
de Goianésia), a situação não nésia insiste em não enxergar o nativas nos prestam. Por isso, mesmo que necessário algo mais sólido. A bancada
mudou. No depósito de en- problema do tratamento de lixo você viva em um centro urbano, sua vida ruralista queria aprová-lo rapidamente
depende diretamente da existência das para pôr fim à “instabilidade jurídica”,
tulhos de construção e de lixo na cidade. O aterro não poderia florestas e matas. Essa lei é de interesse que dá margem a diversas interpreta-
verde continuam sendo despe- continuar onde está e nenhuma de todos os cidadãos. O Brasil tem de ções em alguns pontos polêmicos. Os
conciliar o fato de ser um dos países com especialistas defendiam uma moderni-
jados, pela prefeitura ou não, resposta a altura é dada à socie- maior vocação agrícola com o de ter a zação, mas queriam adiar a votação pa-
resíduos inorgânicos, que difi- dade. Como reflexo disso ainda maior biodiversidade. Não podemos per- ra dar tempo a uma discussão mais am-
der nenhum dos dois”, esclareceu a vice- pla do projeto. Já a chamada bancada
cultam a absorção pelo próprio temos o problema da falta de -presidente da Câmara Municipal. verde quer mudanças, porém diferentes
meio ambiente. Além do que, coleta seletiva, ainda não há um das propostas de Rebelo.
como já denunciamos, o lixão se estudo sobre a temática do tra- ENTENDA AS MUDANÇAS As chamadas APPs (Áreas de Pre-
Criado em 1965, o Código Flores- servação Permanente) são os terrenos
encontra às margens do Córre- tamento de lixo na cidade. tal regulamenta a exploração da terra no mais vulneráveis em propriedades parti-
go Laranjeiras. O que se carac- Catadores de lixo ainda Prefeitura e outros seguem utilizando aterro de forma inadequada
Brasil, baseado no fato de que ela é bem culares rurais ou urbanas. Como têm uma
de interesse comum a toda a população. maior probabilidade de serem palco de
teriza com um grande agravo esperam por parte do Execu- Ele estabelece parâmetros e limites para deslizamento, erosão ou enchente, de-
ambiental. tivo estudos para também ser trabalhadores. Como existe em ao meio ambiente, fazendo as- preservar a vegetação nativa e determi- vem ser protegidas. É o caso das margens
na o tipo de compensação que deve ser de rios e reservatórios, topos de morros,
Em uma semana onde o criada uma cooperativa de tra- Goiânia, a capital do estado, sim que tudo produzido retor- feito por setores que usem matérias-pri- encostas ou matas localizadas em leitos
Brasil e o mundo assistiram tamento de lixo para forçar o ainda não possui a coleta se- ne reciclado aos seus lares, pro- mas, como reflorestamento, assim como de rios e nascentes. A polêmica se dá
as penas para responsáveis por desmate porque o projeto de Rebelo flexibiliza a
horrorizados à votação do no- desenvolvimento nesta área e letiva, que evita que materiais movendo um desenvolvimento e outros crimes ambientais relacionado. extensão e o uso dessas áreas, especial-
vo Código Florestal Brasileiro, dar uma vida mais digna a esses não orgânicos sejam lançados sustentável. Sua elaboração durou mais de 2 anos e mente nas margens de rios já ocupadas.
ESTADO
Do

Pág. 5 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

INVESTIMENTOS

Marconi quer gasoduto em Goiás


Governador de Goiás, Marconi Perillo, visita seu colega de Minas Gerais, Antonio Anastasia,
e inicia entendimento para trazer gasoduto da Cemig até Goiás

