Você está na página 1de 24

MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.000.268/0001-72 . EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 002, de 08/03/2012.

A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE AÇAILÂNDIA-MA, tendo em vista o disposto nas Portarias do Ministério da Saúde 2.970, de 08 de dezembro de 2008, e 2.026, de 24 de agosto de 2011, nas Leis Municipais nº. 307/2009 e Lei nº. 334/2010 e respectivas alterações, torna pública, para conhecimento dos interessados, a realização de Processo Seletivo para preenchimento de Vagas e Formação de Cadastro de Reserva no quadro da Secretaria Municipal de Saúde de Açailândia-MA, mediante as normas e condições estabelecidas neste edital.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E INFORMAÇÕES GERAIS 1.1. O presente Processo Seletivo será regido por este Edital e sua realização estará sob a responsabilidade da Fundação
Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA – FSADU, com supervisão da Comissão de Processo Seletivo, instituída pela Portaria n° 026/2012, de 31 de janeiro de 2012. .

1.2. Os aprovados que vierem a ingressar no Quadro de Pessoal da Secretaria Municipal de Saúde, vinculados aos programas de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, Núcleo de Apoio a Saúde da Família – NASF, Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, Laboratório e Centro de Especialidades Médicas, pertencerão ao regime celetista e serão submetidos ao regime jurídico estabelecido pela CLT – Consolidação das Leis do Trabalho e pela Lei Municipal nº. 307, de 16 de fevereiro de 2009 e Lei Municipal nº. 334, de 28 de abril de 2010, os quais deverão permanecer vinculados a programas custeados pelas esferas Federais e/ou Estaduais. 1.3. Endereços e telefones:
a) da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA: Avenida Santa Luzia, s/n, Parque das Nações – Açailândia-MA. b) da Fundação Sousândrade: Rua das Juçaras, quadra 44, n° 28, Renascença I, São Luís-MA, CEP: 65.075-230; .

1.3.1. Endereços eletrônicos:
a) site da Prefeitura de Açailândia: www.acailandia.ma.gov.br b) site oficial do Processo Seletivo: www.fsadu.org.br/concursos/concursos e www.sousandrade.org.br/concursos

1.3.2. Endereço de correio eletrônico (e-mail): concursos@fsadu.org.br 1.3.3. Telefones / fax da Fundação Sousândrade: (98) 3221-7266, 3221-2276 e 3232- 2997. 1.4. CALENDÁRIO DE EVENTOS
EVENTO Período de Inscrição Nos sites: www.fsadu.org.br/concursos e www.sousandrade.org.br/concursos Período de Pagamento da Taxa de Inscrição DATA / PERÍODO 10h do dia 19/03/2012 às 23h59 do dia 03/04/2012 19/03/2012 a 04/04/2012 Horário de expediente bancário 19/03/2012 a 04/04/2012

Entrega de laudo médico (para portadores de deficiência) Período de Requisição de Atendimento Diferenciado 19/03/2012 a 12/04/2012 Divulgação da Concorrência e das Inscrições Indeferidas 09/04/2012 Disponibilização do Documento de Confirmação de Inscrição com local de prova 10/04/2012 Requisição de Correção de Dados Cadastrais 19/03/2012 a 12/04/2012 Prova de Conhecimentos 15/04/2012 Divulgação do Gabarito 16/04/2012 Recebimento de Recursos 17 e 18/04/2012 Divulgação do Resultado do Julgamento de Recursos 24/04/2012 Convocação para Avaliação de Títulos 24/04/2012 Recebimento de documentos para Avaliação de Títulos 28 e 29/04/2012 Divulgação do Resultado Final até 09/05/2012 As datas estabelecidas no presente edital poderão sofrer alterações enquanto não consumada a etapa que lhe disser respeito.

1.5. A Fundação Sousândrade atenderá nos endereços e telefones indicados no subitem 1.3. em dias úteis, de segunda à sexta-feira,
nos horários de 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

1.6. Valor da Taxa de Inscrição:
TAXAS DE INSCRIÇÃO CARGO Valor (R$) Nível Médio 40,00 Nível Superior 65,00

1.7. As provas deste Processo Seletivo serão realizadas na cidade de Açailândia-MA.
Fls. 1

MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.000.268/0001-72 . EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 002, de 08/03/2012. 1.8. Na ocorrência de indisponibilidade, inadequação ou insuficiência de locais para a realização das provas na cidade definida no Subitem 1.7. deste Edital, as provas poderão ser realizadas em outras cidades, a exclusivo critério da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA e da Fundação Sousândrade, cuja indicação será oportunamente divulgada nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. 1.9. O texto do presente Edital estará disponível para consulta nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA, da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. 2. DOS EMPREGOS PÚBLICOS 2.1. A indicação dos requisitos, vagas e salários são os estabelecidos no Anexo I (Demonstrativo dos empregos, requisitos, carga
horária, salários e número de vagas) deste Edital.

2.2. A descrição sintética das atribuições de cada emprego público é feita no Anexo II (Descrição sintética das atribuições) deste
Edital.

2.3. Os requisitos gerais para contratação dos aprovados são os seguintes:
ser brasileiro, nato ou naturalizado; estar quite com as obrigações eleitorais; estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino; achar-se em pleno gozo de seus direitos políticos e civis; não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo ou emprego público; comprovar a escolaridade e formação exigidas para o exercício do emprego público para o qual se inscreveu, de acordo com o Anexo I deste Edital; g) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos na ocasião da contratação; h) apresentar declaração negativa de antecedentes criminais; i) firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade aplicada por qualquer órgão público e/ou entidade da esfera federal, estadual e/ou municipal; j) comprovar inscrição no órgão de classe competente. a) b) c) d) e) f)

2.4. A jornada de trabalho poderá ocorrer durante o turno diurno e/ou noturno, de acordo com a conveniência e necessidade da
Prefeitura Municipal de Açailândia - MA e será a estabelecida no Anexo I.

3. DAS VAGAS RESERVADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA 3.1. Das vagas destinadas a cada emprego público, 5% (cinco por cento) serão reservadas às pessoas portadoras de deficiência,
amparadas pela Constituição Federal, Artigo 37, Inciso VIII, pelo disposto no Decreto nº. 3.298/1999, conforme indicado no Anexo I do presente Edital.

3.2. Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no Decreto nº. 3.298/1999, Artigo 4º. 3.3. Para fins de provimento dos empregos públicos reservados aos portadores de deficiência classificados nesse Processo Seletivo e nos termos deste Edital, será nomeado o 1º classificado da lista específica de portadores de deficiência para a 2ª vaga aberta. Para os demais classificados na lista específica, serão destinadas a 22ª, a 42ª, e assim sucessivamente, até o limite de vagas para o emprego público, conforme o percentual estabelecido neste Edital, Subitem 3.1. 3.4. Para concorrer às vagas reservadas aos portadores de deficiência, o candidato deverá declarar na Ficha de Inscrição a deficiência de que é portador, observando se as atribuições do emprego público, descritas no Anexo II deste Edital, são compatíveis com a deficiência de que é portador. 3.5. O candidato portador de deficiência deverá ENTREGAR, DENTRO DO PRAZO ESTABELECIDO NESTE EDITAL, LAUDO
MÉDICO ATESTANDO A ESPÉCIE E O GRAU OU NÍVEL DA DEFICIÊNCIA DE QUE É PORTADOR, COM EXPRESSA REFERÊNCIA AO CÓDIGO CORRESPONDENTE DA CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS – CID, BEM COMO A PROVÁVEL CAUSA DA DEFICIÊNCIA.

3.5.1. O Laudo Médico previsto no Subitem 3.5, deve ser entregue, obrigatoriamente, acompanhado do Anexo V (Requerimento para atendimento diferenciado ou comprovação da deficiência de que se declara portador) deste Edital, devidamente preenchido. 3.5.2. O candidato portador de deficiência deverá encaminhar o laudo médico indicado no Subitem 3.5., no Período de Inscrição
definido no Item 1.4. deste Edital, via Correios, com Aviso de Recebimento (AR), ou entregá-los pessoalmente no Setor de Protocolo da Fundação Sousândrade, situado no endereço indicado no Subitem 1.3., no Período de Inscrição.

3.6. O portador de deficiência que, no ato da inscrição, não declarar esta condição, ou deixar de atender ao disposto nos Subitens
3.5. e 3.5.1. deste Edital, não poderá interpor recurso em favor de sua situação e, portanto, não será considerado candidato portador de deficiência.

3.7. O candidato portador de deficiência que necessite de qualquer tipo de atendimento diferenciado no momento da realização das provas deverá observar o disposto no Subitem 4.10. deste Edital. 3.8. Os candidatos portadores de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto nº. 3.298/1999, participarão
do Processo Seletivo em igualdade de condições com os demais candidatos no que diz respeito: a) ao conteúdo das provas; b) à data, horário e local de sua aplicação; c) aos critérios de avaliação e aprovação.

Fls. 2

Os candidatos inscritos não necessitarão encaminhar cópia da Carteira de Identidade e do CPF. declarar ser portador de deficiência. as vagas reservadas a eles serão preenchidas pelos demais candidatos. 4.13.org.org. passando a disputar as demais vagas. O candidato poderá interpor recurso contra o indeferimento de sua inscrição para concorrer na condição de portador de deficiência. figurará em listagem específica e também na listagem geral dos candidatos aprovados e classificados para o emprego público de sua opção. Havendo mais de uma inscrição para o mesmo emprego público.sousandrade. 3.5.10. no ato da inscrição.11.2. se aprovado e classificado neste Processo Seletivo.6.br/concursos e selecionar o atalho para “INSCRIÇÕES ON LINE” do Processo Seletivo para a Prefeitura de Açailândia. desde que supra os outros requisitos previstos neste Edital. em caso de mesma data.1.3.13. bem como quaisquer outros fatores que impossibilitem a transferência de dados não ocasionados por ela. sendo de sua exclusiva responsabilidade os dados cadastrais informados na Ficha de Inscrição. sendo de sua responsabilidade a obtenção de tal documento. Fls. d) se for o caso.000. 4.1.. 4. munido de laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência. 4.br/concursos ou www. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. A inscrição cujo pagamento da respectiva taxa for efetuado por meio de cheque só será validada após a compensação do mesmo. no Período de Pagamento da Taxa de Inscrição indicado no Subitem 1. preencher e imprimir o requerimento para atendimento diferenciado ou comprovação da deficiência que se declara portador.298/1999.3. bem como a provável causa da deficiência. a perda do direito de concorrer às vagas reservadas aos portadores de deficiência. A não observância do disposto nos Subitens 3.sousandrade. Antes de efetuar sua inscrição. Os candidatos inscritos deverão retirar o inteiro teor deste Edital em um dos endereços da Internet www. sendo canceladas as demais inscrições e permanecendo. 4.4. terá decisão terminativa sobre a condição de portador de deficiência do candidato. falha de computadores ou de comunicação.br/concursos. quando convocado. observada a ordem geral de classificação para cada emprego público. acarretará a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.org. 3.13.org. 3 .8. horário e locais indicados no Item 1.. devendo.3.3.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. 3. 3. O processo de inscrição somente se completa com o cumprimento de todas as etapas descritas no Subitem 4. assim como também sobre sua espécie e grau ou nível. seguindo o procedimento previsto no Item 9 e seus Subitens. o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. 3.9. A perícia médica prevista no Subitem 3.10. aquela cuja Ficha de Inscrição tiver a maior numeração.12.7. no Período de Inscrição indicado no Subitem 1.9..268/0001-72 . 4.1.13. e 3. submeter-se à perícia médica promovida pelo Município de Açailândia-MA. 002. passando a concorrer como se não fosse portador de deficiência. de acordo com o previsto no Item 2 e seus subitens. 4. O candidato que.4. mas também se as atribuições do emprego público para o qual foi aprovado e classificado são compatíveis com a deficiência de que é portador.1. Cada candidato poderá efetuar inscrição para apenas um dos cargos oferecidos.2. conforme a data / hora de pagamento da Taxa de Inscrição.9. ou se os que se inscreverem em tais condições forem reprovados nas provas ou na perícia de que trata o Subitem 3. DAS INSCRIÇÕES 4. um dos endereços da Internet www. congestionamento de linhas de comunicação. 4. 3. de 08/03/2012. 3.9. O candidato deverá comparecer à perícia prevista no Subitem 3. As inscrições para o presente Processo Seletivo serão realizadas EXCLUSIVAMENTE via Internet no período. A não observância do disposto no Subitem 3. o candidato deverá adotar os seguintes procedimentos: a) acessar. 3. b) preencher a Ficha de Inscrição.9.9. Caso não haja inscrição de candidatos que se declarem portadores de deficiência. Para efetuar a inscrição. selecionando o emprego público pretendido. NESSE CASO. 4. 3. Artigo 43. ou a não constatação da deficiência na perícia. É de inteira responsabilidade do candidato possíveis prejuízos que vier a sofrer por não informar seus dados cadastrais corretamente e um número de telefone para contato..1. A Fundação Sousândrade não se responsabiliza por inscrição não recebida por qualquer motivo de ordem técnica.3.2. A relação dos candidatos cujas inscrições forem indeferidas para concorrerem na condição de portadores de deficiência será divulgada nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. 4. c) imprimir o respectivo boleto bancário. COMPROVANTE DE DEPÓSITO BANCÁRIO OU COMPROVANTE DE AGENDAMENTO DE PAGAMENTO OU COMPROVANTE DE TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA. acarretará ao candidato. como previsto no Decreto nº. 4. NÃO SENDO ACEITO COMO PROVA DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO.4. com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças – CID. deste Edital. com a finalidade não só de verificar se a deficiência de que é portador realmente o habilita a concorrer às vagas reservadas para candidatos em tais condições..br/concursos ou www.fsadu. será considerada como válida a inscrição mais recente.4. e) efetuar o pagamento da Taxa de Inscrição utilizando o boleto bancário impresso.fsadu.3.

