Você está na página 1de 2

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ Rua dos Mercadores n 76, 9500-092 Ponta Delgada Telefone 296 285 461 Fax

x 296 285 463 E-mail: geral@aprodaz.com

Deontologia e Princpios ticos


Na UFCD de Deontologia e Princpios ticos (DPE), administrada pelos Formadores Joaquim Carvalho e Rita Couto, teve uma de durao 50 horas para um bom manuseamento e compreenso da matria. Durante estas 50 horas, foi-nos administrado, como o prprio nome indica, o que a tica, a deontologia e a conscincia moral. Aprendemos assim, que a tica a reflexo critica acerca dos princpios que devem orientar toda a aco humana. Que a deontologia segue os princpios da tica, mas tem carcter de obrigatoriedade, ou seja, normas e regras institudas socialmente. E a conscincia moral, a capacidade de reconhecer os princpios que se impem como orientadores da aco humana. Numa 2 fase, falamos em que consistia a tica na politica e na organizao das sociedades em que as normas morais no so leis escritas, enquanto que as leis do Estado se apresentam sobre a forma de cdigos jurdicos, leis escritas e publicadas, ou seja, as normas morais s so aceites pelas pessoas quando estas esto justas. A moral mais abrangente que o direito, porque o direito surge da tica. Percebemos que cdigo deontolgico um conjunto de princpios e regras de conduta inerentes a uma determinada profisso em que a pessoa trabalha (trabalhador) est abrangido. Pessoa um ser humano, social, responsvel, livre, emocional e consciente. Visualizmos o filme Mar Adentro que nos deu uma viso da eutansia e o porqu das pessoas pensarem em faze-lo. Aps a abordagem destes temas, falamos na construo de uma cidadania global mundial inclusiva. Com esta UC/UFCD, consigo realizar um cdigo de tica para o meu ginsio onde explicarei quais os princpios ticos que os colaboradores devem cumprir para o bom funcionamento do mesmo.

Ponta Delgada, 07 de Julho de 2010

ESCOLA PROFISSIONAL DA APRODAZ Rua dos Mercadores n 76, 9500-092 Ponta Delgada Telefone 296 285 461 Fax 296 285 463 E-mail: geral@aprodaz.com