O
Omar Freire/Imprensa MG
governador Mar- tou. “Vamos nos situar, saber de São Paulo.
coni Perillo quer um pouco mais sobre esse ga- A amônia é matéria-
estender o gasodu- soduto que chega até o Triân- -prima para a produção de
to da Cemig até cidades do gulo [Mineiro], para ver como monoamônio-fosfato (MAP),
estado de Goiás. O desejo foi vamos nos situar junto ao go- um fertilizante binário que
manifestado nessa terça-feira, verno federal, para que a Petro- contém fósforo e nitrogênio e
24, ao governador de Minas bras eleja cidades do Distrito utilizado, principalmente, nas
Gerais, Antonio Anastasia, Federal e de Goiás no master- culturas de milho, cana-de-
durante almoço no Palácio Ti- plan que leva em consideração -açúcar, café, algodão e laranja,
radentes, em Belo Horizonte, a expansão do gasoduto”. entre outros. Hoje, a amônia é
sede do governo mineiro. Do ponto de vista dos importada, via Porto de San-
Acompanhado por técni- investimentos, Marconi disse tos, de Trinidad e Tobago e
cos e diretores da Goiasgás e que a Goiasgás pode entrar Venezuela, o que faz do Brasil
da Secretaria de Infraestrutu- com dinheiro. “Mas, funda- o quarto maior importador de
ra, Marconi afirmou que exis- mentalmente, é preciso saber fertilizantes do mundo, atrás
te viabilidade econômica para das intenções da Petrobras. Se apenas dos Estados Unidos,
o gasoduto nesses 2 estados, tiver condições de incluir esses China e Índia.
porque “ambos possuem um dois estados, a Goiasgás entra Além de agregar valor e
mercado consistente”. “Vie- também com recursos”. dar mais flexibilidade à cadeia
mos fazer uma visita de cor- O governador acrescen- de comercialização de produ-
tesia ao governador Anastasia, tou que existem outras áreas tos do gás natural, a produção
meu colega e amigo, com o de interesse em Minas Ge- de amônia em Uberaba vai
objetivo principal de conhecer rais, destacando o modelo de aliviar o Porto de Santos pa-
o gasoduto que Minas Gerais gestão implementado desde ra movimentações de outros
está levando de São Paulo a 2003, baseado na meritocracia importantes produtos para
Governador Marconi Perillo (GO) e o colega Antonio Anastasia (MG), na Cidade Administrativa,
Uberaba, mas que Goiás e no serviço público e na fixa- o país e irá retirar das prin-
em Belo Horizonte
Brasília têm muito interesse ção de metas e resultados para cipais estradas cerca de 100
que chegue também aos nos- buscar a excelência no atendi- os programas de contratos por Triângulo Mineiro. A UFN grama de Aceleração do Cres- caminhões de amônia diaria-
sos estados”, afirmou. mento direto ao cidadão. resultados. Queremos implan- V (Unidade de Fertilizantes cimento 2), a obra começará mente no trajeto do porto ao
O governador goiano ad- “Viemos buscar aqui, tar essas ferramentas de gestão Nitrogenados) terá capaci- em fevereiro de 2012 e será Triângulo Mineiro, reduzin-
mitiu que existe um elemento junto ao governador Anasta- que são muito bem avaliadas dade de produção de 519 mil concluída em dezembro de do as possibilidades de aci-
que cria dificuldade. “Nos pre- sia, várias ideias para a gestão. aqui em Minas Gerais e que toneladas por ano de amônia e 2014. Serão investidos US$ dentes. A construção do ga-
ocupa muito a bitola " " se de Os governos Aécio Neves e deram tão bons resultados pa- tornará o país autossuficiente. 1,3 bilhão na fábrica e serão soduto, que será interligado
12 ou de 20 polegadas. Para Antonio Anastasia são uma ra os mineiros”, disse Marconi. O Protocolo de Intenções foi gerados 5 mil empregos du- ao Gasoduto Bolívia-Brasil
viabilizar, precisamos de uma referência para o Brasil sob o O PROJETO assinado no dia 17 de mar- rante a construção, com índi- (Gasbol), para o abasteci-
bitola de 20 polegadas, mas is- ponto de vista de gestão. Já es- O gasoduto integra um ço entre a presidente Dilma ce de nacionalização de 65%. mento da UFN V, propicia-
so implica uma discussão com tamos implantando em Goi- projeto da Petrobras para a Rousseff, o governador Anas- A unidade também atenderá rá também possibilidades de
Minas, Cemig, Gasmig e tam- ás o sistema de meritocracia. implantação de uma fábrica tasia, a Cemig e a Petrobras. às demandas dos estados de investimentos ao longo do
bém com a Petrobras”, comen- Começamos também a criar de amônia em Uberaba, no Integrante do Pac 2 (Pro- Goiás, Mato Grosso e parte traçado deste novo duto.

JESÚPOLIS Ascom/Prefeitura de Jesúpolis TRADIÇÃO

15ª Festa da Ação Social tem


início nesta quinta, em Jesúpolis
Jesúpolis, cidade a 92 próprios moradores do muni-
quilômetros de Goianésia, cípio.
realiza a partir desta quinta- Uma das maneiras de
-feira, 2 de junho, até o dia 5, a beneficiar os jesupolinos são
Camisa e bermuda para crianças do Peti, e camiseta, calça e 15ª Festa da Ação Social, um os cursos de qualificação pro-
corda, para os da Capoeira
dos mais tradicionais eventos fissional realizados gratuita-

Crianças e adolescentes
do município. mente pela Assistência Social.
Grandes atrações progra- 70 pessoas, aproximadamente,
madas, como leilões e shows passam todos os dias úteis pe-

dos programas sociais bailes dançantes, fazem os


organizadores aguardarem
la secretaria em busca de uma
oportunidade.