10 e 4. Carteiras Funcionais expedidas por órgão público que. nas datas e horários estabelecidos. A candidata que estiver amamentando poderá fazê-lo durante a realização da prova.2.16. desde que faça a solicitação do atendimento diferenciado. podendo.3. podendo a Coordenação do Processo Seletivo indeferir a inscrição daquele candidato que fornecer dados comprovadamente inverídicos.11. cópias. deverá solicitá-lo à Fundação Sousândrade. 4. devendo levar acompanhante (maior de 18 anos). no dia da prova. condicional ou extemporânea. 4. 4. Ao efetuar inscrição. A candidata que não levar acompanhante não realizará a prova.4.11. que contém foto). ainda. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. Carteiras de Estudante. devidamente preenchido.2.4.268/0001-72 .12. não-identificáveis. fax. salvo no caso do cancelamento do Processo Seletivo por conveniência da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA.. Na hora da amamentação. em seu julgamento. a identificação do candidato.3. Certificados de Reservista.11. Nesse documento estarão indicados os dados do candidato. o candidato estará declarando formalmente que preenche todas as condições estabelecidas neste Edital. que ficará responsável pela guarda da criança.11. Serão aceitos como Documento de Identificação: Carteiras expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública. O candidato que requerer como atendimento diferenciado prova em braile deverá. documentos ilegíveis. As informações prestadas serão de inteira responsabilidade do candidato.5. 4.11. sob pena de eliminação da candidata lactante. 4. 4. no site oficial do Processo Seletivo. O valor referente ao pagamento da Taxa de Inscrição não será devolvido por qualquer motivo. assinalando o campo relativo à solicitação de disponibilização de atendimento diferenciado. O responsável pela guarda da criança não permanecerá no mesmo local que a candidata.11. Serão considerados desistentes os candidatos que não tenham efetuado o pagamento do boleto bancário no prazo indicado no Subitem 1.11. 4. caberá à Fundação Sousândrade. O candidato que requerer atendimento diferenciado via fax deve certificar-se que o documento foi transmitido de forma legível e solicitar que lhe seja enviado. ele próprio. Somente os materiais de uso pessoal da criança serão permitidos no acesso à sala de atendimentos especiais. utilizando o Requerimento constante do Anexo V deste Edital. devendo levar. com clareza.14. 4. utilizar-se de soroban. podendo o fiscal verificar o atendimento de tal condição. 5. que. A solicitação de que trata o Subitem 4. valham como documento de identidade. transcrever suas respostas para uma Folha de Respostas própria também em braile.10.3. a existência de inscrição que não atenda a todos os requisitos estabelecidos neste Edital. Não serão aceitos como Documento de Identificação: Certidões de Nascimento. exceto correção de erros ortográficos. O candidato é responsável pela conferência dos dados contidos no Documento de Confirmação de Inscrição que receber. 4. 4 . 4. 5.). pelos Comandos Militares e pelos Corpos de Bombeiros Militares.9. ainda que autenticadas. Carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens. 4.1. 4.000. a data e o horário de realização da Prova de Conhecimentos. 5.4. a qualquer tempo.11. O candidato que não atender ao disposto nos Subitens 4.10.17. Carteira Nacional de Habilitação . indicando claramente o tipo de atendimento diferenciado necessário. submetendo-se às mesmas regras e procedimentos de segurança dispostas no edital do processo seletivo.11.2. que não contém foto). DA CONFIRMAÇÃO DAS INSCRIÇÕES 5.18. por lei federal. sendo acompanhada o tempo todo por um fiscal. Carteiras de Trabalho e Previdência Social – CTPS e Carteira Nacional de Habilitação . Conselhos etc. comprovante do protocolo onde é indicado o número do processo que foi atribuído ao seu requerimento.11. As inscrições que forem deferidas serão confirmadas pela Fundação Sousândrade através do Documento de Confirmação de Inscrição. Será permitido apenas um acompanhante por criança. 4. 4. 4. poderá ser enviada via fax para os números indicados no Subitem 1. O candidato que requerer como atendimento diferenciado provas ampliadas receberá Caderno de Questões e Folha de Respostas ampliados (fonte aproximada a 18). obedecerá a critérios de viabilidade e razoabilidade.13. 4. O acompanhante da candidata que estiver amamentando deverá adentrar ao local das provas no mesmo horário que esta e deverá permanecer incomunicável em uma sala especial durante toda a aplicação das provas. devendo ele mesmo transcrever suas respostas para a Folha de Respostas. Títulos Eleitorais. 4. O candidato que necessitar de qualquer tipo de atendimento diferenciado no momento da realização das provas. a sala. danificados ou que de alguma forma não permitam. também via fax. no Período de Requisição de Atendimento Diferenciado indicado no Subitem 1.4.10.19. reglete e punção.CNH (somente o modelo novo. sendo tal protocolo o único documento que confirma o recebimento de sua solicitação pela Fundação Sousândrade.15. via Internet.1. Verificada. Não serão aceitas inscrições via postal. acompanhado de documento que comprove tal necessidade. de 08/03/2012. 4. 4. a candidata será deslocada para uma sala especial. ela será cancelada. Passaportes.6.CNH (modelo antigo. o local. A decisão quanto ao deferimento dos Requerimentos de que trata o Subitem 4. não terá o atendimento diferenciado disponibilizado. Não serão aceitos pedidos de alteração de informações quanto à opção de emprego público e identificação do candidato.1. Fls.4. 002.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. O documento de Confirmação de Inscrição estará disponível... Carteiras Funcionais sem valor de identidade.

NEM AUTORIZA QUALQUER OUTRA INSTITUIÇÃO OU PESSOA A FAZÊ-LO EM SEU NOME. ou enviada via fax para os números indicados no Subitem 1. indicando com precisão as informações a serem corrigidas. senão no próprio Caderno de Questões. munido de caneta esferográfica ponta grossa de tinta cor preta. no dia de realização das provas. gravador. Não serão aplicadas provas. A Fundação Sousândrade. 6. deixar cair ou levar consigo papel ou outro material ou equipamento. de 08/03/2012. no máximo. 5. 30 (trinta) dias. nome do candidato. bem como aparelho eletrônico. k) retirar-se da sala de aplicação das provas levando o Caderno de Questões antes de transcorrido o tempo mínimo regulamentar previsto neste Edital. Não será permitido ingresso de candidatos no local de realização das provas após o horário fixado para o fechamento dos portões. de acordo com o indicado nos Subitens 4. portando a Folha de Respostas.7. capaz de transmitir ou receber mensagens.1. por motivo de perda. gorros etc. 5. expedido há. 6. SUPOSTAMENTE ENVIADAS PELA FUNDAÇÃO SOUSÂNDRADE.4. receptor.4. 6. deverá apresentar e entregar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial (cópia e original).4. poderá ser protocolada na Fundação Sousândrade.6. DESSA FORMA. livro. 6. 6. deste Edital. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar. número de inscrição.8.2.2. 5. NÃO ENVIA MENSAGENS POR E-MAIL PARA CANDIDATOS. g) copiar em papel ou qualquer outro material o gabarito da prova. bonés.3. 5.. o candidato deverá solicitar a correção à Fundação Sousândrade no Período de Requisição de Correção de Dados Cadastrais indicado no Subitem 1. por meio de Requerimento. NOS TERMOS DO SUBITEM 5. telefone. O HORÁRIO DE FECHAMENTO DOS PORTÕES DE ACESSO AOS LOCAIS DE PROVA SERÁ INFORMADO NO DOCUMENTO DE CONFIRMAÇÃO DE INSCRIÇÃO. Não haverá segunda chamada para as provas. tal como: bip. roubo ou furto.18.19. do Documento de Confirmação de Inscrição e do Documento de Identificação original utilizado no ato da inscrição. a qualquer tempo. sendo. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. deste Edital. Fls. 6. data ou horário diferentes do estabelecido neste Edital. da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. entrada de candidato portando armas. no endereço indicado no Subitem 1. autoridade presente ou candidato. h) tiver seu aparelho de telefonia celular emitido sons de toque ou vibrando. durante a realização das provas. como estabelecido no Anexo III (Demonstrativo das modalidades de prova. a ordem dos trabalhos..1. j) for encontrado portando ou fazendo uso no momento de realização das provas de qualquer um dos materiais ou aparelhos eletrônicos previstos no Subitem 6.1.7. anotações. 6.268/0001-72 . O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de 1 (uma) hora do horário fixado para seu início. acessórios de chapelaria tais como chapéus. e 4. c) afastar-se da sala.. 6. l) não entregar o material de provas ao término do tempo estabelecido para sua realização. 5 . 6. d) afastar-se da sala. do Edital. devendo mencionado Requerimento estar devidamente fundamentado. DEVEM SER DESCONSIDERADAS.4. i) ao se dirigir aos banheiros.. durante a realização das provas: a) for surpreendido dando ou recebendo auxílio para execução das provas. será exigida também quando o Documento de Identificação suscite dúvidas relativas à fisionomia ou à assinatura do portador. Não será permitida. A solicitação de que trata o Subitem 5. A relação dos candidatos cujas inscrições forem indeferidas será divulgada nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. f) utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos em benefício próprio ou de terceiros.3. número de questões e total de pontos). eletrônico ou não. a qualquer tempo. bem como não será permitida a entrada de candidatos nas salas de prova após o início das mesmas. 6. O Processo Seletivo será composto de Prova de Conhecimentos e Avaliação de Títulos. No caso de alguma incorreção no Documento de Confirmação de Inscrição. O não comparecimento implicará na eliminação automática do candidato. impressos ou qualquer outro material de consulta. que compreenderá coleta de assinatura e impressão digital em formulário próprio. e) perturbar.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. e estar devidamente assinado. 6. incorrendo em comportamento indevido.3. no dia da realização das provas. submetido à identificação especial.9.4. mp3/4 players. óculos escuros. comunicação entre os candidatos. Não haverá prorrogação do tempo previsto para aplicação das provas em virtude de afastamento do candidato da sala de prova por qualquer motivo.10. um documento de identificação que atenda às exigências do Subitem 6. Não será permitida. em tal situação.5. MENSAGENS RECEBIDAS VIA E-MAIL.1. ou da via original de um dos documentos considerados como válidos. que o candidato poderá levar consigo após o horário permitido. 002. em hipótese alguma. walkman.000. mesmo que acompanhado por fiscal e dentro do horário permitido. utilização de máquina calculadora ou similar.5. no Período de Divulgação das Inscrições Indeferidas indicado no Subitem 1.14. DAS PROVAS 6. em local. sem acompanhamento de fiscal.3. respeitado o estabelecido no Subitem 4. Será automaticamente eliminado do Processo Seletivo o candidato que. deste Edital.4. 6. membro da Comissão de Processo Seletivo. b) faltar com a devida cortesia com qualquer membro da equipe de aplicação das provas. A identificação especial prevista no Subitem 6.5.3. de qualquer modo.6. telefone celular.

