Você está na página 1de 7

Os surdos ainda no esto

preparados para atuar no mundo


ouvinte
Jane Basset Spilman
Presidente do Corpo Diretivo

Responsvel pelo slide:

A histria

Professores e funcionrios anunciaram seu


apoio aos estudantes e suas quatro
reinvindicaes:
(1)nomeao imediata de um novo reitor,
surdo;
(2)renncia imediata da presidente do corpo
diretivo, Jane Basset Spilman;
(3)maioria de 51% de membros surdos no
corpo diretivo;
(4)que no haja represlias.

Responsvel pelo slide: Vernica

A cultura surda

Na comunidade surda, o conceito de cultura


encontra-se comumente relacionado lngua
dos sinais.

Responsvel pelo slide: Rodrigo O ser humano se comunica de inmeras formas

a partir da transitividade que surge o gesto,


pois todas as suas formas so transitivas e
no se esgotam em simplesmente observar a
mo gesticulando, porm ao que a mo est
apontando.
H certos momentos na comunicao humana
que o gesto torna-se intransitivo, comeando
a valer por si s. Quando a bailarina
movimenta seu corpo, torna-se ela o prprio
signo.
(Galard, 1997)

Responsvel pelo slide:

Da marginalizao ascenso do orgulho surdo

(...) Uma nova conscincia, novos motivos,


novas foras de todos os tipos estavam se
combinando um novo movimento estava em
marcha, gestava-se um confronto. Os anos de
1970 presenciaram a ascenso no apenas do
orgulho surdo, mas do poder surdo.
(Sacks, 2003)

Responsvel pelo slide: Carol

Da marginalizao ascenso do orgulho surdo

O MUNDO EST EM NOSSAS MOS!


https://www.youtube.com/watch?v=rHsYiXdRnI

Responsvel pelo slide: Carol e quem mais?

Concluses

INTERCMBIO SOCIAL DA CULTURA SURDA


PROTAGONISMO
APROPRIAO DA LINGUAGEM
MOBILIZAO SOCIAL