Você está na página 1de 4
Fuja do Caminho da Ilusão e da Hipocrisia Por Jonathan Edwards Encontramo - nos numa

Fuja do Caminho da Ilusão e da Hipocrisia Por Jonathan Edwards

Encontramo-nos numa situação em que Deus está de um lado e outra coisa do outro - e não podemos ter os dois. Precisamos esco- lher. Nossas escolhas práticas nessas situações mostram se amamos a Deus acima de tudo, ou não. "Recordar - te- ás de todo o caminho, pelo qual o Senhor teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos" (Dt 8:2). Estes testes são para nosso benefício, não o de Deus. Eleja sabe o que está em nossos corações. Ele nos defronta com situações de teste de modo que nós possamos saber o que está em nossos cora- ções. Deus está nos educando, não a Si mesmo! Reconhecendo que esse é o modo pelo qual Deus nos ensina sobre nossos corações, damos prova que nossa prática é a verdadeira evidência de nossa sinceridade. A prática cristã conduz o novo nascimento para a perfeição. Tiago diz que a obediência prática de Abraão aperfeiçoou sua fé. "Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou" (Tg 2:22). João diz que nossa obediência aperfeiçoa nosso amor por Deus: "Aquele que diz: eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Aquele, entretanto, que guarda a sua palavra, nele verdadeiramente tem sido aperfeiçoado o amor de Deus" (I Jo. 2:4 -5). Assim, a prática cristã aperfeiçoa fé e amor. São como uma semen- te. A semente não chega à perfeição por ser plantada na terra. Nem por desenvolver raízes e brotos, ou por sair do chão, nem por de- senvolver folhas e botões. Entretanto, quando produz frutos bons e maduros, chegou à perfeição - completou sua natureza. O mesmo ocorre com fé e amor e todos os outros dons. Chegam à perfeição em frutos bons e maduros da prática cristã. A prática, então, deve ser a melhor evidência de que esses dons existem. As Escrituras dão mais ênfase à pratica do que a qualquer outra evidência de salvação. Espero que isso esteja claro agora. Temos que nos manter nessa ênfase. É perigoso dar importância a coisas que a Bíblia não endossa. Teremos perdido nosso equilíbrio bíblico se dermos maior importância aos sentimentos e experiências que não se expressem em obediência prática. Deus sabe o que é melhor para nós, e tem salientado certas coisas porque precisam ser salien- tadas. Se ignorarmos a ênfase clara, de Deus, na prática cristã, e insistirmos em outras coisas como testes de sinceridade, estamos no caminho da ilusão e hipocrisia. Deus tem falado dos céus - na Bíblia! Ele nos disse muitas e muitas vezes que a prática cristã é a prova mais alta e melhor da fé verda- deira. "Não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade. E nisto conheceremos que somos da verdade" (3:18-9). Acaso não está claro?

Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações” At 2.42

Dia do Senhor, 17 de fevereiro de 2013 | nº 107

Conselho

Pr. Aláuli Oliveira | Pastor Efetivo Pb. Carlos Augusto Pb. Marcos Antônio Pb. Edson Dórea Pb. Francisco Pb. Geldo Pb. Ivan Pb. Robson Pb. Zelito

Diáconos

Luiz Aquino Jr. Paulo Sérgio Reynaldo Bispo

Contato

Rua São Cristóvão, 1320 B. Getúlio Vargas, Aracaju-SE Tel.: 79 3044-4536

www.ipb13demaio.net

Agenda semanal

Domingo Escola Bíblica | 9h Culto de Adoração | 18h Terça-Feira Café com Oração | 19h Ensaio do Coral | 21h Quarta-Feira Reunião de Oração | 15h

Adoração | 18h Terça -Feira Café com Oração | 19h Ensaio do Coral | 21h Quarta-Feira
Informativo Querido visitante, sua presença entre nós é motivo de grande alegria para nossa igreja.

Informativo

Querido visitante, sua presença entre nós é motivo de grande alegria para nossa igreja. Esperamos que você se sinta a vontade em nosso meio. Desejamos que sua vinda a nossa igreja produza algo bom e novo da parte de Deus em você. Ficaremos muito alegres se você vol- tar no próximo domingo.