O candidato não poderá se retirar do local de realização da prova levando o Caderno de Questões antes de transcorridas 3 (três) horas do seu início. que deverá proceder de conformidade com as instruções contidas neste Edital.. àquelas questões cujas respostas estiverem em desacordo com as instruções contidas neste Edital.4.3.2. marcação rasurada. usando caneta esferográfica ponta grossa de tinta cor preta. todos os candidatos nessa situação serão considerados aprovados. O preenchimento da Folha de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato.14.14. que o candidato utilizou processo ilícito para facilitar sua aprovação. O candidato deverá transcrever as respostas das questões da Prova de Conhecimentos para a Folha de Respostas. ficar além do limite de 2 (duas) vezes o número de vagas do emprego público para o qual está concorrendo.1.12.4.9. É de responsabilidade exclusiva do candidato a conferência do material recebido no momento da prova. 6..14. 6.4. no Caderno de Questões e na própria Folha de Respostas.11.268/0001-72 . o candidato deve solicitar sua imediata substituição.14. estatístico. Os pontos correspondentes às questões que forem consideradas nulas. A Prova de Conhecimentos terá caráter eliminatório e classificatório para todos os cargos e será realizada no dia definido no Calendário de Eventos deste Edital. n) recusar a se submeter aos procedimentos de segurança aplicados durante o Processo Seletivo. Para isso. antes de o candidato ingressar no banheiro.14. 6.12. O seu horário e locais de realização serão divulgados no Período de Confirmação de Inscrição indicado no Subitem 1. contendo seus dados pessoais e local para assinatura. caso seja constatado. A Prova de Conhecimentos terá. 6. 6. O Gabarito Oficial da Prova de Conhecimentos será publicado em até 24 (vinte e quatro) horas a contar do dia subseqüente ao de sua realização e será afixado nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. por emprego público. Fls. 6.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 6. visual ou grafológico. 6. 6. Os dois últimos candidatos de cada sala somente poderão entregar as respectivas Folhas de Respostas e se retirar do local de aplicação da Prova de Conhecimentos simultaneamente. de acordo com as especificações estabelecidas no Anexo III deste Edital. falhas de impressão e dados pessoais impressos em todos os documentos recebidos. por meio eletrônico. 6. 1 (uma) hora do início da realização da prova. Serão consideradas marcações incorretas. nas normas complementares e nas decisões da Fundação Sousândrade.14. da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. no mínimo. 6. marcação emendada e campo de marcação não preenchido integralmente ou não preenchido.13. DA PROVA DE CONHECIMENTOS 6.14.14. 002. para cada emprego público.14. É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de prova e o seu comparecimento no dia e horário determinado.5. serão atribuídos a todos os candidatos que a ela se submeteram. O candidato somente poderá se dirigir aos banheiros devidamente acompanhado de um fiscal e transcorrida. A Prova de Conhecimentos terá a duração de 4 (quatro) horas. de uma determinada prova. 6.14.11.4. o) não assinar a Folha de Respostas.8. de 08/03/2012. m) descumprir as instruções contidas no Caderno de Questões e na Folha de Respostas. suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do Processo Seletivo. nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA.14. 6. As questões da Prova de Conhecimentos versarão sobre os conteúdos programáticos constantes do Anexo IV (Conteúdo programático da Prova de Conhecimentos) deste Edital.2. sendo atribuída pontuação zero. nas normas deste Edital.14. 6.7. O fiscal volante poderá.1. p) descumprir as regras contidas no subitem 4. Em nenhuma hipótese haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato. deste Edital. será fornecida ao candidato Folha de Respostas personalizada. assim como após a saída do respectivo candidato do mesmo.16. A Prova de Conhecimentos será avaliada conforme escala estabelecida no Anexo III deste Edital. 6.14. da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo.14.6. 6.14. tais como: dupla marcação.14.14. 6. 6.11. sendo de sua inteira responsabilidade prejuízos decorrentes da não solicitação imediata de substituição. 6.15. Todos os candidatos terão sua Prova de Conhecimentos corrigida por meio de processamento eletrônico.000.14. correspondente a 2 (duas) vezes o número de vagas. vistoriar o ambiente.14. b) considerando a ordem decrescente dos totais de pontos obtidos na Prova de Conhecimentos. 6 . que é o único documento válido para a correção. no Caderno de Questões e na Folha de Respostas. questões de múltipla escolha com 5 (cinco) opções de resposta cada uma. sendo apenas uma opção correta.2. Caso seja verificado algum erro ou defeito de impressão no Caderno de Questões.10.13.14. Ocorrendo igualdade de notas na última colocação. 6. Após a realização das provas.4. 6. Será eliminado do Processo Seletivo o candidato que: a) obtiver nota inferior a 40% (quarenta por cento) dos pontos possíveis na Prova de Conhecimentos. Deve ser verificada a compatibilidade do Caderno de Questões com a opção realizada no momento da inscrição.

c) maior nota relativa às questões de Língua Portuguesa da Prova de Conhecimentos.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. os seguintes critérios de desempate: a) o de idade mais elevada . contados a partir do dia subseqüente ao da divulgação dessas ações. Formarão o Cadastro de Reserva os candidatos considerados aprovados até o limite de 2 (duas) vezes o número de vagas.2. 6. 6. o local e o horário de entrega dos documentos que serão aceitos como comprovação de título. 7. O Edital previsto no Subitem 6.3.15.5. A comprovação do título será feita mediante entrega de cópia do documento autenticada em cartório.5. sendo procedida para os candidatos não eliminados em conformidade com o Subitem 6. A Fundação Sousândrade não receberá ou reterá documentos originais dos candidatos. 6. 8.741/2003 . O candidato que desejar interpor recurso relativo a qualquer uma das ações indicadas no Subitem 9.6. Será considerado APROVADO no Processo Seletivo o candidato que. 8. As cópias autenticadas entregues para a Fundação Sousândrade para efeito de comprovação para avaliação de títulos 6. 6.. devendo o recurso seguir o modelo constante do Anexo VI (Modelo de Formulário para Interposição de Recurso) ser dirigido à Coordenação do Processo Seletivo e protocolado na Fundação Sousândrade. Os diplomas de conclusão de curso de graduação expedidos por universidades estrangeiras deverão estar revalidados por universidade brasileira pública que tenha curso do mesmo nível e área ou equivalente. Fls. da Lei nº.14. e) maior idade.394/1996. curso de pós-graduação reconhecido e avaliado. indicada no Resultado Final.15.15. Ocorrendo empate no somatório dos pontos obtidos. não serão devolvidas em hipótese alguma. a convocação para Avaliação de Títulos.268/0001-72 .idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos.1. o Gabarito Oficial e/ou formulação de questões da Prova de Conhecimentos.2.1. DO RESULTADO FINAL 7. conforme artigo 27. DA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS 6. que será publicado com pelo menos 3 (três) dias de antecedência da data de entrega dos documentos.2. 6. A Avaliação de Títulos.5. 6. TAMBÉM É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO CANDIDATO VERIFICAR SE OS DOCUMENTOS A SEREM ENTREGUES PARA FINS DE COMPROVAÇÃO DE TÍTULOS ESTÃO EM CONFORMIDADE COM OS CRITÉRIOS DESCRITOS NESTE INSTRUMENTO EDITALÍCIO E SEUS ANEXOS.1. deste Edital. até o último dia de inscrição neste Processo Seletivo. não tiver sua deficiência considerada incompatível com as atribuições do emprego público na perícia médica. b) se portador de deficiência. 9. a classificação no Processo Seletivo...1. Os candidatos selecionados para a Avaliação de Títulos serão convocados para entregar os documentos que comprovem sua TITULAÇÃO por meio de Edital. além de informações complementares à referida prova. 7 . constituindo-se em documentos do Processo Seletivo.2.1. indicará a data. servirão exclusivamente para a verificação da autenticidade das cópias entregues. ou enviada via fax para os números indicados no Subitem 1. c) não for eliminado em razão de qualquer outro critério estabelecido neste Edital.15. serão adotados. sendo devolvidos imediatamente. caso sejam solicitados. sucessivamente.15. enquanto que os diplomas de conclusão de cursos de pós-graduação expedidos por universidades estrangeiras deverão estar reconhecidos por universidade brasileira que possua.3.2.1. parágrafo único. cumulativamente: a) não for eliminado na Prova de Conhecimentos. 9. terá caráter apenas classificatório e ocorrerá após a realização da Prova de Conhecimentos.Estatuto do Idoso.15. publicação que será realizada no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. que.15.15. no quadro de avisos da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo . EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº.15. como comprovação de título e o comparecimento no dia e horário determinados. terá o prazo de até 2 (dois) dias úteis. da Lei 10. apenas quanto à documentação apresentada de acordo com o indicado nos mencionados Anexos e neste Subitem 6. no endereço indicado no Subitem 1.8.15. a ser realizada para todos os cargos. DA APROVAÇÃO E DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE 8.15. 8. 002. d) maior nota na Avaliação de Títulos. É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta do local de entrega dos documentos que serão aceitos 6. de 08/03/2012. O Resultado Final do Processo Seletivo será o somatório dos pontos obtidos na Prova de Conhecimentos e na Avaliação de Títulos.4. DOS RECURSOS 9. A Avaliação de Títulos será feita de acordo com os critérios estabelecidos no Anexo VII (Critérios de Avaliação de Títulos). 9.15. b) maior nota relativa às questões de conhecimentos específicos da Prova de Conhecimentos. de acordo com o disposto no Artigo 48. 6. na mesma área de conhecimento e em nível equivalente ou superior. Os documentos em língua estrangeira somente serão considerados se traduzidos para a língua portuguesa por tradutor juramentado. O Resultado Final do Processo Seletivo será expresso com 1 (uma) casa decimal.2. Serão admitidos recursos contra: a) b) c) d) o indeferimento de inscrição.15.3.14.3.7. 7.000. 6.

1.1.. incluindo a compatibilidade. pelo período de validade do Processo Seletivo. 10 (dez) dias. devendo.1. eletrônico. ainda. as listagens contendo o Resultado Final Após Fase Recursal do Processo Seletivo com a pontuação de todos os candidatos e os Boletins de Desempenho para consulta individual. d) apresentar exames médicos solicitados ao tempo da convocação. c) apresentar atestado de saúde ocupacional emitido por médico do trabalho.2. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 13. NÃO SERÃO ACEITOS RECURSOS COM PEDIDOS GENÉRICOS E QUE NÃO CONTENHAM TODOS OS ELEMENTOS DESCRITOS NO ITEM 9. b) comprovar os requisitos exigidos neste Edital para exercício do emprego público.3.2. número de inscrição. A Fundação Sousândrade manterá. O candidato que interpuser recurso via fax deve se certificar que o documento tenha sido transmitido de forma legível e solicitar que lhe seja enviado. 9. serão indeferidos. 10. no máximo.2. emprego público a que concorre. avisos. no site oficial do Processo Seletivo. devendo ser datados há. bem como recurso via postal ou via correio 9. indicando com precisão os pontos a serem revisados. 002. para consulta.2.1. 9. ser devidamente fundamentado. no endereço indicado no Subitem 1. outras informações pertinentes a esse Processo Seletivo. comunicados e 13. como especificado no Subitem 2. 11. aprovado.5. contado a partir da publicação oficial da homologação do Resultado Final Após Fase Recursal. 12. editais. 13.3.3. A notificação para conhecimento do resultado dos recursos será feita mediante Edital afixado nos quadros de avisos da 9. em conformidade com a legislação vigente. penalidade incompatível com a investidura em cargo público municipal.000. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a divulgação de todos os atos. no caso de candidato portador de deficiência. editais.1. e) ter aptidão física. O prazo de validade do presente Processo Seletivo será de 1 (um) ano. A inscrição do candidato implicará na aceitação expressa das normas para o Processo Seletivo contidas neste Edital e nos demais documentos a serem oportunamente divulgados. também via fax. g) não ter sofrido. Fls.1. a contar da divulgação do resultado final após fase recursal. atender às condições dispostas no Item 12. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA ADMISSÃO NO EMPREGO PÚBLICO 12. comprovante do protocolo onde é indicado o número do processo que foi atribuído ao recurso.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.2. DO PRAZO DE VALIDADE 11. 13. nome do candidato. Após a apreciação dos recursos interpostos.268/0001-72 . DA HOMOLOGAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO 10. comunicados e outras informações pertinentes será feita exclusivamente pelo Município de Açailândia-MA. à disposição dos candidatos.3.2. o Resultado Final do Processo Seletivo será homologado pelo Município de Açailândia-MA e publicado de forma oficial pela Prefeitura. telefone para contato e estar devidamente assinado. quando for o caso. sendo tal protocolo o único documento que confirma que o recurso foi entregue. que serão sempre fixados nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. 12. Após a data de divulgação do Resultado Final Após Fase Recursal do presente Processo Seletivo. h) apresentar os demais documentos que se fizerem necessários por ocasião da admissão. 10.2.1. 12. da FSADU e no site oficial do Processo Seletivo. quando for o caso.1. avisos. A homologação do Resultado Final desse Processo Seletivo será efetuada por emprego público/localidade de exercício. O candidato somente será admitido no emprego público se. a ser apurada por uma Equipe Multiprofissional da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. no qual haja expressa indicação de que o candidato está apto para exercer as atribuições do emprego público para o qual está sendo contratado.4. f) apresentar declaração de acumulação lícita de cargo/emprego público. 13. a divulgação de todos os atos. O candidato poderá obter informações referentes ao presente Processo Seletivo na Fundação Sousândrade. Os candidatos aprovados e classificados dentro do número de vagas previstas para cada emprego público/área/micro-área serão admitidos obedecendo rigorosamente à ordem de classificação. podendo ser prorrogado uma vez. de 08/03/2012. das atribuições do emprego público com a deficiência de que é portador. por igual período. Não serão aceitos recursos interpostos fora dos prazos previstos neste Edital.2. os quais são de responsabilidade exclusiva do candidato e custeado por ele. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 8 . Os recursos que não estiverem de acordo com o estabelecido no Subitem 9. endereço. A admissão no emprego público está condicionada ao atendimento das seguintes condições: a) ter sido aprovado no presente Processo Seletivo. Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. 9.3. 10. a critério do Município de Açailândia-MA.2.2. no exercício da função pública. clínica e mental para o exercício das atividades do emprego público.