ganham uniformes
público superior ao do ano Segundo a primeira-da-
passado. A expectativa é de ma do município, Magda Lú-
que 8 mil pessoas de Jesúpolis cia Alves de Carvalho Silveira,
Novos uniformes adqui- receberão camiseta, calça e e cidades vizinhas passem pela a festa ainda gera renda direta.
ridos pela Prefeitura de Jesú- corda. O uniforme da Ban- festa, durante os 4 dias. Ela explica que, com os cursos,
polis, por meio do Cras (Cen- da de Música é um colete Toda a renda da festa " grande quantidade de material
tro de Referência de Assistên- e será entregue a todos os realizada pela prefeitura local, é confeccionada e, em contra-
cia Social), serão destinados membros. No ProJovem, os por meio da Secretaria de As- partida, é necessária mão de
aos alunos matriculados nos uniformes são apenas para sistência Social, do Conselho obra extra para dar acabamen-
programas sociais do órgão. reposição. Municipal de Assistência So- to nas peças.
Crianças e adolescentes Segundo o coordenador cial, do Cras (Centro de Re- “Com esse dinheiro, as
participantes do Peti (Progra- do Cras, Francisco Renato
ferência de Assistência Social) famílias ganham um dinheiro
ma de Erradicação do Tra- Bessa, além dos alunos, tam-
e de voluntários amigos da extra e aumentam a sua ren-
balho Infantil), do ProJovem bém os monitores das turmas
(Programa Nacional de Inclu- serão beneficiados com a ini- festa"" será revertida para os da”, afirma dona Magda.
são de Jovens), da Capoeira e ciativa da prefeitura.
da Banda de Música serão be- “A ideia é fazer com que PROGRAMAÇÃO DA 15ª FESTA DA AÇÃO SOCIAL
neficiados. os alunos dos nossos progra-
O uniforme dos alunos mas sociais sejam identifica- DIAS ATRAÇÕES
do Peti é composto por ca- dos, assim como os professo- 2, 3 e
Leilões e shows com artistas locais todas as noites
misa e bermuda. Cada crian- res. Outra razão para a aquisi- 4/6
ça receberá 2 conjuntos. Já ção dos uniformes foi a ques- 5/6 A partir das 12h, galinhada e leilão de bezerros e cereais
os participantes da Capoeira tão da organização”, revela. Cartaz do evento, que deve reunir 8 mil pessoas
REGIÃO
Do

Pág. 6 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

BARRO ALTO
Audiência pública discute falta
d’água; e comércio fecha as portas
O comércio protestou fechando suas portas durante a audiência pública, que envolveu
autoridades da área, o Ministério Público, a Prefeitura de Barro Alto e a Anglo American
A FOLHA DO VALE
Por Alane Moraes jarmos o futuro. Não podemos
DE BARRO ALTO (GO) dar os 60 mil litros por segundo,

A
como quer o prefeito”, afirmou
cidade conta com cerca o responsável.
de 10 mil habitantes e Segundo o prefeito Antô-
passa por sérios pro- nio Luciano de Lucena, a cida-
blemas de falta de água. Mui- de está sofrendo com a falta de
tas vezes, o elemento de maior água, e o pior, está travando seu
importância para a vida não é crescimento. “Se não podem me
suficiente nem mesmo para a dar os 60 mil litros, que me dê-
higiene pessoal. De uma hora em ao menos a metade. Menos
para a outra pode faltar água na que isso eu não posso aceitar”,
torneira. Isso acontece porque advertiu o prefeito.
o abastecimento não acompa- O impasse foi guiado pe-
nhou o crescimento da cidade. lo promotor de Justiça, Uigvan
A vazão é de cerca de 16 mil Pereira Duarte, que tentou a
litros por segundo, o que não todo momento achar uma so-
está satisfazendo a comunida- lução entre as propostas apre-
de. Barro Alto deve crescer em sentadas. Em busca de respos-
proporções ainda maiores, até tas, a população lotou o Fórum
mesmo triplicando sua popula- de Justiça da cidade. Algumas
ção ou mais, nos próximos anos, pessoas se alteraram depois
com os investimentos previstos de ouvir a falta de proposta Autoridades discutem o problema durante audiência pública, proposta pela Aciaba
para os impostos da multina- da Saneago. Um advogado da
cional Anglo American. Mas cidade chegou a tomar o uso
a empresa pública responsável da palavra, sem ser convidado,
pelo o abastecimento, a Sane- mostrando a revolta da popu-
ago, retrucou, afirmando que o lação diante da falta de solução
progresso deve esperar. frente ao problema.
A Prefeitura de Barro Alto Mas, depois de cerca de
quer aumentar a vazão de água, duas horas de discussões, o pre-
praticamente triplicando, pa- feito sugeriu, já exausto, que
ra acompanhar o crescimento furaria 3 ou 4 poços artesianos,
atual. A cidade parou durante a como medida paliativa. Em tro-
realização da audiência pública ca, a Saneago faria o tratamento
para discutir o assunto: 98% do e a distribuição da água. E, ain-
comércio baixou suas portas em da, eximiria o Poder Executivo
forma de protesto, na tarde do municipal de pagar as contas de
dia 25. água por um prazo a ser estipu-
Segundo o gerente re- lado. Isso até outubro, quando
gional da Saneago, Fernando os estudos sobre o impacto em
Antônio Rodrigues, loteamen- saneamento básico de Barro
tos não podem ser feitos, pois Alto ficarem prontos. Empresários e comerciantes de Barro Alto baixaram as portas A população, revoltada com o descaso da Saneago, lotou o auditório
a licença para furar os poços A empresa Anglo Ameri- durante protesto pela falta d’água do Fórum, pedindo solução da falta d’água em Barro Alto
artesianos não serão dadas. “A can, representada por Liomar
cidade cresceu, mas não obtive- Vidal, ficou responsável pelo ra os próximos 25 anos devem o estudo foi orçado em cerca de parte de resíduos sólidos, como mais objetivas e resolver o pro-
mos estudos sobre isso. Temos projeto. Os estudos sobre o im- ficar prontos em outubro. A meio milhão de reais. aterros. Depois de pronto, a Sa- blema de vez, visando, assim, o
que saber o quanto cresceu e o pacto financeiro e ambiental da empresa responsável prelo pro- Segundo Liomar Vidal, neago e a prefeitura se reunirão desenvolvimento e o crescimen-
quanto vai crescer para plane- cidade para seu crescimento pa- jeto é a Sabesp, de São Paulo, e o estudo se encontra agora na novamente para traçar metas to do município.