Plano de leitura: no verso deste boletim há um plano de leitura da Bíblia. Neste ano faremos leituras temáticas. Mais informações na última página.

Secretaria Geral de UPA: a IP13 sediará, no pró- ximo dia 23/2 (sab.), às 19h30, um encontro com o Secretário Geral da UPA, Rev. Carlos Eduardo Aranha Neto. O Encontro tem a finalidade de reunir adolescentes e líderes de adolescentes. Se você é adolescente ou está envolvido com essa faixa etária compareça.

Cursos: em março daremos início a uma série de cursos cujo propósito é capacitar os irmãos da IP13 a descobrirem e desempenharem bem seus dons. O primeiro é sobre diaconia. Nos próximos boletins daremos mais informações.

Agenda da IP13: Programações, ensaios, reuni- ões devem ser agendadas com a secretária da igreja pelo 3044-4536/8822-6207/3252-7814 ou fabianaamoura@hotmail.com.

Os departamentos e grupos que ainda não fecha- ram suas programações devem fazer isso o mais rápido possível, mas antes devem consultar as datas já preenchidas por outros grupos ou depar-

tamentos, para que tenhamos uma agenda única e sem choque de programações. Procure a secre- tária da igreja para maiores esclarecimentos.

Reunião de oração da próxima sexta-feira será

na casa da nossa irmã Adeilde, maiores informa- ções com Keth (9957-9303). E se você deseja fazer a reunião de oração em seu lar agende com nossas irmãs Keth ou Fabiana (8822-6207/3252-

7814/3044- 4536/9971- 9882/

fabianaamoura@hotmail.com)

Confraternização: A SAF convida toda a igreja para participar de uma confraternização no dia 23/2 no Parque dos Cajueiros, a partir das 16h em comemoração do dia da mulher e do homem presbiteriano. Na ocasião faremos um lanche coletivo, cada família deve levar o seu lanche e lá faremos uma grande mesa.

Pizzaria da SAF: hoje, após o culto vespertino, a SAF fará cantina. Venha saborear uma deliciosa pizza preparada por nossas irmãs auxiliadoras.

História da Igreja | John Knox (1513-1572) |Rev. Carlos Gonçalves

da Igreja | John Knox (1513 - 1572) |Rev. Carlos Gonçalves Acontecimentos Depois da Morte de

Acontecimentos Depois da Morte de George Wishart

A insatisfação advinda na Escócia não vinha somente do clero piedoso, mas dos nobres que se senti-

am insatisfeitos com o domino cada vez mais crescente da igreja “católica” que nessa época já era

dona de quase a metade da Escócia. Muitos desses nobres viam em George Wishart o vislumbre para

a libertação religiosa da Escócia (pelo menos nos moldes em que era conduzida a questão). Com a

sua aflorou uma revolta no coração de alguns nobres que o vingaram entrando no castelo do cardeal Beaton e o mataram. Os nobres assassinos e outros tomaram conta do castelo e fizeram do mesmo um tipo de fortaleza. As famílias desses nobres convidaram John Knox a pregar naquela cidade com a intenção de que ouvin- do os moradores às suas mensagens impetuosas se libertassem completamente do julgo católico. Knox não en- controu outra opção senão atender a tal convite. O clérigo conseguiu apoio dos franceses e tomou o castelo levando todos presos inclusive o jovem pregador John Knox. Ele e outros foram obrigados a trabalhar como galés dos navios franceses.

2

"E perseveravam nas doutrinas dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas
"E perseveravam nas doutrinas dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas

"E perseveravam nas doutrinas dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos após- tolos". (At 2.42, 43).

Bom nesses versos se resumem o sentido verdadeiro do acampamento, o que diz respeito a comunhão entre todos, foi o que não faltou! Cada jovem teve seu momento no púlpito e falaram as palavras necessárias que Deus usou para haver muita edificação naquele lugar. Sempre todos unidos, um ajudando o outro nas escalas e se divertindo fazendo as tarefas. Nós saímos restaurados desse acampamento e vamos sempre estar abraçados na glória, sempre na comu- nhão em Cristo, perseverando na doutrina, juntos para que Um seja conhecido!