13. 13.15. A convocação dos aprovados.268/0001-72 . 13.16. 13. ressalvado o disposto no Subitem 4. até a data da divulgação do Resultado Final Após Fase Recursal deste Processo Seletivo. O candidato deverá manter atualizado seu endereço e telefone.6. 13. a qualquer tempo. atualizações ou acréscimos. 13.000. 002. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Processo Seletivo. sendo facultado a este a convocação. Açailândia-MA. JULIANO SALES ROLDI Secretário Municipal de Saúde Fls.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. enquanto não consumada a providência ou a etapa que lhe disser respeito.9. 13.14. em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço. oportunidade e conveniência do Município de Açailândia-MA.10. 13. se for o caso. Dispositivos legais e normativos com entrada em vigor após a data da publicação deste Edital não serão objeto de avaliação do Processo Seletivo. 13. O foro para dirimir quaisquer questões relacionadas à realização do Processo Seletivo de que trata este Edital é o da cidade de Açailândia-MA.10. O candidato convocado para a Perícia Médica e para o Ato de Contratação que não comparecer na data estabelecida pelo Município para quaisquer dos atos citados será excluído do Processo Seletivo Público. 13. 13. ao exclusivo interesse. definir a lotação do contratado na correspondente localidades de exercício para o qual se inscreveu na zona urbana. de 08/03/2012. se aprovado. em conjunto com a Fundação Sousândrade.8.4. 13. dar-se-á se o Município estiver abaixo do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal. Fica a cargo do Município de Açailândia-MA. A aprovação no Processo Seletivo não garante a automática convocação dos aprovados.5. sendo de sua inteira responsabilidade os prejuízos decorrentes da não atualização: a) junto à Fundação Sousândrade. b) junto à Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. após mencionada data.11. de candidato com classificação subsequente. à rigorosa observância da ordem de classificação e ao prazo de validade deste Processo Seletivo.12.13. for verificado que ele não atende a qualquer dos requisitos estabelecidos neste Edital. As disposições contidas no presente Edital poderão sofrer alterações. A aprovação no presente Processo Seletivo assegurará apenas a expectativa de direito à contratação. não sendo passível de ressarcimento e/ou indenização qualquer gasto que venham a ter. de acordo com a disponibilidade orçamentária. respeitado o item 13.7. ficando a concretização desse ato condicionada à observância das disposições legais pertinentes. O Município de Açailândia-MA reserva-se o direito de proceder às contratações. instituída para esse fim pelo Município de Açailândia-MA. Os candidatos ficam cientes que deverão arcar com todos os custos de sua participação no presente Processo Seletivo. 08 de março de 2012. ouvida sua Assessoria Jurídica. O candidato será eliminado do Processo Seletivo se. 9 . .

900. o registro no respectivo Conselho será exigido.00 Mensal 1 1 1 - 2 2 2 2 NOTAS: (1) Das vagas destinadas a cada cargo.SAMU Graduação em Enfermagem e Curso de Socorrista ou Curso de PHTLS. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. 3. e suas alterações. SALÁRIOS E NÚMERO DE VAGAS 1. (2) Nos casos de profissões para as quais exista Conselho de Classe. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº.298.900. o registro no respectivo Conselho será exigido. 3. 3.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.00 R$ 1. 10 .NASF CÓD CARGO REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) por mês TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA 307 Assistente Social 308 Fonoaudiólogo 309 Nutricionista 310 Psicólogo 311 Terapeuta Ocupacional Graduação em Serviço Social Graduação em Fonoaudiologia Graduação em Nutrição Graduação em Psicologia Graduação Ocupacional em Terapia 30 horas semanais 40 horas semanais 40 horas semanais 40 horas semanais 40 horas semanais R$ 1. NÍVEL SUPERIOR Programa: NÚCLEO DE APOIO A SAÚDE DA FAMÍLIA .00 R$ 1. e suas alterações.00 36h Mensal semanais em regime Graduação em Medicina e R$ 800. NÍVEL SUPERIOR – MÉDICO AMBULATORIAL Lotação: CENTRO DE ESPECIALIDADE MÉDICAS CÓD CARGO REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA 303 Endocrinologista 304 Neurologista 305 Otorrinolaringologista 306 Pneumologista Graduação em Medicina e Residência Médica completa na especialidade em instituição reconhecida pelo CRM/MEC ou Título de especialista reconhecido pela AMB.900. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. REQUISITOS. o registro no respectivo Conselho será exigido. de 08/03/2012. de 20 de dezembro de 1999. Fls. (2) Nos casos de profissões para as quais exista Conselho de Classe. de 20 de dezembro de 1999. DEMONSTRATIVO DOS EMPREGOS. NÍVEL SUPERIOR Programa: SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA-SAMU CÓD CARGO REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA ANEXO I 301 Enfermeiro . 2. l 4 1 8 4 1 8 NOTAS: (1) Das vagas destinadas a cada cargo.00 R$ 1.900.00 1 3 1 2 1 1 1 - 2 6 2 4 2 NOTAS: (1) Das vagas destinadas a cada cargo. na especialidade 1 30h semanais R$ 3000. (2) Nos casos de profissões para as quais exista Conselho de Classe. de 20 de dezembro de 1999. 3.268/0001-72 .000.900.298. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. 002. e suas alterações.900. CARGA HORÁRIA.298.00 R$ 1. 302 Médico – SAMU R$ 1.00 por de plantão Curso de Socorrista ou Curso Plantão de 12h de ATLS.

5. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. 11 .00 4 1 8 NOTA: Das vagas destinadas a cada cargo. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. de 08/03/2012.298.000. de 20 de dezembro de 1999. de 20 de dezembro de 1999. 6.00 6 1 12 NOTAS: (1) Das vagas destinadas a cada cargo. 3. NÍVEL MÉDIO Programa: SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA .CAPS CÓD CARGO REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) por mês TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA 313 Médico Psiquiatra Graduação em Medicina e Residência Médica completa na especialidade em instituição reconhecida pelo CRM/MEC ou Título de especialista reconhecido pela AMB. e suas alterações. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. de 20 de dezembro de 1999.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. NÍVEL SUPERIOR Lotação: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CÓD CARGO REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) por mês TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA 312 Educador Físico Bacharelado ou Licenciatura Plena em Educação Física 40 horas semanais R$ 1.00 1 - 2 NOTAS: (1) Das vagas destinadas a cada cargo. NÍVEL SUPERIOR Programa: CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL . NÍVEL SUPERIOR Lotação: LABORATÓRIO CÓD CARGO REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) por mês TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA 314 Biomédico Graduação em Biomedicina 40 horas semanais R$ 1. 3.900.000.900. o registro no respectivo Conselho será exigido. 002.298. Fls. de 20 de dezembro de 1999. e suas alterações.298. 3.268/0001-72 .SAMU CÓD CARGO / LOCALIDADE REQUISITOS JORNADA DE TRABALHO VENCIMENTO (RS) por mês TOTAL VAGA(s) RESERVADAS A DEFICIENTES CADASTRO RESERVA 201 Telefonista Auxiliar de Ensino Médio Regulação Médica .298. 7. (2) Nos casos de profissões para as quais exista Conselho de Classe. e suas alterações. (2) Nos casos de profissões para as quais exista Conselho de Classe. 3.SAMU 36 h semanais em regime de plantão de 12 h R$ 622. o registro no respectivo Conselho será exigido. e suas alterações. o registro no respectivo Conselho será exigido. (2) Nos casos de profissões para as quais exista Conselho de Classe. 4. pelo menos 5% (cinco por cento) serão reservadas para portadores de deficiência na forma do Decreto nº. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. na especialidade 30 horas semanais R$ 3.00 1 - 2 NOTAS: (1) Das vagas destinadas a cada cargo.

Realizar exames fonéticos. para permitir a eliminação dos mesmos a fim de um maior rendimento escolar. NÍVEL SUPERIOR Assistente Social – Promover a participação consciente dos indivíduos em grupo. Acolher os usuários e humanizar a atenção. de audiometria. recreativo. o público prioritário para cada uma das ações. implementar ações para promoção da saúde. e outros veículos de informação. quanto às possibilidades fonatórias e auditivas do indivíduo. Elaborar estratégias de comunicação para divulgação e sensibilização das atividades de Educação Física por meio de cartazes. bromatológicos e ambientais. as atividades. Médico Endocrinologista – Diagnosticar e tratar as doenças funcionais e metabólicas. esporte. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. prestar o devido atendimento aos pacientes encaminhados por outro especialista.SAMU – Realizar ações de enfermagem no Atendimento Pré-Hospitalar Móvel. subsidiar os responsáveis pelo desenvolvimento de recursos humanos para as necessidades de educação continuada da equipe. efetuar perícias. Estabelecer planos de tratamento ou terapêutico. para reeducar e/ou reabilitar o paciente. realizando ações multiprofissionais e transdisciplinares. realizando atividades de caráter educativo. Coletar e preparar amostras e materiais. desenvolvendo suas potencialidades e promovendo atividades educativas. amparo a inválidos. analisando as causas dessas perturbações.000. médico e de outra natureza. solicitar o concurso de outros médicos especialistas em casos que requeiram esta providência. recreativas e culturais visando o progresso coletivo e melhoria do comportamento individual. Fonoaudiólogo – Avaliar as deficiências do paciente. Trabalhar seguindo normas e procedimentos de boas práticas específicas de sua área de atuação. prestar cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica a pacientes graves e com risco de vida. Avaliar. prescrever medicamentos. em conjunto com as Equipes Saúde da Família e a comunidade. Executar reprodução assistida e circulação extracorpórea. auditorias e sindicâncias médicas. educacional e outros. o desenvolvimento e a implantação das ações de Educação Física e a medida de seu impacto sobre a situação de saúde. Programar a ação básica de uma comunidade no campo social. dos testículos e das suprarrenais. jornais. ações de Educação Física que se integrem a outras políticas sociais como: educação. Enfermeiro . solicitar exames laboratoriais e outros que se fizerem necessários. tratar pacientes e clientes.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. Assistir ao trabalhador em problemas referentes a readaptação profissional devido a diminuição da capacidade de trabalho proveniente de moléstia ou acidente. de acordo com os critérios previamente estabelecidos. Indicar os problemas e fatores que perturbem ou impedem a utilização da potencialidade dos educados. Assistir as famílias nas suas necessidades básicas. assistência à saúde e outros. divulgando os meios preventivos e assistenciais. treinamento fonético auditivo. 12 . ANEXO II DESCRIÇÃO SINTÉTICA DAS ATRIBUIÇÕES. orientando e fornecendo-lhes suporte material. de forma integrada e planejada. Atuar. fazer prevenção dos distúrbios glandulares dos recém-nascidos (teste do pezinho). Articular-se com profissionais especializados em outras áreas relacionadas a problemas humanos. Desenvolvem pesquisas técnico-científicas. Organizar e executar programas de serviço social no Município. acompanhar e avaliar os projetos do programa de promoção social. em conjunto com as ESF e os Conselhos de Saúde. linguagem. conhecer equipamentos e realizar manobras de extração manual de vítimas. em conjunto com as ESF e a comunidade. gravação e outras técnicas. fazer controle de qualidade do serviço nos aspectos inerentes à sua profissão. médico. participar de programas voltados para a saúde pública. Orientar e fazer demonstração de respiração funcional. Elaborar. emitir diagnóstico. participar nos programas de treinamento e aprimoramento de pessoal de saúde em urgências. Promover a gestão integrada e a participação dos usuários nas decisões. executar prescrições médicas por telemedicina. trabalho. Biomédico – Analisar amostras de materiais biológicos. lazer. atendendo às suas necessidades primordiais. a fim e obter novos subsídios para campos diversos de atuação.268/0001-72 . Desenvolver coletivamente. 002. acompanhando e atendendo a casos. desenvolvendo a responsabilidade compartilhada. cultura. Educador Físico – Identificar. Identificar. obedecer a Lei do Exercício Profissional e o Código de Ética de Enfermagem. para assegurar-lhe o desenvolvimento sadio da personalidade e integração na vida comunitária. com vistas à intersetorialidade. as ações e as práticas de Educação Física a serem adotadas em cada uma das áreas cobertas. por meio de indicadores previamente estabelecidos. Participar na produção de vacinas. por meio de organização participativa com os Conselhos Locais e/ou Municipais de Saúde. realizar consultas e atendimentos médicos. quando estas existirem. como orientação e reabilitação profissionais desemprego. Operar equipamentos de diagnósticos por imagem e de radioterapia. Prestar assessoria e consultoria técnico-científica. analisando os recursos e carências socioeconômicas para possibilitar um desenvolvimento harmônio. preencher fichas médicas dos clientes. entre outras. acompanhar o tratamento de pacientes quando o caso assim o exigir. Emitir parecer. visando o melhor resultado das análises finais para posterior liberação e emissão de laudos. de 08/03/2012. intercambiando informações. fazendo exames e empregando técnicas de avaliação especifica para aperfeiçoamento ou reabilitação do paciente. biofármacos e reagentes. que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de tomar decisões imediatas. Programar. do ovário. diagnosticar e tratar a diabete-melitus. da hipófise. coordenar programas e serviços em saúde. diagnosticar e tratar os distúrbios da neurohipófise da tireoide. Elaborar e divulgar material educativo e informativo nas áreas de atenção da ESF. diagnosticar e tratar os distúrbios do crescimento. dicção e organização de pensamento em palavras. por meio de discussões periódicas que permitam a apropriação coletiva pelas ESF e o NASF do acompanhamento dos usuários. Atuar em bancos de sangue e de células tronco hematopoiéticas. nas atividades desenvolvidas pelas ESF e de Internação Domiciliar. Médico Neurologista – Prestar assistência médica nas Unidades de Saúde do Município e em escalas de plantão. expressão e compreensão de pensamentos verbalizado. particularmente nos programas de educação continuada. Participar dos programas de saúde física-mental da comunidade. fala. participar de juntas médicas. Desenvolver a consciência social do indivíduo. elaborar documentos e Fls. Elaborar projetos terapêuticos individuais. desenvolver e supervisionar o treinamento de voz. Selecionar equipamentos e insumos. empostação de voz. educacional. diagnosticar e tratar a obesidade. acidentes e outros. Participar e realizar reuniões específicas e educativas junto à comunidade. aplicando a técnica do serviço social de grupo aliada à participação em atividades comunitárias. informativos. Dá assistência à criança e ao adolescente em situações de risco e infracionais.