SUPERCOM/NIQUELÂNDIA

Apresentação de capoeira do Paes, na abertura do seminário, impressionou o público presente

PROTEÇÃO SOCIAL

Niquelândia realiza seminário em defesa das crianças e adolescentes


Representantes de diversos policial Erlandison, da Polícia enfermeira Andiara. afirmou a secretária de Assis-
segmentos de Niquelândia par- Civil, falou sobre o bullying; a No intervalo, foram ser- tência Social, Laura Francisca
ticiparam, no último dia 18, no secretária de Assistência Social, vidos pipoca e geladinha, e to- Gonçalves, que coordenou o
Cine Teatro do Centro de Con- Laura Francisca Gonçalves, Te- dos os convidados assistiram à seminário.
venções e Cultura Paulo Rocha, cendo a rede de proteção aos sessão de cinema com “Parada Além de Laura e dos de-
do 2º Seminário de Combate direitos infanto-juvenis; e a es- 174”. Ao término da exibição, mais palestrantes, o evento
a Violência Contra Criança e crivã da Policia Civil, Andréia a assistente social Amanda en- contou ainda com a presença
Adolescente, realização da Se- Diniz, A importância do depoi- cerrou levantando uma discus- de representantes da PM (Po-
mas (Secretaria Municipal de mento sem danos. são com os participantes sobre lícia Militar), capitão Alan; da
Assistência Social). No período da tarde, alu- o filme. Anglo American, Janaine; do
Aberto às 8h, com apre- nos de várias escolas assistiram “Diversos órgãos, entida- chefe de Gabinete do prefeito,
sentação de capoeira do Projeto à apresentação da Sinfonia do des e empresas enviaram seus Jesus Ferreira França; da se-
Paes, um dos projetos apoiados Cerrado, outro projeto apoia- representantes para participa- cretária de Educação Belcho-
pela Anglo American no mu- do pela Anglo American, e à rem desse evento, que é de su- lina, do vereador Meio Kilo, Chefe de gabinete Jesus Ferreira França; secretária de Assistência
nicípio, o evento teve palestras palestra sobre a importância ma importância para o desen- representando a Câmara Mu- Social, Laura Francisca; representante do Conselho Tutelar, Rita
que enfocaram diversos as- do atendimento especializado volvimento e crescimento das nicipal; e da conselheira tute- de Cássia; vereador Meio Kilo; secretária de Educação, Belcholina;
pectos inerentes ao assunto: o e humanizado na saúde, com a nossas crianças e adolescentes”, lar, Rita de Cássia. capitão Alan; e a representante da Anglo American, Janaine
VARIEDADES
Do

Pág. 7 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

QUALIDADE

Naturalis conquista Certificado Sinamm 2010


Certificado Sinamm 2010 foi entregue, dia 20 de maio, em Goiânia, às farmácias de
Goiás e do Tocantins que concluíram o sistema; ao todo, 40 farmácias goianas e 3 to-
cantinenses foram chanceladas
DOAÇÃO

