Você está na página 1de 5

MANHÃ DE RETIRO

CAMINHAR AO ENCONTRO DE CRISTO PARA O ENCONTRAR NOS IRMÃOS

(Caminhada ao monte)

Valores a transmitir e a viver:


 Silêncio, interioridade, contemplação, louvor, acção de graças.

 Levantar de manhã cedo ainda de noite.


 Quando todos preparados cada um pega num pequeno saco, preparado na véspera. No saco
está um bolo para o início da caminhada, o pequeno-almoço a tomar mais tarde e um
envelope com a primeira tarefa a realizar.
 Cada um põe-se a caminho individualmente e em silêncio (Ou a partir da casa ou do sopé do
monte).

De casa ao lugar do nascer do sol:


 Ficha 1: Encontrar Cristo no irmão significa conhecer e aceitar a situação pessoal.

No lugar do nascer do sol:


 Contemplação do nascer do sol

 Oração da manhã no lugar do nascer do sol

Do lugar do nascer do sol ao cimo do monte:


 Ficha 2: Encontrar Cristo no irmão significa reconhecer o irmão como Cristo.

No cimo do monte:
 Ficha 3: Encontrar Cristo no irmão significa aprender a amar: Senhor ensina-nos a amar.

 Eucaristia

 Almoço
BUSCA CRISTO ENCONTRA O IRMÃO – Ficha 1

Encontrar Cristo no irmão significa reconhecer e aceitar a tua situação.

Caro(a) amigo(a)

Ao começar um novo dia deixa que te dirija estas palavras amigas para te guiar neste dia.
Começo por convidar-te esta manhã a fazeres uma caminhada ao encontro de Cristo.
Uma caminhada física, certamente, mas também, e sobretudo, espiritual.
Não estarás só. Fazes parte de um grupo que caminha contigo e que te vai ajudar no caminho.
Mas faz tudo para não te distraíres. Aproveita do grupo o que ele te pode dar e dá-lhe também
alguma coisa também de ti.
Mas o mais importante é a caminhada que tu, pessoalmente irás fazer.
O encontro com Cristo, mesmo se feito em comunidade, é sempre pessoal. Só no encontro pessoal
se pode responder honestamente e em toda a liberdade.
É isso a que te convido hoje.

Vais pôr-te a caminho, em silêncio, sozinho(a), no meio da noite. Contigo levas um bolo para
comeres, se quiseres, desde já. É para que o estômago não te pregue partidas. Levas também o teu
pequeno-almoço, que o tomarás na altura devida, quando te for indicado.
E levas também esta primeira ficha a realizar no caminho até ao lugar do nascer do sol. Com a ficha
vai um pé. É o símbolo da caminhada que vais fazer. Guarda-o contigo, ser-te-á útil.
Nesta etapa estás só tu e Deus. Aproveita do silêncio e do escuro da noite para entrares em ti, te
pores na presença de Deus e lhe falares face a face como quem fala a um amigo.
Coragem.
Que O Senhor te acompanhe e a tua caminhada dê muitos frutos.

E agora em marcha procura reflectir, meditar, rezar e responder ao que é pedido.

Para reflexão pessoal e partilha em grupo

Pessoal 1 – Reza ao Senhor, no íntimo do teu coração. Apresenta-te com tudo


o que és nesta manhã: o cansaço, o sono, a esperança, a alegria…
Pede-lhe também uma graça especial para ti e para o grupo neste dia.

2 – Quais são para ti os sentimentos, gestos, atitudes, orações,


momentos mais fortes vividos?

3 – Chegados ao lugar do nascer do sol, escreve no pé o resultado da


tua reflexão ao nº 2. Será apresentado na oração da manhã.
BUSCA CRISTO ENCONTRA O IRMÃO – Ficha 2

Encontrar Cristo no irmão significa reconhecer o irmão como Cristo.

Introdução:
 Depois da oração da manhã e do pequeno-almoço, cada um recebe um envelope.
 Em cada envelope, está esta história e um rosto de Cristo.
 Cada um lê e medita esta história durante a subida individual para o monte.
 Chegados ao monte cada grupo se encontra e partilha.