Ludmila

Motivos de Oração

|Pessoas| Davi (criança de IP de Itu); Luiz Aquino (saúde); Gustavo (saúde); Petrônio (saúde e apo- sentadoria); Alex (saúde e novo emprego); Fabiana (convocação concurso); Gov. Marcelo Deda (câncer); Cremilda (tia de Nice); Marcelo e Cláudia (missionários entre os índios); Ana Hadassa; Pr. Aláuli e família; D. Neusa (saúde); Roberto e Simone (esposo e filha de Gildete); D. Zaílde (saúde); Sr. Carlos (saúde); Maria Aquino (saúde); D. Maria da Fé (saúde); jovens e adolescentes; família de Janizete; Maria Izaura (colega de Fabiana. Vida profissional) . |Causas| Chuvas para o sertão; Planta- ção de igreja; crescimento espiritual da igreja, famílias, irmãos da Igreja Perseguida; moralização do Brasil; ministérios e departamentos da igreja; desempregados; segurança do prédio da igreja. |Agradecimentos| Salvação, família, saúde, emprego, paz em nosso país, situação econômica do Brasil; orações ouvidas.

Catecismo de Heidelberg | 10 Mandamentos | Dia do Senhor 43

112. O que Deus exige no nono mandamento? R. Jamais posso dar falso testemunho contra meu próximo (1) , nem torcer suas palavras (2) ou ser mexeriqueiro ou caluniador (3). Também não posso ajudar a condenar alguém levianamente, sem o ter ouvido (4). Mas devo evitar toda mentira e engano, obras próprias do diabo (5) , para Deus não ficar aborrecido comigo (6). Em julgamentos e em qualquer outra ocasião, devo amar a verdade, falar a verdade e confessá-la francamente (7). Também devo defender e promover, tanto quanto puder, a honra e a boa reputação de meu próximo (8). (1) Pv 19:5,9; Pv 21:28. (2) Sl 50:19,20. (3) Sl 15:3; Rm 1:30. (4) Mt 7:1,2; Lc 6:37. (5) Jo 8:44. (6) Pv 12:22. (7) 1Co 13:6; Ef 4:25. (8) 1Pe 4:8

Aniversariantes

20/02 | Ana Virgínia

3

Leitura Temática – O que a Bíblia fala sobre luxuria

Buscando a cada dia aprofundar nosso conhecimento bíblico, faremos neste ano planos de leitura que tratam de temas específicos para ver como a Bíblia trata assuntos como: santidade, segunda vinda de Cristo, santidade, generosidade, medo, finanças, casamento etc. Esta semana, por ocasião do Carnaval, é conveniente que meditemos sobre desejos incontrolados— luxuria. O plano que segue abaixo traz 10 leituras nesse tema. Você pode ler e fazer anotações. Tenha um leitura edificante e transformadora.

Seg.

Sab.

18/2

23/2

Ter.

Dom.

19/2

24/2

Qua.

Seg.

20/2

25/2

Qui.

Ter.

21/2

26/2

Sex.

Qua.

22/2

27/2

30  Qua. 2Pedro 2.12 – 19 22/2 27/2 Pastor Pr. Aláuli Oliveira pastor@ipb13demaio.net IP13 na

Pastor

Pr. Aláuli Oliveira

pastor@ipb13demaio.net

IP13 na Internet

www.ipb13demaio.net

www.youtube.com/IP13Tube

www.facebook.com/presbiteriana.trezedemaio

www.ipb.org.br

Aconselhamento Bíblico

Ter - Sex | 8h - 11h

Agendamento

79 3044-4536

Visitação Pastoral

Qua, Qui | Tarde e Noite

Dízimos e Oferta

Banco do Brasil Ag.: 1603-9 CC.: 55122-8 Igreja Presbiteriana 13 de Maio CNPJ: 13.081.641/0001-60

4

Dízimos e Oferta Banco do Brasil Ag.: 1603-9 CC.: 55122-8 Igreja Presbiteriana 13 de Maio CNPJ:

Interesses relacionados