Você está na página 1de 42

http://www.geocities.com/jeffersonhpbr/Hebraico2.

htm
l

AS TRADUÇÕES DA BÍBLIA EVIDENCIANDO OS


ORIGINAIS EM HEBRAICO

Os segmentos de textos em hebraico, a


transliteração e a respectiva tradução dos mesmos, foi um
exaustivo trabalho do Escritor Severino Celestino,
auxiliado pelo Israelita Avraham Avdan. As regras
utilizadas para trasliteração foram baseadas nas normas
gerais estabelecidas pela Academia de Língua hebraica,
em 1956 e 1957. Também foram utilizadas as adaptações
gramaticais de Gordon Chown, Guilherme Kerr, W.
Hollenberg e do Sidur ( Livro de Orações Judaicas ),
organizado por J. Fridlin.

Os textos Gregos do Novo Testamento tiveram


como base de pesquisa, as Coleções Champlin R. N., em 6
volumes e a United Bible Societies, em 1989.

Entre os textos da Bíblia em Hebraico e


os textos da Bíblia em português existem tantas
divergências e falta de fidelidade que recordamos aqui a
carta que São Jerônimo escreveu ao Papa Damaso, sobre a
tradução da Bíblia do Grego para o Latim, tradução que
passou a se chamar “Vulgata”. Eis o conteúdo da carta :

ABRE ASPAS :

Da velha Obra me obrigais a fazer nova Obra. Quereis


que, de alguma sorte, me coloque como árbitro entre os
exemplares das Escrituras que estão dispersos por todo
mundo, e, como diferem entre si, que eu distinga os que
estão de acordo com o verdadeiro Texto Grego. É um
piedoso trabalho, mas é também um perigoso arrojo, da
parte de quem deve ser por todos julgado, julgar ele
mesmo os outros, querer mudar a língua de um velho e
conduzir à infância o mundo já envelhecido.

Qual, de fato, o sábio e mesmo o ignorante que, desde que


tiver nas mãos um exemplar ( novo ), depois de o haver
percorrido apenas uma vez, vendo que se acha em
desacordo com o que está habituado a ler, não se ponha
imediatamente a clamar que eu sou um “sacrílego”, um
falsário, porque terei tido a audácia de acrescentar,
substituir e corrigir alguma coisa nos antigos Livros ?

Um duplo motivo me consola dessa acusação : O primeiro


é que Vós, que sois o Soberano Pontíficie, me ordenais
que o faça ; O segundo é que a verdade não poderia existir
em coisas que divergem, mesmo quando tivessem elas por
si a aprovação dos maus.

FECHA ASPAS.

Para aqueles que não derem importância a este


trabalho, preferindo ignorá-lo e se entrincheirar nas
passagens mal traduzidas da sua própria Bíblia atual,
lembro as palavras de São Jerônimo aos partidários de
uma tradição imutável : " Para um asno, a lira canta
inutilmente " ( Carta 27,1 ) .

A Bíblia é o livro mais lido no ocidente e um dos


mais aceitos do mundo. Nós acreditamos, plenamente nas
verdades existentes em suas páginas, mas não nas
alterações que nela fizeram os homens. Muita coisa foi
perdida em sua tradução e, por esta, razão, precisa ser
melhor analisada.

Muitos sabem que a Reencarnação faz parte das


crenças Judaicas, e se está no Judaísmo, teria que estar no
Tanách ( Antigo Testamento ).

Durante muito tempo, temos convivido com


informações dos Textos Bíblicos que nos são trazidas por
tradutores ocidentais, os quais, em sua maioria, são
opositores da Doutrina Espírita.

O interessante nisso tudo, é que são encontradas


muitas diferentes traduções entre Elas. E por que ??? O
texto que as originou não foi o mesmo ? Por que tanta
diferença em suas traduções ? A única resposta encontrada
é esta : A questão pessoal que cada corrente religiosa
coloca em sua tradução.

A Bíblia de Jerusalém, Edições Paulinas, por


exemplo, considerada a melhor edição da Sagrada
Escritura, em português, traz, em sua apresentação, a
informação de que a sua tradução foi realizada por uma
equipe de católicos e protestantes. Seria esta Bíblia,
então, traduzida de forma imparcial ??? Ou seja, sem
inclinações para o catolicismo e o protestantismo ??? Só
um ingênuo poderia acreditar nisso !!!

Além disso, temos algumas Bíblias conhecidas na língua


portuguesa :

1) A Bíblia Sagrada ( SBB – Sociedade Bíblica do


Brasil )
2) A Bíblia de Estudo Pentecostal ( Assembléia de Deus )
3) Escrituras Sagradas ( Testemunhas de Jeová )
4) A Bíblia de Jerusalém ( Católicos e Protestantes )
5) A Bíblia Ecumênica ( Confissões Cristãs e do
Judaísmo )
6) A Bíblia na Linguagem de hoje
7) A Bíblia Sagrada do Centro Bíblico Católico
( Portugal )
8) A Bíblia viva ( Ed. Mundo Cristão )
9) A Bíblia mensagem de Deus ( Edições Loyola )
10) Bíblia Sagrada ( Ed. Vozes )

E outras. Cada uma delas diz ser a mais correta e a


mais digna de fé de Ofício ! ! !

Assim, o objetivo principal deste Trabalho, é


levar ao Leitor uma reflexão sobre as verdades e
esclarecimentos de alguns Textos Sagrados, que muitas
Autoridades Religiosas tendenciosamente alteraram
durante séculos.

O estudo a seguir analisa a tradução de alguns


textos da Bíblia Hebraica ( Tanách ), alguns textos gregos
da Septuagentina ( Bíblia em Grego ) e da Vulgata ( Bíblia
em Latim ), especialmente com relação aos textos
considerados mais divergentes relativamente à Doutrina
Espírita. Na transliteração, foram consideradas as regras
de acentuação da língua portuguesa.

I ) Passagens da Bíblia que as outras religiões usam


para condenar o Espiritismo :

A) Levítico ( 20 : 6 )
Texto Hebraico Transliterado :

“ vehanéfesh assher tifné el-haovôt veel- haid’donim


liznot achareihém venatati ét-panái banefésh hahiv
vehichrati oto mikerév ‘amô.”