obedecer ao código de ética médica. emitir diagnósticos. Encaminhar pacientes para atendimento especializado. participar de grupos de trabalho e/ou reuniões com unidades da Prefeitura e outras entidades públicas e particulares. atividades ambulatoriais e hospitalares. dados pessoais e o resultado de exames laboratoriais. examinando os doentes. realizando os atos médicos possíveis e necessários ao nível pré-hospitalar. tratamento prescrito e evolução da doença. o tratamento prescrito e a evolução da doença. Médico Psiquiatra – Realizar. bem como planejar. exercer suas atribuições e outras compatíveis com sua especialização profissional nas unidades de saúde municipais e outras unidades que vierem a existir. análise da demanda. para efetuar orientação terapêutica adequada. sintomas e tratamento de doenças da garganta. 13 . de forma a desenvolver indicadores de saúde da população. Médico . desenvolvimento e aperfeiçoamento de atividades em sua área de atuação. até a sua recepção por outro médico nos serviços de urgência. Efetuar exames em geral. realizando pesquisas. acompanhamento do atendimento local. requisitar exames complementares e encaminhá-lo para atendimento especializado. no âmbito da sua especialidade. fazer exames médicos necessários à admissão de pessoal pela Prefeitura. entrevistas. secundário e terciário. coletar e avaliar dados. bem como desenvolver ações no âmbito da Saúde Coletiva. assessorar a elaboração de campanhas educativas no campo da saúde pública e medicina preventiva. de controle e de apoio referentes a sua área de atuação. orientação telefônica. manter registros dos pacientes examinados. direta ou indiretamente.268/0001-72 .MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. recepção dos chamados de auxílio. e realizar outras formas de tratamento para outros tipos de enfermidades. comparando-os com os padrões normais para confirmar ou informar o diagnóstico. Coletar e avaliar dados biostatísticos e sociossanitários da comunidade. Efetuar exames médicos. realizando estudos. proceder à perícias médico-administrativas. projetos e programas. obedecer às normas técnicas vigentes no serviço. informes técnicos e relatórios. verificando no prontuário do paciente a prescrição da dieta. determinação do local de destino do paciente. para fins de formulação de diretrizes. colaborar na investigação epidemiológica. oferecendo sugestões. revisando e discutindo trabalhos técnico-científicos. seleção de meios para atendimento (melhor resposta). EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. analisar e interpretar resultados de exames diversos. efetuar exames médicos. Executar as atribuições comuns ao médico clínico geral. emitindo pareceres ou fazendo exposições sobre situações e/ou problemas identificados. efetuar exames médicos e realizar outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades. classificação em prioridades de atendimento. encaminhar pacientes para atendimento especializado. coordenar e integrar programas de saúde ocupacional aos servidores municipais. indicando dosagem e respectiva via de administração. realizar outras atribuições compatíveis com sua especialização profissional. Investigar os casos com suspeita de surdez. fazendo observações e sugerindo medidas para implantação. prestar assistência direta aos pacientes nas ambulâncias. se necessário. preventivos. Analisar e interpretar resultados de exames diversos. aparelho auditivo e fossas nasais. Prestar atendimento em urgências clínicas. opinando. Executar outras tarefas afins. coletar e avaliar dados bioestatísticos e sociossanitários da comunidade. manter registro dos pacientes examinados. nos níveis primário. participar do desenvolvimento de planos de fiscalização sanitária. Examinar o Fls. manter contato diário com os serviços médicos de emergência integrados ao sistema. para confirmar ou informar o diagnóstico. corpo estranho.000.. no âmbito da sua especialidade. a fim de contribuir para o desenvolvimento qualitativo dos recursos humanos em sua área de atuação. quando for necessário. Realizar diagnóstico e tratamento de patologias otorrinolaringológicas. exames de RX e audiometria. Tratar os casos alérgicos e infecções de rinofaringe. pulmonares. a fim de fornecer atestados e laudos previstos em normas e regulamentos. palpando ou utilizando instrumentos especiais. para conservar ou restabelecer a saúde do paciente. checando periodicamente sua capacidade operacional. dar atendimento ao escolar nos casos de urgência. de forma a desenvolver indicadores de saúde da população municipal. Médico Pneumologista – Prestar. realizando-as em serviço ou ministrando aulas e palestras. de apoios diagnósticos. elaborar pareceres. bem como cuidados a serem observados. Elaborar mapa dietético. Preparar e acompanhar programas de educação e readaptação em matéria de nutrição para atender às necessidades individuais ou de grupos. na busca da promoção da saúde e prevenção das doenças do aparelho respiratório para conseguir melhor qualidade de vida à população. emitir diagnósticos. acompanhar os pacientes com amigdalites crônicas e encaminhá-los em casos cirúrgicos. participar do planejamento. difundir conhecimentos da área médica. exercer o controle operacional da equipe assistencial.SAMU – Exercer a regulação de urgência do sistema. prescrever medicamentos na especialidade de otorrino e clínica médica. Prescrever tratamento para os casos crônicos e acompanhar para não evoluir com surdez. participar das atividades administrativas. promoção e recuperação da saúde individual e coletiva. para confirmar ou informar o diagnóstico. otorrino. execução e avaliação de planos. aplicando recursos da medicina preventiva ou terapêutica. comparando-os com os padrões normais. quando indicado. cirúrgicos e terapêuticos existentes e reconhecidos pela comunidade médica científica no modelo mundial. cirúrgicas. avaliar o desempenho da equipe e subsidiar os responsáveis pelo programa de educação continuada do serviço. Atuar no setor de nutrição dos programas de saúde. para estabelecer tipo de dieta e distribuição e horário da alimentação de cada enfermo. para promover a saúde e bem-estar do paciente. utilizando de propedêutica armada para determinar diagnóstico ou. garantir a continuidade da atenção médica ao paciente grave. como: sangramento nasal. Médico Otorrinolaringologista – Executar atividades relativas ao conhecimento da fisiologia. comparando-os com os padrões normais. analisar e interpretar resultados de exames diversos. planos e programas de trabalho afetos ao Município. Manter registros dos pacientes examinando-os. participar das atividades de treinamento e aperfeiçoamento de pessoal técnico e auxiliar. fazer controle de qualidade do serviço nos aspectos inerentes à sua profissão. quando for o caso. etc. infecções agudas. pesquisas e diagnósticos do setor de saúde. aplicando recursos da medicina preventiva. conhecer a rede de serviços da região. aplicando recursos da medicina preventiva ou terapêutica. prescrever medicamentos e realizar outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades. preencher os documentos inerentes à atividade do médico regulador e de assistência pré-hospitalar. prescrever medicamentos. assistência à saúde do indivíduo sob sua responsabilidade. anotando a conclusão diagnóstica. anotando a conclusão diagnosticada. 002. anotando a conclusão diagnóstica. Nutricionista – Proceder o planejamento e elaboração de cardápios e dietas especiais. examinar o paciente. Elaborar programas educativos e de atendimento médico. voltados para a comunidade de baixa renda e para os estudantes da rede municipal de ensino. visando a proteção. manter uma visão global e permanentemente atualizada dos meios disponíveis para o atendimento pré-hospitalar e das portas de urgência. participar dos programas de capacitação e reciclagem de pessoal que atua no campo da assistência médico-hospitalar. o tratamento prescrito e a evolução da doença. utilizando toda a sua capacidade técnica profissional e dos meios propedêuticos. de 08/03/2012.

Fls. levantando dados para fornecer subsídios para diagnósticos e tratamento de enfermidades.000. de habilidade. Estudar sistema de motivação de aprendizagem. Participar e realizar reuniões e práticas educativas junto à comunidade. de 08/03/2012. dos auxiliares de nutrição. Reunir informações a respeito de paciente. estabelecer contato radiofônico com ambulâncias e/ou veículos de atendimento pré-hospitalar. Aplicar testes e outros métodos de verificação de diagnóstico e tratamento psicológico de certos distúrbios. com problemas referentes à readaptação ou reabilitação profissional por diminuição da capacidade de trabalho e ou dificuldades de convivência social. Articular-se a programas de assistência e apoio a grupos específicos de pessoas. estado de nutrição do indivíduo ou do grupo. Realizar visita domiciliar. métodos novos de treinamento. supervisionando o preparo. e ao respectivo diagnósticos. horticultura e outros. ambientais e de outras espécies que atuam sobre o indivíduo. sua armazenagem e distribuição. recebimentos dos gêneros alimentícios.Preparar e executar os programas ocupacionais destinados a pacientes internados em hospitais ou outras instituições. a fim de contribuir para a possibilidade de o indivíduo elaborar sua inserção na vida comunitária.268/0001-72 . Participar de programas de atenção primária em encontros e postos de saúde na comunidade. tais como trabalhos criativos. conhecimentos e traços de personalidade compatíveis com as exigências ocupacionais. meio de vida e outros. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. ensino e avaliação para elaborar procedimentos educacionais diferenciados capazes de atender as necessidades individuais. para racionalizar e melhor o padrão técnico do serviço. anotar dados e preencher planilhas e formulários específicos do serviço. Terapeuta Ocupacional . Participar na elaboração de análises ocupacionais para identificar aptidões. para prevenir doenças ou agravamento de fatores emocionais que comprometem o bem estar psicológico.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. anotar informações colhidas do solicitante. os familiares dos pacientes. Reunir informações a respeito do paciente para fornecer aos médicos subsídios para a realização do diagnostico diferencial das enfermidades. segundo questionário próprio. baseando-se nos casos a serem tratados para propiciar a esses pacientes uma terapêutica que possa desenvolver e aproveitar seu interesse por determinados trabalhos. Praticar e realizar reuniões e práticas educativas junto à comunidade. 14 . organizando grupos específicos. emocionais e de personalidade para restabelecer os padrões normais de comportamento e relacionamento humano. de comportamento familiar ou social ou distúrbios psíquicos. para possibilitar a redução ou a cura das deficiência do paciente bem como desenvolver as capacidades remanescentes na melhoria de seu estado biopsicossocial. para contribuir no processo de tratamento. Orientar e supervisionar a execução de trabalhos terapêuticos supervisionando os pacientes na execução das tarefas presentes para ajudar o desenvolvimento dos programas e propiciar a reabilitação do mesmo. Encaminhar as pessoas atendidas para atividades culturais. Planejar e desenvolver atividades de educação em saúde nos programas de humanização dos serviços de saúde. para aconselhar e instruir a população. Orientar o trabalho dos auxiliares. distribuição das refeições. manuais de mecanografia. sociais. preparando-os adequadamente para as a situações resultantes de enfermidades. Atender aos pacientes da rede municipal de saúde. de higiene e de aceitação dos alimentos pelos usuários. Programar e desenvolver o treinamento. Assistir aos usuários da assistência social. 002. procedendo ao exame de pessoas que apresentam problemas intra e interpessoais. Atuar na área específica de saúde. Psicólogo – Analisar a influência de fatores hereditários. estabelecer contato com hospitais e serviços de saúde de referência a fim de colher dados e trocar informações. avaliando os diversos fatores relacionados com problemas de alimentação. Planejar e desenvolver trabalhos individuais ou em pequenos grupos. como social. Realizar entrevistas e reuniões e observando o nível de rendimento. NÍVEL MÉDIO Telefonista Auxiliar de Regulação Médica – SAMU – atender solicitações telefônicas da população. artesanais. prestar informações gerais ao solicitante. para possibilitar um melhor rendimento do serviço. atender às determinações do médico regulador. avaliando-os e empregando técnicas terapêuticas adequadas. Orientar individualmente ou em grupo. obedecer aos protocolos de serviço. quando necessário. Entrar em contato com unidades de serviços da rede de saúde. empregando enfoque preventivo ou curativo e técnicas psicológicas adequadas a cada caso. em serviço.