A
Cláudius Brito
Farmácia Natura-
lis conquistou mais
mag GO/TO, Gilmar Dias,
em discurso, observou que, Móveis e utensílios
distribuídos para famílias
uma vez a certifica- embora seja um programa
ção do Sinamm (Sistema Na- novo (foi criado em 2007 e,
cional de Aperfeiçoamento e desde então, a Farmácia Na-
Monitoramento Magistral), turalis vem participando), e entidades de Barro Alto
um programa realizado em o Sinamm se constitui num
Anglo American beneficia mais de 250 famílias de
todo o Brasil pela Anfarmag diferencial de qualidade im-
(Associação Nacional de Far- portante para as empresas Barro Alto com doação de utensílios domésticos; móveis
macêuticos Magistrais). certificadas. e peças de cama e banho estão entre os itens não mais
Reconhecido mundial- No Brasil, segundo in- utilizados no alojamento do Projeto Barro Alto
mente um dos mais abran- formou, 880 farmácias par-
A Anglo American en- fronhas e toalhas de banho.
gentes voltados para o seg- ticiparam do programa, com
caminhou os móveis e uten-
mento, o programa visa pro- 2,8 mil horas/aula pela TV sílios domésticos adquiridos, ENTIDADES
porcionar ferramentas para Farma, em 18 módulos, en- que eram utilizados no aloja- Além disso, as doações
as farmácias gerenciarem a volvendo os farmacêuticos, mento do Projeto Barro Alto, poderão beneficiar outras
garantia da qualidade de seus gestores, propagandistas e para a Secretaria Municipal entidades locais, como as-
produtos e serviços, aliando atendentes. Além disso, fo- de Ação Social, que apoia a sociações culturais, a asso-
técnica e ciência ao dia a dia ram contabilizadas 14.860 empresa na doação dos cerca ciação de assentados pelo
das empresas. análises de produtos e rea- de 30 mil itens. Incra (Instituto Nacional
A farmacêutica Dra. Dra. Rosa Steckelberg recebe certificado do Sinamm do presidente lizadas 7,5 mil horas de au- Com isso, 259 famílias de Colonização e Reforma
da Anfarmag, Ademir Valério de baixa renda, previamente Agrária) e órgãos mantidos
Rosa Maria de Brito Steckel- ditoria, por um quadro com-
cadastradas, receberão vários pela prefeitura, a exemplo
berg recebeu o certificado em presença do novo presiden- o nosso compromisso com o posto de 23 auditores.
itens. do Peti (Programa de Erra-
solenidade realizada no últi- te nacional, Ademir Valério conhecimento e com a qua- “A farmácia que recebe Ao todo, são 725 ca- dicação do Trabalho Infan-
mo dia 20, no espaço Maison da Silva, e do presidente do lidade a serviço dos nossos esta certificação sinaliza de mas, 1.452 colchões de sol- til), Lar do Idoso e do Pro-
Florency, em Goiânia. CFF (Conselho Federal de clientes e parceiros. Quero forma clara a sua preocupa- teiro, 289 armários de aço e grama de Atenção ao De-
A entrega foi feita pe- Farmácia), Jaldo de Souza parabenizar a toda equipe da ção com a evolução do co- 511 de madeira, 1.380 tra- tento, entre outras. Assim,
lo presidente da Anfarmag Santos, e várias outras auto- Naturalis, que se dedicou pa- nhecimento. Foram 12 me- vesseiros, 123 criados-mu- com apoio da Secretaria de
GO/TO (Regional Goi- ridades. ra essa vitória”, comemorou ses de dedicação e, por isso, dos, 30 mesas pequenas, 39 Ação Social, inúmeras pes-
ás/Tocantins da entidade), “É uma conquista im- Dra. Rosa. todas estão de parabéns”, poltronas e mais de 25 mil soas serão beneficiadas no
Gilmar Silva Dias, com a portante, porque demonstra O presidente da Anfar- itens, como lençóis, viróis, município.
afiançou.

INFORME PUBLICITÁRIO

COMUNICADO
O Conselho Municipal de Assistência Social, em

reunião ordinária no dia 11/05/2011, no uso da competência

que lhe confere no inciso XII do artigo 2º da lei Nº 433/96,

convida toda população do Municipio de Barro Alto à participar

da IV Conferência Municipal de Assistência Social com o tema

“Consolidar o Sistema Único de Assistência Social e Valorizar

seus Trabalhadores”, será realizada no dia 07/06/2011 das

8:00 às 17:00 horas, no Salão Paroquial da Igreja Católica.

ACESSE NOSSO SITE


Leia, compartilhe, comente!
Em Fátima,
Nossa Senhora pediu: www.afolhadovale.com.br
“Rezem o terço todos os dias,
Jornal online, classificados grátis,
para alcançarem a paz!”
edições anteriores e muito mais...
E-mail: contato@afolhadovale.com.br
Do

Pág. 8 / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

Pensar no futuro
faz bem. Para o
Planeta e Para
nossos negócios.
Nosso compromisso com o desenvolvimento
sustentável vai além do simples cumprimento
das obrigações legais. Sabemos que cuidar do
meio ambiente e usar os recursos naturais de
forma responsável é bom para a sociedade e
também para os negócios.

Em nossa operação de ferroníquel, em Goiás, por


exemplo, a água é quase toda recirculada e usamos
biomassa para substituir óleo combustível. Já na
Unidade de Negócio Minério de Ferro Brasil,
cultivamos mais de 75 mil mudas, de centenas
de espécies nativas para que sejam reintroduzidas
no ambiente.