Tradução Literal :

vehanéfesh = e a alma, pessoa ou ser


asher = é uma conjunção e significa : que
tifné = diante
el haovôt = aos necromantes
veelhaid’onim = e aos advinhos
liznot achareihém = para se prostituir seguindo-os
venatati = eu darei, trarei ou voltarei
ét-panái = as minhas faces
banéfesh hahiv = contra esse ser
vehichrat oto = eu o cortarei
mikérev ‘amô= do seio de seu povo

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

Contra esse ser ou alma que vai diante dos


necromantes e dos advinhos para se prostituir
seguindo-os, eu darei as minhas faces e eu os cortarei
de dentro de seu povo.
No entanto, observe a tradução feita pelas seguinte Bíblias
:

* 35ª Edição da Bíblia, realizada pelo Centro Bíblico


Católico, Editora Ave Maria :

“ Se alguém se dirigir aos Espíritas ou aos advinhos para


fornicar com eles, voltarei meu rosto contra esse homem e
o cortarei do meio de seu povo.”

* Testemunhas de Jeová, primeira Edição, 1967 :

“ Quanto à alma que se vira para os médiuns espíritas e


para os prognosticadores profissionais de eventos, a fim de
ter relações imorais com eles, certamente porei minha face
contra essa alma e a deceparei dentre seu povo.”

Perguntamos : De onde as Traduções Católicas e das


Testemunhas de Jeová tiraram as palavras : “médium" e
"espírita" ? ? ?, Uma vez que essas Palavras não
constam do original em Hebraico ? ? ? E nem poderiam
constar, pois a palavra “médium” foi criada por Kardec
em 1857, ou seja, milênios após as escrituras do Velho
Testamento ! ! !

Com a palavra, o Leitor ...

B ) Levítico ( 20 : 27 )
Texto Hebraico Transliterado :

“ veish o ishá ki-ihié bahém ôv o id’oni môt iumatu


beevén irgmu otam demeihém bam.”

Tradução Literal :

veish = e o homem
o ishá = ou a mulher
ki-ihiê bahém ôv = em quem está um necromante
o id’oni = ou um advinho
môt iumatu = serão condenados à morte
beéven irgmu otam = eles serão apedrejados
dmeihém bam = seus sangues contra eles

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

“E o homem ou a mulher que for necromante ou


advinho será condenado à morte. Eles serão
apedrejados. Seus sangues contra eles.”

Observe agora, as traduções feitas pelas seguintes Bíblias :


* Bíblia Sagrada da Sociedade Bíblica de Portugal, de
1993 :

“Se um homem ou uma mulher se dedicarem a consultar


os espíritos ou praticarem advinhação, serão condenados à
morte e serão mortos à pedrada. É a sentença que eles
merecem.”

* Testemunhas de Jeová :

“E quanto ao homem ou a mulher em quem se mostre


haver um espírito mediúnico ou um espírito de predição,
sem falta devem ser mortos. Devem atirar neles pedras até
morrerem. Seu próprio sangue está contra eles.”

* 35ª Edição da Bíblia, realizada pelo Centro Bíblico


Católico, Editora Ave Maria :

“Qualquer homem ou mulher que evocar os espíritos ou


fizer advinhações, será morto. Serão apedrejados, e
levarão a sua culpa.”

Perguntamos mais uma vez : De onde as Traduções


Católicas e das Testemunhas de Jeová tiraram as palavras :
“espíritos e mediúnico ? ? ?, Uma vez que essas Palavras
não constam do original em Hebraico ? ? ?.

Repito : Com a palavra, o Leitor ...

C ) E acompanhe agora, a análise do Deuteronômio 18,


o mais citado dos textos contra o Espiritismo :
Texto Hebraico Transliterado :

“ ki ata ba él-haaréts asher Iahvéh Eloheichá noten lach lô


tilmad la’assôt kto’avôt hagoim hahém. Lô-imatzê bechá
ma’avir benô-uvitô baêsh kôssen ksamim me’onem
umnachêsh umchashêf : vchover chaver vshoêl ôv
veid’oni vedorêsh el-hametim.”

Tradução Literal :

ki = quando
atá = tu
bá = fores, chegares ou entrares
él-haárets = na terra
asher = a qual
Iahvéh = nome próprio dado a Deus. Ver Obs. abaixo *
Eloheichá = teu Deus
noten lach = te dá
lô tilmad = não aprendas
la’assôt = fazer
kto’avôt = sujeiras, manchas, abominações
hagoim hahém = daquelas nações estrangeiras
lô-imatzê bechá = não se achará em ti
ma’vir benôuvitô = quem faça passar seu filho ou sua
filha
baêsh = pelo fogo
kossen = nem encantador
ksamim = nem feiticeiros
me’onem = nem agoureiro
umnachêsh = nem cartomante
umchashêf = e nem mágico, bruxo ou feiticeiro
vchovêr = nem mago
vechavêr = e semelhante
vshoêl ôv = nem quem consulte o necromante, o mágico
ou feiticeiro
veid’oni = e o mágico e o advinho
vedorêsh = e quem exija a presença
el-hametim = dos mortos

*OBS.: Através da Assinatura do Sr. EMucheroni, em meu


Livro de Visitas, obtive, gentilmente, orientação a respeito
do Tetragrama YHWH ( que provavelmente era articulado
como Iahvéh ), cuja pronúncia deve ser na forma de
fonemas da língua portuguesa como I-ÁO-RRU (IAOHU).

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

“ Quando entrares na terra que Iahvéh, teu Deus, te


dá, não aprendas a fazer as abominações daquelas
nações. Não se achará entre ti quem faça passar seu
filho ou sua filha pelo fogo, nem advinhador, nem
feiticeiros, nem agoureiro, nem cartomante, nem
bruxo, nem mago ou semelhante, nem quem consulte o
necromante e o advinho, nem quem exija a presença
dos mortos. “ ( Destaques meus ).
Observe agora, as traduções feitas pelas seguintes Bíblias :

* 35ª Edição da Bíblia, realizada pelo Centro Bíblico


Católico, Editora Ave Maria :

“ Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus,


te dá, não te porá a imitar as práticas abomináveis da gente
daquela terra. Não se ache no meio de ti quem faça passar
pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à
adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à
magia, ao espiritismo, à advinhação ou a evocação dos
mortos.”

* Testemunhas de Jeová :

“ Quando tiveres entrado na terra que Jeová, teu Deus, te


dá, não deves aprender a fazer as coisas detestáveis dessas
nações. Não se deve achar em ti alguém que faça seu filho
ou sua filha passar pelo fogo, alguém que empregue
adivinhações, algum praticante de magia ou quem procure
presságios, ou um feiticeiro, ou alguém que prenda outros
com encantamentos, ou alguém que vá consultar um
médium espírita, ou um prognosticador profissional de
eventos, ou alguém que consulte os mortos.”