HISTÓRIA

Numa aldeia da Polinésia viviam dois homens continuamente em guerra um contra o outro. Ao mais
pequeno pretexto entravam em luta.
A vida tinha-se tornado insuportável tanto para um como para o outro. Mas também para toda a
aldeia.
Um dia alguns anciãos disseram a um dos dois:
- A única solução, uma vez que já experimentaram tantas, é que tu vás ver a Deus.
- De acordo. Mas onde?
- É muito simples. Basta que subas ao cimo da montanha e lá verás a Deus.
Passados alguns dias de caminhada cansativa, chegou ao cimo da montanha. Deus estava lá à sua
espera.
O homem arregalou bem os olhos: Deus tinha o rosto do seu vizinho brigão e antipático.
O que Deus lhe disse, ninguém o sabe. De todos os modos, ao regressar à aldeia não era a mesma
pessoa.
Mas, apesar da sua gentileza e vontade de reconciliação com o vizinho, tudo continuava a correr
mal, porque o outro inventava novos pretextos de litígio.
Os anciãos disseram:
- É melhor que também ele vá ver a deus.
Apesar da sua recusa conseguiram convencê-lo. E também ele partiu para a montanha.
E lá em cima também ele descobriu que Deus tinha o rosto do seu vizinho.

Para reflexão pessoal e partilha em grupo

Pessoal 1 - Que rostos humanos são hoje para nós/ti rostos de Deus?
2 - Como jovem sentes-te imagem, presença de Cristo para os que
te rodeiam? Porquê?
 Escreve no rosto de Cristo os nomes ou classes de pessoas que
são hoje para ti o rosto de Cristo

Grupo Partilha os nomes com o teu grupo. Justifica as tuas escolhas.


o Guarda o teu rosto de Cristo para a Eucaristia.

BUSCA CRISTO ENCONTRA O IRMÃO – Ficha 3

Encontrar Cristo no irmão significa aprender a amar.


“Senhor, ensina-nos a amar”

Introdução
 Reunião do grupo num lugar previamente marcado.
 O grupo escolhe 3 leitores para o texto do evangelho (Mt 19,16-22).
 Depois de um cântico e de um momento de silêncio a convidar à interiorização é
proclamado o texto evangélico em forma dialogada: Narrador, jovem rico, Jesus.
 Cada um lê-o depois individualmente e em silêncio.

JESUS E O JOVEM

Um jovem aproximou-se de Jesus e disse-lhe:


- “Mestre, que hei-de fazer de bom para alcançar a vida eterna”?
Jesus respondeu:
- “Porque me interrogas sobre o que é bom? Bom é um só. Mas se queres entrar na vida eterna,
cumpre os mandamentos”.
- “Quais”?
Perguntou ele.
Retorquiu Jesus:
- “Não matarás, não cometerás adultério; não roubarás, não levantarás falso testemunho, honra teu
pai e tua mãe, e ainda amarás o teu próximo como a ti mesmo”.
Disse-lhe o jovem:
- “Tenho cumprido tudo isto; que me falta ainda”?
Jesus acrescentou:
- “Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que possuíres, dá o dinheiro aos pobres, e terás um
tesouro nos céus; depois vem e segue-me”.
Ao ouvir isto, o jovem retirou-se contristado, porque possuía muitos bens.

Para reflexão e partilha em grupo

Grupo 1 – Quais as pistas ou ensinamentos que Jesus apresenta, neste texto,


para amar?
2 - Quais são, para ti, as exigências de um verdadeiro amor
ao próximo?

Pessoal Usando o símbolo que te calhou e a partir dele, faz a tua oração
(escreve-a no símbolo) para ser rezada durante a eucaristia.
ORAÇÃO DA MANHA

Num lugar predeterminado, todos se juntam, em silêncio, e esperam o nascer do sol.

 Aos primeiros raios de sol canta-se: Minha luz é Jesus

 Depois em silêncio cada um continua a contemplar o nascer do sol. Deixar o seu coração
viver fortemente os sentimentos que surgem nesta contemplação.

 Cântico: Hino (à luz, à vida, ao sol): Deixa Deus entrar na tua própria casa

 Cada um apresenta ao Senhor o que escreveu no pé (significa aquilo que cada um é nesse
momento).

 Louvor das criaturas

 Cântico final: Louvado sejas