NÚMERO DE QUESTÕES E TOTAL DE PONTOS NÍVEL SUPERIOR CARGO PROVA DISCIPLINA QTD. de 08/03/2012.5 37.0 Avaliação de Títulos -- -- 20.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.5 2. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº.0 120.5 37.5 20.5 2.5 12.5 2.268/0001-72 .0 NÍVEL MÉDIO CARGO PROVA DISCIPLINA QTD.5 Múltipla Escolha Conhecimentos Específicos 20 2. DE QUESTÕES VALOR UNITÁRIO TOTAL Língua Portuguesa Telefonista Auxiliar Médica .SAMU de Regulação Múltipla Escolha Matemática Noções de Informática Conhecimentos Específicos Avaliação de Títulos 10 10 05 15 -- 2.5 -- 25.0 25.5 2.000. 15 .0 TOTAL DE PONTOS Fls.0 12. ANEXO III DEMONSTRATIVO DAS MODALIDADES DE PROVA. 002.0 TOTAL DE PONTOS 120.5 50. DE QUESTÕES VALOR UNITÁRIO TOTAL Assistente Social Biomédico Educador Físico Enfermeiro – SAMU Fonoaudiólogo Médico Endocrinologista Médico Neurologista Médico Otorrinolaringologista Médico Pneumologista Médico Psiquiatra Médico – SAMU Nutricionista Psicólogo Terapeuta Ocupacional Língua Portuguesa Noções de Informática 15 05 2.

Modos de organização do texto. diagnostico. Linguagem. Busca e pesquisa.000. Direito e Cidadania. SUS: Princípios e Organização. Conceitos e serviços relacionados à Internet e à intranet: Navegadores (browsers). sarampo. Conceitos de proteção e segurança. Imunologia – conhecimentos gerais e específicos sobre: diagnostico laboratorial e clinica de (tuberculose.268/0001-72 . de 08/03/2012. técnicas laboratoriais em parasitologia.Período Simples. Médico Psiquiatra. Regência verbal e regência nominal. Instalação. Relações semânticas no léxico: valor semântico das palavras. Pontuação . Período Composto. Biomédico. profilaxia. A questão da Seguridade Social no Brasil e o trabalho profissional do Assistente Social.A língua e seus usos expressivos: Figuras de linguagem e outros recursos estilísticos. poliomielite. coqueluche. Softwares livres: pacote BrOffice. O Código de Ética Profissional do Serviço Social contextualizado. pesquisas de hematozoários. sinonímia. rubéola. vídeo e multimídia. Orações e termos: classificação e funções. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. etnia. 16 . Conceitos de organização e gerenciamento de arquivos e métodos de acesso. bacteriologia geral e clinica.Formação das palavras: composição e derivação. patologia. O léxico . A prevalência dos programas de transferência de renda no contexto das políticas sociais brasileiras. outros aspectos da criação lexical. Morfologia . Parasitologia – conhecimentos gerais e específicos sobre: sobre helmintos e protozoários. Médico Pneumologista. Enfermeiro – SAMU. Gêneros textuais. Microbiologia – conhecimentos gerais e específicos sobre: patologias. morfologia. Microsoft Office (Word. bem como seus vetores artrópodos e moluscos. Serviço Social e movimento social: fundamentos teóricometodológicos. virologia geral de clinica. Automação em microbiologia. Educador Físico. classificação sanguinea e fator RH. tétano. Fls. tratamento. Automação em imunologia. hemograma. Saúde publica: conhecimentos gerais e específicos sobre: epidemiologia -saneamento. Noções Informática . bioquímica clínica.A pontuação como recurso que possibilita a articulação entre as partes que compõem o texto e que afeta diretamente as possibilidades de sentido. Transferências de arquivos. Bioquímica: conhecimentos gerais e específicos sobre: bioquímica geral. Coerência e coesão textuais. fenomenologia. antonímia. destacando o Trabalho Voluntário. participação e controle social nas políticas sociais brasileiras. fisiopatologia dos eritrócitos. Políticas de educação no Brasil e o trabalho profissional do Assistente Social. Estilística . confecção e coloração de esfregaços sanguineos. materialismo histórico. micologia geral e clinica.As palavras: classes. Grupos de discussão. Automação em hematologia. Armazenamento de dados: Procedimentos. Antígenos e Anticorpos. Acentuação. Noções de operação de Microcomputadores. preparo de sangue para exames. Órgãos hematopoiéticos. aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados. Nutricionista. Biomédico – Hematologia: conhecimentos gerais e específicos sobre: sangue. Discurso e Textualidade: Funções da linguagem. Ciclo evolutivo das parasitoses. O Serviço Social e a questão da ideologia: fundamentos históricos e perspectivas atuais.Compreensão e Interpretação de textos verbais e não verbais. Corporativismo e clientelismo no processo de formação das políticas sociais brasileiras. Conhecimentos sobre cultura de micro organismos e antibiograma. variação e emprego. As políticas sociais brasileiras no atual contexto de transformações do Capitalismo. paronímia. importância e método de controle. Estudo das anemias e das leucemias. Relação de sentidos entre segmentos do texto. Fundamentos histórico-conceituais das Políticas Sociais: Justiça. hemossedimentação. coleta de sangue. O Serviço Social e Solidariedade. A nova configuração do mundo do trabalho e o trabalho profissional do Assistente Social nas Instituições Públicas. Automação em bioquímica. Descentralização. hepatites. Políticas voltadas para as questões de gênero. Polissemia. palavras e expressões denotativas. Conhecimentos Específicos Assistente Social – Matrizes teórico-metodológicas e a incidência histórica sobre o Serviço Social: positivismo. ambiguidade. O Processo Gestão das Políticas Sociais e os sujeitos sociais envolvidos. abastecimento de água. Access e PowerPoint) 2000. exame parasitológico do sangue. Excel. processos de tratamento e destino de dejetos. O desenvolvimento histórico das políticas sociais no Brasil. Correio eletrônico. biologia. O texto e seus aspectos de construção. técnicas laboratoriais. Processos de esterilização e desinfecção. epidemiologia. Análises hematológicas de rotina laboratorial. cultura e geração e o trabalho profissional do Assistente Social. crase. Fonoaudiólogo. microscopia. pesquisa de células LE. dosagens laboratoriais da bioquímica do sangue e da urina. Aplicativos de áudio. Concordância nominal. Terapeuta Ocupacional Conhecimentos Gerais Língua Portuguesa . Ortografia. Coagulograma e Coagulação sang uinea: mecanismos e provas. XP ou superior. Médico Otorrinolaringologista. O urbano e o rural no Brasil: possibilidades e limites das intervenções públicas. Sintaxe . concordância verbal. a Filantropia e o Cooperativismo como estratégias. Médico Neurologista. Médico Endocrinologista. Métodos de coloração. Periféricos: Conceitos. Os atos de fala: tipos de frase. ANEXO IV CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA DE CONHECIMENTOS NÍVEL SUPERIOR: Assistente Social. Psicólogo. Políticas de Habitação no Brasil e trabalho profissional do Assistente Social. Isolamento e identificação de microorganismos. História das políticas de saúde no Brasil. contagem de reticulocitos. O significado lexical: conceitos básicos: denotação e conotação. Equidade. Médico SAMU.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. hematopoese.Conceitos básicos relacionados à Informática: Hardware e Software. raiva. e hemoterapia laboratorial. difteria. HIV e doença de chagas). Língua: variação e unidade. desafios históricos e construção de alternativas no processo de desenvolvimento do capitalismo mundial. Legislação da Saúde. Sistema Operacional Windows 2000 e XP ou superior. Colocação pronominal. 002. Cópia de segurança (back up). A polêmica sobre a questão do trabalho e o Serviço Social: a categoria da práxis como referência.

Enfermeiro SAMU – Atendimento pré-hospitalar de Urgência em: Atendimento pré-hospitalar do politraumatizado: ABCDE do trauma. Síndromes associadas ao hipogonadismo e anormalidades congênitas.SUS: conceitos. . torácico. A pineal. Educação Física para o desenvolvimento humano – Educação Física: conceitos. Doenças tóxicas e metabólicas. Os ovários. Equipe de programa de saúde da família. desvios fonéticos e fonológicos. princípios. Capoeira. analítica e pós-analítica. Atribuições e competências do Enfermeiro no SBV e SAV para as diferentes áreas de atuação de APH móvel (ambulância. Futsal. tendências. Definição. Acatalasia. transtorno do processamento auditivo. Sistema Único de Saúde. Endorfinas e encefalinas. Resolução COFEN nº 375 e 379/2011. Natação. organizacionais e de qualidade relacionados aos Laboratórios de Análises Clínicas. epidemiologia do trauma. Emissões otoacústicas. Doenças do sistema nervoso periférico. Jogos: Jogos prédesportivos. Participação popular e controle social. Doença de Wilson. Vôlei de Areia. Fisiopatologia do sistema nervoso. Conhecimentos sobre o Corpo: Capacidades Físicas. músculo-esquelético. COFEN n° 311/07. Portaria GM nº 1600/11 – Reformula a Política Nacional de Atenção às urgências e institui a rede de Atenção às urgências no Sistema Único de Saúde (SUS). terapia. prevenção do trauma. respiratórios. Organização e legislação do Sistema Único de Saúde. Portaria GM nº 2048/2002. gagueira. Sistema Único de Saúde .definição. Doenças desmielinizantes. Atividades Rítmicas e Expressivas. Ética em Saúde. avaliação do processamento auditivo. terapia fonoaudiológica da deficiência auditiva: diferentes abordagens e métodos. motocicleta. Distúrbio dos carboidratos. objetivos e critérios de indicação. fundamentação legal. neurológicos. Treinamento desportivo. Sistema Único de Saúde . EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. Doenças dos músculos e da placa neuromuscular. Ferramentas de gestão e as normas de regulamentações pertinentes ao segmento. Habilidades motoras simples e combinadas. crianças e gestantes. A tireoide. Desenhos tecno-assistenciais em saúde. disartria. Administração laboratorial e Controle de Qualidade: Aspectos administrativos. Síndrome carcinoide. Médico Endocrinologista – Doenças metabólicas. – Características físicas. Traumatismos não intencionais. Patologias da linguagem . Aparelhos de amplificação sonora individuais ou próteses auditivas: tipos e características. Pacto pela saúde. Ferramentas de gestão administrativa e da qualidade. danças e coreografias associadas a manifestações musicais. danças eruditas clássicas. Participação popular e controle social.Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192. de preparação e aperfeiçoamento para a dança. dislexia. Doenças degenerativas. parada cardíaca associada ao trauma. Atividades Intervencionistas do Enfermeiro no SBV. Sistemas de informação em saúde. Bacteriologia e cultura de urina. Atendimento de Urgência e Emergência frente a distúrbios cardivasculares. cranioencefálico. Portaria GM 2026/2011 – Institui as Unidades de Suporte Básico. Organização e legislação do Sistema Único de Saúde. 17 . Futebol de Campo. princípios. Alterações do estado de consciência. Políticas de Saúde Pública: Evolução das políticas de saúde no Brasil. Voleibol de Praia. necoobstetricos pediátricos e psiquiátricos.000. Epilepsias. nos serviços de Remoção e Transporte. Educador Físico – Histórico. Hemonomatose. avaliação da criança de 0 a 6 anos. Hipófise anterior. O Conselho de Saúde. potenciais evocados auditivos de tronco encefálico e eletrococleografia: definição. Brincadeiras da cultura popular. Neurologia do trauma. Avaliação física. A organização social e comunitária. de coluna. A organização social e comunitária. fundamentação legal. Os testículos. Genética e sistema nervoso. metodologia e processos. Critérios mínimos de formação de equipes para as ambulâncias nas modalidades Suporte Básico de Vida (SBV) e Suporte Avançado de Vida (SAV). pesquisa dos componentes anormais. Cefaleias. deglutição atípica ou adaptada. Legislação: toda a legislação pertinente à profissão do biomédico. diretrizes e articulação com serviços de saúde. Esportes coletivos: Basquetebol. Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem – RES. Situações especiais de ressuscitação: Hipotermia. etiologia. violência e suicídios. Central de Regulação Médica. Proteinose lipóidica. 002. promoção em saúde e acolhimento. tromboxane A2 e leucotrianos. interpretação dos testes de reconhecimento de fala (IRF e SRT). avaliação. Transtornos do movimento. dificuldade/distúrbio e transtorno de aprendizagem. Doenças infecciosas e parasitárias. localizada e musculação. tipos de perdas auditivas. critérios básicos para seleção. indicação e adaptação.268/0001-72 . Teoria e prática da Educação Física nos espaços sociais. Esportes com bastões e raquetes. Prostaglandinas. choque elétrico e eletrocussão. Legislação e Objetivos gerais da área Educação Física. diretrizes e articulação com serviços de saúde. de 08/03/2012. Distúrbios do metabolismo da purina e da pirimidina. da pelve.definição.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. Análise de mercado na prestação de serviços a convênios médicos e ao Sistema Único de Saúde. Desenvolvimento do comportamento auditivo (maturação das respostas em bebês de 0 a 24 meses). Deficiência de fósforo e hipofosfatemia. emergências cardiotoxicológicas. vulnerabilidade. Noções básicas de biomecânica.SUS: conceitos.Central de Operações do Serviço de APH. etiologia. Neuropatologia básica. distúrbios articulatórios. Biosegurança: Esterilização em Laboratório de Análises Clínicas.498/86. disfasia. de preparação e aperfeiçoamento para os esportes.avaliação do recém-nascido e detecção precoce da deficiência auditiva. Avaliação audiológica: interpretação de resultados de audiometria tonal e imitanciometria. Distúrbios do metabolismo lipídico. Qualidade nos procedimentos laboratoriais nas fases pré-analítica. etiologia. orientação à família da criança que usa aparelho auditivo. Anatomia e fisiologia da audição. audiologia infantil . Determinantes sociais e iniquidades em saúde. aéreo e aquático). Fonoaudiólogo – Desenvolvimento da linguagem normal: fases ou períodos. modernas. Equipe de programa de saúde da família. resgate veicular.Suporte básico e avançado de vida a adultos. transporte do politraumatizado. Esportes individuais: Atletismo. Porfiria. Distúrbios hereditários do tecido conjuntivo. A medula suprarrenal e o sistema nervoso simpático. Automação em laboratorial. Semiologia neurológica. abdominal. sedimentoscopia. Deficiência auditiva: causas de perdas auditivas na infância. Lei do Exercicio Profissional de Enfermagem 7. Fls. a linguagem nas psicoses infantis e autismo. Patologias da voz: disfonia . danças populares urbanas. aeróbica. avaliação e terapia de: retardo de aquisição e desenvolvimento da linguagem. As glândulas paratireoides. O Conselho de Saúde. Distúrbios do metabolismo do magnésio. Manifestações neurológicas das doenças sistêmicas. afogamento. Danças: danças populares brasileiras. Ética em Saúde. Agente físico-quimicos e trauma. Demências e transtornos da atividade nervosa superior. Córtex adrenal. princípios. contemporâneas e jazz. avaliação e terapia de: laringectomia. importância. Nutrição aplicada na atividade física. Hirsutismo. Vigilância em saúde. Esportes adaptados. Distúrbios poliglandulares. teorias do desenvolvimento da linguagem. Síndrome de Werner. Lutas: Judô. Políticas de Saúde Pública: Evolução das políticas de saúde no Brasil. Ginásticas: de manutenção de saúde. afasia. Hipófise posterior. Doenças do armazenamento lipídico. metabólicos. Atendimento ao trauma de face e pescoço. Médico Neurologista – Neuroanatomia. Coleta e transporte de amostras Radiologia: conhecimentos gerais e específicos sobre o radiodiagnostico. Doenças vasculares do sistema nervoso. Planejamento para constituição de um laboratório. Handebol. Disgenesias do sistema nervoso. Uroanálise. cinemática do trauma. integralidade. Erros inatos do metabolismo dos aminoácidos.