Perguntamos pela última vez : De onde as Traduções


Católicas e das Testemunhas de Jeová tiraram as palavras :
“astrólogos, espírita, e médium ???, Uma vez que essas
Palavras não constam do original em Hebraico ???
Daí, se pode concluir sobre o verdadeiro caráter desses
“tradutores” ...

Aqueles que usam essa Passagem de


Deuteronômio 18, se esquecem que necromancia é a
comunicação com os mortos visando advinhações. Pois
bem, vejam no mais conceituado Dicionário deste País, o
Aurélio, Séc. XXI, o qual leva em consideração a origem e
morfologia das palavras, independentes de épocas e
costumes, o verdadeiro significado de Necromacia.
Confira no seu Dicionário :

Necro : Do gr. nekro- < gr. nekrós, oû >. O que significa


'morte'; 'cadáver'; 'extinto'.

Mancia : Do gr. -manteía. O que significa 'adivinhação',


'predição'. ( Destaque meu )

Necromancia tem a mesma formação das


palavras Cartomancia, que significa Adivinhação por
meio de cartas de jogar, ou então Quiromancia que é a
Adivinhação pelo exame das linhas da palma da mão;
quiroscopia.

O termo Adivinhação, nesse caso, provoca uma


diferença substancial. Logo essa Passagem de
Deteronômio 18.10-12, pode se aplicar a
Umbanda/vertentes, Kimbanda, ou a quem os opositores
de Kardec quiserem, MENOS AOS KARDECISTAS, pois
insisto e que fique bem claro : Os kardecistas JAMAIS se
comunicam com os Espíritos visando adivinhação ( Nº da
Sena ; Prosperidade ou não nos negócios ; Quem será o
próximo Presidente, Quem ganhará torneios, disputas,
etc ). Isto é totalmente reprovável dentro da nossa
Doutrina.

Além disso, “aquelas nações” ( destaque da


Passagem de Deteronômio 18.10-12, original acima ) se
debruçavam diante dos Túmulos para chamar os mortos. E
os Espíritas de hoje, fazem Isso ??? Quando digo Espíritas
estou me referindo aos Kardecistas. Mas é evidente que o
Legislador Hebreu queria que seu povo rompesse com
todos os costumes trazidos do Egito, onde o das evocações
estava em uso e eram um motivo de abuso, como provam
citações de Isaías (Cap XIX, v. 3) : “O Espírito do Egito se
aniquilará nele, e eu arrasarei a sua prudência; eles
consultarão seus ídolos, seus adivinhos, seus pítons e seus
mágicos. ”

Os mortos eram evocados simplesmente como


meio de adivinhação, da mesma qualidade que os augúrios
e os presságios, explorados pelo charlatanismo e pela
superstição.

Mesmo assim essa proibição não adiantou e esse


costume não foi desenraizado, convertendo-se em objeto
de um tráfico, assim como o atestam passagens seguintes
do profeta Isaías (Cap. VIII, v 19, Cap XLIV, v. 25), ou
seja :

-E quando vos disserem: Consultai os mágicos e os


adivinhos, que falam em segredo em seus encantamentos,
respondei-lhes: “Cada povo não consulta seu Deus? E vai-
se falar aos mortos daquilo que diz respeito aos vivos ?”

-Sou eu quem faço ver a falsidade dos prodígios da magia;


que tornam insensatos aqueles que se intrometem em
adivinhar; que transtorna o espírito dos sábios, e que
convence de loucura a sua vã ciência.

Estas palavras são inequívocas; provam


claramente que, nesse tempo, as evocações tinham por
objetivo a adivinhação, e que delas se fazia um comércio;
estavam associadas às práticas da magia e da feitiçaria, e
mesmo acompanhadas de sacrifícios humanos. Moisés,
pois, tinha razão em proibir essas coisas, e de dizer que
Deus as tinha em abominação. Essas práticas
supersticiosas se perpetuaram até a Idade Média.

Quem atribui essa proibição de Moisés ao


Espiritismo de hoje, não aprofundou melhor no sentido
das palavras bíblicas pois não há nenhuma analogia
entre o que se passava com os hebreus e os princípios
contidos na Doutrina Espírita atual. Bem mais : O
Espiritismo condena precisamente o que motivava a
proibição de Moisés. Mas, cegos pelo desejo de
encontrarem um argumento contra as idéias novas,
não perceberam que, esse argumento é completamente
falso.

Mas, sobre esses detalhes, poucas pessoas


sabem, ou fingem não saberem. Mas poderiam ainda
retrucar : A comunicação com os mortos é proibida e
pronto ! Está na Bíblia !

O estranho é que essas mesmas pessoas se


esquecem QUE NA PRÓPRIA BÍBLIA, Jesus se
comunica com os "mortos", na Transfiguração do
Tabor, quando apareceram Moisés e Elias, na Passagem
de S.Mateus 17:1-3 :
"... Seis dias depois, Jesus tomou consigo a Pedro, Tiago
e seu irmão João, e os levou a um lugar à parte, sobre um
alto monte. Transfigurou-se diante deles seu rosto
brilhava como o sol e sua roupa tornou-se branca como a
luz. Então lhes apareceram Moisés e Elias, conversando
com ele..."

Se os opositores do Espiritismo quiserem


condenar a comunicação com os mortos, deveriam, então,
condenar primeiro Jesus ???!!! Contraditório, Não ????

E se alguém quiser acreditar na fantasia de que


Elias não morreu, tudo bem, é um direito. Mas Moisés já
havia morrido séculos antes de Cristo, e está na Bíblia, no
próprio Deuteronômio que alguns interesseiros só lêem até
ao ponto que lhes convêm. É só continuar mais um pouco
e ler a passagem de Deut. 34:5-7 :

“ Assim Moisés, servo do Senhor, morreu ali na terra de


Moabe, conforme o dito do Senhor, que o sepultou no
vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor; e
ninguém soube até hoje o lugar da sua sepultura. Tinha
Moisés cento e vinte anos quando morreu; não se lhe
escurecera a vista, nem se lhe fugira o vigor.”