As ações são locais, mas o reconhecimento é


mundial. Fomos incluídos no FTSE4Good, principal
indicador de responsabilidade social da bolsa de
valores de Londres, e estamos entre as três Roberta Fernandes,
empresas líderes no segmento de mineração do técnica em Meio Ambiente
da Unidade de Barro Alto.
Índice de Sustentabilidade Dow Jones da bolsa
de Nova York.

5 de junho. Dia Mundial do Meio Ambiente.


RECONHECIMENTO

Os Melhores A Folha do Vale premia


CAPA B
1º a 8 de Junho/2011
EDIÇÃO 183 CADERNO B
empresas e profissionais de Goianésia
Entrega dos troféus e certificados, com a chancela do jornal A Folha do Vale, homenageia
personalidades destacadas de Goianésia, apontadas em pesquisa os melhores em suas categorias
A FOLHA DO VALE

Casa de Festas Otávio Lage foi palco de merecidas homenagens

R
ealizada com êxito a en- os melhores da cidade em suas diferencial para seus clientes. Jota Silva, e ilustres convidados: o
trega dos troféus e certi- respectivas categorias. O número de premiações deputado Helio de Sousa, repre-
ficados da 4ª edição do O evento, na Casa de Festas reforça o entendimento de que, sentando a Assembleia Legislati-
Prêmio Os Melhores A Folha do Otávio Lage, contou com a boa cada vez mais, o jornal vem cres- va; o ex-prefeito Otavinho, pelos
Vale. Em uma belíssima noite, participação da sociedade goia- cendo no conceito da comuni- profissionais liberais; a vereadora
nessa sexta-feira, 27, com muita nesiense. Empresários, profissio- dade de Goianésia, e agregando Antonia Lacerda, pela Câma-
comida, bebida e música ao vivo nais liberais, lideranças políticas credibilidade junto aos seus lei- ra Municipal de Goianésia; dra.
com Ademar II (de Goianésia), e classistas da cidade prestigia- tores e anunciantes. Rosa Steckelberg, pelos anun-
Luiz Neto e Shaiane (de Goiâ- ram a festa. Na oportunidade, 61 A entrega dos troféus e cer- ciantes do jornal; e o professor e
nia), foram reconhecidos profis- pessoas e empresas foram agra- tificados foi feita, durante a festa, diretor da Evangélica Goianésia,
Anfitrião da festa, Pedro Dias, o J. Silva, ao lado de sua esposa Daniela sionais e empresa apontados, em ciados com o almejado troféu, pelo proprietário do jornal A Fo- José Mateus dos Santos, repre-
Gonçalves, agradeceu e parabenizou todos os homenageados da noite pesquisa conduzida pelo jornal, que muitas lojas expõem como lha do Vale, Pedro Dias da Silva, o sentando o segmento educacional.

CORPUS ACADEMIA (EMPRESA) CASA DE CARNE BOI GORDO GOIAVE GOIANÉSIA VEÍCULOS LTDA CERVEJA EM PÉ
Categoria: Academia de Ginástica Categoria: Casa de Carne Categoria: Concessionária de Automóveis Categoria: Bar Noturno
ADEMAR SEGUNDO EURICELER PESSOA BORGES O REPRESENTANTE ALESSANDRO JOSIAS JUSSARA CRISTINA

SOPHIA THOMPSONS BUFFET BETSAIDA CALÇADOS CARTÓRIO 2º OFÍCIO TABELIONATO PENHA


Categoria: Boutique Categoria: Buffet Categoria: Calçados Femininos Categoria: Cartório
CRISTIANE ALVES DE SOUZA PAULINO WILLIAM COSTA VÂNIA E O ESPOSO VINO ELIZABETE MACEDO

DODÔ SAMPAIO CHURRASCARIA LAGE CLÍNICA DE IMAGEM SANTA LUZIA CLUBE CAMPESTRE
Categoria: Chaveiro Categoria: Churrascaria Categoria: Clínica de Ultrassonografia Categoria: Clube de Lazer
RODRIGO FERREIRA LOPES MEIRE DRA. DANITZIA E O SEU ESPOSO FREDERICO AGNALDO APARECIDO DE LIMA
Pág.
Do

2B / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183


OS MELHORES A FOLHA DO VALE
4ª EDIÇÃO/GOIANÉSIA

CNA INGLÊS DEFINITIVO AUTO VIAÇÃO GOIANÉSIA JALLES MACHADO E ADMINISTRADOR DE EMPRESAS ESCOLA MUNICIPAL SR. ELIZIÁRIO JOSÉ DE OLIVEIRA
Categoria: Curso de Línguas Categoria: Empresa de Ônibus Categoria: Empresa do Ano Categoria: Escola Municipal
HELIO JOSÉ E NATÁLIA MIRANDA VALTER ALVES DOS SANTOS Categoria: Administrador de Empresas JOÃO VILMAR DE ANDRADE
OTÁVIO LAGE DE SIQUEIRA FILHO

