Você está na página 1de 1

CURSO PREPARATRIO

POR DISCIPLINA - GEOGRAFIA


COMRCIO EXTERIOR, TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO
Prof. Pautasso
Comrcio internacional e diviso territorial do trabalho
O mar e o comrcio mundial
a integrao do Velho Mundo: Atenas, Alexandria, Roma, etc
o renascimento comercial e a tecnologia martima: galeras, barcas e caravelas => a
pennsula italiana como entreposto europeu
a navegao intercontinental e as Grandes Navegaes: a liderana do centro
mercantil holands
A tecnologia a vapor e a globalizao
- a navegao a vapor: os canais (Suez e Panam), os estreitos e a evoluo da
tonelagem e da velocidade => as ferrovias a territorializao do comrcio
- a Inglaterra e a potncia comercial
As revolues tecnolgicas e a diviso territorial do trabalho
- os ciclos de inovao nos perodos depressivos do capitalismo e as novas
oportunidades de investimento
- entre o livre-comrcio (vantagens comparativas e modelo Heckscher-Ohlin) e o
protecionismo (List): as modalidades de protecionismo
- a grande potncia comercial e as lies da histria: a experincia dos EUA
- tendncias do comrcio internacional: a sia como piv; os fluxos intrafirmas; o
carter regional, etc.
Comrcio exterior e tecnologia no Brasil
A evoluo do comrcio exterior brasileiro
- as mudanas na pauta de um pas primrio-exportador: acar, ouro, caf, borracha,
fumo, cacau
- da industrializao crise do comrcio exterior ps-1990: dficits e desagregao da
pauta
- a composio das exportaes brasileiras e as regies de origem-destino
O Brasil como global player
- os riscos da ALCA e a manuteno do perfil multilateral das exportaes
- o Brasil no GATT/OMC e os conflitos com os pases centrais: o caso do G20
A tecnologia no Brasil e a indstria de bens de capital
- a rede de centros de pesquisa e a formao da indstria de bens de capital
- reestruturao tecnolgica e emprego no Brasil
Polticas de ICT e desenvolvimento nacional
Caractersticas e limites da poltica de ICT no Brasil
- a poltica industrial brasileira e os setores fundamentais => biotecnologia, informtica, etc.
- a poltica comercial: crdito subsidiado s exportaes; debilidades na reteno de matriaprima; frgil diplomacia comercial
- a poltica tecnolgica: abandono e novas perspectivas