E mais : Para aqueles que só se lembram do


Deuteronômio 18 para se apegar a argumentos contrários à
comunicação com os Espíritos, DEVERIAM
CONTINUAR A LER O VELHO TESTAMENTO E
VERIAM QUE O PRÓPRIO MOISÉS APÓIA A
COMUNICAÇÃO COM OS "MORTOS". É só ver :

Números 11:27 - "Um jovem correu a dar notícias a


Moisés: "Eldad e Medad, disse ele, profetizam no
acampamento". Então Josué, filho de Nun, servo de
Moisés desde a sua juventude, tomou a palavra : "Moisés,
disse ele, meu Senhor, impede-os". Moisés, porém
respondeu : "Por que és tão zeloso por mim ? Quem dera
que todo o povo do Senhor profetizasse, e que o Senhor
lhe desse o seu espírito !" E Moisés retirou-se do
acampamento com os anciãos de Israel.

Está aí, no V.T, uma passagem de Moisés não


proibindo a comunicação, pois o Espírito que repousou o
fez em virtude dos irmãos já praticarem isso, permitirem e
estarem preparados, ou seja, invocavam os Espíritos. Se a
invocação era para o sentido do bem e do crescimento,
Moisés não se importava. Se porém, era por motivos fúteis
como advinhar o futuro, aí sim era proibido.

Além disso, ainda há no Velho Testamento mais


comunicação com os "mortos" :

* Gênesis 16:7,12 - Diálogo entre Agar, escrava egípcia,


mãe de Ismael, o primogênito de Abraão, e o espírito
enviado por Iahvéh.

* Gênesis 18:1,3 - Abraão é visitado por 3 espíritos que se


apresentam como 3 homens e lhe anunciam o nascimento
do seu filho Isaac.

* Gênesis 32:23,33 - A luta de Jacó com um Espírito


materializado. Jacó deu ao lugar o nome "Peniel" que
significa "Face de Deus".

" O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER


VER ! "

************

Com frequência, houve-se dizer, tentando


justificar as barbaridades das traduções acima, algo
parecido com isso : " Tais modificações (??!!) foram feitas
visando facilitar o entendimento para aquele que lê a
Bíblia, pois nem sempre o objetivo de um tradutor é ser
parcial, mas apenas deixar algo mais claro e atual para a
compreensão de todos. Isso significa, algumas vezes,
contextualizar uma expressão" (!!!???)

Bem, para esses que assim pensam, Eu diria o


seguinte : É aí que mora o perigo !!! Com a desculpa de
contextualizar uma expressão ( vamos imaginar que exista
o verbo contextualizar ) e deixá-la mais atual, os insignes
tradutores, aproveitam a ocasião para atacar o Espiritismo,
de forma imoral e desonesta.

E já que é para contextualizar as expressões, por


que os Católicos não colocam o termo "Santa
Inquisição" ou "Venda de indulgências" na Bíblia ???
Haveria contexto nas Passagens para tornar a Bíblia mais
atual e compreensível, MAS ELES NUNCA FARIAM
ISSO POIS NÃO SERIA DO INTERESSE DO
VATICANO.

E por que os Evangélicos não "contextualizam"


a Bíblia, colocando os termos "encosto" tão propalado pela
Igreja Universal ??? Por que a Bíblia evangélica da SBB
não contextualiza e torna mais compreensíveis para a
atualidade algumas Passagens dizendo que os
"Encostos" gostam de Trabalhos nas esquinas ???
Basta ver a TV Record, com espaço comprado também na
Rede CNT, e averiguar esses fatos.

Ah ! Mas isso não interessa ! O que interessa é


combater só o Espiritismo, não é mesmo ?

************

II ) Passagens da Bíblia que as outras religiões usam


para escamotear a Reencarnação :

A) Salmo 19 : 8

Texto Hebraico Transliterado :


“ torát Iavéh teminá mshibat néfesh. ‘edut Iahvéh
neemanoáh machkimat péti “

Tradução Literal :

torát = conjunto de ensinamentos ou Lei


Iahvéh = Deus
teminá = perfeita, correta, sincera
mshibat = regressar, voltar
néfesh = espírito
edut = testemunho, prova
Iahvéh = Deus
neemanoáh = verdadeiro
machkimat = sábio
péti = ingênuo, tolo

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

“ O ensinamento de Deus é perfeito, faz o espírito


voltar. O testemunho de Deus é verdadeiro, transforma
o simples em sábio.”

No entanto, observe a tradução feita pelas seguinte Bíblias


:

* Bíblia Protestante da SBB – Sociedade Bíblica do


Brasil :

“ A Lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma. O


Testemunho de Deus é fiel, e dá sabedoria ao simples.”
* Bíblia Mensagem de Deus – Edições Loyola :

“ A lei do Senhor é sem defeito, ela conforta a alma.


Seguro é o testemunho do Senhor, torna sábios os
simples.”

* Bíblia de Jerusalém – Edições Paulinas :

“ A lei de Iahvéh é perfeita, faz a vida voltar. O


testemunho de Iahvéh é firme, torna sábio os simples.”

Perguntamos : As convicções religiosas, católicas e


protestantes, acima apontadas, iriam falar em " retorno
do Espírito " ? ? ? Tal expressão poderia ser entendida
como Reencarnação, e isso, eles não poderiam permitir,
não é mesmo ? ? ? Eles, então, preferiram "traduzir", ou
melhor, SUBSTITUIR pela expressão : " refrigera a alma
", " conforta a alma " e " vida voltar ".

B) Salmo 23 – Salmo de David


Texto Hebraico Transliterado :

" Iahvéh ro’i lô echsar. Binôt deshé iarbitseni ‘al-mei


menuchôt inahaleni. Nafshi ishovêv iancheni bma’ glei-
tsedék lema’an shemô. Gam ki-eléch beguei tsalemavet.
Lô-iirá roa’ ki ata ‘imadii shvtechá umishi’antechá hemá
inachamuni. Ta’arôch lefani shulchan neguéd tsorerai
dishantá vashemén roshi kossi revaiáh. Ách tôv vachéssed
irdefuni kôl-imei chaiai veshavti beveit-Iahvéh leoréch
iamim "

Tradução Literal :