DROGARIA EUROFARMA FARMÁCIA NATURALIS FLORICULTURA TULIPA ORGANIZAÇÃO DIVINA LUZ


Categoria: Farmácia Categoria: Farmácia de Manipulação e Homeopatia Categoria: Floricultura Categoria: Funerária
DRA. CAROLINA COSTA E SILVA E ATENDENTES DRA. ROSA MARIA DE BRITO STECKELBERG PRISCILA TALITA IGOR FERREIRA E TIERRY FERREIRA

COLOR GRÁFICA PRÉ MOLDADOS ROCHA LAVAJATO POPOK’S JET BOOK


Categoria: Gráfica Categoria: Lajes - Construção Categoria: Lavajato Categoria: Livraria
ANDREIA DE SOUZA CARLOS ANTONIO DA ROCHA SIRIANO MICHELE E MARCOS VINÍCIUS FERNANDA RODRIGUES E ADRIANO DE ALMEIDA

BETEL CALÇADOS LOJA DOS PARAFUSOS AUTO SOCORRO E OFICINA DO ROMILDO


Categoria: Loja de Calçados Categoria: Loja de Parafusos e Ferragens Categoria: Funilaria, Pintura Automotiva e Guincho
MARIA JOSÉ E SUA EQUIPE ELISMAR GARCIA O REPRESENTANTE PEDRO DIAS

MERCADÃO DOS ÓCULOS DANDAS LANCHES PIZZARIA DANDAS SPARPAS


Categoria: Ótica Categoria: Pit Dog Categoria: Pizzaria Categoria: Restaurante e Chopperia
WASHINGTON MUNIZ DE FREITAS ÍCARO LEONARDO FILHOS E SOBRINHA DE JOSÉ DOS REIS PEREIRA ALBINO GOMES E SUA ESPOSA

CASA DOS ROLAMENTOS NATUREZA VIVA PAISAGISMO DR. HILTON GONÇALVES RIBEIRO LEONARDO CORDEIRO TELES
Categoria: Rolamentos e Correias Categoria: Viveiro Categoria: Advogado Categoria: Caixa e Banco
DIVINO E SUA ESPOSA VÂNIA A VEREADORA ANTONIA LACERDA
OS MELHORES A FOLHA DO VALE Pág. 3B / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183
Do

4ª EDIÇÃO/GOIANÉSIA

ADEMAR SEGUNDO PAUTO ANTONIO RODRIGUES HELIO ANTONIO DE SOUSA WELTON JOSÉ DA SILVA
Categoria: Cantor Categoria: Contador Categoria: Deputado Estadual Categoria: Diretor de Escola Municipal
ADEMAR SEGUNDO E SUA BANDA HELIO ANTONIO DE SOUSA E SUA ESPOSA

NAYARA B. RODRIGUES CARLOS ANTONIO DA ROCHA SIRIANO ADEMAR SEGUNDO KLEBER DE SOUSA MIGUEL
Categoria: Enfermeira Categoria: Engenheiro Civil Categoria: Fisioterapeuta Categoria: Funcionário do Judiciário
CARLOS ANTONIO DA ROCHA SIRIANO E SUA ESPOSA REPRESENTADO POR SEU FILHO PAULO VITOR

CLEYTON BORGES SOUZA JANE FELICIANO DALMI MARTINS DA COSTA


Categoria: Gerente Comercial Categoria: Cerimonial Categoria: Mecânico
REPRESENTADA POR CLAUDINÉIA PATRÍCIA DALMI MARTINS COM SUA FAMÍLIA E FUNCIONÁRIOS

DR. ABDON FERREIRA HERMOSILLA DR. JAIR MERLIM DRA. IVANICE MIRANDA REIS HELIO TAVARES CALHEIROS
Categoria: Médico Ginecologista e Obstetra Categoria: Odontólogo Implantodontista Categoria: Ortodontista Categoria: Policial Militar
REPRESENTADO POR DRA. DANITZIA FERREIRA E O REPRESENTADA POR SEU ESPOSO ONEIDSON FILHO DE JESUS
ESPOSO FREDERICO

HELIO ANTONIO DE SOUSA JOSÉ MATEUS DOS SANTOS DRA. LAMARA RUBIA DE ALVARENGA MAURÍCIO ANDRÉ GOMES
Categoria: Político do Ano Categoria: Prêmio Especial - Professor Universitário Categoria: Psicóloga Categoria: Vereador
REPRESENTADO POR NEIDE E TÉRCIO

JORNAL A FOLHA DO VALE DENER RAFAEL CLEUTON SANTANA (ZINHO) NIVALDO LANCUNA
Categoria: Jornal Categoria: Repórter de Rádio e Prêmio Especial - Categoria: Prêmio Especial – Jogador de Futebol Categoria: Prêmio Especial – Técnico de Futebol
PEDRO DIAS E DANIELA GONÇALVES Site de Notícias
JARAGUÁ
Do