Mediastino. filariose. princípios. Diagnóstico clínico. classificação das perdas auditivas quanto à topografia e grau. Tomografia computadorizada do tórax. O pulmão do paciente cirúrgico. Diagnóstico radiológico. Organização e legislação do Sistema Único de Saúde. Alcoolismo. fundamentação legal. 002. processos inflamatórios e complicações. Equipe de programa de saúde da família. doenças neoplásicas do aparelho digestivo. broncopneumonias eosinofílicas. Nutrição e ciclos vitais: gravidez e lactação. Tumores intrarraqueanos. Médico Otorrinolaringologista – A faringe: aspectos gerais. Cirurgia redutora do volume pulmonar. Tumores intracranianos. Prótese auditiva (características físicas e eletroacústicas. Fisiopatologia da motricidade. insuficiência cardíaca congestiva. Antimicrobianos nas infecções pulmonares. fundamentação legal. transtornos esquizotípicos e delirantes. Terapias da personalidade e psicopatologia. O pulmão nas hemopatias malignas. Metástases torácicas. edema agudo do pulmão. Insuficiência respiratória. de coluna. parada cardiorrespiratória. fundamentação legal. doença de Hodgkin. dietas equilibradas. Infecções do sistema nervoso. A organização social e comunitária. Médico Pneumologista – Anatomia do Pulmão. arritmias. Fibrose pulmonar. Algias crâniofaciais. choque hipovolêmico e ressuscitação hidroeletrolítica. anexite. tuberculose pulmonar. Pneumopatias nos imunocomprometidos. Emergências psiquiátricas. Traumatismos crânio-encefálicos. O ouvido médio. Doenças degenerativas do sistema nervoso. Participação popular e controle social. Métodos invasivos de diagnóstico. leptospirose. Doenças respiratórias: asma. pneumonias. Fls. Nutrição normal: recomendações nutricionais. Médico Psiquiatra – Concepção psicossomática/psicoimunologia (depressão-Câncer). Nódulo pulmonar solitário. Síndromes paraneoplásicas. desnutrição calórico-protéica. Função pulmonar. embolia pulmonar e carcinoma brônquico. Políticas de Saúde Pública: Evolução das políticas de saúde no Brasil. Nutrientes: metabolismo e biodisponibilidade. Idiopática. exame somático. gravidez ectópica. Transtorno do Humor. infarto agudo do miocárdio. Participação popular e controle social. carências nutricionais. Políticas de Saúde Pública: Evolução das políticas de saúde no Brasil. Sistema Único de Saúde .SUS: conceitos. Doenças infectoparasitárias: parasitoses. Ética em Saúde. Alterações circulatórias do pulmão. músculo-esquelético. Ética em Saúde. pneumonia. Semiologia da função vestibular. Infiltrações pulmonares difusas. com início usualmente ocorrendo na infância e adolescência. hipertensão arterial sistêmica. Transtornos emocionais e do comportamento. Complicações otológicas e rinosinusais. febre. Neuroparasitoses mais frequentes no Brasil. 18 . conservação e armazenamento. Reabilitação pulmonar. Abcesso de pulmão. Doenças cardiovasculares: insuficiência cardíaca. manejo das vias aéreas no paciente politraumatizado. Equipe de programa de saúde da família. moldes auriculares. dor abdominal e desidratação. Tumores do sistema nervoso. Pediatria: convulsões. O Conselho de Saúde. Diagnóstico em nutrição. processo inflamatórios e complicações. hepatite. Doenças do aparelho digestivo: hemorragia digestiva. ansiedade e dependência química. condições clínicas e metabólicas. Síndrome de hipertensão intracraniana. adolescência e envelhecimento. abdominal. diretrizes e articulação com serviços de saúde. Participação popular e controle social. infecção urinária. Métodos diagnósticos não invasivos. Semiologia da função auditiva. Sistema Único de Saúde . Traumatismos raquimedulares. Política Nacional de Alimentação e Nutrição. dietas nas diferentes patologias. Diafragma. Avaliação do estado nutricional: métodos de avaliação de estimativa das necessidades energéticas. Terapêuticas biológicas em Psiquiatria. O Conselho de Saúde. Equipe de programa de saúde da família. Doenças endócrinas: diabetes mellitus. pacto de emergência. Participação popular e controle social. Penumotórax. líquidocefalorraqueano. Colagenoses. Doenças respiratórias ocupacionais. tabagismo e doenças pulmonares. Terapia nutricional enteral. pneumonias no período neonatal. cálculo energético. úlcera péptica.268/0001-72 . bronquiectasias. Observação Psiquiátrica: anamnese. Psicofarmacologia. potenciais evocados. Cor pulmonale crônico. princípios. Políticas de Saúde Pública: Evolução das políticas de saúde no Brasil. Organização e legislação do Sistema Único de Saúde. Políticas de Saúde Pública: Evolução das políticas de saúde no Brasil. primeiro atendimento: ABCDE do trauma. Organização e legislação do Sistema Único de Saúde. Dietoterapia: conceito e objetivos. Distúrbios ginecológicos e obstétricos: sangramento vaginal. aconselhamento e orientação). Nutrição e saúde pública: epidemiologia nutricional. Síndrome de angústia respiratória do adulto (SARA). AIDS. Pneumonias da infância. Acidentes vasculares do encéfalo e da medula. eletroneuromiografia. neuroimagem. Regulamento Técnico para a Terapia de Nutrição Enteral. Sistema Único de Saúde . Doença pulmonar obstrutiva crônica. Sistema Único de Saúde . Neuropatias periféricas. Indicações e interpretação de: eletroencefalograma. Tromboembolismo pulmonar. Síndromes do tronco cerebral. Hipertensão pulmonar. coma diabético. diretrizes e articulação com serviços de saúde. Micoses pulmonares. avaliação. infecções do trato urinário e neoplasias. Ética em Saúde. Comas. A organização social e comunitária. cardiopatia isquêmica. Transplante pulmonar. Noções de farmacologia: interação alimentos-medicamentos. Transtornos neuróticos relacionados ao stress e somatoformes. Pneumopatias nas helmintíases e protozooses. Doenças do aparelho urinário: GNDA e GNC. O nariz e seios paranasais. violência e suicídio. princípios. diretrizes e articulação com serviços de saúde. seleção. doença hipertensiva na gravidez. Tratamento cirúrgico do carcinoma brônquico. Asma brônquica. Transtornos mentais orgânicos. A laringe: aspectos gerias. Outras neoplasias do pulmão. infância. Empiema pleural.SUS: conceitos. Métodos de assistência ambulatorial em nutrição. Ética em Saúde. cranioencefálico. violência sexual. prescrição e indicação. de 08/03/2012.000. Proteinose alveolar. Fisiopatologia do sono. Esquizofrenia. cetoacidose diabética. diretrizes e articulação com serviços de saúde. Nutricionista – Fisiologia e fisiopatologia aplicada à nutrição. Técnica dietética: composição e classificação dos alimentos. configuração dos achados audiométricos). Tuberculose. Psiquiatria hospitalar. avaliação do coma. Mecanismo de defesa do aparelho respiratório. Diagnóstico broncoscópio. exame mental e exames complementares.SUS: conceitos. Pneumopatias latrogênicas. angina pectoris. Fisiopatologia da sensibilidade. sífilis e hanseníase. O Conselho de Saúde. Terapia nutricional em cirurgia: pré e pós-operatório. DPOC. Vasculites. A organização social e comunitária. doenças nutricionais. Saúde mental: Psiquiatria preventiva e da comunidade. manifestações pulmonares na AIDS. Ressonância magnética e ultrassonografia.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. princípios. vigilância nutricional. Ventilação mecânica. Mesotelioma pleural. Médico SAMU – Atendimento pré-hospitalar de Urgência em: politramatizados: traumatismo não-intencionais. insuficiência renal aguda e crônica. Distúrbios respiratórios do sono. Traumatismos torácicos. O Conselho de Saúde.SUS: conceitos. Fibrose cística. Sarcoidose. Derrames pleurais. crise hipertensiva. O ouvido externo. meningite. traumas: torácico. A organização social e comunitária. viroses da infância e complicações. Infecções das vias respiratórias superiores. Fisioterapia respiratória. Manifestações torácicas do refluxo gastroesofágico. Equipe de programa de saúde da família. Síndromes corticais. Doenças psiquiátricas: depressão. esofagite. Síndromes medulares. Carcinoma brônquico. trauma com múltiplas vitimas: triagem e prioridade de atendimento e transporte. fundamentação legal. Miopatias. de face e pescoço e da pelve. Urgências em neurologia. Organização e legislação do Sistema Único de Saúde. Interpretação dos resultados na avaliação audiológica (características comportamentais e audiométricas das perdas auditivas. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. Doenças e neoplasias da tireóide.