Iahvéh = Adonai ou Deus


ro’i = é meu pastor, 1ª pessoa do singular do presente-
Indicativo, do vervo ra’áh - pastorear
lô = não
echsar = me faltará, sofrer falta
binôt = preposição b+construto plural de naváh – pasto,
prado
deshé = verdor ou relva
iarbitseni = deitar
al = preposição sobre
mei = águas
menuchôt = descanso, tranquilidade
inahaleni = me guiará, conduzirá
nafshi = meu espírito
ishovêv = futuro do verbo shuv – voltar, regressar, ou seja,
fará voltar
iancheni = futuro do verbo naháh – me guiará
bma’glei = trilhas
tsedék = justiça
lema’an = endereço
shemô = nome dele
Gam = também, ainda
ki = que ou porque
eléch = andar, caminhar
beguei = preposição b+guei, ou seja, no vale
tsalemavet = sombra da morte
lô-iirá = não temeria ou temerei
roa’ = maldade
ki = que ou porque
atá = tu
‘imadii = estás comigo
shvtechá = tua vara
umishi’antechá = e teu bordão
hemá = eles
inachamuni = me confortam
Ta’arôch = prepararás
lefani = diante de mim
shulchan = uma mesa
neguéd = diante, em frente
tsorerai = particípio do verbo tsarar – provocar. Aqui
significa : os meus provocadores
dishantá = volumoso, cheio
vashemén = em azeite
roshi = minha cabeça
kossi = meu cálice
revaiáh = abundância
Ách = certamente
tôv = bom, bondade
vachéssed = misericórdia, bondade
irdefuni = me seguirão
kôl-imei = todos os dias
chaiai = minha vida
veshavti = e voltarei ou habitarei
beveit-Iahvéh = casa de Deus
leoréch = para extensão, por longos
iamim = dias ou anos

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

“ Adonai é meu pastor, nada me faltará. Em verdes


pastagens me fará descansar. Para a tranqüilidade das
águas me conduzirá. Fará meu espírito retornar, e me
guiará por caminhos justos, por causa do seu nome.
Ainda que eu caminhe pelo vale da morte, não temerei
nenhum mal, pois tu estarás comigo. Teu bastão e teu
cajado me confortarão. Diante de mim prepararás uma
mesa, na presença dos meus provocadores. Tu ungirás
minha cabeça com óleo; minha taça transbordará.
Certamente, bondade e benevolência me seguirão,
todos os dias da minha vida. E voltarei na casa de
Adonai por longos anos.”

No entanto, observe a tradução feita pela seguinte Bíblia :

* Centro Bíblico Católico – Editora Ave Maria :

“ O Senhor é o meu pastor, nada me faltará. Em verdes


prados ele me faz repousar. Conduz-me junto às águas
refrescantes, restaura as forças de minha alma. Pelos
caminhos retos ele me leva, por amor do seu nome. Ainda
que eu atravesse o vale escuro, nada temerei, pois estás
comigo. Vosso bordão e vosso báculo são o meu amparo.
Preparais para mim a mesa a vista dos meus inimigos.
Derramais o perfume sobre minha cabeça, transborda a
minha taça. A vossa bondade e misericórdia hão de seguir-
me por todos os dias da minha vida. E habitarei na casa do
Senhor por longos dias.”

Perguntamos : Na tradução Católica acima, onde foi


parar a expressão " Fará meu espírito retornar " que
consta do texto original em hebraico ? ? ? Esta expressão
foi maliciosamente substituída por : " Restaura as forças
de minha alma ". É evidente que isso foi feito para
esconder o sentido da Reencarnação que está contido em
: " Fará o meu espírito voltar ".

************

III ) Troca de Preposição muda o sentido


Reencarnacionista do Êxodo :

OBS : Repare nas traduções das preposições abaixo :

Agora observe o Texto do Cap. 20, vers. 5 e 6 do


Pentateuco, Livro Êxodo
Texto Hebraico Transliterado :

“ Lô tishtachavé lahém velô ta’avdem ki anochi Iahvéh


eloheichá el kaná pokêd “avôn avôt “ál-banim “ál-
shileshim ve’al-ribe’im leshnai.’ossé chéssed laalafim
leohavai uleshmerei mitsvotai.”

Tradução Literal :

lô = não
tishtachavé = te prostarás
lahém = para eles
velô = e não
ta’avdem = e os servirás
ki = porque
anochi = eu sou
Iahvéh = nome próprio que significa Deus
eloheichá = teu Deus
el kaná = Deus zeloso
pokêd = visito, para benção ou cobrança
avôn = a iniqüidade, culpa
avôt = pais
al = sobre ou na
banim = os filhos
al-shileshim = sobre / na terceira geração ou netos
ve’al-ribe’im = sobre / na quarta geração ou bisnetos
leshnai = para os que me odeiam
’ossé = faço
chéssed= misericórdia, bondade
laalafim = por milhares de gerações
leohavai = para os que me amam
uleshmerei = e guardam
mitsvotai = os meus mandamentos
Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico
:

Não te prostarás diante deles e não os servirás porque


Eu, Iahvéh, teu Deus, sou um Deus zeloso, que visito a
culpa dos pais sobre os filhos, NA terceira e quarta
geração dos que me odeiam, mas que também ajo, com
benevolência por milhares de gerações sobre os que me
amam e guardam os meus mandamentos.

No entanto, observe a tradução feita pelas seguinte Bíblias


:

* Bíblia de Jerusalém, Cap. 34 do Êxodo, vers. 6 e 7 :

“ Iahvéh passou diante dele, e exclamou : Iahvé ! Iahvéh !


Deus de compaixão e piedade, lento para a cólera e cheio
de amor e fidelidade ; que guarda o seu amor a milhares,
tolera a falta, a transgressão e o pecado, mas a ninguém
deixa impune e castiga a falta dos pais nos filhos e nos
filhos dos filhos, ATÉ a terceira e quarta geração.”

Observem : Parece não ser importante a mudança de uma


simples preposição : " NA " para a preposição " ATÉ ".
Porém, colocando-se ATÉ a terceira e quarta geração,
subentende-se que o texto está afirmando que Deus
começa a cobrar logo na primeira geração. No entanto,
cobrando NA terceira e quarta geração, Deus está
cobrando o erro que foi cometido com a responsabilidade
individual, ou seja, NA geração certa, pois eu não posso
ser filho de mim mesmo. Em outras palavras, para que eu
volte ou reencarne como filho do meu filho, voltarei
exatamente NA terceira geração ou além dela, na quarta,
quinta ... etc, onde poderei assumir e reparar meu próprio
erro do passado.

