Você está na página 1de 1

O texto abaixo apresenta algumas dvidas a respeito de

sua coerncia. Leia e tente esclarecer seu significado.


Quando percebi, tudo j havia acontecido. O radio ficou mudo e, apesar de
mais pessoas estarem por perto, l estava eu, sozinho com os meus
pensamentos...
O frio que eu sentia era diferente. Entrava pela pele e doa nos ossos,
fazendo meu corpo todo tremer. Desapertei a gravata e tirei o palet.
Tentei manter a calma e abri lentamente a janela. Com muito esforo sa,
mas no conseguia perceber exatamente onde eu estava. Meus movimentos
eram lentos e desajeitados...
J no me importava com coisas materiais... meus documentos, dinheiro,
meu carro ou qualquer coisa assim. Consegui tirar os sapatos, que me
incomodavam muito, e tentei me dirigir para a nica direo onde
provavelmente encontraria um poste. Foi quando vi a mulher tentando pegar
o cachorro: comecei a rir sem parar e apoiei meu corpo cansado em cima de
um muro. Passou por mim um garoto assustado puxado por seu pai, um
guarda com urna velhinha e um rapaz tranquilo que aparentemente me
conhecia, pois disse um "oi, tudo sob controle ai? e foi embora.
Nesse momento comecei a entender corno o trgico mora perto do cmico!
Aos poucos consegui chegar a uma padaria que recebia quase todo mundo
que escapava. Tomei um conhaque e como bom brasileiro fiquei trocando
ideias e procurando solues para os problemas do mundo com meus novos
amigos...
Voc deve ter achado o texto muito estranho e at tirado algumas concluses a
respeito, achando que a personagem poderia estar bbado ou drogado.
O fato que a incoerncia se deve omisso de um elemento fundamental. Voc
no sabe os "os qus e "os porqus": Ele diz que tudo havia acontecido, mas no
diz o qu; o porqu de ele dizer que est com frio e tirar o palet; o porqu de sair
pela janela; o porqu de tirar os sapatos; o porqu de procurar um poste; o que h
de engraado em uma mulher tentando pegar um cachorro; o porqu das pessoas
escaparem para a padaria.

Tudo isso poderia ser esclarecido apenas com o ttulo do texto: A


enchente. E ficaria ainda mais claro se na com comeo ele dissesse que
estava no trnsito em seu carro quando foi surpreendido pela gua que
invadiu seu carro. Agora releia o texto e veja que ele um texto coerente.