Terapia Ocupacional em geriatria e gerontologia. financeiros e materiais. gráfico. PMBX e PABX. Relações métricas no triângulo retângulo. Conceitos de proteção e segurança. Psicopatologia: implicações dos distúrbios de conduta e de personalidade em geral. Campos de atuação: o Psicólogo e a Saúde. Abordagens socioterápicas e psicodinâmica. Relacionamento com colegas e superiores. Elementos básicos do processo de comunicação. Noções de Estatística: Médias. regência nominal e verbal. A ética. Situações-Problema). Cópia de segurança (back up). homonímia. Regras de conduta e procedimentos ao telefone. sintaxe do período.268/0001-72 . Combinações e Permutações Simples e com Repetição. regra de três (simples e composta). Terapia Ocupacional e atenção à família. Deficiência física e intelectual: desafios para a atuação do psicólogo. Eficácia nas comunicações administrativas.Conceitos básicos relacionados à Informática: Hardware e Software.069/90). Arranjos. psicoterapia de grupo e orientação familiar. Noções de operação de Microcomputadores.Fundamentos históricos e epistemológicos da Terapia Ocupacional: modelos teóricos. Diagramas lógicos. legislação. Equações e Inequações do 1º Grau. Geometria Euclidiana Plana: Conceitos primitivos. Sistemas de Equações do 1º Grau. Comunicação escrita. metodologias e aspectos sócio econômico-culturais. traumato-ortopedia e reumatologia. Sistemas KS. Polígonos e Circunferência. Terapia Ocupacional na assistência ao bebê de alto risco e a crianças que apresentam alterações no desenvolvimento neuro-psicomotor. A semântica da frase: noção de conotação. o Psicólogo e as Instituições Sociais. problemas envolvendo as quatro operações fundamentais. Dependência de Eventos. Triângulos. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções. divisão proporcional. Conceitos de organização e gerenciamento de arquivos e métodos de acesso. Psicólogo – Psicologia como ciência: bases epistemológicas. supervisão e controle. Pronuncia de números telefônicos. Meios de transmissão. Ética profissional. análise de atividades.Quantitativo (Estruturas lógicas.000. estratégias sócio-assistenciais e ações da Terapia Ocupacional. Sistemas de Medidas decimais e não decimais. comunicação de ordens. Ética profissional. Psicologia Social e os Fenômenos de Grupo: a comunicação. Educação nutricional: conceito. Controle de avaliação de RH. Instalação. porcentagem e juros simples. Aplicativos de áudio. Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8. estratégias e articulação com a Terapia Ocupacional. Ética Profissional. concordância nominal e verbal. Fundamentos da Terapia Ocupacional aplicados à saúde do trabalhador. A Intertextualidade na produção de textos. Textualidade: coesão e coerência. Noções de Informática . Tipologia textual. Distribuição de Frequências e Gráficos.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. denotação. Operações. Correio eletrônico. Softwares livres: pacote BrOffice. Centrais telefônicas. Estatuto do Idoso (Lei 10. Sistemas telefônicos. Fraseologia adequada para atendimento telefônico.741/03). EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. Reabilitação Psicossocial: conceitos. Transferências de arquivos. princípios.Raciocínio Lógico . 19 . 002. Ética Profissional. Procedimento de atendimento a Fls. Noções de legislação do SUS. Análise Combinatória: Princípio Fundamental da Contagem. Matemática . sinonímia. sintaxe das relações. aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados. Administração de serviços de alimentação e lactário: área física e equipamentos. problemas. Adição e Multiplicação de Probabilidades. vídeo e multimídia. Relações rotineiras de mando. A voz e suas funções. Números Reais. Conceitos e serviços relacionados à Internet e à intranet: Navegadores (browsers). os grupos sociais e seus papéis. bloqueios e distorções. Ortografia.Política Pública de Saúde: o SUS. processos e recursos terapêuticos em Terapia Ocupacional. Probabilidade: Conceito e Cálculo. Abordagem individual e grupal. Atendimento telefônico (princípios básicos). Estruturação da psicologia no século XX: escolas psicológicas. Fatoração e Frações Algébricas. técnica de pré-preparo e preparo. Saúde Pública . propriedades e adição de termos.SAMU Conhecimentos Gerais Língua Portuguesa . Grupos de discussão. Trabalho em Equipe. A pontuação como recurso que possibilita a articulação entre as partes que compõem o texto e que afeta diretamente as possibilidades de sentido. Periféricos: Conceitos. de 08/03/2012. Cálculo Algébrico: Expressões Algébricas. Teorias e técnicas psicoterápicas. Terapia Ocupacional na equipe multi e interdisciplinar em saúde. Exclusão e inclusão social de pessoas portadoras de deficiência e transtornos mentais: conceitos. Reforma Psiquiátrica. Microsoft Office (Word. Pronuncia correta das palavras. importância. Terapia Ocupacional nas áreas de neurologia. Modos de funcionamento normal e patológico do psiquismo humano. Access e PowerPoint) 2000. Geometria Espacial: Cálculo de Superfície e volume dos principais Sólidos Geométricos. Terapia Ocupacional e assistência domiciliar. Terapia Ocupacional aplicada à saúde mental e psiquiatria. planejamento e organização. Aspectos morfossintáticos da língua: emprego das classes de palavras. múltiplos e divisores. polissemia. ocorrência de crase. Sistema Operacional Windows 2000 e XP ou superior. propriedades e raízes. Pioneiros da psicologia científica. sua relação com a cultura e sua influência na constituição do psiquismo. Teorema de Tales. objetivo.Compreensão e interpretação de textos verbais e não-verbais. Números inteiros: operações e propriedades. problemas que envolvem as relações de trabalho. Acentuação gráfica. XP ou superior. Concepções de ensino e aprendizagem. Métodos e técnicas de Avaliação Psicológica. Requisitos para pessoas que lidam com público em situações de urgências. o processo de socialização. Números racionais: operações e propriedades. custos e avaliação. Variação Linguística: emprego da linguagem formal e da informal. Máximo Divisor Comum e Mínimo Múltiplo Comum. Semelhança de triângulos. Regulamento Técnico de Boas Práticas para serviços de alimentação. Funções do 1° e 2° graus: Conceito. Terapeuta Ocupacional . Redes telefônicas. Progressões: Progressões Aritmética e Geométrica com seus conceitos. Nutrição e imunomodulação. antonímia. Lógica de argumentação. paronímia e ambiguidade. Armazenamento de dados: Procedimentos. o Psicólogo e a Educação. NÍVEL MÉDIO: Telefonista Auxiliar de Regulação Médica . as atitudes. Quadriláteros. Excel. Teorias do desenvolvimento humano. Busca e pesquisa. Barreiras à comunicação. Conhecimentos Específicos Telefonista Auxiliar de Regulação Médica – SAMU – Relações humanas: conceito. processos. organização de políticas públicas.O psicólogo na saúde pública. Planejamento de cardápio para coletividades sadias e doentes. Ângulos. Áreas de figuras planas poligonais e circulares.

conceitos e utilizações básicas de Word. Noções de Informática: Domínio da digitação. Bibliografia e Sugestões de sites para estudo do conteúdo: Informática – Conceitos básicos.gov.br. 20 . Excel. Fls. Publicações Institucionais do Ministério da Saúde: Política Nacional de Atenção às Urgências. uma chamada de emergência. Regulação Médica das Urgências – SAMU. Noções sobre Regulação médica.000. Fernando de Castro Velloso. Software e Periféricos. Código Nacional de Telecomunicações. de 08/03/2012.planalto.268/0001-72 .MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. www. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. Noções básicas de Hardware. 002.gov. Internet e Correio Eletrônico.br e www. Noções.saude. Editora Campus.

Atendimento diferenciado requerido: ___________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________________. 21 . EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças – CID. bem como a provável causa da deficiência). Inscrição nº. de 08/03/2012. ________.: ________ Fls. __________________________________________________________________________ Assinatura do(a) Candidato(a) RG: ____________________________ CPF: ___________________________ Nº. Termos em que pede e aguarda deferimento. requer: comprovar ser portador de deficiência conforme laudo médico em anexo (o laudo deve atestar a espécie e o grau ou nível da deficiência. ___________________________________________________________________________. ________ de ______________ de ________. ____________. fones (____) _______________________________________. ________________. Deficiência: _____________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________ _______________________________________________________________________________________________________. 002.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.000. solicitar disponibilização de atendimento diferenciado para fazer as provas do referido Processo Seletivo conforme laudo ou atestado médico em anexo. ANEXO V REQUERIMENTO PARA ATENDIMENTO DIFERENCIADO OU COMPROVAÇÃO DA DEFICIÊNCIA DE QUE SE DECLARA PORTADOR REQUERIMENTO À Fundação Sousândrade. Fls. bairro _______________________________ cidade _______________________________________________________. candidato (a) inscrito(a) no Processo Seletivo para Preenchimento de Vagas nos Empregos Públicos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA.268/0001-72 .nº. residente no(a) __________________________________________________________________________.

no Processo Seletivo para Preenchimento de Vagas nos Empregos Públicos da Prefeitura Municipal de Açailândia-MA. indicada no Resultado Final [ ] ______________________________________________________________ _________________________. conforme o caso): [ ] revisão do indeferimento de inscrição [ ] revisão do Gabarito Oficial e/ou formulação de questões da Prova de Conhecimentos [ ] revisão da convocação para Avaliação de Títulos [ ] revisão da classificação no Processo Seletivo. de 08/03/2012.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. IDENTIFICAÇÃO Nome: ________________________________________________________________________________________ Número de Inscrição: ____________________________________________________________________________ CPF: ___________________________________________________________________________________________ Inscrito para o emprego público de __________________________________________________.000. 002. conforme especificações inclusas (assinalar e preencher. • Usar formulário de recurso individual para cada questão e apenas uma capa. solicito. • Apresentar argumentação lógica e consistente. ____________________________________________________________________ Assinatura do Candidato INSTRUÇÕES O candidato deverá: • Datilografar ou digitar o recurso e entregá-lo de acordo com as especificações estabelecidas neste Edital.268/0001-72 . 22 . ANEXO VI MODELO DE FORMULÁRIO PARA INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS Código (para uso da FSADU): CAPA DE RECURSO SOLICITAÇÃO À Comissão Organizadora. _____ de ____________ de ________. • Identificar-se apenas nesta capa. Atenção! O desrespeito a qualquer uma das instruções acima resultará no indeferimento do recurso. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. Fls.

Código (para uso da FSADU): FORMULÁRIO DE RECURSO ALEGAÇÃO / JUSTIFICATIVA Fls. 002.268/0001-72 . de 08/03/2012. 23 .000. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº.MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07.

5. 4. especificação do curso/evento. Declaração de instituição privada. onde deve constar identificação e qualificação completa da Instituição declarante. quando for o caso. acompanhada de cópia do último comprovante de pagamento da respectiva remuneração. Fls. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. certificado ou declaração. ou 5. 2.0 Observação Formação Continuada Curso de atualização na área de saúde (mínimo de 40 1. Carteira de Trabalho (páginas de identificação do trabalhador e de registro do contrato de trabalho) acompanhada de cópia do último comprovante de pagamento da respectiva remuneração – recibo. de 08/03/2012. 24 . etc. Ato de nomeação acompanhado de cópia do último comprovante de pagamento da respectiva remuneração – recibo. indicação da carga horária.000. ANEXO VII CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS PARA TODOS OS CARGOS Item 1 Discriminação Valor Unitário 3. considerando até 28 (vinte e oito) meses. contracheque etc. 3.2. ou 5.. e a informação que está concluído. horas). identificação do candidato. FORMAÇÃO CONTINUADA: pode ser comprovada através de cópia do diploma. devendo a mesma conter todos os elementos necessários para sua análise. a contagem é feita por curso. com firma reconhecida de quem a estiver assinando.1. ou 5.0 6.4. períodos ou frações de tempo inferiores a 01 (um) mês somente serão considerados se superiores a 14 (catorze) dias. A comprovação dos títulos será feita mediante apresentação de cópia autenticada do documento que os prove.3. contracheque etc..MUNICÍPIO DE AÇAILÂNDIA-MA CNPJ n° 07. Declaração de instituição pública acompanhada de cópia do último comprovante de pagamento da respectiva remuneração – recibo. ou seja. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: pode ser comprovada mediante apresentação de cópia dos seguintes documentos: 5. Contrato de prestação de serviço acompanhado de cópia do último comprovante de pagamento da respectiva remuneração – recibo. ou 5. contracheque.5 TOTAL MÁXIMO DE PONTOS 14. 2 Experiência Profissional 2.0 Notas: 1. Para cálculo da pontuação relativa a cursos.1.0 20.5 pontos para cada mês de experiência comprovada. 002. Será computado 0.5. Até 02 cursos. 0. dois ou mais cursos não servem para compor a carga horária mínima ou máxima.268/0001-72 .0 Pontuação Máxima 6. Experiência exercida na área de saúde. contracheque etc.1.. Para o cálculo do tempo total de experiência profissional.