************

IV ) Reencarnação no Livro de Jó :

Jó. 8 : 8 e 9

Texto Hebraico Transliterado :

“ Ki-Shoal-ná ledor rishon vebonen lecheker avotam. Ki-


tmol anachnu velô nedá. Ki tsel iamêonu ‘alei árets. “

Tradução Literal :

Ki-Shoal-ná = pergunta, pois


ledor = para a geração
rishon = primeiro passado
vebonen = e medita
lecheker = para investigação, ou seja, investiga
avotam = ancestrais deles, antepassados
ki-tmol = porque de ontem, do passado
anachnu = nós
velô nedá = e não sabemos
ki = que
tsel = sombra
iamêonu = nossos dias
‘alei = sobre a
árets = terra

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

“ Pergunta às gerações passadas ou primeiras e medita


a experiências dos antepassados. Porque somos de
ontem, não sabemos nada. Nossos dias são uma sombra
sobre a terra.”

OBS : Aqui está uma recomendação de que devemos


buscar, no passado, em outras vidas, as causas do nosso
sofrimento. Se não lembra de ter na presente vida corporal
cometido faltas que justifiquem o seu sofrimento, pergunte
às gerações passadas e lá estará com certeza a resposta ao
seu questionamento, uma vez que a vida na matéria,
impede-nos, como uma espessa sombra, a lembrança de
vidas anteriores. Deus, em sua infinita misericórdia, apaga
as nossas lembranças para afastar de nós o remorso pelo
delito praticado no passado, para podermos evoluir e
conviver em paz com nossos semelhantes.

************

V ) Os Profetas e a Reencarnação :
Ezequiel 37 : 11 - 14

Texto Hebraico Transliterado :

" Vaiômer elai ben-adam há’átsomôt haeléh kol-beit Israel


hemá hiné omrim iavshu atsmoteinu veavdá tikvatenu
nigzarnu Ianu. Lachén hinavê veamartá aleihém kô-amar
adonai Iahvéh hinê ani potechá et-kivroteichém veha’aleiti
etchém mikivroteichém ‘ami veheveti etchém el-admat
Israel. Vida’tém ki-ani Iahvéh befitchi et-kivroteichém
uveha’aloti etchém mikivroteichém ‘ami. Venatati ruchi
vachém vichiitém vehinachti etchém ‘al-admatchém
vida’tém ki ani Iahvéh dibarti ve’assiti num-Iahvéh. "

Tradução Literal :

Vaiômer = e disse
elai = a mim, para mim
ben-adam = filho do homem
há’átsomôt = os ossos
haeléh = estes
kol-beit Israel = toda a casa de Israel
hemá = elas
hiné = eis
omrim = dizemos
iavshu = estão secos
atsmoteinu = nossos ossos
veavdá = e está perdida
tikvatenu = nossa esperança
nigzarnu = cortada, acabada, desfeita
lanu = para nós
lachén = por isso
hinavê = profetiza
veamartá = e diz
aleihém = sobre eles, para eles
kô-amar = assim diz
Adonai = O Senhor
Iahvéh = Deus
hinê = eis
ani = eu
potechá = abro
et-kivroteichém = os vossos túmulos
veha’aleiti = e vos farei subir
etchém = a vós
mikivroteichém = de vossos túmulos
ami = meu povo
veheveti = e reconduzirei
etchém = a vós
el-admat = para a terra de
viida’tém = e saberão
ki-ani = que eu sou
Iahvéh = Iahvéh (nome próprio ) ou Deus
befitchi = em abrir
et-kivroteichém = os vossos túmulos
uveha’aloti = e vos elevar
etchém = a vós
veha’aleiti = e vos farei subir
etchém = a vós
mikivroteichém = de vossos túmulos
ami = meu povo
Venatati = e dei
ruchi = o meu espírito
vachém = sobre vós
vichiitém = e revivereis
et-kivroteichém = os vossos túmulos
vehinachti = e reporei
etchém = a vós
‘al-admatchém = sobre a vossa terra
vida’tém = e eles saberão
ki-ani = que eu sou
Iahvéh = Iahvéh (nome próprio ) ou Deus
dibarti = falei
ve’assiti = e fiz
num-Iahvéh = oráculo de Iahvéh

Expressão Traduzida Resultante do Original Hebraico


:

“ E disse a mim : Filho do homem, estes ossos são toda


a casa de Israel. Eis que dizem : Os nossos ossos estão
secos e está perdida a nossa esperança. Por isso,
profetiza e dize-lhes : Assim diz Adonai, o Senhor Deus
: Eis que eu abro vossas sepulturas e vos farei sair
delas, ó povo meu e vos reconduzirei à terra de Israel.
Saberão que eu sou Iahvéh quando eu abrir os vossos
túmulos e vos elevar de vossas sepulturas, ó povo meu.
E dei sobre vós o meu espírito e revivereis e reporei a
vós sobre a vossa terra. E eles saberão que eu sou
Iahvéh, disse isto e fiz o oráculo de Iahvéh.”
OBS : Observe que Iahvéh ( Deus ) fecha o sentido de
renascimento, mostrando que os ossos simbolizam o povo
de Israel e que ele fará reencarnar a todos, retirando-os dos
seus túmulos e fazendo-os voltar reencarnados à sua terra.
Ele ( Deus ) não fala que os retiraria na ressureição do
último dia, mas que os retiraria da sepultura, fazendo-os
renascer e para voltar à terra de Israel, e não aos céus.
Aqui não existe dúvida sobre a Reencarnação e esclarece
sobre a inexistência de um último dia para a ressureição,
pois Deus fala : ” Reporei a vós sobre a vossa TERRA “,
portanto, voltar à terra não é ressucitar e sim reencarnar
!!!

************

VI ) Passagens do Novo Testamento que “parecem”


negar a Reencarnação :

Lucas 23 : 43 ( Em grego )

Texto Grego Transliterado :

" Kai eípen auto Amén soi lego semeron met emou esse
em to paradeísso. "
Expressão Traduzida Resultante do Original Grego :

“ Respondeu-lhe Jesus em verdade te digo hoje estarás


comigo no paraíso”

OBS : Quando a Bíblia foi escrita, ou melhor seus livros,


além de não possuir acentuação, não tinha também
pontuação alguma. Diz-nos o Escritor e estudioso das
Escrituras J. Angus : “... que somente no Séc. VIII é que
foram introduzidos nos manuscritos alguns sinais de
pontuação e que no Séc. IX introduziram o ponto de
interrogação e a vírgula” ( História, Doutrina e
Interpretação da Bíblia, Vol. 1, p.39, 252 ). As alegações,
sempre usadas para justificar tal atitude, se apoiam no fato
de que estas “alterações” ocorridas nos manuscritos
muitos séculos depois, buscaram sempre facilitar a leitura
e o entendimento da Bíblia. Mas é líquido e certo de que
também proporcionaram a chance de modificar o sentido
de muitas Passagens, de acordo com o interesse de cada
corrente Religiosa.