Pág. 4B / 1º a 8 de Junho de 2011 - Edição 183

JARAGUÁ Antônio Coelho

Secretário de Educação visita e


identifica necessidades das escolas
O
secretário de Edu- Peixoto, no Jardim Atlântico, orientou aos pais sobre disci- tes na vida escolar dos filhos.
cação, Cultura, Es- onde estão em andamento plina, direitos e deveres da in-
porte, Ciência e obras de reforma e ampliação. fância e da juventude previstos A ESCOLA Secretário Tiãozinho Arruda e promotora Juliana França,
acompanhados por equipe da Secretaria de Educação, durante
Tecnologia e vice-prefeito de Durante a reunião, Se- no Eca (Estatuto da Criança e A Escola Municipal José reunião na Escola José Peixoto
Jaraguá, Sebastião Martins bastião Arruda destacou a do Adolescente), participação Peixoto atende hoje a 216 alu-
Arruda, o Tiãozinho Arruda, importância daquela unidade deles na vida escolar dos filhos nos, do Jardim 1 ao 5º ano.
vem visitando todas as escolas para a região e anunciou que e obrigações da família para a Wilma Santos agradeceu
municipais, onde realiza reu- sua visita tem por objetivo formação das crianças. às benfeitorias que a unidade
niões com diretores, professo- identificar possíveis deficiên- À frente da unidade desde vem recebendo e garantiu que
res e pais de alunos, e se inteira cias e solucioná-las, na medida 2006, a diretora Wilma San- a administração municipal
das necessidades de cada uni- do possível. tos ressaltou a importância da vem consolidando a escola.
dade e de suas realizações. A promotora de justi- participação da Secretaria de Citou a reforma e ampliação
Na tarde da última terça- ça de Jaraguá, Juliana França, Educação e do Ministério Pú- que vem sendo realizada, com
-feira, 24, ele deixou o Palácio participou da reunião, como blico, na pessoa da promotora a construção de novas salas de
da Educação Sólon Batista e palestrante. Convidada pela Juliana França, para conscien- aula, sala de informática, bi-
foi à Escola Municipal José diretora Wilma Santos, ela tizar os pais a estarem presen- blioteca e novo pátio.
Pais de alunos atentos à palestra da promotora Juliana França,
sobre a participação deles na vida escolar dos filhos

CIDADE LIMPA
Prefeitura leva mutirão da
limpeza ao povoado Alvelândia
O mutirão da limpeza, em
execução nos diversos bairros e dis-
tritos de Jaraguá, chegou na semana
passada ao povoado Alvelândia.
Na operação, de responsabili-
dade da Secretaria de Desenvolvi-
mento Urbano e Infraestrutura, são
realizados serviços de reconstrução,
aterro e nivelamento de calçadas,
recuperação e pintura de meios-
-fios, roçagem de canteiros, poda de
árvores, troca de lâmpadas, limpeza
das ruas e recuperação de bancos e
O lugar de sua Economia!
luminárias das praças.
Iniciado há algumas semanas
Equipe da secretaria, cujos serviços já foram levados a Artulândia e Alvelândia
Fazendo o melhor pra dona de casa.
no município, o mutirão já percor-
reu, por exemplo, os setores da Vila O mutirão é integrado ain- O secretário Jovânio Pereira
Isaura, São Sebastião, Bandeira, da, nos distritos, por uma equipe da Silva, o Jovano Galego, detalhou
Arco Íris Parque, bairro Feliz e jar-
dins Esperança e Primavera.
da Funasa (Fundação Nacional da
Saúde), que visita as residências e
a operação, realizada até agora com
sucesso, e esclareceu que a intenção
Chegada de frutas,
Nas próximas semanas, os se- orienta às famílias sobre o perigo é atender a todos os bairros e distri- verduras e legumes
tores Ana Edith e Cesário da Mata da dengue. tos de Jaraguá.
receberão os serviços. Os distritos e povoados que já fresquinhos:
A equipe de limpeza, que en- ALVELÂNDIA receberam a visita da equipe da secre-
volve mais de 100 funcionários na Em Alvelândia já foram reali- taria foram: Vila Aparecida, Palestina,
atividade, visita também ruas do
centro da cidade e dos distritos.
zados todos os serviços menciona-
dos acima.
Artulândia e, por último, Alvelândia e
Monte Castelo.
ÀS SEGUNDAS E
QUINTAS-FEIRAS

DISK GÁS E
ÁGUA MINERAL
3353-1376

TODA SEMANA TEM PROMOÇÃO


NAS LOJAS DA REDE SUPER COUTO

LOJA I - AV: GOIÁS N 226 CARRILHO - FONE: 3353-1376


LOJA II - RUA 40 N 323 SÃO CRISTOVÃO FONE: 3353-1630

CONSTRUÇÃO ILUMINAÇÃO
REFORMA DECORAÇÃO

LOJA I LOJA II
AV. GOIÁS, 407 - CENTRO AV. GOIÁS, ESQ. RUA 14 - CENTRO
(62) 3353-1317 (62) 3353-2428