Relativamente às alterações que a Bíblia sofreu,


o que é lógico e até compreensível, pois havia a
necessidade de adaptações de termos que não existiam na
época ou interpretações que visassem adequar os textos
antigos à realidade atual, temos que separar o que é digno
e o que é puro interesse em manter convicções. A geração
de crentes do séc. V, por exemplo, diria que a Bíblia dos
cristãos do séc. IX era falsa porque recebera alterações em
seu texto ( as alterações ortográficas ) e, da mesma forma
os cristãos do séc. IX acusariam os seus pares do séc. V de
não interpretarem ou entenderem corretamente o texto
bíblico pela inexistência das regras gramaticais ...

No versículo em grego acima citado, temos uma


controvérsia muito grande com relação à pontuação
colocada em sua tradução e esta controvérsia se arrasta
desde tempos antigos. A maior questão é a posição da
colocação de uma "vírgula" e/ou um "que", colocado
antes da palavra "hoje" ( sémeron ), mudando
completamente o sentido ( No texto original Grego não
havia tais inserções ). Então, nas Bíblias católicas e
evangélicas atuais, o texto ficou assim, com a inserção
deliberada da "vírgula" e/ou do pronome “que” : “Em
verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso” ou
“Em verdade te digo, hoje estarás comigo no paraíso”

Em algumas versões da Bíblia Católica, como é


o caso da Bíblia adotada pela Paróquia Santa Cruz,
fundada pelo Arcebispo Dom Serafim Fernandes de
Araújo, em Belo Horizonte, acrescentaram “dois pontos”
e a palavra “ainda”, para dar mais suporte às suas
próprias convicções, ficando assim : “ Eu te asseguro :
ainda hoje estarás comigo no paraíso”. ( !!!!!????? )

A maioria dos intérpretes e exegetas acredita que


a palavra " hoje ", como advérbio, está vinculada ao
termo " estarás ", e que por isso mesmo, Jesus teria
prometido ao bom ladrão que ele haveria de entrar,
imediatamente, em um estado infinitamente melhor que o
deste mundo, onde a sua alma haveria de viver na
consciência de um ambiente melhor. Estes pertencem à
corrente dos que defendem um céu gratuito.

Primeiramente, temos que perguntar : O “bom”


ladrão chegou antes do Cristo no Paraíso ? O próprio
Cristo só subiu aos céus só no terceiro dia, mas o “bom”
ladrão teria ido antes ? ? ? Portanto o " hoje " da frase
tem que ser melhor analisado e discutido.

Assim sendo, defendemos a corrente dos que


colocam a vírgula após o vocábulo " hoje ", pela lógica
que ela representa. Ficaria então a frase : " Em verdade te
digo hoje, estarás comigo no paraíso ". " Estarás um
dia ", quando tiveres saldado os teus débitos, após a
reconciliação com aqueles a quem ofendeste.

Observe que Jesus não disse que ele estaria


salvo. Falou que ele entraria no paraíso. E se assim foi, ele
entrou para ser julgado, e não para ficar no paraíso.

Como já foi dito antes, sempre é bom relembrar


que a maioria dos manuscritos antigos não apresentavam
sinais de pontuação ( Bruce M. Metzger, Manuscriptus of
the Greek Bible ( Nova Iorque : Oxford University Press,
1981 ), 31-32.) , o que permitiu que, na colocação destes
sinais, o tradutor conduzisse seu pensamento de forma a
ser coerente com aquilo que ele, em sua concepção
pessoal, acreditava ser o mais correto.

O professor Pedro Apolinário amplia a


informação referente à pontuação no grego, quando cita
que “somente no século VIII é que foram introduzidos nos
manuscritos alguns sinais de pontuação, e no séc. IX
introduziram o ponto de interrogação e a vírgula”.(J.
Angus, História, doutrina e interpretação da Bíblia, vol. 1,
n. 39, citado em Pedro Apolinário, História do texto
bíblico (São Paulo: Instituto Adventista de Ensino, 1985),
69. Ver também: Wilson Paroschi, Crítica textual do Novo
Testamento (São Paulo: Vida Nova, 1993), 15-42.) Mesmo
um dos destacados defensores da imortalidade admite que
existe dificuldade em comprovar sua posição:

Os manuscritos originais do Novo Testamento


não tinham pontuação, e em face do fato de que o grego
clássico (incluindo o koiné, no qual foi escrito o NT)
gozava de ampla liberdade no tocante à ordem das
palavras, é impossível, à base do próprio texto grego,
provar um lado ou outro dessas idéias contraditórias
[imortalidade ou mortalidade da alma]. Champlin, NTI,
2:230-231.

Além disso, temos outras traduções contidas em


Bíblias atuais, que são frontalmente contrárias à maioria
das Bíblias editadas no Brasil. Basta ver :

a) Tradução Trinitariana, em português, editada em 1883,


pela “Trinitariam Bible society” de Londres. Diz: “Na
verdade te digo hoje, que estarás comigo no paraíso.”

b) Emphasized New Testament, de Joseph Bryand


Rotherham, impresso em Londres, em 1903, assim reza: “
Jesus! Lembra-te de mim na ocasião em que vieres no Teu
reino. E Ele disse-lhe: Na verdade digo-te neste dia:
comigo estarás no paraíso.”

c) The New Testament, de George M. Lamsa, de acordo


com o texto Oriental , traduzido de fontes originais
aramaicas, diz : “Jesus lhe disse : Na verdade te digo hoje,
estarás comigo no paraíso”.

d) A chamada Concordant Version, em inglês, assim


traduz : ”E Jesus lhe disse : Na verdade a ti estou dizendo
hoje, comigo estarás no paraíso.”

e) Um manuscrito importante. Trata-se de famoso


manuscrito curetoriano na versão Siríaca, existente no
Museu Britânico. Assim reza o MS : “Jesus lhe disse : Na
verdade te digo hoje, que comigo estarás no jardim do
Éden.”

************

VII ) Passagem do Novo Testamento que marca


definitivamente os retornos sucessivos do espírito à
carne. A Palavra Palingenesia :

Epístola de Paulo a Tito

Tito 3 : 5 ( Em grego )

Texto Grego Transliterado :

"...Ouk ex ergôn tôn en dikaiosunê a epoiêsamen êmeis


alla kata to autou eleos esôsen êmas dia loutrou
paliggenesias kai anakainôseôs pneumatos agiou "

Expressão Traduzida Resultante do Original Grego :


"... não por obras da justiça que tivéssemos feito, mas
segundo sua misericórdia nos salvou pelo lavatório da
reencarnação, e pelo renascimento de um espírito santo"

* Leiam com atenção o Texto Grego Transliterado.


Verificamos, mais ao final, o aparecimento da palavra
"paliggenesias" ( παλιγγενεσίας - primeira palavra da
terceira linha do texto em grego - Palavra Grifada ), que
em português se escreve de forma muito parecida, ou seja
: Palingenesia. Ora, para não haver dúvidas, vamos
recorrer ao mais conceituado Dicionário deste País - O
Dicionário Aurélio, Séc. XXI, o qual leva em consideração
a origem e morfologia das palavras, independentes de
épocas e costumes. Confiram em seus Dicionários :

Palingenesia :

[Do gr. palingenesía, pelo lat. tard. palingenesia.]

1. V. eterno retorno (1).

2. Segundo Schopenhauer (v. schopenhaueriano),


renascimento sucessivo dos mesmos indivíduos.

Observe que o Dicionário Aurélio recomenda


ver a expressão "Eterno retorno". Muito bem. No mesmo
Dicionário vamos encontrar :

Eterno retorno.
1. Filos. Na Antiguidade, doutrina comum aos órficos,
pitagóricos, jônios e estóicos, segundo a qual o mundo, ao
fim de um determinado período, retorna ao caos inicial, a
partir do qual novamente se cumprirá um ciclo idêntico ao
anterior, e isto em número infinito de vezes; ciclo do
mundo, palingenesia.

2. Rel.( religião ). Doutrina segundo a qual a alma se


reencarna sucessivamente em diferentes corpos, realizando
uma purificação progressiva até alcançar a perfeição. (!!!)

Alguma Dúvida ????????

AH ! Um infeliz detalhe : Os tão "insignes e honestos"


tradutores das Bíblias católicas e evangélicas modificaram
a tradução da palavra Palingenesia e resolveram colocar :
regenerador...(!!!???) Bela saída pela tangente eles
tiveram, não ??? O texto, nessas Bíblias, ficou assim :

Tito 3:5 "...não por obras de justiça praticadas por nós,


mas segundo sua misericórdia, Ele nos salvou mediante o
lavar regenerador e renovador do Espírito Santo."
( Destaque meu ).

Além disso, no texto grego, está escrito: "loutrou


paliggenesias". Ora, "loutrou" não significa "lavar", mas
significa o "local onde se lava, limpa ou purifica". Vamos
encontrar o mesmo problema noutra carta, em Ef. 5, 26,
em que S. Paulo, ao falar da vida dos casados e referindo-
se à Igreja, usa a mesma palavra "loutrou" : "...fez isto
para que ela fosse consagrada e purificada pela água... " ou
"...purificando-a com a lavagem da água... ". Parece claro
que, nestes dois versículos, as expressões utilizadas nas
atuais Bíblias não traduzem a palavra grega "loutrou"
como o lugar onde o espírito se purifica e regenera – a
Terra – ao longo de sucessivas encarnações, em veículos
de crescente perfeição, em perfeita sintonia com a
evolução e com os fenômenos da Natureza.

E para complementar, disse Jesus aos discípulos:


"...asseguro-vos que, no mundo que há de vir... ou "...em
verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na
regeneração..." (Mt 19, 28). Mas, no texto grego escreve-
se : "en té palingenesia". A palavra palingenesia, composta
pelo prefixo "pálin" (de novo), e "génesis" (origem,
nascimento), significa, como já vimos, "Renascimento",
"Novo Nascimento" ou simplesmente "Reencarnação". E,
como o artigo grego "té", precede a palavra
"palingenesia", torna-se claro que o autor se refere a um
retorno específico do espírito e não a qualquer outro
retorno dos muitos que são possíveis. Como a
Cristificação ocorre depois do Espírito se graduar na
Escola da Vida, no fim do presente dia de manifestação,
este versículo deveria ler-se, da seguinte forma, já
adaptado para os dias atuais : "...asseguro-vos que, na
reencarnação final...". É a esta fase da evolução, no ponto
da Cristificação do Espírito, a que S. Paulo se refere em
Heb. 7, 25, quando fala na "salvação eterna", que se
alcança quando formos como os "anjos" e já não pudermos
voltar a morrer, de acordo com Lc. 20, 36.

Sabemos que os manuscritos originais no Novo


Testamento não possuíam pontuação, e em face do grego
clássico ( incluindo o grego koiné, no qual foi escrito o
Novo Testamento ) gozar de ampla liberdade no tocante à
ordem das palavras, é impossível, à base do próprio texto
grego, provar um lado ou outro dessas idéias
contraditórias. Por isso, teremos que usar a lógica e a
comparação com outros textos da própria Bíblia, diante
dos quais, a idéia de um céu gratuito não tem suporte, ou
seja, essa idéia de um céu sem esforço pessoal ( o qual
todos os evangélicos e católicos desejam ), se choca com
pelo menos 10 passagens bíblicas, onde Deus mostra que
cada um responde pelo seu atos. Veja em sua Bíblia as
seguinte passagens :

1) Gn. 18 : 23 – 33
2) Dt. 7 : 9 e 10
3) Jeremias 31 : 29 e 30
4) Ezequiel 14 : 12 – 20
5) Jó 34 : 11
6) Salmos 28 : 4
7) Provérbios 12 : 14 e 28
8) Isaías 3 : 11
9) Lamentações 3 : 64
10) Eclesiástico 16 : 14 ou 15

Será que Jesus se oporia a todas essas verdades


bíblicas ? ? ?

E finalmente, para aqueles que acham que


podem, impunemente, modificar à sua maneira, os Textos
Sagrados, para satisfazer uma vontade incontida de atacar
o Espiritismo, lembremos aqui, o Apocalipse, em seu
Cap.22, versículos 18 e 19 :
" Todos aqueles que ouvirem as palavras da profecia
deste Livro : Se alguém lhes ajuntar alguma coisa,
Deus ajuntará sobre ele as pragas descritas neste Livro
; e se alguém dele tirar qualquer coisa, Deus lhe tirará
a sua parte da árvore da vida e da Cidade Santa,
descrita neste Livro ".

E agora, com a palavra, os " tradutores " das


Bíblias anteriormente citadas ...